Postagens

04 AUG

VAGAS DE EMPREGO no Brasil - Engenharia Civil

2B Educação


Alô, engenheiros(as) desse Brasil!

Queremos acompanhar você em todas as etapas da sua carreira enquanto engenheiro(a) civil e ajudá-lo(a) a ser o profissional que você busca ser. Então, não podíamos deixar de ajudá-lo também a encontrar as oportunidades de emprego que você procura.

Por isso, consolidamos em um só lugar, as vagas de emprego para Engenharia Civil em todo o Brasil, com diferentes níveis de experiência e diversos campos de atuação:


I.G. Transmissão e Distribuição de Energia S.A (Maringá, PR)
Vaga: engenheiro(a) civil
Nível de Experiência: Assistente
Proposta salarial: não tem
Para mais informações e contato, clique aqui.


Empresa Confidencial (São José do Rio Preto, SP)
Vaga: Orçamentista
Nível de Experiência: Sênior
Proposta salarial: não tem
Benefícios: vale refeição, seguro de vida, convênio médico, convênio odontológico, PLR
Para mais informações e contato, clique aqui.


Mega Construção e Incorporação Ltda (Cotia, SP)
Vaga: Engenheiro(a) Civil
Nível de Experiência: Prestador de Serviço (PJ)/Pleno
Proposta salarial: a combinar
Benefícios: Vale Transporte, Vale Refeição, Assistência Médica, Seguro de Vida
Para mais informações e contato, clique aqui.


Estrutural (Brasília, DF)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil
Proposta salarial: R$4.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Empresa Confidencial (Joinville, SC)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: R$4.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Novo Rumo (Belo Horizonte, MG)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: R$2.500,00
Para mais informações e contato, clique aqui.
 

Empresa Confidencial (São Carlos, SP)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


JI. Construction (Bento Gonçalves, RS)
Vaga: 12 vagas engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: R$20.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Empresa Confidencial (Goiânia, GO)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


Sousa Barbosa Engenharia (Paranaíba, PI)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: R$2.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Cosatel (Cachoeirinha, RS)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


CR Obras da Construção Ltda (Curitiba, PR)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
BRG Engenharia (Rio Branco, AC)
Vaga: 01 vaga engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


Empresa Confidencial (Belo Horizonte, MG)
Vaga: Orçamentista
Nível de Experiência: não informado
Proposta salarial: não informado
Para mais informações e contato, clique aqui.


Grupo SEB (Sorocaba, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Cargo: Professor
Proposta salarial: não informado
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Empresa Confidencial (Getúlio Vargas - RS)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta salarial: a combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Pak Negociações e Projetos Ltda (São Paulo - SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta salarial: R$5.600,00
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Eig Construções e Serviços (Cubatão - SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta salarial: R$2.500,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

Saga Construtora (Belém-PA)
Vaga: Engenheiro Civil
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
FNR Construtora (Feira de Santana - BA)
Vaga: Engenheiro Civil
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Empresa Confidencial (Posse - GO)
Vaga: Engenheiro Civil
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
 
Confidencial (São Paulo, SP)
Vaga: Diretor Comercial
Nível de Experiência: Sênior
Proposta salarial: não informado
Para mais informações e contato, clique aqui.

Empresa Confidencial (Curitiba - PR)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Empresa Confidencial (Formosa – GO)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Empresa Confidencial (Recife - PE)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Empresa Confidencial (Praia Grande - SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Nível de Experiência: Assistente
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Taboca Engenharia
Vaga:
Engenheiro Civil (Barragens)
Nível de Experiência: Sênior
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.

Empresa Confidencial (Matozinhos – MG)
Vaga: Engenheiro Civil / Projetista
Proposta Salarial: R$ 3.800,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

AIESEC (Campo Grande – MS)
Vaga: Engenheiro Civil – 10 vagas
Proposta Salarial: R$ 1.715,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

Empresa Confidencial (Goiânia – GO)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$ 5.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


MASEG (Vitória da Conquista – BA)
Vaga: Estágio em Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$ 1.200,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


REFRH (Nova Lima – MG)
Vaga: Estágio em Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


Pavpronto Asfalto Pronto (Atibaia – SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


Concrejato Engenharia (Rio de Janeiro - RJ)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


Tecsa Consultoria (Guarujá – SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Nível de Experiência: Assistente
Proposta Salarial: Não divulgado
Para mais informações e contato, clique aqui.


RAC Engenharia (Salvador, BA)
Vaga: Engenheiro de Planejamento
Nível de Experiência: Pleno/sênior
Para mais informações e contato, clique aqui.

Tectus Construtora e Incorporadora (Chapecó, SC)
Vaga: Coordenador de Projetos e Obras
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Portobello (Tijucas, SC)
Vaga: Analista de Obras Comerciais
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Grupo CCR (Jundiaí, SP)
Vaga: Analista Engenharia Viaria - Planejamento e Orçamento
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (Belo Horizonte, MG)
Vaga: Engenheiro de Obras Júnior
Nível de Experiência: Júnior
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Isoeste Metálica (Anápolis, GO)
Vaga: Engenheiro Civil
Nível de Experiência: Estágio
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro de Obras/Arquiteto
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Cascata Pura (Contagem, MG)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (Pontes, MT)
Vaga: Fiscal de Obras
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Afya Educacional (Nova Lima, MG)
Vaga: Analista de Suprimentos Jr.  - Obra
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Comim Construtora Ltda (Belo Horizonte, MG)
Vaga: Coordenador de Suprimentos
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


7LM | Grupo Imerge (Águas Lindas de Goiás, GO)
Vaga: Engenheiro Civil Sênior
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Empresa Confidencial (São Francisco, MG)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.

