Prova Concurso - Engenharia - 2006-TRANSPETRO-ENGENHEIRO-PLENO-GEOTECNIA - CESGRANRIO - TRANSPETRO - 2006

Prova - Engenharia - 2006-TRANSPETRO-ENGENHEIRO-PLENO-GEOTECNIA - CESGRANRIO - TRANSPETRO - 2006

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2006-TRANSPETRO-ENGENHEIRO-PLENO-GEOTECNIA
Órgão: TRANSPETRO
Banca: CESGRANRIO
Ano: 2006
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

Prova

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

MARÇO / 2006

LEIA  ATENTAMENTE  AS  INSTRUÇÕES  ABAIXO.

01    -

Você recebeu do fiscal o seguinte material:

a) este caderno, com o enunciado das 40 questões objetivas, sem repetição ou falha, com a seguinte distribuição:

b) 1 CARTÃO-RESPOSTA destinado às respostas às questões objetivas formuladas nas provas.

02    -

Verifique se este material está em ordem e se o seu nome e número de inscrição conferem com os que aparecem no
CARTÃO-RESPOSTA. Caso contrário, notifique IMEDIATAMENTE o fiscal.

03    -

Após a conferência, o candidato deverá assinar no espaço próprio do CARTÃO-RESPOSTA, preferivelmente a caneta
esferográfica de tinta na cor preta.

04    -

No CARTÃO-RESPOSTA, a marcação das letras correspondentes às respostas certas deve ser feita cobrindo a letra e
preenchendo todo o espaço compreendido pelos círculos, a caneta esferográfica de tinta na cor preta, de forma
contínua e densa. A LEITORA ÓTICA é sensível a marcas escuras; portanto, preencha os campos de marcação
completamente, sem deixar claros.

Exemplo:

05

-

Tenha muito cuidado com o CARTÃO-RESPOSTA, para não o  DOBRAR,  AMASSAR  ou  MANCHAR.
CARTÃO-RESPOSTA SOMENTE poderá ser substituído caso esteja danificado em suas margens superior ou inferior
BARRA DE RECONHECIMENTO PARA LEITURA ÓTICA.

06    -

Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas 5 alternativas classificadas com as letras (A), (B), (C), (D) e (E);
só uma responde adequadamente ao quesito proposto. Você só deve assinalar UMA RESPOSTA: a marcação em
mais de uma alternativa anula a questão, MESMO QUE UMA DAS RESPOSTAS ESTEJA CORRETA.

07    -

As questões objetivas são identificadas pelo número que se situa acima de seu enunciado.

08    -

SERÁ ELIMINADO do Processo Seletivo Público o candidato que:

a) se utilizar, durante a realização das provas, de máquinas e/ou relógios de calcular, bem como de rádios gravadores,

headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie;

b) se ausentar da sala em que se realizam as provas levando consigo o Caderno de Questões e/ou o CARTÃO-RESPOSTA.

09    -

Reserve os 30 (trinta) minutos finais para marcar seu CARTÃO-RESPOSTA. Os rascunhos e as marcações assinaladas

no Caderno de Questões NÃO SERÃO LEVADOS EM CONTA.

10    -

Quando terminar, entregue ao fiscal O CADERNO DE QUESTÕES E O CARTÃO-RESPOSTA e ASSINE A LISTA DE
PRESENÇA.
Obs. 
O candidato só poderá se ausentar do recinto das provas após 1 (uma) hora contada a partir do efetivo início das
mesmas. Por razões de segurança, o candidato não poderá levar o Caderno de Questões.

11    -

O TEMPO DISPONÍVEL PARA ESTAS PROVAS DE QUESTÕES OBJETIVAS É DE 3 (TRÊS) HORAS.

12   -

As questões e os gabaritos das Provas Objetivas serão divulgados, no segundo dia útil após a realização das

provas, na página da FUNDAÇÃO CESGRANRIO (www.cesgranrio.org.br).

A

C

D

E

ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

45

LÍNGUA

PORTUGUESA I

Questões

1 a 5

6 a 10

Pontos

2,0
4,0

LÍNGUA

INGLESA I

Questões

11 a 15

16 a 20

Pontos

1,5
2,5

CONHECIMENTOS

ESPECÍFICOS

Questões

21 a 25
26 a 30
31 a 35
36 a 40

Pontos

1,0
2,0
3,0
4,0

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

2

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

3

LÍNGUA PORTUGUESA I

O QUE É... DECISÃO

No mundo corporativo, há algo vagamente conhe-

cido como “processo decisório”, que são aqueles inson-
dáveis critérios adotados pela alta direção da empresa
para chegar a decisões que o funcionário não consegue
entender. Tudo começa com a própria origem da palavra
“decisão”, que se formou a partir do verbo latino 

caedere

(cortar). Dependendo do prefixo que se utiliza, a palavra
assume um significado diferente: “incisão” é cortar para
dentro, “rescisão” é cortar de novo, “concisão” é o que já
foi cortado, e assim por diante. E 

dis caedere

, de onde

veio “decisão”, significa “cortar fora”. Decidir é, portanto,
extirpar de uma situação tudo o que está atrapalhando e
ficar só com o que interessa.

