2B Educação

7 matérias mais cobradas em concursos para Pedagogos.

13/02/2020
7 matérias mais cobradas em concursos para Pedagogos.

A aprovação em concurso público é um desejo em comum entre muitos de nós, e por vezes não sabemos nem mesmo por onde começar. Então, como você já sabe, a 2B Educação está aqui para te ajudar! Se liga nessas dicas das matérias mais cobradas em concursos para Pedagogos.
 
Confira também os melhores concursos abertos no Brasil!
 
Tópicos da postagem:
  1. 1. Matérias mais cobradas
  2. 2. Funções do Pedagogo em órgãos públicos
  3. 3. Principais Bancas
  4. 4. Estrutura das provas
  5. 5. Etapas e aplicação das provas
  6. 6. Vantagens de ser Servidor Público
     

1. Matérias mais cobradas

Pedagogia é uma área essencial desde a antiguidade, afinal, o que seria de nós sem os pedagogos? A Pedagogia cuida da educação e do desenvolvimento do ser humano desde as primeiras etapas da vida, começando pela Educação Infantil, passando pelo Ensino Fundamental e pelo Ensino Médio.
 
Quando se trata de concursos públicos, então, você deve saber mais do que a sua própria área de atuação dentro da Pedagogia. É importante que você saiba o que os concursos mais costumam cobrar.
 
 Pensando nisso separamos as sete matérias mais cobradas para concursos da área:
 
  • - Legislação da Educação

Quando falamos em Legislação da Educação, o primeiro diploma legal que deve vir à mente é a LDBEN - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. A Lei nº 9.394 é datada de 1996, mas sofreu as últimas alterações em janeiro de 2019.

A Lei de Diretrizes e Bases (LDB) no 9.394 foi promulgada em 20 de dezembro de 1996, mas não foi aprovada da noite para o dia. A referida lei passou um longo tempo para que fosse aprovada, pois havia muitas disputas políticas e ideológicas.

A partir desta data de promulgação, ela vem incluindo os mais variados tipos de educação: educação infantil, que passou a ser obrigatória para crianças a partir de quatro anos; ensino fundamental; ensino médio, para os jovens até os 17 anos.

Também inclui outras modalidades do ensino, como a educação especial, indígena, no campo e ensino a distância.

Está sob responsabilidade da sociedade segui-la, contribuindo para que a educação brasileira avance e seja mais humana e formativa, considerando que o sistema educacional envolve a família, as relações humanas, sociais e culturais.

Por meio da LDBEN, constatamos os princípios gerais da educação, assim como as finalidades, os recursos financeiros, a formação e diretrizes para a carreira dos profissionais da área educacional. A LDBEN não é estática, sua principal característica é que tem se renovado a cada período, sendo responsabilidade da Câmara dos Deputados sua atualização de acordo com o contexto social.

Por exemplo, anteriormente, o prazo para concluir o ensino fundamental era de oito anos. Com a atualização da lei, o prazo foi estendido para nove, tendo como idade inicial os seis anos.

 
Inscreva-se na MARATONA BNCC PARA CONCURSOS, é gratuita! Tenha acesso a videoaulas exclusivas, questões comentadas, mapas mentais e muito mais! Clique aqui!

Material de estudos
Provas de concursos anteriores
 
  • - Didática

A didática é um ramo da Pedagogia e pode ser compreendida como o conjunto de técnicas e formas de ensinar, destinados a colocar em prática as diretrizes pedagógicas. O termo didática vem do grego (techné didaktiké) e significa “a arte de ensinar”.

É uma disciplina prática da Pedagogia, com o intuito de mediar as ações de ensino-aprendizagem. Pode-se afirmar que a educação, a pedagogia e a didática se relacionam.
 
A didática destaca-se como conhecimento fundamental na formação do professor cujo estudo é o processo de ensino-aprendizagem, que engloba algumas questões.

Quem ensina e quem aprende, respectivamente, é o  professor e o aluno, porém, na relação professor-aluno, o aluno também ensina e o professor também aprende.

Leia a nossa matéria sobre como a Didática é cobrada em concursos de Pedagogia, com teoria e questões comentadas de concurso! É só clicar aqui

 
Material de estudos
Provas de concursos anteriores
 
  • - Aspectos Éticos, Filosóficos e Sociológicos da Educação

Como os professores são responsáveis pela construção do saber e principalmente do desenvolvimento como pessoa de seu aluno, ele deve quebrar paradigmas, propondo assim novos caminhos baseados no saber Filosófico, Ético e Sociológico.  

