2B Educação

As melhores certificações para engenheiros civis

23/01/2020

As melhores certificações para engenheiros de custos ou orçamentistas

Muita gente se pergunta se vale a pena o engenheiro obter uma certificação profissional.

A resposta, como você deve prever, é SIM!

Obter uma certificação profissional é acima de tudo ganhar um prêmio. A conquista requer estudo, dedicação, comprovação de conhecimento e experiência. Nesse contexto, passar por um processo de certificação profissional pode ser um desafio interessante.

O homem é ser coletivo, e, como tal, quer viver em grupos com pessoas com quem nutra afinidades.

Com a certificação profissional ocorre isso mesmo: o profissional passa a fazer parte de um grupo, exibindo uma comenda que o aproxima de alguns e o distingue de uma vasta massa dos que não a obtiveram (ainda).

Em ambientes de trabalho, congressos e reuniões sociais, o fato de possuir uma certificação profissional confere ao engenheiro uma poderosa ferramenta de criar networking e estabelecer uma relação de confiança com outros colegas.

Entretanto, o que mais me encanta na figura da certificação é o acesso a pessoas de escalão mais alto, seja de conhecimento, seja de hierarquia. Vou dar um exemplo.

Se você possui a certificação emitida por uma determinada instituição, pode facilmente participar dos eventos que essa instituição promove periodicamente. E aí ter um contato de igual para igual com gente de destaque.

Por fim, o ponto que leva cada vez mais gente a tirar uma certificação profissional: melhorar o currículo e aumentar a empregabilidade. Isso é um fato. Basta olhar a quantidade de vagas de emprego para as quais o candidato deverá apresentar determinadas certificações.

Além disso, nem sempre a certificação profissional atesta a competência do profissional no mercado de trabalho. Ela atesta, sim, o conhecimento ou a experiência, mas não necessariamente a qualificação necessária. O bom mesmo é aliar as coisas, com conhecimentos teóricos e práticos.

Se eu fosse você, me programaria para tirar uma certificação ainda em 2020. Dá tempo!

Agora, vamos falar sobre as vantagens de desvantagens das melhores certificações para você, engenheiro que quer se especializar em gestão de projetos ou custos/orçamento


Acesse um Minicurso GRATUITO de Orçamento de Obras com 6 aulas ministradas pelo Aldo Dórea Mattos.

Leia também: o que faz um(a) engenheiro(a) civil?


Project Management Professional (PMP)

O que é certificação PMP®?

A certificação PMP® tem mais peso que um MBA de Gerenciamento de Projetos, realizado em qualquer uma das melhores escolas de negócios do mundo. É uma das certificações mais reconhecidas do mundo, com validade em 150 países.

Isso, fica fácil entender por que atualmente há uma verdadeira corrida em busca de curso certificação PMP®. O curso para certificação PMP® ainda é a melhor forma do profissional se preparar para o exame.

Um profissional sabe que após ser certificado PMP® vai adquirir muito mais competências para ter sucesso em todo o ciclo de vida de um projeto, desde a sua iniciação, passando por planejamento, execução, monitoramento e encerramento, além de ter pleno conhecimento de todas as áreas envolvidas.

Outros fatores que estimulam os profissionais a procurarem um curso preparatório para certificação PMP®:

- Ampliação da empregabilidade

- Reconhecimento e aceleração do crescimento profissional dentro da empresa

- Incremento de valor no mercado de trabalho ao ter uma qualificação reconhecida internacionalmente.

 

Vantagens do PMP

- As ferramentas de gerenciamento de projeto que o profissional aprende na preparação para o PMP são aplicáveis a qualquer tipo de projeto, até mesmo para sua vida pessoal;
- É muito conhecida em todos os setores da economia;
- As empresas costumam exigir a certificação PMP para vários cargos de médio e alto escalão;
- O PMI tem um vasto acervo de manuais, cursos, eventos, etc;
- Existem muitos capítulos do PMI no Brasil;

Desvantagens do PMP

- É uma certificação generalista, sem ênfase em construção ou engenharia. Por exemplo, nem tudo o que se aprende no PMBoK (corpo de conhecimento que serve de base para o exame certificação) é diretamente aplicável no mundo particular das obras;
- A quantidade de PMP está tão grande, que eu me pergunto se realmente está peneirando os bons candidatos. Afinal, no mundo, já são 912 mil e no Brasil, 18 mil;
- Os eventos do PMI no Brasil e no mundo atraem gente de uma vasta gama de setores: TI (hoje são majoritários), governo, terceiro setor, indústria e construção, só para citar alguns.


Acesse um Minicurso GRATUITO de Orçamento de Obras com 6 aulas ministradas pelo Aldo Dórea Mattos.

Leia também: o que faz um(a) engenheiro(a) civil?


Certified Cost Professional (CCP)

O que é certificação CCP®?

A Certificação CCP (Certified Cost Professional) é uma certificação outorgada pela AACE International aos professionais que possuem elevados padrões de conhecimento e a experiência demonstrada na gestão e controle de custos em projetos.

Em português, Profissional de Custo Certificado. Uma pessoa certificada CCP é um profissional experiente, com conhecimentos avançados e experiência técnica, capaz de aplicar os princípios amplos e as melhores práticas da Gestão de Custo Total (Total Cost Management – TCM) no planejamento, execução e gerenciamento de qualquer projeto ou programa organizacional. Este profissional também demonstra capacidade de pesquisar e comunicar aspectos dos princípios e das práticas de TCM a todos os níveis de stakeholders de projetos ou programas, tanto interno quanto externo.

 

Vantagens da CCP

- Atesta o domínio de fundamentos de uma série de assuntos e a experiência no setor;
- É uma certificação cada vez mais procurada no mercado internacional — eu já capacitei profissionais de 20 nacionalidades;
- A quantidade de CCP é reduzida, o que confere prestígio ao profissional que a detém — no Brasil somos uns 30 apenas;
- Existem seções da AACE em todo o mundo. Conheça a do Brasil;

Desvantagens da CCP

- É uma certificação ainda pouco conhecida fora dos EUA e do Oriente Médio;
- O CCP é mais comum nos setores de óleo & gás e mineração. No mercado imobiliário, pouco;
- A certificação requer a elaboração prévia de um artigo técnico de 2500 palavras (algo como 8 páginas). Embora não seja nenhum bicho de sete cabeças, o artigo desestimula muita gente;
 

É isso, pessoal, espero que tenham gostado! Para você já começar o seu estudo, entenda o passo a passo do processo de orçamentação de obras, e mais do que isso, com o uso de softwares, de forma a alinhar o conhecimento técnico à prática com foco na tecnologia. Por isso, desenvolvemos o Curso Online de Orçamento de Obras, com o Professor Aldo Dórea Mattos, que além de ser uma referência do tema no Brasil, fez questão de utilizar o software OrçaFascio, para alinhar toda a parte teórica à tecnologia que está cada vez mais presente na nossa vida hoje.

Caso queira conhecer um pouco de como vai ser seu curso, acesse um Minicurso GRATUITO de Orçamento de Obras com 6 aulas ministradas pelo Aldo Dórea Mattos.

Leia também: o que faz um(a) engenheiro(a) civil?