Prova Concurso - Pedagogia - 2006-PREFEITURA-DE-FLORIANOPOLIS-SC-AUXILIAR-DE-ENSINO-EDUCANDOS-COM-DEFICIENCIA-2 - FEPESE - PREFEITURA - 2006

Prova - Pedagogia - 2006-PREFEITURA-DE-FLORIANOPOLIS-SC-AUXILIAR-DE-ENSINO-EDUCANDOS-COM-DEFICIENCIA-2 - FEPESE - PREFEITURA - 2006

Detalhes

Profissão: Pedagogia
Cargo: 2006-PREFEITURA-DE-FLORIANOPOLIS-SC-AUXILIAR-DE-ENSINO-EDUCANDOS-COM-DEFICIENCIA-2
Órgão: PREFEITURA
Banca: FEPESE
Ano: 2006
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

PEDAGOGOUFPA2018
PEDAGOGOUNIFESSPA2018
PEDAGOGOEBSERH2018

Gabarito

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-gabarito.pdf-html.html

Secretaria Municipal de Educação

Edital 002/2006

Gabaritos das Provas

Conhecimentos Gerais

1

2

3

4

5

6

7

8

9 10

d

b

e

c

d

a

b

e

c

a

Conhecimentos Específi cos

Educação Infantil na Rede Municipal 
de Ensino e Entidades Conveniadas

Educação Infantil (9929)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

b

e

d

a

c

e

b

d

c

a

Séries Iniciais do Ensino Fundamental e 
Educação de Jovens e Adultos na 
Rede Municipal de Ensino e Entidades Conveniadas

Séries Iniciais (9914)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

b

c

d

a

e

b

a

d

e

c

Educação Especial na Rede Municipal 
de Ensino e Entidades Conveniadas

Educação Especial (9915)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

e

a

e

b

c

b

d

c

a

d

Intérprete de LIBRA (9972)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

d

b

c

a

a

e

c

e

a

b

Instrutor de LIBRA (9973)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

d

a

e

b

c

e

b

c

d

a

Auxiliar de Ensino (9974)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

c

d

e

a

c

e

b

d

a

b

Educação Básica na Rede Municipal 
de Ensino e Entidades Conveniadas

Ciências (9907)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

e

a

d

a

b

e

b

e

c

d

Ed. Artística • Artes Cênicas (9943)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

a

c

b

d

e

d

e

a

b

a

Ed. Artística • Artes Plásticas (9945)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

c

a

d

b

e

c

a

b

e

d

Ed. Artística • Música (9942)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

e

c

a

b

d

b

d

c

b

e

Educação Física (9912)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

b

e

d

c

b

e

c

a

a

c

Espanhol (9930)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

d

b

a

e

b

c

c

a

d

e

Geografi a (9905)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

e

b

a

d

b

c

a

d

c

e

História (9904)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

e

c

e

d

b

a

b

d

a

c

Inglês (9902)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

b

e

a

d

c

e

d

c

a

b

Português (9901)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

c

a

e

d

e

b

a

c

d

b

Português e Inglês (9903)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

d

a

e

c

b

e

a

d

b

c

Matemática (9908)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

b

d

a

c

e

d

b

e

c

d

Dança Escolar (9975)

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

a

c

b

a

d

e

c

e

b

a

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-gabarito.pdf-html.html

Secretaria Municipal de Educação

Edital 002/2006

Gabaritos das Provas
(Disciplina 2)

Conhecimentos Específi cos

Educação Infantil na Rede Municipal 
de Ensino e Entidades Conveniadas

Educação Infantil (9929)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

b

e

d

a

c

e

b

d

c

a

Séries Iniciais do Ensino Fundamental e 
Educação de Jovens e Adultos na 
Rede Municipal de Ensino e Entidades Conveniadas

Séries Iniciais (9914)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

b

c

d

a

e

b

a

d

e

c

Educação Especial na Rede Municipal 
de Ensino e Entidades Conveniadas

Educação Especial (9915)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

e

a

e

b

c

b

d

c

a

d

Intérprete de LIBRA (9972)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

d

b

c

a

a

e

c

e

a

b

Instrutor de LIBRA (9973)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

d

a

e

b

c

e

b

c

d

a

Auxiliar de Ensino (9974)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

c

d

e

a

c

e

b

d

a

b

Educação Básica na Rede Municipal 
de Ensino e Entidades Conveniadas

Ed. Artística • Artes Plásticas (9945)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

c

a

d

b

e

c

a

b

e

d

Ed. Artística • Música (9942)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

e

c

a

b

d

b

d

c

b

e

Espanhol (9930)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

d

b

a

e

b

c

c

a

d

e

Geografi a (9905)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

e

b

a

d

b

c

a

d

c

e

História (9904)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

e

c

e

d

b

a

b

d

a

c

Inglês (9902)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

b

e

a

d

c

e

d

c

a

b

Português e Inglês (9903)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

d

a

e

c

b

e

a

d

b

c

Matemática (9908)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

b

d

a

c

e

d

b

e

c

d

Dança Escolar (9975)