E, por falar em cortar, todo mundo já deve ter

ouvido a célebre história do não menos célebre rei
Salomão, mas permitam-me recontá-la, transportando
os acontecimentos para uma empresa moderna. Então,
está um dia o rei Salomão em seu palácio, quando duas
mulheres são introduzidas na sala do trono. Aos berros
e puxões de cabelo, as duas disputam a maternidade
de uma criança recém-nascida. Ambas possuem
argumentos sólidos: testemunhos da gravidez recente,
depoimentos das parteiras, certidões de nascimento.
Mas, obviamente, uma das duas está mentindo: havia
perdido o seu bebê e, para compensar a dor, surrupiara
o filho da outra. Como os testes de DNA só seriam
inventados dali a milênios, nenhuma das autoridades
imperiais consultadas pelas litigantes havia conseguido
dar uma solução satisfatória ao impasse.

Então Salomão, em sua sabedoria, chama um

guarda, manda-o cortar a criança ao meio e dar metade
para cada uma das reclamantes. Diante da catástrofe
iminente, a verdadeira mãe suplica: “Não! Se for assim, ó
meu Senhor, dê a criança inteira e viva à outra!”, enquanto
a falsa mãe faz aquela cara de “tudo bem, corta aí”. Pronto.
Salomão manda entregar o bebê à mãe em pânico, e a
história se encerra com essa salomônica demonstração
de conhecimento da natureza humana.

Mas isso aconteceu antigamente. Se fosse hoje,

com certeza as duas mulheres optariam pela primeira
alternativa (porque ambas teriam feito um curso de Tomada
de Decisões). Aí é que entram os processos decisórios
dos salomões corporativos. Um gerente salomão
perguntaria à mãe putativa A: “Se eu lhe der esse menino,
ó mulher, o que dele esperas no futuro?” E ela diria:
“Quero que ele cresça com liberdade, que aprenda a cantar
com os pássaros e que possa viver 100 anos de felicidade”.

E a mesma pergunta seria feita à mãe putativa B, que de
pronto responderia: “Que o menino cresça forte e obedi-
ente e que possa um dia, por Vossa glória e pela glória
de Vosso reino, morrer no campo de batalha”. Então, sem
piscar, o gerente salomão ordenaria que o bebê fosse
entregue à mãe putativa B.

Por quê? Porque na salomônica lógica das

empresas, a decisão dificilmente favorece o funcionário
que tem o argumento mais racional, mais sensato, mais
justo ou mais humano. A balança sempre pende para os
putativos que trazem mais benefício para o sistema.

GEHRINGER, Max. Revista Você S/A, jan. 2002.

1

De acordo com a origem da palavra “decisão” oferecida pelo
texto, a paráfrase adequada para “processo decisório” é
processo de:
(A) escolha.

(B) eliminação.

(C) seleção.

(D) definição.

(E) preferência.

2

O autor define “processos decisórios” como “aqueles
insondáveis critérios adotados pela alta direção da empresa
para chegar a decisões que o funcionário não consegue
entender.” (l. 2-5). Assinale a opção que apresenta a justi-
ficativa para tal definição.
(A) Na lógica empresarial, decide-se preferencialmente por

soluções que favorecem o sistema e não por aquelas
mais racionais.

(B) Na salomônica lógica adotada pelas empresas, as

escolhas recaem sempre sobre argumentos putativos
justos e sensatos.

(C) Para a direção de empresas, os procedimentos que

orientam as decisões baseiam-se na observação do
comportamento do funcionário.

(D) Para o alto comando de empresas, métodos que apóiam

decisões devem ser sustentados por critérios do interesse
do sistema.

(E) Para o corpo gerencial, as escolhas que são baseadas

nos ensinamentos do curso de Tomada de Decisões são
as melhores.

3

As palavras “salomônica” em “salomônica demonstração”
(l. 37) e “salomão”, em “Um gerente salomão” (l. 43), res-
pectivamente, significam:
(A) justa e criteriosa – responsável pelas decisões.
(B) piedosa – conhecedor das regras da empresa.
(C) fundamentada – conhecedor da natureza humana.
(D) sábia e consciente – comprometido com o trabalho.
(E) clara e inquestionável – detentor de muitos poderes.

1 0

5

1 5

2 0

2 5

3 0

3 5

4 0

4 5

5 0

5 5

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

4

4

Nas opções abaixo, as palavras ou expressões destacadas
representam sínteses de trechos do texto, EXCETO em uma.
Assinale-a.
(A) ... palavra “decisão”, formada a partir do verbo latino

caedere...

