Prova Concurso - Pedagogia - 2008-SENAC-PE-SUPERVISOR-PEDAGOGICO-DA-EDUCACAO-VITORIA-DE-SANTO-ANTAO - IPAD - SENAC - 2008

Prova - Pedagogia - 2008-SENAC-PE-SUPERVISOR-PEDAGOGICO-DA-EDUCACAO-VITORIA-DE-SANTO-ANTAO - IPAD - SENAC - 2008

Detalhes

Profissão: Pedagogia
Cargo: 2008-SENAC-PE-SUPERVISOR-PEDAGOGICO-DA-EDUCACAO-VITORIA-DE-SANTO-ANTAO
Órgão: SENAC
Banca: IPAD
Ano: 2008
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

PEDAGOGOUFPA2018
PEDAGOGOUNIFESSPA2018
PEDAGOGOEBSERH2018

Gabarito

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 01 (MAT. DIDÁTICO) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

D

2

D

22

B

3

A

23

C

4

D

24

A

5

C

25

E

6

E

26

C

7

B

27

D

8

A

28

E

9

B

29

A

10

E

30

B

11

D

31

B

12

A

32

B

13

D

33

E

14

C

34

C

15

A

35

A

16

A

36

C

17

B

37

E

18

E

38

C

19

B

39

A

20

C

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 02 (LIC. E CONTRATOS) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

C

2

D

22

B

3

A

23

D

4

D

24

C

5

C

25

A

6

E

26

B

7

B

27

E

8

A

28

C

9

B

29

E

10

E

30

A

11

D

31

D

12

A

32

D

13

D

33

C

14

C

34

B

15

A

35

A

16

A

36

B

17

B

37

B

18

E

38

E

19

B

39

C

20

C

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 03 (PUBLI./MARKETING) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

B

2

D

22

E

3

A

23

D

4

D

24

A

5

C

25

D

6

E

26

E

7

B

27

B

8

A

28

E

9

B

29

B

10

E

30

C

11

D

31

B

12

A

32

B

13

D

33

E

14

C

34

C

15

A

35

A

16

A

36

A

17

E

37

C

18

D

38

A

19

E

39

C

20

A

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 04 (PESQUISA SOCIAL) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

B

2

D

22

E

3

A

23

A

4

D

24

D

5

C

25

D

6

E

26

C

7

B

27

D

8

A

28

E

9

B

29

A

10

E

30

E

11

D

31

C

12

A

32

C

13

D

33

C

14

C

34

A

15

A

35

B

16

B

36

E

17

E

37

D

18

B

38

A

19

C

39

D

20

B

40

C

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 05 (HOTELARIA) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

A

2

D

22

E

3

A

23

B

4

D

24

D

5

C

25

B

6

E

26

A

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

B

10

E

30

E

11

D

31

A

12

A

32

C

13

D

33

C

14

C

34

E

15

A

35

D

16

A

36

B

17

B

37

B

18

E

38

E

19

B

39

C

20

C

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 06 (NEGOC. E VENDAS) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

E

2

D

22

C

3

A

23

A

4

D

24

E

5

C

25

C

6

E

26

D

7

B

27

D

8

A

28

A

9

B

29

D

10

E

30

B

11

D

31

B

12

A

32

A

13

D

33

E

14

C

34

D

15

A

35

A

16

A

36

B

17

B

37

B

18

E

38

E

19

B

39

C

20

C

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 07 (SECRETARIA) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

C

2

D

22

C

3

A

23

A

4

D

24

A

5

C

25

E

6

E

26

D

7

B

27

D

8

A

28

E

9

B

29

C

10

E

30

A

11

D

31

A

12

A

32

E

13

D

33

A

14

C

34

C

15

A

35

D

16

B

36

C

17

E

37

B

18

B

38

B

19

C

39

E

20

B

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 08 (COMPUT. GRÁFICA) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

A

2

D

22

E

3

A

23

D

4

D

24

E

5

C

25

A

6

E

26

B

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

A

10

E

30

D

11

D

31

B

12

A

32

B

13

D

33

E

14

C

34

C

15

A

35

A

16

A

36

A

17

B

37

C

18

E

38

A

19

B

39

C

20

C

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

ASSESSOR TÉCNICO II - FUNÇÃO 09 (WEB DESIGNER) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

C

2

D

22

A

3

A

23

C

4

D

24

D

5

C

25

C

6

E

26

A

7

B

27

B

8

A

28

B

9

B

29

E

10

E

30

C

11

D

31

E

12

A

32

B

13

D

33

D

14

C

34

E

15

A

35

D

16

C

36

B

17

E

37

D

18

A

38

E

19

D

39

C

20

B

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. ADMINISTRATIVO II - TODAS AS FUNÇÕES E ÁREAS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

