Prova Concurso - Administração - 2008-APR-PR-ADMINISTRADOR-HOSPITALAR - UFPR - APR - 2008

Prova - Administração - 2008-APR-PR-ADMINISTRADOR-HOSPITALAR - UFPR - APR - 2008

Detalhes

Profissão: Administração
Cargo: 2008-APR-PR-ADMINISTRADOR-HOSPITALAR
Órgão: APR
Banca: UFPR
Ano: 2008
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

AGENTE-ADMINISTRATIVO-PREVIDENCIARIOCONCURSOS2018
ASSISTENTE-DE-ADMINISTRACAOFUNPAPA2018
AUXILIAR-DE-ADMINISTRACAOFUNPAPA2018

Gabarito

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

 

 

 

Edital nº 01/2008 

Prova 17/02/2008 

 

 

09 – Administrador Hospitalar 

 

 

 

INSTRUÇÕES 

 

1.  Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local 

indicado. 

2.  Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar a 

resolução das questões, confira a numeração de todas as páginas. 

3.  Esta prova é constituída de 40 questões objetivas. 

4.  Nesta prova, as questões objetivas são de múltipla escolha, com 5 alternativas 

cada uma, sempre na seqüência  a,  b,  c,  d,  e, das quais somente uma deve 
ser assinalada. 

5.  A interpretação das questões é parte do processo de avaliação, não sendo 

permitidas perguntas aos aplicadores de prova. 

6.  Ao receber o cartão-resposta, examine-o e verifique se o nome impresso nele 

corresponde ao seu. Caso haja qualquer irregularidade, comunique-a 
imediatamente ao aplicador de prova. 

7.  O cartão-resposta deverá ser preenchido com caneta esferográfica preta, 

tendo-se o cuidado de não ultrapassar o limite do espaço para cada 
marcação. 

8.  Não serão permitidas consultas, empréstimos e comunicação entre os 

candidatos, tampouco o uso de livros, apontamentos e equipamentos 
eletrônicos ou não, inclusive relógio. O não-cumprimento dessas exigências 
implicará a eliminação do candidato. 

9.  Os aparelhos celulares deverão 

ser desligados e colocados 

OBRIGATORIAMENTE no saco plástico. Caso essa exigência seja 
descumprida, o candidato será excluído do concurso. 

10.  O tempo de resolução das questões, incluindo o tempo para preenchimento do 

cartão-resposta, é de 4 horas. 

11.  Ao  concluir a prova, permaneça em seu lugar e comunique ao aplicador de 

prova. Aguarde autorização para entregar o caderno de prova, o cartão-
resposta e a ficha de identificação. 

12.   Se desejar, anote as respostas no quadro abaixo, recorte na linha indicada e 

leve -o consigo. 

DURAÇÃO DESTA PROVA: 4 horas  

 
 
 
 
 
 
 
 

Português 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Conhecimento 

Específico 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

NÚMERO DE INSCRIÇÃO 

 

 

TURMA 

 

 

NOME DO CANDIDATO 

 
 
 

 

 

 

ASSINATURA DO CANDIDATO 

 
 

 

" ................................................................................................................................................................................................................................................

 

RESPOSTAS 

01 - 

06 - 

11 - 

16 - 

21 - 

26 - 

31 - 

36 - 

02 - 

07 - 

12 - 

17 - 

22 - 

27 - 

32 - 

37 - 

03 - 

08 - 

13 - 

18 - 

23 - 

28 - 

33 - 

38 - 

04 - 

09 - 

14 - 

19 - 

24 - 

29 - 

34 - 

39 - 

05 - 

10 - 

15 - 

20 - 

25 - 

30 - 

35 - 

40 - 

O gabarito estará disponível no site www.nc.ufpr.br 24 horas após o término da prova. 

ASSOCIAÇÃO PARANAENSE 

DE REABILITAÇÃO 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

A partir de 29 de fevereiro de 2008, o candidato terá acesso ao seu desempenho individual referente às questões de múltipla 

escolha no site do NC (www.nc.ufpr.br). Para obter essa informação, deverá ter à mão os seguintes dados : 
 
Nº de inscrição: 

 

Senha de acesso: 

 

É de sua inteira responsabilidade o sigilo sobre esses dados. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

PORTUGUÊS 

 
01 -  
Trabalhando com a bactéria E. coli, Pardee, Jacob e Monod fizeram uma observação intrigante. 

 

Os trechos a seguir dão continuidade ao texto iniciado com o período acima (extraído de Martin Brookes, Fique por 
dentro da genética
, p. 86), mas estão fora de ordem. Determine a seqüência correta desse texto. 

 

(   )  Quando a lactose estava presente no meio, elas produziam duas enzimas. 
(   )  A outra enzima, beta-galactosidase
, digeria o açúcar. 
(   )  Eles fizeram as bactérias crescer em um meio nutritivo contendo um açúcar chamado lactose, que as bactérias 

usavam como fonte de energia. 

(   )  Todavia, quando a lactose era removida do meio nutritivo, a bactéria parava de produzir as duas enzimas. 
(   )  Uma enzima, chamada permease
, aumentava a velocidade com que as bactérias podiam captar o açúcar do 

meio para suas células. 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta, de cima para baixo. 

 

a) 

1 – 5 – 2 – 3 – 4. 

b) 

4 – 3 – 5 – 1 – 2. 

*c)  2 – 4 – 1 – 5 – 3. 
d) 

1 – 3 – 4 – 5 – 2. 

e) 

3 – 2 – 5 – 4 – 1. 

 

02 -  Em uma entrevista à revista Época (nº 505, de 21 jan. 2008), a pesquisadora Barbara Oakley afirma que algumas 

pessoas são más por natureza. Associe corretamente as respostas da coluna da direita com as perguntas na coluna 
da esquerda. 

 

1. 

Como podemos reconhecer 
alguém mau por natureza? 

 

2. 

A senhora acredita que esse 
tipo de caráter é genético? 

 

3. 

Relacionar a presença de 
certos genes a determinados 
tipos de comportamento não 
pode gerar preconceito?
 

(   )  É preciso evitar a idéia de que há certos tipos de pessoas com 

“genes do mal” ou que quem é bom não tem esses genes. Se 
você diz que algumas pessoas são más por causa de sua 
genética, alguém pode presumir que elas deviam ser proibidas 
de ter filhos. Pode imaginar que, nos livrando desses genes, a 
sociedade será melhor. E isso não é verdade. 

 

(   )  São aquelas pessoas maquiavélicas, que estão dispostas a 

fazer qualquer coisa para atingir seus objetivos. Elas podem 
ser extremamente legais na frente de alguém e tratar 
terrivelmente mal uma pessoa que não lhes interessa. São 
aquelas pessoas que mentem tanto que você chega a duvidar 
de si, e não delas. Também são incapazes de aceitar culpa. Se 
você as responsabiliza por alguma coisa, ficam tão irritadas 
que nem vale a pena o esforço. 

 

(   )  Algumas pessoas nasceram para ser más. Já se sabe que 

nenhum gene sozinho pode ser responsabilizado por um 
determinado tipo de caráter. Mas há um grupo de genes que 
afeta o funcionamento do cérebro, principalmente em relação 
a nossas intenções, impulsividade, humor e ansiedade. E 
esses genes podem estar por trás de comportamentos que 
levam a uma personalidade problemática.
 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

a) 

2 – 3 – 1. 

*b)  3 – 1 – 2. 
c) 

2 – 1 – 3. 

d) 

1 – 2 – 3. 

e) 

3 – 2 – 1. 

 
O texto a seguir é referência para a questão 03. 

 

Plantar jardins ou mesmo capim no teto das casas não é exatamente uma idéia moderna. Os telhados verdes existem há 

milhares de anos. Povos tradicionais da América Central já usavam essa técnica para criar isolamento térmico em suas casas. Na 
Europa, a tradição também vem do século XIX. Nos países nórdicos, colocar plantas sobre o teto era a forma de garantir o calor da 
casa antes da invenção dos aquecedores. Com o desenvolvimento das cidades e das tecnologias modernas de calefação, as 
cabanas com telhados cobertos por feno desapareceram. A antiga tecnologia verde foi considerada obsoleta. Mas, com a urgência 
das mudanças climáticas, os arquitetos de hoje buscam todas as formas possíveis de reduzir o consumo de energia. E o mundo 
está resgatando – com adaptações – os métodos ancestrais. 

A primeira vantagem do sistema é que a camada de terra e de matéria orgânica viva (das plantas) funciona como isolante 

térmico. Em locais quentes, as plantas no telhado mantêm frescor e, em locais frios, guardam o calor. Nos países frios, a calefação 
é o principal gasto de energia. 

A vegetação no teto também regula o escoamento da água das chuvas. Normalmente, toda a água que cai sobre os telhados 

normais vai direto para o sistema de drenagem público. “A água e a falta de planejam ento urbano acabam causando enchentes e 
sobrecarregando os rios”, afirma André Soares, do Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado, em Goiás. A água que sai do 
jardim suspenso, além de regar as próprias plantas, pode ser recolhida em um reservatório e usada para descarga de banheiro e 
lavagem de quintal. 

(Adaptado da revista Época nº 505, 21 jan. 2008, p. 64.) 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

 

03 -  Com relação aos jardins cultivados em telhados, o texto apresenta: 

 

a) 

apenas uma vantagem do uso dessa técnica. 

*b)  duas vantagens do uso dessa técnica. 
c) 

três vantagens do uso dessa técnica. 

d) 

quatro vantagens do uso dessa técnica. 

e) 

cinco vantagens do uso dessa técnica. 

 

O texto a seguir é referência para as questões 04 a 07. 
 

Ser pobre não é desculpa 

 

Um dos nós da discussão sobre violência e criminalidade no Brasil está na correlação entre pobreza e criminalidade que divide 

a opinião de estudiosos e militantes. De um lado, os que tomam algumas estatísticas oficiais, fruto do registro policial, como provas 
de que o problema são os favelados, migrantes e desempregados pobres. Do outro, aqueles que consideram que ser pobre é 
desculpa para tudo, inclusive para o homicídio. Tanto um quanto outro estão equivocados. 

O registro policial depende de muitas práticas policiais que sempre deram preferência aos pobres neste país, deixando 

impunes as pessoas de maior escolaridade e nível de renda quando infringem a lei. Daí falar-se de profecia autocumprida as 
estatísticas que mostram apenas crimes cometidos por pessoas pobres. Crimes econômicos e de mandantes só muito 
recentemente passaram a merecer atenção da polícia, especialmente a federal. 

