Prova Concurso - Engenharia - 2007-BANCO-DA-AMAZONIA-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - BANCO - 2007

Prova - Engenharia - 2007-BANCO-DA-AMAZONIA-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - BANCO - 2007

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2007-BANCO-DA-AMAZONIA-ENGENHEIRO-CIVIL
Órgão: BANCO
Banca: CESPE
Ano: 2007
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

Obs.: ( X ) item anulado

BANCO DA AMAZÔNIA S.A.

CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA OS

CARGOS DE TÉCNICO CIENTÍFICO E DE TÉCNICO BANCÁRIO

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS DAS PROVAS OBJETIVAS

Aplicação: 3/6/2007

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

E

C

E

C

E

C

C

E

E

C

C

E

E

E

C

C

C

E

C

E

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

E

C

C

E

C

C

E

C

E

C

E

E

E

X

E

C

E

C

C

E

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

C

E

E

E

C

E

E

E

C

C

E

C

C

E

C

E

C

E

C

E

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

C

E

C

E

C

C

E

C

E

C

E

C

E

C

C

E

E

E

C

E

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

C

E

E

C

E

E

C

E

E

E

C

E

C

C

E

E

C

C

E

C

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

E

C

E

E

C

C

C

E

E

C

E

C

C

E

E

C

C

E

C

C

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

CARGO 5: TÉCNICO CIENTÍFICO — ÁREA: ENGENHARIA CIVIL

CADERNO G 

Prova

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html
cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 1 –

De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo

designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o código E, caso julgue o item ERRADO.
A ausência de marcação ou a marcação de ambos os campos não serão apenadas, ou seja, não receberão pontuação negativa. Para as
devidas marcações, use a folha de respostas, único documento válido para a correção das suas provas.

Nos itens que avaliam Noções de Informática, a menos que seja explicitamente informado o contrário, considere que todos os

programas mencionados estão em configuração-padrão, em português, que o 

mouse está configurado para pessoas destras e que

expressões como clicar, clique simples e clique duplo referem-se a cliques com o botão esquerdo do 

mouse. Considere também que

não há restrições de proteção, de funcionamento e de uso em relação aos programas, arquivos, diretórios e equipamentos mencionados.

CONHECIMENTOS BÁSICOS

Texto para os itens de 1 a 15

Existem muitas maneiras de se enxergar uma

1

empresa. Uma delas é vê-la como uma máquina. E não se
trata de uma analogia nova. A era industrial foi construída
com base nesse paradigma, sustentado pelas teorias dos

4

cientistas Taylor e Fayol, que acreditavam (e isso fazia
sentido para a época em que viveram) que uma empresa tinha
de funcionar como um infalível relógio ou como uma

7

locomotiva, programada para cumprir, rigorosamente, seus
tempos de parada e locomoção, de maneira a garantir o
andamento do sistema ferroviário, sem atrasos nem

10

acidentes. Para isso, colocaram a produtividade como
principal meta, assegurada por um sistema técnico de alta
eficiência.

13

Uma empresa até pode se parecer com uma

máquina, quando existe uma tarefa contínua a ser
desempenhada. Nesse caso, a mecanização da tarefa, de

16

maneira integralmente repetitiva, pode diminuir a quantidade
de erros. O mesmo raciocínio continua valendo, se a empresa
estiver situada em um ambiente estável, ou seja, onde os

19

fatores externos pouco ou nada interferem no seu
desempenho. Ou quando a criatividade, produto mais nobre
e valioso do sistema humano, é considerada indesejável.

22

Tornar as tarefas repetitivas para eliminar erros é,

talvez, o maior equívoco em que se pode incorrer. Afinal, os
erros acontecem justamente quando o indivíduo liga o 

piloto

25

automático. E o piloto automático é acionado quando o
trabalho a ser feito não traz significado algum para aquele
que o executa. Destituído de sentido, o trabalho se

28

transforma em tarefa enfadonha, que traz apenas
aborrecimento, o que, por sua vez, gera a pressa de acabar
logo com aquela tortura, na ânsia de reencontrar a alma

31

deixada na porta de entrada da empresa, ao lado do marcador
de ponto.

Internet: <www.empreendedor.com.br> (com adaptações).

Com referência às idéias do texto, julgue os itens a seguir.