(l. 5-6).

(B) Dependendo do prefixo utilizado, (l. 7).
(C) ... extirpar de uma situação o atrapalhado... (l. 12).
(D) E, falando em cortar, (l. 14).
(E) o gerente salomão ordenaria a entrega do bebê à mãe

putativa B. (l. 52-53).

5

Indique a opção na qual as frases “Se fosse hoje, com certeza
as duas mulheres optariam pela primeira alternativa...”
(l. 39-41) e “Aí é que entram os processos decisórios dos
salomões corporativos.” (l. 42-43) aparecem reescritas em
um único período, sem alteração do sentido original.
(A) Caso isso acontecesse nos dias atuais, as duas mulheres

fariam a mesma escolha influenciadas pelas decisões
de seu gerente salomão.

(B) No mundo de hoje, as duas mulheres levariam em consi-

deração para decidir os critérios do rei Salomão e esco-
lheriam a primeira opção.

(C) Atualmente, as duas mulheres poderiam escolher a

primeira possibilidade levando em conta  os interesses
do sistema empresarial.

(D) Com a nova mentalidade, a escolha das duas mulheres

seria por não dividir a criança, já que conheceriam as
regras empresariais.

(E) Uma vez que hoje as duas mulheres optariam pela mesma

alternativa, os “salomões corporativos” recorreriam a
processos de decisão.

6

Com base no período “Como os testes de DNA só seriam
inventados dali a milênios, nenhuma das autoridades imperiais
consultadas pelas litigantes havia conseguido dar uma solução
satisfatória ao impasse.” (l. 26-29), pode-se inferir que:
(A) os testes de DNA poderiam contribuir para a solução do

problema.

(B) as soluções encontradas pelas autoridades não satisfi-

zeram às litigantes.

(C) as supostas mães das crianças consultaram as autori-

dades para resolver o impasse.

(D) só dali a muitos anos os cientistas inventariam os

testes de DNA.

(E) não havia autoridade imperial capaz de resolver o impasse.

7

Assinale a opção em que a alteração, assinalada em negrito,
feita em relação à forma original está correta.

8

Por meio de uma carta, os funcionários _______________
aos superiores.

Com respeito à regência, a forma verbal que preenche
adequadamente a lacuna acima é:
(A) chamaram.

(B)  convidaram.

(C) cumprimentaram.

(D)  pressionaram.

(E) responderam.

9

A relação entre a palavra destacada e a expressão a que a
mesma se refere está INCORRETA em:
(A) ... que [são aqueles insondáveis] ( l. 2-3) – processo

decisório.

(B) ... onde [veio “decisão”] (l. 10-11) – 

dis caedere.

(C) ... [recontá]-la (l. 16) – a célebre história.
(D)   [é que entram] (l. 42) – primeira alternativa.
(E) ... dele [esperas no futuro?] (l. 45) – desse menino.

10

Assinale a opção em que o sinal de dois pontos tem a
mesma função apresentada em “Mas, obviamente, uma
das duas está mentindo: havia perdido o seu bebê e, para
compensar a dor, surrupiara o filho da outra.” (l. 24-26)
(A) O diretor apresentou dados convincentes: a pesquisa de

opinião, o último balanço da empresa e cartas de clientes.

(B) Os critérios adotados para admissão de funcionários são

sempre os mesmos: organização, competência e capa-
cidade de trabalhar em equipe.

(C) Tomar decisões em momentos de crise pode ser danoso:

muitas vezes um impulso substitui o bom-senso.

(D) Dois motivos o levaram a pedir demissão: uma nova oferta

de trabalho e a possibilidade de trabalhar no exterior.

(E) Quando soube que não seria promovido, ele fez o

seguinte: mandou uma carta para a vice-presidência
e marcou uma reunião com a equipe.

“Dependendo do prefixo que
se utiliza,” (l. 7)
“mas permitam-me recontá-
la,” (l. 16)
“autoridades imperiais con-
sultadas pelas litigantes”
(l. 27-28)
“Um gerente salomão per-
guntaria à mãe putativa A”
(l. 43-44)
“catástrofe iminente,” (l. 32-33)

Dependendo do prefixo de
que se utiliza...
...mas

me permitam

recontá-la,
...autoridades imperiais
consultadas pelos litigan-
tes
A um gerente salomão per-
guntaria a mãe putativa A”

...catástrofe eminente...

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

5

LÍNGUA INGLESA I

The oil and natural gas industry has developed and

applied an impressive array of innovative technologies to
improve productivity and efficiency, while yielding
environmental benefits. According to the U.S. Department
of Energy, “the petroleum business has transformed itself
into a high-technology industry.”

