Postagens

19 OCT

Concurso Carmo RJ: edital publicado e inscrições abertas!

2B Educação

Concurso Carmo RJ 2020
 

Mais concursos abertos na área de:
 
 
 
 
 
Sobre as inscrições e a prova:

- Inscrições: 15/10 a 12/11/2020

- Data da prova: 13/12/2020

- Banca organizadora: Instituto de Avaliação Nacional (IAN)

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: Cadastro Reserva

- Remuneração: R$ 1.266,45

- Carga horária: 20 horas semanais
 
- Cargo: engenheiro(a) civil
 
- Requisitos: Ensino Superior Completo em Engenharia Civil + Registro no respectivo órgão de classe competente

- Material de estudo
 
 
Pedagogia
 
- Vagas: Cadastro Reserva
 
- Cargos: Professor(a) Inspetor(a) Escolar

- Remuneração: R$ 1.732,33
 
- Carga horária: 16 horas semanais
 
- Requisitos: Ensino Superior Completo em Pedagogia + Habilitação em Administração Escolar ou Supervisão Escolar ou Inspeção Escolar ou Pós-graduação na área com duração mínima de 360 horas + 2 (dois) anos de efetivo exercício docente
 
 
Serviço Social
 
- Vagas: 01 + Cadastro Reserva

- Remuneração: R$ 1.266,45

- Carga horária: 20 horas semanais
 
- Cargo: assistente social
 
- Requisitos: Ensino Superior Completo em Serviço Social + Registro no respectivo órgão de classe competente


Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Pedagogia
 
 
 

 
Serviço Social
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!
 
Pedagogia: clique aqui!

Serviço Social: clique aqui!

 
Edital

Acesse o edital do Concurso Carmo RJ clicando aqui.
 
19 OCT

Concurso de Cornélio Procópio (PR): edital publicado e inscrições abertas!

2B Educação
Concurso de Cornélio Procópio - PR
 
Mais concursos abertos na área de:
 
 
 
 
 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: 16/10 a 12/11/2020

- Data da prova: 20/12/2020

- Banca organizadora: Instituto Unifil

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 01 de ampla concorrência

- Remuneração: R$ 2.675,25

- Carga horária: 40 horas semanais
 
- Cargo: engenheiro(a) civil
 
- Requisitos: Ensino Superior Completo em Engenharia Ambiental + registro no respectivo conselho da classe

- Material de estudo
 
 
Pedagogia
 
- Vagas: 85 + 59 de ampla concorrência, 09 destinadas a PcD e 17 vagas para afrodescendentes.
 
- Cargos: Professor(a) Educação Básica 1º ao 5º ano e Professor(a) I

- Remuneração: R$ 1.228,75 e R$ 1.991,62 (Complemento Piso Nacional da Educação), respectivamente
 
- Carga horária: 20 horas semanais (Professor(a) Educação Básica) e 40 horas semanais (Professor(a) I)
 
- Requisitos:
 
Professor(a) Educação Básica 1º ao 5º ano: Magistério Completo ou Licenciatura Plena em Pedagogia ou Licenciatura em Graduação Plena com Habilitação para Magistério nas Séries Iniciais.
 
Professor(a) I: Magistério na modalidade Normal Superior, ou Normal Superior com Habilitação em Educação Infantil e Anos Iniciais ou Licenciatura Plena em Pedagogia.
 
 
 
Serviço Social
 
- Vagas: 04 de ampla concorrência

- Remuneração: R$ 2.240,52

- Carga horária: 30 horas semanais
 
- Cargo: assistente social
 
- Requisitos: Ensino Superior Completo em Serviço Social + registro no respectivo conselho da classe.


Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Pedagogia
 
 
 

 
Serviço Social
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!
 
Pedagogia: clique aqui!
 
Serviço Social: clique aqui!

 
Edital

Acesse o edital do Concurso Cornélio Procópio – PR clicando aqui.
 
13 OCT

VAGAS DE EMPREGO no Brasil - Engenharia Civil

2B Educação


Alô, engenheiros(as) desse Brasil!

Queremos acompanhar você em todas as etapas da sua carreira enquanto engenheiro(a) civil e ajudá-lo(a) a ser o profissional que você busca ser. Então, não podíamos deixar de ajudá-lo também a encontrar as oportunidades de emprego que você procura.

Por isso, consolidamos em um só lugar, as vagas de emprego para Engenharia Civil em todo o Brasil, com diferentes níveis de experiência e diversos campos de atuação:


JI. Construction (Bento Gonçalves, RS)
Vaga: 12 vagas engenheiro(a) civil 
Proposta salarial: R$20.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Grupo SEB (Sorocaba, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Cargo: Professor
Proposta salarial: não informado
Para mais informações e contato, clique aqui.
 
Confidencial (São Paulo, SP)
Vaga: Diretor Comercial
Nível de Experiência: Sênior
Proposta salarial: não informado
Para mais informações e contato, clique aqui.

Pavpronto Asfalto Pronto (Atibaia – SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A combinar
Para mais informações e contato, clique aqui.


