Prova Concurso - Serviço Social - 2007 PREFEITURA DE VITORIA ES ASSISTENTE SOCIAL ALFA - CESPE - PREFEITURA - 2007

Prova - Serviço Social - 2007 PREFEITURA DE VITORIA ES ASSISTENTE SOCIAL ALFA - CESPE - PREFEITURA - 2007

Detalhes

Profissão: Serviço Social
Cargo: 2007 PREFEITURA DE VITORIA ES ASSISTENTE SOCIAL ALFA
Órgão: PREFEITURA
Banca: CESPE
Ano: 2007
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Gabarito

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-gabarito.pdf-html.html

Obs.: ( X ) Questão anulada

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO 

DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS DAS PROVAS OBJETIVAS

Aplicação: 18/3/2007

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

B

A

D

C

D

E

B

B

B

B

D

A

C

C

B

D

B

C

E

C

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

B

D

B

C

E

C

X

C

C

C

C

E

C

B

E

A

D

E

A

D

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

E

D

C

B

A

E

B

C

C

B

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

CadernoALFA

Gabarito

Gabarito

Questão

Gabarito

Questão

CARGO 3: ASSISTENTE SOCIAL

CADERNO ALFA

Questão

Prova

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html
cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html
cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 1 –

Nas questões de 1 a 50, marque, em cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações,
use a folha de respostas, único documento válido para a correção das suas provas.

LÍNGUA PORTUGUESA

Texto para as questões de 1 a 3

Pensar a cibercultura com otimismo consiste em

1

reconhecer dois fatos. Em primeiro lugar, que o crescimento
do ciberespaço resulta de um movimento internacional de
jovens ávidos por experimentar, coletivamente, formas de

4

comunicação diferentes daquelas que as mídias clássicas nos
propõem. Em segundo lugar, que estamos vivendo a abertura
de um novo espaço de comunicações e cabe apenas a nós

7

explorar as potencialidades desse espaço nos planos
econômico, político, cultural e humano.

Aqueles que denunciam a cibercultura hoje têm uma

10

estranha semelhança com aqueles que desprezavam o 

rock

nos anos 50 ou 60. O 

rock era anglo-americano, e tornou-se

uma indústria. Também não impediu que muitos de nós

13

nos divertíssemos ouvindo ou tocando juntos essa música.
A música 

pop dos anos 70 deu uma consciência a uma ou

duas gerações e contribuiu para o fim da Guerra do Vietnã.

16

É bem verdade que nem o 

rock nem a música pop resolveram

o problema da miséria ou da fome no mundo. Mas isso seria
razão para “ser contra”?

19

Pierre Lévy. Cibercultura. São Paulo, ed. 34, 1999, p. 11 (com adaptações).

QUESTÃO 1

Considerando as idéias expressas no texto acima, assinale a opção
correta.

A Apenas os jovens, ávidos por experimentarem novas formas

de comunicação, estão presentes no ciberespaço.

B Apenas do homem depende a escolha de se utilizar o

ciberespaço de forma negativa ou positiva.

C Quem desprezou o rock  nos anos 60 despreza também a

cibercultura, por aversão ao novo.

D Os contrários à cibercultura alegam que ela não resolveu o

problema da fome no mundo.

E Nos anos 70, a música pop conscientizou a juventude quanto

à existência da cibercultura.

QUESTÃO 2

Com base no texto acima e nas regras de pontuação prescritas
pela norma gramatical, assinale a opção correta.

A Seria gramaticalmente correto substituir-se o ponto final após

“fatos” (

R

.2) por dois-pontos, desde que o termo “Em”, nas

linhas 2 e 6, fosse reescrito com letra minúscula e o ponto
final após “propõem” (

R

.6) fosse substituído por ponto-e-

vírgula.

B A correção gramatical do texto seria mantida se fosse inserida

uma vírgula logo após “otimismo” (

R

.1).

C Seria correta, do ponto de vista gramatical, a inserção de

ponto-e-vírgula logo após “espaço” (

R

.8) para marcar que

deve haver longa pausa quando o texto for lido em voz alta.

D Na linha 12, a correção gramatical e o sentido do texto

permaneceriam inalterados se fosse inserida uma vírgula logo
após 

rock e se o “e” antes de “tornou-se” fosse retirado do

texto.

E Na linha 18, seria gramaticalmente correto inserir-se um

travessão imediatamente antes de “Mas”, já que esse termo
introduz a fala do autor.

QUESTÃO 3

Considerando o significado das palavras e seu emprego no texto,

assinale a opção correta.

A Na linha 3, a palavra “internacional” está sendo empregada

em oposição a nacional.

B O adjetivo “ávidos” (

R

.4) tem, no texto, o sentido de

mesquinhos. 

C O significado de “potencialidades” (

R

.8) relaciona-se a

potência com o sentido de poder hierárquico.

D Na linha 11, “estranha” tem o sentido de curiosa.
E Na linha 15, “consciência” tem o sentido de estado do

sistema nervoso central que permite o pensamento claro.

QUESTÃO 4

Entre as opções a seguir, que seqüencialmente formam um texto,

assinale a que está gramaticalmente correta.

A É certo que, alguns Estados e potências econômicas realizam

violações de correspondência, roubo à dados, manipulações

ou operações de desinformação no ciberespaço. Nada de

radicalmente novo. Tudo isso era feito e ainda se faz por

outros meios: por arrombamento físico, pelo correio ou pelo

telefone.

B Uma vez que as ferramentas da comunicação digital são mais

potentes, permitem fazer o mau em maior escala. Mas é

preciso notar que existe instrumentos de codificação e

decodificação muito poderosos, agora acessível a pessoas

físicas, e que permite uma resposta parcial a essas ameaças.

C Por outro lado, repito que a televisão e a imprensa são

instrumentos de manipulação e de desinformação muito mais

eficazes que a Internet, já que podem impor “uma” visão da

realidade e proibir a resposta e o confronto entre posições

divergentes.

D Isso foi visto claramente durante a Guerra do Golfo. Em

contrapartida, a diversidade das fontes e a discursão aberta é

interessante ao funcionamento de um ciberespaço que é

incontrolável por essência.

E Mais uma vez, associar uma ameaça totalitária a cibercultura

advem de uma profunda incompreensão a respeito de sua

natureza e do processo que governam sua extensão.

Opções adaptadas de Pierre Lévy. 

Op. cit., p. 230.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 2 –

Texto para as questões de 5 a 7

Navegar era preciso. Viver, desnecessário, pois muito

1

perigoso. A descoberta dos novos mundos exigia sangue,

riscos e sacrifícios humanos. Exata, calculada, científica, a

navegação, orientada por instrumentos, pagava os seus erros

4

com almas de aventureiros. Há 500 anos, Cabral chegava ao

Brasil, segundo uma das teorias — contestada pelos

especialistas, mas sempre em voga entre os poetas e os

7

leigos —, por acaso. Empurrado pela ausência de ventos.

Cinco séculos depois, o mundo flutua rumo ao século XXI, ao

terceiro milênio. Navegar ainda é preciso?

10

Em princípio, mais do que nunca. Navegar na Internet,

pilotando um computador: sonho ou ilusão? Se escutamos os

loucos por informática, já estamos em uma ilha paradisíaca

13

de dimensões planetárias. Se prestamos atenção aos

apocalípticos de plantão, patinamos no inferno. Sonho ou

pesadelo? Conforme os primeiros, nadamos na felicidade.

16

Para os últimos, mergulhamos no isolamento. Os discursos

ditos científicos costumam afirmar tudo e o seu contrário em

nome da mesma verdade submersa. E, então, na Internet, os

19

ventos sopram para o bem ou para o mal? Antes de qualquer

resposta, teríamos de saber filtrá-los.