State-of-the-art technology allows the industry to

produce more oil and natural gas from more remote
places – some previously unreachable – with significantly
less adverse effect on the environment. Among the
benefits: increased supply to meet the world’s growing
energy demand, reduced energy consumption at oil and
natural gas facilities and refineries, reduced noise from
operations, decreased size of facilities, reduced
emissions of pollutants, better protection of water
resources, and preservation of habitats and wildlife.

With advanced exploration and production

technologies, the oil and gas industry can pinpoint
resources more accurately, extract them more efficiently
and with less surface disturbance, minimize associated
wastes, and, ultimately, restore sites to original or better
condition.

Exploration and production advances include

advanced directional drilling, slimhole drilling, and 3-D
seismic technology. Other segments of the industry have
benefited from technological advances as well. Refineries
are becoming highly automated with integrated process
and energy system controls; this results in improved
operational and environmental performance and enables
refineries to run harder and produce more products safer
than ever before. Also, new process equipment and
catalyst technology advances have been made very
recently to meet new fuel regulations requiring very low
levels of sulfur in gasoline and diesel.

Technology advances such as these are making it

possible for the oil and natural gas industry to grow in
tandem with the nation’s energy needs while maintaining
a cleaner environment. The industry is committed to
investing in advanced technologies that will continue to
provide affordable and reliable energy to support our
current quality of life, and expand our economic horizons.

For example, we are researching fuel cells that may

power the vehicles of tomorrow with greater efficiency
and less environmental impact. We are investigating ways
to tap the huge natural gas resources locked in gas
hydrates. Gas hydrates are common in sediments in
the ocean’s deep waters where cold temperatures and
high pressures cause natural gas and water to freeze
together, forming solid gas hydrates. Gas hydrates could
be an important future source of natural gas for our nation.

Some of our companies are also investigating

renewable energy resources such as solar, wind,
biomass and geothermal energy. By conducting research
into overcoming the many technological hurdles that limit

5

1 0

1 5

2 0

2 5

3 0

3 5

4 0

4 5

5 0

these energy resources, they hope to make them more
reliable, affordable and convenient for future use. Although
the potential for these energy resources is great,
scientists do not expect them to be a significant part of
the nation’s energy mix for many decades. For this
reason, the industry must continue to invest in
conventional resources such as oil and natural gas. We
will need to rely on these important energy resources for
many decades to come.

In

: http://api-ec.api.org/focus/index

11

The fragment “…an impressive array of innovative
technologies…” (line 2) could best be substituted by a/an:
(A) careful selection of up-to-date technologies.
(B) remarkable number of well-known technologies.
(C) unsatisfactory arrangement of brand-new technologies.
(D) extraordinary collection of creative technologies.
(E) immense display of useful technologies.

12

According to the second paragraph, state-of-the-art technology
brings many benefits, EXCEPT:
(A) protecting habitats and wildlife.
(B) using larger facilities.
(C) decreasing emissions of pollutants.
(D) running less noisy operations.
(E) preserving water resources.

13

The function of the fourth paragraph is to:
(A) describe in detail the automation process in oil refineries.
(B) list some technological advances that are benefiting the

oil industry.

(C) criticize the new regulations that have reduced sulfur levels

in fuels.

(D) demand that refineries become more automated to

improve performance.

(E) explain how 3-D seismic technology can help oil

production.

14

According to lines 44-50, gas hydrates:
(A) can be found in deep-water sediments.
(B) are contained in natural gas resources.
(C) have been used as a source of natural gas.
(D) may cause water to freeze under the ocean.
(E) form sediments under low temperatures and pressures.

15

In “… the industry must continue to invest in conventional resources
such as oil and natural gas.” (lines 60-61), the word  that could
replace “must” without changing the meaning of the sentence is:
(A) ought to.

(B) could.

(C) has to.

(D) may.

(E) will.

5 5

6 0

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

6

16

According to the last paragraph:
(A) people will be able to count on renewable fuels in the

near future.

(B) scientists do not believe that alternative energy resources

are useful.

(C) societies will depend on traditional energy resources for

still many years.

(D) the limitations of renewable energy resources have finally

been conquered.

(E) oil companies do not intend to make energy resources

cheaper in the future.

17

The only correct statement concerning reference is:
(A) “itself” (line 5) refers to “U.S. Department of Energy”.
(B) “some” (line 9) refers to “oil and natural gas”.
(C) “them” (line 19) refers to “exploration and production

technologies”.

(D) “it” (line 35) refers to “new fuel regulations”.
(E) “they” (line 55) refers to “some of our companies”.

18

The only pair of antonyms is:
(A) “unreachable” (line 9) – inaccessible.
(B) “to meet” (line 11) – to reduce.
(C) “accurately” (line 19) – incorrectly.
(D) “recently” (line 33) – lately.
(E) “reliable” (line 40) – dependable.