1

Alguns líderes querem resolver o problema da produtividade
dos funcionários recorrendo a algum sistema técnico
infalível e, além disso, reivindicam um plano de recompensa,
para remunerar os funcionários com base no que foram
capazes de produzir.

2

Produzir o mesmo produto o tempo todo é mais um requisito
que sustenta a tese da empresa-máquina ou locomotiva; parte
da hipótese de que todas as pessoas são iguais e querem as
mesmas coisas.

3

A crença na necessidade de padronizar o trabalho interno,
pela mecanização da tarefa, reduzindo-o a atividades
mecânicas e repetitivas, que também pasteurizam os
produtos, atrai os consumidores desejosos e interessados em
pagar cada vez menos.

4

A ausência de significado para o trabalho é um triste
denominador comum para quem produz: não se consegue
gerar comprometimento nas pessoas que produzem sem
estímulo.

5

Seguindo a teoria da infalibilidade, sustentada pelas teorias
que exigiam a tolerância-zero-defeito, as organizações
passaram anos ensinando aos funcionários tudo o que
podiam sobre erros e anomalias, e esses funcionários
continuam sem saber nada de acertos.

Mantendo-se a correção gramatical do texto, é correto
substituir-se

6

“Existem muitas maneiras” (

R

.1) por Há muitas maneiras.

7

“Uma delas é vê-la como uma máquina” (

R

.2) por Uma

dessas é vê-la tal qual uma máquina.

8

“colocaram a produtividade como principal meta” (

R

.11-12)

por colocaram-lhe na situação de meta principal.

9

“Uma empresa até pode se parecer com uma máquina” (

R

.14-

15) por Até uma empresa pode assemelhar-se à uma
máquina.

10

“onde os fatores externos pouco ou nada interferem no seu
desempenho” (

R

.19-21) por em que os fatores exteriores

pouco ou nada influenciam o desempenho empresarial.

Acerca das relações sintático-semânticas presentes no texto,
julgue os itens subseqüentes.

11

Nas linhas 21 e 22, a passagem “produto mais nobre e
valioso do sistema humano” está ligada semanticamente à
palavra “criatividade”.

12

Na linha 23, o segmento “as tarefas repetitivas” é o sujeito
da forma verbal “Tornar”.

13

Nas linhas 25 e 26, a expressão “

piloto automático”, em suas

duas ocorrências, exerce a função sintática de complemento
do verbo antecedente.

14

O trecho “para aquele que o executa” (

R

.27-28) classifica-se

como oração subordinada e tem o sentido de finalidade.

15

A oração “que traz apenas aborrecimento” (

R

.29-30) exerce

uma função de valor explicativo em relação a “tarefa
enfadonha” (

R

.29).

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 2 –

O construtor de pontes

Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas,

1

separadas apenas por um rio, entraram em conflito. Foi a
primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho
lado a lado. Mas agora tudo havia mudado.

4

O que começou com um pequeno mal-entendido

finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas,
seguidas por semanas de total silêncio.

7

Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à

sua porta.

— Estou procurando trabalho, disse um forasteiro.

10

Faço trabalhos de carpintaria. Talvez você tenha algum
serviço para mim.

— Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela

13

fazenda ali, além do rio? É do meu vizinho. Na realidade é
do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais
suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois

16

use para construir uma cerca bem alta.

— Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro.

Mostre-me onde estão a pá e os pregos.

19

O irmão mais velho entregou o material e foi para

a cidade. O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando
o dia inteiro.

22

Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que

viu: em vez de cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as
duas margens. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou

25

enfurecido e falou:

— Você foi atrevido construindo essa ponte depois

de tudo que lhe contei!

28

Mas as surpresas não pararam aí. Ao olhar

novamente para a ponte, viu o seu irmão se aproximando de
braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu

31

lado do rio.

O irmão mais novo então falou:
— Você realmente foi muito amigo construindo esta

34

ponte mesmo depois do que eu lhe disse.

De repente, num só impulso, o irmão mais velho

correu na direção do outro e abraçaram-se, emocionados, no

37

meio da ponte.

O carpinteiro que fez o trabalho preparou-se para

partir, com sua caixa de ferramentas.

40

— Espere, fique conosco! Tenho outros trabalhos

para você.

Porém o carpinteiro respondeu:

43

— Eu gostaria, mas tenho outras pontes a

construir...

Autor desconhecido.