Francisco Menezes Martins e Juremir Machado da Silva (Org.).
Para navegar no século XXI – tecnologias do imaginário
e cibercultura. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2000, p. 13.

QUESTÃO 5

Acerca das idéias do texto, assinale a opção correta.

A Na linha 1, o emprego da forma verbal “era” evidencia que a

necessidade de navegar foi pontual, de um momento restrito.

B A conjunção “pois”, em “pois muito perigoso” (

R

.1-2),

introduz a conclusão da idéia de que viver era desnecessário.

C O trecho “orientada por instrumentos” (

R

.4) restringe o sentido

da navegação tratada, opondo-a a outros tipos de navegação.

D O sentido original do texto seria mantido se o segmento

“Conforme os primeiros, nadamos na felicidade” (

R

.16) fosse

reescrito da seguinte maneira: Consoante os primeiros,

nadamos na felicidade.

E A forma pronominal “los”, em “filtrá-los” (

R

.21), refere-se aos

termos “o bem” e “o mal”, ambos na linha 20.

QUESTÃO 6

Ainda considerando as idéias do texto, assinale a opção correta.

A Com a evolução tecnológica, não há mais necessidade de se

navegar pelos mares.

B Apesar de estar comprovado que Cabral não chegou ao

Brasil por acaso, leigos ainda acreditam nessa versão do
descobrimento do país.

C Acreditava-se, na época das navegações marítimas, que elas

eram exatas, calculadas e orientadas por instrumentos e que
cruzar os mares era totalmente seguro.

D O discurso de quem busca a verdade sobre a influência da

Internet no mundo é contraditório.

E Para os pessimistas, a Internet isola os seres humanos, para os

otimistas, ao contrário, o que a Internet faz é abolir fronteiras.

QUESTÃO 7

Julgue os itens a seguir, referentes às estruturas lingüísticas
do texto.

I

Sem se alterar o sentido do texto, seria gramaticalmente
correto reescrever o trecho “pagava os seus erros” (

R

.4) como

a seguir: pagava pelos seus erros.

II A substituição da forma verbal em “Há 500 anos” (

R

.5) pela

forma verbal Fazem  manteria a correção gramatical e o
sentido do texto.

III Na linha 14, o uso da contração da preposição a com o artigo

definido o no plural, em “aos”, deve-se à exigência da forma
verbal “prestamos”.

IV A forma verbal “nadamos” (

R

.16) está no tempo passado do

modo indicativo.

V O sentido e a correção gramatical do texto seriam mantidos

caso os termos “os primeiros” (

R

.16) e “os últimos” (

R

.17)

fossem substituídos, respectivamente, por aqueles e estes.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 8

A Internet propicia um novo tipo de desigualdade

1

social, juntando-se ao conjunto de barreiras tradicionais
associadas a renda, classe, raça, ocupação. Essa nova
desigualdade, opõe os que têm acesso à Internet aos que não

4

o têm. Forma-se, assim, o que alguns autores chamam de
“barreira digital”, um conjunto de desigualdades sociais
geradas pela introdução das novas tecnologias de informação

7

e comunicação, baseadas no uso de computadores.

Ciência Hoje. Mar./2001 (com adaptações).

Considerando que, na transcrição do texto acima, foi introduzido
um erro, assinale a opção correta.

A A palavra “propicia” (

R

.1) deveria ser grafada propiscia.

B Há emprego incorreto da vírgula logo após “Essa nova

desigualdade” (

R

.3-4).

C Na forma verbal “opõe” (

R

.4), deveria ser empregado o acento

circunflexo no segundo o, e não o til. 

D A forma verbal “Forma-se” (

R

.5) deveria estar no plural.

E Na linha 5, a preposição “de”, logo após “chamam”, está

incorretamente empregada.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 3 –

Texto para as questões 9 e 10

Para acabar com a exclusão digital

Ampliar o acesso às novas tecnologias de informação

1

é um ponto estratégico no rompimento das desigualdades
econômicas e sociais no Brasil. “A democratização da
informática precisa transpor os muros das escolas e

4

universidades e atingir o maior número possível de cidadãos”,
diz o pesquisador Rubens da Silva Ferreira.

Ao refletir sobre os desafios do Estado para promover

7

uma sociedade da informação no Brasil, Ferreira aponta o
analfabetismo como principal barreira a ser superada:
20 milhões de brasileiros estariam sumariamente excluídos

10

desse processo por não saberem ler e escrever. O alto custo
dos equipamentos para a realidade brasileira também é um
obstáculo.

13

Maria Ganem. Ciência Hoje. Internet: <cienciahoje.uol.com.br> (com adaptações).

QUESTÃO 9

Assinale a opção em que a substituição proposta mantém o
sentido original do texto e respeita as regras prescritas pela
gramática normativa. 

A “acesso às novas tecnologias” (

R

.1) por acesso das novas

tecnologias

B ‘precisa transpor os muros’ (

R

.4) por precisa de transpor os

muros

C ‘atingir o maior número possível de cidadãos’ (

R

.5) por

atingir ao maior número possível de cidadãos

D “Ao refletir sobre os desafios do Estado” (

R

.7) por Ao refletir

os desafios do Estado

E “estariam sumariamente excluídos desse processo” (

R

.10-11)

por estariam sumariamente excluídos pelo processo

QUESTÃO 10

Acerca das idéias do texto, julgue os itens abaixo.

I

A ampliação do acesso à Internet acabará com as
desigualdades no Brasil.

II A democratização da informática atinge todas as crianças

brasileiras matriculadas no ensino fundamental, médio e
superior.

III Para o pesquisador citado, saber ler e escrever é o ponto-

chave para o acesso à informação e para o uso dos
equipamentos de informática.

IV De acordo com o pesquisador Rubens da Silva Ferreira, a má

distribuição de renda é a principal causa do analfabetismo.

V O “acesso às novas tecnologias de informação” (

R

.1) é

dificultado pelo “alto custo dos equipamentos” (

R

.11-12).

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

POLÍTICAS DE SAÚDE

Texto para as questões de 11 a 13

A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério

da Saúde (MS), divulgou no último dia 28 nota técnica alertando
para que todos os estados e municípios do país estejam atentos às
suspeitas de casos de rubéola após o período das festas, em
virtude da situação do recente surto epidêmico da doença nos
estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Segundo a nota,
durante esses períodos de festividades de final de ano, o número
de pessoas que pode se deslocar de outros municípios e estados
para as regiões em situação epidêmica é muito elevado, o que
determina alto risco de disseminação dessa doença para outros
estados da União e outros países não afetados. A disseminação
desse vírus para outras regiões do país é um risco iminente neste
momento, avalia a SVS, em função do grande número de pessoas
suscetíveis e da possibilidade de existência de grande número
de portadores assintomáticos, por causa do longo período de
incubação da doença.

Internet: <www.bvsdip.cict.fiocruz.br> (com adaptações).

QUESTÃO 11

Considerando o assunto abordado no texto, assinale a opção
correta.

A A rubéola é de notificação compulsória apenas quando incide

em gestantes.

B Apesar de a rubéola poder causar a morte de parturientes, não

é comum se registrar a presença de seqüelas nos fetos ou nos
recém-nascidos de mães infectadas.

C O período de incubação resulta de a doença ter-se tornado

crônica, quando então se diz que ela está incubada.

D A vigilância sanitária deve eliminar, diminuir ou prevenir

riscos à saúde decorrentes do meio ambiente, da produção e
da circulação de bens e da prestação de serviços de interesse
da saúde.

E As epidemias têm origem no deslocamento de pessoas

portadoras de doenças de uma para outras regiões, enquanto
as endemias resultam de contágio de pessoas do próprio local.