19

Check the item in which there is a verb in the passive voice.
(A) “The oil and natural gas industry has developed and

applied…” (lines 1 - 2)

(B) “Other segments of the industry have benefited from

technological advances as well.” (lines 25-26)

(C) “Also, new process equipment and catalyst technology

advances have been made very recently…” (lines 31-33)

(D) “The industry is committed to investing in advanced

technologies…” (lines 38-39)

(E) “Gas hydrates could be an important future source of

natural gas…” (lines 49-50)

20

Mark the title that best expresses the main idea of the text.
(A) Fuel cell research and the latest automobile

developments.

(B) How to reduce energy consumption in the U.S.
(C) The role of technology in generating environmental

benefits.

(D) The impact of advanced technology on the oil and natural

gas industry.

(E) Automating oil refineries to improve operational and

environmental performance.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21

Em um ensaio triaxial, uma amostra foi adensada sob uma
pressão confinante de 90 kPa, apresentando uma pressão
neutra final de 40 kPa. A seguir, em condições não drena-
das, a pressão confinante foi elevada para 100 kPa, resul-
tando numa leitura final de pressão neutra de 49,5 kPa. Man-
tendo-se

σ

3

 = 100 kPa, foi aplicada uma tensão desviadora

de 50 kPa, obtendo-se nova leitura final de pressão neutra
de 60 kPa. Neste caso, os parâmetros de pressão neutra A
de Skempton valem:
(A)  = 0,22 e  B = 0,85
(B)  = 0,22 e  B = 0,95
(C)  = 0,27 e  B = 0,85
(D)  = 0,27 e  B = 0,90
(E)  = 0,27 e = 0,95

22

Observe a figura abaixo.

Dados: COS(30

o

) = 0,9  ;  SEN(30

o

) = 0,5

Conforme mostra a figura, considere a execução de um cor-

te num maciço constituído por dois materiais. Sabe-se que

a resistência ao cisalhamento entre as duas camadas de

solo apresentadas (permeável e impermeável) obedece à

seguinte relação: 

 

kPa

5

,

0

5

. Nessas condições,

o fator de segurança quanto ao deslizamento da cunha de

solo permeável superior vale (F=   ):
(A) 1,0
(B) 1,5
(C) 2,2
(D) 3,1
(E) 4,3

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

7

23

Considerando o comportamento das Trajetórias de Tensões
Totais (TTT) e Efetivas (TTE) de solos argilosos no diagrama
p x q proposto por LAMBE & WHITMAN (1969), assinale a
única afirmativa correta.
(A) Quando a amostra em um ensaio triaxial CD (adensado-

drenado) é solicitada até sua ruptura, as trajetórias T T T
e T T E são sempre diferentes, não existindo, no entan-
to, geração de excesso de poro-pressão.

(B) Durante a fase de compressão isotrópica de amostras

em ensaios triaxiais, q

0 e a razão entre p’ e q perma-

nece constante e igual ao coeficiente de empuxo no re-
pouso.

(C) Os parâmetros tradicionais de ruptura da envoltória de

Mohr-Coulomb (intercepto coesivo e ângulo de atrito in-
terno) podem ser obtidos diretamente no diagrama p x q,
medindo-se a inclinação da linha de ruptura  e o ponto
de interseção no eixo das ordenadas.

(D) Em ensaios triaxiais CU (adensado-não-drenado), a

ruptura propriamente dita ocorre quando a Trajetória de
Tensões Totais toca a envoltória de ruptura.

(E) Em ensaios triaxiais CU (adensado-não-drenado), as

argilas fortemente pré-adensadas tendem a se expandir
quando cisalhadas podendo surgir, em conseqüência,
excessos de poro-pressão negativos ao final do ensaio.

24

Quanto ao comportamento das argilas, assinale a opção
correta.
(A) O Índice de Atividade proposto por Skempton quantifica

a propriedade que algumas argilas têm de conferir maior
ou menor plasticidade ao solo e se define como a razão
entre o limite de liquidez e o percentual de partículas de
fração argila no solo.

(B) O Índice de Consistência de uma argila na natureza é

dado pela razão (LP – h) / IP, onde LP é o Limite de
Plasticidade, h a umidade natural e IP o Índice de
Plasticidade do solo.

(C) A determinação do Limite de Liquidez, através do apare-

lho de Casagrande, vale-se da linearidade, no espaço bi-
logarítmico, entre a umidade da amostra de argila e o
número de golpes necessários ao fechamento de um
sulco aberto nesta amostra.

(D) A terminologia “argila rápida”, 

quick clay

 em inglês,

refere-se a solos muito sensíveis, nos quais a diferença
entre as resistências ao cisalhamento antes e após a
saturação são muito grandes.

(E) As argilas podem ter suas estruturas classificadas em

dispersas ou floculadas, sendo esta última a ocorrência
mais comum em estuários de rios pela presença da água
salgada, de alta concentração iônica.