A partir da leitura do texto acima, julgue os itens a seguir,
relativos à tipologia textual e à redação de correspondências
oficiais.

16

O texto é essencialmente narrativo, apesar de o parágrafo
inicial ter passagem descritiva.

17

As passagens das linhas 10-12 e 18-19 reproduzem falas do

carpinteiro e estão em discurso direto.

18

A parte do texto situada entre as linhas 29 e 32 apresenta as

ações e reações das personagens e, por isso, poderia fazer

parte do corpo de um ofício.

19

A passagem “Espere, fique conosco!” (

R

.41), para que

pudesse constar de um relatório, deveria ser recuperada da

seguinte maneira: O fazendeiro pediu ao forasteiro que

esperasse, ficasse com eles.

20

A última fala, nas linhas 44 e 45, na forma como se encontra,

poderia constar de um requerimento, em que o profissional

estivesse solicitando emprego.

Considerando a figura acima, que mostra uma janela do Windows

XP, julgue os itens que se seguem.

21

Os arquivos contidos na pasta 

Documentos

 estão sendo

apresentados, de cima para baixo, em ordem crescente da

data de modificação. Caso se queira reorganizar os arquivos

por tamanho, na seqüência do maior para o menor, é

suficiente clicar a guia 

.

22

Para se abrir o arquivo de nome 

imagem

, é suficiente aplicar

um clique duplo sobre o ícone 

.

23

Utilizando-se exclusivamente de operações com o 

mouse, é

possível selecionar todos os arquivos contidos na pasta.

24

Para se excluir da pasta 

Documentos

 o arquivo de nome

Relatório

, enviando-o para a lixeira, basta clicar o ícone

 e, em seguida, 

.

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 3 –

A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com parte de

um documento em processo de edição. Com relação a essa janela

e ao Word 2002, julgue os itens seguintes.

25

Ao se clicar o botão 

, caracteres não-imprimíveis que

estão sendo exibidos na janela ficarão ocultos.

26

A barra de ferramentas 

Revisão

 está sendo exibida na janela.

27

Para se exibir a barra de ferramentas 

Desenho

, que apresenta

funcionalidades que permitem a elaboração de desenhos

simples, é suficiente clicar o botão 

.

28

Sabendo-se que a palavra “Líquido”, na segunda linha do

título que aparece na janela, está formatada em negrito, para

se desativar essa formatação, é suficiente aplicar um clique

duplo sobre a referida palavra; pressionar e manter

pressionada a tecla 

§

; teclar 

N

; liberar a tecla 

§

.

29

Ao se clicar o 

menu 

, serão exibidas diversas opções,

incluindo-se a opção 

Idioma

,

 que permite a tradução de um

trecho selecionado do documento para outras línguas que

estejam incluídas na biblioteca do Word.

A figura acima mostra uma janela do Excel 2002, com uma
planilha, em processo de edição, contendo os saldos das contas
de três clientes de um banco. Com relação a essa figura e ao
Excel 2002, julgue os itens subseqüentes.

30

Para se calcular a soma dos saldos das três contas e pôr o

resultado na célula 

B5

, é suficiente clicar essa célula, clicar 

e, em seguida, teclar 

«

.

31

Ao se clicar a célula 

A2

 e duas vezes o botão 

, será

selecionada a célula 

C2

.

32

Ao se clicar a célula 

B2

, essa célula será selecionada. Ao se

aplicar um clique duplo sobre essa mesma célula, toda a
coluna 

B

 será selecionada.

A figura acima mostra uma janela do Internet Explorer 6 (IE6)
contendo parte de uma página 

web. Com relação a essa figura e

à Internet, julgue os itens que se seguem.

33

A seqüência de caracteres http://www.youtube.com
corresponde ao URL de uma página da Web que tem como
principal função fornecer ao usuário da Internet as últimas
notícias do Brasil.

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 4 –

34

O termo Google, presente na página 

web mostrada na figura,

está relacionado a uma página 

web que é comumente usada

como ferramenta para busca de informações na Internet.

35

O botão 

 tem como função principal permitir ao

usuário do IE6 definir a primeira página que será exibida
quando o programa for aberto.