QUESTÃO 12

Acerca do assunto tratado no texto, assinale a opção correta.

A Na situação relatada no texto, a SVS está cuidando de casos

que pertencem à vigilância epidemiológica por se tratar de
risco de epidemia.

B A SVS é um departamento da Agência Nacional de Vigilância

Sanitária (ANVISA).

C A SVS alertou estados e municípios porque o controle de

epidemias não é de competência federal.

D O risco de infecção é maior no período de festas porque a

rubéola é de transmissão venérea.

E A principal função da vigilância em saúde é cuidar da

qualidade de alimentos, medicamentos e outros produtos de
uso humano e animal.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 4 –

QUESTÃO 13

Considerando as informações do texto, julgue os itens

subseqüentes, acerca da prevenção em saúde.

I

São de notificação compulsória doenças e agravos

relacionados em portaria específica do MS e também todo e

qualquer surto ou epidemia, assim como ocorrência de agravo

inusitado.

II A situação relatada no texto é de prevenção secundária, uma

vez que a epidemia já ocorreu e se tenta evitar sua propagação

para outros locais.

III A prevenção terciária compreende, basicamente, as ações de

reabilitação.

IV Promoção da saúde é outra maneira de designar a prevenção

primária. 

V O modelo médico opõe-se ao modelo ampliado de saúde

por ter como meta, basicamente, aquilo que corresponde à

prevenção secundária.

Estão certos apenas os itens

A I, II e III.
B I, II e IV.
C I, III e V.
D II, IV e V.
E III, IV e V.

QUESTÃO 14

A história natural das doenças nada mais é do que um

quadro esquemático que dá suporte à descrição das múltiplas

enfermidades. Sua utilidade maior é apontar os diferentes

métodos de prevenção e controle, servindo de base para a

compreensão das situações reais e específicas, tornando

operacionais as medidas de prevenção. 

M. Z. Rouquayrol e M. Goldbaum. Epidemiologia, história natural e prevenção das doenças.
In: Rouquayrol e Almeida Filho. Epidemiologia e Saúde. Rio de Janeiro: Medsi, 2001, p. 18.

Considerando o texto acima, assinale a opção correta com relação

à história natural da doença (HND).

A A HND se constitui de 3 etapas de prevenção: primária,

secundária e terciária.

B Por ser um quadro esquemático, a mesma HND pode servir a

múltiplas doenças, induzindo os médicos a erros.

C Pode-se prevenir uma doença pela HND, mesmo sem se

conhecer o agente etiológico.

D A HND descreve a evolução natural da doença sem a

intervenção do homem.

E A estrutura epidemiológica compreende a HND como parte

da evolução da doença.

QUESTÃO 15

Ainda com relação à HND, julgue os itens subseqüentes.

I

A HND compõe-se de duas etapas, a primeira voltada para
as condições que propiciam o surgimento da doença no
suscetível e a segunda correspondente às alterações
anatomofisiológicas do doente.

II Denomina-se estrutura epidemiológica o conjunto de fatores

vinculados ao suscetível e ao ambiente, incluindo-se aí o
agente etiológico.

III Da perspectiva da HND, o adoecimento é causado apenas

pelo contato entre o agente etiológico e o suscetível.

IV No período pré-patogênico, independentemente dos fatores

presentes e de sua estruturação, o risco é sempre o mesmo,
para qualquer suscetível.

V Existe uma associação direta entre a capacidade econômica e

a probabilidade de adquirir doença, ou seja, as classes sociais
mais altas estão mais sujeitas à ocorrência de doenças.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 16

Na análise do médico-sanitarista Gastão Wagner de Sousa

Campos, professor da Faculdade de Medicina da UNICAMP, o
Brasil tem a mais sofisticada e ampla equipe de referência em
atenção básica em saúde (ABS) do mundo. “Na maioria dos
países que dispõem de sistemas nacionais de saúde, a equipe nem
poderia receber o nome de equipe, pois, em geral, é formada por
um médico generalista e um enfermeiro, a exemplo de Cuba,
Grã-Bretanha e Canadá”, exemplifica. Em outros países, como a
Espanha, lembra, a realidade é bem diferente: “Há outros atores
envolvidos, inclusive pediatra e outras profissões de saúde”.
Gastão defende o desenho brasileiro de equipe mínima conforme
o significado da palavra “mínima”. Sugere, por exemplo, que se
autorizem vários outros tipos de equipe, que poderiam ser de 8 a
10 profissionais de saúde, mais os agentes comunitários, com
composições distintas. “Desde que cumpram as diretrizes e as
tarefas propostas pelo SUS”, ressalta.

Internet: <www.ensp.fiocruz.br/radis>.

Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens a
seguir, a respeito da atenção básica em saúde e do Programa de
Saúde da Família (PSF).

I

A equipe mínima para o PSF é composta por um médico de
família e agentes comunitários de saúde.

II A atenção básica, ou atenção primária, à saúde é o nível de

atenção representado pelos serviços de primeira linha, como
clínica médica, pediatria e tocoginecologia, que são de caráter
ambulatorial e constituem a porta de entrada única do sistema
de saúde distritalizado.

III A atenção básica compete principalmente aos estados, com

co-responsabilidade dos poderes municipal e federal.

IV O PSF privilegiou, inicialmente, os municípios de até 50 mil

habitantes e, depois, por meio do PROESF, estendeu a
cobertura aos municípios de 100 mil habitantes.

V Apesar de colaborarem com o PSF, os postos e centros de

saúde não fazem parte da atenção básica, pois são
considerados de média complexidade.

Estão certos apenas os itens

A I e III.

D II e IV.

B I e V.

E IV e V.

C II e III.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 5 –

QUESTÃO 17

Com relação à atenção básica em saúde, julgue os itens seguintes.

I

A definição de atenção primária aceita pelo MS a considera
como atenção mínima à saúde, colocando-a como primeiro
nível de assistência às populações menos favorecidas.

II Os atributos essenciais da atenção primária para o MS são o

acesso de primeiro contato do indivíduo com o sistema, a
integralidade, a continuidade e a coordenação da atenção
dentro do próprio sistema.

III Consideram-se atributos derivados da atenção primária a

atenção centrada na família, a orientação para a participação
comunitária e a competência cultural dos profissionais.

IV Na Norma Operacional Básica 96, não há referência à

mudança no modelo de atenção, nem ao PSF como opção. 

V A Conferência Internacional de Alma Ata, em 1978,

representou um marco nos debates sobre as políticas de saúde
no mundo. No entanto, não teve qualquer repercussão no
Brasil.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 18

A Constituição Federal enuncia a integralidade da

intervenção das ações e serviços de saúde. O art. 198 diz:
“As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede
regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único,
organizado de acordo com as seguintes diretrizes: (...)
atendimento integral, com prioridade para as atividades
preventivas, sem prejuízo das assistenciais”. No art. 200,
descrevem-se as ações de saúde, como vigilância sanitária,
meio ambiente, saneamento, saúde do trabalhador etc.
A Lei n.º 8.080/1990, que regulamenta o SUS, avança um pouco
mais, em seu art. 7, II, quando diz que o SUS deve seguir as
diretrizes acima e os seguintes princípios: “Integralidade da
assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das
ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos,
exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do
sistema”.

Internet: <www.ensp.fiocruz.br/radis> (com adaptações).

A diretriz da integralidade, tratada no texto acima, tem muitos e
diferentes sentidos, complementares em sua maior parte. Esses
sentidos incluem o(a)

I

intervenção em promoção, proteção, recuperação da saúde e
reabilitação.

II composição da equipe com profissionais de todas as

especialidades.