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

a

c

b

a

d

e

c

e

b

a

Prova

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html

Secretaria Municipal de Educação

Processo Seletivo (edital 002/2006)

Caderno

de Prova

Educação Especial na Rede Municipal de Ensino e Entidades Conveniadas

Auxiliar de Ensino para 
educandos com defi ciência (9974)

Disciplina 2

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html
fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html

Secretaria Municipal de Educação

Página 3

Conhecimentos Específi cos

Dia: 19 de novembro de 2006 • Horário de início: 8:30 h

Duração: 3 horas (para o candidato que optou por uma área/disciplina), 

4 horas (para o candidato que optou por duas áreas/disciplinas), 
incluído o tempo para o preenchimento do cartão-resposta.

Instruções

Para fazer a prova você usará:

um 

caderno de conhecimentos gerais;

um 

caderno de conhecimentos específi -

cos para cada área/disciplina escolhida;
uma 

folha de redação;

um 

cartão-resposta que contém o seu 

nome, número de inscrição e espaço para 
assinatura.



Confi ra o número que você obteve 
no ato da inscrição com o que está 
indicado no cartão-resposta.

Verifi que, nos cadernos de provas, se faltam folhas, se a seqüência de questões, no total de 10 
(dez) para cada caderno, está correta e se há imperfeições gráfi cas que possam causar dúvidas.

Comunique imediatamente ao fi scal qualquer irregularidade.

Não é permitido qualquer tipo de consulta 
durante a realização da prova.

Para cada questão são apresentadas 5 
(cinco) alternativas diferentes de respostas 
(a, b, c, d, e). Apenas uma delas constitui a 
resposta correta em relação ao enunciado 
da questão.

A interpretação das questões é parte 
integrante da prova, não sendo permitidas 
perguntas aos fi scais. 

Não destaque folhas da prova.

Ao terminar a prova, entregue ao fi scal os cadernos de provas completos, a folha de redação e o 
cartão-resposta devidamente preenchido e assinado.

O gabarito da prova será divulgado no site

http://pspmf.fepese.ufsc.br

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html

Conhecimentos Específi cos

Página 4

Conhecimentos Específi cos

(10 questões)

21. A sigla FCEE refere-se a uma instituição criada por 
lei Estadual para tratar de questões relacionadas à 
Educação Especial e quer dizer:

(  )  Fundação do Estado de Santa Catarina.
(  )  Fundação Carinho Estímulo e Esperança.
( X )  Fundação Catarinense de Educação Especial.
(  )  Fundo Catarinense para Estudo Especial.
(  )  Fundo Catarinense para Estudo e Ensino.

22. As crianças que, no processo de aprendizagem, 
apresentam necessidades específi cas adequadas a sua 
condição de escolarização, compõem um grupo de 
alunos:

(  )  com especial idade física.
(  )  com educação e ensino básico.
(  )  de atendimento, potencial e ensino.
( X )  com necessidades educativas especiais.
(  )  de aprendizagem educacional e sistema.

23. O processo de inclusão das pessoas consideradas 
defi cientes no ensino regular aponta, em seus objeti-
vos gerais, que é importante:

(  )  Atender as idades cronológicas explícitas por 

leis gerais.

(  )  Cuidar para que elas se comportem sempre 

de forma regular em ambientes.

(  )  Eliminar o preconceito que existe em relação a 

alguns professores nas fases de escolarização.

(  )  Eliminar a presença de todos os sintomas das 

enfermidades físicas e orientação familiar.

( X )  Lutar para garantir oportunidade de educa-

ção como direito de todos os alunos, indepen-
dentemente de sua condição.

a.
b.
c.
d.
e.

a.
b.
c.
d.
e.

a.

b.

c.

d.

e.

24. O termo LIBRAS refere-se à:

( X )  Língua Brasileira de Sinais.
(  )  Língua Portuguesa do Brasil.
(  )  Liga Brasileira de Auxílio ao Surdo.
(  )  Línguas Brasileiras para Defi cientes.
(  )  Língua Brasileira de Assistência ao Defi ciente.

