Postagens

17 APR

Depois de tantas mudanças do CFC 2019, divulgada edital!

2B Educação
Depois de tantas mudanças do CFC 2019, divulgada edital!
 
Você está por dentro das mudanças do CFC 2019? Sim, e do edital que foi divulgado?? Vem com a gente,  vamos te contar essa história e tudo o que você precisa saber para ser aprovado de primeira!

SOS! Em 2015 o percentual de reprovação do exame foi de 87%.
Tópicos da postagem:
  1. - Informações da primeira edição da prova 
  2. - Como as mudanças do CFC aconteceram.
  3. - Preciso fazer a prova?
  4. - Sobre a nova prova
    1. Metodologia
    2. Assuntos
    3. Documentação necessária
  5. - Materiais de estudos disponíveis online
    1. > Livros
    2. > Provas anteriores
    3. > Cursos
    4. > Video aulas
    5. > Filmes
  6. dados do Exame de Suficiência de 2018

 

1. Informações da Primeira edição da prova

Nesta quinta-feira, 18 de abril, foi divulgado pelo conselho federal de contabilidade o edital com todas as informações da primeira edição da prova do Exame de Suficiência.

Período de inscrições: 22 de Abril até 22 de Maio. 
Site para inscrições: Clique aqui.
Data da prova:
07 de Julho.
Edital completo: Clique aqui.
 

2. Como as mudanças do CFC aconteceram

Nos primeiros anos - e nos subsequentes - do Exame de Suficiência, a realizadora da prova foi a Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC). No entanto, em meados de janeiro de 2018 aconteceu essa tal mudança.
 
Foi divulgado pelo CFC que o edital do primeiro semestre demoraria de sair pois estava havendo um processo de licitação para uma nova banca. É aí que a Consulplan entra na história, divulgada como nova banca do exame, o qual aconteceria nos meses de junho e outubro de 2018.
 
Com a Consulplan, o caráter da prova foi bastante modificado: antes havia um foco maior no âmbito da contabilidade financeira. Já agora, passava a mesclar a contabilidade financeira com normas da contabilidade, por exemplo.
 
 
Acontece que este ano, novamente, está acontecendo um outro processo de licitação para uma nova banca. A proposta do instituto que até então era responsável pelo Exame de suficiência  foi considerado inabilitada por identificarem um balanço Patrimonial incompleto.

Porém, depois de muitas especulações e incertezas a prova se manterá com a banca da Consulplan. O Conselho Federal de contabilidade se pronunciou sobre “Após finalização do processo licitatório, a banca vencedora que realizará as duas edições do Exame de Suficiência de 2019, será a Consulplan (https://www.consulplan.net/). 
 
 
 
Receba novidades sobre o CFC em primeira mão!
Inscreva-se aqui

 

3. Preciso fazer a prova?

Segundo o próprio site do CFC “Em 2010 foi sancionada pelo Presidente da República a Lei 12.249 /2010, que institui a obrigatoriedade do Exame de Suficiência na área contábil.”. Por isso, todo e qualquer profissional da área de contabilidade (Bacharel em Ciências Contábeis), formados após junho de 2010, que queira ter a carteira do Conselho Regional de Contabilidade precisa ser aprovado no exame.
 
Para o presidente do Conselho Federal, Zulmir Ivânio Breda o órgão busca:
“Em primeiro lugar, primar pela excelência na gestão do CFC, preservando sua credibilidade e respeitabilidade como órgão de classe responsável pela regulação da profissão e pela emissão de normas contábeis técnicas e profissionais.”
 
“Em segundo lugar, mas não menos importante, tem como tarefa vislumbrar o cenário da profissão para o futuro e preparar o caminho para que a classe alcance um patamar cada vez mais importante no mercado, tanto no setor privado quanto no segmento público e no Terceiro Setor”.
 

4. Sobre a prova

 

Metodologia

Pode parecer simples ser aprovado em uma prova que contém assuntos que você estuda há 4 ou 5 anos, mas não se engane! A prova contém 50 questões e para garantir o direito à carteira do Conselho Regional de Contabilidade, é preciso acertar 50% delas. Ou seja, pelo menos 25 questões.
 
As 50 questões citadas anteriormente abordam qualquer um dos temas estudados ao longo do curso. Como se não fosse suficiente, ainda é importante estar atento a todas as atualizações e alterações que a Contabilidade sofre durante esse tempo.
 
A prova, independente da banca, vem ganhando um comportamento diferente, os conhecimentos exigidos têm se tornado mais complexos. Hoje a prova não se trata somente de um “decoreba” das leis, resoluções e pronunciamentos, é necessário saber aplicar o que foi aprendido no período de graduação no conhecimento prático.
 
Treine as metodologias das provas e seja aprovado.
 
 

- Assuntos

 
Para a prova do CFC é importante estudar um pouco de tudo, mais saiba onde acumular seus esforços!
 

 

Confira nosso material preparatório para o CFC e esteja pronto!
 
É muito comum vermos pronunciamentos contábeis, o qual é um assunto que esteve fortemente presente nas questões das provas do CFC de 2018, assim como a contabilidade geral.
 
A contabilidade de custos, por exemplo, que tinha sido reduzida para duas questões, voltou a se fazer presente mais fortemente com a banca da Consulpan.
 
Com todas essas mudanças, a complexidade da prova vem aumentando, ela vem ficando mais trabalhosa e passando a exigir estudos prévios por parte do candidato.
 
Como já citado anteriormente, na prova do Exame de Suficiência do CFC é necessário mais do que apenas o conhecimento da faculdade. Assuntos e conceitos que foram tratados rapidamente em sala de aula ganham maiores importância no momento da prova, como:
 
2018.1
  • - Contabilidade geral
  • - Princípios e Normas Brasileiras
  • - Teoria da Contabilidade
  • - Contabilidade de custos
  • - Contabilidade Aplicada ao Setor Público
  • - Noções de Direito
  • - Auditoria Contábil
  • - Perícia Contábil
  • - Matemática Financeira e Estatística
  • - Legislação e Ética Profissional
  • - Língua Portuguesa
 
2018.2
  • - Contabilidade geral
  • - Contabilidade de custos
  • - Teoria da Contabilidade
  • - Legislação e Ética Profissional
  • - Princípios e Normas Brasileiras
  • - Contabilidade Aplicada ao Setor Público
  • - Noções de Direito
  • - Auditoria Contábil
  • - Perícia Contábil
  • - Matemática Financeira e Estatística
  • - Língua Portuguesa
 
*Os Tópicos acima estão caracterizados por ordem de cobrança
 

- Documentação necessária

 
A prova costuma acontecer no período da manhã. É importante que quem vá realizar o exame esteja preparado em todos os sentidos.
 
Dormir pelo menos oito horas antes da prova, se alimentar bem e tirar o dia antes do exame para descansar são algumas dicas importantes. Além disso, durante a prova também é importante evitar distrações como a fome, por isso, está liberado  está liberado levar barra de cereais, chocolates e uma garrafinha de água sem rótulos e com embalagem transparente.
 
Lembre-se de levar a documentação necessária:
 
  • Comprovante de inscrição.
  • Carteira de identidade (Ou CNH com foto).
  • Calculadora (que não permita o armazenamento de texto)
  • Caneta esferográfica preta ou azul.
 
Além disso, é de extrema importância comparecer ao local da prova com antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos.
 