Reclamar do processo para a concessão de licenciamento

ambiental está na moda. A gritaria contra o Instituto do Meio
Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) é ampla
e reúne tanto empreiteiros interessados nas obras que precisam de
licença quanto ambientalistas contrários aos empreendimentos.
Na prática, os processos de licenciamento ambiental são muito
influenciados por decisões externas. “Não dá para demonizar o
IBAMA e culpá-lo pela postergação de investimentos”,
reconhece o presidente da Associação Brasileira da Infra-
Estrutura e Indústrias de Base (ABDIB).

O IBAMA tem se defendido alegando que atualmente

apenas um pedido está atrasado — o complexo hidrelétrico do
Rio Madeira, em Rondônia, que inclui as usinas de Jirau e Santo
Antônio. É um empreendimento relevante porque, segundo o
governo, seria capaz de solucionar o risco de falta de energia
elétrica a partir de 2012. Na hidrelétrica de Belo Monte, no Pará,
ou na usina nuclear Angra 3, no Rio de Janeiro, estados, ONGs
e promotores de justiça barraram até mesmo a abertura dos
estudos preliminares. O ex-presidente do IBAMA Márcio Freitas
reconheceu ser ainda muito baixo o nível de informação sobre o
ambiente e as riquezas culturais no país, principalmente na região
amazônica, o que dificulta as análises.

Correio Braziliense, 29/4/2007, p. 21 (com adaptações).

Tendo esse texto como referência inicial e considerando a
amplitude e as repercussões do tema por ele abordado, julgue os
itens seguintes.

36

O tema abordado no texto remete à questão do
desenvolvimento sustentável, conceito que o mundo
contemporâneo passou a desenvolver nas décadas finais do
século XX em face da constatação de que o modelo de
exploração dos recursos naturais, além de sua interferência
danosa ao meio ambiente, comprometia gravemente as
condições de vida no planeta.

37

País emergente que luta para alcançar posição de maior
relevo na economia mundial, o Brasil tem se recusado a
adotar medidas de proteção ambiental, sob o argumento de
que todas as grandes potências tiveram liberdade plena para
garantir seu desenvolvimento.

38

A conferência mundial sobre meio ambiente que o Brasil
sediou em 1992, conhecida como Eco-92 ou Rio-92, foi
considerada acontecimento histórico tanto pela quantidade
de cientistas e de governantes que acolheu quanto pela
explicitação de um problema que ganharia crescente
dimensão, o do aquecimento global.

39

Entre os fatores determinantes para a ampliação do efeito
estufa, que aumenta a temperatura do planeta, está a elevada
emissão de gases poluentes na atmosfera.

40

Um exemplo de atitude objetiva e concreta assumida pela
comunidade internacional, com a finalidade de se reduzir o
lançamento de agentes de poluição atmosférica, é o
Protocolo de Kyoto, amplamente negociado e assinado pelo
conjunto dos países industrializados.

41

As ONGs, que emergiram no cenário mundial especialmente
na segunda metade do século passado, sobretudo a partir de
suas últimas décadas, refletem um novo tipo de
comportamento da sociedade contemporânea, assinalado
pela organização de diversos setores sociais com vistas a
interferir na tomada de decisão em áreas distintas ou a
influenciá-la.

42

Por determinação constitucional, as ONGs que atuam no
Brasil, estrangeiras ou nacionais, prestam contas de seus
atos ao governo federal, por meio do Ministério da Justiça,
independentemente de fazerem uso ou não de recursos
financeiros oficiais.

43

A atual crise pela qual passa o IBAMA, que o texto deixa
entrever, sugere, na opinião de muitos especialistas, que
chegou a hora de o Estado brasileiro decidir-se por algo que
há muito deveria ter feito, ou seja, criar um ministério com
a missão específica de tratar o estratégico tema do meio
ambiente.

44

O texto deixa claro que não há outra causa para a
morosidade do licenciamento ambiental no Brasil senão as
reconhecidas deficiências técnicas do IBAMA.

45

Para o governo federal, obras como as projetadas para o rio
Madeira são essenciais para oferecer aporte ao
desenvolvimento da Amazônia e do país, contribuindo para
que não se repita, no futuro próximo, episódio como o
apagão elétrico de alguns anos atrás.

46

Infere-se do texto que, embora seja amplo o conhecimento
sobre os ecossistemas nacionais e o país esteja plenamente
mapeado em termos culturais, a falta de mão-de-obra
especializada é decisiva no andamento mais lento que o
desejável dos processos de licenciamento ambiental.

