Prova Concurso - Engenharia - 2004-BANCO-DA-AMAZONIA-TECNICO-CIENTIFICO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - BANCO - 2004

Prova - Engenharia - 2004-BANCO-DA-AMAZONIA-TECNICO-CIENTIFICO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - BANCO - 2004

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2004-BANCO-DA-AMAZONIA-TECNICO-CIENTIFICO-ENGENHARIA-CIVIL
Órgão: BANCO
Banca: CESPE
Ano: 2004
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-gabarito.pdf-html.html

 

U N I V E R S I D A D E   D E   B R A S Í L I A (UnB)

 

CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CESPE)

 

 

BANCO

 

DA

 

AMAZÔNIA 

Concurso Público 

Aplicação: 24/10/2004 

 
 

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE) da Universidade de Brasília (UnB) divulga os 

gabaritos oficiais definitivos das provas objetivas aplicadas no dia 24 de outubro de 2004.  
 

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS DAS PROVAS OBJETIVAS 

NÍVEL SUPERIOR 

CONHECIMENTOS BÁSICOS 

PARTE COMUM PARA TODAS AS ÁREAS: CADERNOS ROXO E VERDE

 

1

 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

E  C  E  C  E  C  C  C  C  E  C  C  E  E  C  E  C  E  E 

C  C  E  C  C 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

E  C  C  C  E  E  E  C  E  C  C  C  E  E  C  C  E  E  E  E  E  C  C  C  C 

CONHECIMENTOS

 

ESPECÍFICOS  

C

ARGO 

1:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

C

ONTABILIDADE 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  C E C  E  C C  E  E C E  E  E  E  E C C  E  E  E  E  E  E E  E  C  E  E  C C C C  C  E C 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  C C E  E  C C C  C C C  E C C  C  E  E  E  E  C C C  C C C  C  E  E  E  E C E  E  E E 

 

C

ARGO 

2:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

D

IREITO 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  E E  E C  C  E  E  C C C  E  E C  E  E C C  E  E C  E  C E  E  C  E C  E C  E E 

E C 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  E E C C  E C  E  C  E C  C  E  E  E C C C C  E C  E  E C C  E  E C  C C  E C  E  E C 

 

C

ARGO 

3:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

E

CONOMIA 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

E  E E  E  E  C C  E  E C C  C C  E  C  E C C  E  C  E C  E E C  E  E C  C C  E C  C  E C 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

E  C C C C  E C  E  E  E E  C  E C  C 

E C C  E  E  E  C C  E  C  E  E  E  E  E C  C  E E 

 

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-gabarito.pdf-html.html

 

 

C

ARGO 

4:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

E

NFERMAGEM DO 

T

RABALHO 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

V

ERDE

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

E  C E  E C  C  E C  E C C  E C  E  E C C  E C  C  E C  E C C  C  E  E  E C  E C  C  E E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

E  E E  E  E  C  E C  C  E C  C C  E  C C C  E C  C C C  C E  E  C  E  E  E  E C C  E  E E 

 

C

ARGO 

5:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

E

NGENHARIA 

A

GRONÔMICA 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  E C E C  E C  E  C  E E  E C  E  C C  E C C  E C  E  E C  E  C  E C  C  E  E E  C  C E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

E  E C C  E  E C  E  E  E C  C C  E  C C C  E C  E  E C  C E C  C C  E  C C  E E  E  C E 

 

C

ARGO 

6:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

E

NGENHARIA 

C

IVIL 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C E C  E  C C  E  E C C  E C C  E  E C  E  E  C  E C  E E C  E C C  E C  E C  C  C E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  E E  E C  E C C  E C C  C  E C  C  E C C C  E C C  E E  E  E C  E  E  E  E C  E  E C 

 

C

ARGO 

7:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

E

NGENHARIA DE 

P

ESCA 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

V

ERDE

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

E  E C C  E  C  E  E  E C E  E C  E  E C  E C  E  E  E C  C C  E  C  E C  E C C C  E  E E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  E E  E  E  C C  E  C C E  E C C  E  E C C  E  C  E C  E C C  C  E  E  E  E C C  C  E E 

 

C

ARGO 

8:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

E

NGENHARIA 

F

LORESTAL 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  E E  E C  E  E  E  E C C  C  E C  C  E C  E  E  E C C  E C  E  C C  E  C C  E E  C  E E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  E C E C  C  E C  E C E  C  E  E  E C C  E  E  C C  E  C E C  C  E C  E C  E C  E  E E 

 

C

ARGO 

9:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

E

STATÍSTICA 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

V

ERDE

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  C E C  E  C  E  E  C  E C  E  E C  C  E  E C  E  E C C  E C C  E  E C  E C C C  E  C E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

E  E C E  E  C  E C  E C C  C  E C  C  E C C C  C  E  E  E E  E  E  E C  E  E C E  E  E C 

 

C

ARGO 

10:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

M

EDICINA 

V

ETERINÁRIA 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  E C E C  C C  E  E C E  E C C  E C  E  E C  C C  E  E C C  C C  E  E C  E E  E  C E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  E C E C  C C  E  E C C  E C  E  C  E  E C  E  E C C  E E C  E C C  C  E  E C  C  E E 

 

C

ARGO 

11:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

P

UBLICIDADE

,

 