5. Materiais de estudos disponíveis online

 

- Livros

 

- Provas Anteriores

 

- Cursos


 

Tópico relacionados:

--------------------------------------------------------------------------------------

6.Confira alguns dados do Exame de Suficiência de 2018:

 
Brasília -  A contabilidade no Brasil, reconhecida mundialmente, é composta por mais de 522 mil profissionais registrados  que atuam em todos os estados brasileiros. Os dados são da área de Registro do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) que é responsável pela aplicação do Exame de Suficiência, dispositivo necessário para a obtenção do registro profissional.
O Exame foi instituído pela Lei nº 12.249/10, que alterou o Decreto-Lei n.º 9295/46. De acordo com o artigo, os profissionais da contabilidade somente poderão exercer a profissão mediante conclusão do curso de Ciências Contábeis e aprovação no Exame de Suficiência, pré-requisito para registro em Conselho Regional de Contabilidade.

“É importante ressaltar que o Exame de Suficiência é uma importante ferramenta de controle do Sistema CFC/CRCs e um poderoso instrumento de proteção social”, avalia o vice-presidente de Registro do CFC, contador Marco Aurélio Cunha de Almeida. Para os candidatos que se submeterão ao Exame neste ano, o vice-presidente manda um recado: “O conteúdo programático vem permanecendo o mesmo, desde as duas edições de 2018. Vale a pena conferir o edital para quem quiser se preparar”.
 
A bacharel em Ciências Contábeis, Carine Vogel Dutra Telles, está ansiosa para receber o registro profissional. A moradora de Brasília foi a única candidata do País a obter a maior nota da segunda edição do Exame em 2018. “Estudei algum tempo para concursos públicos com foco na carreira de auditor fiscal. Dessa forma, percebi que tinha adquirido um bom conhecimento sobre a área contábil”, revela a futura contadora.
 
Dados da área de Registro do CFC apontam, ainda, que os homens lideram o ranking com 298.699 mil (57,24%); enquanto as mulheres somam 223.103 mil (42,7%). “Em até dez anos, as mulheres serão maioria”, comunica o vice-presidente do CFC.
 
Com o advento tecnológico, a  profissão contábil vem se adaptando dia a dia com as novas demandas e com a necessidade do mercado em receber informações cada vez mais precisas que contribuem para a tomada de decisões. “É importante estar sempre atualizado sobre os assuntos contábeis, por meio de notícias da área e das atualizações contidas no site do CFC”, avalia Carine.
Outro ponto abordado pela futura profissional refere-se à importância do Exame. “Acredito que é um pilar que separa os profissionais que estão habilitados a atuar dos que ainda precisam aperfeiçoar seus conhecimentos”.
 
Nas edições 2018 foram cobrados dos candidatos as seguintes matérias:  Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos, Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Contabilidade Gerencial, Controladoria, Teoria da Contabilidade, Legislação e Ética Profissional, Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade, Auditoria Contábil, Perícia Contábil, Noções de Direito, Matemática Financeira e Estatística e Língua Portuguesa.


Fonte: CFC conselho federal de contabilidade.

 

Palavras relacionadas:
Além disso, janeiro 2019, prova do exame, ciências contábeis, continuar lendo, profissionais da contabilidade, dia a dia, ano de 2019, publicado no diário oficial da união, prova do conselho federal de contabilidade, cfc
16 APR

CFC 2019 tem banca definida: Consulplan volta ao cenário!

2B Educação


Tópicos da Postagem
  1. 1. CFC 2019: voltamos à Consulplan!
  2. 2. Data do Exame
  3. 3. Características da Consulplan
    1. A) Metodologia da prova
    2. B)Assuntos mais cobrados
  4. 4. Materiais de estudos
    1. A) Livros
    2. B) Provas gabaritadas
    3. C) Cursos

CFC 2019: Voltamos à Consulplan!

No começo deste ano, divulgamos que haveria a possibilidade da Consulplan não ser mais a banca realizadora da prova do CFC 2019, uma vez que estava havendo um processo de licitação para uma nova banca. Confira nossa publicação anterior: Clique aqui
 
Após muito suspense e incertezas com aqueles que irão prestar o Exame de Suficiência deste ano, finalmente a banca vencedora foi anunciada: o CFC 2019 será responsabilidade da Consulplan.
 
Abaixo, segue o comunicado oficial do Conselho Federal de Contabilidade:
 
“Após finalização do processo licitatório, a banca vencedora que realizará as duas edições do Exame de Suficiência de 2019, será a Consulplan (https://www.consulplan.net/). O processo tem caráter público e pode ser acompanhado no portal Compras Net.”

Super Preparatório Exame de Suficiência do CFC - Edição 2018

Data do Exame

O conselho Federal de contabilidade afirmou que, para 2019 e assim como nos anos anteriores, serão realizadas duas edições para o exame, sendo a data da primeira prova dia 07 de Julho.
Intensivão CFC 2019.1

Características da Consulplan

- Metodologia da prova

A prova, que contém 50 questões, deve ser aplicada para qualquer profissional da área de contabilidade (Bacharel em Ciências Contábeis), formados após junho de 2010, que queira ter a carteira do Conselho Regional de Contabilidade.
 
Não se engane, para garantir o direito à carteira do Conselho Regional de Contabilidade não basta realizar a prova, é preciso acertar 50% dela. Ou seja, pelo menos 25 questões.

500 de Contabilidade + 250 de Contabilidade Pública

- Assuntos mais cobrados

 
As 50 questões citadas anteriormente abordam qualquer um dos temas estudados ao longo do curso.  De acordo com o ano de 2018, esses foram os assuntos mais cobrados por ordem de prioridade foram:
 
2018.1
  • - Contabilidade geral
  • - Princípios e Normas Brasileiras
  • - Teoria da Contabilidade
  • - Contabilidade de custos
  • - Contabilidade Aplicada ao Setor Público
  • - Noções de Direito
  • - Auditoria Contábil
  • - Perícia Contábil
  • - Matemática Financeira e Estatística
  • - Legislação e Ética Profissional
  • - Língua Portuguesa
     
2018.2
  • - Contabilidade geral
  • - Contabilidade de custos
  • - Teoria da Contabilidade
  • - Legislação e Ética Profissional
  • - Princípios e Normas Brasileiras
  • - Contabilidade Aplicada ao Setor Público
  • - Noções de Direito
  • - Auditoria Contábil
  • - Perícia Contábil
  • - Matemática Financeira e Estatística
  • - Língua Portuguesa
 

Materiais de estudos

 

- Livros

 

- Provas Gabaritadas

 

- Cursos

 

Tópico relacionados:

 
Palavras chave: Além disso, área contábil, é importante, prova do conselho federal de contabilidade, prova do exame, continuar lendo, banca organizadora, cfc é, dia a dia, concursos públicos, banca examinadora, sempre atualizado, registro profissional, pode ser feita.
28 MAR

Concurso Público do município de Nova Ubiratã (MT)

2B Educação

Concurso Público do município de Nova Ubiratã (MT)

Mais concursos abertos na área de:
- Serviço Social: Clique aqui
- Pedagogia: Clique aqui
- Educação Física: Clique aqui

Senhor Valdenir José dos Santos, Prefeito de Nova Ubiratã, Estado de Mato Grosso divulgou edital referente à realização de concurso com:

 

- 01 vaga para Assistente Social com remuneração de R$ 3.576,00, para um regime de 30 horas semanais.

- Cadastro reserva para Contador com remuneração de R$ 7.321,70, para um regime de 40 horas semanais.