Grupo Spasso (Ibiá, MG)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$4.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

Barbosa Pinheiro (Monte Carmelo, MG)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$3.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Trinus (Goiânia, GO)
Vaga: Analista de Engenharia Junior - Planejamento
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (Colombo, PR)
Vaga: Engenheiro Civil Trainee
Proposta Salarial: R$2.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Eza e Projetos e Construções LTDA (Criciúma, SC)
Vaga: Engenheiro(a) Civil
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Dux Indústria e Montagem (Navegantes, SC)
Vaga: Estagiário de Engenharia Civil
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.

03 AUG

Concurso da Prefeitura de Salvaterra (PA): inscrições abertas!

2B Educação
Concurso da Prefeitura de Salvaterra - PA
 
Mais concursos abertos na área de:
 
 
 
 
 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: 29/07/2020 a 04/09/2020

- Data da prova: 11/10/2020

- Banca organizadora: Instituto de Desenvolvimento Social Ágata

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 01

- Remuneração: R$ 2.000,00 + Adicional de Nível Superior de 50% do vencimento inicial.
 
- Cargo: engenheiro(a) civil
 
- Requisitos: Graduação de Nível Superior em Engenharia Civil e CREA/PA.

- Material de estudo
 
 
Pedagogia
 
- Vagas: 04 para o espaço rural

- Remuneração: R$ 1.918,30
 
- Cargo: Técnico Educacional - SEMED
 
- Requisitos: Curso Superior de Licenciatura Plena em Pedagogia ou Graduação em Pedagogia.
 
 
Serviço Social
 
- Vagas: 04

- Remuneração: R$ 2.000,00 + Adicional de Nível Superior de 50% do vencimento inicial.
 
- Cargo: assistente social
 
- Requisitos: Graduação de Nível Superior em Serviço Social e CRESS/PA.


Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Pedagogia
 
 
 
 
Serviço Social
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!
 
Pedagogia: clique aqui!
 
Serviço Social: clique aqui!

 
Edital

Acesse o edital clicando aqui.
03 AUG

Argamassa usinada, sim ou não? Um estudo de caso hipotético

2B Educação
Argamassa usinada, sim ou não? Um estudo de caso hipotético
 


Na função de projetista de revestimentos cerâmicos em fachadas, algumas construtoras as quais presto consultoria estão perguntando qual é a minha opinião sobre a argamassa de emboço dosada em central e transportada em caminhão betoneira até o descarregamento na obra.

 
Primeiramente, as argamassas para assentamento e revestimento de paredes e tetos, assim como seus constituintes, devem atender aos requisitos descritos nas NBRs citadas na bibliografia.
 
Particularmente, como projetista e engenheiro, sou contra o uso de argamassa de emboço para fachada com incorporador de ar e ausência da cal hidratada, haja vista que aquele aumenta o índice de vazios e diminui a resistência de aderência à tração e da resistência à compressão.
 
A partir deste momento estarei dando minha opinião como Perito Criminal, com experiência de três anos lotado na coordenação de Engenharia Legal em Salvador - Bahia, e para tanto usarei o raciocínio reverso, de trás para frente, ou seja, da ocorrência HIPOTÉTICA de uma morte causada por desplacamento de parte do emboço da fachada sobre uma pessoa tendo causado a sua morte.
 
Após a chegada do Perito Criminal no local HIPOTÉTICO, ele será isolado e dar-se-á o início da perícia para comprovar o crime, os danos, o nexo causal e a culpa do referido sinistro.
 
 
O Perito executará os passos abaixo entre outros:
 
Passo 1 - Solicitará o projeto para execução de revestimento de argamassa (NBR 7200:1998 Execução de revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas - Procedimento, Item 4.3):
 
NBR 7200:1998 Item 4.3 - As etapas do programa de execução devem ser definidas de acordo com as especificações de projeto e com as verificações preliminares.
 
1.1 - Análise do Perito: Caso a construtora tenha um projeto de revestimento em fachadas com as devidas especificações, ela estará em conformidade com a norma, caso contrário, não. Na situação hipotética, a construtora não tinha o projeto.
 
Passo 2 - Solicitará a descrição da forma como foi produzida a argamassa de emboço da fachada, que na situação hipotética, digamos que tenha sido dosada em central e transportada em caminhão betoneira até o descarregamento na obra.
 
2.1 - Análise do Perito: O Perito mediu o tempo desde a dosagem na central, durante a mistura de um traço para um caminhão betoneira com 8 m3 até a chegada da argamassa ser descarregada na obra e obteve 65 minutos.
 
Neste caso, o processo de adquirir argamassa de emboço dosada em central e transportada em caminhão betoneira estava em desacordo com a NBR 7200:1998-Preparo da mistura item 7.3.1.1 que diz:
 
7.3.1.1 No processo mecanizado o tempo de mistura não deve ser inferior a 3 (três) minutos nem superior a 5 (cinco) minutos.
 
Portanto, a argamassa dosada e produzida em central não atende o item 7.3.1.1, pois o tempo máximo de mistura excede o permitido nesta NBR 7200:1998.
 
Passo 3 - Solicitará o traço em volume, documentação que comprove a classificação da argamassa, dos agregados, aglomerantes e aditivos utilizados.
 