III atuação multidisciplinar e biopsicossocial da equipe.
IV consulta domiciliar, atendimento ambulatorial e internação

hospitalar com tratamento clínico e cirúrgico.

V atendimento possível em todos os níveis de complexidade.

Estão certos apenas os itens

A I, II e III.

B I, II e IV.

C I, III e V.

D II, IV e V.

E III, IV e V.

QUESTÃO 19

Acerca da legislação em saúde, julgue os itens seguintes.

I

A Lei n.º 8.142/1990 estabelece as condições para o repasse
de recursos aos municípios, entre elas, a existência de fundo,
plano e conselho de saúde.

II A regulamentação do SUS, após as leis fundamentais, tem

sido realizada por meio de normas operacionais que dispõem
sobre seu funcionamento.

III O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é considerado

exemplar por conter, entre os direitos fundamentais da criança
e do adolescente, garantias de atendimento pré e perinatal e
de aleitamento, ou seja, por considerar a importância desse
período na formação da criança.

IV O ECA garante a crianças e adolescentes o direito de ser

criado e educado em ambiente livre da presença de pessoas
dependentes de substâncias entorpecentes.

V Na Lei n.º 8.080/1990, está prevista a participação da rede

privada no atendimento do SUS. O PSF e outros programas
a utilizam amplamente, por meio de convênios.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 20

Representantes de países africanos, em debate sobre

políticas de saúde pública e a luta contra HIV/AIDS, malária e
outras epidemias, pediram em julho, na 2.ª Conferência de
Intelectuais da África e da Diáspora, que o Brasil amplie as
ações de cooperação na área da saúde, principalmente no
combate à AIDS. Para o ex-primeiro-ministro de Moçambique
Pascoal Mocumbi, representante de uma iniciativa global para o
desenvolvimento de medicamentos, poderia ser repassada aos
países africanos a experiência do programa brasileiro de
DST/AIDS na redução da incidência da doença no país. “No
Brasil, consegue-se transmitir mensagens a todas as comunidades,
mesmo àquelas sem instrução”, disse à Agência Brasil.

Internet: <www.ensp.fiocruz.br/radis>.

Com relação ao assunto abordado no texto acima, julgue os itens
subseqüentes.

I

Os métodos epidemiológicos permitiram o reconhecimento da
AIDS como uma enfermidade anos antes de o vírus da
imunodeficiência humana ser identificado ou de se suspeitar
que ele era o agente causador da doença.

II A tuberculose é uma doença reemergente, tanto pela

imunodeficiência associada aos casos de AIDS, como pela
resistência criada pelo agente aos principais medicamentos
usados para seu controle.

III A disseminação do HIV, que inicialmente estava restrita aos

usuários de drogas injetáveis e aos grupos heterossexuais,
continua a existir, atualmente, graças à transfusão sanguínea
e ao uso de antivirais. 

IV O Programa DST/AIDS do MS é reconhecido

internacionalmente, apesar de ainda depender da importação
de alguns fármacos e de acordos com laboratórios
multinacionais para a obtenção de melhores preços.

V Apesar do sucesso do Programa DST/AIDS, o aumento da

transmissão vertical e do número de infectados na população
negra é preocupante.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 6 –

QUESTÃO 21

No que se refere à AIDS, assinale a opção incorreta.

A O principal meio de se evitar a AIDS tem sido a divulgação

do uso de preservativos e a sua distribuição gratuita, em

campanha pelo sexo seguro, mas o MS, desde a década de 80

do século passado, tem investido também em hemocentros e

fiscalizado as unidades hemoterápicas.

B O Brasil usa da possibilidade de quebra de patentes, apesar de

não permitida pelas leis do país, para conseguir negociar

melhores preços junto aos laboratórios multinacionais.

C Conforme dados de 2004, apesar de a incidência da AIDS

ter-se reduzido bastante em São Paulo, manteve-se a mais

alta do país no Rio de Janeiro.

D Os índices de morbidade e mortalidade proporcionais têm

decrescido entre os homens e entre os brancos e têm crescido

entre as mulheres e entre os negros.

E Enquanto a transmissão sanguínea tem diminuído, a

heterossexual tem crescido.

Texto para as questões 22 e 23

O SUS no Brasil necessita de consolidação política e

técnica. Para se consolidar, necessita renovar-se, inovar. Para

inovar, precisa mobilizar seu formidável patrimônio de 15 anos

de experiências concretas e conhecimento acumulado,

transformando-o em tecnologias disponíveis para a ação dos

profissionais e da cidadania.

Inspirado na melhor tradição do pensamento social e

sanitário brasileiro, o SUS temperou-se e impôs-se nas

conflituosas arenas setoriais, servindo hoje de modelo exemplar

de política pública democrática. Chegando à maturidade, é ainda

permanentemente desafiado pelas iniqüidades do quadro

socioeconômico brasileiro, fonte permanente de fragilidade social

e risco sanitário.

Consolidar o SUS implica avançar na reforma sanitária, o

que exige mais do que o rigor dos princípios, mais do que o ardor

das práticas. O dinamismo das arenas sociais, a multiplicidade de

atores e situações, a complexidade dos fenômenos saúde-doença,

a interdependência entre as esferas globais e locais exigem a

produção constante de conhecimentos capazes de aportar

inovações significativas ao processo de trabalho e à produção

social da saúde. 

Internet: <www.ensp.fiocruz.br>.

QUESTÃO 22

Tendo o texto como referência inicial, julgue os próximos itens,
relativos às inovações que representam a consolidação do SUS.

I

Nos últimos anos, o MS deu continuidade ao SUS por meio
da criação de agências reguladoras como a ANVISA, a
Agência Nacional das Águas (ANA) e a Agência Nacional de
Saúde Suplementar (ANS).

II Foi criado o cartão SUS, experiência depois abandonada por

causa do risco de os dados pessoais dos cidadãos serem
acessados pelos 

hackers ou por planos de saúde.

III Instituiu-se o número de identificação social (NIS) impresso

no cartão SUS, que possibilitará, no futuro, um prontuário
único disponível em toda a rede.

IV Foi criada no MS uma secretaria de ciência e tecnologia

dedicada, primordialmente, à pesquisa em saúde e
estabeleceu-se uma política nacional de pesquisa em saúde e
uma agenda de prioridades.

V A informatização do SUS e as novas tecnologias tornaram o

sistema de informação em saúde brasileiro um dos mais
perfeitos do mundo.

Estão certos apenas os itens

A I e II. 

D III e IV.

B I e V.

E IV e V.

C II e III.

QUESTÃO 23

Acerca dos problemas enfrentados pelo SUS, conforme
mencionado no texto, julgue os itens subseqüentes.

I

A 12.ª Conferência Nacional de Saúde, apesar de ter atraído
grande interesse dos profissionais de saúde, não contou com
participação expressiva da população, nem com gestores
municipais e estaduais, que a ignoraram.

II Uma interpretação do princípio da integralidade tem resultado

em ações e decisões judiciais que obrigam o SUS a pagar
terapias e novas tecnologias de alto custo e eficácia não
comprovada.

III Clientes de planos e seguros de saúde fazem uso de

procedimentos de alta complexidade e alto custo pagos pelo
SUS, o que gera dívidas dessas empresas com o SUS. Após
a criação da ANS, essas dívidas foram totalmente ressarcidas
pelas seguradoras.

IV A expansão do PSF tem encontrado obstáculos na

insuficiência de médicos de família. Muitas universidades e
instituições de ensino têm, no entanto, reformulado seu
currículo e modelos de ensino para atenderem à crescente
demanda.

