Você sente-se perdido na hora de estudar para concursos? Não sabe quais matérias estudar ou quantas horas estudar por dia? Foi pensando nesses problemas que foi criado esse guia de como estudar para concursos.

Este guia será útil tanto para um concurseiro que está iniciando agora sua jornada de estudos agora quanto outro que já está a um tempo estudando, mas ainda sente-se um pouco desorganizado ou perdido.

O que você vai aprender nesse guia:

  • Definir seus objetivos de estudos
  • Ter motivação para estudar.
  • Desenvolver o hábito de estudos.
  • Organizar seu local de estudos.
  • Quantas horas estudar por dia.

Antes que você se pergunte, “vale a pena ler um guia de como estudar para concursos?” Vou deixar claros os benefícios.

  • Talvez hoje você esteja estudando, mas com uma sensação de que tem algo errado, esse guia te ajudará a ter foco.
  • Não tem tempo para estudar? Ou sente que seu tempo de estudo está errado? Este guia vai te ajudar a corrigir isso.
  • Estudo eficaz. Não adianta nada você passar horas estudando e depois parecer que não aprendeu nada. Este guia te ajudará a estudar com eficácia.

Agora sem mais enrolação, pegue seu bloco de notas e uma caneta, pois precisará anotar algumas informações importantes.

Espero que esse artigo te ajude a encontrar um rumo em seus estudos, boa leitura.

Definindo objetivos de estudos.

“Comprometa-se com suas metas e encare os obstáculos como etapas para atingir o objetivo final.” (Dr. Lair Ribeiro)


Nada na vida pode ser feito sem objetivos e metas, são eles que o ajudam a descobrir se você está seguindo o caminho correto, rumo ao futuro que deseja.

Quando você estuda sem objetivos, você não sabe para onde está indo. Pior ainda é estudar com objetivos errados, pois gera mais problemas, e esse último caso é o que mais vejo.

Vamos analisar um objetivo que pode ser considerado errado, esse é bem comum, várias pessoas chegam até mim e falam que estão estudando para “passar em um concurso” eu fico muito contente, afinal, pior seria se a pessoa estivesse estudando para reprovar em um concurso  .

Mas fora a piadinha, esse é o pior tipo de objetivo, pois te coloca em várias armadilhas.

A primeira é que se você estuda para passar em um concurso significa que se você for aprovado em um concurso com salário de R$ 320,00 você estará contente, afinal o objetivo é passar em um concurso. (Nem sei se existem concursos com esse salário, coloquei esse valor só para aumentar o efeito dramático hehehe)

A segunda é que se você estuda para passar em um concurso significa que se você for aprovado em um concurso daqui 30 anos você terá completado seu objetivo.

Tenho certeza que você não quer ficar estudando 30 anos para passar em um concurso ainda mais um concurso com salário de R$ 320,00. Por isso é importante você definir suas metas e objetivos corretamente.

Para que um objetivo seja correto ele precisa ser definido. Precisa ser específico, mensurável e com prazo definido. Entenda melhor:

  • Específico: Quanto mais específico um objetivo melhor. Defina qual cargo público você quer assumir e quanto quer ganhar de salário.
  • Mensurável: Como você sabe que completou esse objetivo? No caso de concursos você sabe que é aprovado quando é chamado para assumir o cargo. Você precisa definir isso bem.
  • Prazo definido: Quando você vai assumir o cargo? Quando você vai passar? Você precisa deixar isso claro, independente se o edital saiu ou não. Tente trabalhar um prazo imaginário por enquanto.

Exemplo de um objetivo definido: Quero ser aprovado no cargo público de Juiz Federal em Setembro do ano XXXX.

Quando você faz o exercício de definir seus objetivos sua visão muda, você passa a sentir-se mais confiante. Por isso definir corretamente um objetivo é o primeiro passo para conseguir a aprovação em um concurso.

Motivação para estudar.

“O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo” (Winston Churchill)


Após definir seus objetivos o segundo passo mais importante é definir seus motivos, ou seja, quais os motivos que o levam a querer passar nesse concurso?

Essa pergunta é muito importante para que você consiga seguir motivado a estudar, pois se você não tem motivos suficientemente fortes logo ficará desanimado e desistirá de estudar.