25

Em relação à natureza das partículas dos argilo-minerais,
é correto afirmar que:
(A) a água adsorvida é aquela que fica presa eletricamente à

superfície da partícula de argila à temperatura ambiente,
mas é completamente retirada quando a amostra é seca
em estufa, entre 105

o

 e 110

o

, por 24h ou até constância

de peso.

(B) a caulinita é um mineral argílico, constituída por unida-

des de alumínio apoiadas em unidades de silício e as
ligações de hidrogênio entre estas unidades básicas con-
ferem a este argilo-mineral pequena tendência à expan-
são.

(C) a tixotropia é a recuperação, com o tempo, da resistên-

cia do solo amolgado e se deve à gradual reorientação
das partículas de argila de uma estrutura floculada para
uma dispersa.

(D) o formato lamelar das partículas dos argilo-minerais bem

como as cargas elétricas negativas em suas superfícies
não constituem características relevantes no comporta-
mento dos solos argilosos.

(E) os argilo-minerais do grupo das montmorilonitas são

conhecidos por apresentar elevada superfície específica
e grande atividade; dessa forma, solos contendo este
argilo-mineral não possuem características de expansão.

26

Com relação aos processos de formação de solos e rochas,
está correto afirmar que:
(A) os saprolitos são solos coluvionares que mantêm a es-

trutura original da rocha matriz, inclusive veios intrusivos,
xistosidades e camadas, mas perderam totalmente sua
consistência.

(B) os aluviões são depósitos de solos transportados pelo

vento que deposita, inicialmente, as partículas de maior
granulometria e, posteriormente, os micro-cristais de ar-
gila.

(C) a decomposição do basalto se dá, principalmente, pelo

ataque das águas aciduladas nos locais de clima tropi-
cal, resultando o predomínio de argilas e areias originári-
as do feldspato plagioclásico e do quartzo, respectiva-
mente.

(D) os tálus são solos transportados por gravidade, com ca-

racterísticas de grande porosidade e permeabilidade,
constituído de fragmentos de vários tamanhos de rocha,
entremeados por material já desagregado.

(E) as rochas metamórficas são formadas por outros tipos

de rocha, magmáticas ou sedimentares, pela ação, em
geral, da temperatura e pressão, como por exemplo, os
argilitos, os siltitos e os arenitos.

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

8

27

Com base nos métodos de investigação de campo e sonda-
gem, assinale a opção correta.
(A) O amostrador padrão tipo Raymond é a ferramenta ado-

tada na execução dos ensaios de SPT, tendo, no entan-
to, a desvantagem de comprimir as amostras de solo
durante o processo de cravação e extração.

(B) O amostrador tipo Denison é acionado por equipamento

de sondagem à percussão para extração de amostras
indeformadas,  onde o solo é retirado através de tubo
interno cravado por pressão hidráulica.

(C) O RQD  

Rock Quality Designation

  é um índice de sonda-

gem rotativa que procura estabelecer a resistência da ro-
cha ao avanço da ferramenta de corte, obtido pela relação
entre o número de rotações por metro de sondagem.

(D) O ensaio de palheta ou 

Vane Test

 consiste na medida

do torque necessário ao giro de uma palheta de quatro
faces, previamente introduzida no solo,  desenvolvido com
o principal objetivo de medir o ângulo de atrito dos solos
arenosos.

(E) Os amostradores tipo 

Osterberg

 e 

Shelby

 são utilizados

para extração de amostras indeformadas de solos; no
entanto, o 

Osterberg

 é de tubo simples de parede fina,

enquanto o 

Shelby

 é de parede dupla, dotada de meca-

nismo em pistão estacionário.

28

Seja um muro de arrimo com 5m de altura (desnível do terreno)
e de paramento interno liso e vertical. O terreno adjacente
contido pelo muro é horizontal, composto de solo não-coesivo,
está submetido a uma sobrecarga de 20kPa, além de ter
ângulo de atrito interno de 20

0

, bem como peso específico

aparente de 20kN/m

3

. Nessas condições, e supondo que o

nível d’água seja inferior à base do muro, o empuxo ativo,
em kN/m, segundo a teoria de Rankine sobre o muro vale:
Dados:  TAN (35

0

) = 0,7

TAN (45

0

) = 1,0     TAN (55

0

) = 1,4

(A) 123

(B)  172

(C) 206

(D)  245

(E) 304

29

Considere uma fundação corrida, apoiada superficialmente
em solo puramente coesivo com c = 20 kPa. Nessas
condições, utilizando a formulação de Terzaghi, a máxima
tensão, em kPa,  suportada por este solo vale:
(A)  20
(B)  42
(C)  73
(D) 114
(E) 221

30

Observe a figura abaixo.