P

ROPAGANDA E 

M

ARKETING  

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  E E C  E  C C  E  C  E C  E  E  E  C C  E C C  E  E  E  C C  E  E C  E  C C C C  E  C E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  E C C  E  E  E C  E C C  C  E  E  E C C C  E  C  E C  C C C  E C C  E  E  E E  E  C E 

 

C

ARGO 

12:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

T

ECNOLOGIA DA 

I

NFORMAÇÃO 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

R

OXO

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

C  E E C  E  C C  E  C C E  E C C  C  E  E C C  E C  E  E E C  E  E C  E  E C E  C  C E 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  C C E  E  E C  E  C C E  C  E  E  C  E C  E C  C  E C  E C 

E C  E  C  E C C  C  E E 

 

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-gabarito.pdf-html.html

 

 

C

ARGO 

13:

 

T

ÉCNICO 

C

IENTÍFICO 

/

 

Á

REA

:

 

Z

OOTECNIA 

 C

ADERNO DE 

P

ROVAS 

V

ERDE

 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

E  E C C C  E C  E  E C C  C  E  E  E C  E C  E  C C  E  C C  E  C  E C  E C C E  C  E C 

86 

87 

88 

89 

90 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99  100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

E  C E  E C  C  E C  C  E E  E  E C  E C C C  E  E  E C  E C C  E  E  E  E C C E  C  E C 

 
 

NÍVEL MÉDIO

 

 

 

 

       Observações: 

Item anulado. 

 

item com gabarito alterado/atualizado. 

 

C

ARGO 

14:

 

TÉCNICO

 

BANCÁRIO

 

 CADERNO

 

DE

 

PROVAS

 

ROXO

 

1

 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

C  C  C  E  E  E  E  C  E  C  C  E  E  C  C  C  C  E  E  C  E  C  C  E  E  E  C  E  E  C 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

E  E  C  C  E  C  E  C  E  +  E  E  E  C  E  E  C  E  C  C  C  E  C  E  E  E  C  C  E  E 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

86 

87 

88 

89 

90 

E  C  C  E  C  E  E  E  C  C  C  C  E  C  C  C  E 

E  E  E  C  C  C  C  E  E  E  E  E 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99 

100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

E  C  E  C  C  E  C  C  E  E  C  C  C  C  E  C  E  C  E  C  E  E  E  E  C  C  E  C  C 

C

ARGO 

14:

 

TÉCNICO

 

BANCÁRIO

 

 CADERNO

 

DE

 

PROVAS

 

VERDE

 

1

 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

C  C  E  C  E  E  E  C  C  E  E  C  E  C  C  C  C  E  E  E  C  C  C  E  E  C  E  E  C  E 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

E  C  E  E  C  C  E  C  E  +  E  E  C  E  E  E  C  E  C  C  C  E  C  E  E  E  C  C  E  E 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

71 

72 

73 

74 

75 

76 

77 

78 

79 

80 

81 

82 

83 

84 

85 

86 

87 

88 

89 

90 

C  E  C  E  E  C  E  C  E  C  C  E  C  C  C  E  C 

E  E  E  C  C  C  C  E  E  E  E  E 

91 

92 

93 

94 

95 

96 

97 

98 

99 

100  101  102  103  104  105  106  107  108  109  110  111  112  113  114  115  116  117  118  119  120 

C  E  C  E  E  C  C  C  E  E  C  C  C  E  C  E  C  C  C  E  E  E  E  C  E  C  C  E  C 

Prova

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html
cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html
cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 1 –

– CADERNO ROXO –

De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo

designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o código E, caso julgue o item ERRADO.
A ausência de marcação ou a marcação de ambos os campos não serão apenadas, ou seja, não receberão pontuação negativa. Para as
devidas marcações, use a folha de rascunho e, posteriormente, a folha de respostas, que é o único documento válido para a correção
das suas provas.

Nos itens que avaliam Noções de Informática, a menos que seja explicitamente informado o contrário, considere que todos os

programas mencionados estão em configuração-padrão, em português, que o 

mouse está configurado para pessoas destras e que

expressões como clicar, clique simples e clique duplo referem-se a cliques com o botão esquerdo do 

mouse. Considere também que

não há restrições de proteção, de funcionamento e de uso em relação aos programas, arquivos, diretórios e equipamentos mencionados.

CONHECIMENTOS BÁSICOS

(...)
Ainda quando se punham a legiferar ou a cuidar de

1

organizações e coisas práticas, os nossos homens de idéias
eram, em geral, puros homens de palavras e livros; não saíam
de si mesmos, de seus sonhos e imaginações. Tudo assim

4

conspirava para a fabricação de uma realidade artificiosa e
livresca, onde nossa vida verdadeira morria asfixiada.
Comparsas desatentos do mundo que habitávamos, quisemos

7

recriar outro mundo mais dócil aos nossos desejos ou
devaneios. Era o modo de não nos rebaixarmos, de não
sacrificarmos nossa personalidade no contato de coisas

10

mesquinhas e desprezíveis. Como Plotino de Alexandria, que
tinha vergonha do próprio corpo, acabaríamos, assim, por
esquecer os fatos prosaicos que fazem a verdadeira trama da

13

existência diária, para nos dedicarmos a motivos mais
nobilitantes: à palavra escrita, à retórica, à gramática, ao
direito formal.

16

Sérgio Buarque de Holanda. Raízes do Brasil. 26.ª ed. São
Paulo: Companhia das Letras, 1994, p. 163 (com adaptações).