Tectus Construtora e Incorporadora (Chapecó, SC)
Vaga: Coordenador de Projetos e Obras
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (Belo Horizonte, MG)
Vaga: Engenheiro de Obras Júnior
Nível de Experiência: Júnior
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro de Obras/Arquiteto
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Afya Educacional (Nova Lima, MG)
Vaga: Analista de Suprimentos Jr.  - Obra
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Trinus (Goiânia, GO)
Vaga: Analista de Engenharia Junior - Planejamento
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


LC - Consultoria e Assessoria Empresarial (Várzea Paulista, SP)
Vaga: Estagiário de Engenharia Civil
Proposta Salarial: Não divulgada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Construtora Guia Ltda (Itabira, MG)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$8.882,50
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (Salvador, BA)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$8.900,00

Para mais informações e contato, clique aqui.

Confidencial (Maranhão, PB)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$ 8.000 - R$ 9.000 por mês

Para mais informações e contato, clique aqui.

Confidencial (Maringá, PR)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: não informado

Para mais informações e contato, clique aqui.

Brookfield Energia Renovável (Janaúba, MG)
Vaga: Engenheiro Master Residente
Proposta Salarial: não informado

Para mais informações e contato, clique aqui.

Cyrela (Porto Alegre, RS)
Vaga: Analista de Incorporação Jr
Proposta Salarial: não informado
Para mais informações e contato, clique aqui.

 

Global Serviços (Rio de Janeiro, RJ)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$8.483,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

Senior Proteção C/ Inc. Ltda (Porto Real, RJ)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$3.500,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

Marccary Engenharia (Teresina, PI)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: não informado
Para mais informações e contato, clique aqui.

Emibm (São Carlos, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$9.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

Confidencial (São Luís - MA)
Vaga: Engenheiro Civil (Assistente)
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.

Alcoa (Betim – MG)
Vaga: Engenheiro Civil (Assistente)
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.

Confidencial (Santo André - SP)
Vaga: Engenheiro Civil (Assistente)
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.

Pöyry (Belo Horizonte - MG)
Vagas: Engenheiro Civil (Pleno-Sênior)
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.

MB7 Engenharia (Maringá – PR)
Vaga: Engenheiro Civil (Assistente)
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.

Optimize Group (MG)
Vaga: Engenheiro Civil (Júnior)
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Same Engenharia (Fortaleza, CE)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Prefab (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Quorum (Belo Horizonte, MG)
Vaga: Engenheiro Civil (Júnior)
Proposta Salarial: não informada
Para mais informações e contato, clique aqui.


Confidencial (Belém, PA)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$11.500,00
Para mais informações e contato, clique aqui.


Iguá Saneamento (Cuiabá, MT)
Vaga: Engenheiro de Obras
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.


Rocha Consultoria (Aparecida de Goiânia, GO)
Vaga: Assistente de Engenharia Civil
Proposta Salarial: R$2.000 - R$3.000
Para mais informações e contato, clique aqui.


Vale (Paraopeba, MG)
Vaga: Engenheiro Pleno
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.


AEGEA (Diamantino, MT)
Vaga: Supervisor de Unidade
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.


EGTX Engenharia (Campo Mourão, PR)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.


Energias do Brasil (Ferreira Gomes, AP)
Vaga: Engenheiro Civil Senior
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.

Bureau Veritas (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.

Concremat (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro Civil - Saneamento
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.


Alty (Londrina, PR)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.

Construtora Global (Canguçu, RS)
Vaga: Engenheiro Civil - Estágio
Proposta Salarial: não informado.
Para mais informações e contato, clique aqui.

Macro Engenharia e Comércio (Bauru, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$10.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui.

Confidencial (São João Del Rei, MG)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$8.882,50
Para mais informações e contato, clique aqui.

Epit Ltda (Viamão, RS)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui


Tcon Construtora (Piraquara, PR)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$4.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui


Block Beton Ind. de Pré Moldados (Luziânia, GO)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui


Fiedler Eng (Guarujá, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$4.500,00
Para mais informações e contato, clique aqui


Incorporadora Multi (Itajaí, SC)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui


Confidencial (Governador Valadares, MG)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$3.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui


Confidencial (Eusébio, CE)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui


Ideal Engenharia e Arquitetura (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui

 

Confidencial (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui


Confidencial (Lages, SC)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: A Combinar
Para mais informações e contato, clique aqui


Farmácias São João (Porto Alegre, RS)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$4.500,00
Para mais informações e contato, clique aqui


Confidencial (São Paulo, SP)
Vaga: Engenheiro Civil
Proposta Salarial: R$6.000,00
Para mais informações e contato, clique aqui

08 OCT

Concurso de Cabo Frio (RJ): edital publicado!