Entretanto, ser pobre não é razão para cometer crimes. Há tempos discute-se a punição dos que cometem crimes graves com 

o argumento de que não tiveram oportunidades ou alternativas. Para atividades econômicas ilegais, esse argumento encontra 
respaldo bastante difundido na população também. Mas nunca para os crimes contra a pessoa, especialmente estupro e 
assassinato. 

Porém há entre militantes de esquerda a propensão para querer as mais severas punições para jovens de classe média que 

participam de atividade econômica ilegal e o esquecimento ou perdão para os jovens pobres que cometem crimes contra a 
pessoa, mesmo os mais condenados pela população. 

O filme “Meu Nome Não É Johnny” conta a história de um desses jovens de classe média que, sem nem saber como e 

_________, vão se envolvendo na atividade do tráfico. A história contada é de um daqueles que conseguem manter-se free-lance 
sem participar da violência de quadrilhas e comandos. É um filme emocionante e convincente. Pode ajudar outros jovens a evitar 
as armadilhas do dinheiro fácil e consumo orgiástico pelos limites da lei e da moralidade. 

A cena mais comovente é a que narra a compreensão da juíza sobre a trajetória do jovem e a sua capacidade de recuperação. 

Os anos de cadeia e de manicômio judiciário são de sofrimento atroz e parecem estar na medida para minar a inconseqüência do 
jovem. Só que militantes que defendem o direito do pobre menor assassino ficar livre aos 18 anos preparam um manifesto para 
criticar essa sentença “leve”, que atribuem à família do jovem, à qual pertence famoso advogado defensor dos direitos civis 
durante o regime militar. 

(ZALUAR, Alba. Folha de S. Paulo, 30 jan. 2008.) 

 
04 -  De acordo com o texto, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas. 

 

(    )  A afirmação de que “o registro policial depende de muitas práticas policiais que sempre deram preferência aos 

pobres” é argumento para justificar a posição dos que consideram que o problema são os favelados, migrantes 
e desempregados pobres. 

(    )  A propensão para querer penas mais severas para jovens de classe média que participam de atividade 

econômica ilegal é própria dos que consideram que ser pobre é desculpa para tudo, inclusive para o homicídio. 

(    )  Alba Zaluar tem a mesma opinião dos militantes de esquerda na discussão sobre violência e criminalidade no 

Brasil. 

 

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta, de cima para baixo. 

 

a) 

F – F – V. 

b) 

V – V – F. 

c) 

V – F – V. 

*d)  F – V – F. 
e) 

V – F – F. 

 

05 -  Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna no quinto parágrafo do texto de Alba Zaluar. 

 

a) 

por causa que 

b) 

porquê 

c) 

porque 

d) 

por quê 

*e)  por que 

 
06 -  A autora usou aspas na palavra leve, na penúltima linha: 

 

a) 

para ressaltar a ironia presente nessa declaração. 

*b)  para deixar claro que não é a opinião dela sobre a sentença. 
c) 

porque se trata de jargão da área jurídica. 

d) 

para determinar que se trata do modo exato como a juíza proferiu a sentença. 

e) 

porque se trata de gíria mais comum no uso da língua em situações não-formais. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

07 -  Acerca do texto, é correto afirmar: 

 

a) 

Os militantes que defendem o direito de os menores assassinos ficarem livres aos 18 anos são favoráveis à crítica que 
a família do jovem vai fazer contra a sentença da juíza no filme, já que se trata de família historicamente defensora dos 
direitos civis. 

b) 

A polícia é mais eficiente no combate aos crimes cometidos por pessoas pobres. 

*c)  Segundo os militantes favoráveis a penas mais severas aos jovens de classe média, a decisão da juíza no filme “Meu 

Nome Não É Johnny” foi influenciada pela imagem pública da família a que o jovem condenado pertencia. 

d) 

Na opinião dos militantes a que o texto se refere, o jovem de classe média preso no filme “Meu Nome Não É Johnny” 
deveria ser solto quando completasse 18 anos. 

e) 

A população de um modo geral concorda com os militantes que defendem punições mais severas para jovens de classe 
média do que para jovens pobres. 

 

08 -  Considere a charge a seguir: 

 

 

(Revista da Semana, 04 fev. 2008.) 

 

O pronome possessivo na fala do homem vem sublinhado para: 

 

a) 

insinuar seu interesse em saber qual era a ocupação da mulher que estava com ele à mesa. 

b) 

ressaltar sua competência na administração de seus bens. 

c) 

deixar claro que não queria falar de seus problemas. 

*d)  indicar que tudo o que ele relatou aconteceu num único dia. 
e) 

chamar a atenção para sua riqueza. 

 
09 -  Assinale a alternativa que está de acordo com a norma padrão. 

 

a) 

É de assim que se faz. 

b) 

Não dá para dormir com um barulho desse. 

c) 

Ela se desabafou comigo. 

*d)  Os irmãos sempre saem juntos. 
e) 

Os prejuízos com a previdência atingem a milhões de reais. 

 
10 -  Assinale a alternativa que NÃO apresenta problemas no emprego dos sinais de pontuação. 

 

a) 

Na reta final da prova dos 400 m, no torneio de Roma Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado, cem metros 
depois, ao cruzar a linha de chegada estava em segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum, Pistorius, porém não é um atleta comum. Amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas), corre com próteses de fibra de carbono. 

b) 

Na reta final, da prova dos 400 m no torneio de Roma, Oscar Pistorius era o oitavo, e último, colocado. Cem metros 
depois ao cruzar a linha de chegada estava em segundo lugar, essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum. Pistorius, porém, não é um atleta comum, amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas). Corre com próteses de fibra de carbono. 

*c)  Na reta final da prova dos 400 m no torneio de Roma, Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado. Cem metros 

depois, ao cruzar a linha de chegada, estava em segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum. Pistorius, porém, não é um atleta comum. Amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas), corre com próteses de fibra de carbono. 

d) 

Na reta final da prova dos 400 m no torneio de Roma Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado, cem metros depois, 
ao cruzar a linha de chegada, estava em segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para qualquer 
atleta comum, Pistorius, porém, não é um atleta comum; amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de vida (ele 
nasceu sem as fíbulas), corre com próteses de fibra de carbono. 

e) 

Na reta final da prova dos 400 m no torneio de Roma. Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado. Cem metros 
depois, ao cruzar a linha de chegada, estava em: segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum. Pistorius, porém não é um atleta comum, amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas). Corre com próteses de fibra de carbono. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

CONHECIMENTO ESPECÍFICO 

11 -  Assinale a alternativa que apresenta corretamente os princípios incorporados pelo modelo de atenção à saúde 

proposto pelo Sistema Único de Saúde. 

 

a) 

Regionalização e hierarquização dos serviços de saúde. 

b) 

Humanização, gestão municipalizada e informação dos serviços prestados pelo sistema de saúde. 

*c)  Acesso universal, integralidade da assistência e participação social. 
d) 

Respeito aos direitos dos usuários, intersetorialidade das ações e dos serviços e garantia de assistência à saúde. 

e) 

Ética e transparência na gestão dos recursos, regionalização e integralidade da assistência. 

 
12 -  O Ministério da Saúde tem vários programas que apóiam o Sistema Único de Saúde.  Com relação a esses 

programas, numere a coluna da direita, que apresenta as denominações de alguns desses programas, de acordo 
com os objetivos apresentados na coluna da esquerda. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

*a)  4 – 2 – 5 – 3 – 1. 
b) 

5 – 4 – 1 – 2 – 3. 

c) 

1 – 3 – 2 – 5 – 4. 

d) 

2 – 4 – 1 – 3 – 5. 

e) 

3 – 1 – 4 – 2 – 5. 

 
13 -  O hospital, na atualidade, tem outra posição no sistema de saúde. Está perdendo suas fronteiras tradicionais, seus 

processos estão mais voltados ao exterior, tendo seu desenvolvimento baseado em evidências e em critérios de 
efetividade do custo social. Sobre esse assunto, considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

Os hospitais recebem requerimentos de produção assistencial cada vez mais explícitos do sistema de saúde. 

2. 

O hospital é a cúspide do sistema sanitário. 

3. 

As mudanças no modelo de atenção nos hospitais da região destacam-se na antecipação do dano e no 
acercamento da saúde ao hábitat das pessoas. 

4. 

É o hospital que decide e define por si próprio sua oferta de serviços e depois cobra por isso. 

5. 

A nova realidade do sistema sanitário faz com que os hospitais orientem mais suas atividades para a internação 
de clientes e com isso aumentem mais o número de leitos disponíveis. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

 
a) 

Somente as afirmativas 1 e 5 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas 1, 4 e 5 são verdadeiras. 

 
14 -  A abordagem de sistema aberto concebe um sistema que tem entradas e saídas com seu ambiente. Dentro dessa 

abordagem, o hospital  é visualizado como um sistema aberto em um dinâmico relacionamento com seu ambiente, 
recebendo vários insumos, transformando esses insumos de diversas maneiras (processamento ou conversão) e 
exportando os resultados na forma de serviços (saídas). Assinale a alternativa que apresenta as vantagens desse 
sistema. 

 

a) 

Possibilita obter maiores níveis de satisfação do cliente e tem grande dependência da tecnologia para o desempenho 
dos serviços. 

*b)  É parte integrante de outro sistema maior e tem grande capacidade de reajustar-se continuamente às condições 

mutáveis do meio. 

c) 

Permite estabelecer os objetivos e padrões claros para controle e promove aumento da motivação dos colaboradores. 

d) 

É um sistema social com objetivos a serem alcançados racionalmente e possibilita atingir os objetivos organizacionais e 
individuais. 

e) 

Permite a impessoalidade nas relações e baseia-se na competência técnica e na meritocracia. 

(    )  Mais Saúde 

 

(    )  Pró-Saúde 

 

(    )  DesprecarizaSUS 

 

(    )  PNASS 

 

(    )  HumanizaSUS 

1. 

Reduzir as filas e o tempo de espera, ampliando o acesso e um 
atendimento acolhedor e resolutivo, baseado em critérios de 
risco. 

 

2. 

Incorporar no processo de formação a abordagem integral do 
processo saúde/doença e da promoção de saúde. 

 

3. 

Avaliar os serviços de saúde do SUS, buscando apreender, da 
forma mais completa e abrangente possível, a realidade em que 
os mesmos se inserem, em suas diferentes dimensões. 

 

4. 

Cobrir vazios assistenciais, enfrentar as filas de espera,  a 
demora no atendimento e  as  relações insatisfatórias entres 
profissionais e usuários. 

 

5. 

