Lições de quem chegou ao topo

Você está enganado se pensa que o desafio de um trainee termina quando ele vence a concorrência e consegue ser aprovado num disputado processo seletivo.

Ao longo de sua trajetória, ele passará por inúmeras provas de resistência e jogo de cintura - das quais depende sua permanência e também sua ascensão na empresa que o acolheu.

Os relatos trazem lições valiosas sobre como se destacar e crescer na companhia após o término do programa de trainee. 

Hoje quem conta um pouco da sua trajetória profissional é Rodrigo Daud, diretor comercial de polimetálicos da Votorantim.
 

Quando ingressou na empresa como trainee? 

Formado em engenharia mecânica, Rodrigo trabalhava como estagiário na Votorantim em 1999, quando surgiu a oportunidade de participar do processo de seleção para trainee. Sua entrada na Votorantim Metais como trainee ocorreu um ano depois, em 2000.
 

Como foi o processo até chegar à diretoria?

Ao longo dos últimos 16 anos, Rodrigo passou por diversos cargos dentro da empresa. Seu primeiro grande desafio de liderança apareceu quando foi promovido a gerente geral comercial da área de zinco, função estratégica para a Votorantim e de grande exposição global. “Essa experiência me preparou para assumir, em 2011, o cargo de presidente da U.S. Zinc, empresa da Votorantim baseada nos Estados Unidos”, conta. Em 2016, retornou ao Brasil para assumir a diretoria comercial de polimetálicos da companhia.
 

O que diria aos jovens que sonham com a mesma trajetória?

Para o executivo, um trainee deve entender quais são os desafios para os quais precisa se preparar e tomar a iniciativa de se movimentar naquela direção, sem esperar que a organização traga algo pronto. “Antes de ser promovido, imagine-se na posição que você está almejando e identifique os possíveis pontos que devem ser desenvolvidos para quando o desafio realmente chegar”, orienta.
 

Ele ainda destaca que tudo começa pela escolha da empresa em que o jovem procura trabalhar. “Procure se informar bastante sobre o negócio da companhia, seus valores e sua cultura para saber se você realmente se identifica com ela”, diz Rodrigo. O executivo também recomenda ao trainee manter sempre uma postura humilde e apreciar a diversidade de opiniões, perfis e culturas numa organização.

Fonte: Exame


 

Livros:

ATENDIMENTO: Seg. a Sex.: 09h-18h | (71) 3023-2707 | atendimento@editora2b.com.br