2B Educação
Concurso da Prefeitura de Cabo Frio (RJ)
 
Mais concursos abertos na área de:
 
 
 
 
 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: 14/10 a 13/12/20

- Data da prova: 21/03/2021

- Banca organizadora: IBAM

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 01

- Remuneração: R$ 2.509,49

- Carga horária: 20 horas semanais
 
- Cargo: engenheiro(a) civil
 
- Requisitos: Curso Superior em Engenharia Civil e registro no respectivo Conselho de Classe

- Material de estudo
 
 
Pedagogia
 
- Vagas: 62
 
- Cargos: inspetor(a) escolar, orientador(a) educacional, psicopedagogo(a) I e supervisor(a) escolar

- Remuneração
Inspetor(a) escolar, Orientador(a) educacional e Supervisor(a) escolar: R$ 2.596,02
Psicopedagogo(a) I: R$ 2.509,49

- Carga horária: 20 horas semanais
 
- Requisitos
Inspetor(a) escolar: Curso Superior em Pedagogia com habilitação ou pós-graduação em Inspeção Escolar e Administração Escolar ou Licenciatura na área de Educação, acrescida de pós-graduação em Inspeção Escolar e Administração Escolar.
 
Orientador(a) educacional: Curso Superior em Pedagogia com habilitação ou pós-graduação em Orientação Educacional ou Licenciatura na área de Educação, acrescida de pósgraduação em Orientação Educacional.
 
Psicopedagogo(a) I: Curso Superior em Psicologia e/ou Pedagogia, acrescido de Especialização em Psicopedagogia. Registro no respectivo Conselho de Classe, quando for exigido pela profissão.
 
Supervisor(a) escolar: Curso Superior em Pedagogia com habilitação ou pós-graduação em Supervisão Escolar ou Licenciatura na área de Educação, acrescida de pósgraduação em Supervisão Escolar.
 
 
Serviço Social
 
- Vagas: 06

- Remuneração: R$ 2.509,49

- Carga horária: 20 horas semanais
 
- Cargo: assistente social I
 
- Requisitos: Curso Superior em Serviço Social e registro no respectivo Conselho de Classe.


Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Pedagogia
 
 
 
 

Serviço Social
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!
 
Pedagogia: clique aqui!
 
Serviço Social: clique aqui!

 
Edital

Acesse o edital do Concurso de Cabo Frio (RJ) clicando aqui.
24 SEP

Por que seguir o Podcast Carreira Engenharia Civil?

2B Educação
Por que seguir o Podcast Carreira Engenharia Civil?
 

Talvez você esteja na faculdade ainda ou talvez já tenha concluído a graduação em Engenharia Civil. Independentemente da fase de carreira que você se encontre, é comum bater aquela dúvida se está no caminho certo, se deveria estar fazendo alguma coisa de diferente, ou se é possível até atuar em outras áreas, mesmo sendo formado(a) em Engenharia Civil.

Foi pensando nessas questões que a 2B Educação criou o quadro ‘Minha Carreira’ no Podcast ‘Carreira Engenharia Civil’.

Na primeira temporada do quadro, conversamos com quinze profissionais que nos contaram um pouco sobre a decisão de cursar Engenharia Civil, como foram as primeiras experiências profissionais e como fizeram para chegar onde estão hoje.

Destacamos aqui alguns desses bate-papos para você perceber a quantidade imensa de possibilidades que você tem para seguir na carreira e, quem sabe, te inspirar a dar uma mudada na sua trajetória. Aproveite!

 

Fernando Hiltner: quando a carreira toma outros rumos

Ao escolher cursar Engenharia Civil, Fernando só tinha um pensamento em mente: era um curso que poderia abrir portas para diversas áreas. Assim, logo que começou a faculdade entrou para a Empresa Júnior e se encantou com a parte de gestão, área ainda desconhecida por ele. Após a empresa júnior, estagiou em uma construtora, onde ficou até fazer intercâmbio para a Espanha. No intercâmbio, Fernando conta que cursou matérias relacionadas a Marketing, Economia e Administração, justamente pelo seu interesse na parte de gestão de negócios. Voltando ao Brasil, começou a estagiar na 2B na área de marketing de performance e, posteriormente, migrou para a área de Estratégia da empresa. Após a 2B, foi liderar a área de marketing de uma outra startup, a Envipro, e depois foi trabalhar na Ultragaz, onde se encontrou trabalhando na área de Business Intelligence. Hoje Fernando trabalha no Ifood.

Ouça o episódio aqui.

 

Nathália Lobo: os desafios da mulher recém-formada na Engenharia Civil

Nathália ingressou na faculdade cursando Engenharia Química. Após ter entrado no curso, percebeu que não era o que queria. Foi então que considerou cursar Arquitetura. Começou a estagiar em um escritório e viu que o seu interesse era maior nas atividades desempenhadas pelos profissionais de Engenharia Civil do que pela área de Arquitetura. Então, resolveu cursar Engenharia Civil e entrou na empresa júnior, o que fez com que ela se encantasse de vez pela área. Começou a estagiar em uma construtora, local onde trabalha até hoje, após ter formado. Para Nathalia, um dos seus maiores desafios foi não ter se visto como Engenheira na sua formatura, mas como estagiária, por não se sentir pronta. Graças ao seu líder, Nathalia entendeu que isso é normal e com o tempo ela sentiria mais segurança. Nathalia fala ainda sobre o machismo existente na área e a necessidade de se provar profissionalmente pelo fato de ser mulher.

Ouça o episódio aqui.