A respeito do texto acima, julgue os itens subseqüentes.

Conclui-se da argumentação do texto que, sem a palavra
escrita, sem a retórica, sem a gramática e o direito formal,
fabricou-se uma realidade artificial e asfixiou-se a verdadeira
vida.

Na linha 1, preservam-se a coerência, as relações
semânticas e a correção gramatical do texto ao se substituir
“se punham a” por começavam a, tanto na locução verbal
explícita quanto na subentendida.

Depreende-se do desenvolvimento das idéias no texto que
“homens” (

R

.2) são qualificados como “puros” (

R

.3) quando

se mostram bem intencionados no trato com as coisas
práticas.

O emprego do pronome relativo “onde” (

R

.6) indica que a

oração que ele introduz apresenta uma situação associada à
expressão “realidade artificiosa e livresca” (

R

.5-6).

O emprego da flexão de plural em “Comparsas” e
“desatentos”, ambos na linha 7, indica que esses termos
qualificam “desejos ou devaneios” (

R

.8-9).

Mantêm-se a coerência textual e o respeito às regras
gramaticais se, em lugar do ponto final imediatamente antes
de “Era” (

R

.9), for empregado o sinal de dois-pontos, desde

que essa forma verbal seja iniciada por letra minúscula.

O texto mostra uma certa visão de mundo em que “coisas
mesquinhas e desprezíveis” (

R

.10-11) estão associadas a

“fatos prosaicos” (

R

.13) da “vida verdadeira” (

R

.6), em

oposição a “realidade artificiosa e livresca” (

R

.5-6),

composta de “sonhos e imaginações” (

R

.4).

Na linha 15, a retirada do sinal indicativo de crase antes de
“palavra escrita”, “retórica” e “gramática” indica que aí se
mantém apenas o artigo definido e, para preservar a
coerência, deve-se escrever apenas o antes de “direito
formal” (

R

.16).

Tenho às vezes sonhos de virar ditador. Não um ditadorzinho

1

qualquer, com medo de mandar e com poderes cerceados
pelas forças ocultas. Mas um verdadeiro ditador, capaz de
penetrar nas entranhas da sociedade e impor minha vontade.

4

Segue uma lista de minhas primeiras providências, para
quando se materializasse meu sonho:

• Em solenidades oficiais, seria cobrada das autoridades

7

uma taxa por minuto de discurso proferido. O tempo gasto
nomeando as autoridades presentes seria cobrado em
dobro. Só o primeiro minuto seria de graça.

10

• Os chefes teriam de entrar em filas de sua repartição
pública e ser atendidos por seus funcionários. Ou
mandariam mãe e cônjuge em seu lugar. Os que exigem

13

papéis inúteis teriam de ficar ajoelhados em grãos de
milho.

• As autoridades educacionais teriam de matricular os

16

filhos na escola sob sua responsabilidade. As de saúde
teriam de se tratar na instituição que dirigem.

(...)

19

Os exemplos estão no limite entre o sério e a brincadeira.
O assunto pode ser visto de forma direta e simples,
lembrando o ditado oriental “Olho por olho, dente por

22

dente”. Quem atrapalha merece ser atrapalhado.

Cláudio Moura Castro. Se eu fosse ditador...
In:  Veja, 15/9/2004 (com adaptações).

Considerando a organização das idéias no texto acima, julgue os
seguintes itens.

Depreende-se da argumentação do texto que o autor opõe
“um ditadorzinho qualquer” (

R

.1-2) a “um verdadeiro

ditador” (

R

.3), atribuindo a cada um, respectivamente, as

seguintes características: temeroso de mandar e com frágeis
poderes diante de forças ocultas; capaz de alterar, pela força
de sua vontade, comportamentos arraigados na sociedade.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 2 –

– CADERNO ROXO –

Preservam-se a coerência textual e a correção gramatical e

mantém-se a idéia de quantidade associada a “uma lista”

(

R

.5), ao se substituir essa expressão pelo pronome algumas.

A expressão “quando se materializasse meu sonho” (

R

.6)

estabelece uma referência temporal que justifica,

textualmente, o emprego do tempo e modo verbais expressos

em “seria” (

R

.7) e “teriam” (

R

.14, 16 e 18).

De acordo com os sentidos do texto, o artigo “os” (

R

.16)

corresponde ao possessivo seus.

Respeitam-se as relações semânticas do texto, bem como as

regras gramaticais, ao se inserir o pronome aquelas

imediatamente antes de “dirigem” (

R

.18).

A argumentação do texto sugere que o ditado “Olho por

olho, dente por dente” (

R

.22) retrata uma realidade

prejudicial à sociedade, que um verdadeiro ditador deve

mudar.

Desde a década de 30 do século passado, o Brasil se

1

empenhou na construção de um serviço público estatal que

fosse capaz de dar suporte a uma moderna sociedade

industrial capitalista.

4

Nessa trilha, foi-se formando uma burocracia estatal

multiforme que tinha o objetivo explícito de atenuar e

controlar os conflitos sociais, fosse pela repressão

7

desapiedada, fosse pela concessão de assistência ou direitos

sociais. Mas um Estado assim conformado não poderia

deixar de ser ele mesmo trespassado pelas contradições

10

sociais e políticas existentes na ordem social burguesa em

construção. Assim é que vários setores profissionais, entre os

quais uma camada de trabalhadores intelectuais estatais

13

conhecidos como servidores ou funcionários públicos,

encontraram no Estado o seu patrão. São professores de

diversos níveis, cientistas, médicos, engenheiros, juristas,

16

bancários, agrônomos. São também operários qualificados,

dotados de um saber específico.