47

Alvo das atenções gerais, a Amazônia é unanimemente
considerada pela comunidade científica internacional como
o pulmão do planeta, o que acaba por inviabilizar a
exploração econômica desse enorme território.

48

Aplicado à região amazônica, o moderno conceito de
desenvolvimento sustentável implica a transformação de
significativa área florestal em pastagens, já que a pecuária é
uma atividade produtiva de impacto praticamente nulo sobre
o meio ambiente.

49

Instituição muito presente na vida brasileira contemporânea,
o Ministério Público, em seus variados ramos, adquiriu mais
poder e maior visibilidade com a Carta de 1988, definida
como Constituição cidadã pelo deputado que presidiu sua
elaboração, Ulysses Guimarães. 

50

Em síntese, desenvolvimento sustentável pode ser definido
como a organização do sistema produtivo que leve na devida
conta a imperiosa necessidade de serem garantidas as
condições de vida para as atuais e as futuras gerações.

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 5 –

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Com relação a 

fôrmas que são componentes importantes para a

execução de estruturas de concreto armado de qualidade, julgue

os itens a seguir.

51

No dimensionamento de 

fôrmas, os carregamentos

horizontais decorrentes da ação de ventos podem ser sempre

desprezados, devido ao alto peso das 

fôrmas. 

52

A alteração desordenada do plano de concretagem pode

resultar em cargas não previstas em 

fôrmas  que podem

comprometer a funcionalidade e o acabamento final da

estrutura.

53

As cavernas são cavidades de formato irregular resultantes

da fuga de nata por aberturas existentes nas 

fôrmas. 

54

As peças de madeira que apresentam variações significativas

da seção transversal ao longo do seu comprimento podem ser

utilizadas como 

fôrmas se apresentarem superfícies lisas.

55

No dimensionamento de 

fôrmas, o peso de operários é

considerado como uma sobrecarga de serviço. 

O desenho acima apresenta um corte lateral de um pórtico plano,

rígido, com peso desprezível, submetido a um carregamento no

trecho DE, uniformemente distribuído, não nulo, com intensidade

q. Com base nesse desenho, julgue os seguintes itens.

56

O pórtico é hiperestático.

57

O trecho AB está submetido a compressão.

58

O esforço cortante no trecho BC é igual a 

2aq. 

59

A componente vertical da reação no apoio E é nula.

60

O momento fletor no ponto D é igual a 

a

2

q. 

As alvenarias bem executadas garantem à construção qualidade
estética, durabilidade e economia. Com relação a execução de
alvenarias de vedação, julgue os itens que se seguem.

61

A espessura da argamassa utilizada na instalação da primeira
fiada de elementos da alvenaria de vedação deve ser
suficiente para a sua fixação e para absorção dos defeitos da
superfície da laje.

62

Em regiões de embutimento de conduítes, os blocos vazados
devem ser assentados com os furos na horizontal.

63

Quando a alvenaria deve funcionar também como
contraventamento da estrutura, cunhas de concreto pré-
fabricadas podem ser utilizadas no topo da alvenaria para
aperto, fazendo com que ela trabalhe rigidamente ligada à
estrutura. 

64

Na execução de aberturas na alvenaria, as contravergas só
devem ser utilizadas quando o vão da abertura exceder 2 m.

RASCUNHO

A

B

C

D

a

2a

q

E

2a

2a

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 6 –

Julgue os próximos itens, relativos a estruturas de madeira.

65

A colagem e o entalhe são alguns dos tipos de ligações
possíveis entre peças de uma estrutura de madeira. 

66

Os berços, ou cepos, são elementos auxiliares de apoio de
vigas em construções de madeira.

67

A resistência da madeira não é afetada pela temperatura do
ambiente.

O desenho acima apresenta uma instalação elétrica normal de
uma casa. Com relação aos trechos indicados pelas letras A, B, C
e D nesse desenho, julgue os itens a seguir.

68

O trecho A corresponde ao ramal de entrada.

69

O trecho B corresponde ao circuito de controle.

70

O trecho C corresponde ao circuito dos aparelhos.

71

O trecho D indica a ligação do chuveiro elétrico ao circuito
de alimentação.

Os sistemas de isolamento térmico, ventilação e condicionamento
de ar garantem condições de conforto térmico às construções
civis. Acerca desses tipos de instalações, julgue os itens
seguintes.