3.1  - Análise do Perito - classificação da argamassa: A argamassa produzida na obra ou industrializada tem que ser classificada perante vários requisitos, dentre eles a Resistência (MPa) à compressão aos 28 dias (NBR 13279:2005), sendo classificado em tipo I, II ou III, assim como a capacidade de retenção de água -% -(NBR 13277:2005), sendo classificada em tipo normal ou alta e por fim, o teor de ar incorporado -%- (NBR 13278:2005), sendo classificada em tipo a, b ou c.
Caso não seja apresentado estas classificações de cada lote, a construtora estará em não conformidade com as normas NBR 13279:2005, NBR 13277:2005 e NBR 13278:2005.
 
3.2 - Análise do Perito - determinação dos aditivos utilizados: Quando questionado à central de argamassa sobre quais eram os componentes do traço, esta informou que utilizaram traço com cimento, retardador de pega, incorporador de ar, areia e água. Dado o exposto, não utilizou cal hidratada.
 
Segundo a literatura técnica especializada, aditivos incorporadores de ar aumentam a permeabilidade da argamassa com o tempo, diminuindo sua capacidade de aderência à tração com a base e sua resistência à compressão, devido aos vazios formados com a saída do ar da bolhas.
 
Além disso, é sabido que quanto maior for o módulo de deformação da argamassa, melhor. A argamassa com cal tem módulo de deformação 7 vezes maior que a argamassa feita com incorporador de ar e ausência de cal, apresentando uma rigidez maior.
 
Passo 4 - Fará análise do projeto estrutural e demais projetos complementares, assim como exames destrutivos (resistência de aderência à tração) e não destrutivos in loco (percussão) e em laboratório (normas supracitadas) entre outros.
 
 
Conclusão: Após análise das evidências e dos dados, o Perito conclui que causa da morte da vítima Fulana de Tal,  que foi atingida por uma placa de 1 m2 de revestimento de emboço no estado endurecido que destacou do 6º andar da fachada sul do edifício localizado na Rua do Sossego XX, número YY, sobre seu corpo, foi um conjunto de fatores, dentre eles:
 
- a falta de projeto para execução de revestimento de argamassa, que não atendia o item 4.3 da NBR 7200:1998;
 
- o uso de uma argamassa dosada em central e transportada em caminhão betoneira até o descarregamento na obra, cujo tempo de mistura foi muito acima dos 5 minutos permitidos, que não atendiam o item 7.3.1.1 da NBR 7200:1998;
 
- a falta de comprovação e classificação de todos os lotes entregues, conforme as normas NBR 13279:2005, NBR 13277:2005 e NBR 13278:2005.

 
Dado o exposto, a culpa HIPOTÉTICA foi solidária entre a construtora e o fornecedor de argamassa dosada em central.
 
 
 
Bibliografia:
 
NBR 13276:2005 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos – Preparo da mistura e determinação do índice de consistência.
 
NBR 13277:2005 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos – Determinação da retenção de água.
 
NBR 13278:2005 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos – Determinação da densidade de massa e do teor de ar incorporado.
 
NBR 13279:2005 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes tetos- Determinação da resistência à tração na flexão e à compressão axial.
 
NBR 13280:2005 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos – Determinação da densidade de massa aparente no estado endurecido.
 
NBR 13281:2005 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Requisitos
 
NBR 13528:1995 Revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas – Determinação da resistência de aderência à tração.
 
NBR 13530:1995 Revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas – Classificação.
 
NBR 13749:1996 Revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas – Especificação.
 
NBR 15258:2005 Argamassa para revestimento de paredes e tetos – Determinação da resistência potencial de aderência à tração.
 
NBR 15259:2005: Ensaio para determinação da absorção de água por capilaridade e para determinação do coeficiente de capilaridade.
 
NBR 15261:2005 Argamassa para assentamento e revestimento de paredes tetos- Determinação da variação dimensional (retração ou expansão linear).
 
NBR 7200:1998 Execução de revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas - Procedimento.
 
NBR 7211:2005 Agregados para concretos - Especificação.
 
NBR 6118:2003 Projeto em estrutura de concreto armado - Procedimento.
22 JUL

Notícia: SANCIONADO o Novo Marco Legal do Saneamento Básico no Brasil

2B Educação
O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou nesta quarta-feira (15) o novo Marco Legal do Saneamento Básico.
 
Notícia: sancionado o Novo Marco Legal do Saneamento Básico no Brasil


Segundo o site do Governo Federal, o principal objetivo da legislação é universalizar e qualificar a prestação dos serviços no setor.
 
Ainda conforme o portal, a meta do Governo Federal é alcançar a universalização até 2033, garantindo que 99% da população brasileira tenha acesso à água potável e 90% ao tratamento e a coleta de esgoto.
 
“Isso é um avanço importante e também isso destrava a primeira grande onda de investimentos, porque nós vamos agora dar sequência, primeiro ao saneamento, depois, vem cabotagem, setor elétrico, gás natural, petróleo, ou seja, nós vamos retomar o crescimento destravando os investimentos”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, que participou da cerimônia de sanção do novo marco, no Palácio do Planalto.
 

Principais alterações do Novo Marco Legal do Saneamento Básico


Elencamos algumas alterações que, conforme o site oficial do Governo Federal, são algumas das mudanças trazidas pelo Novo Marco Legal do Saneamento. Veja só:
 

- Contratos de concessão

 
O Novo Marco Legal do Saneamento extingue os contratos firmados sem licitação entre municípios e empresas estaduais de saneamento.
 
Esses acordos, atualmente, são firmados com regras de prestação de tarifação, mas sem concorrência.
 