- 03 vagas para Professor de Educação Básica - Pedagogia - CEMEI - Distrito Parque Água Limpa com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 8 vagas para Professor de Educação Básica - Pedagogia - CEMEI - Sede com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 5 vagas para Professor de Educação Básica - Pedagogia - Sede com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 3 vagas para Professor de Educação Básica - Pedagogia - Dist. Sta. Terezinha do Rio Ferro com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 01 vaga para Professor de Educação Básica - Pedagogia - Distrito Piratininga com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 2 vagas para Professor de Educação Básica - Pedagogia - Distrito Parque Água Limpa com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 2 vagas para Professor de Educação Básica - Pedagogia - Distrito Novo Mato Grosso com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 01 vaga para Professor de Educação Básica - Pedagogia - Distrito Sto. Antônio do Rio Bonito com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 4 vagas para Professor de Educação Básica - Pedagogia - Distrito Entre Rios com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 01 vaga para Professor de Educação Básica - Educação Física - Sede com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 01 vaga para Professor de Educação Básica - Educação Física - Distrito Piratininga com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 01 vaga para Professor de Educação Básica - Educação Física - Distrito Parque Água Limpa com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

- 01 vaga para rofessor de Educação Básica - Educação Física - Distrito Entre Rios com remuneração de R$ 3.280,83, para um regime de 30 horas semanais.

O concurso será composto por prova objetiva contendo 35 questões, a qual será realizada no dia 12/05/2019.

 

COMECE AGORA A SE PREPARAR PARA O CONCURSO PÚBLICO DE NOVA UBIRATÃ (MT)!

| PEDAGOGIA | SERVIÇO SOCIAL | EDUCAÇÃO FÍSICA | CONTABILIDADE |

 

As inscrições podem ser feitas do dia 02/04/2019 até o dia 16/04/2019 através de site específico (clique aqui).

Para acessar o edital completo, clique aqui.

Confira nossa lista VIP 2B:
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que sairam e os que ainda estão por vir em primeira mão. Inscreva-se agora mesmo e fique por dentro!
- Serviço Social
- Pedagogia
- Educação Física
-Contabilidade

27 MAR

Concurso Público do SAAE, no município de Ibitinga (SP) divulga edital.

2B Educação

Concurso Público do SAAE, no município de Ibitinga (SP) divulga edital.

Mais concursos abertos na área de:
- Engenharia: Clique aqui
 

Luiz Carlos da Costa, Gestor Executivo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto da Estância Turística de Ibitinga, divulgou edital referente à realização de concurso com:

Contador
- Vagas:  01
-Remuneração: R$ 2.234,28
-Regime:  20 horas semanais.

Engenharia Civil 
- Vagas:  01
-Remuneração: R$ 1.682,49
-Regime:  30 horas semanais.

O concurso será composto por prova objetiva contendo 40 questões, a qual será realizada no dia 26/05/2019.

 

COMECE AGORA A SE PREPARAR PARA O CONCURSO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA (SAAE) NO MUNICÍPIO DE IBITINGA (SP)!

ENGENHARIA | CONTABILIDADE |

 

As inscrições podem ser feitas do dia 13/03/2019 até o dia 26/03/2019 através de site específico (clique aqui).

Para acessar o edital completo, clique aqui.
 

Confira nossa lista VIP 2B:
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que sairam e os que ainda estão por vir em primeira mão. Inscreva-se agora mesmo e fique por dentro!
- Contabilidade
- Engenharia

14 MAR

Concurso Público da Prefeitura de Taquarana (AL) divulga edital

2B Educação

Concurso Público da Prefeitura de Taquarana (AL) divulga edital.

Mais concursos abertos na área de:
- Serviço Social: Clique aqui
- Engenharia: Clique aqui
- Pedagogia: Clique aqui
- Educação Física: Clique aqui
 
O município de Taquarana (AL) divulgou edital referente à realização de concurso com:
 
ASSISTENTE SOCIAL
- Vagas: 01
- Remuneração: R$ 1.500,00
- Regime: 20 horas semanais.
CONTADOR
- Vagas: 01 
- Remuneração: R$ 1.500,00
- Regime: 20 horas semanais.
ENGENHEIRO CIVIL
- Vagas: 01
- Remuneração: R$ 1.500,00
- Regime: 20 horas semanais.
PROFESSOR DO 1º AO 5º ANO
- Vagas: 10
- Remuneração: R$ 1.482,70
- Regime: 25 horas semanais.
PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA
- Vagas: 01
- Remuneração: R$ 1.779,24
- Regime: 25 horas semanais.

 
O concurso será composto por prova objetiva contendo 40 questões, a qual será realizada no dia 02/06/2019.
 
Comece a se preparar agora para o Concurso Público da Prefeitura de Taquarana (AL)!
 
As inscrições podem ser feitas do dia 18/03/2019 até o dia 21/04/2019 através de site específico (clique aqui).
Para acessar o edital completo, clique aqui.
 
Confira nossa lista VIP 2B:
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que sairam e os que ainda estão por vir em primeira mão. Inscreva-se agora mesmo e fique por dentro!
- Serviço Social
- Contabilidade
- Engenharia
- Pedagogia
- Educação Física
21 FEB

Prefeitura de Alagoinha (BA) disponibiliza vagas para Concurso Público.

2B Educação

Prefeitura de Alagoinha (BA) disponibiliza vagas para Concurso Público.

 

A Prefeitura Municipal de Alagoinhas (BA) divulgou edital referente à realização de concurso com:

 

- 01 vaga para ANALISTA EM SERVIÇOS E OBRAS PÚBLICAS - ARQUITETO com remuneração de R$ 2.715,63, para um regime de 40 horas semanais.

- 01 vaga para ADMINISTRAÇÃO, FINANÇAS E CONTABILIDADE/ CONTADOR com remuneração de R$ 2.715,63, para um regime de 40 horas semanais.

- 10 + CR vagas para COORDENADOR PEDAGÓGICO com remuneração de R$ 1.271,25, para um regime de 20 horas semanais.

- 19 + CR vagas para PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES INICIAIS com remuneração de R$ 1.271,25, para um regime de 20 horas semanais.

- 3 + CR vagas para PROFESSOR COM LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA com remuneração de R$ 1.271,25, para um regime de 20 horas semanais.

O concurso será composto por prova objetiva contendo 35 questões, a qual será realizada no dia 14/04/2019.

 

COMECE AGORA A SE PREPARAR PARA O CONCURSO Concurso Público de Alagoinha (BA)!

| ARQUITETURA | CONTABILIDADE | PEDAGOGIA | EDUCAÇÃO FÍSICA |

 

As inscrições podem ser feitas do dia 20/02/2019 até o dia 14/03/2019 através de site específico (clique aqui).

Para acessar o edital completo, clique aqui.

06 FEB

Os Materiais Indispensáveis Para Ser Aprovado No Exame De Suficiência Do CFC

2B Educação
Os Materiais Indispensáveis Para Ser Aprovado No Exame De Suficiência Do CFC
 

Ser aprovado no Exame de Suficiência do CFC não é tarefa tão fácil quanto muitos podem achar. A prova contém 50 questões e, para garantir o direito à carteira do Conselho Regional de Contabilidade, é preciso acertar metade delas, ou seja, 25 questões.

Mas são 50 questões que abordam qualquer um dos temas estudados ao longo dos quatro ou cinco anos do curso. Isso sem contar com todas as atualizações e alterações que a Contabilidade sofre durante esse tempo. É preciso estar atento, atualizado, entender muito bem o que a questão quer saber e conhecer a metodologia de cobrança da prova.