 

Luara Batalha: a importância de construir boas relações

Luara conta, no Podcast, que começou a estagiar antes mesmo de começar a faculdade, por ter sido aprovada no segundo semestre. Enquanto esperava as aulas começarem, ela fez um curso de Autocad e buscou escritórios para estagiar e aprender mais sobre a área. Quando começou a faculdade, Luara decidiu fazer outro curso ao mesmo tempo. Durante um ano, cursou Engenharia Civil e História. Posteriormente, resolveu seguir apenas com a Engenharia, para ter uma maior dedicação ao curso e conseguir estagiar. Luara ressalta, ao longo do bate-papo, a importância de construir boas relações ao longo da vida, uma vez que algumas oportunidades profissionais foram obtidas graças às relações construídas. No podcast, Luara fala ainda sobre o preconceito sofrido desde a época da faculdade pelo fato de ser mulher na área de Engenharia Civil.

Ouça o episódio aqui.

 

Augusto Bluhm: abri mão do intercâmbio para empreender

Assim que entrou na faculdade, Augusto descobriu a área de Projetos e acreditou que aquele era o caminho que queria seguir. Como o pai também era Engenheiro Civil, Augusto foi incentivado a fazer um curso de Autocad antes de iniciar o curso e começou a fazer alguns projetos solicitados pelo pai, o que rendia um dinheiro para ele. No final da faculdade, Augusto se candidatou a uma vaga no programa Ciências sem Fronteiras para fazer intercâmbio na Alemanha sem falar para ninguém, apenas para o irmão. Nesse mesmo momento, seu pai o convidou para ser sócio em uma empresa de Projetos. Augusto, então, desistiu do intercâmbio e começou a empreender, mesmo antes de formar. Hoje, Augusto continua tocando a empresa em sociedade com seu pai e seu irmão, que é Arquiteto.

Ouça o episódio aqui.

 

Pedro Rodrigues: sempre tive o meu planejamento de carreira

Pedro conta, no Podcast, que manteve por três anos um estágio não remunerado pelo aprendizado que vinha obtendo na construção de um hospital na sua cidade. Ele fala, ainda, sobre o seu planejamento de carreira, que o auxiliou a criar estratégias para chegar onde queria, e que sempre teve em mente o desejo de não trabalhar para os outros, mas empreender. Pedro conta também como se tornou influenciador digital, com o Estruturas e Bim, o maior Instagram de estruturas, com 130 mil seguidores.

Ouça o episódio aqui.


Matheus Queiroz: não relaxe demais diante das oportunidades

Matheus conta como participar da Empresa Júnior ampliou a sua visão para a área de estratégia e de gestão, o que despertou o seu interesse em buscar oportunidades nessa área. Ao sair da Empresa Júnior, Matheus começou a estagiar em uma startup de educação, trabalhando com estratégia, gestão e implementação de indicadores. Após esse estágio, Matheus fez intercâmbio para os Estados Unidos, onde fez um programa de Negócios, tendo a oportunidade de estagiar por quatro meses em um Venture Capital na Califórnia, na área de gestão estratégica. Voltando ao Brasil, Matheus começou a estagiar na área de Engenharia Civil em uma incorporadora imobiliária, até ter a oportunidade, através de um estudo realizado por ele que chegou às mãos do presidente do Esporte Clube Bahia, de começar a trabalhar no Bahia, seu time do coração, onde está até hoje.

Ouça o episódio aqui.

E aí, se inspirou nas trajetórias de carreira dos convidados do nosso podcast? Além dessas entrevistas, você encontra outros bate-papos com profissionais de Engenharia Civil.

Você pode ouvir também, toda terça-feira, um episódio novo do quadro “É Dose!” – a dose semanal de conhecimento do nosso podcast.

Está esperando o que para começar a nos seguir? É só clicar aqui!

17 SEP

Concurso Ceasa (Campinas) 2020: INSCRIÇÕES REABERTAS!

2B Educação

Concurso Ceasa Campinas: inscrições prorrogadas!
 

As Centrais de Abastecimento de Campinas S.A. – CEASA/ CAMPINAS reabriram as inscrições do concurso púlico (que haviam sido encerradas), por conta da pandemia da Covid-19.
 
Mais concursos abertos na área de:
 
 
 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: REABERTAS de 17/09/2020 a 15/10/2020

- Data da prova: a definir

- Banca organizadora: Instituto de Educação e Desenvolvimento Social Nosso Rumo

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 01

- Remuneração: R$ 7.310,79

- Carga horária: 36 horas semanais
 
- Cargo: engenheiro(a) civil
 
- Requisitos: Superior Completo em Engenharia Civil e Registro no CREA

- Material de estudo
 
 

Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!

 
Edital

Acesse o edital clicando aqui. Para ver a retificação de 16/09/2020, clique aqui.
14 SEP

Prefeitura de Sinop (MT): edital publicado para concurso público!