Elaborar políticas e formular diretrizes a serem adotadas no 
processo de eliminação dos vínculos de trabalho na saúde, que, 
muitas vezes, não oferecem qualquer garantia de proteção social

 

a quem o exerce ou que ferem disposições constitucionais. 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

 

15 -  O diretor-presidente de um grupo hospitalar, em seu primeiro discurso em 2008, para os membros do conselho de 

administração do grupo, afirma o seguinte: “Nossa organização, nos próximos três anos, atuará com um conjunto de 
decisões das quais dependerão os recursos necessários e a tecnologia requerida, a estrutura organizacional mais 
adequada e conseqüente ação empresarial para o alcance de resultados mais favoráveis do que os atingidos em 
2007”. Esse dirigente está aplicando o conceito de : 

 

*a)  estratégia. 
b)  deliberação. 
c) 

ferramenta de gestão. 

d)  objetivos organizacionais. 
e)  visão da organização. 

 

16 -  O ambiente representa todo o universo que envolve uma empresa, podendo ser dividido em ambiente geral (externo) 

e ambiente de tarefa (interno). O ambiente externo é constituído de variáveis tecnológicas, políticas, econômicas, 
legais, sociais e demográficas. As organizações hospitalares dependem da tecnologia,  e Thompson (citado por 
Chiavenato, 2006) assinala que “a tecnologia é uma importante variável para compreensão das ações das empresas”. 
Thompson propôs uma tipologia de tecnologias conforme o seu arranjo dentro da organização. Assinale a alternativa 
que apresenta uma dessas tipologias aplicada em hospitais. 

 

a)  Tecnologia de elos de seqüência. 
b)  Tecnologia mediadora. 
c) 

Tecnologia fixa. 

d)  Tecnologia intermediária. 

*e)  Tecnologia intensiva. 

 

17 -  O Dr. Cláudio Lottenberg, em sua obra A saúde brasileira pode dar certo, afirma que “a outra estratégia para ampliar 

o alcance dos hospitais, atualmente, é investir muito em pesquisa e na geração do conhecimento”. Considerando-se 
a teoria das estratégias e o acima exposto, assinale qual o tipo de estratégia a que o autor se referiu. 

 

a)  Defensiva. 
b)  Ofensiva. 
c) 

Reativa. 

d)  De ajuste. 
*e)  Analítica. 
 

18 -  Na elaboração do planejamento estratégico, após a formulação dos objetivos recomenda-se a análise externa (do 

ambiente) e interna (da empresa). Acerca disso, numere coluna da direita, que relaciona os fatores que são 
analisados, de acordo com a da esquerda, que traz os tipos de análise. 

 

1.  Análise Externa 

 

2.  Análise Interna 

 

 
 
 
 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

a)  2 – 1 – 1 – 2 – 1. 
b)  1 – 1 – 2 – 1 – 2. 
c) 

1 – 2 – 1 – 2 – 1. 

*d)  2 – 1 – 1 – 2 – 2. 
e)  1 – 2 – 1 – 2 – 2. 

 
19 -  Na área hospitalar, um dos tipos de departamentalização mais utilizados é o por serviços, mas esse modelo possui 

limitações. Sobre o assunto, considere as seguintes implicações: 

 

1. 

Dispersa os especialistas da organização em subgrupos. 

2. 

A responsabilidade pelos resultados tende a ser deslocada para o nível institucional. 

3. 

A unidade de comando é enfraquecida e há conflitos inevitáveis. 

4. 

Enfatiza a coordenação em detrimento da especialização. 

5. 

Necessita de mecanismos próprios de coordenação do fluxo de trabalho. 

 

São limitações desse tipo de departamentalização:

 

 

a) 

1 e 3 apenas. 

b) 

2 e 4 apenas. 

*c)  1 e 4 apenas. 
d) 

3 e 4 apenas. 

e) 

3 e 5 apenas . 

 

(    )  Análise dos recursos disponíveis. 

 

(    )  Previsões e tendências do mercado. 

 

(    )  Desafios e restrições. 

 

(    )  Análise das competências. 

 

(    )  Pontos fortes e fracos

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

20 -  Um tipo de estrutura que está sendo aplicado em organizações hospitalares, especialmente nas de grande porte, é a 

de unidades estratégicas de negócios  (ou estrutura em redes).  Assinale a alternativa que apresenta  uma 
característica importante dessa estrutura. 

 

*a)  Sua organização é predominantemente horizontal. 
b) 

A orientação é para o mercado e para os clientes . 

c) 

Permite distinguir e manter o poder e prestígio das funções principais e simplifica o treinamento de pessoal. 

d) 

O número de gerentes tende a ser econômico. 

e) 

Delega-se apenas a responsabilidade e não a autoridade. 

 

21 -  Qual  o parâmetro  utilizado pelo Sistema Único de Saúde para auxiliar na elaboração do Planejamento e da 

Programação Pactuada e Integrada da Assistência à Saúde (PPI)? 

 

a) 

Produtividade. 

*b)  Cobertura. 
c) 

Capacidade instalada. 

d) 

Média de permanência. 

e) 

Taxa de ocupação hospitalar. 

 

22 -  A análise de um cargo está relacionada à descrição e à especificação desse cargo.  Numere a coluna da direita de 

acordo com a coluna da esquerda, relacionando os tópicos de descrição e especificação do cargo com os itens 
pertinentes a cada um dos tópicos. 

 

1. 

Descrição do cargo. 

2. 

Especificação do cargo. 

(    )  Responsabilidades. 
(    )  Supervisão dada ou recebida. 
(    )  Educação. 
(    )  Treinamento. 
(    )  Resumo do cargo. 
(    )  Riscos.
 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

a) 

1 – 2 – 1 – 1 – 2 – 2. 

b) 

1 – 1 – 1 – 2 – 2 – 1. 

c) 

2 – 1 – 2 – 1 – 2 – 1. 

*d)  2 – 1 – 2 – 2 – 1 – 1. 
e) 

1 – 2 – 2 – 1 – 1 – 2. 

 
23 -  De acordo com Walton (citado por França e Rodrigues, 1999), oito são as variáveis da avaliação da Qualidade de Vida 

no Trabalho. Com relação a esse assunto, considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

A definição da jornada de trabalho e os horários fazem parte das condições de segurança e saúde no trabalho. 

2. 

O item  compensação justa e adequada está relacionado ao conceito de homem econômico defendido por 
Frederick Taylor. 

3. 

A existência de um plano de carreira em uma organização hospitalar oferece oportunidades de crescimento 
profissional e faz parte da avaliação da qualidade de vida no trabalho. 

4. 

A integração social e o retreinamento são decorrentes das queixas dos pacientes, das queixas dos colegas de 
trabalho e das chefias. 

5. 

Os colaboradores desejam relatar ao trabalhador novo suas próprias histórias e incluirão outros aspectos do 
trabalho que são analisados na qualidade de vida no trabalho. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

As afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. 

*b)  As afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. 
c) 

As afirmativas 1 e 2 são verdadeiras. 

d) 

As afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. 

e) 

As afirmativas 3 e 5 são verdadeiras. 

 

24 -  Há três dias, a equipe médica que atende em um hospital público solicitou que fosse adquirida pequena quantidade 

de um medicamento em caráter excepcional, isto é, que foge da sua padronização, especialmente para atender a dois 
pacientes que serão submetidos a um procedimento altamente complexo e raro. O gestor da área de  compras 
encaminhou uma carta a cinco fornecedores, solicitando os preços, as condições de pagamento e o prazo de 
entrega, deixando claro que o critério de escolha seria o de menor preço. Em alguns dias o medicamento estará 
disponível aos pacientes na farmácia do hospital. Qual a modalidade de licitação utilizada? 

 

*a) 

Convite. 

b) 

Tomada de Preços. 

c) 

Concorrência Pública. 

d) 

Pregão. 

e) 

Dispensa. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

25 -  Na gestão dos recursos materiais, de que tipo é o custo de pedidos de ressuprimento? 

 

a) 

Custo variável. 

b) 

Custo direto. 

*c)  Custo fixo. 
d) 

Custo indireto. 

e) 

Custo de oportunidade. 

 
26 -  “Atos isolados e o conjunto de atos de atenção à saúde, assim como medicamentos e outros insumos terapêuticos, 

além das órteses, próteses e os procedimentos administrativos”. Essa é a interpretação do conceito de: 

 

a) 

Tabela de Procedimentos do SUS. 

*b)  Procedimentos do SUS. 
c) 

Atos cirúrgicos. 

d) 

Atos hospitalares. 

e) 

Serviços Hospitalares oferecidos pelo SUS. 

 
27 -  Num hospital, é considerado custo direto o custo: 

 

*a)  das unidades de internação de cirurgia geral, ortopedia e pediatria. 
b) 

com a conta de energia elétrica, conta de telefone e internet. 

c) 

com salários e encargos do pessoal da área de faturamento, compra de computadores para o faturamento e pagamento 
da manutenção do sistema de informações. 

d) 

de recrutamento, seleção e treinamento introdutório de técnicos de enfermagem das unidades de internação, 
ambulatório e centro cirúrgico. 

e) 

com a coleta do lixo hospitalar, com o estacionamento do hospital e com o pagamento da assessoria jurídica para ações 
cíveis. 

 
28 -  O fluxo de caixa é um instrumento de gestão que propicia diariamente a posição das entradas e saídas de recursos 

financeiros. Em relação a esse assunto, considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

São requisitos para implantação do fluxo de caixa: organização da estrutura funcional; criação de um manual de 
operações financeiras e definição das atividades-meio e atividades-fim. 

2. 

Uma das limitações para a utilização do fluxo de caixa é devido à sua incapacidade de fornecer informações 
precisas sobre o lucro e os custos dos produtos. 

3. 

O fluxo de caixa projetado toma em consideração a razão entre o patrimônio e o passivo total. 

4. 

Para o fluxo de caixa, as apurações e demonstrações são realizadas pelo regime de competência e não pelo 
regime de caixa. 

5. 

O fluxo de caixa é considerado uma medida de solvência a curto prazo, porque não leva em consideração os 
inventários, que são de menor liquidez. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as afirmativas  2, 4 e 5 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas  3 e 4 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas  1, 3 e 5 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas  1 e 2 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas  2 e 5 são verdadeiras. 

 

29 -  Ao se fazer a análise de um investimento utilizando-se a técnica do Valor Presente Líquido (VPL),  conclui-se que 

esse investimento é atrativo quando o VPL é : 

 

*a)  maior do que zero. 
b) 

igual a zero. 

c) 

menor do que zero. 

d) 

igual à taxa de retorno contábil. 

e) 

maior do que a taxa de retorno contábil. 