Marcos Del Roio. A parábola do serviço público no Brasil. 

In: Revista Espaço Acadêmico,

n.º 28. Internet: <www.espacoacademico.com.br>. Acesso em 28/9/2003 (com adaptações).

Julgue os seguintes itens, a respeito do texto acima.

Com a função de conferir coesão ao texto, a expressão

“Nessa trilha” (

R

.5) resume e retoma a idéia do parágrafo

anterior: o esforço para criar um serviço público estatal

capaz de dar sustentação a uma sociedade industrial,

moderna e capitalista. 

Os sentidos do texto e as relações de regência verbal

admitem a substituição do artigo antes de “objetivo” (

R

.6)

pela preposição por, sem que a correção gramatical do

período seja prejudicada.

A forma verbal “fosse” (

R

.7 e 8) estabelece relações

semânticas e sintáticas entre os termos que liga, as quais
correspondem a quer ... quer ou a seja ... seja.

Preservam-se a coerência e as relações semânticas do texto
ao se retirar “assim” (

R

.9) e “ele mesmo” (

R

.10), já que tais

termos têm a finalidade apenas de reforçar a argumentação
textual.

De acordo com o desenvolvimento das idéias do texto, as
expressões “trabalhadores intelectuais estatais” (

R

.13),

“servidores ou funcionários públicos” (

R

.14) e “operários

qualificados, dotados de um saber específico” (

R

.17-18)

referem-se ao mesmo grupo de pessoas: “professores de
diversos níveis, cientistas, médicos, engenheiros, juristas,
bancários, agrônomos” (

R

.15-17).

A expressão figurada “encontraram no Estado o seu patrão”
(

R

.15) corresponde, textualmente, a foram ao encontro do

Estado na qualidade de patrão.

A figura acima mostra uma janela do Word 2002 com um texto
que está sendo editado. Com relação a essa janela e ao Word
2002, julgue os itens subseqüentes.

Caracteres não-imprimíveis estão sendo exibidos na janela

ilustrada porque o botão 

 está ativado. Para desativar

esse botão, o que oculta os referidos caracteres, é suficiente
clicá-lo.

Sabendo que a barra de ferramentas 

Desenho

 está sendo

exibida na janela, então, para ocultá-la, é suficiente clicar o

botão .

Caso se selecione o parágrafo iniciado em “O Banco da

Amazônia” e se clique duas vezes o botão 

, em

, o tamanho da fonte em uso será alterado de 14

para 12.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 3 –

– CADERNO ROXO –

Figura I

Figura II

A figura acima mostra uma janela do Excel 2002, com uma
planilha que está sendo editada, contendo o número de clientes
que foram atendidos em uma agência bancária em três dias de
uma semana. Considerando essa figura, julgue os itens seguintes,
relativos ao Excel 2002.

Para se calcular o número total de clientes atendidos nos três
dias mostrados e pôr o resultado na célula 

B5

, é suficiente

realizar a seguinte seqüência de ações: clicar a célula 

B5

,

digitar 

=soma(B2:B4)

 e, em seguida, teclar 

«

.

Para se aplicar negrito às células de 

A2

 a 

A4

, é suficiente

realizar a seguinte seqüência de ações com o 

mouse:

posicionar o ponteiro no centro da célula 

A2

; pressionar e

manter pressionado o botão esquerdo; posicionar o ponteiro

no centro da célula 

A4

,

 liberar o botão esquerdo; clicar 

.

Para se centralizar todos os conteúdos das células da coluna

B

, é suficiente clicar o cabeçalho dessa coluna e, em seguida,

pressionar simultaneamente as teclas 

¨

 e 

C

.

Considerando a janela do Outlook Express 6 (OE6) ilustrada
acima, julgue os itens a seguir.

Os campos associados a 

 e 

 podem

ter sido preenchidos, respectivamente, com os conteúdos

 e 

, por meio de funcionalidades acessíveis ao

se clicar os botões 

 e 

.

Caso se deseje anexar à mensagem de correio eletrônico
ilustrada arquivo criado a partir do uso de aplicativos do
Office XP, é possível fazê-lo por meio de funcionalidades

acessíveis ao se clicar o botão 

.

A figura I acima ilustra uma janela do Internet Explorer 6 (IE6)

contendo uma página do sítio http://www.google.com.br,

especializado na busca de informações na Internet. O conteúdo

dessa página instrui o usuário na realização de pesquisa avançada

utilizando as ferramentas disponibilizadas pelo sítio. A figura II,

por sua vez, mostra uma página do referido sítio na qual o usuário

define parâmetros para uma pesquisa avançada. Considerando

essas informações, julgue os itens subseqüentes.

As informações definidas na página 

web mostrada na figura

II estão de acordo com as instruções contidas na página

ilustrada na figura I e, por conseqüência, permitirão realizar

busca mais estreita, ou menos ampla, conforme denominado

na página da figura I.

A página do sítio http://www.google.com.br poderia ser

acessada ao se clicar o botão 

, caso essa página tivesse

sido previamente definida como página de pesquisa do IE6.

