2B Educação

Por que seguir o Podcast Carreira Engenharia Civil?

24/09/2020
Por que seguir o Podcast Carreira Engenharia Civil?
 

Talvez você esteja na faculdade ainda ou talvez já tenha concluído a graduação em Engenharia Civil. Independentemente da fase de carreira que você se encontre, é comum bater aquela dúvida se está no caminho certo, se deveria estar fazendo alguma coisa de diferente, ou se é possível até atuar em outras áreas, mesmo sendo formado(a) em Engenharia Civil.

Foi pensando nessas questões que a 2B Educação criou o quadro ‘Minha Carreira’ no Podcast ‘Carreira Engenharia Civil’.

Na primeira temporada do quadro, conversamos com quinze profissionais que nos contaram um pouco sobre a decisão de cursar Engenharia Civil, como foram as primeiras experiências profissionais e como fizeram para chegar onde estão hoje.

Destacamos aqui alguns desses bate-papos para você perceber a quantidade imensa de possibilidades que você tem para seguir na carreira e, quem sabe, te inspirar a dar uma mudada na sua trajetória. Aproveite!

 

Fernando Hiltner: quando a carreira toma outros rumos

Ao escolher cursar Engenharia Civil, Fernando só tinha um pensamento em mente: era um curso que poderia abrir portas para diversas áreas. Assim, logo que começou a faculdade entrou para a Empresa Júnior e se encantou com a parte de gestão, área ainda desconhecida por ele. Após a empresa júnior, estagiou em uma construtora, onde ficou até fazer intercâmbio para a Espanha. No intercâmbio, Fernando conta que cursou matérias relacionadas a Marketing, Economia e Administração, justamente pelo seu interesse na parte de gestão de negócios. Voltando ao Brasil, começou a estagiar na 2B na área de marketing de performance e, posteriormente, migrou para a área de Estratégia da empresa. Após a 2B, foi liderar a área de marketing de uma outra startup, a Envipro, e depois foi trabalhar na Ultragaz, onde se encontrou trabalhando na área de Business Intelligence. Hoje Fernando trabalha no Ifood.

Ouça o episódio aqui.

 

Nathália Lobo: os desafios da mulher recém-formada na Engenharia Civil

Nathália ingressou na faculdade cursando Engenharia Química. Após ter entrado no curso, percebeu que não era o que queria. Foi então que considerou cursar Arquitetura. Começou a estagiar em um escritório e viu que o seu interesse era maior nas atividades desempenhadas pelos profissionais de Engenharia Civil do que pela área de Arquitetura. Então, resolveu cursar Engenharia Civil e entrou na empresa júnior, o que fez com que ela se encantasse de vez pela área. Começou a estagiar em uma construtora, local onde trabalha até hoje, após ter formado. Para Nathalia, um dos seus maiores desafios foi não ter se visto como Engenheira na sua formatura, mas como estagiária, por não se sentir pronta. Graças ao seu líder, Nathalia entendeu que isso é normal e com o tempo ela sentiria mais segurança. Nathalia fala ainda sobre o machismo existente na área e a necessidade de se provar profissionalmente pelo fato de ser mulher.

Ouça o episódio aqui.

 

Luara Batalha: a importância de construir boas relações

Luara conta, no Podcast, que começou a estagiar antes mesmo de começar a faculdade, por ter sido aprovada no segundo semestre. Enquanto esperava as aulas começarem, ela fez um curso de Autocad e buscou escritórios para estagiar e aprender mais sobre a área. Quando começou a faculdade, Luara decidiu fazer outro curso ao mesmo tempo. Durante um ano, cursou Engenharia Civil e História. Posteriormente, resolveu seguir apenas com a Engenharia, para ter uma maior dedicação ao curso e conseguir estagiar. Luara ressalta, ao longo do bate-papo, a importância de construir boas relações ao longo da vida, uma vez que algumas oportunidades profissionais foram obtidas graças às relações construídas. No podcast, Luara fala ainda sobre o preconceito sofrido desde a época da faculdade pelo fato de ser mulher na área de Engenharia Civil.

Ouça o episódio aqui.

 

Augusto Bluhm: abri mão do intercâmbio para empreender

Assim que entrou na faculdade, Augusto descobriu a área de Projetos e acreditou que aquele era o caminho que queria seguir. Como o pai também era Engenheiro Civil, Augusto foi incentivado a fazer um curso de Autocad antes de iniciar o curso e começou a fazer alguns projetos solicitados pelo pai, o que rendia um dinheiro para ele. No final da faculdade, Augusto se candidatou a uma vaga no programa Ciências sem Fronteiras para fazer intercâmbio na Alemanha sem falar para ninguém, apenas para o irmão. Nesse mesmo momento, seu pai o convidou para ser sócio em uma empresa de Projetos. Augusto, então, desistiu do intercâmbio e começou a empreender, mesmo antes de formar. Hoje, Augusto continua tocando a empresa em sociedade com seu pai e seu irmão, que é Arquiteto.

Ouça o episódio aqui.

 

Pedro Rodrigues: sempre tive o meu planejamento de carreira

Pedro conta, no Podcast, que manteve por três anos um estágio não remunerado pelo aprendizado que vinha obtendo na construção de um hospital na sua cidade. Ele fala, ainda, sobre o seu planejamento de carreira, que o auxiliou a criar estratégias para chegar onde queria, e que sempre teve em mente o desejo de não trabalhar para os outros, mas empreender. Pedro conta também como se tornou influenciador digital, com o Estruturas e Bim, o maior Instagram de estruturas, com 130 mil seguidores.

Ouça o episódio aqui.


Matheus Queiroz: não relaxe demais diante das oportunidades

Matheus conta como participar da Empresa Júnior ampliou a sua visão para a área de estratégia e de gestão, o que despertou o seu interesse em buscar oportunidades nessa área. Ao sair da Empresa Júnior, Matheus começou a estagiar em uma startup de educação, trabalhando com estratégia, gestão e implementação de indicadores. Após esse estágio, Matheus fez intercâmbio para os Estados Unidos, onde fez um programa de Negócios, tendo a oportunidade de estagiar por quatro meses em um Venture Capital na Califórnia, na área de gestão estratégica. Voltando ao Brasil, Matheus começou a estagiar na área de Engenharia Civil em uma incorporadora imobiliária, até ter a oportunidade, através de um estudo realizado por ele que chegou às mãos do presidente do Esporte Clube Bahia, de começar a trabalhar no Bahia, seu time do coração, onde está até hoje.

Ouça o episódio aqui.

E aí, se inspirou nas trajetórias de carreira dos convidados do nosso podcast? Além dessas entrevistas, você encontra outros bate-papos com profissionais de Engenharia Civil.

Você pode ouvir também, toda terça-feira, um episódio novo do quadro “É Dose!” – a dose semanal de conhecimento do nosso podcast.

Está esperando o que para começar a nos seguir? É só clicar aqui!