 

30 -  O Conselho Federal de Enfermagem recomenda como critério para quantificação de horas de enfermagem 

necessárias para assistir pacientes no período de 24 horas: 

 

a) 

o número de funcionários de enfermagem por leito, acrescido de um percentual para cobrir férias e absenteísmo. 

b) 

o tempo de enfermagem despendido em horas por paciente-dia conforme cada unidade assistencial específica ou por 
tipo de patologia e suas especificidades, acrescido da taxa de absenteísmo. 

*c)  o sistema de classificação de pacientes, distinguindo os tipos de cuidados – mínimos, intermediários, semi-intensivos e 

intensivos –, acrescido do índice de segurança técnica. 

d) 

um estudo de tempos e movimentos realizado em cada um dos estabelecimentos hospitalares, a fim de respeitar as 
especificidades dos pacientes e das instituições. 

e) 

um número de horas de cuidados de enfermagem por paciente, levando-se em consideração a média de permanência, 
a taxa de ocupação, o intervalo de substituição e a estrutura física das unidades . 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

10 

31 -  A construção, as reformas e as ampliações de estabelecimentos de assistência à saúde devem atender o contido no 

Regulamento Técnico anexado à Resolução 50 e suas atualizações. Em relação aos aspectos físico-funcionais, 
considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

É mais conveniente a adoção do conceito de hospital do tipo bloco ou pavilhão, pois as unidades de pacientes 
hospitalizados são definidas perfeitamente. 

2. 

Em hospitais com limitação de área física, o vão de escada pode ser utilizado para a instalação de elevadores ou 
monta-cargas. 

3. 

Só é permitida a instalação de “tubos de queda” para uso exclusivo de roupa suja, sendo, portanto, proibida a 
utilização de tubulões ou tubos pneumáticos para o transporte de resíduos de serviços de saúde. Além disso, os 
tubos de queda devem ser dotados de dispositivos que permitam sua total desinfecção. 

4. 

O transporte de material contaminado constitui um risco para o controle de infecções hospitalares, razão pela 
qual os estabelecimentos de assistência à saúde devem ser dotados de circulações exclusivas para elementos 
sujos e limpos. 

5. 

Existem quatro níveis de biossegurança, crescentes no maior grau de contenção e complexidade do nível de 
proteção, que consistem de combinações de práticas e técnicas de laboratório e barreiras primárias e 
secundárias de um laboratório. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 2, 4 e 5 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 1, 4 e 5 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas 3 e 5 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. 

 
32 -  Como se denomina o sistema de distribuição de medicamentos que permite a monitorização terapêutica?
 

 

a) 

Sistema de Distribuição por Prescrição Individualizada. 

b) 

Sistema de Distribuição Coletiva. 

*c)  Sistema de Distribuição por Dose Unitária. 
d) 

Sistema de Distribuição por Dose individualizada por Internação. 

e) 

Sistema de Distribuição por Robô. 

 

33 -  A modalidade de manutenção de equipamentos médico-hospitalares que consiste na auscultação periódica do 

equipamento por meio de aparelhos de diagnóstico, a fim de verificar a necessidade de uma intervenção, recebe o 
nome de manutenção: 

 

a) 

preventiva. 

b) 

corretiva. 

c) 

estendida (garantia estendida). 

d) 

periódica. 

*e)  preditiva. 

 

34 -  A hotelaria hospitalar é uma área de conhecimento recente que tem sido muito difundida, e um dos fatores que têm 

contribuído para o seu desenvolvimento é o paciente. Sobre hotelaria hospitalar, considere as afirmativas abaixo: 

 

1. 

As técnicas e procedimentos de hotelaria descaracterizam o ambiente hospitalar e modificam o foco de atuação 
da entidade. 

2. 

Os investimentos em hotelaria são muito dispendiosos, especialmente os relacionados à qualificação de 
pessoal, e o retorno é pequeno. 

3. 

A partir do funcionamento do hospital é que se devem implementar ações voltadas à hospitalidade e bem-estar 
do paciente. 

4. 

A hotelaria hospitalar permite o resgate da dignidade do ser humano e agrega valor aos serviços de saúde. 

5. 

A hotelaria hospitalar como estrutura de serviços e apoio utilizados por pacientes e familiares facilita o processo 
de cura e reduz a permanência do doente no hospital. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras. 

*b)  Somente as afirmativas 4 e 5 são verdadeiras. 
c) 

Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. 

d) 

Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras. 

e) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 5 são verdadeiras. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

11 

35 -  O prontuário eletrônico é uma tendência nas instituições de saúde. A respeito de prontuário eletrônico, considere as 

seguintes afirmativas: 

 

1. 

O dado estruturado pode facilitar o estudo epidemiológico e os dados em texto-livre podem ser estudados por 
meio de uso de palavras-chave. 

2. 

Os protocolos, guias de conduta e a interface com sistemas eletrônicos de diagnóstico são obstáculos para a 
implantação do prontuário eletrônico. 

3. 

A tecnologia é a maior dificuldade para a integração de sistemas de saúde de forma a permitir um registro 
longitudinal dos eventos. 

4. 

A última fase de implantação do prontuário eletrônico é o registro eletrônico de saúde, que inclui uma rede de 
fornecedores e locais, tendo o paciente como centro. 

5. 

Em países desenvolvidos, o prontuário eletrônico já é um produto e não um processo. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

*a)  Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras. 
b) 

Somente as afirmativas 2, 3 e 5 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 3 e 5 são verdadeiras. 

d) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 5 são verdadeiras. 

e) 

Somente as alternativas 1, 3 e 4 são verdadeiras. 

 

36 -  Um dos pioneiros na adaptação da teoria da qualidade para a área da saúde foi Donabedian, que a partir da definição 

das dimensões da qualidade baseada no eixo estrutura, processos e resultados, nos anos 90, propôs que os pilares 
da qualidade são: 

 

a) 

Qualidade, custo, entrega, moral e segurança. 

*b)  Eficácia, efetividade, eficiência, otimização, aceitabilidade, legitimidade e eqüidade. 
c) 

Produtividade, capacidade, qualidade, velocidade de entrega, flexibilidade, velocidade do processo e  satisfação do 
cliente. 

d) 

Cliente, análise de problemas , colaboradores, gerenciamento de processos e lucro contínuo. 

e) 

Conformidade com os padrões, defeito zero, trabalho em equipe, estudo dos processos e resultados. 

 

37 -  De acordo com Quinto Neto, a lógica da acreditação hospitalar é composta por: 

 

a) 

ciclo PDCA, objetivos voltados ao cliente, abordagens em três níveis de complexidade e avaliadores com experiência. 

b) 

requisitos básicos de assistência, segurança, planejamento, processos, melhoria contínua e práticas de gestão de 
qualidade. 

c) 

liderança e constância de propósitos, visão de futuro; foco no cliente e no mercado; responsabilidade social e ética; 
decisões baseadas em fatos; valorização das pessoas, abordagem por processos, foco nos resultados, inovação, 
agilidade, aprendizado organizacional e visão sistêmica. 

*d)  liderança e administração, serviços profissionais e organização da assistência, serviços de apoio ao diagnóstico, 

serviços de apoio administrativo e infra-estrutura, serviços de atenção ao cliente/paciente, serviços de apoio técnico e 
abastecimento, ensino e pesquisa. 

e) 

qualidade clínica ou da assistência, qualidade voltada para o paciente e qualidade econômica. 

 
38 -  A avaliação da satisfação dos clientes na área de saúde é um importante instrumento de gestão da qualidade. Os 

conteúdos recorrentes em questionários de satisfação em hospitais brasileiros mais utilizados são: 

 

a) 

atendimento de enfermagem, atendimento médico, atendimento pós -alta e hotelaria. 

b) 

atendimento às necessidades dos clientes , conforto e bem -estar e atendimento médico. 

c) 

respeito aos valores, preferências e necessidades de pacientes , coordenação e integração do cuidado, informação, 
comunicação e educação, conforto físico, envolvimento dos familiares e amigos, transição e continuidade. 

*d)  recepção, atendimento geral, atendimento de enfermagem , atendimento médico, alimentação, higiene e acomodações. 
e) 

recepção, hotelaria, informações , atendimento profissional e saúde do paciente. 

 

39 -  O monitoramento de qualquer atividade pode ser feito por meio de indicadores. A proposta não é recente, e hoje 

existem algumas propostas nacionais de comparação de indicadores institucionais. A respeito desse assunto, 
considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

Os indicadores sugeridos pelo SIPAGEH (Unisinos), CQH (APM/CREMESP/USP), SINHA (ANHAP) e a ONA são os 
mesmos. 

2. 

Os indicadores universais da área hospitalar são: taxa de ocupação, média de permanência, rotatividade do 
leito, intervalo de substituição, taxa de mortalidade geral e institucional e taxa de infecção hospitalar. 

3. 

Os indicadores do  Balanced Scorecard (BSC) fornecem um referencial sob quatro diferentes perspectivas: 
financeira
clienteprocessos de negócios internos e aprendizado e crescimento

4. 

Os indicadores econômicos e financeiros das instituições hospitalares são instrumentos de revisão dos preços 
praticados pelo Sistema Único de Saúde para remuneração de serviços de saúde. 

5. 

A totalidade dos hospitais brasileiros utiliza as informações dos indicadores para o planejamento estratégico 
das suas instituições e para o benchmarking. 

 

a) 

Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 2 e 5 são verdadeiras. 

*c)  Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras. 
d) 

Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. 

e) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 5 são verdadeiras. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-gabarito.pdf-html.html

 

12 

40 -  A desospitalização é citada como a tendência para os novos modelos assistenciais, transferindo para outras 

instituições extramuros dos hospitais algumas atividades que hoje são por essência hospitalares. Acerca do tema, 
considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

A alternativa de Hospital-Dia é interessante para procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos que não requerem 
maior infra-estrutura, não se incluindo as unidades de diálise e as salas de medicina física e de reabilitação. 

2. 

Na internação domiciliar, o paciente é atendido em sua casa em condições de apoio médico e tecnológico 
equivalentes à atenção que receberia no hospital. 

3. 

O atendimento pré-hospitalar tem por objetivo realizar a atenção ao paciente no lugar onde se produz a 
emergência, bem como transportá-lo nas condições de estabilização que requeira até o centro assistencial mais 
adequado para sua situação específica. 

4. 

Nos hospitais de internação de longa permanência, será requerida a assistência exclusivamente médica de alta 
complexidade. 

5. 

Os Centros de Tratamento e Diagnóstico são centros ambulatoriais de alta complexidade que possuem leitos e 
incluem prestações diagnósticas e terapêuticas de alta capacidade de resolução para as diferentes 
especialidades, como tomografias e cirurgias-dia. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as  afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 1, 3 e 5 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas 2, 3 e 5 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras. 