Essa definição pode ser efetivada a partir de recursos

disponibilizados por meio do botão 

.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 4 –

– CADERNO ROXO –

Considerando a página 

web mostrada na figura acima, que ilustra uma

janela do IE6, julgue os itens seguintes.

O conteúdo dessa página descreve a tecnologia denominada Intel
Centrino. Essa tecnologia permite velocidades de 

clock para um

computador superiores a 25 GHz e é dedicada a servidores de
redes WLAN no padrão IEEE 802.11. Esses servidores devem
ser capazes de oferecer aos usuários tráfego de dados com taxas
superiores a 20 Gbps.

Ao mencionar que “você está pronto para se conectar à Internet
ou à rede corporativa, sem fios e sem placa adaptadora graças à
capacidade integrada de LAN sem fio 802.11b”, o texto contido
na página está indiretamente afirmando que a tecnologia Intel
Centrino dispensa o uso dos protocolos TCP/IP na conexão à
Internet, desde que o acesso seja feito em uma rede WLAN.

Com relação às funcionalidades disponibilizadas por meio da janela
do Windows XP ilustrada na figura acima, julgue os seguintes itens.

Essa janela pode ser obtida por meio de recursos acessíveis a
partir da janela 

Painel de controle

, que, por sua vez, pode ser

aberta utilizando-se opção do 

menu 

Iniciar

 do Windows XP.

Ao se clicar o botão 

, todos os aplicativos

acessórios do Windows XP, tais como o Word, o Excel

e o Paint, serão removidos do computador no qual a

janela está sendo executada.

Com relação às funcionalidades acessíveis a partir da janela

do Windows XP ilustrada na figura acima, julgue o item que

se segue.

Desde que haja configurações adequadamente realizadas,

por meio do botão

 é possível que a janela

do IE6 ilustrada a seguir seja obtida.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 5 –

– CADERNO ROXO –

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou um

pacote de duras medidas para fortalecer a segurança do país e
combater o terrorismo — rapidamente interpretadas como novas
ações para fortalecer seu poder e enfraquecer os governos
regionais e os direitos dos cidadãos. Oposicionistas acusaram
Putin de explorar a tragédia da escola de Beslan para fins
políticos. Isto porque, apesar de o foco declarado ser a luta
antiterror, parte do pacote se refere a mudanças no sistema
eleitoral. As medidas prevêem a eliminação da eleição por voto
direto dos líderes das 89 instâncias de poder em que se divide a
Federação Russa, a supressão da votação de deputados por
região, a reinstauração da pena de morte, a ampliação dos
controles nas fronteiras, a instituição de um código de cores de
alerta antiterror e a formação de uma poderosa agência central
antiterror.

O Estado de S. Paulo, 14/9/2004, p. 14 (com adaptações).

Tendo o texto acima como referência inicial e considerando
aspectos marcantes da realidade russa e do mundo
contemporâneo, julgue os itens seguintes.

A “tragédia da escola de Beslan”, a que se refere o texto,
ganhou as manchetes da mídia mundial pela dimensão do
horror que causou: o ataque terrorista terminou com o saldo
de mais de trezentas pessoas mortas, crianças em sua grande
maioria.

A forma pela qual as autoridades russas reagiram ao ataque
terrorista em Beslan mereceu críticas de alguns países e de
instituições internacionais, pois teria contribuído para a
ampliação de um quadro que, por si só, já era grave e
desumano.

As medidas anunciadas por Putin, citadas no texto, sob
vários aspectos contrastam com a tradição democrática das
instituições políticas russas, que vigoraram até mesmo
durante a maior parte do período soviético.

Entre os problemas que a Rússia vem enfrentando nos
últimos anos, um dos mais graves é o do separatismo, como
é o conhecido caso da Chechênia. Esse fenômeno,
desconhecido ao tempo da vigência do modelo soviético,
somente se revelou alguns anos após a desintegração da
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

Infere-se do texto que algumas das medidas anunciadas por
Putin parecem seguir o modelo adotado pela administração
George W. Bush, como resposta aos traumáticos atentados
de 11 de setembro de 2001 contra os Estados Unidos da
América. 

Ao fazer alusão aos episódios que ensangüentaram Beslan,
na região da Ossétia, o texto se reporta ao terrorismo, que,
sob as mais diversas inspirações e lideranças, adquire
posição de destaque no panorama mundial, neste início do
século XXI.

Para os apoiadores de Putin dentro e fora do país as medidas
por ele adotadas têm caráter pedagógico, qual seja, o de
alertar os terroristas — que pela primeira vez agiram no país
— para a inutilidade de atos dessa natureza contra um
Estado que não abre mão de sua força nem se dispõe a
negociar com criminosos desse tipo.

Em tese, o caminho adotado por Vladimir Putin parece se
opor, filosófica e conceitualmente, àquele assumido por
George W. Bush, para quem o combate ao terrorismo
internacional requer, em primeiro plano, a via da negociação
política e diplomática e, em caso de fracasso desta, a ação
militar.

O fato de a Rússia não mais participar do Conselho de
Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), desde
que a URSS desapareceu, tornou mais fácil a tarefa norte-
americana de amealhar apoios às suas incursões militares
pelo mundo afora.