D

22

C

3

A

23

E

4

D

24

ANULADA

5

A

25

B

6

B

26

B

7

C

27

E

8

C

28

A

9

A

29

D

10

A

30

A

11

D

31

C

12

E

32

C

13

B

33

E

14

E

34

D

15

E

35

B

16

D

36

A

17

C

37

C

18

E

38

A

19

C

39

B

20

A

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. ADMINISTRATIVO II - TODAS AS FUNÇÕES E ÁREAS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

D

22

C

3

A

23

E

4

D

24

ANULADA

5

A

25

B

6

B

26

B

7

C

27

E

8

C

28

A

9

A

29

D

10

A

30

A

11

D

31

C

12

E

32

C

13

B

33

E

14

E

34

D

15

E

35

B

16

D

36

A

17

C

37

C

18

E

38

A

19

C

39

B

20

A

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. ADMINISTRATIVO II - TODAS AS FUNÇÕES E ÁREAS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

D

22

C

3

A

23

E

4

D

24

ANULADA

5

A

25

B

6

B

26

B

7

C

27

E

8

C

28

A

9

A

29

D

10

A

30

A

11

D

31

C

12

E

32

C

13

B

33

E

14

E

34

D

15

E

35

B

16

D

36

A

17

C

37

C

18

E

38

A

19

C

39

B

20

A

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. ADMINISTRATIVO II - TODAS AS FUNÇÕES E ÁREAS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

D

22

C

3

A

23

E

4

D

24

ANULADA

5

A

25

B

6

B

26

B

7

C

27

E

8

C

28

A

9

A

29

D

10

A

30

A

11

D

31

C

12

E

32

C

13

B

33

E

14

E

34

D

15

E

35

B

16

D

36

A

17

C

37

C

18

E

38

A

19

C

39

B

20

A

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. ADMINISTRATIVO II - TODAS AS FUNÇÕES E ÁREAS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

D

22

C

3

A

23

E

4

D

24

ANULADA

5

A

25

B

6

B

26

B

7

C

27

E

8

C

28

A

9

A

29

D

10

A

30

A

11

D

31

C

12

E

32

C

13

B

33

E

14

E

34

D

15

E

35

B

16

D

36

A

17

C

37

C

18

E

38

A

19

C

39

B

20

A

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. ADMINISTRATIVO II - TODAS AS FUNÇÕES E ÁREAS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

D

22

C

3

A

23

E

4

D

24

ANULADA

5

A

25

B

6

B

26

B

7

C

27

E

8

C

28

A

9

A

29

D

10

A

30

A

11

D

31

C

12

E

32

C

13

B

33

E

14

E

34

D

15

E

35

B

16

D

36

A

17

C

37

C

18

E

38

A

19

C

39

B

20

A

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

NÍVEL OPERACIONAL - TODOS OS CARGOS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

E

22

C

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

C

6

C

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

C

10

D

30

D

11

C

31

E

12

B

32

B

13

C

33

C

14

E

34

C

15

A

35

B

16

D

36

E

17

B

37

B

18

A

38

D

19

D

39

B

20

E

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

NÍVEL OPERACIONAL - TODOS OS CARGOS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

E

22

C

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

C

6

C

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

C

10

D

30

D

11

C

31

E

12

B

32

B

13

C

33

C

14

E

34

C

15

A

35

B

16

D

36

E

17

B

37

B

18

A

38

D

19

D

39

B

20

E

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

NÍVEL OPERACIONAL - TODOS OS CARGOS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

E

22

C

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

C

6

C

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

C

10

D

30

D

11

C

31

E

12

B

32

B

13

C

33

C

14

E

34

C

15

A

35

B

16

D

36

E

17

B

37

B

18

A

38

D

19

D

39

B

20

E

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

NÍVEL OPERACIONAL - TODOS OS CARGOS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

E

22

C

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

C

6

C

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

C

10

D

30

D

11

C

31

E

12

B

32

B

13

C

33

C

14

E

34

C

15

A

35

B

16

D

36

E

17

B

37

B

18

A

38

D

19

D

39

B

20

E

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. TÉCNICO II - FUNÇÃO 01 (ÁREA FINANCEIRA) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

A

2

E

22

E

3

A

23

C

4

D

24

A

5

A

25

B

6

C

26

D

7

C

27

B

8

E

28

C

9

D

29

E

10

B

30

D

11

A

31

B

12

C

32

A

13

A

33

C

14

B

34

B

15

E

35

E

16

A

36

E

17

C

37

C

18

E

38

E

19

B

39

ANULADA

20

D

40

B

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. TÉCNICO II - FUNÇÃO 02 (ÁREA DE EVENTOS) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

B

2

C

22

A

3

E

23

B*

4

ANULADA

24

C

5

B

25

E

6

D

26

B

7

B

27

E

8

E

28

A

9

B

29

D

10

D

30

A

11

C

31

C

12

A

32

C

13

B

33

E

14

C

34

D

15

D*

35

B

16

C

36

A

17

E

37

C

18

A

38

A

19

E

39

B

20

D

40

E

* A QUESTÃO 15 FOI ALTERADA PARA A ALTERNATIVA "D"