Você pode pensar que seus motivos sejam segurança ou estabilidade, mas existem motivos ainda maiores por trás do desejo de ser aprovado em um concurso. Ter consciência desses motivos é muito importante.

Após definir as bases da sua motivação, vamos passar ao próximo passo, os hábitos de estudos.

Hábitos de estudos.

“O que sustenta e equilibra o homem são suas pequenas manias e hábitos.”(Clarice Lispector)


Pergunte a qualquer concurseiro aprovado o que ele fez para passar e ele vai te responder “estudei todos os dias”.

Para que você consiga ser aprovado é preciso estudar todos os dias e para fazer isso você precisa desenvolver seu hábito de estudos, sem ele você corre o risco de procrastinar e perder tempo.

Por que é importante ter um hábito de estudos?

O conhecimento é construído. Portanto, para que você possa aprender de fato é necessário que esteja constantemente aprendendo mais e mais, e a melhor forma de fazer isso é estudando todos os dias.

A cada novo aprendizado suas sinapses e seus neurônios se transformam, quanto mais você aprender mais você os exercita, com o tempo esse exercício torna a conexão entre os neurônios mais rápida.

Isso é feito através da Mielina, uma substância responsável por facilitar o transporte eletro-químico de um neurônio a outro.

Para que você fortaleça seus neurônios é preciso exercitá-los todos os dias, e como você faz isso? Tendo um hábito de estudos.

Uma vez consciente da importância dos hábitos de estudos, chega o momento de pensar sobre o local onde você estuda.

Organizando um local de estudos.

“Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito.” (Pitágoras)


Um local de estudos para um concurseiro é como um ginásio de treinamentos para um atleta. É lá que ele se prepara até o grande dia onde será posto a prova tudo o que ele vem treinando.

Portanto escolher um local de estudo não é uma atividade a ser feita ao acaso, é preciso pensar muito bem, sobretudo pensar consigo mesmo “em qual o local de estudos eu aprendo melhor?”.

Para fazer isso corretamente você tem descobrir de que maneira você aprende melhor. Será que é em ambientes silenciosos ou com música de fundo?

Quantas horas estudar por dia?

“Perder tempo em aprender coisas que não interessam, priva-nos de descobrir coisas interessantes.” (Carlos Drummond de Andrade)


Essa é uma das perguntas mais comuns que os concurseiros fazem. Quantas horas preciso estudar por dia? Cinco? Quatro? Tem um amigo meu que foi aprovado estudando 9 horas por dia, preciso fazer o mesmo?

Pare de se preocupar com quantas horas fulano estudou e preocupe-se com suas horas de aprendizado.

Pense bem.

O que vale mais? 9 horas de estudos onde o sujeito só se concentrou umas 2 horas e o resto ficou lendo e estudando com a cabeça nas nuvens ou 2 horas de estudo com aproveitamento de 100% de concentração?

Tenho certeza que você é inteligente o suficiente para saber que vale mais 2 horas de estudo com 100% de aproveitamento. Portanto a questão não é quantas horas você estuda, mas quantas horas você APRENDE.

Preste atenção.

Se você quiser estudar menos tempo você terá que estar 100% concentrado e focado em seus estudos, assim você aumentará sua eficácia.

Agora se você não consegue se concentrar muito e não utiliza as técnicas de estudos corretas terá que disponibilizar mais tempo para estudar e aprender, ou seja, você ganha com tempo o que não consegue com eficácia.

Entendeu porque algumas pessoas conseguem aprender em menos tempo?

Como verificar qual o tempo de estudos ideal?

Faça uma verificação do seu nível de atenção durante os estudos, todas as vezes que você perceber que não está concentrado desconte 5 minutos do seu tempo de estudos.

Por exemplo, você tem um plano de estudar das 8 às 9 da manhã. Durante seus estudos você percebeu que desconcentrou e começou a divagar 5 vezes. (Anote em uma folha de papel todas as vezes que você se desconcentrar)

Após isso você irá descontar 25 minutos de 1 hora, portanto você estudou com concentração apenas 35 minutos.

Entendeu?

Essa fórmula irá te ajudar a estabelecer melhor seu cronograma de estudos, que é o que vamos ver agora.


Fonte: Estudar e Aprender

ATENDIMENTO: Seg. a Sex.: 09h-18h | (71) 3023-2707 | atendimento@editora2b.com.br