72

No que se refere a isolamento térmico, para um mesmo valor
de espessura, a madeira de pinho e o papelão corrugado são
melhores isolantes do que o tijolo sólido.

73

Denomina-se ventilação forçada de um local, o processo de
movimentação de ar provocado por diferenças de pressões
naturais originadas pelos ventos.

74

Entende-se por carga térmica de uma instalação de ar-
condicionado, a quantidade de calor, por unidade de tempo,
que deve ser fornecida ou retirada do ar a ser introduzido nos
recintos condicionados, a fim de que estes se mantenham nas
condições de conforto prefixadas.

Julgue os itens que se seguem, relativos a instalações de telefonia.

75

Tronco é a porta de conexão entre a central privada de
comunicação telefônica e a rede pública de telefonia.

76

Cabe à empresa de telefonia local executar toda a fiação e
cabeação de telecomunicação da construção, a identificação,
nas caixas de distribuição de telefonia, dos fios
correspondentes a cada tamanho e a interligação dos cabos.

A parte inferior de uma instalação típica de bombeamento de

água, com caixas simples e grupo monofásico está representada

na figura acima. Com base nessa instalação, é correto afirmar que

o componente

77

A é a válvula de recalque.

78

B é a válvula de retenção.

79

C é o grupo eletrobomba.

80

D é uma chave de faca monofásica.

81

E é a coluna de recalque.

A escolha correta dos componentes para a execução de uma obra,

a organização do canteiro de obras e a qualificação dos

profissionais da construção são fundamentais para se garantir boa

produtividade e condições de segurança adequadas para os

operários. Com relação a esse conjunto de fatores, julgue os itens

a seguir.

82

Os andaimes em balanço são aqueles cuja estrutura trabalha

simplesmente apoiada, podendo ser fixos ou com

deslocamento no sentido horizontal.

83

Por motivos de segurança, os barracões do canteiro de obras

não podem estar situados próximos ao prédio em construção.

84

Sob condições de construção simples, a montagem e

manutenção de andaimes de madeira deve ser efetuada,

unicamente, por carpinteiros, orientados por mestre ou

encarregado.

85

O canteiro de obras deve ser dirigido pelo mestre-de-obras.

220V

A

B

C

D

Hélio Alves Azeredo. O edifício e seu acabamento. Ed. Edgard Blücher.

E

D

A

B

C

Hélio Creder

. Instalações hidráulicas e sanitárias. LTC.

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 7 –

O desenho acima esquematiza uma estaca a ser executada junto

à divisa entre dois terrenos, como parte das fundações de um

prédio a ser construído. A 2 m de distância desse prédio, existe

uma casa antiga. O desenho mostra também um dos elementos de

fundação da casa: uma sapata quadrada, com 1 m de lado. O pilar

do prédio tem largura de 0,15 m e a estaca tem diâmetro de

0,40 m. De acordo com essas informações e para as condições

apresentadas, julgue os itens a seguir.

86

Para evitar danos à casa, seria conveniente que a estaca a ser

executada fosse do tipo Franki.

87

O topo da estaca estará submetido a flexão composta.

88

Em substituição à estaca, poderia ser executado um tubulão

sem revestimento como fundação do pilar do prédio.

89

No caso de ser utilizada uma estaca pré-moldada de concreto

como fundação do pilar do prédio, é correto afirmar que a

maior contribuição para a capacidade de carga da estaca

resultará do atrito lateral entre o fuste da estaca e a camada

de argila. 

90

Se a base da sapata da casa está situada 0,5 m abaixo da

superfície do terreno, é correto afirmar que cerca da metade

do bulbo de pressões da sapata está dentro da camada de

argila.

91

Caso o piso indicado na figura seja composto de peças pré-

moldadas de concreto simples a serem assentadas

diretamente sobre o solo, este deve ser convenientemente

drenado e apiloado antes do assentamento das peças.

92

Caso as estacas do prédio a ser construído sejam pré-

moldadas de concreto, o custo total das mesmas, quando da

elaboração do orçamento, será igual ao volume total de

concreto a ser utilizado na confecção das estacas

multiplicado pelo preço unitário do concreto.

93

Considere que para a execução do poço do elevador (não

mostrado no desenho) do prédio a ser construído, seja

necessário o rebaixamento de 1,6 m do lençol d’água na

região de construção do poço. Nessas condições, a utilização

de ponteiras drenantes poderia ser considerada como uma

das alternativas técnicas para promover tal rebaixamento. 