Com o novo marco legal, passa a ser obrigatória a abertura de licitação, podendo, então, concorrer à vaga prestadores de serviço públicos e privados.
 
Os contratos de programa que já estão em vigor serão mantidos.
No entanto, os contratos que não possuírem metas de universalização e prazos terão até 31 de março de 2022 para regulamentar esta pendência, viabilizando a inclusão.
 

- Blocos de municípios

 
Pelo modelo anterior, as grandes cidades atendidas por uma mesma empresa estatal ajudavam a financiar a expansão do serviço nos municípios menores.
 
A nova lei determina que os estados, no intuito de atender aos pequenos municípios, componham em até 180 dias grupos ou blocos de municípios que poderão contratar os serviços de forma coletiva.
 
Municípios de um mesmo bloco não precisam ser vizinhos. Esses blocos deverão implementar planos municipais e regionais de saneamento básico; e a União poderá oferecer apoio técnico e financeiro para a execução dessa tarefa.
 

- Comitê Interministerial de Saneamento

 
Será criado o Comitê Interministerial de Saneamento Básico para melhorar a articulação institucional entre os órgãos federais que atuam no setor. Esse comitê será presidido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.
 
A Agência Nacional de Águas, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, passa a ser reguladora do setor, para resolver impasses, como a questão das indenizações; definir e organizar as normas para a prestação dos serviços de saneamento básico no Brasil; e fazer o controle da perda de água.
 
A lei também determina que os contratos deverão conter cláusulas essenciais, como não interrupção dos serviços, redução de perdas na distribuição de água tratada; qualidade na prestação dos serviços; melhoria nos processos de tratamento e reuso e aproveitamento de águas de chuva.
 
 

 

21 JUL

SAIU o concurso da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF)!

2B Educação
Concurso da Defensoria Pública do Distrito Federal - DPDF
 
Mais concursos abertos na área de:
 
 
 
 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: 15/09/2020 a 05/10/2020

- Data da prova: 08/11/2020

- Banca organizadora: CEBRASPE

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 02 de ampla concorrência

- Remuneração: R$ 5.241,22 + benefícios

- Carga horária: 35 horas semanais
 
- Cargo: Analista de Apoio à Assistência Judiciária
 
- Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Civil, expedido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

- Material de estudo
 
 
Serviço Social
 
- Vagas: 02 de ampla concorrência

- Remuneração: R$ 5.241,22 + benefícios

- Carga horária: 35 horas semanais
 
- Cargo: Analista de Apoio à Assistência Judiciária
 
- Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Serviço Social, expedido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.


Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Serviço Social
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!
 
Serviço Social: clique aqui!

 
Edital

Acesse o edital clicando aqui.
17 JUL

CONCRETO – recebimento, controle e execução: guia para concursos

2B Educação
CONCRETO – recebimento, controle e execução: guia para concursos
 
Se não 100%, 90% dos concursos específicos para engenheiro(a) civil cobrarão concreto. Em relação ao recebimento, controle e execução, você precisa ter em mente as especificações da norma regulamentadora.
 
A norma NBR 14931:2004 – Execução de estruturas de concreto estabelece os requisitos gerais para a execução de estruturas de concreto. Em particular, esta norma define requisitos detalhados para a execução de obras de concreto, cujos projetos foram elaborados de acordo com a ABNT NBR 6118.
 
Então, vamos estudar os principais pontos em relação ao recebimento, controle e execução do concreto na obra?
 
Neste artigo, você encontrará:
  1. 1. Concreto – Sistema de fôrmas
  2. 2. Armaduras
  3. 3. Plano de concretagem
  4. 4. Cura e cuidados especiais
 

1. CONCRETO – SISTEMA DE FÔRMAS
 

O sistema de fôrmas, que compreende as fôrmas, o escoramento, o cimbramento e os andaimes, incluindo seus apoios, bem como as uniões entre os diversos elementos, deve ser projetado e construído de modo a ter:
 
a) resistência: Ex.: a fatores ambientais;
 
b) rigidez: assegurar que as tolerâncias especificadas para a estrutura sejam satisfeitas e a integridade dos elementos estruturais não seja afetada.
 
Para a execução do sistema de fôrmas, a norma estabelece que:
 
a) O escoramento deve ser projetado de modo a não sofrer, sob a ação de seu próprio peso, do peso da estrutura e das cargas acidentais que possam atuar durante a execução da estrutura de concreto, deformações prejudiciais ao formato da estrutura ou que possam causar esforços não previstos no concreto;
 
b) As fôrmas devem adaptar-se ao formato e às dimensões das peças da estrutura projetada, respeitadas as tolerâncias.
 
As fôrmas e os escoramentos devem ser removidos de acordo com o plano de desforma previamente estabelecido e de maneira a não comprometer a segurança e o desempenho em serviço da estrutura.
Escoramentos e fôrmas não devem ser removidos, em nenhum caso, até que o concreto tenha adquirido resistência suficiente para:
 
a) Suportar a carga imposta ao elemento estrutural nesse estágio; evitar deformações que excedam as tolerâncias especificadas;
 
b) Resistir a danos para a superfície durante a remoção. A retirada do escoramento e das formas deve ser efetuada sem choques e obedecer ao plano de desforma elaborado de acordo com o tipo da estrutura.

Este conteúdo foi extraído do Super Livro de Engenharia Civil para Concursos. Para baixar um e-book gratuito com 50 questões de concursos de Engenharia Civil, clique aqui.