2B Educação

Concurso do município de SINOP - MT
 

Mais concursos abertos na área de:
 
 
 
 
Sobre as inscrições e a prova:
 
- Inscrições: 24/09/2020 a 22/10/2020

- Data da prova: 22/11/2020

- Banca organizadora: Método e Soluções Educacionais LTDA - ME

 
- Escolaridade: ensino superior completo
 
 
Engenharia Civil

- Vagas: 01 + CR

- Remuneração: R$ 5.767,45

- Carga horária: 40 horas semanais
 
- Cargo: engenheiro(a) civil
 
- Requisitos: Ensino Superior em Engenharia Civil + Registro no Órgão de Classe (CREA)

- Material de estudo
 
 
Pedagogia
 
- Vagas: 20 + CR

- Remuneração: R$  3.418,03

- Carga horária: 30 horas semanais
 
- Cargo: Prof. Lic. Em Pedagogia (B-1)
 
- Requisitos: Ensino Superior em Pedagogia.
 


Confira materiais de estudo!
 
Engenharia Civil
 
 
 
 
Pedagogia
 
 
 
 
 
 
Assine a nossa lista VIP 2B:
 
Ao se inscrever você recebe dicas, materiais de estudo gratuitos e notícias sobre editais que saíram e os que ainda estão por vir em primeira mão!
 
Engenharia Civil: clique aqui!
 
Pedagogia: clique aqui!

 
Edital

Acesse o edital clicando aqui.
10 SEP

CONCURSO IME 2020: último dia de inscrição!

2B Educação
Concurso IME 2020: ÚLTIMO DIA de inscrição!
 
O Instituto Militar de Engenharia (IME) reabriu as inscrições para os Concursos de Admissão - CFG/Ativa e CFG/Reserva no período compreendido entre os dias 27 de agosto a 10 de setembro de 2020. Isso mesmo, ATÉ HOJE!
 
Observações importantes:

Para o(a) candidato(a) que ainda não efetuou o pagamento, basta acessar a área do candidato, gerar uma nova GRU com data de vencimento atualizada, efetuar o pagamento e a inscrição será efetivada. 

Conforme o site do IME, as datas das provas não foram modificadas e todo(a)s o(a)s candidato(a)s que efetuaram o pagamento da taxa de inscrição após o dia 19 de agosto de 2020 terão suas inscrições confirmadas automaticamente.
 
DATAS DAS PROVAS - CA CFG 2020/2021:

1ª fase: 11/10/2020; e

2ª fase: 26 a 29/11/2020.

EDITAL RETIFICADO

Para ver na íntegra o edital retificado, clique aqui.

MATERIAL DE ESTUDO

Para conhecer o nosso curso preparatório voltado para o concurso do IME, clique aqui. 

 
10 SEP

Concursos Públicos abertos com vagas para Engenheiro Civil - 2020

2B Educação

Concursos Públicos abertos com vagas para Engenheiro Civil - 2019
Veja aqui a lista de todos os concursos para Engenheiro Civil no Brasil. Uma seleção especial para profissinais de Engenharia Civil.

 

Concurso Engenharia Civil 2020: Clique no que desejar e saiba as vagas, salários e requisitos dos concursos públicos abertos. Nós sempre atualizamos a nossa lista de concursos públicos para engenheiros civis que buscam se inserir no mercado de trabalho em 2020.

Vale ressaltar que sempre buscamos concursos públicos com inscrições abertas e/ou edital divulgado com vagas para engenheiros civis consurseiros, em todo o Brasil, mostrando a vocês as inúmeras áreas de atuação em um concurso de engenharia civil.

Buscaremos concursos de engenharia civill com vagas para diversos entes e as mais variadas instituições: Marinha, Exército, Prefeituras, Petrobrás, Universidades, Institutos Federais e muito mais!

Você, que tem vontade de passar em um concurso com vaga para Engenheiro Civil nesse ano de 2020, deve ficar ligado no nosso blog! Com certeza você encontrará o concurso dos seus sonhos por aqui! Se ainda não tem algum edital em mente, que tal encontrar o edital perfeito hoje?

- Receba dicas em seu e-mail, materiais de estudos e notícias sobre os editais que virão, se inscreva na Lista VIP 2B: Clique aqui e inscreva-se já

 

Materiais de estudos que todo Engenheiro Civil concurseiro deve ter!


Lista dos Concursos abertos com vagas para Engenheiro em 2020.


Concurso da Prefeitura de Rio das Ostras
- Remuneração: 
R$ 7.583,93
- Inscrição: 17/08/2020 a 04/10/2020
 - Vagas: 02
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo



Concursos de Admissão para o IME
- Inscrição: 27/08 a 10/09/2020
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo



Concurso para Auditor Fiscal do Município de Aracaju - SE
- Remuneração: R$
- Inscrição: 
21/08 a 25/09/2020
 - Vagas: R$ 10.421,52
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo



Prefeitura de Padre Paraíso (MG)
- Remuneração: R$ 2.319,98 (20 horas semanais)
- Inscrição: 21/10 a 19/11/2020
 - Vagas: 01
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo


Concurso da Defensoria Pública do Distrito Federal
- Remuneração: 
R$ 5.241,22 + benefícios
- Inscrição: 15/09/2020 a 05/10/2020
 - Vagas: 02 de ampla concorrência
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo



Prefeitura de Salvaterra - PA
- Remuneração: R$
 2.000,00 + Adicional de Nível Superior de 50% do vencimento inicial.
- Inscrição: 29/07/2020 a 04/09/2020
 - Vagas: 01
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo



Câmara Municipal de Imperatriz - MA
- Remuneração: R$ 4.500,00
- Inscrição: 
06/07/2020 a 24/07/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo


Prefeitura de Bom Jesus dos Perdões (SP)
- Remuneração: R$ 5.363,38
- Inscrição: 16/06/2020 a 20/07/2020
 - Vagas: 01 + CR
- Edital e mais informações: clique aqui
- Material de Estudo



Prefeitura de Lagoa Dourada (MG)
- Remuneração: R$ 2.744,62
- Inscrição: 17/08 a 15/09/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência + Cadastro Reserva destinado a PcD
- Edital e mais informações: clique aqui
Material de estudo


Conselho Regional de Medicina - MT
-
Cargo: auditor(a)
- Remuneração: R$ 6.006,51
- Inscrição: 15/06/2020 a 19/07/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência + 20 CR
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Superintendência de Água e Esgoto de Ituiutaba (MG)
- Remuneração: R$ 6.124,91
- Inscrição: 28/07 a 28/08/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de Tupãssi (PR)
- Remuneração: R$ 4.318,77
- Inscrição: 27/05 a 02/07/2020
 - Vagas: Cadastro Reserva
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de Campo Belo (MG)
- Remuneração: R$ 2.716,48
- Inscrição: 15/07 a 14/08/2020
 - Vagas: 01 de ampla concorrência
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo


Prefeitura de São Sebastião do Anta (MG)
- Remuneração: R$ 1.656,72
- Inscrição: 17/08/20 a 17/09/2020
 - Vagas: 01
- Edital e mais informações: clique aqui
Materais de estudo







Quer ter acesso a um banco de provas de concursos de engenharia civil? Basta clicar na imagem abaixo!


Materiais de apoio aos seus estudos:

- Super Livro de engenharia para concursos: Acessar Material
- 2B Civil: Curso Online de Engenharia Civil para Concursos: Acessar Material

- Quer receber dicas em seu e-mail, materiais de estudos e notícias sobre os editais que virão? Lista VIP 2B: Clique aqui e inscreva-se já

 
*Leia também: 7 matérias mais cobradas em concursos de Engenharia Civil.


 
08 SEP

Norma de Desempenho e Patologia das construções

2B Educação
Norma de Desempenho e Patologia das Construções
 
 
Em julho de 2013 passou a vigorar no Brasil a ABNT NBR 15575-2013 – Edificações Habitacionais – Desempenho. Esta norma, dentre seus objetivos, estabelece critérios que visam o desempenho e segurança em edificações habitacionais (e infelizmente no Brasil ainda não existem normas específicas para outros tipos de edificações, tais como a NBR 15575-2013).
 
Como expresso no próprio nome e também como é mais conhecida entre os profissionais, a Norma de Desempenho corrobora as discussões na área da patologia das construções na medida em que a sua observação contribui para a redução na ocorrência das manifestações patológicas.
 
Este artigo foi extraído do nosso sucesso de vendas, o livro Patologia das Construções, elaborado pelos melhores profissionais do mercado. Clique aqui para baixar o nosso e-book gratuito retirado do livro.
 
Para explorarmos melhor o conceito de desempenho e algumas outras definições trazidas por esta norma e já que vínhamos traçando o caminho percorrido pela patologia das construções em sua evolução enquanto ciência, vejamos agora um pouco do pano de fundo histórico até a chegada da norma de desempenho, traçado pelo portal Buidin:
 
• Muitas décadas antes da última atualização da NBR 15575, estudos sobre o tema já haviam sido iniciados e em 1975 já se encontram registros do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) começando a abordagem dessa temática em suas pesquisas.

 
• Novos estudos na área são iniciados nas décadas de 80 e 90 do século passado, tendo acontecido uma pesquisa em 1998, em parceria do IPT, o Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H), que resultaram na criação de uma Comissão de Estudos da ABNT dois anos depois.

 
• Ainda no ano de 2000, essas pesquisas foram alteradas para as conhecidas normas, a partir de convênio estabelecido entre ABNT, caixa Econômica Federal e Ministério da Ciência e Tecnologia.

 
• Em 2007, a primeira edição da ABNT NBR 15575 foi disponibilizada para consulta pública.

 
• Os trabalhos seguiram e em 2008 foi publicado o primeiro documento relacionado à Norma de Desempenho, sendo que ficou para 2010 a exigibilidade da NBR.

 
• Chegando em 2010, houve um adiamento na exigibilidade da norma NBR 15575, a qual foi adiada para 2012 e novamente posta para consulta pública, com nova avaliação de suas exigências.

 
• Entretanto, somente no ano de 2013 a NBR 15575 veio de fato a vigorar e passou então a ser reconhecida em todo o mundo, tendo por objetivo a melhoria na qualidade das edificações habitacionais.