 

Prova

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

 

 

 

 

 

Edital nº 01/2008 

Prova 17/02/2008 

 

 

09 – Administrador Hospitalar 

 

 

 

INSTRUÇÕES 

 

1.  Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local 

indicado. 

2.  Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar a 

resolução das questões, confira a numeração de todas as páginas. 

3.  Esta prova é constituída de 40 questões objetivas. 

4.  Nesta prova, as questões objetivas são de múltipla escolha, com 5 alternativas 

cada uma, sempre na seqüência  a,  b,  c,  d,  e, das quais somente uma deve 
ser assinalada. 

5.  A interpretação das questões é parte do processo de avaliação, não sendo 

permitidas perguntas aos aplicadores de prova. 

6.  Ao receber o cartão-resposta, examine-o e verifique se o nome impresso nele 

corresponde ao seu. Caso haja qualquer irregularidade, comunique-a 
imediatamente ao aplicador de prova. 

7.  O cartão-resposta deverá ser preenchido com caneta esferográfica preta, 

tendo-se o cuidado de não ultrapassar o limite do espaço para cada 
marcação. 

8.  Não serão permitidas consultas, empréstimos e comunicação entre os 

candidatos, tampouco o uso de livros, apontamentos e equipamentos 
eletrônicos ou não, inclusive relógio. O não-cumprimento dessas exigências 
implicará a eliminação do candidato. 

9.  Os aparelhos celulares deverão 

ser desligados e colocados 

OBRIGATORIAMENTE no saco plástico. Caso essa exigência seja 
descumprida, o candidato será excluído do concurso. 

10.  O tempo de resolução das questões, incluindo o tempo para preenchimento do 

cartão-resposta, é de 4 horas. 

11.  Ao  concluir a prova, permaneça em seu lugar e comunique ao aplicador de 

prova. Aguarde autorização para entregar o caderno de prova, o cartão-
resposta e a ficha de identificação. 

12.   Se desejar, anote as respostas no quadro abaixo, recorte na linha indicada e 

leve -o consigo. 

DURAÇÃO DESTA PROVA: 4 horas  

 
 
 
 
 
 
 
 

Português 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Conhecimento 

Específico 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

NÚMERO DE INSCRIÇÃO 

 

 

TURMA 

 

 

NOME DO CANDIDATO 

 
 
 

 

 

 

ASSINATURA DO CANDIDATO 

 
 

 

" ................................................................................................................................................................................................................................................

 

RESPOSTAS 

01 - 

06 - 

11 - 

16 - 

21 - 

26 - 

31 - 

36 - 

02 - 

07 - 

12 - 

17 - 

22 - 

27 - 

32 - 

37 - 

03 - 

08 - 

13 - 

18 - 

23 - 

28 - 

33 - 

38 - 

04 - 

09 - 

14 - 

19 - 

24 - 

29 - 

34 - 

39 - 

05 - 

10 - 

15 - 

20 - 

25 - 

30 - 

35 - 

40 - 

O gabarito estará disponível no site www.nc.ufpr.br 24 horas após o término da prova. 

ASSOCIAÇÃO PARANAENSE 

DE REABILITAÇÃO 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

A partir de 29 de fevereiro de 2008, o candidato terá acesso ao seu desempenho individual referente às questões de múltipla 

escolha no site do NC (www.nc.ufpr.br). Para obter essa informação, deverá ter à mão os seguintes dados : 
 
Nº de inscrição: 

 

Senha de acesso: 

 

É de sua inteira responsabilidade o sigilo sobre esses dados. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

PORTUGUÊS 

 
01 -  
Trabalhando com a bactéria E. coli, Pardee, Jacob e Monod fizeram uma observação intrigante. 

 

Os trechos a seguir dão continuidade ao texto iniciado com o período acima (extraído de Martin Brookes, Fique por 
dentro da genética
, p. 86), mas estão fora de ordem. Determine a seqüência correta desse texto. 

 

(   )  Quando a lactose estava presente no meio, elas produziam duas enzimas. 
(   )  A outra enzima, beta-galactosidase
, digeria o açúcar. 
(   )  Eles fizeram as bactérias crescer em um meio nutritivo contendo um açúcar chamado lactose, que as bactérias 

usavam como fonte de energia. 

(   )  Todavia, quando a lactose era removida do meio nutritivo, a bactéria parava de produzir as duas enzimas. 
(   )  Uma enzima, chamada permease
, aumentava a velocidade com que as bactérias podiam captar o açúcar do 

meio para suas células. 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta, de cima para baixo. 

 

a) 

1 – 5 – 2 – 3 – 4. 

b) 

4 – 3 – 5 – 1 – 2. 

*c)  2 – 4 – 1 – 5 – 3. 
d) 

1 – 3 – 4 – 5 – 2. 

e) 

3 – 2 – 5 – 4 – 1. 

 

02 -  Em uma entrevista à revista Época (nº 505, de 21 jan. 2008), a pesquisadora Barbara Oakley afirma que algumas 

pessoas são más por natureza. Associe corretamente as respostas da coluna da direita com as perguntas na coluna 
da esquerda. 

 

1. 

Como podemos reconhecer 
alguém mau por natureza? 

 

2. 

A senhora acredita que esse 
tipo de caráter é genético? 

 

3. 

Relacionar a presença de 
certos genes a determinados 
tipos de comportamento não 
pode gerar preconceito?
 

(   )  É preciso evitar a idéia de que há certos tipos de pessoas com 

“genes do mal” ou que quem é bom não tem esses genes. Se 
você diz que algumas pessoas são más por causa de sua 
genética, alguém pode presumir que elas deviam ser proibidas 
de ter filhos. Pode imaginar que, nos livrando desses genes, a 
sociedade será melhor. E isso não é verdade. 

 

(   )  São aquelas pessoas maquiavélicas, que estão dispostas a 

fazer qualquer coisa para atingir seus objetivos. Elas podem 
ser extremamente legais na frente de alguém e tratar 
terrivelmente mal uma pessoa que não lhes interessa. São 
aquelas pessoas que mentem tanto que você chega a duvidar 
de si, e não delas. Também são incapazes de aceitar culpa. Se 
você as responsabiliza por alguma coisa, ficam tão irritadas 
que nem vale a pena o esforço. 

 

(   )  Algumas pessoas nasceram para ser más. Já se sabe que 

nenhum gene sozinho pode ser responsabilizado por um 
determinado tipo de caráter. Mas há um grupo de genes que 
afeta o funcionamento do cérebro, principalmente em relação 
a nossas intenções, impulsividade, humor e ansiedade. E 
esses genes podem estar por trás de comportamentos que 
levam a uma personalidade problemática.
 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

a) 

2 – 3 – 1. 

*b)  3 – 1 – 2. 
c) 

2 – 1 – 3. 

d) 

1 – 2 – 3. 

e) 

3 – 2 – 1. 

 
O texto a seguir é referência para a questão 03. 

 

Plantar jardins ou mesmo capim no teto das casas não é exatamente uma idéia moderna. Os telhados verdes existem há 

milhares de anos. Povos tradicionais da América Central já usavam essa técnica para criar isolamento térmico em suas casas. Na 
Europa, a tradição também vem do século XIX. Nos países nórdicos, colocar plantas sobre o teto era a forma de garantir o calor da 
casa antes da invenção dos aquecedores. Com o desenvolvimento das cidades e das tecnologias modernas de calefação, as 
cabanas com telhados cobertos por feno desapareceram. A antiga tecnologia verde foi considerada obsoleta. Mas, com a urgência 
das mudanças climáticas, os arquitetos de hoje buscam todas as formas possíveis de reduzir o consumo de energia. E o mundo 
está resgatando – com adaptações – os métodos ancestrais. 

A primeira vantagem do sistema é que a camada de terra e de matéria orgânica viva (das plantas) funciona como isolante 

térmico. Em locais quentes, as plantas no telhado mantêm frescor e, em locais frios, guardam o calor. Nos países frios, a calefação 
é o principal gasto de energia. 

A vegetação no teto também regula o escoamento da água das chuvas. Normalmente, toda a água que cai sobre os telhados 

normais vai direto para o sistema de drenagem público. “A água e a falta de planejam ento urbano acabam causando enchentes e 
sobrecarregando os rios”, afirma André Soares, do Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado, em Goiás. A água que sai do 
jardim suspenso, além de regar as próprias plantas, pode ser recolhida em um reservatório e usada para descarga de banheiro e 
lavagem de quintal. 

(Adaptado da revista Época nº 505, 21 jan. 2008, p. 64.) 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

 

03 -  Com relação aos jardins cultivados em telhados, o texto apresenta: 

 

a) 

apenas uma vantagem do uso dessa técnica. 

*b)  duas vantagens do uso dessa técnica. 
c) 

três vantagens do uso dessa técnica. 

d) 

quatro vantagens do uso dessa técnica. 

e) 

cinco vantagens do uso dessa técnica. 

 

O texto a seguir é referência para as questões 04 a 07. 
 

Ser pobre não é desculpa 

 

Um dos nós da discussão sobre violência e criminalidade no Brasil está na correlação entre pobreza e criminalidade que divide 

a opinião de estudiosos e militantes. De um lado, os que tomam algumas estatísticas oficiais, fruto do registro policial, como provas 
de que o problema são os favelados, migrantes e desempregados pobres. Do outro, aqueles que consideram que ser pobre é 
desculpa para tudo, inclusive para o homicídio. Tanto um quanto outro estão equivocados. 

O registro policial depende de muitas práticas policiais que sempre deram preferência aos pobres neste país, deixando 

impunes as pessoas de maior escolaridade e nível de renda quando infringem a lei. Daí falar-se de profecia autocumprida as 
estatísticas que mostram apenas crimes cometidos por pessoas pobres. Crimes econômicos e de mandantes só muito 
recentemente passaram a merecer atenção da polícia, especialmente a federal. 

Entretanto, ser pobre não é razão para cometer crimes. Há tempos discute-se a punição dos que cometem crimes graves com 

o argumento de que não tiveram oportunidades ou alternativas. Para atividades econômicas ilegais, esse argumento encontra 
respaldo bastante difundido na população também. Mas nunca para os crimes contra a pessoa, especialmente estupro e 
assassinato. 

Porém há entre militantes de esquerda a propensão para querer as mais severas punições para jovens de classe média que 

participam de atividade econômica ilegal e o esquecimento ou perdão para os jovens pobres que cometem crimes contra a 
pessoa, mesmo os mais condenados pela população. 