Toda proposta pedagógica traz em seu bojo pressuposições e proposições filosóficas. Mesmo que esses fundamentos nem sempre estejam explícitos, eles sempre existem. A Pedagogia da Libertação, por exemplo, tem como pressuposto a ideia de libertação completa do homem.

A pedagogia libertadora, também denominada pedagogia da libertação, faz parte dos postulados centrais de Paulo Freire, e é conhecida e pesquisada em diversas universidades ao redor do mundo. Esta pedagogia propõe uma educação crítica a serviço da transformação social.

Conforme Paulo Freire escreveu em Educação Como Prática da Liberdade em 1965, "na medida em que deixam em cada homem a sombra da opressão que o esmaga, expulsar esta sombra pela conscientização é uma das fundamentais tarefas de uma educação realmente liberadora e por isto respeitadora do homem como pessoa.”

No livro Pedagogia do Oprimido, Paulo Freire desenvolve o conceito de “educação bancária”, uma educação rígida, autoritária e antidialógica, na qual o professor tem o papel de transferir o seu saber para alunos dóceis e passivos, como se eles tivessem a cabeça oca, com gavetas para armazenar cada conteúdo separadamente.

A educação proposta por Paulo Freire é flexível, participativa e dialógica. Professor e alunos, buscam, juntos, “em comunhão”, construir conhecimento valorizando o que já sabem.

A educação problematizadora idealizada por Paulo Freire tem a proposta de construir a própria concepção de realidade do sujeito, a partir da união entre teoria e prática.

 
Material de estudos
Provas de concursos anteriores

 
  • - Língua Portuguesa

Um erro comum dos candidatos é negligenciar a Língua Portuguesa, seja porque sentem-se confiantes de que não terão dificuldades, seja por esquecimento.

A realidade é que grande maioria dos concursos públicos cobra questões de Português, e o seu objetivo deve ser gabaritar estas questões! Isto porque a Língua Portuguesa é composta principalmente de regras e macetes que, se estudados, dificilmente te causarão dificuldade. O maior erro dos concurseiros é sequer tentar absorver o conteúdo.

Não estamos dizendo que necessariamente as provas de Português serão fáceis, mas a maioria delas pode ser resolvida sem maiores dificuldades se precedida de um estudo certeiro e assertivo.

Dentro dessa matéria, os pontos mais cobrados são: 

- interpretação de texto;

- acentuação (cuidado com a crase!);

- concordância;

- regência.

 
Material de estudos
 
Provas de concursos anteriores
 
  • - Psicologia da educação

Este conteúdo é basilar para um profissional que pretende lidar com ensino fundamental, por isso, nas principais bancas, tem havido uma cobrança recorrente. Sua aplicabilidade é a forma mais comum de cair nas questões. Saber a história do uso da psicologia na educação fará você ter facilidade para responder a matéria.

Nesse contexo está inserido o estudo das teorias de Piaget, Vygotsky, Wallon e outros pensadores. Cada um deles possui peculiaridades, e entendê-las poderá te garantir muitas questões. Para ler sobre estes e outros pensadores que são constantemente cobrados em concurso de Pedagogia, clique aqui e leia o nosso artigo.

 
Material de estudos
Provas de concursos anteriores
 
  • - Gestão escolar

Para cargos que envolvem a gestão escolar, como diretor e coordenador, é essencial que você tenha conhecimento desta matéria. Sua teoria e sua aplicabilidade são fundamentais. Entender como um colégio funciona de forma geral, será um ponto forte para gabaritar estas questões. 

De acordo com Jamer Hunter, liderança é a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir objetivos comuns, inspirando confiança por meio da força do caráter.

Conforme este mesmo pensador, um gestor com liderança é aquele que:

- possui capacidade de influenciar pessoas para o bem;

- estimula que pessoas contribuam com entusiasmo: de preferência com o coração, a mente, a criatividade, excelência e outros recursos

- estimula que as pessoas se tornem as melhores que são capazes de ser.

Liderança não é sinônimo de gerência, mas sim de influência; influência esta que faz com as pessoas ajam de maneira melhor. 

