2B Educação

7 matérias mais cobradas em concursos de Engenharia Civil.

13/11/2019
Aprovação em concurso é um desejo em comum entre muitos de nós, mas às vezes não sabemos como alcança-la, nem mesmo como começar a estudar para ela. Então como você já sabe, nós da 2B queremos te ajudar com isso. Se liga nessas dicas das matérias mais cobradas em concursos para Engenharia Civil.

7 matérias mais cobradas em concursos de Engenharia Civil.
 
Confira os melhores concursos disponíveis! Clique aqui.
 
Tópicos da postagem:
  1. 1. Matérias mais cobradas
  2. 2. Funções do Pedagogo em órgãos públicos
  3. 3. Principais Bancas
  4. 4. Estrutura das provas
  5. 5. Etapas e aplicação das provas
  6. 6. Vantagens de ser Servidor Público
 
  1. 1 -  Matérias mais cobradas

Construções civis estão no nosso cotidiano de forma cada vez mais frequente e por isso engenheiros civis são extremamente importantes na sociedade atual.
 
Ter desenvoltura e dominância nos conteúdos que abrangem a área, faz um bom profissional. Mas, quando se trata de concursos públicos, devemos saber mais do que nossa própria área. Por isso separamos as sete matérias mais cobradas para concursos de engenharia civl:

 

  1. Estrutura de Concreto

A matéria consiste basicamente nos requisitos gerais de qualidade de uma estrutura. Os tópicos que mais caem, são durabilidade e propriedades dos materiais.
 
  1. Construção Civil

Aspectos técnicos e burocráticos de uma construção civil, são pontos mais cobrados nesta matéria. Vale bastante estudar a correlação com as leis também!
 
  1. Instalação Elétrica

Está matéria não temos como fugir, pois é cobrado todos os pontos de elétrica. Desde especificidades dos materiais, isolantes e condutores, até a necessidade elétrica que a estrutura precisa, baseando- se nos dados que a prova forneça.
 
 
  1. Fundações

A matéria cobra inúmeros pontos, mas os mais cobrados são, os tipos de fundações, investigação geotécnica, tensão e carga admissível.
 
  1. Língua Portuguesa

Dentro dessa matéria, os pontos mais cobrados são acentuação, concordância, interpretação de texto e regência
 
  1. Raciocínio Lógico

Sabe aquelas questões que parecem “bobinhas”, mas que se não soubermos pode se tornar nosso “bicho papão”? Então, esse tópico o que mais acontece é essa transformação. Por isso não podemos descuidar, principalmente o conteúdo de porcentagem, Regra de três, Conjuntos, pois são as questões que mais caem.
 
  1. Informática

Todos nós trabalhamos com computadores e internet, uns mais outros menos, mas é geral isso em nossa sociedade atual, mas infelizmente, para concursos públicos devemos saber mais que o básico. Precisamos estar aprofundados nos programas e nas especificidades da área.
 
Quer saber mais sobre os temas acima e de uma forma diferenciada? Confira nossos cursos, livros e dicas que foram preparados especialmente para você!
 
Conferir principais Cursos!
Conferir principais Livros!
Conferir principais Dicas!
 

2 - Funções do Engenheiro Civil em órgãos públicos

 
A função de um engenheiro no órgão público é a mesma de um em uma entidade privada. No entanto, ele terá a responsabilidade de nomear a obra como pública, isto é, ela será altamente visada pela sociedade, pelos governantes e toda a parte midiática, dependendo do porte da construção.
 
Além de poder compor uma perícia pública quando se refere a alguma tragédia de responsabilidade privada, mas que os órgãos públicos devem penalizar e julgar. Como aconteceu no desastre em Mariana (MG) em 2016:
 
“MP questiona construção de dique em Bento Rodrigues em ação civil pública
Promotor quer que peritos analisem se existe alternativa a esta obra.
Obra pretende sustentar rejeitos da barragem de Fundão.

