2B Educação

Planejamento de obras: guia definitivo

28/01/2020

Planejamento de Obras: Guia Definitivo
Escrito por
Danilo Oliveira, Engenheiro formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) com MBA em Gestão de Projetos pela Universidade de São Paulo (USP)

 

Toda obra, por menor que seja, precisa ter um bom planejamento. Além disso, o planejamento de construção ajuda a programar de forma adequada todas as fases do projeto.


Então, se você tem dúvidas de como planejar a construção de um imóvel ou mesmo de uma reforma, este post é para você. Elaboramos um guia definitivo com tudo o que você precisa saber para fazer um bom planejamento de obras.


O que é o planejamento de obras?

 

Primeiramente, o sucesso de uma construção está atrelado a um bom planejamento. Planejar é prever as ações e os recursos que serão necessários para realizar uma atividade em um determinado período de tempo.

Portanto, o
planejamento de obras tem como objetivo principal prever os riscos, inconformidades e os impactos positivos e negativos da construção do projeto, seja para a construtora ou para os clientes envolvidos.


O profissional responsável pelo planejamento de uma obra deve elaborar uma série de estudos e cálculos com a finalidade de avaliar em quais circunstâncias a construção do empreendimento é mais rentável de acordo com as políticas internas da empresa, das leis em vigor na região onde a obra acontecerá e caso seja uma obra pública, em conformidade com as regras do edital.
 

Através de um planejamento holístico, completo e detalhado, a empresa pode ter uma visão real da obra, e que servirá como uma base confiável para a tomada de decisões assertivas ao longo da execução do projeto.


Por isso, é fundamental que os profissionais responsáveis por cada etapa do planejamento conheçam bem as particularidades do setor e saibam gerenciar tarefas e pendências de forma otimizada e inteligente.

Leia também: Etapas do Orçamento de Obras

Comece seus estudos no tema com o Minicurso Gratuito de Orçamento de Obras ministrado pela maior referência no tema, Aldo Dórea Mattos. Clique aqui e acesse!

 

Por que o planejamento de obras é tão importante?

 

O planejamento de obras é muito mais que simplesmente montar e seguir um cronograma. Planejar é uma atividade muito complexa, onde vários ângulos e detalhes devem ser levados em conta para o sucesso do projeto. Trata-se de uma etapa essencial, por menor e mais simples que seja o projeto.
 

Quando se trata da gestão de obras na construção civil, tudo deve ser muito bem feito e calculado. Sem um planejamento adequado da obra, podemos afirmar que é impossível executar de maneira satisfatória qualquer projeto. Afinal, ele é como um guia para todas as etapas da obra, desde as preliminares até a entrega o imóvel.
 

Mas, ainda com todo planejamento executado da forma correta, certamente ainda surgirão imprevistos, é a função do responsável pelo planejamento, justamente tentar prever ao máximo esses riscos e mitiga-los.
 

De fato, iniciar uma construção sem saber ao certo seu tempo de duração ou custo, é muito arriscado. Existem grandes chances de que a obra não ocorra da forma correta, nem em termos de orçamento, tampouco em duração, ou até mesmo, é possível que você nem consiga terminar o que começou.

Podemos dizer que o planejamento de construção possui vários objetivos, dentre eles:

  • - aumentar a eficiência no canteiro de obras;
  • - evitar os gastos desnecessários;
  • - estabelecer e cumprir o cronograma de obra;
  • - garantir a segurança do projeto e de todos aqueles que trabalham ou estão envolvidos nele, evitando possíveis acidentes.

 

O que compõe o planejamento de obras?

 

O planejamento não é um simples documento com coordenadas e orientações para a execução das obras. Ele deve incluir o plano diretor de toda a obra (longo prazo), estudos de viabilidade, orçamento inicial e um plano de ação com foco nas equipes envolvidas, nos prazos e nos serviços necessários em cada etapa da obra.
 

Na hora de executar todas essas atividades, o profissional precisa ir além e pensar todos os resultados com foco na redução de desperdícios e do retrabalho, além de prever possíveis erros e imprevistos que possam comprometer o prazo de conclusão da obra.

 

Como fazer um planejamento de obras?
 

Primeiramente, é necessário observar alguns pontos essenciais na hora de realizar o planejamento, evitando que aconteça problemas comuns em obras.

  • - Orçamento: precisa ser elaborado de forma cuidadosa e deve ser conferido diariamente durante a execução da obra;
  • - Cronograma: tenha um cronograma realista da obra e que preveja os possíveis motivos de atraso: feriados, época de chuvas, número de dias úteis, etc.;
  • - Equipamentos: ferramentas, máquinas e insumos necessários devem estar definidos no planejamento de obras, bem como as datas em que serão utilizados (fiz questão de reiterar isso aqui, porém tudo isso já deve ser pensado no processo de orçamentação da obra);
  • - Mão de obra: dependendo da região e da época do ano, pode ocorrer a falta de mão de obra e isso pode prejudicar todo o cronograma de obra;
  • - Comunicação eficiente: comunicação é o principal problema durante o gerenciamento de um projeto (Fonte FGV) por isso, é muito importante estar atento para os mecanismos e canais de comunicação, para que a mesma flua da forma correta e eficiente.