Chegar à prova do Exame de Suficiência do CFC sem ter tido um contato prévio com as questões é um grande erro, que pode ser bastante prejudicial para o seu desempenho e consequente aprovação.

Hoje vamos tratar sobre os materiais indispensáveis, considerados por nós, para você ter uma preparação adequada e completa para o Exame de Suficiência do CFC e, assim, conseguir obter a sua aprovação. Porque melhor do que estudar para a prova, é estudar corretamente, com os materiais adequados e que podem garantir um melhor aproveitamento do seu tempo. Afinal de contas, ninguém vai conseguir estudar de forma aprofundada todo o conteúdo visto ao longo da faculdade.

Confira abaixo a lista com os materiais que julgamos ser indispensáveis para garantir a sua preparação para o Exame de Suficiência do CFC e veja se você já os conhece e já os utiliza.

 

1. Livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC

 

O livro foi lançado em 2016 pela Editora 2B contendo 213 questões de provas anteriores do Exame de Suficiência do CFC. Ao longo dos anos o livro vem sofrendo atualizações e incrementos de modo a torná-lo um dos mais completos e indicados para garantir uma boa preparação para o Exame de Suficiência do CFC. O livro contém questões atualizadas as provas mais recentes do Exame e apresenta também resumos práticos sobre os assuntos abordados nas questões para complementar os seus estudos.

Os Materiais Indispensáveis Para Ser Aprovado No Exame De Suficiência Do CFC

O que o Livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC tem que o difere dos demais livros preparatórios para o Exame? Confira abaixo a lista com esses diferenciais.

a. Questões atualizadas

Diferente da maior parte dos livros que têm como objetivo a preparação para o Exame de Suficiência do CFC, o livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC apresenta atualizações constantes para estar sempre o mais próximo da abordagem que é dada ao exame com o passar do tempo.

Atrelado a isso, as questões mais antigas não são retiradas do livro, o que te possibilita ter um grande número de questões para resolver e avaliar os seus conhecimentos e aprendizado.

Como sempre há a inclusão de novas questões atualizadas, é possível você observar a mudança de cobrança ou a permanência do estilo de cobrança das questões por tema. Assim, você pode perceber que as questões de Auditoria Contábil, por exemplo, podem sempre seguir um mesmo padrão ou mesmo tipo de abordagem.

Com isso, você estando bem preparado e sabendo resolver as questões contidas no livro, aumenta a sua segurança e também a probabilidade de resolver as questões dessa temática quando estiver no dia do Exame resolvendo a prova.

 

b. Questões comentadas alternativa por alternativa

Essa é uma das características mais interessantes que o livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC contém (junto com a atualização constante da obra). O fato de todas as questões (com exceção das questões de cálculo) do livro serem comentadas alternativa por alternativa já alia a prática com a teoria.

Você pode resolver cada questão e depois entender o por que uma alternativa está correta ou por que todas as demais alternativas daquela questão estão incorretas. Geralmente, quando estamos resolvendo uma questão, ficamos com dúvida em, pelo menos, duas alternativas.

Podemos até marcar a alternativa correta no gabarito, mas ficamos com aquele questionamento: “Por que a outra alternativa não estava correta?”. Com essa metodologia de ter todas as alternativas comentadas, você entenderá de forma mais completa o motivo da alternativa correta estar correta (às vezes acertamos uma questão, mas nem temos segurança da alternativa marcada) e, principalmente, dos motivos que fizeram com que todas as demais alternativas da questão estejam incorretas.

Essa metodologia possibilita que, mesmo na prática da resolução de questões, você esteja também estudando um pouco de teoria, entendendo os conceitos abordados naquela questão, aprofundando o seu conhecimento e solidificando o seu aprendizado. A única exceção nessa metodologia, conforme citado acima, são as questões de cálculo.

Pelo fato de, muitas vezes, as alternativas incorretas nas questões de cálculo não terem um desenvolvimento lógico para chegar àquele número, essas questões não apresentam todas as alternativas comentadas. Apesar disso, todo o raciocínio necessário para a resolução da questão e desenvolvimento do cálculo é explicitado (incluindo, muitas vezes, os conceitos relacionados às fórmulas) de forma que até as questões de cálculo possibilitem o aprendizado teórico por trás da resolução das mesmas.

 

c. Questões categorizadas por grau de dificuldade

Você pode estar se perguntando: “O que tem de tão bom no fato das questões do livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC serem categorizadas por grau de dificuldade?”. E eu vou dizer que isso pode fazer toda a diferença na forma como você encara a sua preparação para o Exame de Suficiência do CFC e foca onde deve melhorar os seus estudos.

O livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC apresenta, em todas as suas questões, uma categorização por grau de dificuldade dividida em três classificações: Grau de Dificuldade Fácil, Grau de Dificuldade Médio e Grau de Dificuldade Difícil.

Talvez, no decorrer da resolução das questões do livro, você perceba que está acertando apenas questões categorizadas como “Fácil”. Isso pode ser um alerta interessante para você. Significa que os conceitos mais introdutórios ou mais simples daquela área você já dominou.

Entretanto, sempre que o tema é tratado de forma mais aprofundada, você sente dificuldade em responder as questões e acaba errando. Esse pode ser um significado que você precisa desenvolver mais o seu conhecimento relacionado aos temas mais complexos que envolvem aquele assunto.

A categorização da dificuldade de cada uma das questões é feita de forma subjetiva e leva em consideração o nível de profundidade em relação ao tema que a questão aborda, o tempo necessário para o desenvolvimento de cada questão (quanto maior o tempo necessário para resolver uma questão, mais difícil ela pode ser considerada pelo seu autor, haja vista que o Exame de Suficiência contém 50 questões e você tem apenas 4 horas para resolver todas elas. Gastar tempo demais em uma questão pode significar não ter tempo suficiente para resolver algumas outras, o que pode acabar prejudicando o seu desempenho na prova).

Em conversa com um dos autores do livro, o professor Georgito Arouca, autor da disciplina Legislação Trabalhista, foi falado um pouco dos critérios adotados para a classificação de uma questão sobre o tema entre Fácil, Intermediário e Difícil: “Como a disciplina que eu escrevi as questões abordam, basicamente, conceitos relacionados à CLT, a Consolidação das Leis do Trabalho, a minha classificação com relação aos graus de dificuldade levou em conta quão específico e atípico era o tema tratado em cada uma das questões. Alguns conceitos trabalhos no Exame abordam temáticas de conhecimento comum a todos como, por exemplo, os conceitos de empregador e de empregado. Entretanto, algumas questões de Legislação Trabalhista tratam de temas muito específicos ou trabalham com exceções que a maioria das pessoas desconhecem e que, para saber, só mesmo lendo e conhecendo toda a CLT. Nessas questões, o grau de dificuldade por mim considerado variava entre intermediário e difícil.”

 

d. Dica do Autor

Embora o recurso Dica do Autor não esteja presente em todas as questões do livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC, ele é de grande utilidade e um excelente aliado para os seus estudos e preparação para o Exame de Suficiência do CFC.

Sempre que o autor julga necessário, ele utiliza o recurso da Dica do Autor para chamar a atenção dos estudantes sobre algum ponto. Às vezes, a dica é utilizada para chamar a atenção do estudante sobre o estilo de cobrança relacionado àquele tema no Exame de Suficiência. Outra vezes, o autor indica a necessidade de estudar alguns conceitos antes de resolver aquele tipo de questão ou até mesmo aborda a conceituação de algum tema.