* A QUESTÃO 23 FOI ALTERADA PARA A ALTERNATIVA "B"

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. TÉCNICO II - FUNÇÃO 03 (ÁREA GES. DE PESSOAS) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

E

22

C

3

A

23

A

4

D

24

D

5

A

25

A

6

C

26

E

7

C

27

C

8

E

28

A

9

D

29

E

10

B

30

E

11

A

31

A

12

C

32

A

13

A

33

B

14

B

34

D

15

E

35

E

16

E

36

C

17

D

37

C

18

A

38

E

19

A

39

ANULADA

20

B

40

B

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. TÉCNICO II - FUNÇÃO 04 (ÁREA CONT. EM HOTEL.) - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

E

2

E

22

C

3

A

23

A

4

D

24

D

5

A

25

C

6

C

26

B

7

C

27

A

8

E

28

E

9

D

29

C

10

B

30

E

11

A

31

D

12

C

32

A*

13

A

33

ANULADA

14

B

34

E

15

E

35

B

16

C

36

E

17

E

37

C

18

B

38

E

19

A

39

ANULADA

20

D

40

B

* A QUESTÃO 32 FOI ALTERADA PARA A ALTERNATIVA "A"

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

AUX. TÉCNICO II - VENDAS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

C

2

E

22

B

3

A

23

B

4

D

24

D

5

A

25

B

6

C

26

D

7

C

27

E

8

E

28

E

9

D

29

E

10

B

30

E

11

A

31

C

12

C

32

B

13

A

33

B

14

B

34

E

15

E

35

C

16

C

36

E

17

D

37

C

18

E

38

E

19

D

39

ANULADA

20

D

40

B

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

JORNALISTA - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

ANULADA

21

C

2

E

22

E

3

D

23

C

4

B

24

A

5

B

25

A

6

B

26

C

7

D

27

D

8

D

28

A

9

E

29

D

10

B

30

C

11

D

31

E

12

E

32

B

13

E

33

A

14

E*

34

B

15

D

35

E

16

B

36

D

17

B

37

A

18

E

38

D

19

C

39

C

20

A

40

A

* A QUESTÃO 14 FOI ALTERADA PARA A ALTERNATIVA "E"

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

MONITOR I - GASTRONOMIA - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

D

21

C

2

E

22

B

3

E

23

B

4

E

24

A

5

D

25

D

6

A

26

B

7

A

27

E

8

C

28

A

9

A

29

D

10

C

30

A

11

B

31

C

12

C

32

C

13

E

33

E

14

D

34

D

15

B

35

B

16

C

36

A

17

D

37

C

18

B

38

A

19

B

39

B

20

B

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

MONITOR I - INFORMÁTICA - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

D

2

D

22

E

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

B

6

B

26

B

7

D

27

E

8

C

28

A

9

E

29

D

10

A

30

A

11

ANULADA

31

C

12

C

32

C

13

D

33

E

14

B

34

D

15

E

35

B

16

A

36

A

17

C

37

C

18

C

38

A

19

E

39

B

20

C

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

MONITOR II - COZINHEIRO - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

D

21

A

2

E

22

A

3

E

23

D

4

E

24

C

5

D

25

A

6

A

26

B

7

A

27

E

8

C

28

A

9

E

29

D

10

B

30

A

11

C

31

C

12

C

32

C

13

D

33

E

14

D

34

D

15

B

35

B

16

C

36

A

17

D

37

C

18

A

38

A

19

D

39

B

20

D

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

NÍVEL OPERACIONAL - TODOS OS CARGOS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

E

22

C

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

C

6

C

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

C

10

D

30

D

11

C

31

E

12

B

32

B

13

C

33

C

14

E

34

C

15

A

35

B

16

D

36

E

17

B

37

B

18

A

38

D

19

D

39

B

20

E

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

NÍVEL OPERACIONAL - TODOS OS CARGOS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

E

22

C

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

C

6

C

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

C

10

D

30

D

11

C

31

E

12

B

32

B

13

C

33

C

14

E

34

C

15

A

35

B

16

D

36

E

17

B

37

B

18

A

38

D

19

D

39

B

20

E

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

NÍVEL OPERACIONAL - TODOS OS CARGOS - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

E

22

C

3

D

23

D

4

C

24

A

5

A

25

C

6

C

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

C

10

D

30

D

11

C

31

E

12

B

32

B

13

C

33

C

14

E

34

C

15

A

35

B

16

D

36

E

17

B

37

B

18

A

38

D

19

D

39

B

20

E

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

SUPERVISOR PEDAGÓGICO - FUNÇÃO 01 E FUNÇÃO 03 - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

