2B Educação

O que faz um Assistente Social?

01/08/2018
Você sabe o que faz um Assistente Social? Entenda o que o assistente social faz, suas áreas de atuação no âmbito público e privado e sua maior importâ
 

Muitas pessoas se perguntam sobre o que faz um assistente social. Portanto, para saber de fato o que faz um Assistente Social é necessário contextualizar que trata-se de profissionais que cursaram uma faculdade de Serviço Social (reconhecida pelo Ministério da Educação) e possuem registro no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) do estado em que trabalham. A profissão é regida pela Lei Federal 8.662/1993, que estabelece suas competências e atribuições. O Assistente Social tem em seu trabalho o foco na coletividade e na integração do indivíduo na sociedade. Por lidar com diversos tipos de pessoas, esse trabalho pode ser realizado em diferentes lugares, mas sempre com o objetivo de reintegração.

O que faz o Assistente Social e sua função:

Segundo o CFESS (Conselho Federal de Serviço Social) o Assistente Social analisa, elabora, coordena e executa planos, programas e projetos para viabilizar os direitos da população e seu acesso às políticas sociais, como a saúde, a educação, a previdência social, a habitação, a assistência social e a cultura. O assistente social analisa as condições de vida da população e orientam as pessoas ou grupos sobre como ter informações, acessar direitos e serviços para atender às suas necessidades sociais. O Assistente Social elabora também laudos, pareceres e estudos sociais e realizam avaliações, analisando documentos e estudos técnicos e coletando dados e pesquisas. Além disso, trabalham no planejamento, organização e administração dos programas e benefícios sociais fornecidos pelo governo, bem como na assessoria de órgãos públicos, privados, organizações não governamentais (ONG) e movimentos sociais. O Assistente Social pode ainda trabalhar como docentes nas faculdades e universidades que oferecem o curso de Serviço Social. As competências e atribuições privativas dessa categoria profissional estão previstas nos artigos 4º e 5º da Lei 8.662/1993.

Muitas pessoas confundem o que um assistente social faz com um trabalho de caridade, porém é importante entender a assistência social como um direito de cada um de nós e não como um favor prestado por profissionais. A valorização do trabalho de uma assistente social é primordial para que seu trabalho seja feito com excelência.

Entre as atividades que um assistente social faz, podemos citar:

   - Planejamento, execução e coordenação de programas e projetos sociais.

   - Estudos e pesquisas sobre a realidade social.

   - Elaboração de pareceres sociais.

   - Análise, diagnóstico e proposição de políticas sociais.

   - Assessoria e consultoria de instituições públicas e privadas, organizações não governamentais e movimentos sociais.

   - Orientação de indivíduos e grupos quanto aos seus direitos sociais.

   - Realização de avaliação socioeconômica de indivíduos para acesso a benefícios e serviços sociais.

   - Ensino e pesquisa em instituições de ensino superior.

Órgãos públicos municipais, estaduais e federais das áreas de saúde, assistência social e previdência social são os que mais empregam o assistente social no Brasil, mas o assistente social pode integrar  em equipes multidisciplinares e atuar em diferentes esferas da iniciativa privada.

Para exercer a profissão, é necessário cursar a graduação em Serviço Social e obter o registro no Conselho Regional de Serviço Social do estado onde trabalha.

Lidar com pessoas é uma das características, mas o assistente social também precisa ter a capacidade de analisar e compreender situações problemáticas para apontar possíveis soluções. Essa capacidade analítica não fica só no campo da teoria, ou seja, as soluções apontadas pela profissional também são colocadas em prática por ela.

 

| QUER RECEBER CONTEÚDO EXCLUSIVO DA ÁREA DE SERVIÇO SOCIAL? CLIQUE AQUI E CADASTRE-SE! |

 

As áreas de atuação e o que faz um Assistente Social:

Para a melhor compreensão do que faz um assistente social, vale ressaltar que cada vez mais essa carreira fica em alta no mercado de trabalho, principalmente no setor público. Isso ocorre devido ao fato de o acesso ao serviço social ser um direito do cidadão. Normalmente, o trabalho do assistente social está relacionado a equipes multiprofissionais para que seu olhar se aprofunde em outros contextos do conhecimento social e, assim possa atingir a toda comunidade com o seu serviço.