 

2. ARMADURAS


Em relação às armaduras, recomenda-se que a superfície da armadura esteja livre de ferrugem e substâncias deletérias que possam afetar de maneira adversa o aço, o concreto ou a aderência entre esses materiais.
 
As armaduras que apresentem produtos destacáveis na sua superfície em função de processo de corrosão devem passar por limpeza superficial antes do lançamento do concreto.
 
As barras de aço para construção, telas soldadas e armaduras pré-fabricadas não devem ser danificadas durante as operações de transporte, estocagem, limpeza, manuseio e posicionamento no elemento estrutural.
 
Cada produto deve ser claramente identificável na obra, de maneira a evitar trocas involuntárias, e os produtos não podem ser estocados em contato direto com o solo.
 
Os processos para preparo e montagem da armadura passiva devem atender ao que estabelece o projeto da estrutura e a ABNT NBR 6118.
 
O corte das barras da armadura deve atender às indicações do projeto da estrutura, observadas as respectivas tolerâncias, assim como o dobramento das barras, inclusive ganchos, deve ser feito respeitando os diâmetros internos de curvatura conforme a norma.

Para baixar um e-book gratuito com 50 questões de concursos de Engenharia Civil, clique aqui.

 

3. PLANO DE CONCRETAGEM


Plano de concretagem

A concretagem de cada elemento estrutural deve ser realizada de acordo com um plano previamente estabelecido. Um plano de concretagem bem elaborado deve assegurar o fornecimento da quantidade adequada de concreto com as características necessárias à estrutura.
 
Transporte do concreto na obra: O concreto deve ser transportado do local do amassamento ou da boca de descarga do caminhão betoneira até o local da concretagem num tempo compatível com as condições de lançamento.
 
O meio utilizado para o transporte não deve acarretar desagregação dos componentes do concreto ou perda sensível de água, pasta ou argamassa por vazamento ou evaporação.
 
• O lançamento do concreto: O concreto deve ser lançado e adensado de modo que toda a armadura e os componentes embutidos previstos no projeto sejam adequadamente envolvidos na massa de concreto.
 
Em nenhuma hipótese deve ser realizado o lançamento do concreto após o início da pega, pois se deve tomar precauções para manter a homogeneidade do concreto.
 
Adensamento: Durante e imediatamente após o lançamento, o concreto deve ser vibrado ou apiloado contínua e energicamente com equipamento adequado à sua consistência. O adensamento deve ser cuidadoso para que o concreto preencha todos os recantos das fôrmas.
 
Durante o adensamento devem ser tomados os cuidados necessários para que não se formem ninhos ou haja a segregação dos materiais.
 
Deve-se evitar a vibração da armadura para que não se formem vazios ao seu redor, com prejuízos da aderência.

Para baixar um e-book gratuito com 50 questões de concursos de Engenharia Civil, clique aqui.

 

4. CURA E CUIDADOS ESPECIAIS


Enquanto o concreto não atingir endurecimento satisfatório, deve ser curado e protegido contra agentes prejudiciais para:
 
a) evitar a perda de água pela superfície exposta; assegurar uma superfície com resistência adequada;
 
b) assegurar a formação de uma capa superficial durável.
 
Os agentes deletérios mais comuns ao concreto em seu início de vida são:
 
- mudanças bruscas de temperatura;
 
- secagem;
 
- chuva forte;
 
- água torrencial;
 
- congelamento;
 
- agentes químicos;
 
- choques e vibrações de intensidade tal que possam produzir fissuras na massa de concreto ou prejudicar a sua aderência à armadura.

Para baixar um e-book gratuito com 50 questões de concursos de Engenharia Civil, clique aqui.
 
14 JUL

Concursos Públicos abertos com vagas para Engenheiro Civil - 2020

2B Educação

Concursos Públicos abertos com vagas para Engenheiro Civil - 2019
Veja aqui a lista de todos os concursos para Engenheiro Civil no Brasil. Uma seleção especial para profissinais de Engenharia Civil.

 

Concurso Engenharia Civil 2020: Clique no que desejar e saiba as vagas, salários e requisitos dos concursos públicos abertos. Nós sempre atualizamos a nossa lista de concursos públicos para engenheiros civis que buscam se inserir no mercado de trabalho em 2020.

Vale ressaltar que sempre buscamos concursos públicos com inscrições abertas e/ou edital divulgado com vagas para engenheiros civis consurseiros, em todo o Brasil, mostrando a vocês as inúmeras áreas de atuação em um concurso de engenharia civil.

Buscaremos concursos de engenharia civill com vagas para diversos entes e as mais variadas instituições: Marinha, Exército, Prefeituras, Petrobrás, Universidades, Institutos Federais e muito mais!

Você, que tem vontade de passar em um concurso com vaga para Engenheiro Civil nesse ano de 2020, deve ficar ligado no nosso blog! Com certeza você encontrará o concurso dos seus sonhos por aqui! Se ainda não tem algum edital em mente, que tal encontrar o edital perfeito hoje?

- Receba dicas em seu e-mail, materiais de estudos e notícias sobre os editais que virão, se inscreva na Lista VIP 2B: Clique aqui e inscreva-se já

 

Materiais de estudos que todo Engenheiro Civil concurseiro deve ter!


Lista dos Concursos abertos com vagas para Engenheiro em 2020.