O mais importante é ficar atento. Sempre que a Dica do Autor aparecer em uma questão do livro, vale focar no que está sendo dito ou sugerido ali. Isso, com certeza, será de grande valia para que você tenha um excelente aproveitamento tanto do livro quanto no dia da prova do Exame de Suficiência.

 

e. Resumos práticos dos assuntos

Após a resolução das questões de cada um dos capítulos do livro, você encontrará um resumo prático sobre o tema daquele capítulo. Ou seja, depois de testar os seus conhecimentos, entender os motivos que te levaram a acertar ou errar as questões, perceber se você está conseguindo se sair bem em questões que envolvem todos os níveis de grau de dificuldade e absorver tudo o que o autor direcionou através de suas dicas, ainda dá para aprofundar mais os seus conhecimentos.

Nos resumos práticos, os autores trabalham a teoria que envolve os principais conceitos trabalhados nas questões. A melhor parte desses resumos está na usabilidade dos mesmos. Ou seja, o que é tratado em cada um dos resumos não é o que o autor julga importante sobre o tema, mas sim o que o Exame de Suficiência já abordou sobre cada um dos temas.

Dessa forma, até o seu estudo teórico fica mais direcionado. Se você resolveu estudar a teoria por conta própria, como se estivesse estudando Contabilidade de forma geral, pode acabar se prendendo em assuntos e temas que não são frequentemente abordados no Exame de Suficiência do CFC.

Vale ressaltar que estudar esses temas é sempre importante também, mas aqui estamos buscando um estudo direcionado que visa à aprovação no Exame de Suficiência. Assim, é preciso saber o que estudar.

E essa é a proposta fundamental dos resumos práticos do livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC. Alguns resumos incluem também quadros, tabelas e esquemas de modo a facilitar o seu aprendizado e compreensão acerca dos temas ali expostos.

 

f. Capítulo sobre Língua Portuguesa

Isso mesmo. Pode parecer óbvio, até pelo fato do Exame abordar questões sobre Língua Portuguesa, mas nem todos os livros que têm como objetivo a preparação para o Exame de Suficiência do CFC incluem um capítulo de Língua Portuguesa.

Apesar de não ser um tema específico de Contabilidade, a Língua Portuguesa é tão importante quanto os demais temas e pode ser o diferencial que vai garantir a sua aprovação.

O livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC trabalha não só as questões de Língua Portuguesa seguindo a mesma metodologia utilizada nos demais capítulos (questões categorizadas por grau de dificuldade, questões comentadas alternativa por alternativa, recurso de Dica do Autor), como também apresenta um resumo prático sobre a disciplina, sempre focando nos temas essenciais para o seu aprendizado e consequente aprovação.

 

Após tudo o que foi exposto acima sobre o Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC, fica difícil duvidar que ele, com certeza, é o principal material que você precisa ter para a sua preparação para o Exame de Suficiência do CFC.

Vale lembrar que o livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC trata sobre todos as temáticas cobradas no Exame de Suficiência: Auditoria Contábil, Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Contabilidade de Custos, Contabilidade Geral, Controladoria, Contabilidade Gerencial, Legislação e Ética Profissional, Língua Portuguesa, Matemática Financeira e Estatística, Noções de Direito, Perícia Contábil, Princípios e Normas de Contabilidade e Teoria da Contabilidade.

 

Livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC

Preço: R$79,90

Onde comprar: www.editora2b.com.br/livro/cfc (ou clique aqui).

Diferenciais: questões comentadas alternativa por alternativa (incluindo as incorretas), questões categorizadas por grau de dificuldade, dicas dos autores sempre que necessário, questões atualizadas, resumos práticos ao final dos capítulos (incluindo quadros, tabelas e esquemas sempre que necessário), inclui questões e resumo de Língua Portuguesa.

Coordenadora: Sheizi Calheira de Freitas

Autores: Luís Paulo Guimarães dos Santos (Contabilidade Gerencial, Contabilidade de Custos e Controladoria), Audrey Jones de Souza (Legislação Trabalhista, Legislação Tributária e Perícia Contábil), César Valentim de Oliveira Carvalho Júnior (Matemática Financeira, Estatística e Análise das Demonstrações Contábeis), Carlos Antônio Maciel Meneses (Contabilidade Geral), Weber Ferraz Meira (Contabilidade Aplicada ao Setor Público), Georgito Arouca Neto (Legislação Trabalhista), Henrique Fonseca de Cabirta (Teoria da Contabilidade, Auditoria Contábil, Ética e Legislação Profissional), Renata Nogueira Braga (Teoria da Contabilidade) e Ananda Teixeira do Amaral (Língua Portuguesa).

 

2. Curso Online Intensivão CFC

O Curso Online Intensivão CFC, como o próprio nome já sugere, é um intensivo para direcionar os seus estudos finais para a prova do Exame de Suficiência do CFC. Nesse curso, são abordados os principais conceitos que já foram cobrados nas edições anteriores do Exame de Suficiência de forma a direcionar a sua preparação final.

Os professores do Curso Online Intensivão CFC trabalharam, em cada uma das disciplinas, com foco na prática. Ou seja, avaliaram quais as temáticas mais cobradas em cada uma das disciplinas e expuseram sobre as mesmas. Além disso, utilizam fortemente da resolução de questões de exames anteriores para que o aprendizado seja fixado de forma prática.

A resolução das questões no Curso Online Intensivão CFC utiliza a mesma abordagem do livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC. Assim, os professores comentam não só as alternativas corretas das questões trabalhadas, como também as incorretas.

O Curso Online Intensivão CFC é um excelente aliado para quem não veio se preparando ao longo dos meses para a prova do Exame de Suficiência do CFC, como também para aqueles que já vinham estudando, mas querem dar uma revisada geral em todo o conteúdo que será cobrado na prova do exame.

Além de aulas (teóricas ou de questões apenas) de cada uma das disciplinas, o Curso Online Intensivão CFC apresenta também a resolução completa de algumas provas do Exame de Suficiência para explorar ainda mais os conceitos cobrados e garantir a melhor preparação para o Exame de Suficiência do CFC.

Com 08 horas de duração, o curso é o material intensivo que você precisa para solidificar o seu aprendizado e garantir o melhor aproveitamento nas questões do Exame de Suficiência.

O Curso Online Intensivão CFC, assim como o livro Super Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC, aborda todos os temas cobrados no Exame.

Curso Online Intensivão CFC

Preço: R$109,90

Onde comprar: www.editora2b.com.br/livro/cursocfc (ou clique aqui).

Professores: Renata Nogueira Braga (Normas de Contabilidade), Henrique Fonseca de Cabirta (Auditoria Contábil, Teoria da Contabilidade, Ética e Legislação Profissional), Carlos Antônio Maciel Meneses (Contabilidade Geral), Roberto Brazileiro Paixão (Análise das Demonstrações Contábeis, Matemática, Estatística e Contabilidade de Custos), Georgito Arouca Neto (Legislação Trabalhista), Weber Ferraz Meira (Contabilidade Aplicada ao Setor Público), Flávio Alban Carballo (Legislação Tributária e Perícia Contábil) e Paula Barbosa (Língua Portuguesa).

Com a utilização desses dois materiais de forma eficiente e intensa, você vai ter uma excelente preparação para o Exame de Suficiência do CFC. Lembre-se sempre que os materiais são um recurso. É preciso dedicação, estudo e disciplina. Assim, você conseguirá obter a sua aprovação no Exame de Suficiência do CFC!

Clique aqui e saiba como garantir a sua aprovação no Exame de Suficiência do CFC!