A

2

D

22

A

3

A

23

D

4

D

24

E

5

C

25

D

6

E

26

B

7

B

27

B

8

A

28

E

9

B

29

E

10

E

30

C

11

D

31

A

12

A

32

C

13

D

33

E

14

C

34

E

15

A

35

D

16

A

36

B

17

B

37

B

18

E

38

E

19

B

39

C

20

C

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

SUPERVISOR PEDAGÓGICO - FUNÇÃO 02 - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

D

2

D

22

E

3

A

23

D

4

D

24

B

5

C

25

ANULADA

6

E

26

E

7

B

27

C

8

A

28

D

9

B

29

E

10

E

30

C

11

D

31

A

12

A

32

E

13

D

33

B

14

C

34

D

15

A

35

D

16

B

36

C

17

E

37

C

18

B

38

B

19

A

39

E

20

A

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

SUPERVISOR PEDAGÓGICO - FUNÇÃO 01 E FUNÇÃO 03 - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

A

2

D

22

A

3

A

23

D

4

D

24

E

5

C

25

D

6

E

26

B

7

B

27

B

8

A

28

E

9

B

29

E

10

E

30

C

11

D

31

A

12

A

32

C

13

D

33

E

14

C

34

E

15

A

35

D

16

A

36

B

17

B

37

B

18

E

38

E

19

B

39

C

20

C

40

A

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

TÉC. EM COO. PED. DE ÁREA DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

C

21

B

2

D

22

D

3

A

23

C

4

D

24

A

5

C

25

E

6

E

26

B

7

B

27

D

8

A

28

C

9

B

29

C

10

E

30

E

11

D

31

C

12

A

32

E

13

D

33

A

14

C

34

E

15

A

35

E

16

A

36

B

17

B

37

B

18

E

38

C

19

B

39

A

20

C

40

C

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

TÉCNICO EM MANUTENÇÃO - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

A

21

D

2

A

22

E

3

B

23

B

4

D

24

D

5

A

25

B

6

B

26

B

7

C

27

E

8

C

28

A

9

D

29

D

10

D

30

A

11

D

31

C

12

E

32

C

13

B

33

E

14

A

34

D

15

C

35

B

16

A

36

A

17

C

37

C

18

E

38

A

19

B

39

B

20

B

40

E

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-gabarito.pdf-html.html

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC 

2008

GABARITO DEFINITIVO

TELEFONISTA - TIPO 1

QUESTÃO ALTERNATIVA QUESTÃO ALTERNATIVA

1

B

21

B

2

E

22

E

3

A

23

E

4

D

24

D

5

A

25

D

6

C

26

B

7

A

27

A

8

C

28

E

9

B

29

C

10

E

30

D

11

D

31

B

12

B

32

A

13

A

33

C

14

C

34

B

15

E

35

C

16

C

36

C

17

A

37

C

18

D

38

B

19

B

39

B

20

E

40

A

Prova

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 1/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

CONHECIMENTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA

 

TEXTO 1 

 

Só a educação nos salva  

  

  

Mais uma vez os resultados do Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (IDEB) no Brasil vêm demonstrar o porquê 

da dificuldade de o país atingir níveis sociais parecidos com os do “primeiro” mundo, apesar das riquezas naturais, de certos setores 
que alavancam a economia e das inteligências, que não ficam atrás das melhores cabeças do mundo: a nossa juventude não estuda o 
suficiente; os estabelecimentos de ensino básico não conseguem fazer com que as metas educacionais sejam cumpridas; muitas 
crianças estão nas ruas, à disposição dos traficantes de drogas; faltam instituições de ensino de qualidade, em tempo integral, e de 
políticas que obriguem pais e responsáveis a colocá-las na escola; os programas são ineficientes e mal aplicados, sem a devida 
avaliação.   

Como se pode esperar eqüidade e justiça social num país que não prioriza a educação básica da população? Como esperar que 

o país faça parte do primeiro mundo com políticas populistas e ineficientes, com alunos da rede pública obtendo notas abaixo de 3,5 
(média nacional), tão diferentes da média dos paises desenvolvidos, que é 6,0?  

Enquanto as autoridades não olharem com interesse o problema da educação no Brasil, qualquer investimento social não vai 

apresentar resultados duradouros. Não adianta dar o peixe à população; é preciso ensinar a pescar, os antigos já diziam e sabiam. [...] 
Em Uberaba, recentemente, duas escolas estaduais inauguraram o sistema de tempo integral, com oficinas de teatro, informática, 
prática desportiva e laboratório de pesquisas cientificas, além de um setor de atendimento especial às crianças com algum tipo de 
dificuldade nas matérias de estudo. É esse o caminho que deveria ser seguido por todas as escolas públicas.  