Julgue os itens abaixo, relativos à impermeabilização de

construções civis.

94

A camada-berço é a camada destinada a servir de apoio e

proteção da impermeabilização.

95

A imprimação é a sobreposição de extremidades de mantas

de impermeabilização visando à execução de emendas.

96

Os elastômeros são líquidos impermeabilizantes resultantes

da destilação de materiais orgânicos.

97

A emulsão asfáltica é a dispersão de asfalto em água, obtida

com auxílio de agente emulsificador.

Os revestimentos garantem a qualidade do acabamento e a

durabilidade das construções civis. Com relação a revestimentos,

julgue os itens subseqüentes.

98

A areia a ser utilizada em argamassa de revestimento não

deve conter impurezas, matéria orgânica, torrões de argila ou

minerais friáveis.

99

O emboço deve ser sempre aplicado antes da pega completa

do chapisco.

100

O emboço paulista, ou revestimento do tipo paulista, é

constituído de argamassa de cimento, cal e areia.

101

O reboco deve ser aplicado sobre a alvenaria 24 h antes do

chapisco.

Julgue os próximos itens, relacionados a esquadrias.

102

O cedro é uma das madeiras comumente utilizadas como

batentes.

103

O alisar, ou guarnição, é o componente de janelas

responsável pelo isolamento acústico.

104

As intempéries em regiões litorâneas constituem uma das

limitações das esquadrias de alumínio em relação às de aço.

105

A folha é a parte móvel da porta que abre e veda o vão. 

2m

3m

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – Banco da Amazônia S.A.

Caderno G

Cargo 5: Técnico Científico – Área: Engenharia Civil 

– 8 –

Orçamentos e planejamentos criteriosos e realistas são
fundamentais para a viabilização de uma construção. Com relação
a esse assunto, julgue os itens a seguir.

106

A composição do preço unitário de determinado serviço
depende do custo da hora de trabalho do operário na
realização do serviço.

107

O cronograma físico-financeiro de uma obra é a
representação gráfica do andamento previsto para a obra ou
serviço, em relação ao tempo e respectivos desembolsos
financeiros.

108

O diário de obra é o livro onde são listados e identificados
todos os operários contratados para a execução da obra ou
serviço.

109

Em um serviço de movimento de terra, para efeito de
orçamento do transporte de terra escavada na execução de
um corte, multiplica-se o volume de solo a ser escavado no
seu estado natural, ou intacto, pelo preço unitário de
transporte.

Considerando o traço em massa de um concreto 1: a : p : x, julgue
os itens subseqüentes.

110

A letra “a” indica a massa de agregado miúdo por unidade de
massa de cimento.

111

A letra “p” indica a massa de aditivo plastificante por
unidade de massa de cimento.

112

A letra “x” indica a massa de água por unidade de massa de
cimento.

Com relação aos sistemas de combate a incêndios, fundamentais
nas construções civis, julgue os itens seguintes.

113

O abastecimento da rede de hidrantes de uma construção
deve ser feito, preferencialmente, por reservatórios elevados.

114

Na construção, não pode ser utilizado o mesmo reservatório
para consumo normal de água e para combate a incêndios.

115

Os hidrantes não devem ser instalados em áreas de
circulação das construções.

116

As portas de saída de emergência em caso de incêndio
devem abrir no sentido da saída.

Julgue os itens abaixo, relativos a orçamento público. 

117

A lei orçamentária anual do Poder Executivo compreende,
entre outros, o orçamento da seguridade social, abrangendo
todas as entidades e órgãos a ela vinculados, da
administração direta ou indireta, bem como os fundos e
fundações instituídos e mantidos pelo poder público.

118

No orçamento público da União, é permitido o início de
programas ou projetos não incluídos na lei orçamentária
anual.

O conhecimento das características e do comportamento dos
solos é fundamental para o bom desempenho e a durabilidade de
várias obras civis. Com relação a esse tema, julgue os itens
subseqüentes.

119

Os ensaios de permeabilidade a carga variável são indicados
para solos com baixos valores de coeficiente de
permeabilidade.

120

Quanto maior o valor da sucção, maior a resistência ao
cisalhamento de um solo não saturado.

cespe-2007-banco-da-amazonia-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html