Bento Rodrigues foi destruído por 'mar de lama' da barragem de Fundão
 
O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) ajuizou uma ação civil pública, nesta quarta-feira (28), questionando a construção do dique S4 pela mineradora Samarco, em Bento Rodrigues, em Mariana (MG).  Segundo a mineradora, cujas donas são a Vale e a BHP Billiton, a estrutura evitaria novo carreamento de rejeitos no período chuvoso.

A barragem de Fundão se rompeu em 5 de novembro do ano passado. O “mar de lama” destruiu o distrito de Bento Rodrigues, vitimou 19 pessoas e devastou o Rio Doce.


Na ação apresentada à Justiça em Mariana pelo promotor Guilherme Meneghin, o MPMG pede que uma equipe de peritos, desvinculada da Samarco e de suas controladoras, avalie se há “alternativas à construção de um dique, que não afetem o direito de propriedade e o direito de acesso ao território coletivo por parte dos atingidos”.

O MPMG quer também que a construção do dique seja suspensa, caso a perícia comprove outra solução, que deverá ser adotada. O promotor questiona ainda a “real finalidade” do dique, o “real perímetro de alagamento”, e se a estrutura é temporária ou definitiva.”
 
Fonte: G1.com.br, publicado em 29/09/2016.
 
Saiba mais: Descubra por que o Livro 1.000 Questões Comentadas para Concursos em Engenharia Civil é o melhor material para você!
 

3 - Principais Bancas

 
Sabemos que há uma variedade ilimitada de bancas para concursos e sabemos que cada uma possui características específicas na hora das provas. Um dos grandes segredos para passar em um concurso público é conhecer especialmente esses detalhes da banca que está à frente da prova do edital o qual você está concorrendo.
 
Para lhe ajudar neste ponto, separamos dicas das principais bancas:
 
  • - Vunesp

Uma das bancas mais exigentes da atualidade. Cobra de forma quase que interinatemas atuais que se relacionam com as partes teóricas do tema em questão.
 
  • - Fundação Carlos Chagas

Cobranças como comportamentos gerais, são pontos recorrentes desta banca. Sempre link a tese com o tema na introdução.
 
  • - Cespe

Temas da atualidades sobre o cargo ou as atividades que este deve seguir são questões bastante cobradas por essa banca, além de ter relevância na teoria de suas provas.

 
  1. 4 - Estrutura das provas

É sempre importante ler o edital do concurso o qual você que prestar para se preparar devidamente para a prova e entender todas as etapas para ser nomeado, mas para facilitar, listamos alguns processos que podem ter presença marcada para sua aprovação:

 

  • - Provas com questões dissertativas

Questões dissertativas são aquelas sem opções de respostas, ou seja, o candidato tem que respondê-la em um pequeno espaço de forma escrita. A banca espera ver qual seu posicionamento, e grau de conhecimento sobre a questão cobrada. Não existe um padrão para esse tipo de questão.

 

  • - Provas com questões objetivas

São as mais comuns em processos seletivos de concursos. São questões que estão acompanhadas com uma série de alternativas, que sugerem a resposta. Porém só uma é a resposta adequada. O padrão mais conhecido para essa modalidade é o de alternativas nomeadas com letras do alfabeto.

 

  • - Prova prática  

Dependendo da segmentação da especialidade do cargo em questão, será exigido uma prova prática podendo ser ela variante. Podem ser considerados, como exemplos desta categoria, provas que avaliem direção, digitação e dicção.

 

  • - Avaliação Psicológicos

Este processo consiste basicamente em classificar o candidato como apto ou não para exercer o cargo determinado. Seus principais pontos podem ser a análise de concentração, raciocínio lógico, controle emocional e possíveis personalidades prejudiciais que restrinjam a posse ao cargo.
 
  • - Avaliação Física

Essa modalidade avaliativa que tem como foco a eliminação de candidatos não aptos para execução do cargo. A ideia é classificar a capacidade física e orgânica do indivíduo. Este, é comum em concursos militares, e não tem padrões de aplicações.