Caso se concretize a intenção de Putin, cujas propostas estão
sintetizadas no texto, a Rússia se transformará no único
grande país, entre os quinze mais poderosos do planeta, a
admitir em sua legislação a pena de morte.

Depois de quase três horas de avião, partindo de onde o

Solimões e o Negro se encontram para formar o Amazonas, o
maior rio do planeta, viajando sobre um mundo verde e de
esperança quase intocável lá embaixo, a aventura moderna de
Urucu se descortina. A maior reserva de petróleo explorada em
terra no Brasil (60 mil barris/dia), onde também se encontra um
quarto de toda a reserva de gás natural já prospectado pela
PETROBRAS — 6 milhões de metros cúbicos/dia e mil toneladas
de gás de cozinha —, aparece circunscrita a 60 poços perfurados
em plena selva. Emoldurada em verde intenso, a paisagem é
industrial. Nenhum de seus 1.368 trabalhadores pode levar
família para a reserva. Construir casas, trazer parentes e avançar
além, sobre a selva, nem pensar. Muito menos abrir um comércio,
uma venda, depois uma primeira estrada, o que provocaria,
inevitavelmente, o primeiro desmate. Não é permitido, enfim,
realizar nenhuma atividade que induza a miséria social ou
qualquer tipo de poluição fora da planta industrial de Urucu.

Hiram Firmino. Urucu: o ouro negro e verde da Amazônia. 

In: JB

Ecológico, Jornal do Brasil, ano 3, n.º 31, ago./2004, p. 42 (com adaptações).

A partir do texto acima e considerando os elementos constituintes
do conceito e das práticas de desenvolvimento sustentável, julgue
os itens subseqüentes.

Subentende-se do texto que, confirmando o caráter profético
da incansável pregação de Monteiro Lobato na década de 30,
Urucu confirma a verdade somente agora conhecida de que
é em terra que o Brasil dispõe de suas maiores reservas de
petróleo e de gás natural.

As precauções existentes em Urucu, algumas das quais
mencionadas no texto, apontam para a decisão de se afastar
do modelo antigo de ocupação humana, assentado na crença
— hoje bastante criticada — de progresso a qualquer custo.

No modelo de exploração econômica tratado no texto,
referenciado pelos princípios do desenvolvimento
sustentável, recompor a flora nas áreas desmatadas, realizar
estudos ambientais básicos e estimular o diálogo entre seus
técnicos e ambientalistas são algumas das atitudes esperadas
de seus executores.

Pelo interesse — científico, particularmente — que a
Amazônia suscita em todo o mundo, pode-se supor que a
eventual utilização de métodos equivocados na produção ou
acidentes ambientais de graves proporções em um projeto
como o de Urucu ensejariam protestos em escala planetária
e colocariam em xeque a credibilidade do país no trato de
sua mais famosa floresta.

Observadas as peculiaridades da região onde se instalou o
projeto Urucu, a utilização de mão-de-obra regional seria
uma forma de valorizá-la e não estimular o fluxo de
forasteiros. De igual modo, impedir que familiares
acompanhem os trabalhadores traduz a preocupação de não
estimular a criação de núcleos urbanos no local.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 6 –

– CADERNO ROXO –

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Julgue os itens a seguir, relativos a instalações sanitárias prediais.

Em prédios de dois ou mais pavimentos, os tubos de queda
devem ser prolongados até acima da cobertura.

As caixas de gordura podem ser de concreto, alvenaria de
tijolos ou ferro fundido e fechadas hermeticamente com
tampa de ferro removível.

Para a elaboração de projeto das instalações prediais de
esgotos sanitários, é suficiente a definição completa dos
elementos do projeto de arquitetura do edifício, com plantas
na escala 1:50, cortes e fachadas.

Ensaios com fumaça permitem a identificação de
vazamentos em instalações sanitárias após a colocação dos
aparelhos.

Tubulações de concreto podem ser utilizadas em partes
internas de prédios residenciais, desde que possuam
revestimentos lisos e sejam impermeabilizadas internamente.

O desenho acima apresenta parte da instalação elétrica de uma
residência. Para a situação apresentada no desenho, o
componente da instalação indicado pela letra

A é um eletroduto no teto.

B é uma tomada baixa de luz na parede.

C é um interruptor de três seções.

D é uma tomada de luz no teto.

E é um interruptor de uma seção.

Com relação a componentes de instalações telefônicas de

edifícios, julgue os itens subseqüentes.

A caixa de passagem é destinada a limitar o comprimento da

tubulação, eliminar curvas e facilitar o puxamento de cabos

e fios telefônicos.

O poço de elevação é um compartimento apropriado,

reservado para uso exclusivo da concessionária do serviço

telefônico, que substitui a caixa de distribuição geral em

alguns casos.

A tubulação primária é a parte da tubulação que abrange a

caixa de distribuição geral, as caixas de distribuição e as

tubulações que as interligam.

A organização e a segurança de canteiros de obras e seus

componentes é fundamental para a produtividade, qualidade e

segurança das atividades de construção de obras civis. Com

relação a esse tema, julgue os itens seguintes.

Os vestiários de canteiros de obras devem ter pisos de

concreto, cimentados, de madeira ou de material equivalente.

Os alojamentos de operários com camas simples devem ter

pé-direito de 2,10 m.

O local para refeições do canteiro de obras deve ter ligação

direta com as instalações sanitárias.