Mas não basta a escola. Antes (e primeiro) vem a casa, a família. É lá que começam os primeiros aprendizados, as primeiras 

informações para a vida e para o convívio com a sociedade. A escola deveria ser o complemento, o que dá as ferramentas, o estofo e o 
embasamento para o exercício da cidadania, com seus direitos e deveres. Porém, infelizmente, o que temos no nosso país são muitos 
maus modelos, principalmente aqueles que deveriam primar em dar bons exemplos, pela responsabilidade que têm com a sociedade. 
Desde a cúpula dirigente, passando pela mídia até a família, muitas vezes desestruturada e carente, o que se vê, e com freqüência, são 
exemplos do que não se deve ser e/ou fazer.  
 

Não adianta a tecnologia avançada, computadores de última geração em casa ou nas salas de aula, se a criança não tiver a 

cabeça feita, uma boa formação, que lhe oriente como aproveitar de maneira inteligente todo esse conhecimento. O ser humano 
aprende com o exercício e a repetição. Computadores não dão exemplos de boa ou má conduta; são apenas ferramentas de trabalho ou 
diversão, são instrumentos de informação. [...] 
  

Maria Eduarda Fagundes. Texto disponível em http://abemdanacao.blogs.sapo.  

Acessado em 19/01/2008. Adaptado. 

 

 
 

 

Assinale a alternativa em que se apresenta a principal idéia 
exposta no Texto 1. 

 

A)  A escola deveria ser o lugar onde as crianças se educam 

para a cidadania, mas, ao invés disso, tem servido para 
apontar os maus exemplos, que se encontram desde a 
cúpula dirigente até a família. 

B)  As escolas públicas brasileiras deveriam seguir o exemplo 

de duas escolas estaduais mineiras, que têm sido muito 
bem-sucedidas depois que decidiram inaugurar o sistema 
de tempo integral. 

C)  No Brasil, os projetos na área social terão resultados 

efêmeros enquanto o governo não decidir enfrentar com 
seriedade os graves problemas educacionais, que 
envolvem, também, a família. 

D)  O fato de os alunos brasileiros da rede pública terem obtido 

média abaixo de 3,5 no IDEB vem ratificar que o país 
nunca poderá competir com os paises desenvolvidos, cujos 
alunos têm média 6,0. 

E)  Como o ser humano aprende por meio do exercício e da 

repetição, os computadores configuram-se como excelentes 
ferramentas de trabalho, diversão e informação; mas não 
são exemplos de boa ou má conduta. 

 

 

 
 
 
Quanto aos seus aspectos tipológicos, é correto afirmar que o 
Texto 1 se caracteriza prioritariamente como um texto: 
 

A)  descritivo. O que se descreve são os graves problemas 

educacionais enfrentados pelo nosso país.  

B)  narrativo. O que se conta cumpre a função de servir como 

uma metáfora para a defesa de uma idéia.   

C)  híbrido. Os trechos descritivos e os narrativos são 

apresentados pela autora numa mesma proporção. 

D)  dissertativo. A autora revela sua posição acerca de fatos do 

cotidiano e apresenta argumentos para embasá-la. 

E)  expositivo. Sua principal função é a de apresentar os 

resultados que os alunos brasileiros obtiveram no IDEB. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

QUESTÃO 01 

QUESTÃO 02

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 2/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 
 
 
 
Segundo a autora do Texto 1, são motivos para o Brasil manter-
se distante dos níveis sociais do ‘Primeiro Mundo’, exceto:  
 

A)  o imenso quantitativo de crianças que traficam drogas, 

pelas ruas do país.  

B)  a ausência de políticas públicas que obriguem os pais a 

colocar seus filhos na escola. 

C)  a carência de instituições de ensino de boa qualidade. 
D)  a ineficiência de alguns programas educacionais vigentes. 
E)  o descumprimento de metas educacionais. 

 
 
 
 
No que se refere ao uso de computadores pela criança, a autora 
do Texto 1 defende que eles:  
 

A)  são altamente recomendados, pois são ótimas ferramentas 

de educação, pelo exemplo de boa conduta que podem 
demonstrar. 

B)  são recomendados, já que deles vêm os exemplos mais 

significativos de exercício da cidadania, com seus direitos e 
deveres. 

C)  devem ser utilizados somente se forem de última geração, 

com tecnologia avançada, para garantir uma boa formação, 
que oriente a criança.  

D)  se mostram inúteis se a criança não tiver uma sólida 

formação, advinda primeiramente da família, e 
posteriormente da escola. 

E)  não devem ser utilizados, uma vez que o ser humano 

aprende com o exercício e a repetição, o que o computador 
não consegue prover. 

 
 
 
 
No Texto 1, sua autora reconhece: 
 

A)  a inutilidade do sistema público brasileiro de ensino. 
B)  o crescente interesse do governo pela educação. 
C)  a prioridade da família, em relação à escola. 
D)  a importância do uso de computadores na escola. 
E)  a falência das escolas que funcionam em um único turno. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
Acerca das relações lógico-semânticas presentes no Texto 1, 
analise o que se afirma a seguir. 
 