 

  • - Exames Médicos

Para estar apto para assumir um cargo público, por lei o candidato não pode ter nenhuma doença pré-existente grave, contagiosa ou que não tenha cura na sua admissão. Por isso, é necessário a realização de exames médicos para que seja comprovada a aptidão orgânica do candidato. Como pode haver uma eliminação por conta dos resultados, estes são considerados parte do processo dos concursos públicos. Não há uma listagem regular dos exames pedidos, podendo assim serem variantes por concurso e por edições.

 

 

  1. 5 - Etapas e aplicação das provas

Sabemos que encarar um Concurso Público é um processo complexo e previamente arquitetado (Calma! Estamos com você nessa!). Para aumentar suas chances de aprovação você precisa entender como esses procedimentos são feitos e organizados.
 
Vale lembrar que há uma variação significativa de um concurso para o outro, e podemos apontar como principais fatores a diferença de bancas, modalidades, áreas e tipos de concursos. Por isso, fizemos um pequeno resumo dos principais procedimentos para que você aprenda a logística:

 

  • - Razão para criação do concurso

Ausência ou escassez de servidores para determinada(s)  área(s).

 

  • - Solicitação para execução

É necessária a autorização do órgão ou autoridade responsável.

 

  • - Escolha da banca

Aprovado as novas vagas, a prioridade é a escolha de uma banca que represente o Concurso Público. Está será responsavél pela elaboração da prova.

 

  • - Edital

A partir de todo processo burocrático arquitetado, será divulgado o Edital. Esse é um compilado de todas as informações para aquele concurso. Desde matérias que serão cobradas até prazos de inscrições.   

 

  • - Aplicação da prova

Quando chegar a data divulgada haverá a aplicação da prova. Este processo poderá ser feito em um único dia, ou dividido em mais datas quando há mais de uma modalidade de prova.
 
  • - Divulgação do gabarito

A banca responsável pelo concurso divulgará  de forma oficial as respostas da prova aplicada. O prazo deste procedimento pode variar, mas é comum ter a data prevista no edital.

 

  • - Convocação para etapas secundárias

Caso o candidato tenha sido aprovado na primeira prova, ele deverá passar pelos processos secundários, que serão executados nas datas pré avisadas no edital. Estes podem varias em exames médicos, provas práticas, dentre outros.

 

  • - Divulgação dos resultados

Na data prevista, será feita a divulgação no Diário Oficial o nome dos Aprovados.
 

 

6. Vantagens de ser Servidor Público

Sabemos que o mercado de trabalho é algo bem complexo em nosso país por diversos motivos e cada vez mais pessoas estão procurando concursos públicos para se assegurar. Mas é sempre bom lembrar quais são os principais motivos para ser servidor público, para isso fizemos uma listinha, afim de te motivar a passar no seu concurso.

 

  • - Estabilidade

Para quem é aprovado no concurso público, passa por três anos de estágio probatório. Caso esse tempo seja bem sucedido o concursado não pode ser demitido, exceto por justa causa, isto é, ser considerado culpado por processos administrativos ou sindicais.
 
  • - Aposentadoria

Para quem se aposenta por entidades privadas o teto da aposentadoria é de R$ 2.894,00, não importando qual era o valor recebido mensalmente enquanto estava ativo. Já para setores públicos o valor de aposentadoria pode ser até mesmo integral, fazendo com que o concursado receba o valor que estava acostumado a receber periodicamente.
 
Podem não ser muitos as vantagens, mas as poucas já nos fazem querer arriscar para prestar concursos. Além disso há muitos concursos que têm ótimas remunerações, basta dar aquela pesquisada (ou entrar em nosso site e já ter tudo de mão beijada).
 
Como exemplo, temos o novo concurso público do município de Curitiba (PR) que o salário para Engenheiros Civis está em R$ 5.514,92 + responsabilidades técnicas no valor de R$ 1.654,48, totalizando o salário em R$ 7.169,40. Quer conferir mais sobre esse edital de abertura que está com as inscrições abertas é só clicar aqui!
 

Palavras: Técnico administrativos; polícia civil.