06 FEB

Legislação Trabalhista: onde focar os estudos para o CFC?

Editora 2B
Legislação Trabalhista: onde focar os estudos para o CFC?

Sempre que a gente começa os estudos preparatórios para o Exame de Suficiência bate aquela dúvida: onde eu devo focar meus estudos em cada uma das disciplinas? O conteúdo cobrado no Exame de Suficiência do CFC é extremamente extenso (é o conteúdo trabalhado ao longo dos anos da faculdade de Ciências Contábeis) e é humanamente impossível estudar detalhadamente todos os assuntos.

Pensando nisso, avaliando as edições anteriores do Exame de Suficiência do CFC, destacamos os assuntos mais abordados em cada uma das disciplinas cobradas a fim de que o seu estudo seja mais direcionado.

O tema de hoje é Legislação Trabalhista. Apesar de serem cobradas poucas questões sobre o tema em cada uma das provas do Exame de Suficiência do CFC, são questões que podem ser resolvidas e acertada e , com isso, podemos garantir alguns pontinhos a mais. Assim, a aprovação fica cada vez mais próxima.

Legislação Trabalhista no Exame de Suficiência do CFC resume-se, basicamente, à CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Os temas mais cobrados relacionam-se com:
  • Recisão de contrato de trabalho
  • Aviso prévio
  • Condições de empregados sindicalizados
  • Conceitos de empregador e empregado
  • Trabo do menor
  • Tipos de salário
  • Hpóteses de justa causa para rescião de contrato de trabalho
  • Ausência do empregado no serviço
  • Direitos trabalhistas dos empregados
  • Férias e remuneração de férias
  • Jornada de trabalho
Ler sobre os temas acima citados na CLT pode ser de grande valia para uma boa resolução das questões de Legislação Trabalhista no Exame de Suficiência do CFC.


Clique aqui e saiba como garantir a sua aprovação no Exame de Suficiência do CFC!


 
06 FEB

Veja como Contabilidade Geral é cobrada no CFC!

Editora 2B
Veja como Contabilidade Geral é cobrada no CFC!

A melhor forma de se preparar para o Exame de Suficiência do CFC é aliando o estudo da teoria com a resolução de questões para avaliar a sua aprendizagem. Se as questões forem de provas anteriores do Exame de Suficiência do CFC, melhor ainda!

Pensando nisso, selecionamos uma questão de Contabilidade Geral para você avaliar o seu conhecimento e se preparar para a próxima edição do Exame de Suficiência.

Questão: Uma Sociedade Empresária iniciou suas atividades em janeiro de 2015. Ao final do ano, apresentou os saldos abaixo, após a destinação do resultado. 

 

Contas

Saldos 

 Ações de Emissão Própria em Tesouraria

R$ 2.197,00 

Adiantamento Recebido de Clientes

R$ 4.827,00 

Bancos conta Movimento

R$ 8.575,00 

Capital a Integralizar

R$ 2.856,00 

Capital Subscrito

R$ 34.330,00 

Contas a Pagar

R$ 1.680,00 

 Depreciação Acumulada de Imóveis de Uso 

R$ 6.020,00 

Dividendos a Pagar

R$ 3.484,00 

Duplicatas a Pagar

R$ 12.484,00 

Duplicatas a Receber

R$ 10.605,00 

Empréstimos a Pagar

R$ 17.867,00 

Estoque de Mercadorias para Revenda

R$ 8.158,00 

Imóveis de Uso

R$ 23.300,00 

Impostos a Recolher

R$ 2.419,00 

Investimentos em Coligadas

R$ 5.145,00 

Marcas e Patentes

R$ 13.787,00 

Propriedades para Investimento

R$ 7.923,00 

Reserva Estatutária

R$ 3.243,00 

Reserva Legal

R$ 1.400,00 

Salários a Pagar

R$ 2.016,00 

Títulos a Receber

R$ 7.224,00 

 

Com base nos dados apresentados, ao final do ano o montante do Imobilizado é de:

a) R$ 17.280,00.
b) R$ 25.203,00.
c) R$ 29.320,00.
d) R$ 31.067,00.


 Grau de dificuldade: médio


DICA: São exigidos conhecimentos sobre composição do subgrupo imobilizado. Para responder com objetividade à questão, é necessário identificar as contas que compõem o ativo não circulante imobilizado e mensurar o seu valor total, conforme planilha detalhada abaixo.

 

  Imóveis de uso R$23.300,00
  Depreciação Acumulada (R$6.020,00)
 Total R$ 17.280,00


Abaixo, encontra-se o raciocínio desenvolvido para definir cada alternativa de resposta:
 

  Alternativa A Alternativa B Alternativa C Alternativa D
 Imóveis em Uso  R$23.300,00   R$23.300,00   R$23,300,00   R$23.300,00 
 Propriedade para   Investimentos   R$7.293,00    
 Marcas e Patentes        R$13.787,00 
 Depreciação   Acumulada  (R$6.020,00)   (R$6.020,00)   R$6.020,00  (R$6.020,00) 
 Total  R$17.280,00   R$25.203,00   R$29.320,00   R$31.067,00 
 

Alternativa A: CORRETA. Ao final do ano, o montante total do imobilizado foi fixado corretamente no valor de R$17.280,00, considerando como elementos integrantes do ativo não circulante imobilizado os imóveis em uso, abatido do valor da depreciação acumulada.

 

Alternativa B: INCORRETA. Ao final do ano, o montante total do imobilizado foi fixado incorretamente no valor de R$25.203,00, porque considerou indevidamente as propriedades para investimentos como elementos integrantes do ativo não circulante imobilizado, quando na verdade compõe o ativo não circulante investimento.

 

Alternativa C: INCORRETA. Ao final do ano, o montante total do imobilizado foi fixado incorretamente no valor de R$29.320,00, porque o valor da depreciação acumulada foi adicionado, quando na verdade deve ser deduzido por se tratar de conta redutora, pois registra a perda de valor dos bens tangíveis pelo uso.

 

Alternativa D: INCORRETA. Ao final do ano, o montante total do imobilizado foi fixado incorretamente no valor de R$31.067,00, porque considerou indevidamente as marcas e patentes como elementos integrantes do ativo não circulante imobilizado, quando na verdade compõe o ativo não circulante intangível.
 

Clique aqui e saiba como garantir a sua aprovação no Exame de Suficiência do CFC!

 












 

06 FEB

As 07 disciplinas que os candidatos mais erram no Exame de Suficiência do CFC

Editora 2B
As 07 disciplinas que os candidatos mais erram no Exame de Suficiência do CFC

 

Mais uma edição do Exame de Suficiência do CFC está se aproximando. Há um consenso de que muitos estudantes ficam sempre com dúvida em quais disciplinas devem focar mais os seus estudos para conseguir ter um melhor aproveitamento durante a prova e, assim, conseguir acertar pelo menos 50% das questões e, finalmente, conseguir obter a tão sonhada aprovação no Exame de Suficiência do CFC.