O filme “Meu Nome Não É Johnny” conta a história de um desses jovens de classe média que, sem nem saber como e 

_________, vão se envolvendo na atividade do tráfico. A história contada é de um daqueles que conseguem manter-se free-lance 
sem participar da violência de quadrilhas e comandos. É um filme emocionante e convincente. Pode ajudar outros jovens a evitar 
as armadilhas do dinheiro fácil e consumo orgiástico pelos limites da lei e da moralidade. 

A cena mais comovente é a que narra a compreensão da juíza sobre a trajetória do jovem e a sua capacidade de recuperação. 

Os anos de cadeia e de manicômio judiciário são de sofrimento atroz e parecem estar na medida para minar a inconseqüência do 
jovem. Só que militantes que defendem o direito do pobre menor assassino ficar livre aos 18 anos preparam um manifesto para 
criticar essa sentença “leve”, que atribuem à família do jovem, à qual pertence famoso advogado defensor dos direitos civis 
durante o regime militar. 

(ZALUAR, Alba. Folha de S. Paulo, 30 jan. 2008.) 

 
04 -  De acordo com o texto, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas. 

 

(    )  A afirmação de que “o registro policial depende de muitas práticas policiais que sempre deram preferência aos 

pobres” é argumento para justificar a posição dos que consideram que o problema são os favelados, migrantes 
e desempregados pobres. 

(    )  A propensão para querer penas mais severas para jovens de classe média que participam de atividade 

econômica ilegal é própria dos que consideram que ser pobre é desculpa para tudo, inclusive para o homicídio. 

(    )  Alba Zaluar tem a mesma opinião dos militantes de esquerda na discussão sobre violência e criminalidade no 

Brasil. 

 

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta, de cima para baixo. 

 

a) 

F – F – V. 

b) 

V – V – F. 

c) 

V – F – V. 

*d)  F – V – F. 
e) 

V – F – F. 

 

05 -  Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna no quinto parágrafo do texto de Alba Zaluar. 

 

a) 

por causa que 

b) 

porquê 

c) 

porque 

d) 

por quê 

*e)  por que 

 
06 -  A autora usou aspas na palavra leve, na penúltima linha: 

 

a) 

para ressaltar a ironia presente nessa declaração. 

*b)  para deixar claro que não é a opinião dela sobre a sentença. 
c) 

porque se trata de jargão da área jurídica. 

d) 

para determinar que se trata do modo exato como a juíza proferiu a sentença. 

e) 

porque se trata de gíria mais comum no uso da língua em situações não-formais. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

07 -  Acerca do texto, é correto afirmar: 

 

a) 

Os militantes que defendem o direito de os menores assassinos ficarem livres aos 18 anos são favoráveis à crítica que 
a família do jovem vai fazer contra a sentença da juíza no filme, já que se trata de família historicamente defensora dos 
direitos civis. 

b) 

A polícia é mais eficiente no combate aos crimes cometidos por pessoas pobres. 

*c)  Segundo os militantes favoráveis a penas mais severas aos jovens de classe média, a decisão da juíza no filme “Meu 

Nome Não É Johnny” foi influenciada pela imagem pública da família a que o jovem condenado pertencia. 

d) 

Na opinião dos militantes a que o texto se refere, o jovem de classe média preso no filme “Meu Nome Não É Johnny” 
deveria ser solto quando completasse 18 anos. 

e) 

A população de um modo geral concorda com os militantes que defendem punições mais severas para jovens de classe 
média do que para jovens pobres. 

 

08 -  Considere a charge a seguir: 

 

 

(Revista da Semana, 04 fev. 2008.) 

 

O pronome possessivo na fala do homem vem sublinhado para: 

 

a) 

insinuar seu interesse em saber qual era a ocupação da mulher que estava com ele à mesa. 

b) 

ressaltar sua competência na administração de seus bens. 

c) 

deixar claro que não queria falar de seus problemas. 

*d)  indicar que tudo o que ele relatou aconteceu num único dia. 
e) 

chamar a atenção para sua riqueza. 

 
09 -  Assinale a alternativa que está de acordo com a norma padrão. 

 

a) 

É de assim que se faz. 

b) 

Não dá para dormir com um barulho desse. 

c) 

Ela se desabafou comigo. 

*d)  Os irmãos sempre saem juntos. 
e) 

Os prejuízos com a previdência atingem a milhões de reais. 

 
10 -  Assinale a alternativa que NÃO apresenta problemas no emprego dos sinais de pontuação. 

 

a) 

Na reta final da prova dos 400 m, no torneio de Roma Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado, cem metros 
depois, ao cruzar a linha de chegada estava em segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum, Pistorius, porém não é um atleta comum. Amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas), corre com próteses de fibra de carbono. 

b) 

Na reta final, da prova dos 400 m no torneio de Roma, Oscar Pistorius era o oitavo, e último, colocado. Cem metros 
depois ao cruzar a linha de chegada estava em segundo lugar, essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum. Pistorius, porém, não é um atleta comum, amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas). Corre com próteses de fibra de carbono. 

*c)  Na reta final da prova dos 400 m no torneio de Roma, Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado. Cem metros 

depois, ao cruzar a linha de chegada, estava em segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum. Pistorius, porém, não é um atleta comum. Amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas), corre com próteses de fibra de carbono. 

d) 

Na reta final da prova dos 400 m no torneio de Roma Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado, cem metros depois, 
ao cruzar a linha de chegada, estava em segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para qualquer 
atleta comum, Pistorius, porém, não é um atleta comum; amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de vida (ele 
nasceu sem as fíbulas), corre com próteses de fibra de carbono. 

e) 

Na reta final da prova dos 400 m no torneio de Roma. Oscar Pistorius era o oitavo e último colocado. Cem metros 
depois, ao cruzar a linha de chegada, estava em: segundo lugar. Essa reação seria uma façanha improvável para 
qualquer atleta comum. Pistorius, porém não é um atleta comum, amputado abaixo dos joelhos quando tinha 1 ano de 
vida (ele nasceu sem as fíbulas). Corre com próteses de fibra de carbono. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

CONHECIMENTO ESPECÍFICO 

11 -  Assinale a alternativa que apresenta corretamente os princípios incorporados pelo modelo de atenção à saúde 

proposto pelo Sistema Único de Saúde. 

 

a) 

Regionalização e hierarquização dos serviços de saúde. 

b) 

Humanização, gestão municipalizada e informação dos serviços prestados pelo sistema de saúde. 

*c)  Acesso universal, integralidade da assistência e participação social. 
d) 

Respeito aos direitos dos usuários, intersetorialidade das ações e dos serviços e garantia de assistência à saúde. 

e) 

Ética e transparência na gestão dos recursos, regionalização e integralidade da assistência. 

 
12 -  O Ministério da Saúde tem vários programas que apóiam o Sistema Único de Saúde.  Com relação a esses 

programas, numere a coluna da direita, que apresenta as denominações de alguns desses programas, de acordo 
com os objetivos apresentados na coluna da esquerda. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

*a)  4 – 2 – 5 – 3 – 1. 
b) 

5 – 4 – 1 – 2 – 3. 

c) 

1 – 3 – 2 – 5 – 4. 

d) 

2 – 4 – 1 – 3 – 5. 

e) 

3 – 1 – 4 – 2 – 5. 

 
13 -  O hospital, na atualidade, tem outra posição no sistema de saúde. Está perdendo suas fronteiras tradicionais, seus 

processos estão mais voltados ao exterior, tendo seu desenvolvimento baseado em evidências e em critérios de 
efetividade do custo social. Sobre esse assunto, considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

Os hospitais recebem requerimentos de produção assistencial cada vez mais explícitos do sistema de saúde. 

2. 

O hospital é a cúspide do sistema sanitário. 

3. 

As mudanças no modelo de atenção nos hospitais da região destacam-se na antecipação do dano e no 
acercamento da saúde ao hábitat das pessoas. 

4. 

É o hospital que decide e define por si próprio sua oferta de serviços e depois cobra por isso. 

5. 

A nova realidade do sistema sanitário faz com que os hospitais orientem mais suas atividades para a internação 
de clientes e com isso aumentem mais o número de leitos disponíveis. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

 
a) 

Somente as afirmativas 1 e 5 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas 1, 4 e 5 são verdadeiras. 

 
14 -  A abordagem de sistema aberto concebe um sistema que tem entradas e saídas com seu ambiente. Dentro dessa 

abordagem, o hospital  é visualizado como um sistema aberto em um dinâmico relacionamento com seu ambiente, 
recebendo vários insumos, transformando esses insumos de diversas maneiras (processamento ou conversão) e 
exportando os resultados na forma de serviços (saídas). Assinale a alternativa que apresenta as vantagens desse 
sistema. 

 

a) 

Possibilita obter maiores níveis de satisfação do cliente e tem grande dependência da tecnologia para o desempenho 
dos serviços. 

*b)  É parte integrante de outro sistema maior e tem grande capacidade de reajustar-se continuamente às condições 

mutáveis do meio. 

c) 

Permite estabelecer os objetivos e padrões claros para controle e promove aumento da motivação dos colaboradores. 

d) 

É um sistema social com objetivos a serem alcançados racionalmente e possibilita atingir os objetivos organizacionais e 
individuais. 

e) 

Permite a impessoalidade nas relações e baseia-se na competência técnica e na meritocracia. 

(    )  Mais Saúde 

 

(    )  Pró-Saúde 

 

(    )  DesprecarizaSUS 

 

(    )  PNASS 

 

(    )  HumanizaSUS 

1. 

Reduzir as filas e o tempo de espera, ampliando o acesso e um 
atendimento acolhedor e resolutivo, baseado em critérios de 
risco. 

 

2. 

Incorporar no processo de formação a abordagem integral do 
processo saúde/doença e da promoção de saúde. 

 

3. 

Avaliar os serviços de saúde do SUS, buscando apreender, da 
forma mais completa e abrangente possível, a realidade em que 
os mesmos se inserem, em suas diferentes dimensões. 

 

4. 

Cobrir vazios assistenciais, enfrentar as filas de espera,  a 
demora no atendimento e  as  relações insatisfatórias entres 
profissionais e usuários. 

 

5. 

Elaborar políticas e formular diretrizes a serem adotadas no 
processo de eliminação dos vínculos de trabalho na saúde, que, 
muitas vezes, não oferecem qualquer garantia de proteção social

 

a quem o exerce ou que ferem disposições constitucionais. 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

 

15 -  O diretor-presidente de um grupo hospitalar, em seu primeiro discurso em 2008, para os membros do conselho de 

administração do grupo, afirma o seguinte: “Nossa organização, nos próximos três anos, atuará com um conjunto de 
decisões das quais dependerão os recursos necessários e a tecnologia requerida, a estrutura organizacional mais 
adequada e conseqüente ação empresarial para o alcance de resultados mais favoráveis do que os atingidos em 
2007”. Esse dirigente está aplicando o conceito de : 

 

*a)  estratégia. 
b)  deliberação. 
c) 

ferramenta de gestão. 

d)  objetivos organizacionais. 
e)  visão da organização. 