Em pisos elevados, na falta de elementos protetores

apropriados, os materiais de construção não podem ser

empilhados a uma distância de suas bordas menor que a

equivalente à altura da pilha.

As escadas de mão podem ter até 9 m de extensão e o

espaçamento entre os degraus deve ser uniforme.

Os equipamentos de soldagem elétrica utilizados nos

canteiros de obras não precisam de aterramento.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 7 –

– CADERNO ROXO –

A

B

C

N

D

apoio

O desenho acima apresenta uma ligação por entalhe entre
elementos de uma estrutura de madeira. A força N é aplicada pelo
elemento inclinado sobre o elemento horizontal. Para as
condições apresentadas na figura, julgue os itens a seguir,
relativos a características e dimensionamento desse tipo de
ligação.

A ligação apresentada no desenho é do tipo dente simples.

No dimensionamento da ligação, admite-se que o
cisalhamento da peça horizontal ocorra ao longo do plano
BD.

A profundidade do dente do entalhe é função da tensão
de compressão admissível no plano definido pelos pontos
A e B.

A força de resistência por atrito ao longo do comprimento
BC é significativa e deve ser considerada no
dimensionamento da ligação.

Com relação a controle de materiais e de execução de obras e
serviços, julgue os seguintes itens.

Em obras civis convencionais, a quantidade mínima de
cimento por metro cúbico de concreto é de 150 kg.

Não deve ser usado concreto simples para blocos sobre
estacas de fundação.

Para que a areia possa ser utilizada na confecção de
concretos simples, a percentagem máxima em peso de
torrões de argila em relação ao peso total dessa areia tem de
ser igual a 10%.

Os requisitos de segurança, durabilidade e funcionalidade
condicionam fortemente o dimensionamento de estruturas de
concreto armado. Com relação a tais estruturas, julgue os itens
subseqüentes.

As emendas por transpasse de barras tracionadas em
estruturas de concreto armado são feitas pela justaposição de
duas barras ao longo do comprimento de transmissão.

Em armaduras de protensão de vigas de concreto protendido,
as ancoragens intermediárias móveis devem ser localizadas
junto à face externa do banzo superior ou do banzo inferior,
a fim de que possam ser tracionados os cabos de protensão.

Um pilar poderá ser considerado um pilar-parede quando a

menor dimensão da sua seção transversal for menor que 

da maior.

Na análise estrutural de estruturas reticuladas de concreto, a
análise plástica não pode ser adotada quando se consideram
os efeitos de segunda ordem global.

O estado-limite último de uma peça de concreto é atingido
quando as solicitações aplicadas à peça provocam o início da
formação de fissuras.

A seção transversal de vigas-parede não deve apresentar
largura menor que 15 cm, podendo ser reduzida,
respeitando-se um valor mínimo absoluto de 10 cm em
casos excepcionais, desde que atendidas outras condições
específicas.

Julgue os itens que se seguem, relativos a irrigação e drenagem.

Para efeito de dimensionamento de um sistema de irrigação,
a quantidade de água que deve ser fornecida às unidades
agrícolas depende da evapotranspiração, da disponibilidade
de água precipitada e da perda d’água na propriedade
agrícola.

A capacidade de campo é o teor de umidade do solo depois
que, por drenagem natural, tenha se escoado a maior parte da
água gravitacional.

O método do tubo permite a determinação da quantidade de
água perdida, por unidade de área e por escoamento
superficial em um sistema de irrigação.

Em uma rede de drenagem, os poços de visita proporcionam
acesso aos condutos, para limpeza.

A impermeabilização bem projetada e bem executada aumenta a
durabilidade e contribui para a salubridade de construções civis.
Com relação a esse tema, julgue os itens a seguir.

A camada de imprimação visa amortecer os esforços
dinâmicos atuantes sobre o sistema de impermeabilização.

Na execução de um sistema de impermeabilização de uma
laje de concreto com manta elastomérica (EPDM), a emulsão
adesiva deve ser aplicada imediatamente após a execução da
camada de regularização sobre a laje.

Na execução de um sistema de impermeabilização com
emulsão asfáltica, o consumo típico de 

primer é de 2,5 L/m

2

.

Na impermeabilização com asfalto quente moldado 

in loco,

uma membrana é aplicada tendo armadura em número e
gramatura compatíveis para cada uso.

Julgue os itens a seguir, relativos a hidráulica.

O raio hidráulico de um canal é igual à área da sua seção
transversal molhada dividida pela profundidade.

O medidor Venturi permite medir a vazão em condutos
forçados.

A ventosa permite a entrada de ar em um conduto forçado
quando a pressão no interior do conduto fica abaixo de um
valor prefixado.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 8 –

– CADERNO ROXO –

1
0/45

0/60
0/40

1

3
15

27

 argila 

 areia

NA

 aterro 

6m

A figura acima apresenta a seção transversal de um aterro a ser

construído sobre uma camada de argila saturada. São também

apresentados resultados do índice de resistência à penetração

obtidos em uma sondagem a percussão. Com relação à situação

apresentada na figura, julgue os itens que se seguem.

Os valores de índice de resistência à penetração obtidos na

sondagem a percussão indicam que a argila de fundação é

uma argila rija.

Admitindo-se que o aterro seja construído rapidamente, a

época mais crítica para a sua estabilidade ocorre durante ou

imediatamente após a sua construção.