Câmara Municipal de Imperatriz - MA
- Remuneração: R$ 4.500,00
- Inscrição: 
06/07/2020 a 24/07/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo


Prefeitura de Bom Jesus dos Perdões (SP)
- Remuneração: R$ 5.363,38
- Inscrição: 16/06/2020 a 20/07/2020
 - Vagas: 01 + CR
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo



Prefeitura de Lagoa Dourada (MG)
- Remuneração: R$ 2.744,62
- Inscrição: 17/08 a 15/09/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência + Cadastro Reserva destinado a PcD
- Edital e mais informações: clique aqui
Material de estudo


Conselho Regional de Medicina - MT
-
Cargo: auditor(a)
- Remuneração: R$ 6.006,51
- Inscrição: 15/06/2020 a 19/07/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência + 20 CR
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Superintendência de Água e Esgoto de Ituiutaba (MG)
- Remuneração: R$ 6.124,91
- Inscrição: 28/07 a 28/08/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de Tupãssi (PR)
- Remuneração: R$ 4.318,77
- Inscrição: 27/05 a 02/07/2020
 - Vagas: Cadastro Reserva
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de Campo Belo (MG)
- Remuneração: R$ 2.716,48
- Inscrição: 15/07 a 14/08/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de São Sebastião do Anta (MG)
- Remuneração: R$ 1.656,72
- Inscrição: 17/08/20 a 17/09/2020
 - Vagas: 01
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de Bambuí (MG)
- Remuneração: R$ 2.826,01
- Inscrição: 17/06/2020 a 17/07/2020
 - Vagas: 02
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


SETEC - Campinas (SP)
- Remuneração: R$ 7.561,40 + benefícios 
- Inscrição: até 28/05
 - Vagas: 01
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de Jacutinga (RS)
- Remuneração: R$ 4.520,28
- Inscrição: 04/05/2020 a 29/05/2020
 - Vagas: 01
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Concurso da Prefeitura de Vinhedo (SP)
- Remuneração: R$ 4.852,12
- Inscrição: 27/04/2020 a 08/06/2020
 - Vagas: 01 + CR
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de Santa Luzia D'Oeste (RO)
- Remuneração: R$ 3.000,00 (20 horas semanais)
- Inscrição: até 02/06/2020
 - Vagas: 01 + CR
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo







Quer ter acesso a um banco de provas de concursos de engenharia civil? Basta clicar na imagem abaixo!


Materiais de apoio aos seus estudos:

- Super Livro de engenharia para concursos: Acessar Material
- 2B Civil: Curso Online de Engenharia Civil para Concursos: Acessar Material

- Quer receber dicas em seu e-mail, materiais de estudos e notícias sobre os editais que virão? Lista VIP 2B: Clique aqui e inscreva-se já

 
*Leia também: 7 matérias mais cobradas em concursos de Engenharia Civil.


 
10 JUL

Câmara Municipal de Imperatriz (MA): concurso publicado e inscrições abertas!

2B Educação
Concurso da Câmara Municipal de Imperatriz - MA
 
Fotografia: Sidney Rodrigues
 
Mais concursos abertos na área de:
 
 

 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: 06/07/2020 a 24/07/2020

- Data da prova: 30/08/2020 (data prevista)

- Banca organizadora: Instituto Coelho Neto

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 01 de ampla concorrência

- Remuneração: R$ 4.500,00

- Carga horária: 30 horas semanais
 
- Cargo: engenheiro(a) civil
 
- Requisitos: Diploma devidamente registrado de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC e Registro no respectivo órgão de fiscalização do exercício profissional.

- Material de estudo
 
 
Serviço Social
 
- Vagas: 01 para o Cadastro Reserva

- Remuneração: R$ 2.500,00

- Carga horária: 30 horas semanais
 
- Cargo: assistente social
 
- Requisitos: Diploma devidamente registrado de conclusão de curso superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação - MEC, com registro no Conselho competente.
 

Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Serviço Social
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!
 
Serviço Social: clique aqui!
 
 
Edital

Acesse o edital clicando aqui.

 

08 JUL

Inovações e novidades na construção civil

2B Educação
Inovações e novidades na construção civil
 
inovação na construção civil está em alta.
 
Depois de um período turbulento, a construção civil cresceu 2% no segundo trimestre de 2019, o que colocou fim às quedas constantes e mostrou que a recuperação seria questão de tempo.
 
Não pode-se negar que este movimento pode ser interrompido pela pandemia do novo Coronavírus, mas é importante se atentar para o fato de que ele está afetando o mercado como um todo, não apenas o setor de construção civil. Portanto, isso não invalida a retomada que já vinha ocorrendo há alguns meses no setor.
 
Entre tantos motivos que podem estar relacionados à volta do crescimento neste mercado, as inovações na construção civil podem ser consideradas entre as principais, já que apresentam um real potencial de revolucionar a área e alavancar ainda mais seus resultados.
 
Algumas tendências e novidades nós vamos destacar aqui, e merecem ser comentadas. Algumas já vêm sendo adotadas com frequência, mas não devem levar muito tempo até que o sejam pela maior parte das construtoras e empreendedoras. Não se pode negar que investir em tecnologia acaba tendo um retorno além de financeiro, também em termos de produtividade, eficiência e segurança.
 
Veja algumas dessas tecnologias, destacadas por nós:
 
  1. Inovações e novidades na construção civil - Soluções Digitais


O uso de soluções digitais está em franca ascensão neste mercado e permite a obtenção de resultados ainda melhores.
 
O potencial de crescimento neste sentido é muito grande. De acordo com a McKinsey & Company, o setor de construção civil é um dos menos “digitais”, o que deflagra uma necessidade urgente pela digitalização.
 
As tecnologias digitais são amplas e podem se estender aos mais diversos processos, e ela pode revolucionar o setor de construção civil.
 