V A utilização dos recursos financeiros pelos municípios tem

sido alvo de controle pela população, o que não permite a
utilização fraudulenta ou desonesta.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 7 –

QUESTÃO 24

Com relação à gestão do SUS, assinale a opção correta.

A Não é possível considerar que os três níveis gestores sejam

responsáveis pelo financiamento do SUS, pois estados e
municípios dependem do repasse de recursos federais e de
impostos transferidos pela União.

B A Emenda Constitucional n.º 29, que deveria estabelecer o

montante de recursos destinados à saúde, limitou-se a
preconizar o aumento dos recursos aplicados, sem definir
montantes ou percentuais.

C A comissão intergestores tripartite (CIT), formada

paritariamente por membros do MS e por representantes do
CONASS e do CONASEMS, representa a principal via de
participação de estados e municípios na política nacional de
saúde.

D Tanto na CIT quanto nas comissões intergestores bipartite

(CIB), as decisões se dão por maioria absoluta dos votantes,
sendo proibido o voto secreto.

E Os conselhos municipais e estaduais de saúde devem

obedecer às decisões das CIB.

QUESTÃO 25

Uma das formas de consolidação do SUS se dá por meio da
formação de recursos  humanos. A educação permanente e a
educação a distância têm buscado prover o SUS da mão-de-obra
necessária, além do aperfeiçoamento dos gestores. Acerca desse
assunto, julgue os itens seguintes.

I

A educação a distância, apesar de seus custos menores, obriga
gestores e profissionais de saúde a deixarem suas atividades
em seus postos de trabalho para se deslocarem para as
capitais.

II Devido ao tamanho do país e à municipalização, a educação

a distância mostrou-se mais eficiente que a educação intensiva
e presencial e, por não precisar de professor, pode ser
utilizada até mesmo nos menores e mais distantes municípios.

III O SUS sozinho tem capacidade de formação para dar conta

do desenvolvimento dos profissionais de saúde. Instituições
de ensino não devem participar desse processo por estarem
fora do contato com a realidade da construção do SUS.

IV A educação permanente implica importantes mudanças na

formação dos profissionais de saúde, e, também, na educação
da população por meio da educação em saúde.

V Uma política de educação para o SUS requer bem mais que o

desenvolvimento dos profissionais de saúde que já estão
trabalhando no SUS. É uma atribuição legal do SUS ordenar
a formação dos profissionais de saúde no país em toda a sua
extensão.

Estão certos apenas os itens

A I e II.

B I e III.

C II e V.

D III e IV.

E IV e V.

QUESTÃO 26

A respeito de indicadores em saúde, julgue os itens subseqüentes.

I

Os indicadores em saúde são, tradicionalmente, mais

indicadores de doença que de saúde, por se concentrarem nas

taxas de morbimortalidade.

II A atenção básica não tem indicadores próprios, valendo-se

dos mesmos indicadores para qualquer região do país.

III As taxas de internação por AVC e de mortalidade por doenças

cardiovasculares são os principais indicadores do controle da

hipertensão.

IV Para certas doenças, como a tuberculose e a hanseníase, a

detecção de novos casos é um indicador mais importante que

a proporção de abandono do tratamento.

V Os coeficientes de saúde são calculados, geralmente, por uma

fração cujo numerador refere-se ao número de eventos e o

denominador, às probabilidades de ocorrência multiplicadas

por 100 ou por um múltiplo.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 27

Acerca dos sistemas nacionais de informação em saúde, assinale

a opção correta.

A O Sistema de Informação de Mortalidade é considerado

imune a erros, por valer-se de um instrumento padronizado,

e de preenchimento obrigatório, que é a declaração de óbito.

B O Sistema de Informação de Agravos de Notificação

(SINAN) proporciona o cálculo de incidência e prevalência

de doenças, mas não permite calcular sua letalidade ou a

identificação de áreas de risco.

C O Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC)

é um sistema de pouco valor por não existir no país um

instrumento padronizado de registro dos nascimentos,

dependendo de dados obtidos em cartórios de registro civil.

D O Sistema de Informações Ambulatoriais (SAI) foi

implantado visando a apuração de custos e pagamentos a

prestadores de serviço e sua unidade de registro é o

procedimento ambulatorial realizado, sem dados sobre

diagnóstico ou motivo de atendimento.

E O Sistema de Informações Hospitalares (SIH), por ter origem

no controle de pagamento por prestação de serviços

hospitalares, não inclui os hospitais universitários ou de

ensino ou os hospitais filantrópicos.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 8 –

QUESTÃO 28

O impacto da globalização econômica sobre as sociedades

contemporâneas, redefinindo padrões de trabalho, nutrição e

consumo, está na origem de muitos tipos de câncer. Ao mesmo

tempo, a melhoria das condições de vida dos indivíduos resulta

no envelhecimento populacional, responsável pelo aumento

da incidência de doenças crônico-degenerativas, como as

cardiovasculares e o câncer.

Internet: <www.ensp.fiocruz.br>.

Considerando o texto acima, julgue os próximos itens.

I

As neoplasias e doenças cardiocirculatórias, em ascensão, não

aumentam os custos do SUS com internações e procedimentos

de média e alta complexidade.

II O envelhecimento populacional está ligado à melhora da

qualidade de vida e à diminuição da desigualdade social. Os

indicadores de saúde atuais valem-se da razão de mortalidade

proporcional ou índice percentual de pessoas que morreram

com 50 anos de idade ou mais em relação ao total de óbitos

ocorridos em determinada população.

III Esperança de vida é o termo técnico utilizado em estatística

vital para designar o número médio de anos que ainda restam

para serem vividos pelos indivíduos que sobreviveram até a

idade considerada. 

IV As grandes taxas de mortalidade por causas externas não

interferem no cálculo da expectativa de vida da população,

porque essas causas não entram no cálculo estatístico da

expectativa de vida.

V O envelhecimento populacional caracteriza o que é

denominado transição epidemiológica, que, no Brasil, estaria

ocorrendo de maneira incompleta, diferentemente do que

ocorre nos países do primeiro mundo.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 29

Julgue os itens seguintes.

I

No Brasil, verifica-se a diminuição das taxas de incidência de
cânceres associados a melhor nível socioeconômico — mama,
próstata e cólon/reto — e a elevação das taxas de incidência
de tumores geralmente associados à pobreza — colo do útero,
pênis, estômago e cavidade oral.

II Estima-se que aproximadamente 18% dos casos

diagnosticados de câncer no mundo se devam a agentes
infecciosos — ao lado do fumo, os mais importantes
cancerígenos. Entre esses agentes estão o papilomavírus
humano (HPV), o 

Helicobacter pylori e os vírus das

hepatites B e C.

III Comportamentos construídos nas duas primeiras décadas de

vida — a rotina de sedentarismo e alimentação inadequada,
que resultam em excesso de peso, a exposição solar, a prática
sexual sem proteção, o fumo e o álcool, a não-vacinação
contra agentes infecciosos — contribuem para o aparecimento
de doenças crônicas na vida adulta. A promoção da saúde,
visando mudar tais hábitos, parece ser a mais promissora
medida de prevenção.

IV As condições associadas ao risco de câncer prevalecem em

populações urbanas de regiões industrializadas. Por essa
razão, a incidência e mortalidade são maiores nos países ricos.

V Demonstrou-se que o uso do tabaco não é fator de risco para

qualquer outro tipo de câncer além do câncer de pulmão.

Estão certos apenas os itens

A I e II.
B I e V.
C II e III.
D III e IV.
E IV e V.

QUESTÃO 30

Com relação ao Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica
(SNVE), assinale a opção correta.

A O SNVE compreende o conjunto articulado de instituições

dos setores público e privado, integrantes do SUS e que,
direta ou indiretamente, notificam doenças e agravos.

