Editora 2B

Editora 2B
Noticia

Noticia

Tema:
22 06

Guia completo de como estudar para concursos Parte 2

Editora 2B


Você sente-se perdido na hora de estudar para concursos? Não sabe quais matérias estudar ou quantas horas estudar por dia? Foi pensando nesses problemas que foi criado esse guia de como estudar para concursos.

Este guia será útil tanto para um concurseiro que está iniciando agora sua jornada de estudos agora quanto outro que já está a um tempo estudando, mas ainda sente-se um pouco desorganizado ou perdido.

Veja a parte 1 clicando AQUI

O que você vai aprender nesse guia:

  • Definir um cronograma de estudos.
  • Selecionar as matérias para estudar.
  • Estudar com eficácia.
  • Revisar seus estudos.
  • Em quanto tempo vou ser aprovado?

Antes que você se pergunte, “vale a pena ler um guia de como estudar para concursos?” Vou deixar claros os benefícios.

  • Talvez hoje você esteja estudando, mas com uma sensação de que tem algo errado, esse guia te ajudará a ter foco.
  • Não tem tempo para estudar? Ou sente que seu tempo de estudo está errado? Este guia vai te ajudar a corrigir isso.
  • Estudo eficaz. Não adianta nada você passar horas estudando e depois parecer que não aprendeu nada. Este guia te ajudará a estudar com eficácia.

Agora sem mais enrolação, pegue seu bloco de notas e uma caneta, pois precisará anotar algumas informações importantes.

Espero que esse artigo te ajude a encontrar um rumo em seus estudos, boa leitura.

Como definir um cronograma de estudos?

“Se você falha em planejar, está planejando falhar” (Benjamin Franklin)


Um cronograma de estudos serve para que você organize sua vida, ou seja, saiba quando estudar e o que estudar e em que hora estudar. Esse tipo de organização ajuda muito a evitar estresse.

Evitar estresse?

Sim, muito concurseiros ficam estressados na fase de preparação para concursos, isso porquê para eles o correto é ficarem 24 horas estudando, portanto, os momentos que passam com alguém especial, fazendo compras ou qualquer outra atividade pensam:

“Eu deveria estar estudando”

Esse tipo de pensamento é o que te faz ficar estressado, pois sempre fica uma voz dizendo para você ir estudar, ou seja, você nem vive o presente momento e nem estuda, ocasionando o estresse e o desanimo.

Para resolver isso você precisa de um cronograma de estudos, que o ajude a definir o tempo certo de cada atividade. Mas antes é importante que você saiba, você não precisa passar 9 horas seguidas estudando.

Vamos aos passos para montar um cronograma de estudos simples

  1. Primeiro você precisa anotar em uma folha seus horários, que horas dorme, que horas acorda, que horas trabalha e assim sucessivamente, faça um quadro e coloque todos os seus horários nele.
  2. Depois você deverá encontrar quais os horários você tem livre, por exemplo, você pode ter percebido que no seu quadro de horários todas as segundas das 8 as 11 você está com tempo vago.
  3. Você reservará esse tempo para estudar.

Uma vez que você já tenha consciência dos horários que deverá destinar aos estudos, chegou o memento de verificar quais as matérias deverá estudar nesses horários.

Como selecionar as matérias para estudar

“Não há só um método para estudar as coisas.” (Aristóteles)



Nesse ponto o mais importante é tentar maximizar as matérias que tem um maior peso no edital ou as que você tem mais dificuldade.

Minha recomendação é que você se dedique as matérias da seguinte forma:

  1. Matérias com maior peso e maior dificuldade
  2. Matérias com maior peso e menor dificuldade
  3. Matérias com menor peso e maior dificuldade
  4. Matérias com menor peso e menor dificuldade

Você irá dividir o tempo em:

  1. 35% do tempo total de estudo
  2. 35% do tempo total de estudo
  3. 20% do tempo total de estudo
  4. 10% do tempo total de estudo.

Para entender como isso fica vamos ao exemplo onde um concurseiro tem 4 horas de estudo por dia. Nesse tempo ele irá dividir.

  1. 1 hora e 20 minutos de estudo para a matéria que tem mais peso e tem mais dificuldade.
  2. 1 hora e 20 minutos de estudo para a matéria que tem mais peso e menos dificuldade.
  3. 50 minutos de estudo para a matéria que tem menos peso a mais dificuldade.
  4. 30 minutos de estudo para a matéria que tem menos peso e menos dificuldade.