 
O conjunto normativo na NBR 15575 compreende um total de seis partes, as quais são:
 
• Parte 1: Requisitos gerais;
• Parte 2: Requisitos para os sistemas estruturais;
• Parte 3: Requisitos para os sistemas de pisos;
• Parte 4: Requisitos para os sistemas de vedações verticais internas
e externas;
• Parte 5: Requisitos para os sistemas de coberturas;
• Parte 6: Requisitos para os sistemas hidrossanitários.
 
A organização de cada uma destas partes da NBR 15575 foi feita a partir de elementos da construção, contemplando uma sequência de exigências relativas à segurança (segurança estrutural, segurança contra incêndio, segurança no uso e operação), habitabilidade (estanqueidade, desempenho térmico e acústico, desempenho lumínico, saúde, higiene e qualidade do ar, funcionalidade e acessibilidade, conforto tátil e antropodinâmico) e sustentabilidade (durabilidade, manutenibilidade e impacto ambiental).
 
Clique aqui para baixar o nosso e-book gratuito retirado do livro Patologia das Construções.

 

DESEMPENHO

 
A definição de desempenho, trazida pela própria norma, diz respeito ao “comportamento em uso de uma edificação e de seus sistemas”.
 
Ainda sobre o conceito de desempenho, vale citar também a definição abordada pela International Organization for Standardization (ISO) 15686- 1 – General principles and framework, para a qual desempenho em uso seria “o nível qualitativo crítico de uma propriedade em qualquer tempo, ou seja, correspondente ao comportamento em condições de serviço ou uso” (NASCIMENTO, 2016, p. 8).
 
A ISO 15686, elaborada pela British Standard Institution (BSI) em 2011, é uma espécie de norma de desempenho internacional e também tem um papel importante na compreensão dos aspectos relacionados ao desempenho e vida útil das edificações.
 
Não obstante a ideia de desempenho abordada pela NBR 15575 tenha sido pensada com o objetivo final de atendimento às necessidades daqueles que viverão nas edificações construídas, o conhecimento acerca das manifestações patológicas se beneficia disso, uma vez que, para se atender as necessidades do usuário, é necessário que se previna o surgimento de problemas desse tipo.
 
Atrelado ao conceito de desempenho, estão alguns outros termos que a NBR 15575 pontua e que ajudam na construção do entendimento sobre a qualidade buscada para as edificações habitacionais. Esses outros termos são:
 
Requisitos de desempenho – Seriam as condições qualitativas dos atributos que a edificação habitacional precisa possuir, juntamente com seus sistemas, de maneira que também atendam aos requisitos de usuário, a saber: segurança, habitabilidade e sustentabilidade.
 
Critérios de desempenho – Dizem respeito às especificações de cunho quantitativo dos requisitos de desempenho. Esses critérios são apresentados na forma de quantidades mensuráveis, que possam ser objetivamente determinados dentro dos requisitos mencionados anteriormente.
 
Durabilidade – Descrita como a capacidade que a edificação ou seus sistemas possuem para desempenhar suas funções com o passar do tempo, de acordo com as condições de uso e também de manutenção especificadas pelo manual de uso, operação e manutenção.
O termo é comumente associado de forma qualitativa à situação na qual a edificação e seus sistemas mantêm seu desempenho ao longo da vida útil.
 
Manutenção – Refere-se ao conjunto de atividades a serem executadas a fim de que se assegure a conservação ou mesmo a recuperação da capacidade funcional da edificação e dos sistemas que a compõem, de modo que sejam atendidas as necessidades de segurança do usuário.
Acerca ainda da manutenção, faz-se necessário abordar seus os principais tipos, quais sejam: manutenção corretiva, manutenção preventiva e manutenção preditiva.
Manutenção Corretiva – Trata-se da modalidade de manutenção mais dispendiosa, uma vez que é caracterizada pela tomada de ação no sentido do reparo ou recuperação apenas depois da ocorrência da falha, ou seja, o famoso “esperar quebrar para consertar”.
 
Sobre essa questão do custo da manutenção corretiva, Tutikian e Pacheco (2013) reforçam o que postula a lei de Sitter (1984), que atribui um custo para correção crescente, em progressão geométrica em uma razão de cinco, para as etapas de planejamento, execução, manutenção preventiva e manutenção corretiva.
Assim sendo, o gasto com a manutenção corretiva é 125 vezes maior que o gasto na etapa de planejamento.
 
Manutenção Preventiva – De acordo com Gomide et al. (2006), “é aquela que atua antecipadamente, para que não haja a reparação”.
 
Para que cumpra com esse objetivo, é preciso que as atividades sejam programadas em datas previamente estabelecidas, seguindo critérios técnicos e administrativos, balizados por dados estatísticos ou então o histórico de manutenções anteriores.
 
Manutenção Preditiva – É a atividade de manutenção pautada pelo estudo dos equipamentos e sistemas, através da análise de seus comportamentos em uso, objetivando predizer e identificar eventuais anomalias, contribuindo assim, inclusive, para o direcionamento de ações e implementação dos procedimentos a serem realizados na manutenção preventiva.
 