1.  “os resultados do IDEB no Brasil vêm demonstrar o 

porquê da dificuldade de o país atingir níveis sociais 
parecidos com os do “primeiro” mundo, apesar das 
riquezas naturais, de certos setores que alavancam a 
economia e das inteligências, que não ficam atrás das 
melhores cabeças do mundo
”. – Nesse trecho, evidencia-se 
uma relação concessiva. 

2.  “Enquanto as autoridades não olharem com interesse o 

problema da educação no Brasil, qualquer investimento 
social não vai apresentar resultados duradouros.
” – Nesse 
trecho, há concomitância temporal entre as idéias 
apresentadas. 

3.  “A escola deveria ser o complemento, o que dá as 

ferramentas, o estofo e o embasamento para o exercício da 
cidadania, com seus direitos e deveres. Porém, 
infelizmente, o que temos no nosso país são muitos maus 
modelos
”. – Nesse trecho, o termo sublinhado sinaliza uma 
mudança na orientação argumentativa. 

4.  “Não adianta a tecnologia avançada, computadores de 

última geração em casa ou nas salas de aula, se a criança 
não tiver a cabeça feita, uma boa formação, que lhe 
oriente como aproveitar de maneira inteligente todo esse 
conhecimento
”. – Nesse trecho, pode-se reconhecer uma 
relação condicional. 

 

Estão corretas
 

A)  1 e 2, apenas. 
B)  1 e 3, apenas. 
C)  3 e 4, apenas. 
D)  1, 2 e 4, apenas. 
E)  1, 2, 3 e 4. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

QUESTÃO 03 

QUESTÃO 04 

QUESTÃO 05 

QUESTÃO 06

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 3/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 
 
 
 
Considerando as normas vigentes da concordância verbal, 
analise as afirmações a seguir e assinale a alternativa correta
 

A)  No trecho: “Mais uma vez os resultados do Índice de 

Desenvolvimento de Educação Básica (IDEB) no Brasil 
vêm demonstrar o porquê da dificuldade de o país atingir 
níveis sociais parecidos com os do “primeiro” mundo
”, o 
verbo destacado está no plural em concordância com o 
núcleo de seu sujeito (‘resultados’); mas a concordância 
estaria igualmente correta se esse verbo estivesse no 
singular, concordando com o termo ‘Índice’.  

B)  No enunciado: “Faltam instituições de ensino de 

qualidade, em tempo integral.”, o verbo está no plural em 
concordância com o núcleo de seu sujeito plural, que está 
posposto (‘instituições’). 

C)  No trecho: “o que temos no nosso país são muitos maus 

modelos, principalmente aqueles que deveriam primar em 
dar bons exemplos, pela responsabilidade que têm com a 
sociedade
”, o verbo destacado poderia estar no singular, já 
que, neste caso, funciona como o verbo ‘haver’ e, por isso, 
é impessoal.  

D)  No enunciado: “Não basta a escola.”, a forma verbal é 

invariável; por isso, a forma singular deveria ser mantida se 
o enunciado fosse alterado para “Não basta os 
ensinamentos da escola.
”. 

E)  O enunciado: “Os maus exemplos não deve ser imitados.” 

está bem formado, no que se refere à concordância verbal, 
pois o verbo ‘ser’, neste caso, permite que o outro verbo 
fique no singular ou no plural. 

 
 
 
 
No Brasil,  muitas crianças estão nas ruas, à disposição dos 
traficantes de drogas.
” – Desejando-se modificar esse 
enunciado, o sinal indicativo de crase deveria ser mantido em: 
 

A)  No Brasil, muitas crianças estão nas ruas, à procura de 

satisfazer suas carências. 

B)  No Brasil, muitas crianças estão nas ruas, à muitos 

quilômetros de um lar decente.  

C)  No Brasil, muitas crianças estão nas ruas, à despeito das 

campanhas educacionais. 

D)  No Brasil, muitas crianças estão nas ruas, à padecer 

necessidades as mais diversas. 

E)  No Brasil, muitas crianças estão nas ruas, à toda hora, do 

dia ou da noite.  

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

TEXTO 2 

 

É comum o horror diante da brutalidade de dirigentes 

que queimam livros e prendem intelectuais. Mas não nos 
horrorizamos quando impedimos que os livros sejam escritos e 
que as pessoas aprendam a ler. É isso que o Brasil faz há 500 
anos. Em vez de livros, queimamos cérebros. Quando os livros 
são queimados, alguns se salvam. Mas se eles não são nem 
escritos, não há o que salvar. 