Pensando nisso, avaliamos as edições anteriores do exame de suficiência do CFC, disciplina por disciplina, e destacamos as 7 (sete) disciplinas que os candidatos mais erraram a fim de que você possa dar um foco nessas matérias e ficar mais preparado para obter o melhor resultado na próxima edição do Exame de Suficiência do CFC. Confira a relação abaixo:


1. Princípios e Normas

Ao longo das edições já ocorridas do Exame de Suficiência do CFC, 60,31% das questões de Princípios e Normas foram erradas pelos candidatos. A disciplina, que geralmente é cobrada em 3 ou 4 questões por exame (16% do que você precisa para obter a aprovação), aborda muito temas relacionados aos Pronunciamentos Contábeis, os CPC’s. É preciso estar sempre atento às alterações que os Pronunciamentos Contábeis sofrem, uma vez que as mesmas podem ser cobradas na sua prova. Um exemplo prático dessas alterações refere-se aos Pronunciamentos Contábeis que tratavam de Receita até 31 de dezembro de 2017. A partir de 01 de janeiro de 2018, os pronunciamentos CPC 17 – Contratos de Construção e CPC 30 – Receita foram revogados. No lugar desses pronunciamentos, entrou em vigor o CPC 47 – Receita de Contrato com Cliente. Junto com a entrada desse novo CPC e com a revogação dos outros dois vem todas as alterações que o novo pronunciamento estabeleceu no reconhecimento e mensuração das receitas em uma entidade. Assim, caso alguma mudança relacionada ao tema seja cobrada no próximo Exame de Suficiência do CFC, você precisa estar ciente para não responder levando em consideração abordagens que não são mais aceitas atualmente. É importante ressaltar que todas as legislações, normas e resoluções que estiverem vigentes até noventa dias antes da data de realização da prova poderão ser requeridas no Exame. As alterações que ocorrerem dentro dos noventa dias antecedentes à realização da prova deverão ser desconsiderados tanto para a elaboração das questões quanto para a sua correção.



2. Contabilidade de Custos

Talvez essa fosse a disciplina que todos esperavam que poderia estar em 1º lugar no ranking das que mais erros foram cometidos ao longo das edições do Exame de Suficiência do CFC. E quase ficou em primeiro lugar mesmo. Afinal, 59,26% das questões da tão temida Contabilidade de Custos foram erradas nas provas do exame. Assim como a disciplina de Princípios e Normas, Contabilidade de Custos aparece em 3 ou 4 questões do Exame de Suficiência do CFC por edição. As questões são, em sua grande maioria, práticas (ou seja, é preciso fazer cálculo para encontrar a resposta), mas exige-se também um conhecimento acerca de métodos de custeio e de conceitos que envolvem a Contabilidade de Custos (custo de transformação, custo de produto acabado, entre outros). Observando as questões de exames anteriores relacionadas ao tema, percebemos que não são questões de difícil resolução. A abordagem ao longo das edições é bastante parecida. Estudar os principais temas relacionados à Contabilidade de Custos e resolvendo questões sobre o tema podem fazer uma grande diferença no seu desempenho e podem, sim, ser decisivo para a sua aprovação.



3. Contabilidade Geral

Contabilidade Geral é a disciplina mais cobrada no Exame de Suficiência do CFC em todas as edições (nas últimas edições, essa disciplina era cobrada em 20 questões da prova, em média, o que representa 80% do que você precisa acertar para obter a aprovação no exame). Fazer uma boa prova de Contabilidade Geral no Exame de Suficiência faz toda a diferença e é quase a garantia de ser aprovado no CFC. 59,18% das questões da disciplina, entretanto, não foram resolvidas corretamente pelos candidatos.

O tema é o mais cobrado no exame justamente por ser a base do conhecimento contábil. Qualquer outra análise que precise ser feita provém do entendimento das temáticas básicas (e não tão básicas assim) de Contabilidade. Ter um bom desempenho nas 20 questões que abrangem esse tema é indicativo de um bom aproveitamento das disciplinas de Contabilidade Introdutória, Intermediária e Avançada.

As questões de Contabilidade Geral versam sobre tudo que foi estudado durante os primeiros anos da graduação de Ciências Contábeis (conhecimento de débito e crédito, consolidação, natureza e classificação das contas, contabilização dos eventos contábeis, operações com mercadorias, formação do resultado do exercício, entre outros).



4. Contabilidade Gerencial

Apesar de ser cobrada em menor proporção (apresenta, em média, duas questões por Exame), Contabilidade Gerencial é a quarta disciplina que apresenta mais erros nas questões do Exame de Suficiência do CFC (58,79%). Disciplina intimamente relacionada com Contabilidade de Custos, as questões abordadas tratam de temas como margem de contribuição, margem de segurança e ponto de equilíbrio.

Apesar de serem mais complexas do que as questões de Contabilidade de Custos, é possível resolver (e acertar) as questões de Contabilidade Gerencial no Exame de Suficiência do CFC. Para isso, é preciso ter o entendimento do que é cada um dos conceitos apresentados e solicitados. Não se trata de decorar fórmulas, mas entender o objetivo de cada um dos conceitos a fim de que o que foi solicitado seja de fácil entendimento e interpretação. Uma técnica que pode auxiliar no aprendizado dessa matéria é a resolução diária de questões relacionadas ao tema, afinal, é sempre muito importante aliar a teoria à prática.



5. Matemática Financeira e Estatística

Matemática Financeira e Estatística, disciplinas que aparecem, em média, em 02 questões do Exame de Suficiência do CFC, também aparecem na lista com maior representatividade de erros ao longo das edições do Exame. Isso quer dizer que aproximadamente 58,32% (cinquenta e oito vírgula trinta e dois por cento) dos alunos de contabilidade que fazem a prova do CFC costumam errar. As questões tratam sobre taxas de juros, operações financeiras, valor presente, valor futuro, média e mediana. Vale lembrar que o Exame de Suficiência permite a utilização de calculadora durante a prova, desde que não seja calculadora existente em aparelho celular ou similares. Levar a calculadora (e saber utilizá-la para resolver as questões da forma mais eficiente possível) faz toda a diferença para um melhor aproveitamento das questões envolvendo essas temáticas. Além disso, faz com que você economize um tempo absurdo, deixando um maior tempo livre para a resolução de questões de outras temáticas que envolvem maior concentração, disciplina e dedicação.

 

6. Contabilidade Aplicada ao Setor Público

Contabilidade Aplicada ao Setor Público é outra disciplina geralmente muito temida pelos estudantes de Contabilidade. Por apresentar conceitos e formas de contabilização bastante diferentes da Contabilidade Societária, acaba confundindo a cabeça dos contadores e, por essa questão, está entre uma das disciplinas que os candidatos mais erram no Exame de Suficiência do CFC (57,42%). A disciplina é cobrada, em média, em 03 questões por prova. Vale ressaltar que a Contabilidade Aplicada ao Setor Público sofreu diversas alterações ao longo dos últimos anos e essas alterações já podem ser cobradas no Exame de Suficiência.

 

7. Teoria da Contabilidade

Em último lugar em nosso ranking, mas não menos importante, encontra-se a disciplina Teoria da Contabilidade. 56,41% das questões da disciplina não são acertadas pelos candidatos no Exame de Suficiência do CFC. A disciplina aparece em 03 questões por exame e aborda temas relacionados aos princípios contábeis, mensuração de ativos, mensuração de passivos e características da informação contábil.

 

Percentual de erros das demais disciplinas no Exame de Suficiência do CFC

Além das disciplinas expostas no ranking acima, destacamos também o percentual de erros das demais disciplinas cobradas no Exame de Suficiência do CFC:

 

>>> Noções de Direito

As matérias que envolvem a disciplina Noções de Direito no Exame de Suficiência do CFC envolvem Legislação Tributária e Legislação Trabalhista. Presente, em média, em três das cinquenta questões que compõem a prova, essa disciplina apresenta um percentual de erro de 55,58%. Apesar de serem conceitos iniciais sobre as matérias jurídicas, o nível de erros é alto. A matéria de Legislação Trabalhista aborda, quase que exclusivamente, conceitos e regras da CLT, a Consolidação das Leis do Trabalho. Já a matéria de Legislação Trabalhista baseia-se fortemente no CTN, o Código Tributário Nacional.