As áreas de atuação de um assistente social são em instituições públicas e privadas. Você pode encontrar o assistente social trabalhando em ministérios, autarquias, prefeituras, governos estaduais, em empresas privadas, hospitais, escolas, creches, unidades de saúde, centros de convivência, movimentos sociais em defesa dos direitos da mulher, da classe trabalhadora, da pessoa idosa, de crianças e adolescentes, de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), negros e negras, de indígenas, em organizações não governamentais, em universidades públicas e privadas e em institutos técnicos.

E o assistente social pode trabalhar junto a outras categorias: profissionais da psicologia, da educação, da enfermagem, do direito, dentre outras. Cabe destacar que, durante o atendimento individual, o assistente social deve garantir sigilo à pessoa que é atendida.

Abaixo vamos mostrar qual área de atuação mais conhecidas de um assistente social em cada setor:

   - Educação

   - Saúde

   - Gênero

   - Família

   - Trabalho

   - Habitação

   - Assistência

   - Lazer

   - Reabilitação

   - Sistemas penitenciários

   - Previdência social

Atualmente, qual é o número de Assistentes Sociais no Brasil? 

O Brasil tem hoje aproximadamente 180 mil profissionais com registro nos 26 Conselhos Regionais de Serviço Social (CRESS) e uma Seccional de Base Estadual. É o segundo país no mundo em quantitativo de assistentes sociais, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. 

 
| QUER SABER QUANTO GANHA UM ASSISTENTE SOCIAL? CLIQUE AQUI! |
 

Qual é o perfil da categoria de assistentes sociais?

De acordo com a pesquisa “Assistentes Sociais no Brasil”, realizada em 2005 pelo CFESS, a profissão é composta majoritariamente por mulheres (pouco mais de 90%). O estudo confirma a tendência de inserção do serviço social em instituições de natureza pública, com quase 80% da categoria ativa trabalhando nessa esfera. A saúde, a assistência social e a previdência social são as áreas que mais empregam profissionais. 

Assistente Social trabalha somente com pessoas em situação de pobreza?

Não. Entretanto, como o Brasil é um país com alto índice de desigualdade social, assistente social no país, em sua maior parte, têm seu trabalho voltado para a população em situação de pobreza ou com ausência de renda. Trabalham também com pessoas que têm seus direitos violados ou que estão em situação de vulnerabilidade social.

O que faz um assistente social no setor privado:

Existem muitas possibilidades no setor privado, contudo há uma menor quantidade de vagas disponíveis. Veja, abaixo, alguns campos que oferecem emprego para esse profissional.

   - Escolas;

   - Faculdades;

   - Centros de saúde;

   - Sindicatos;

   - Entidades filantrópicas;

   - Creches;

O que faz um assistente social no setor público:

As oportunidades de emprego no setor público são bem diversificadas para o assistente social, mas, para aproveitá-las é necessário fazer a prova do concurso público. Confira as principais áreas de atuação.

   - Escolas;

   - Conselhos de direitos e de gestão;

   - Administrações municipais, estaduais e federais;

   - Serviços de proteção judiciária;

   - Redes de serviços sociais do governo;

   - Hospitais.

 

| Você sabe o significado do Símbolo da sua Profissão? Clique aqui! |

 

Assistente social: fontes de informação

Por ser tratar de profissionais que estudam a realidade social brasileira e trabalham, em sua maioria, diretamente com a população, o assistente social pode ser importantes fontes de informação, inclusive para a imprensa. Em situações de violação de direitos humanos, retratadas diariamente pela mídia, é comum encontrarmos análises de profissionais do direito, da psicologia e de outras categorias. Entretanto, o olhar para a questão social nem sempre é levado em conta. O assistente social, em seu trabalho cotidiano, ficam face a face com os problemas sociais. Por isso, podem analisar situações noticiadas pela imprensa diariamente.

O trabalho de uma assistente social muitas vezes não é compreendido ou é confundido com outros tipos de trabalho. Mesmo assim, todas aquelas que exercem a função, sabem da importância que o papel de uma assistente social tem dentro da sociedade.

Principalmente no Brasil, onde existe uma grande desigualdade e o trabalho para garantir os direitos dos menos favorecidos é grande. Além de amarem o que fazem, as assistentes sociais com certeza entendem a importância do resultado de seu trabalho e do que ele representa para vivermos em um mundo mais justo.