  1. Cidades Inteligentes


Os projetos para cidades inteligentes se proliferaram por todo o mundo em 2019.
 
A Urban Systems elaborou um ranking a nível nacional, liderado por Campinas (SP), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Brasília (DF), São Caetano do Sul (SP), Santos (SP), Florianópolis (SC), Vitória (ES), Blumenau (SC) e Jundiaí (SP).
 
As cidades inteligentes são inovações na construção civil que merecem atenção, já que este é um conceito que tende a crescer cada vez mais, principalmente pelo fato de que a porcentagem da população que mora em áreas urbanas deve chegar a 68% até 2050, contra 55% em 2018, de acordo com as Nações Unidas.
 
As cidades inteligentes devem contemplar construções sustentáveis e soluções otimizadas de energia, água e transporte, entre tantos outros pontos que influenciam na qualidade de vida. Isso significa que as novas construções devem ser pensadas já tendo isto em mente.
 
Por exemplo, prédios inteligentes que podem auto-otimizar suas operações gera dados que, no futuro, podem ser usados para avaliar tendências e informar o melhor design possível para novas construções, tudo graças à instalação de sensores e ao desenvolvimento de uma infraestrutura conectada.
 
Quem adotar tais iniciativas estará naturalmente à frente da concorrência, o que hoje pode não ser um diferencial tão intenso, mas que o será em um futuro não tão distante.
 
  1. Construções Verdes


Apesar de fazer parte do escopo das cidades inteligentes, a sustentabilidade merece ser analisada individualmente, já que se aplica até mesmo ao modelo tradicional de cidades.
Os benefícios ao meio ambiente já são bastante conhecidos e comentados, o que é altamente relevante para a preservação dos recursos ambientais. Além disso, também é importante destacar as vantagens obtidas em termos de negócios.
 
O relatório “World Green Building Trends 2018” mostrou, em números medianos, quais são os benefícios esperados de investimentos em green building (construção verde ou sustentável), com dados de 2012, 2015 e 2018. Confira como se deu a evolução dos números, mostrados em sua respectiva ordem:
 
  • Custos operacionais reduzidos em 12 meses: 8% / 9% / 8%
     
  • Custos operacionais reduzidos em 5 anos: 15% / 14% / 14%
     
  • Aumento no valor do ativo (de acordo com os proprietários): 5% / 7% / 7%
     
  • Período de retorno para investimentos sustentáveis: 8 anos / 8 anos / 7 anos
     
Os fatores que motivam futuras atividades de construção sustentável contribuem diretamente com sua implantação. Os principais foram os seguintes:
 
  • Demandas de clientes: 34%
     
  • Regulamentações ambientais: 33%
     
  • Edifícios mais saudáveis: 27%

Essa é uma das inovações na construção civil que já existe há um bom tempo, mas cuja demanda tende a crescer cada vez mais com o tempo, o que a confere um lugar merecido em nossa lista.
 
  1. Construção Modular e Pré-fabricada


Atualmente, associar grandes construções a curtos prazos de entrega, bem menores que os que eram praticados antigamente, está cada vez mais comum. Boa parte disso se deve às construções modulares e pré-fabricadas.
 
Basicamente, este tipo de construção é feito a partir de módulos, os quais se parecem com caixas. As peças são construídas fora do canteiro de obras e levadas até ele já prontas, bastando que sejam montadas para que a edificação fique pronta.
 
Um grande diferencial é, além da agilidade que isso traz para os canteiros de obras, que as fábricas em que os módulos são construídos possuem equipamentos modernos, que resultam em peças de alta precisão, a qual nem sempre pode ser obtida no caso da construção tradicional em canteiros de obras.
 
Isso permite que as obras fiquem prontas muito mais rapidamente, o que também pode reduzir custos com a mão de obra.
 
  1. Impressão 3D


O potencial da impressão 3D é absurdo, o que também a coloca como uma das inovações tecnológicas na construção civil, com grandes benefícios a curto, médio e longo prazo ao setor.
 
As impressoras podem ser usadas em construções modulares, seja em uma fábrica ou mesmo no próprio canteiro de obras, o que é um grande avanço em termos de logística, já que peças de concreto podem ser fabricadas com uma precisão fantástica.
 
Como muitas inovações na construção civil, a impressão 3D tem enorme potencial de crescimento.
 
Ainda assim é possível identificar algumas iniciativas que indicam que essa tendência é viável!
 
É o caso, por exemplo, da Apis Cor, que desenvolveu uma máquina que imprime edifícios. A tecnologia promete cortar custos de canteiro de obras em até 40% em comparação a métodos tradicionais. A impressora ergueu uma casa de 100 m² em apenas 24 horas na Rússia.
 
Quem também trabalha com impressão 3D é a Fast Brick, que tem um robô capaz de fazer construções rapidamente, tijolo por tijolo. Automatizada, a máquina monta o equivalente a 1 mil tijolos por hora em uma barra de 30 metros. Com isso, reduz o uso de mão de obra e o desperdício de materiais. Logo, contribui com o meio ambiente.
 
  1. Building Information Model


Popularmente conhecido como BIM, seu significado é Modelagem da Informação da Construção. O conceito consiste no processo de criação e gestão de informação em um projeto de construção, o que é aplicado do início ao fim do projeto.
 
O processo, baseado em um modelo em 3D, já vem sendo adotado por arquitetos, engenheiros e outros profissionais da área, que perceberam o quão benéfica pode ser esta inovação na construção civil.
 