Ao negar educação ao povo, a história do Brasil é a 

história de impedir que livros sejam escritos, e que cientistas e 
intelectuais floresçam. Pior do que queimadores de livros, 
somos incineradores de cérebros que escreveriam os livros, se 
tivessem a chance de estudar. Sem uma professora primária que 
lhes tivesse ensinado as primeiras letras e as quatro operações, 
Borges não teria sido escritor, Einstein não teria se tornado 
cientista.  

A maior prova da nossa queima antecipada de livros é 

o desprezo com que tratamos professores e professoras da 
educação de base: pré-escola, Ensino Fundamental e Ensino 
Médio. Durante anos, falou-se no "decolar" da economia. Até 
então, achava-se que, para um país ter futuro, bastava educar 
uma elite, uma minoria, um pequeno conjunto de profissionais 
superiores a serviço da economia. Mas isso não é mais possível. 
Daqui em diante, ou educamos todos, ou não teremos futuro.  

Ou o Brasil se educa, ou fracassa; ou educamos todos, 

ou a desigualdade continua; ou desenvolvemos um potencial 
científico-tecnológico, ou ficamos para trás. Se a universidade é 
a fábrica do futuro, o Ensino Fundamental é a fábrica da 
universidade. Não podemos melhorar a educação superior sem 
uma educação realmente universal e de qualidade para todos. A 
chave é o professor da educação de base. [...] 

  

Cristovam Buarque. Publicado no Jornal do Commercio, em 

19/10/2007. Adaptado. 

 
 
 
 
Somos incineradores de cérebros”. O fato que justifica uma 
acusação tão contundente como essa é: 
 

A)  a forte desigualdade que ainda persiste na sociedade 

brasileira. 

B)  a negligência dos governantes em relação à educação no 

nosso país. 

C)  o fracasso em “decolar” a economia, após várias tentativas 

frustradas do governo. 

D)  o menosprezo com que os intelectuais brasileiros são 

tratados pelas autoridades. 

E)  o desperdício de livros, que todos os anos são jogados fora 

pela elite brasileira. 

 
 
 
 
 
 
 

QUESTÃO 07 

QUESTÃO 08 

QUESTÃO 09

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 4/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 
 
 
 
Os Textos 1 e 2 têm alguns aspectos em comum. Por exemplo, 
podemos considerar que o título do Texto 1 está parafraseado 
na seguinte idéia do Texto 2: 
 

A)  “Ao negar educação ao povo, impedimos que livros sejam 

escritos”. 

B)  “A maior prova da nossa queima antecipada de livros é o 

desprezo com que tratamos professores”. 

C)  “ou desenvolvemos um potencial científico-tecnológico, ou 

ficamos para trás”. 

D)  “Se os livros não são nem escritos, não há o que salvar”. 
E)  “Ou o Brasil se educa, ou fracassa”. 

 
 
 
 
No último parágrafo, o autor do Texto 2 defende explicitamente 
a valorização: 
 

A)  das pesquisas tecno-científicas. 
B)  dos professores universitários. 
C)  da universalização do ensino público.  
D)  dos mestres da educação de base. 
E)  do ensino superior de qualidade. 

 
 
 
 
Analise se há equivalência semântica entre os termos ou 
expressões destacados nos enunciados a seguir. 
 
1.  “a história do Brasil é a história de impedir / empecer que 

livros sejam escritos”. 

2.  “ou desenvolvemos um potencial científico-tecnológico, ou 

ficamos para trás / entregamos os pontos”. 

3.  “É comum o horror diante da brutalidade / violência de 

dirigentes que queimam livros”. 

4.  “que cientistas e intelectuais floresçam / desvaneçam”. 
 
Os termos são semanticamente equivalentes em: 
 

A)  1 e 3, apenas. 
B)  3 e 4, apenas. 
C)  2 e 4, apenas. 
D)  1, 3 e 4, apenas. 
E)  1, 2, 3 e 4. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
Assinale a alternativa na qual podemos reconhecer uma relação 
de causalidade implícita. 
 

A)  “Quando os livros são queimados, alguns se salvam. Mas 

se eles não são nem escritos, não há o que salvar.” 

B)  “Pior do que queimadores de livros, somos incineradores 

de cérebros que escreveriam os livros, se tivessem a chance 
de estudar.” 

C)  “Até então, achava-se que, para um país ter futuro, bastava 

educar uma elite, uma minoria, um pequeno conjunto de 
profissionais superiores a serviço da economia.” 

D)  “Ao negar educação ao povo, a história do Brasil é a 

história de impedir que livros sejam escritos, e que 
cientistas e intelectuais floresçam.” 

E)  “Mas isso não é mais possível. Daqui em diante, ou 

educamos todos, ou não teremos futuro.” 

 
 
 
 
No que se refere à regência verbal, assinale a alternativa em que 
as exigências da Gramática Normativa foram atendidas. 
 

A)  Cristovam Buarque decidiu escrever textos para defender 

as idéias de que cria. 