 

16 -  O ambiente representa todo o universo que envolve uma empresa, podendo ser dividido em ambiente geral (externo) 

e ambiente de tarefa (interno). O ambiente externo é constituído de variáveis tecnológicas, políticas, econômicas, 
legais, sociais e demográficas. As organizações hospitalares dependem da tecnologia,  e Thompson (citado por 
Chiavenato, 2006) assinala que “a tecnologia é uma importante variável para compreensão das ações das empresas”. 
Thompson propôs uma tipologia de tecnologias conforme o seu arranjo dentro da organização. Assinale a alternativa 
que apresenta uma dessas tipologias aplicada em hospitais. 

 

a)  Tecnologia de elos de seqüência. 
b)  Tecnologia mediadora. 
c) 

Tecnologia fixa. 

d)  Tecnologia intermediária. 

*e)  Tecnologia intensiva. 

 

17 -  O Dr. Cláudio Lottenberg, em sua obra A saúde brasileira pode dar certo, afirma que “a outra estratégia para ampliar 

o alcance dos hospitais, atualmente, é investir muito em pesquisa e na geração do conhecimento”. Considerando-se 
a teoria das estratégias e o acima exposto, assinale qual o tipo de estratégia a que o autor se referiu. 

 

a)  Defensiva. 
b)  Ofensiva. 
c) 

Reativa. 

d)  De ajuste. 
*e)  Analítica. 
 

18 -  Na elaboração do planejamento estratégico, após a formulação dos objetivos recomenda-se a análise externa (do 

ambiente) e interna (da empresa). Acerca disso, numere coluna da direita, que relaciona os fatores que são 
analisados, de acordo com a da esquerda, que traz os tipos de análise. 

 

1.  Análise Externa 

 

2.  Análise Interna 

 

 
 
 
 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

a)  2 – 1 – 1 – 2 – 1. 
b)  1 – 1 – 2 – 1 – 2. 
c) 

1 – 2 – 1 – 2 – 1. 

*d)  2 – 1 – 1 – 2 – 2. 
e)  1 – 2 – 1 – 2 – 2. 

 
19 -  Na área hospitalar, um dos tipos de departamentalização mais utilizados é o por serviços, mas esse modelo possui 

limitações. Sobre o assunto, considere as seguintes implicações: 

 

1. 

Dispersa os especialistas da organização em subgrupos. 

2. 

A responsabilidade pelos resultados tende a ser deslocada para o nível institucional. 

3. 

A unidade de comando é enfraquecida e há conflitos inevitáveis. 

4. 

Enfatiza a coordenação em detrimento da especialização. 

5. 

Necessita de mecanismos próprios de coordenação do fluxo de trabalho. 

 

São limitações desse tipo de departamentalização:

 

 

a) 

1 e 3 apenas. 

b) 

2 e 4 apenas. 

*c)  1 e 4 apenas. 
d) 

3 e 4 apenas. 

e) 

3 e 5 apenas . 

 

(    )  Análise dos recursos disponíveis. 

 

(    )  Previsões e tendências do mercado. 

 

(    )  Desafios e restrições. 

 

(    )  Análise das competências. 

 

(    )  Pontos fortes e fracos

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

20 -  Um tipo de estrutura que está sendo aplicado em organizações hospitalares, especialmente nas de grande porte, é a 

de unidades estratégicas de negócios  (ou estrutura em redes).  Assinale a alternativa que apresenta  uma 
característica importante dessa estrutura. 

 

*a)  Sua organização é predominantemente horizontal. 
b) 

A orientação é para o mercado e para os clientes . 

c) 

Permite distinguir e manter o poder e prestígio das funções principais e simplifica o treinamento de pessoal. 

d) 

O número de gerentes tende a ser econômico. 

e) 

Delega-se apenas a responsabilidade e não a autoridade. 

 

21 -  Qual  o parâmetro  utilizado pelo Sistema Único de Saúde para auxiliar na elaboração do Planejamento e da 

Programação Pactuada e Integrada da Assistência à Saúde (PPI)? 

 

a) 

Produtividade. 

*b)  Cobertura. 
c) 

Capacidade instalada. 

d) 

Média de permanência. 

e) 

Taxa de ocupação hospitalar. 

 

22 -  A análise de um cargo está relacionada à descrição e à especificação desse cargo.  Numere a coluna da direita de 

acordo com a coluna da esquerda, relacionando os tópicos de descrição e especificação do cargo com os itens 
pertinentes a cada um dos tópicos. 

 

1. 

Descrição do cargo. 

2. 

Especificação do cargo. 

(    )  Responsabilidades. 
(    )  Supervisão dada ou recebida. 
(    )  Educação. 
(    )  Treinamento. 
(    )  Resumo do cargo. 
(    )  Riscos.
 

 

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo. 

 

a) 

1 – 2 – 1 – 1 – 2 – 2. 

b) 

1 – 1 – 1 – 2 – 2 – 1. 

c) 

2 – 1 – 2 – 1 – 2 – 1. 

*d)  2 – 1 – 2 – 2 – 1 – 1. 
e) 

1 – 2 – 2 – 1 – 1 – 2. 

 
23 -  De acordo com Walton (citado por França e Rodrigues, 1999), oito são as variáveis da avaliação da Qualidade de Vida 

no Trabalho. Com relação a esse assunto, considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

A definição da jornada de trabalho e os horários fazem parte das condições de segurança e saúde no trabalho. 

2. 

O item  compensação justa e adequada está relacionado ao conceito de homem econômico defendido por 
Frederick Taylor. 

3. 

A existência de um plano de carreira em uma organização hospitalar oferece oportunidades de crescimento 
profissional e faz parte da avaliação da qualidade de vida no trabalho. 

4. 

A integração social e o retreinamento são decorrentes das queixas dos pacientes, das queixas dos colegas de 
trabalho e das chefias. 

5. 

Os colaboradores desejam relatar ao trabalhador novo suas próprias histórias e incluirão outros aspectos do 
trabalho que são analisados na qualidade de vida no trabalho. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

As afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. 

*b)  As afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. 
c) 

As afirmativas 1 e 2 são verdadeiras. 

d) 

As afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. 

e) 

As afirmativas 3 e 5 são verdadeiras. 

 

24 -  Há três dias, a equipe médica que atende em um hospital público solicitou que fosse adquirida pequena quantidade 

de um medicamento em caráter excepcional, isto é, que foge da sua padronização, especialmente para atender a dois 
pacientes que serão submetidos a um procedimento altamente complexo e raro. O gestor da área de  compras 
encaminhou uma carta a cinco fornecedores, solicitando os preços, as condições de pagamento e o prazo de 
entrega, deixando claro que o critério de escolha seria o de menor preço. Em alguns dias o medicamento estará 
disponível aos pacientes na farmácia do hospital. Qual a modalidade de licitação utilizada? 

 

*a) 

Convite. 

b) 

Tomada de Preços. 

c) 

Concorrência Pública. 

d) 

Pregão. 

e) 

Dispensa. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

25 -  Na gestão dos recursos materiais, de que tipo é o custo de pedidos de ressuprimento? 

 

a) 

Custo variável. 

b) 

Custo direto. 

*c)  Custo fixo. 
d) 

Custo indireto. 

e) 

Custo de oportunidade. 

 
26 -  “Atos isolados e o conjunto de atos de atenção à saúde, assim como medicamentos e outros insumos terapêuticos, 

além das órteses, próteses e os procedimentos administrativos”. Essa é a interpretação do conceito de: 

 

a) 

Tabela de Procedimentos do SUS. 

*b)  Procedimentos do SUS. 
c) 

Atos cirúrgicos. 

d) 

Atos hospitalares. 

e) 

Serviços Hospitalares oferecidos pelo SUS. 

 
27 -  Num hospital, é considerado custo direto o custo: 

 

*a)  das unidades de internação de cirurgia geral, ortopedia e pediatria. 
b) 

com a conta de energia elétrica, conta de telefone e internet. 

c) 

com salários e encargos do pessoal da área de faturamento, compra de computadores para o faturamento e pagamento 
da manutenção do sistema de informações. 

d) 

de recrutamento, seleção e treinamento introdutório de técnicos de enfermagem das unidades de internação, 
ambulatório e centro cirúrgico. 

e) 

com a coleta do lixo hospitalar, com o estacionamento do hospital e com o pagamento da assessoria jurídica para ações 
cíveis. 

 
28 -  O fluxo de caixa é um instrumento de gestão que propicia diariamente a posição das entradas e saídas de recursos 

financeiros. Em relação a esse assunto, considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

São requisitos para implantação do fluxo de caixa: organização da estrutura funcional; criação de um manual de 
operações financeiras e definição das atividades-meio e atividades-fim. 

2. 

Uma das limitações para a utilização do fluxo de caixa é devido à sua incapacidade de fornecer informações 
precisas sobre o lucro e os custos dos produtos. 

3. 

O fluxo de caixa projetado toma em consideração a razão entre o patrimônio e o passivo total. 

4. 

Para o fluxo de caixa, as apurações e demonstrações são realizadas pelo regime de competência e não pelo 
regime de caixa. 

5. 

O fluxo de caixa é considerado uma medida de solvência a curto prazo, porque não leva em consideração os 
inventários, que são de menor liquidez. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as afirmativas  2, 4 e 5 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas  3 e 4 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas  1, 3 e 5 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas  1 e 2 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas  2 e 5 são verdadeiras. 

 

29 -  Ao se fazer a análise de um investimento utilizando-se a técnica do Valor Presente Líquido (VPL),  conclui-se que 

esse investimento é atrativo quando o VPL é : 

 

*a)  maior do que zero. 
b) 

igual a zero. 

c) 

menor do que zero. 

d) 

igual à taxa de retorno contábil. 

e) 

maior do que a taxa de retorno contábil. 

 

30 -  O Conselho Federal de Enfermagem recomenda como critério para quantificação de horas de enfermagem 

necessárias para assistir pacientes no período de 24 horas: 

 

a) 

o número de funcionários de enfermagem por leito, acrescido de um percentual para cobrir férias e absenteísmo. 

b) 

o tempo de enfermagem despendido em horas por paciente-dia conforme cada unidade assistencial específica ou por 
tipo de patologia e suas especificidades, acrescido da taxa de absenteísmo. 