Ainda de acordo com James Hunter, uma gestão com liderança possui oito elementos intrínsecos:

- Respeito;

- Altruísmo;

- Honestidade;

- Compromisso; 

- Paciência;

- Gentileza;

- Humildade;

- Perdão.

 
Material de estudos
Provas de concursos anteriores
 
  • - Matemática e raciocínio lógico

Sabe aquelas questões que parecem "bobas", mas que, se não tomarmos cuidado, podem se tornar o nosso “bicho papão”? Na maioria das vezes, isto ocorre com Matemática e Raciocínio Lógico.

Não cometa o erro de não estudar Matemática e Raciocínio Lógico! Resolver questões de concurso pode ser uma excelente forma de adquirir a prática e não ter problema com estas disciplinas, afinal, muitas questões  se baseiam em um mesmo raciocínio (ou assunto); se você souber utilizá-lo uma vez, provavelmente o fará sem problemas em todas as outras.

Atente-se principalmente para estes assuntos:

porcentagem;

regra de três;

conjuntos

Material de estudos
Provas de concursos anteriores
Mais sobre matemática em concursos
 

Confira outros assuntos importantes que você precisa começar a estudar agora mesmo!



 
Quer saber mais sobre os temas acima e de uma forma diferenciada? Confira nossos cursos, livros e dicas que foram preparados especialmente para você!
 
Conferir principais Cursos.
Conferir principais Livros.
Conferir principais Dicas.

 

2. Funções do Pedagogo em Órgãos Públicos

A função do Pedagogo está sempre em evidência, pois a base de uma sociedade bem desenvolvida é a educação e esta deve ser de qualidade desde os seus ciclos iniciais. 
 
Hoje, exercer a função de professor da rede pública é um grande desafio.  Isso se deve a falta de qualidade do pilar educacional brasileiro, como podemos analisar com o estudo feito pela UOL:
 
“Hoje, no Brasil, de 97% dos estudantes com idade entre 7 e 14 anos se encontram na escola, no entanto, o restante desse percentual, 3%, respondem por aproximadamente 1,5 milhão de pessoas com idade escolar que estão fora da sala de aula.
 
• Para cada 100 alunos que entram na primeira série, somente 47 terminam o 9º ano na idade correspondente, 14 concluem o ensino médio sem interrupção e apenas 11 chegam à universidade.
 
• 61% dos alunos do 5ºano não conseguem interpretar textos simples. 60% dos alunos do 9ºano não interpretam textos dissertativos.
 
• 65% dos alunos do 5ºano não dominam o cálculo, 60% dos alunos do 9º ano não sabem realizar cálculos de porcentagem.”
 

Fonte : UOL.
 

Estes dados só não são piores pois há professores gabaritados nesta rede de ensino, porém mudanças como redirecionamento de recursos financeiros para a educação e a valorização destes professores são medidas que ainda devem ser tomadas, tratando-se de um déficit até para concursados.

 
  1. 3. Principais Bancas

Sabemos que há uma grande variedade de bancas para concursos e sabemos que cada uma possui características específicas na hora das provas. Um dos grandes segredos para passar em um concurso público é conhecer especialmente esses detalhes da banca que está à frente da prova para a qual você está se preparando.

Para lhe ajudar neste ponto, separamos dicas das principais bancas:
 
  • - Vunesp

Uma das bancas mais exigentes da atualidade. Cobra de forma quase que interina temas atuais que se relacionam com as partes teóricas do tema em questão.
 
  • - Consulplan

Costuma cobrar de seus concurseiros questões diretas e objetivas. Ela segue o conteúdo programático a risca, mesmo que de forma indireta.  
 
  • - Cespe

Temas da atualidades sobre o cargo ou as atividades que este deve seguir são questões bastante cobradas por essa banca, além de ter relevância na teoria de suas provas.

 
  1. 4 - Estrutura das provas

É sempre importante ler o edital do concurso o qual você que prestar para se preparar devidamente para a prova e entender todas as etapas para ser nomeado, mas para facilitar, listamos alguns processos que podem ter presença marcada para sua aprovação:
 
  • - Provas com questões dissertativas

Questões dissertativas são aquelas sem opções de respostas, ou seja, o candidato tem que respondê-la em um pequeno espaço de forma escrita. A banca espera ver qual seu posicionamento, e grau de conhecimento sobre a questão cobrada. Não existe um padrão para esse tipo de questão.
 