 

Produtividade

 

Um planejamento de obras bem feito também é primordial para a produtividade do canteiro de obras. Por exemplo, é possível estabelecer o tempo e quantas pessoas serão necessárias para que se conclua determinada etapa da obra. De forma que se consiga o melhor resultado possível com o menor custo.

 

Também é de grande utilidade pensar, durante o planejamento, qual será o layout mais adequado para o canteiro de obras. Isso pode ajudar muito na otimização e produtividade da construção.

 

Viabilidade


De forma resumida, os estudos de viabilidade buscam avaliar se a construção do empreendimento trará lucros ou prejuízos para a construtora. Por vezes esse serviço de estudo de viabilidade é terceirizado para consultorias especializadas no assunto.


Orçamento de obras


Já falei em outros artigos, porém vale a pena reiterar: na minha opinião o orçamento é a parte mais importante do planejamento de obras – com um orçamento errado ou incompleto, a empresa pode ter prejuízos enormes ou até mesmo ser obrigada a paralisar os trabalhos no canteiro por falta de verba.

Apesar de extremas, essas duas situações são mais comuns do que se pensa, já o cálculo das variáveis é extenso e depende de itens como o
BDI (Benefícios e Despesas Indiretas), preço final de venda dos imóveis, cronograma físico-financeiro, atividades a serem terceirizadas e encargos trabalhistas dos funcionários.

 

Leia também: Etapas do Orçamento de Obras

Comece seus estudos no tema com o Minicurso Gratuito de Orçamento de Obras ministrado pela maior referência no tema, Aldo Dórea Mattos. Clique aqui e acesse!


Acompanhamento das obras


O planejamento continua à medida que os trabalhos no canteiro de obras avançam. É necessário planejar os serviços, utilização de recursos financeiros e materiais e gerenciar as atividades em tempo real, já que o status da obra se modifica a cada dia de trabalho.

Já falei sobre isso em um artigo anterior, sobre como a tecnologia pode ajudar nós, engenheiros, no nosso dia a dia, aplicando para utilização de softwares especializados para desenvolvimento e acompanhando o orçamento da obra, leia aqui a matéria.

Por isso, é importante pensar no planejamento como um
acompanhamento contínuo do projeto, que pode se modificar de acordo com a disponibilidade da mão de obra e dos níveis de produtividade da mesma.

Para realizar este acompanhamento, os profissionais frequentemente utilizam ferramentas de gestão de tarefas e projetos em diversos níveis – como o OrçaFascio, que proporciona uma visão global e integrada do progresso das obras e da realização de atividades pelos profissionais.


Ferramentas para o planejamento de obras

 

Existem algumas metodologias de gerenciamento de projetos que podem auxiliar os profissionais a elaborar um planejamento de acordo com os objetivos da empresa. Um deles é o Lean Constructionconstrução enxuta, em inglês – onde o objetivo é eliminar todos os desperdícios da obra e maximizar a produtividade da equipe.

Outra metodologia frequentemente utilizada é o manual PMBOK, idealizado pelo Project Management Institute (PMI). O estudo aborda as melhores práticas e os conhecimentos necessários para uma gestão de projetos otimizada, sendo uma referência para os gestores de projetos de construção civil e tecnologia de todo o mundo.

Para completar, também vale a pena dar uma olhada no Construction Extension to the PMBOK® Guide, uma extensão do PMBOK desenvolvida para direcionar as melhores práticas de gerenciamento aplicadas a construção civil.

Leia também: As melhores certificações para engenheiros civis

 

A importância do planejamento de obras

O bom planejamento serve como guia para todas as etapas da obra, desde os estudos preliminares até a execução dos serviços, a alocação de recursos, a troca de informações a venda dos imóveis ou unidades construídas.
 

Então vamos recapitular um pouco do que abordamos neste artigo sobre o planejamento de obras?

Primeiramente, mostramos que toda obra, independentemente do porte, precisa de um bom planejamento. Isso é essencial para uma construção bem sucedida! Pois isso melhora a eficiência no canteiro de obras, garante a segurança de todos os envolvidos e evita gastos desnecessários.

Além disso, ficou claro que o planejamento de construção é mais do que ter um cronograma de obra. Para fazer um plano, é necessário ter conhecimento técnico para fazer os cálculos, elaborar projetos e documentos obrigatórios em qualquer construção, e ainda utilizar metodologias e guias para otimizar a construção.

 

Leia também: Etapas do Orçamento de Obras

 

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado. E pra você já começar o seu estudo, entenda o passo a passo do processo de orçamentação de obras, e mais do que isso, com o uso de softwares, de forma a alinhar o conhecimento técnico à prática com foco na tecnologia. Por isso, desenvolvemos o Curso Online de Orçamento de Obras, com o Professor Aldo Dórea Mattos, que além de ser uma referência do tema no Brasil, ele fez questão de utilizar o software OrçaFascio, para alinhar toda a parte teórica à tecnologia que está cada vez mais presente na nossa vida hoje.

Conheça nosso curso e se mantenha atualizado e preparado para a retomada da construção civil em 2020!

Curso Online de Orçamento de Obras: clique aqui e conheça!



Caso queira conhecer um pouco de como vai ser seu curso, acesse um Minicurso GRATUITO de Orçamento de Obras com 6 aulas ministradas pelo Aldo Dórea Mattos.