O BIM permite que acionistas e fornecedores planejem, desenvolvam, construam e gerenciem uma construção e sua infraestrutura com muito mais precisão e eficiência, já que terão um modelo exatamente igual ao que se deseja construir a fácil acesso mediante o uso de ferramentas digitais.
 
Além da agilidade e qualidade que isso traz para o canteiro de obras, uma vez que facilmente, através de aplicativos, os engenheiros poderão acessar e acompanhar o projeto em tempo real, com todas as alterações.
 
Sua interação com outras tecnologias, como Realidade Virtual (VR) e Realidade Aumentada (AR), torna-a ainda mais eficiente e interativa.
 
De acordo com a MarketsandMarkets, o tamanho do mercado de BIM deve aumentar de US$ 4,9 bilhões em 2019 para US$ 8,9 bilhões em 2024, com uma taxa de crescimento anual composta de 12,7%, o que comprova o quão forte é essa tendência.
 
  1. Uso de drones


O uso de drones já é comum em diversas áreas e agora também como uma inovação na construção civil.
 
Com o uso de drones, é possível fazer mapeamento em 3D e avaliações do canteiro em tempo real. Os robôs automaticamente convertem os vídeos gravados em relatórios para os administradores. Desta maneira, possíveis riscos e atrasos são monitorados a todo instante.
 
A avaliação termográfica de revestimentos com uso de drones é uma tecnologia nova, mas já utilizada por algumas construtoras. Com análise de temperatura o drone identifica sinais de desplacamento de revestimentos cerâmicos.
 
Velocidade, assertividade e segurança são algumas vantagens dessa solução. Afinal, evita que trabalhadores subam em andaimes para testar o revestimento.
 
Além disso, o trabalho que antes levava dias agora é realizado em poucas horas. Esta é uma das inovações na construção civil que lançam mão de dispositivos móveis.
 
  1. Realidade Virtual

A realidade virtual é uma tecnologia de interface entre um usuário e um sistema operacional. E faz isso por meio de recursos gráficos 3D ou imagens 360º.
 
O objetivo é criar a sensação de presença em um ambiente virtual. Ou seja, proporcionando uma completa imersão em um ambiente digital simulado em tempo real.
 
O potencial de aplicação da realidade virtual na indústria da construção é enorme. Tanto é que já há várias construtechs e proptechs se apropriando dela.
 
A realidade virtual pode, por exemplo, auxiliar o design de projetos. Quer ver um exemplo?
 
HoloLens, plataforma computacional holográfica, é uma delas. A solução da empresa permite visualizar o projeto 3D em miniatura e em escala real com uso de óculos especiais.
 
Mais que isso, possibilita ao profissional enxergar o projeto em 3D no ambiente de uma obra. Assim, permite identificar possíveis erros ou reparos a serem feitos.
 
Além disso, com a simulação em um ambiente virtual, o cliente pode se sentir dentro da habitação. Assim, pode até mesmo solicitar modificações na planta.
 
Logo, a realidade virtual também tem um campo promissor ao prover ao comprador uma experiência mais imersiva.
 
Empresas como DH Virtual Reality e Webeleven oferecem essa tecnologia.
 
  1. Bioconcreto


Desenvolvido por um grupo de pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Delft, na Holanda, o bioconcreto é um material capaz de regenerar suas próprias rachaduras. Parece mágica, mas a resposta está na natureza.

A superbactéria Bacillus pseudofirmus é adicionada à mistura de concreto e só fica ativa quando entra em contato com água e oxigênio.

 
Quando as fissuras do concreto começam a surgir, as bactérias eclodem, se alimentam de lactato e, através de reações químicas, o calcário é formado e a estrutura começa a se regenerar.
 
  1. Veículos de construção com condução autônoma


Produzidos pela americana Royal Truck & Equipment, os caminhões autônomos ATMA visam reduzir o número de acidentes com trabalhadores da construção civil, principalmente em obras de infraestrutura e em rodovias.
 
A operação do ATMA é realizada em uma configuração chamada Líder/Seguidor para replicar a operação no mundo real. A configuração inclui um veículo Líder de condução humana, seguido por um veículo ATMA não tripulado (Seguidor).

O veículo traça sua rota e define a velocidade ideal a partir de dados GPS recebidos do veículo Líder, e ainda conta com um acessório de absorção de impacto na parte traseira, reduzindo danos de acidentes que ocorrem com frequência.

 
Os caminhões ATMA já estão em operação obras rodoviárias em zonas específicas da Flórida, no Colorado (EUA).
07 JUL

Processo Seletivo da MSGÁS: salário de R$ 8 mil e inscrições só até 10/07!

2B Educação
Processo Seletivo Simplificado da MSGÁS
 
A MSGÁS éCompanhia de Gás do Estado do Mato Grosso do Sul.

O processo seletivo simplificado destina-se à seleção de profissionais para contratação por prazo determinado, nos termos do art. 443, § 1º da CLT, pelo período de 12 (doze) meses, improrrogáveis.
 
Outras vagas de emprego para engenheiros civis no Brasil: clique aqui.

 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: 06 a 10/07/2020

- Data da Avaliação de Conhecimentos Específicos: 12/08/2020

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 01

- Remuneração: R$ 8.440,95

- Carga horária: 40 horas semanais
 
- Cargo: Gestor de Operação e Manutenção
 
- Requisitos: Graduação em Engenharia Mecânica – Engenharia Mecatrônica – Engenharia Civil – Engenharia Elétrica – Engenharia de Produção, Registro no CREA e CNH Categoria B

- Material de estudo


Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Edital

Acesse o edital do Processo Seletivo clicando aqui.