Você Sabia? Quando Surgiu Tecnologia da Informação?


Os livros contam que o primeiro esboço de um computador como conhecemos hoje, veio no século passado, lá no ano de 1944, entre uma parceria da gigante IBM e a Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A máquina media em torno de dezessete metros de comprimento por dois metros e meio de altura. Pesava – atenção – quase cinco toneladas! Fora o barulho que a nova invenção ecoava aos ouvidos alheios. Dá pra acreditar? Quanto pesa mesmo o seu notebook? Isso é, se você ainda usa um.

Mas lá se vão quase setenta anos e a tecnologia cada vez mais avançada. Com o passar do tempo, empresas dispensavam as passadas máquinas de datilografar e assim os escritórios iam ficando mais modernos. A partir daí, a maioria de nós já sabe o que aconteceu, né? Junto do progresso, vieram no pacote: computadores, monitores, fios, placas, processadores, alto-falante, teclado, mouse, entre muitos outros. Era muita coisa junta. Muita complexidade. E, claro, uma hora surgiria a necessidade de alguém que lidasse, por dentro, com toda essa parafernália. Foi assim que nasceu o técnico de informática!

Antes, lá no começo dos anos noventa, o nome dado para o curso profissionalizante para os que pretendiam seguir essa carreira era “Processamento de Dados”. A ideia de implantar uma graduação nesse campo soava bastante audaciosa e inovadora para a época. Também, pudera, imagine só? Quem tinha um computador no ano de 1993? Quase ninguém! Um dos primeiros laboratórios para estudantes de informática no Brasil só foi disponibilizado em 1992, pela SETREM (Sociedade Educacional Três de Maio), no Rio Grande do Sul. Ali, era a história sendo feita – ou, para usar a linguagem, sendo conectada!

O tempo passou e foi só em 1999 que o curso ganhou o nome que tem hoje: Técnico em Informática. Cortamos para 2013, onde as funções de uma máquina gigantesca cabem, agora, no bolso. Hoje, já são várias as instituições que formam técnicos em informática espalhadas por todo o país. O ofício se tornou indispensável em qualquer ambiente de trabalho, por mais variado que ele possa ser – desde um banco, uma agência de publicidade ou até a mesmo a padaria na esquina perto da sua casa. Alguém, com certeza, vai precisar de uma “mãozinha” do TI. E como ficam os próximos anos? Bom, isso já é assunto para um próximo texto que, se continuar nesse ritmo, não vai demorar muito para ser escrito.

Fonte: CBSI
ATENDIMENTO: Seg. a Sex.: 09h-18h | (71) 3023-2707 | atendimento@editora2b.com.br