25. Os alunos cegos precisam receber ajuda especiali-
zada para lerem se utilizando de:

(  )  Escrita de Brante com referências visuais.
(  )  Apoio da oralização do professor, somente.
( X )  Livros e materiais didáticos produzidos em 

Braile.

(  )  Ensino de comunicação por sinais que pos-

sam ser visualizados.

(  )  Comunicação pelo olfato, pois este é um sen-

tido preservado.

26. O acesso e permanência de alunos portadores de 
defi ciência, preferencialmente na rede regular de ensi-
no, está prevista em um dos seguintes textos ofi ciais:

(  )  Declaração de Brasília, de 2006.
(  )  Normas SEESP, do fi nal, de 2006.
(  )  Lei dos Conselhos de Educação Geral, de 2006.
(  )  Lei de Diretoras Brasileiras, de 1988.
( X )  Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 

de 1996.

a.
b.
c.
d.
e.

a.
b.
c.

d.

e.

a.
b.
c.
d.
e.

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html

Secretaria Municipal de Educação

Página 5

27. Para não criar uma situação desconfortável quan-
do se trabalha com alunos que são considerados pela 
escola como defi cientes, o mais recomendado é:

(  )  Fazer de conta que a defi ciência não existe 

para tornar a relação mais humana.

( X )  Reconhecer seus plenos direitos à educação e 

as possibilidades de apropriação do conheci-
mento veiculado na escola.

(  )  Aceitar a defi ciência e ter calma já que não se 

pode fazer quase nada mesmo.

(  )  Ajudar o aluno a ser dócil e a compreender 

que não pode aprender nenhuma das coisas 
que os outros alunos aprendem.

(  )  Comportar-se de forma indiferente com estes 

alunos, pensando que não há nenhuma possi-
bilidade de eles serem diferentes do que são.

28. No contato com os alunos que tiveram paralisia 
cerebral, podemos observar difi culdades para andar, 
movimentos involuntários de braços e pernas, expres-
sões faciais estranhas, por exemplo. Isto por que:

(  )  Precisam chamar a atenção para si e para as 

suas difi culdades de aprendizagem e por esse 
motivo se movimentam muito.

(  )  Possuem inteligência muito abaixo da média 

dos demais e por isso não conseguem se con-
trolar, manifestando-se de qualquer jeito.

(  )  São de inteligência superior, mas com estas 

características não podem aprender nada por 
causa da defi ciência e por isto reclamam.

( X )  Possuem manifestações motoras que são invo-

luntárias e aparecem como conseqüência de 
uma lesão cerebral na infância.

(  )  Possuem hábitos estranhos que precisam ser 

desconsiderados pela/pelo auxiliar.

a.

b.

c.

d.

e.

a.

b.

c.

d.

e.

29. Quando estiver conversando com um aluno que é 
surdo, e se você for ouvinte, é inadequado:

( X )  Usar de maneira clara e somente a língua 

portuguesa em voz extremamente alta.

(  )  Falar olhando diretamente para o aluno, não 

de lado ou atrás dele.

(  )  Falar devagar, sem exagerar, numa velocidade 

normal pronunciando bem as palavras.

(  )  Evitar colocar algum objeto em frente à boca, 

o que poderá impedir a leitura labial.

(  )  Usar a Língua Brasileira de Sinais se você a 

conhecer.

30. Quando você estiver trabalhando com um aluno 
que dizem possuir uma “defi ciência mental”, é funda-
mental:

(  )  Protegê-lo sempre, pois sua defi ciência impedi-

rá que tenha qualquer tipo de independência.

( X )  Valorizar suas capacidades de aprender conteú-

dos escolares, pois ele pode ter difi culdades 
para algumas coisas e surpreender em outras.

(  )  Como se trata de um defi ciente mental, tratá-

lo sempre como uma criança pequena, mes-
mo que ele seja adolescente ou adulto.

(  )  Ter sempre em mente que ele não possui 

capacidades.

(  )  Considerar que está ali só para viver com ou-

tras crianças.

a.

b.

c.

d.

e.

a.

b.

c.

d.

e.

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html

.

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html

.

fepese-2006-prefeitura-de-florianopolis-sc-auxiliar-de-ensino-educandos-com-deficiencia-2-prova.pdf-html.html

Secretaria Municipal de Educação
Rua Conselheiro Mafra, 656 • Centro
88010-300 • Florianópolis • SC
http://www.pmf.sc.gov.br/educa

FEPESE • Fundação de Estudos e Pesquisas Sócio-Econômicos
Campus Universitário • 88040-900 • UFSC • Florianópolis • SC
Fone/Fax: (48) 3233-0737
http://www.fepese.ufsc.br