De maneira geral, as manutenções preditivas estão relacionadas às inspeções e monitoramentos, que buscam predizer ações necessárias para manter os sistemas em funcionamento.
 
E, para enfatizar a importância da manutenção no desempenho das edificações, Correia (2013) chama a atenção para a necessidade de se implantar um Programa de Manutenção, com rotinas de inspeção e manutenção estabelecidas e rigorosamente realizadas, contando com registro claro feito pelo profissional responsável, de forma que se permita uma gestão eficaz desse processo.
 
Clique aqui para baixar o nosso e-book gratuito retirado do livro Patologia das Construções.
 
• Manutenibilidade – Trata do nível de facilidade que um sistema, elemento ou componente possui para que seja mantido ou recolocado no estado no qual possa executar suas funções requeridas, de acordo com condições de uso especificadas, quando a manutenção é executada sob condições determinadas, procedimentos e meios prescritos.
 
• Degradação – Diz respeito à diminuição no desempenho da edificação ou de seus sistemas em decorrência da atuação de um ou de vários agentes de degradação.
 
• Agente de Degradação – Está associado a tudo aquilo que atua sobre um sistema, de forma a colaborar na redução de seu desempenho.
 
A partir da apresentação desses conceitos abordados pela NBR 15575 (Norma de Desempenho) e em conformidade com a essência da patologia das edificações – que é investigar as causas das manifestações patológicas, colaborando assim para a prevenção e mitigação das mesmas – se chega ao entendimento que uma das principais vantagens da aplicação desta norma reside na possibilidade de os imóveis apresentarem um tempo de uso muito maior ao longo do tempo.
 
Em tese, quer dizer que as edificações poderão durar muito mais em decorrência dos cuidados adotados durante a sua execução e ao longo da sua utilização.
 
Essas questões sobre a durabilidade da edificação e a possibilidade de extensão da mesma são salientadas no texto da NBR 15575 (Norma de Desempenho), ao serem apresentados os conceitos de Vida Útil (VU) e Vida Útil de Projeto (VUP).

 

VIDA ÚTIL

 
De acordo com a NBR 15575, a VU de uma edificação é uma medida temporal sobre sua durabilidade ou de seus sistemas, ou seja, o tempo em que esses elementos conseguem desempenhar as funções ou atividades para os quais foram projetados, de modo que sejam aferidos os níveis mínimos de desempenho requeridos por esta norma, levando em consideração, inclusive, a realização das ações de manutenção.
 
Ações estas que devem constar no manual de uso, operação e manutenção da edificação.
 
Este manual, por sua vez, é elaborado com base nas orientações trazidas na ABNT NBR 14037 – 2014 – Diretrizes para elaboração de manuais de uso, operação e manutenção das edificações — Requisitos para elaboração e apresentação dos conteúdos, a qual estabelece desde o responsável pela elaboração e entrega (o construtor), o conteúdo a ser incluído no manual, até a linguagem a ser utilizada (para que seja de fácil compreensão) e também a maneira como será disponibilizado.
 
O manual utiliza ainda como referência para sua elaboração a ABNT NBR 5674: 2012 – Manutenção de edificações — Requisitos para o sistema de gestão de manutenção, no que diz respeito ao provimento de informações técnicas necessárias para desenvolvimento das atividades de operação, uso e manutenção da edificação.
 
Vale citar que a NBR 15575 (Norma de Desempenho) traz uma observação sobre o conceito de VU, de modo que não se confunda VU com prazo de garantia legal ou contratual.
 
Além das operações de manutenção, alguns outros fatores influenciam também na VU da edificação, tais como: o uso apropriado da mesma e de suas partes, possíveis alterações no clima, níveis de poluição da região e mudanças no entorno com o passar do tempo etc.
 
Desta forma, o valor final alcançado pela VU será composto pelo valor teórico da VUP sob influência positiva ou negativa destes fatores listados.
 
Clique aqui para baixar o nosso e-book gratuito retirado do livro Patologia das Construções.
 
Em outras palavras, se negligenciado o cumprimento integral dos programas definidos no manual de uso, operação e manutenção da edificação, bem como a incidência de ações anormais do meio ambiente, poderá ser verificado o desenvolvimento de manifestações patológicas, o que ocasionará a redução do tempo de vida útil, podendo este ficar menor que o prazo teórico calculado como vida útil de projeto.

 

VIDA ÚTIL DE PROJETO

 
Ainda de acordo com a NBR 15575, a VUP é o intervalo de tempo estimado para o qual um sistema é projetado, de modo que cumpra com os requisitos de desempenho requeridos pela norma, ou seja, é uma estimativa teórica.
 
O atendimento dos critérios mínimos para a VUP colabora para que não sejam entregues edificações que possuam durabilidade inadequada e que possam comprometer o valor do bem, trazendo assim prejuízos ao usuário.
 
A NBR 15575 (Norma de Desempenho) apresenta uma relação entre a vida útil da edificação e a realização de ações de manutenção, na qual é possível verificar o prolongamento considerável da vida útil quando da realização das manutenções.
 
Clique aqui para baixar o nosso e-book gratuito retirado do livro Patologia das Construções.