B É atribuição do nível estadual a promoção da educação

continuada dos recursos humanos e o intercâmbio
técnico-científico com instituições de ensino, pesquisa e
assessoria.

C A realização de investigação epidemiológica de casos e

surtos é atribuição municipal.

D A relação permanente com os centros de informação em saúde

é atribuição de nível federal.

E O processo de reorganização do SNVE implica o

fortalecimento do sistema central.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 9 –

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

QUESTÃO 31

Ao longo dos séculos XIX e XX a classe trabalhadora foi

predominantemente associada aos trabalhadores manuais e das

fábricas; atualmente, essa noção foi ampliada. Entre os segmentos

que fazem parte da classe trabalhadora considerada em sentido

amplo, incluem-se os

I

que realizam trabalhos improdutivos (como os serviços,

inclusive públicos), que não criam diretamente mais valia.

II pequenos empresários urbanos e rurais, proprietários de seus

meios de produção.

III  gestores do capital que exercem papel de controle, mando e

gestão do processo de sua valorização e reprodução.

IV desempregados que se constituem no denominado exército

industrial de reserva.

V contratados temporariamente tanto em indústrias quanto na

área rural, durante o período da safra.

Estão certos apenas os itens

A I,II e V.
B I,III e IV.
C I,IV e V.
D II,III e IV.
E II,III e V.

QUESTÃO 32

Acerca dos diversos momentos que delinearam a política de

saúde no Brasil, assinale a opção correta.

A Historicamente, no Brasil, o Ministério da Saúde

responsabilizou-se totalmente pelos problemas de saúde, tanto

sob o aspecto preventivo quanto de assistência médica.

B Na virada dos anos 70 para os anos 80 do século passado,

com o fim do regime militar, observa-se uma alteração nas

políticas sociais com o objetivo de garantir o apoio das

classes médias que passaram a ser atendidas pelas instituições

de saúde do Estado.

C O movimento sanitário, que deu origem à reforma sanitária

brasileira, iniciou-se nos anos 70 do século passado, por um

grupo de trabalhadores, na época, ligados às comunidades

eclesiais de base e ao Partido dos Trabalhadores.

D Implantado no Brasil em 1964, o regime burocrático-

autoritário determinou um modelo de assistência à saúde que

privilegiava as ações de saúde comunitária e pública.

E Na Constituição de 1988, no campo das políticas sociais, a

saúde foi a área que mais sofreu transformações, como a

democratização do poder local que, por meio dos conselhos

de saúde, estabeleceu novos mecanismos de gestão.

QUESTÃO 33

Julgue os itens a seguir, relacionados à compreensão da
construção da cidadania a partir da dinâmica da sociedade.

I

Os direitos do cidadão, que dizem respeito ao modo como as
relações sociais se estruturam, atuam como princípios
reguladores das práticas sociais, mesmo que nunca se
transformem em lei.

II Os direitos do cidadão constroem vínculos entre indivíduos e

regulam conflitos a partir de uma referência ao que é
reconhecido como medida de justiça, como conceito
inquestionável ao longo do tempo e, por isso mesmo,
imutável.

III A idéia de direitos do cidadão em nossa sociedade, para se

viabilizar de forma concreta, depende da inexistência de
conflitos ou da convivência com a incivilidade cotidiana feita
de violência, preconceitos e discriminações.

IV A construção dos direitos do cidadão se dá em um terreno

sujeito ao imprevisto dos acontecimentos, na intersecção entre
história, cultura e política, em uma combinação, nem sempre
muito clara, entre tradições e novidades.

V A criação dos direitos do cidadão e a generalização da

consciência de direitos são estabelecidas a partir de uma nova
contratualidade construída por negociação e arbitragem.

Estão certos apenas os itens

A I, II e V.

B I, III e IV.

C I, IV e V.

D II, III, e IV.

E II, III e V.

QUESTÃO 34

A profissionalização e o desenvolvimento do serviço

social são fruto do padrão de desenvolvimento do pós-guerra.
Esse padrão de desenvolvimento demarca um largo ciclo
expansionista da economia internacional, sob a liderança do setor
industrial. A crise desse padrão de desenvolvimento ocorre em
meados da década de 70, quando a economia mundial apresenta
claros sinais de estagnação, com altos índices inflacionários e
com uma mudança na distribuição do poder no cenário mundial.

Marilda Villela Iamamoto. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e
formação profisional. São Paulo: Cortez  Editora, 2004.(com adaptações).

Tendo o texto como referência e com relação às mudanças no
padrão de produção mundial a partir da década de 80 do século
passado, assinale a opção incorreta.

A O processo de trabalho torna-se mais flexível em oposição à

rigidez da linha de produção em massa e em série.

B O mercado de trabalho passa a operar com maior rigidez em

relação aos direitos do trabalhador, rejeitando a contratação
de trabalhadores de maneira informal.

C Para que possam atender às particularidades das demandas

dos mercados consumidores, os produtos deixam de ser
necessariamente produzidos em série.

D Ocorre uma nova estruturação dos serviços financeiros e

comerciais, gerando desigualdade no desenvolvimento das
regiões e alterando as noções de tempo e espaço.

E Implanta-se a terceirização: empresas enxutas reúnem em

torno de si pequenas e médias empresas que fornecem
produtos e serviços.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 10 –

QUESTÃO 35

Assinale a opção que expressa uma das mudanças no mercado de
trabalho do assistente social, a partir das alterações do padrão de
produção mundial contemporâneo.

A As possibilidades de trabalho aumentam em função da

expansão das verbas orçamentárias do Estado, que volta a
assumir suas responsabilidades em relação às ações no campo
social.

B As possibilidades de trabalho em entidades da sociedade civil

são reduzidas, uma vez que o Estado aumenta as exigências
para partilhar iniciativas que atendam às seqüelas da questão
social. 

C Como as grandes corporações deixam de intervir na questão

social, o que se configurava como uma antiga forma de
filantropia empresarial, as oportunidade de trabalho são
eliminadas.

D A exigência de qualificação profissional é reduzida,

preferindo-se profissionais dedicados exclusivamente à
execução de serviços, em detrimento daqueles que façam
análise, pesquisa e estudo da realidade.

E Polivalência, terceirização, subcontratação, queda de padrão

salarial, ampliação de contratos de trabalho temporários e
desemprego são dimensões constitutivas do perfil atual do
assistente social.

QUESTÃO 36

Quinze anos depois de sua criação, pode-se afirmar que o Sistema
Único de Saúde (SUS) se transformou em um dos maiores
sistemas de saúde do mundo. Com relação à implantação do SUS,
assinale a opção incorreta.

A Trata-se de uma reforma completa do sistema de saúde,

implantada como uma política de caráter universal e que se
beneficia de um contexto de desenvolvimento econômico
positivamente acelerado.

B A implantação do SUS trouxe avanços para a área de

vigilância sanitária, embora a imprecisão na definição da
responsabilidade de cada ente federado ainda permaneça, o
que compromete a pretensa racionalidade sistêmica da ação
governamental.

C O SUS promoveu a transferência regular de grande parte dos

recursos da União para estados e municípios, os quais,
entretanto, não ampliaram sua autonomia para elaborar
projetos e modelos de atenção próprios, pois o Ministério da
Saúde condiciona o repasse à execução de determinados
projetos.

D A reorganização do sistema de saúde e a garantia de acesso e

de atenção com qualidade entre as várias cidades e regiões de
todo o país acontecem de forma desigual em função da
heterogeneidade do contexto político e sanitário de cada uma
delas, além da distinta capacidade de pressão da população.

