Desafio do Concurseiro


(PREFEITURA DE CAMPINAS/SP - CETRO) De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às
regras de concordância nominal, assinale a alternativa INCORRETA.

A ) Muito obrigadas, professor. – disseram as meninas após a explicação.
B ) O médico deixou o paciente a sós após o diagnóstico.
C ) Havia bastante candidatos à vaga de Técnico em Saneamento.
D ) Os policiais deram vários alertas antes de invadir a casa.

Análise das alternativas:
A concordância nominal é um assunto que não traz maiores problemas aos candidatos. O que pode gerar maior dificuldade é o emprego de termos como “bastante”, “meio”, “muito”, “caro”. Vale frisar que o substantivo é regente em relação aos seus modificadores.

Alternativa A: CORRETA. A expressão “muito obrigado” concorda com o enunciador do discurso. Se o enunciador for do gênero feminino, diz “muito obrigada”. Se o enunciador for do gênero masculino, diz “muito
obrigado”. Se o enunciador falar em nome de um grupo feminino, poderá dizer “muito obrigadas”, que equivale a “muito agradecidas”.

Alternativa B: CORRETA. É possível utilizar o adjetivo “só” ou “sós”, dependendo do referencial: homem só, homens sós. É também correto utilizar a locução “a sós”. Observe a construção correta das duas sentenças: o
homem ficou só ou o homem ficou a sós.

Alternativa C: INCORRETA. O vocábulo “bastante”, utilizado na sentença, refere-se ao substantivo “candidatos”; é, portanto, um pronome indefinido. Nesse caso, tal vocábulo é obrigado a concordar, em número, com
o substantivo a que se refere. Desse modo, o correto seria escrever: Havia bastantes candidatos à vaga de Técnico em Saneamento.

Alternativa D: CORRETA. O vocábulo “alerta” é invariável, entretanto, se utilizado como substantivo, pode variar. Na sentença apresentada, seu uso está correto, pois está empregado como substantivo, no plural.

Alternativa E: CORRETA.
Editora 2B
27/03/2018
ATENDIMENTO: Seg. a Sex.: 09h-18h | (71) 3023-2707 | atendimento@editora2b.com.br