(Os números de horas não estão exatos com as porcentagens informadas pois tentei arredondar para ficar mais fácil compreender, você pode fazer o mesmo com seus horários)

Compreendeu?

Você estará dividindo o tempo de maneira que você consiga estudar o suficiente para as matérias mais importantes sem deixar de rever as matérias que você já sabe.

Essa divisão tornará mais fácil a organização do seu cronograma de estudo, com base em seu tempo livre agora você conseguirá definir quais dias e quais matérias você deverá estudar.

Com isso estará pronto seu cronograma de estudos, você terá suas matérias já divididas, seu tempo de estudo organizado, seus objetivos, suas metas, sua motivação e terá cultivado o hábito de estudar.

Ainda não acabou.

Agora chegou o momento de você aplicar o estudo eficaz.

Estudar com eficácia.

“Nada é menos produtivo do que tornar eficiente algo que nem deveria ser feito.” (Peter Drucker)


Estudar com eficácia envolve basicamente duas perguntas:

  1. Para quê você estuda?
  2. Como você estuda?

Vamos analisar cada uma abaixo para você compreender melhor.

  1. Para quê você estuda?

A primeira pergunta já foi respondida quando você definiu seus objetivos e motivos de estudos. Você quer ser aprovado em um concurso.

Por que é importante essa pergunta?

Para que você não gaste sua energia de estudos à toa. Se você está estudando para concursos você deve se concentrar unicamente em estudar as matérias do edital para CONSEGUIR UMA ÓTIMA NOTA. Apenas isso.

Sua função como concurseiro é apenas uma, fazer provas e ser aprovado nelas.

  1. Como você estuda?

A segunda pergunta tem a ver com seu método de estudos, será que a forma que você estuda está te ajudando a aprender com eficácia? Ou você tem apenas gastado tempo estudando e não aprendendo nada?

Logo acima eu escrevi que não adianta nada estudar 9 horas por dia se você não aprender com qualidade, também mencionei que o aprendizado de qualidade envolve concentração, então surge a pergunta, “como se concentrar mais?”

Simples.

Utilizando técnicas de estudo que facilite sua imersão no conteúdo. Quanto mais correta suas técnicas de estudo, mais concentração você terá e consequentemente melhorará sua memória.

Para que você consiga desenvolver a técnica de estudo ideal é necessário muito treino. Vários estudantes passam anos para descobrir qual a melhor forma que eles aprenderam.

Mas você tem sorte. Hoje em dia muitas dessas técnicas estão disponíveis na internet! Pesquise sempre.

Uma vez que você tenha a técnica certa é necessário agora revisar o conteúdo, esse passo é importantíssimo, pois é o processo que mais facilita sua memorização.

Revisar os estudos

“Ah, memória, inimiga mortal do meu repouso!” (Miguel de Cervantes)


Revisar é um problema sério, a maioria dos concurseiros não sabe o quanto perdem quando deixam de revisar um conteúdo. Revisão é essencial para qualquer planejamento de estudos.

Caso você ainda não saiba, todas as informações que deixamos de utilizar com o tempo são descartadas pela memória, portanto se você quer que um conteúdo seja memorizado você precisa revisar.

Existe uma técnica muito interessante que eu particularmente uso na hora de revisar. Ela foi proposta pelo psicólogo Tony Buzan, criados dos mapas mentais e um dos maiores divulgadores de técnicas de ensino e memorização.

De acordo com Buzan a revisão deve ser feito de forma Periódica, da seguinte forma.

  • Revisão – 10 minutos
  • Revisão – 24 Horas
  • Revisão – 1 Semana
  • Revisão – 1 Mês
  • Revisão – 6 Meses

Seguindo esse cronograma você será capaz de revisar com eficácia e ainda aumentar a memorização de um determinado conteúdo. Esse método dele é ótimo, pois impede que o conteúdo caia em desuso e suma da sua memória.

E tem mais.

Revisar sempre um conteúdo ajuda nos seus estudos, pois ao invés de você sempre ler toda a matéria você apenas consulta suas revisões, com isso você ganha tempo e aprende com eficácia.

Ok, agora vamos a pergunta que todos os concurseiros tem em mente, “em quanto tempo serei aprovado em um concurso?
 

Agora é com você

Quanto mais você estuda mais aprende. Se você tiver um objetivo muito bem definido, não desista dele, o fracasso que pode surgir como a reprovação, só te tornará ainda mais forte.

O final só pode ser sua aprovação.


Fonte: Estudar e Aprender