E Houve uma real descentralização da responsabilidade pela

execução da assistência à saúde, evidenciando-se a
municipalização quase completa da atenção primária e a
divisão de responsabilidade com os estados quando se trata do
atendimento especializado ou hospitalar.

QUESTÃO 37

A Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde, uma resolução do
Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Saúde e Comissão
Intergestora Tripartite, assegura ao usuário o direito básico de
ingresso digno nos sistemas de saúde. Acerca dos direitos que
compõem o primeiro dos seis princípios da carta que assegura ao
cidadão o acesso ordenado e organizado aos sistemas de saúde,
visando um atendimento mais justo e eficaz, julgue os itens a seguir.

I

Em caso de risco de vida ou lesão grave, deve ser assegurada
a remoção do usuário em condições seguras e que não
impliquem maiores danos para o estabelecimento de saúde
com capacidade para recebê-lo.

II O encaminhamento à atenção especializada e hospitalar será

estabelecido em função da necessidade de saúde e indicação
clínica, levando-se em conta critérios de vulnerabilidade e
risco.

III As informações sobre serviços de saúde com endereços,

telefones e horários de funcionamento devem ser divulgadas
gratuitamente pelas emissoras de rádio da localidade,
diariamente e em horários diversificados.

IV O acesso ordenado e organizado inclui as ações de proteção

e prevenção relativas a riscos e agravos à saúde e ao meio
ambiente, bem como as informações sobre ações de vigilância
sanitária e epidemiológica.

V A garantia à acessibilidade implica o fim das barreiras

arquitetônicas e de comunicabilidade, oferecendo condições
de atendimento adequadas, especialmente, às pessoas que
vivem com deficiência, idosos e gestantes.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 38

O avanço na qualidade dos serviços e das ações preventivas ou de
promoção da saúde só é possível com a participação efetiva dos
usuários de maneira individual ou coletiva. Acerca  desse
assunto, julgue os itens seguintes.

I

A baixa escolaridade e a falta de recursos não constituem
obstáculo à ligação dinâmica entre os usuários e o serviço,
porque, mesmo que os usuários se encontrem em posição de
desigualdade econômica, social e cultural, eles têm
consciência de que aquele serviço é um direito e não um
favor.

II No contexto dos serviços de saúde, o termo 

empowerment

índica o processo pelo qual os pacientes passam a ter voz na
organização, adotam postura mais ativa no tratamento e
tornam-se capazes de discutir, fazer perguntas, buscar
informação e assumir a responsabilidade por sua própria
saúde.

III O envolvimento comunitário é um fator psicossocial

significativo para o aumento da confiança pessoal, da
satisfação com a vida e da capacidade de enfrentar problemas.

IV As redes sociais se mantêm integradas mesmo quando o

portador de uma enfermidade crônica é obrigado a limitar
suas relações interpessoais.

V O apoio social pode produzir efeitos de reforço do sistema

imunológico, amenizando os efeitos patogênicos do estresse
no organismo e fortalecendo a capacidade das pessoas em
lidar com situações difíceis.

Estão certos apenas os itens

A I, II e V.

C I, IV e V.

E II, III e V.

B I, III e IV.

D II, III e IV.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 11 –

QUESTÃO 39

As políticas que almejam eqüidade em saúde têm como matéria
central a redução ou eliminação das diferenças advindas de
fatores considerados evitáveis e injustos. A meta de tais políticas
é a criação de oportunidades iguais para todos. De acordo com os
consensos da literatura, assinale a opção que apresenta um tipo de
desigualdade que não deve ser considerada como injusta.

A Existência de variações biológicas naturais.

B Comportamentos perigosos nos quais os indivíduos têm pouca

escolha em relação ao modo de vida.

C Condições de vida definidas por fatores socioeconômicos.

D Condições de trabalho com exposição a fatores de risco.

E Acesso inadequado aos serviços de saúde ou outros serviços

públicos essenciais.

QUESTÃO 40

É consenso que a proposta do SUS que define entre outros as
ações dos assistentes sociais está fundamentada em uma
concepção moderna e ampliada de saúde. Acerca do assunto,
julgue os itens a seguir.

I

Na concepção de saúde moderna, todos os fatores que não
podem ser controlados pelos indivíduos estão excluídos do
âmbito da promoção da saúde.

II A concepção tradicional de saúde enfatiza que os programas

e ações praticados estão concentrados em componentes
educativos primariamente relacionados com riscos
comportamentais cambiáveis.

III A concepção ampliada de saúde permitiu superar o conceito

de promoção da saúde referenciado no modelo da história
natural da doença, que considera a saúde como ausência de
doença.

IV A concepção de saúde moderna envolve um campo de

conhecimentos e práticas transversais a todas as ações e níveis
de saúde, vinculando-os, especialmente, ao conjunto das
políticas sociais.

V A concepção moderna de saúde perpassa os diferentes níveis

de complexidade específicos da atenção à saúde: a prevenção,
a promoção e a cura; e entende a promoção da saúde como
uma etapa anterior à prevenção ou à cura.

Estão certos apenas  os itens

A I, II e V.

B I, III e IV.

C I, IV e V.

D II, III e IV.

E II, III e V.

QUESTÃO 41

Assinale a opção que apresenta de forma correta, uma
característica limitadora da eficácia da ação em rede no processo
de gestão de políticas públicas.

A O processo de geração de consensos e a negociação são

demasiadamente rápidos e envolvem poucos participantes.

B As metas compartilhadas não garantem a eficácia no

cumprimento dos objetivos porque as responsabilidades são
muito centralizadas.

C A dinâmica flexível pode aproximar os participantes dos

objetivos iniciais, contribuindo para um maior envolvimento
dos atores.

D Os critérios para participação na rede são explícitos e

universais e provocam a integração de grupos, instituições,
pessoas e, até mesmo, regiões, facilitando a descentralização
política.

E As dificuldades de controle e coordenação das

interdependências tendem a gerar problemas na gestão das
redes.

QUESTÃO 42

A Constituição Federal de 1988 alterou o modelo de Estado por

meio de uma importante descentralização política, administrativa

e financeira. Assim, os municípios assumiram um novo papel na

organização do Estado e novos instrumentos e mecanismos

institucionais de participação e controle social, como os

conselhos de gestão nas diversas áreas da política social, foram

instalados.

Rosângela Dias O. Paz. Código de Ética: reafirmar a função pública de conselheiros e conselheiras.
In:  Serviço Social e Sociedade.n.º 85. São Paulo: Cortez Editora, 2006 (com adaptações).

Considerando o texto acima como referência, é correto afirmar

que os conselhos de gestão

A significam a construção de esferas estatais de gestão.
B são espaços públicos ligados às estruturas de governos e de

partidos políticos.

C são constituídos por representantes governamentais escolhidos

pela sociedade civil.

D são espaços de interlocução política, negociação e

deliberação.

E estabelecem a ligação do Estado com a sociedade civil de

forma a obter seu apoio institucional.

QUESTÃO 43

Julgue os itens seguintes, acerca de elaboração de indicadores,

uma das fases fundamentais de um processo de avaliação.

I

Os indicadores podem ser construídos para medir ou revelar

aspectos relacionados aos diversos planos em observação,

tanto no nível individual quanto no coletivo.

II A escolha de indicadores para avaliação da efetividade de um

projeto não é recomendada, pois tal escolha refere-se ao grau

de influência e de irradiação do projeto.

III Um indicador será considerado confiável se, quando aplicado

em momentos distintos, por pesquisadores diferentes e aos

mesmos entrevistados, tiver a capacidade de aferir resultados

similares.

IV Indicadores qualitativos devem ser considerados balizas

avaliativas capazes de mapear, com profundidade, a natureza

das mudanças ocorridas e, principalmente, de dimensionar,

quantitativamente, o grau de variações ocorridas.