*c)  o sistema de classificação de pacientes, distinguindo os tipos de cuidados – mínimos, intermediários, semi-intensivos e 

intensivos –, acrescido do índice de segurança técnica. 

d) 

um estudo de tempos e movimentos realizado em cada um dos estabelecimentos hospitalares, a fim de respeitar as 
especificidades dos pacientes e das instituições. 

e) 

um número de horas de cuidados de enfermagem por paciente, levando-se em consideração a média de permanência, 
a taxa de ocupação, o intervalo de substituição e a estrutura física das unidades . 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

10 

31 -  A construção, as reformas e as ampliações de estabelecimentos de assistência à saúde devem atender o contido no 

Regulamento Técnico anexado à Resolução 50 e suas atualizações. Em relação aos aspectos físico-funcionais, 
considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

É mais conveniente a adoção do conceito de hospital do tipo bloco ou pavilhão, pois as unidades de pacientes 
hospitalizados são definidas perfeitamente. 

2. 

Em hospitais com limitação de área física, o vão de escada pode ser utilizado para a instalação de elevadores ou 
monta-cargas. 

3. 

Só é permitida a instalação de “tubos de queda” para uso exclusivo de roupa suja, sendo, portanto, proibida a 
utilização de tubulões ou tubos pneumáticos para o transporte de resíduos de serviços de saúde. Além disso, os 
tubos de queda devem ser dotados de dispositivos que permitam sua total desinfecção. 

4. 

O transporte de material contaminado constitui um risco para o controle de infecções hospitalares, razão pela 
qual os estabelecimentos de assistência à saúde devem ser dotados de circulações exclusivas para elementos 
sujos e limpos. 

5. 

Existem quatro níveis de biossegurança, crescentes no maior grau de contenção e complexidade do nível de 
proteção, que consistem de combinações de práticas e técnicas de laboratório e barreiras primárias e 
secundárias de um laboratório. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 2, 4 e 5 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 1, 4 e 5 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas 3 e 5 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. 

 
32 -  Como se denomina o sistema de distribuição de medicamentos que permite a monitorização terapêutica?
 

 

a) 

Sistema de Distribuição por Prescrição Individualizada. 

b) 

Sistema de Distribuição Coletiva. 

*c)  Sistema de Distribuição por Dose Unitária. 
d) 

Sistema de Distribuição por Dose individualizada por Internação. 

e) 

Sistema de Distribuição por Robô. 

 

33 -  A modalidade de manutenção de equipamentos médico-hospitalares que consiste na auscultação periódica do 

equipamento por meio de aparelhos de diagnóstico, a fim de verificar a necessidade de uma intervenção, recebe o 
nome de manutenção: 

 

a) 

preventiva. 

b) 

corretiva. 

c) 

estendida (garantia estendida). 

d) 

periódica. 

*e)  preditiva. 

 

34 -  A hotelaria hospitalar é uma área de conhecimento recente que tem sido muito difundida, e um dos fatores que têm 

contribuído para o seu desenvolvimento é o paciente. Sobre hotelaria hospitalar, considere as afirmativas abaixo: 

 

1. 

As técnicas e procedimentos de hotelaria descaracterizam o ambiente hospitalar e modificam o foco de atuação 
da entidade. 

2. 

Os investimentos em hotelaria são muito dispendiosos, especialmente os relacionados à qualificação de 
pessoal, e o retorno é pequeno. 

3. 

A partir do funcionamento do hospital é que se devem implementar ações voltadas à hospitalidade e bem-estar 
do paciente. 

4. 

A hotelaria hospitalar permite o resgate da dignidade do ser humano e agrega valor aos serviços de saúde. 

5. 

A hotelaria hospitalar como estrutura de serviços e apoio utilizados por pacientes e familiares facilita o processo 
de cura e reduz a permanência do doente no hospital. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras. 

*b)  Somente as afirmativas 4 e 5 são verdadeiras. 
c) 

Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. 

d) 

Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras. 

e) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 5 são verdadeiras. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

11 

35 -  O prontuário eletrônico é uma tendência nas instituições de saúde. A respeito de prontuário eletrônico, considere as 

seguintes afirmativas: 

 

1. 

O dado estruturado pode facilitar o estudo epidemiológico e os dados em texto-livre podem ser estudados por 
meio de uso de palavras-chave. 

2. 

Os protocolos, guias de conduta e a interface com sistemas eletrônicos de diagnóstico são obstáculos para a 
implantação do prontuário eletrônico. 

3. 

A tecnologia é a maior dificuldade para a integração de sistemas de saúde de forma a permitir um registro 
longitudinal dos eventos. 

4. 

A última fase de implantação do prontuário eletrônico é o registro eletrônico de saúde, que inclui uma rede de 
fornecedores e locais, tendo o paciente como centro. 

5. 

Em países desenvolvidos, o prontuário eletrônico já é um produto e não um processo. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

*a)  Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras. 
b) 

Somente as afirmativas 2, 3 e 5 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 3 e 5 são verdadeiras. 

d) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 5 são verdadeiras. 

e) 

Somente as alternativas 1, 3 e 4 são verdadeiras. 

 

36 -  Um dos pioneiros na adaptação da teoria da qualidade para a área da saúde foi Donabedian, que a partir da definição 

das dimensões da qualidade baseada no eixo estrutura, processos e resultados, nos anos 90, propôs que os pilares 
da qualidade são: 

 

a) 

Qualidade, custo, entrega, moral e segurança. 

*b)  Eficácia, efetividade, eficiência, otimização, aceitabilidade, legitimidade e eqüidade. 
c) 

Produtividade, capacidade, qualidade, velocidade de entrega, flexibilidade, velocidade do processo e  satisfação do 
cliente. 

d) 

Cliente, análise de problemas , colaboradores, gerenciamento de processos e lucro contínuo. 

e) 

Conformidade com os padrões, defeito zero, trabalho em equipe, estudo dos processos e resultados. 

 

37 -  De acordo com Quinto Neto, a lógica da acreditação hospitalar é composta por: 

 

a) 

ciclo PDCA, objetivos voltados ao cliente, abordagens em três níveis de complexidade e avaliadores com experiência. 

b) 

requisitos básicos de assistência, segurança, planejamento, processos, melhoria contínua e práticas de gestão de 
qualidade. 

c) 

liderança e constância de propósitos, visão de futuro; foco no cliente e no mercado; responsabilidade social e ética; 
decisões baseadas em fatos; valorização das pessoas, abordagem por processos, foco nos resultados, inovação, 
agilidade, aprendizado organizacional e visão sistêmica. 

*d)  liderança e administração, serviços profissionais e organização da assistência, serviços de apoio ao diagnóstico, 

serviços de apoio administrativo e infra-estrutura, serviços de atenção ao cliente/paciente, serviços de apoio técnico e 
abastecimento, ensino e pesquisa. 

e) 

qualidade clínica ou da assistência, qualidade voltada para o paciente e qualidade econômica. 

 
38 -  A avaliação da satisfação dos clientes na área de saúde é um importante instrumento de gestão da qualidade. Os 

conteúdos recorrentes em questionários de satisfação em hospitais brasileiros mais utilizados são: 

 

a) 

atendimento de enfermagem, atendimento médico, atendimento pós -alta e hotelaria. 

b) 

atendimento às necessidades dos clientes , conforto e bem -estar e atendimento médico. 

c) 

respeito aos valores, preferências e necessidades de pacientes , coordenação e integração do cuidado, informação, 
comunicação e educação, conforto físico, envolvimento dos familiares e amigos, transição e continuidade. 

*d)  recepção, atendimento geral, atendimento de enfermagem , atendimento médico, alimentação, higiene e acomodações. 
e) 

recepção, hotelaria, informações , atendimento profissional e saúde do paciente. 

 

39 -  O monitoramento de qualquer atividade pode ser feito por meio de indicadores. A proposta não é recente, e hoje 

existem algumas propostas nacionais de comparação de indicadores institucionais. A respeito desse assunto, 
considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

Os indicadores sugeridos pelo SIPAGEH (Unisinos), CQH (APM/CREMESP/USP), SINHA (ANHAP) e a ONA são os 
mesmos. 

2. 

Os indicadores universais da área hospitalar são: taxa de ocupação, média de permanência, rotatividade do 
leito, intervalo de substituição, taxa de mortalidade geral e institucional e taxa de infecção hospitalar. 

3. 

Os indicadores do  Balanced Scorecard (BSC) fornecem um referencial sob quatro diferentes perspectivas: 
financeira
clienteprocessos de negócios internos e aprendizado e crescimento

4. 

Os indicadores econômicos e financeiros das instituições hospitalares são instrumentos de revisão dos preços 
praticados pelo Sistema Único de Saúde para remuneração de serviços de saúde. 

5. 

A totalidade dos hospitais brasileiros utiliza as informações dos indicadores para o planejamento estratégico 
das suas instituições e para o benchmarking. 

 

a) 

Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 2 e 5 são verdadeiras. 

*c)  Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras. 
d) 

Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. 

e) 

Somente as afirmativas 1, 2 e 5 são verdadeiras. 

 

ufpr-2008-apr-pr-administrador-hospitalar-prova.pdf-html.html

 

12 

40 -  A desospitalização é citada como a tendência para os novos modelos assistenciais, transferindo para outras 

instituições extramuros dos hospitais algumas atividades que hoje são por essência hospitalares. Acerca do tema, 
considere as seguintes afirmativas: 

 

1. 

A alternativa de Hospital-Dia é interessante para procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos que não requerem 
maior infra-estrutura, não se incluindo as unidades de diálise e as salas de medicina física e de reabilitação. 

2. 

Na internação domiciliar, o paciente é atendido em sua casa em condições de apoio médico e tecnológico 
equivalentes à atenção que receberia no hospital. 

3. 

O atendimento pré-hospitalar tem por objetivo realizar a atenção ao paciente no lugar onde se produz a 
emergência, bem como transportá-lo nas condições de estabilização que requeira até o centro assistencial mais 
adequado para sua situação específica. 

4. 

Nos hospitais de internação de longa permanência, será requerida a assistência exclusivamente médica de alta 
complexidade. 

5. 

Os Centros de Tratamento e Diagnóstico são centros ambulatoriais de alta complexidade que possuem leitos e 
incluem prestações diagnósticas e terapêuticas de alta capacidade de resolução para as diferentes 
especialidades, como tomografias e cirurgias-dia. 

 

Assinale a alternativa correta. 

 

a) 

Somente as  afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras. 

b) 

Somente as afirmativas 1, 3 e 5 são verdadeiras. 

c) 

Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. 

*d)  Somente as afirmativas 2, 3 e 5 são verdadeiras. 
e) 

Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.