  • - Provas com questões objetivas

São as mais comuns em processos seletivos de concursos. São questões que estão acompanhadas com uma série de alternativas, que sugerem a resposta. Porém só uma é a resposta adequada. O padrão mais conhecido para essa modalidade é o de alternativas nomeadas com letras do alfabeto.
 
  • - Prova prática  

Dependendo da segmentação da especialidade do cargo em questão, será exigido uma prova prática. Podem ser considerados, como exemplos desta categoria, provas que avaliem direção, digitação e dicção.
 
  • - Avaliação Psicológicos

Este processo consiste basicamente em classificar o candidato como apto ou não para exercer o cargo determinado. Seus principais pontos podem ser a análise de concentração, raciocínio lógico, controle emocional e possíveis personalidades prejudiciais que prejudiquem a posse ao cargo.
 
  • - Avaliação Física

Essa modalidade avaliativa tem como foco a eliminação de candidatos não aptos para execução do cargo. A ideia é classificar a capacidade física e orgânica do indivíduo. Esta é comum em concursos militares, e não tem padrões de aplicações.
 
  • - Exames Médicos

Para estar apto para assumir um cargo público, por lei, o candidato não pode ter nenhuma doença pré-existente grave, contagiosa ou que não tenha cura na sua admissão. Por isso, é necessária a realização de exames médicos para que seja comprovada a aptidão orgânica do candidato.

Como pode haver uma eliminação por conta dos resultados, estes são considerados parte do processo dos concursos públicos. Não há uma listagem regular dos exames pedidos, de forma que são variantes por concurso e por edições.

 
 
  1. 5 - Etapas e aplicação das provas

Sabemos que encarar um Concurso Público é um processo complexo e previamente arquitetado (Calma! Estamos com você nessa!). Para aumentar suas chances de aprovação, você precisa entender como esses procedimentos são feitos e organizados.
 
Vale lembrar que há uma variação significativa de um concurso para o outro, e podemos apontar como principais fatores a diferença de bancas, modalidades, áreas e tipos de concursos. Por isso, fizemos um pequeno resumo dos principais procedimentos para que você aprenda a logística:
 
  • - Razão para criação do concurso

Ausência ou escassez de servidores para determinada(s)  área(s).
 
  • - Solicitação para execução

É necessária a autorização do órgão ou autoridade responsável.
 
  • - Escolha da banca

Aprovadas as novas vagas, a prioridade é a escolha de uma banca que represente o Concurso Público. Esta será responsável pela elaboração da prova.
 
  • - Edital

A partir de todo o processo burocrático, será divulgado o Edital. Esse é um compilado de todas as informações para aquele concurso. Desde matérias que serão cobradas até prazos de inscrições.   
 
  • - Aplicação da prova

Quando chegar a data divulgada, haverá a aplicação da prova. Este processo poderá ser feito em um único dia, ou dividido em mais datas quando há mais de uma modalidade de prova.
 
  • - Divulgação do gabarito

A banca responsável pelo concurso divulgará  de forma oficial as respostas da prova aplicada. O prazo deste procedimento pode variar, mas é comum ter a data prevista no edital.
 
  • - Convocação para etapas secundárias

Caso o candidato tenha sido aprovado na primeira prova, ele deverá passar pelos processos secundários, que serão executados nas datas pré avisadas no edital. Estes podem varias em exames médicos, provas práticas, dentre outros.
 
  • - Divulgação dos resultados

Na data prevista, será feita a divulgação no Diário Oficial o nome dos aprovados.

 

6. Vantagens de ser Servidor Público

Sabemos que o mercado de trabalho é algo bem complexo em nosso país, por diversos motivos, e cada vez mais pessoas estão procurando concursos públicos que te proporcionem segurança. Mas é sempre bom lembrar quais são os principais motivos para ser servidor público, e para isso fizemos uma lista, a fim de te motivar a passar no seu concurso.
 
  • - Estabilidade

Todo e qualquer indivíduo que é aprovado em um concurso público passa por três anos de estágio probatório. Após este período, desde que decorrido sem maiores contratempos, o concursado adquire estabilidade, o que significa que não poderá ser demitido, exceto por justa causa (casos previstos na legislação).

Conte conosco na jornada em direção à sua aprovação!