Um aqüífero constituído por uma camada de areia de 4m de

espessura está confinado entre uma camada de argila de 3,0m

de espessura e um horizonte de rocha impermeável. A cama-

da de argila tem peso específico aparente seco de 12kN/m

3

,

sendo que a sua umidade acima do nível d’água é de 25% e

abaixo do nível d’água é de 50%. A camada de areia tem

peso específico real dos grãos de 25kN/m

3

 e umidade de

60%. Considerando estas informações, determine a tensão

efetiva na base da camada de areia, quando os níveis d’água

no piezômetro introduzido na areia, através da argila, são de

2,0m abaixo da superfície do terreno (caso a) e de 2,0m

acima da superfície do terreno (caso b).

(A)

 = 62kPa  e

 = 48kPa

(B)

 = 86kPa  e

 = 66kPa

(C)

 = 98kPa  e

 = 84kPa

(D)

 = 112kPa  e

 = 138kPa

(E)

 = 148kPa  e

 = 174kPa

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

9

31

Analise a figura abaixo.

Um extenso reservatório emergencial, construído a partir de
duas linhas de pranchas verticais justapostas, apresenta a
rede de fluxo representada na figura. Admitindo-se que o
nível de água dentro do reservatório permaneça constante e
que o coeficiente de permeabilidade do solo é igual a
k = 0,01 mm/s, a perda de água, por metro de comprimento,
através do fundo do reservatório será:
(A) V = 5 m

3

(B)  V = 266 m

3

(C) V = 432 m

3

(D)  V = 700 m

3

(E) V = 847 m

3

32

Considerando os efeitos da ascensão capilar nos solos,
assinale a opção correta.
(A) A sucção devida à capilaridade produz um acréscimo de

tensão efetiva, fazendo o solo se comportar como se
fosse dotado de um maior ângulo de atrito e a areia,
totalmente seca ou saturada, perde este acréscimo de
resistência.

(B) A sucção aumenta linearmente com a profundidade abai-

xo da franja capilar saturada, acréscimo de tensão efeti-
va, e a constância da tensão total.

(C) A pressão neutra negativa devida à capilaridade provoca

contração e trincas em areias grossas, pois à medida
que uma areia saturada é submetida à evaporação, vão
surgindo forças capilares que aproximam as partículas.

(D) Cada metro de camada de solo saturado por ascensão

capilar corresponde a um acréscimo de 10 kPa no valor
da poro-pressão, bem como a um decréscimo de igual
valor na tensão efetiva.

(E) O solo encontra-se parcialmente saturado acima da franja

capilar saturada e, à medida que se afasta da zona de
saturação, somente os vazios de menor dimensão são ocu-
pados pela água, ficando os maiores preenchidos com ar.

33

Seja um talude vertical de solo puramente coesivo cuja
ruptura se produza segundo uma superfície plana, partindo
da sua base. Desconsiderando o nível d’água, qual a altura
crítica desse talude em metros, se o seu solo constituinte
tem coesão de 20 kPa e peso específico de 20 kN/m

3

?

(A) 1
(B) 2
(C) 4
(D) 5
(E) 8

34

Observe a figura abaixo.

Uma escavação foi executada numa camada de argila com

γ

sat

 = 20 kN/m

3

. Investigações realizadas antes da escava-

ção indicaram a presença de um horizonte de areia, a uma
profundidade de 12 m abaixo da superfície do terreno, bem
como identificaram o nível d’água, cerca de 4 m abaixo do
NT. A profundidade crítica da escavação, em metros, após a
qual ocorreria uma ruptura de fundo é:
(A) H = 2

(B) H = 4

(C) H = 6

(D) H = 8

(E) H = 12

35

Considerando-se que foi realizado um ensaio de adensamento
oedométrico com uma amostra de argila com 20 mm de
altura, tendo 50% do recalque ocorrido após 10 minutos,
estime o tempo de 50% do recalque final de uma camada
da argila com 4,0 m de espessura para os casos de dupla
drenagem e drenagem simples, respectivamente.

(A) t

D

 = 53 dias

e

t

S

 = 212 dias

(B) t

D

 = 127 dias

e

t

S

 = 508 dias

(C) t

D

 = 278 dias

e

t

S

 = 1.112 dias

(D) t

D

 = 476 dias

e

t

S

 = 952 dias

(E) t

D

 = 2.470 dias e

t

S

 = 1.235 dias

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

10

38

Quanto às técnicas de reforço de solos, assinale a opção
correta.
(A) Na execução da estaca raiz, durante a fase de injeção,

sempre se utiliza um tubo com válvulas de borracha tipo
manchete com obturador duplo; após a injeção, procede-se
ao enchimento do tubo com calda de cimento, obtendo-se
um fuste irregular como um bulbo de tirante.

(B) No caso de reforço de solos com a técnica da terra

armada, as tiras metálicas devem se estender até a
superfície crítica de escorregamento do maciço reforça-
do, a construção é feita de baixo para cima, com inser-
ção dos reforços entre camadas de solo compactado.