Assumindo-se como válida a teoria do adensamento

unidimensional de Terzaghi, caso o material de aterro seja

impermeável e se construa um colchão drenante de areia na

sua base, o tempo necessário para que se atinja um dado

valor de percentagem de adensamento da argila de fundação

será quatro vezes menor que o tempo que se levaria para se

atingir a mesma percentagem de adensamento sem a

presença do colchão.

A utilização de drenos verticais de areia seria mais eficiente

para acelerar os recalques por adensamento primário da

argila de fundação que a utilização do colchão drenante na

base do aterro.

O fator de segurança contra o deslizamento dos taludes do

aterro depende somente da altura do aterro.

Julgue os itens a seguir, relativos a janelas e esquadrias de

prédios.

A fixação das esquadrias de ferro-cantoneira pode ser feita

com grampos de ferro em cauda de andorinha, chumbados na

alvenaria com argamassa de cimento e areia.

A peroba-rosa é comumente empregada na confecção de

batentes de janelas.

As instalações hidráulicas prediais constituem em componentes

fundamentais para o perfeito abastecimento de água para os

apartamentos e a segurança contra incêndios. Com relação a esse

assunto, julgue os itens subseqüentes.

A vazão no bocal de um hidrante de uma instalação de

combate a incêndios depende somente da pressão dinâmica

na boca do esguicho e do seu coeficiente de descarga.

A capacidade dos reservatórios destinados ao combate a

incêndios deve ser suficiente para garantir o suprimento dos

pontos de hidrantes considerados em uso simultâneo, durante

um intervalo de tempo que depende da área construída.

Nas instalações de água quente, que utilizam aquecedores

elétricos de acumulação (

boilers), a entrada de água fria no

reservatório (tambor) deve ser feita pela parte inferior de um

lado e a saída de água quente deve ocorrer pela parte

superior do lado oposto.

Os tubos de cobre são comumente utilizados em instalações

de água quente.

No sistema de abastecimento de água fria do tipo

hidropneumático, parte dos aparelhos e torneiras é

alimentada diretamente pela rede pública e parte pelo

reservatório superior.

A elaboração do orçamento de um obra civil é uma das etapas

mais importantes para o planejamento e controle de custos de um

empreendimento. Julgue os itens a seguir, relacionados a

orçamentos de obras civis.

As despesas relacionadas a equipamentos empregados no

canteiro de obra para a execução dos serviços de construção

são consideradas como custos diretos.

Para o preenchimento da ficha de composição do custo

unitário, é necessário o conhecimento dos custos pertinentes

a cada item da ficha, coletados no comércio.

A taxa de BDI de uma obra independe dos custos associados

à administração geral (escritório central) da empresa.

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

UnB / CESPE – BASA – Concurso Público – Aplicação: 24/10/2004

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

Cargo 6: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil

– 9 –

– CADERNO ROXO –

 argila mole 

 areia fofa

NA

2,9
4

8

 11 m (impenetrável

à percussão)

z (m)

0

 areia siltosa, medianamente compacta

 argila dura 

Com relação a especificação e controle de materiais de

construção de obras prediais, julgue os itens que se seguem.

A arqueadura é um defeito da madeira que se caracteriza por

separações descontínuas entre fibras vizinhas.

As manilhas de grês não devem ser utilizadas em tubulações

de águas residuárias.

O selador permite fechar rachaduras e buracos menores da

superfície de uma parede com reboco a ser pintada.

As chapas de vidro devem ser armazenadas empilhadas,

apoiadas em material que não lhes danifique os bordos, com

uma leve inclinação em relação à vertical.

As placas de poliestireno expandido não devem ser

utilizadas como isolantes térmicos.

Com referência à Lei n.º 8.666, de 21/6/1993, que estabelece

normas gerais sobre licitações e contratos administrativos

pertinentes a obras, serviços, inclusive de publicidade, compras,

alienações e locações no âmbito dos poderes da União, dos

estados, do Distrito Federal e dos municípios, julgue os itens

subseqüentes.

O convite é a modalidade de licitação entre interessados

devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as

condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia

anterior à data do recebimento das propostas, observada a

necessária qualificação.

Qualquer cidadão é parte legítima para impugnar edital de

licitação por irregularidade na aplicação da referida lei,

devendo protocolar o pedido até 10 dias úteis antes da data

fixada para a abertura dos envelopes de habilitação.

O desenho acima apresenta as condições de um terreno sobre o

qual se pretende construir um prédio residencial com 12

pavimentos, sem subsolo. Com relação aos tipos de soluções de

fundações que poderiam ser utilizadas para o referido prédio,

julgue os itens a seguir.

A solução em sapatas poderia ser utilizada, desde que o

bulbo de tensões de cada uma delas não atingisse a camada

de argila mole.

A fundação do tipo tubulão a céu aberto não seria indicada

para as condições apresentadas na figura.

Estacas do tipo Franki não poderiam ser utilizadas em

virtude de o nível d’água freático estar próximo à superfície

do terreno.

A fundação do tipo baldrame poderia ser utilizada para os

pilares localizados ao longo do perímetro do prédio.

Para as condições da figura, poderiam ser utilizadas estacas

pré-moldadas de concreto, com pontas instaladas a

profundidades superiores a 8 m.

RASCUNHO

cespe-2004-banco-da-amazonia-tecnico-cientifico-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

Universidade de Brasília (UnB)