V A elaboração de indicadores oferece ao grupo oportunidade

de alinhar conceitos que, geralmente, estão na cabeça dos

diversos participantes, mas não têm o mesmo significado para

todos.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 12 –

QUESTÃO 44

No acolhimento à pessoa idosa, todos os profissionais de saúde,
em especial os assistentes sociais, devem considerar entre outros
aspectos, a necessidade de 

I

estabelecer uma relação respeitosa com a pessoa idosa,
valorizando sua experiência de vida, e sabedoria acumulada
e respeitando o senso de dignidade e prudência pelo qual o
idoso espera ser reconhecido.

II partir do pressuposto de que, como o idoso tem dificuldades

de compreender as perguntas que lhe são feitas ou as
orientações que lhe são fornecidas, deve-se dirigir
primeiramente a seu acompanhante.

III chamar a pessoa idosa por seu nome e jamais utilizar termos

inapropriados, como vovozinho ou vovozinha, que
infantilizam o idoso.

IV manter contato visual preferencialmente de frente e em local

iluminado, considerando um possível declínio visual ou
auditivo.

V utilizar uma linguagem técnica para conquistar a confiança do

idoso e assim garantir sua adesão ao tratamento.

Estão certos apenas  os itens

A I, II e V.
B I, III e IV.
C I, IV e V.
D II, III e IV.
E II, III e V.

QUESTÃO 45

Acerca dos fundamentos do código de ética profissional dos
assistentes sociais, é correto afirmar que

A o atual código manteve os princípios e valores que permitiram

a conexão orgânica da profissão com os setores mais
progressistas da sociedade.

B o princípio da garantia do pluralismo no atual Código,

propõem a equivalência entre todas as posições teóricas e
político-profissionais, apesar da supremacia de uma delas.

C os princípios do código de ética profissional dos assistentes

sociais, de 1993, devem ser tratados isoladamente, na medida
em que cada um tem seu valor intrínseco e é desnecessário
articulá-los.

D a  versão de 1986 do código de ética representou uma ruptura

ética, ideológica e política da profissão com a perspectiva
marxista, retomando a influência tradicional do funcionalismo
no serviço social daquele momento histórico.

E as instruções teórico-metodológicas para a prática profissional

do assistente social deixaram de ser priorizadas a partir da
aprovação do código de ética do assistente social, de 1986,
quando passou-se a discutir qual deve ser a ação da categoria
frente aos seus compromissos básicos.

QUESTÃO 46

Municípios, estados e Distrito Federal, para recebem recursos

relativos à cobertura das ações e serviços de saúde por eles

implementados, deverão contar com

I

fundo de saúde com recursos relativos a, no mínimo, 30% dos

valores arrecadados como Imposto Sobre Serviços (ISS ), no

caso dos municípios, e 30% dos valores arrecadados como

Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços

(ICMS), no caso dos estados e do Distrito Federal.

II conselho de saúde.

III plano de saúde.

IV contrapartida de recursos para a saúde no respectivo

orçamento, correspondente a 100% do valor a ser repassado

pela União.

V relatório de gestão que permita o controle do Ministério da

Saúde em relação à aplicação dos recursos repassados.

Estão certos apenas  os itens

A I, II e V.
B I, III e IV.
C I, IV e V.
D II, III e IV.
E II, III e V.

QUESTÃO 47

Promovida pelo Ministério da Saúde, no período de

2001 a 2006, a legitimação da política nacional de redução da

morbimortalidade por acidente e violências não inclui o(a)

A publicação de portaria que torna obrigatória a  notificação,

por parte dos profissionais de saúde, das situações de

suspeita, ou confirmação, de maus-tratos contra crianças e

adolescentes.

B publicação de portaria do Ministério da Justiça que obriga o

profissional de saúde a deter, em unidade de saúde, o autor de

violência contra a mulher, mesmo que este seja membro da

família da vítima.

C publicação de portarias que disponibilizam uma nova ficha de

registro de entrada para pacientes no SUS, capaz de indicar os

que foram vítimas de acidentes e violência, conforme as

regras do Sistema de Informações em Saúde para Acidentes

e Violência (SISAV).

D lançamento da matriz pedagógica para formação de redes de

atenção integral para mulheres e adolescentes em situação de

violência doméstica e sexual.

E definição, por meio de uma portaria, das regras para o registro

e o preenchimento da autorização de internação hospitalar

(AIH), nos casos de atendimento das causas externas.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – PMV / SAÚDE

MANHÃ

Caderno ALFA

Cargo 3: Assistente Social

– 13 –

QUESTÃO 48

Entre as medidas de prevenção preconizadas pelo Ministério da Saúde e que devem ser aplicadas em unidades de saúde nos casos de

mulheres em situação de violência, está

I

a promoção e organização de grupos de mulheres para  discutir questões de gênero, poder, violência, fortalecimento da autonomia

e formas alternativas de resolução de conflitos.

II a facilitação do acesso a redes de apoio social (trabalho, moradia, etc.), que incluam a mulher e elevem a sua condição de

cidadania.

III a promoção de grupos de homens para discutir sobre violência, relações de gênero e o fortalecimento da auto-estima.

IV o estímulo à utilização de medicamentos que possam reduzir o nível de agressividade em indivíduos que demonstrem predisposição

à prática de atos violentos.

V a necessidade de evitar a abordagem do agressor, pois que ele não deve ser objeto de atenção dos profissionais de saúde e sim,

dos serviços de assistência judiciária.

A quantidade de itens certos é igual a

A 1.

B 2.

C 3.

D 4.

E 5.

QUESTÃO 49

De acordo com os critérios de abrangência populacional estabelecidos na portaria GM n

o

. 336/2002, que define as modalidades de

serviços para os centros de atenção psicossocial (CAPS), assinale a opção que corresponde ao tipo de centro mais adequado para

instalação no município de Vitória.

A CAPS I — presta serviços ambulatoriais e atendimento de 8 h às 18 h em dois turnos, durante os cinco dias úteis da semana.
B CAPS II — presta serviços ambulatoriais e atende de 8 h às 18 h em dois turnos, durante os cinco dias úteis da semana, mas pode

comportar um terceiro turno para funcionar até 21 h.

C CAPS III — presta serviços ambulatoriais e atende 24 h por dia, inclusive em finais de semana e feriados.
D CAPS IV — atende 24 h por dia, inclusive em finais de semana e feriados, e presta serviços hospitalares de média complexidade.
E CAPS V — atende 24 h por dia, inclusive em finais de semana e feriados, e presta serviços hospitalares de alta complexidade.

QUESTÃO 50

Acerca dos eixos de ação que objetivam a institucionalização e a difusão da política nacional de humanização (PNH) do SUS, assinale

a opção incorreta.

A A PNH deverá fazer parte do conteúdo profissionalizante na graduação, pós-graduação e extensão em saúde e estar vinculada aos

pólos de educação permanente e às instituições de formação.

B A PNH estará expressa, exclusivamente, no plano nacional de saúde para garantir sua uniformidade em todo o território nacional,

sem que haja necessidade da participação e interferência dos governos estaduais e municipais.

C Propõe-se a promoção de ações que assegurem a participação dos trabalhadores nos processos de discussão e decisão, fortalecendo

sua motivação, autodesenvolvimento e crescimento profissional.

D Indica-se por meio de ação de mídia e discurso social amplo, a inclusão da PNH no debate da saúde.
E Sugere-se o acompanhamento e a avaliação sistemáticos das ações realizadas, estimulando a pesquisa relacionada às necessidades

do SUS na perspectiva da humanização.

cespe-2007-prefeitura-de-vitoria-es-assistente-social-alfa-prova.pdf-html.html