(C) Tirantes são cordoalhas de aço introduzidas no terreno

através de perfuração, em cuja parte inferior é feita inje-
ção de calda de cimento; em cortinas atirantadas, a pa-
rede não tem função estrutural, não ficando ligada aos
tirantes, que agem isoladamente.

(D) Geotêxteis não-tecidos são largamente utilizados na

contenção de taludes naturais ou de corte, assim, tiras
previamente cortadas do material são inseridas no terre-
no, através de equipamento especial, promovendo o
reforço do maciço.

(E) Solo grampeado é uma técnica aplicável a taludes exis-

tentes a serem cortados, composta de chumbadores que
promovem a estabilidade geral; uma camada de concre-
to projetado com função de estabilidade local junto ao
paramento e drenagem.

39

Observe a tabela abaixo.

Uma camada de argila normalmente adensada com 2,0 m
de espessura está atualmente submetida a uma tensão efe-
tiva de 40 kPa. Um aterro a ser construído aumentará essa
tensão efetiva para 100 kPa. Com base nos dados relaciona-
dos na tabela, referentes a um ensaio de adensamento
oedométrico, realizado com uma amostra da mesma cama-
da, estima-se, em metros, o recalque da referida camada
em:
(A) 0,0
(B) 0,2
(C) 0,5
(D) 1,0
(E) 1,5

e

'

v

σ

3,5 5 

kPa 

3,0 40 

kPa 

2,0 100 

kPa 

36

Considerando os fenômenos de compactação e adensamento
dos solos, está correto afirmar que:
(A) a umidade ótima de compactação é aquela que

corresponde à maior resistência do solo, associada à
menor perda relativa dessa mesma resistência, quando
de uma eventual saturação.

(B) a compactação é um processo que provoca a aproxima-

ção das partículas de solo, que passam a apresentar
um arranjo mais denso, cuja redução de volume se deve
exclusivamente à expulsão da água dos vazios do solo.

(C) o processo de adensamento consiste na gradual redu-

ção do volume de um solo de baixa permeabilidade, de-
vido à expulsão do ar dos vazios, até que haja a total
dissipação do excesso de poro-pressão.

(D) o coeficiente de adensamento vertical de um solo

independe da sua permeabilidade, porque, quanto maior
o coeficiente de adensamento, maior será o recalque de
uma determinada camada de solo.

(E) uma das hipóteses simplificadoras de Terzaghi, na de-

dução da Teoria do Adensamento, é a de que o coefici-
ente de compressibilidade (a

v

) é constante, isto é, a ra-

zão entre a variação do índice de vazios e da tensão
total é constante.

37

Acerca da teoria de cisalhamento de solos, considere as
seguintes afirmações.

I - Um aterro construído rapidamente sobre uma camada

de argila de baixa permeabilidade provoca um súbito
crescimento da poro-pressão sem praticamente nenhum
ganho de tensão efetiva, sendo o ângulo de atrito efetivo
da argila nulo.

II - Para uma areia solta, o ângulo de atrito interno é igual

ao dobro do ângulo de repouso, definido como o ângulo
entre a horizontal e o talude, produzido mediante o der-
ramamento de areia seca de uma pequena altura.

III - Quando uma amostra de areia é submetida a um ensaio

de cisalhamento, dependendo do grau de adensamento,
ela aumenta ou diminui de volume e o limite entre esses
dois estados de compacidade é conhecido como índice
de vazio crítico.

IV - A liquefação das areias é um fenômeno que ocorre du-

rante o cisalhamento de areias compactas não-saturadas,
provocado pelo acréscimo da pressão neutra e conse-
qüente decréscimo da resistência ao cisalhamento.

V - Quando do carregamento de uma camada de argila de bai-

xa permeabilidade, ensaios em condições drenadas simu-
lam um carregamento rápido, enquanto ensaios em condi-
ções não-drenadas simulam um carregamento lento.

Está(ão) correta(s) apenas as afirmações:
(A) II

(B) III

(C) I e II

(D) IV e V

(E) II, III e IV

cesgranrio-2006-transpetro-engenheiro-pleno-geotecnia-prova.pdf-html.html

PROVA 45 - ENGENHEIRO(A) PLENO - ÁREA GEOTÉCNICA

11

40

Observe a figua abaixo.

Com relação à rede de fluxo da ensecadeira da figura, está
correto afirmar que:
(A) para H = 6,0 m e h

2

= 4,0m, a poro-pressão no ponto B

vale 60 kPa.

(B) para H = 6,0 m e h

1

= 2,0m, a carga total no ponto A

vale 60 kPa.

(C) os pontos A e B estão situados em uma mesma linha

equipotencial.

(D) na rede de fluxo acima existem 3 linhas de fluxo.
(E) na rede de fluxo acima existem 7 quedas de potencial.