 

>>> Auditoria Contábil

O índice de erro nas questões de Auditoria Contábil no Exame de Suficiência do CFC é de 49%. O número médio de questões envolvendo essa disciplina é de três questões por prova. Analisando as edições anteriores do Exame, percebemos que as principais temáticas relacionadas a essa disciplina envolvem temas como Objetivo Geral do Auditor Independente, Responsabilidade do Auditor em relação à fraude no contexto de Auditoria das Demonstrações Contábeis, Planejamento e Documentação da Auditoria, Amostragem em Auditoria, Relatórios de Auditoria e Auditoria Interna.

 

>>> Língua Portuguesa

A disciplina que muitos candidatos desprezam durante os estudos para o exame apresenta um percentual de 48,34% de erros cometidos nas questões. É preciso dar o foco adequado à resolução das questões de Língua Portuguesa no Exame de Suficiência do CFC até mesmo pelo fato de elas representarem, em média, 8% do que você precisa para obter a sua aprovação. As duas questões de Língua Portuguesa geralmente são divididas da seguinte forma: 01 questão abordando interpretação de texto e 01 questão abordando temas gramaticais relacionados ao texto.

 

>>> Ética e Legislação Profissional

A disciplina Ética e Legislação Profissional, presente geralmente em três das cinquenta questões do Exame de Suficiência do CFC, apresenta um percentual de erro de 45,68%. As questões são baseadas no Código de Ética da profissão. A leitura do Código de Ética Profissional do Contador, aprovado pela Resolução CFC nº 803/96, juntamente com a resolução de questões sobre o tema de exames anteriores são requisitos fundamentais para um melhor aproveitamento dessa disciplina. A resolução CFC nº 803/96 é facilmente encontrada no site do Conselho Federal de Contabilidade e apresenta apenas onze páginas. Trata-se de uma leitura simples e rápida que vai fazer uma grande diferença no seu resultado.

 

>>> Perícia Contábil

Perícia Contábil é uma das disciplinas menos cobradas no Exame de Suficiência do CFC (a sua incidência média é de duas questões por prova). Ainda assim, apresenta um percentual de erro de 41,79%. Apesar de já ter sido abordado o lado prático da Perícia Contábil, envolvendo cálculos de ajustes de contas após avaliações de peritos, as questões são, em sua grande maioria, teóricas e baseadas na NBC TP 01 – Perícia Contábil. Assim como o Código de Ética Profissional do Contador, a NBC TP 01 – Perícia Contábil também pode ser encontrada no site do Conselho Federal de Contabilidade. Com 28 páginas, a combinação da sua leitura com a resolução de questões de Perícia Contábil de exames anteriores com certeza será um diferencial durante a resolução da prova do Exame de Suficiência do CFC.

 

Como é possível perceber, todas as disciplinas cobradas no Exame de Suficiência do CFC apresentam um percentual de erro superior a 40%. Isso demonstra não só o nível de cobrança exigido no Exame, como também a necessidade de uma maior preparação para a realização da prova. Não adianta apenas resolver as questões da última prova realizada. É preciso estudar a parte teórica, resolver questões sobre cada um dos temas, identificar as suas potencialidades para mantê-las (ou até melhorá-las) e trabalhar incessantemente nas suas fraquezas, a fim de superá-las. Trace uma rotina de estudos baseada no tempo que você tem disponível para tal. Veja o que você precisa melhorar em cada uma das disciplinas. Resolva questões. Após algum tempo, volte às questões que você não acertou e tente resolvê-las novamente, sempre observando o que fez com que o seu desempenho não fosse excelente na primeira tentativa. Só assim a prova deixará de ser um bicho de sete cabeças. É preciso foco, disciplina e bastante estudo.

 

Alterações na distribuição das questões do Exame de Suficiência do CFC

A partir da 1ª Edição de 2016 do Exame de Suficiência do CFC, o Conselho Federal de Contabilidade realizou mudanças na distribuição das questões da prova. Houve um aumento no número de questões da disciplina de Contabilidade Geral (eram 15 questões, em média, sobre o tema e passaram a ser 21), redução no número de questões de Contabilidade de Custos (anteriormente, seis questões versavam sobre o tema. Após essa alteração, Contabilidade de Custos passou a ser cobrada em apenas três questões da prova), redução na quantidade de questões de Língua Portuguesa (a disciplina era cobrada em três questões da prova e passou a ser cobrada em apenas duas questões), e redução também na disciplina de Ética e Legislação Profissional que, assim como Língua Portuguesa, era cobrada em três questões e passou a ter apenas duas questões em cada uma das edições do Exame.

 

Histórico de Aprovação no Exame de Suficiência do CFC

O histórico de aprovação ao longo das edições do Exame de Suficiência do CFC não é dos melhores. No melhor resultado até hoje, um pouco mais da metade dos candidatos conseguiram acertar no mínimo 25 questões da prova. Trata-se da 2ª edição de 2011 (segunda edição do Exame), onde o percentual de aprovação foi de 58,29%.

O pior índice de aprovação ocorreu na segunda edição de 2015 do Exame de Suficiência, onde apenas 14,68% dos candidatos que realizaram a prova conseguiram acertar pelo menos 25 das 50 questões da prova. Nessa edição, à exceção das disciplinas de Ética e Legislação Profissional e Auditoria Contábil, que apresentaram percentuais de erros de questões de 39,7% e 42%, respectivamente, todas as outras disciplinas apresentaram percentuais de erros de questões superiores a 51%. Para se ter ideia, 83,28% das questões de Matemática Financeira e Estatística não foram acertadas na 2ª edição de 2015. Contabilidade Gerencial apresentou um percentual de erro de 73,06%, seguida por Teoria da Contabilidade (70,45%), Contabilidade Geral (66%), Língua Portuguesa (65,36%), Contabilidade de Custos (64,32%) e Perícia Contábil (61,21%).

Apesar dos números não serem reconfortantes, isso não é motivo para desanimar, mas sim para entender a importância de estudar e se preparar. A necessidade de obter a aprovação no Exame de Suficiência do CFC é indiscutível. Faz-se necessário para atuar regularmente na profissão, principalmente se o seu objetivo for ter o seu escritório ou ser o contador responsável pelas demonstrações financeiras de alguma entidade. Se o seu objetivo for prestar concurso público na área, a aprovação no Exame de Suficiência também se faz necessária. Todos os concursos para Contador exigem o certificado de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis juntamente com o registro no Conselho Regional de Contabilidade. Sendo assim, a nossa única alternativa é garantir a aprovação.

 

A importância de se preparar para o Exame de Suficiência do CFC

Obter a aprovação no Exame de Suficiência do CFC pode parecer, mas não é simples. A prova engloba todos os conteúdos vistos ao longo de quatro ou cinco anos de faculdade distribuídos em 50 questões. E você tem apenas 4 horas para lembrar de todos esses assuntos e resolver questões que muitas vezes vêm acompanhadas de textos ou exigem o desenvolvimento de cálculos um tanto quanto complexos.

Estar preparado para resolver a prova do Exame de Suficiência do CFC é muito importante e faz toda a diferença no caminho rumo à aprovação. Entender os conceitos é essencial. Assista aulas, veja análises das provas anteriores, direcione a sua preparação!


Comece já a se preparar para o Exame de Suficiência do CFC (clique aqui)!