B)  Em seus textos, fica claro que Buarque não abdica em 

nenhuma de suas convicções. 

C)  O autor prefere expor suas idéias por meio de textos a ter 

que expô-las oralmente. 

D)  O autor não consentiu com a modificação de suas 

principais idéias sobre a educação. 

E)  Ler os textos não implica necessariamente em aceitar as 

idéias neles expostas. 

 
 
 
 
Assinale a alternativa na qual as palavras sublinhadas estão 
grafadas corretamente
 

A)  É preciso estender a educação de qualidade a todos: 

crianças, adolescentes e jovens. 

B)  Ao analizar com cuidado a educação brasileira, 

percebemos que nosso país tem geito. 

C)  A compreenção dos problemas brasileiros não pode 

precindir do estudo sobre a educação.  

D)  O hêxito dos programas educacionais depende da 

pespectiva de educação que se adote. 

E)  Um livro entitulado “Educação salvadora” defende que ela 

se constitue como a única solução para o Brasil.  

 
 
 
 
 
 

QUESTÃO 10 

QUESTÃO 11 

QUESTÃO 12 

QUESTÃO 13

QUESTÃO 14

QUESTÃO 15

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 5/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

 
 
 
 
De acordo com a legislação em vigor a nomenclatura da 
educação profissional brasileira é: 
 

A)  Formação Inicial e continuada de trabalhadores; Educação 

Profissional Técnica de nível médio; Educação Profissional 
Tecnológica, de graduação e de pós-graduação. 

B)  Básica; Educação Profissional Técnica de nível médio; 

Tecnológico. 

C)  Fundamental; Educação Profissional Técnica de nível 

médio; Superior. 

D)  Básica; Média Técnica; Pós-graduação. 
E)  Formação Inicial; Educação Profissional Técnica de nível 

médio; Educação Profissional Tecnológica. 

 
 
 
 
Qual das alternativas abaixo está em desacordo com a Lei 
9394/96? 
 

A)  A educação profissional deve conduzir ao desenvolvimento 

de aptidões para a vida produtiva. 

B)  O acesso à educação profissional é restrito aos que, pelo 

menos, concluíram o ensino fundamental. 

C)  O conhecimento adquirido no local de trabalho pode ser 

reconhecido e certificado por instituição competente. 

D)  O ensino modular não é obrigatório na educação 

profissional. 

E)  A educação profissional também pode realizada em 

ambientes de trabalho.  

 
 
 
 
 
Sobre a articulação entre a formação técnica e o ensino médio, 
considerando a atual legislação, é correto afirmar: 
   

A)  Pode ser concomitante, mas, exclusivamente, na mesma 

instituição. 

B)  Pode ser concomitante, desde que uma das instituições seja 

privada. 

C)  Não há possibilidade de integração. 
D)  A integração é possível apenas em instituições públicas. 
E)  Pode ser concomitante para quem concluiu o ensino 

fundamental e para quem está cursando o ensino médio. 

  
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
Sobre a educação profissional técnica de nível médio é correto 
afirmar que: 
 
1.  Quando for realizada de forma integrada ao ensino médio 

terá duração mínima de 2.400 horas. 

2.  Quando for realizada de forma concomitante ou 

subseqüente ao ensino médio deverá considerar a carga 
horária total do ensino médio 

3.  Seu diploma não tem validade para continuidade estudos 

na educação superior. 

 

Está (ão) correta (s): 
 

A)  1, apenas. 
B)  2, apenas. 
C)  3, apenas. 
D)  1, 2 e 3. 
E)  1 e 2, apenas. 

 
 
 
 
Qual das afirmações abaixo está correta
 

A)  Toda educação profissional está sujeita à regulamentação 

curricular. 

B)  A educação profissional técnica de nível médio só poderá 

ser ofertada aos portadores de certificação de conclusão do 
ensino médio. 

C)  Flexibilidade, interdisciplinaridade e contextualização são 

princípios da educação profissional técnica de nível médio. 

D)  Os cursos de educação profissional técnica de nível médio 

devem ser organizados exclusivamente na forma modular. 

E)  Todos os cursos voltados para a formação profissional 

devem considerar as demandas do mercado como único 
critério para a sua organização e planejamento.  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

QUESTÃO 16 

QUESTÃO 17 

QUESTÃO 18 

QUESTÃO 19

QUESTÃO 20

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 6/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 

 
 

 

O organograma apresenta, de forma geral, algumas das novas 
demandas que se impõem para a atuação profissional do 
supervisor pedagógico. Esse modelo tem como referência: 
 
 

 

 
 
A)  a passagem do pensamento fragmentado para o paradigma 

da complexidade 

B)  a substituição da análise sistêmica pela a análise disciplinar 
C)  o predomínio da cultura específica e técnica em relação à 

cultura geral 

D)  a substituição da transdisciplinaridade pelo pensamento 

reducionista 

E)  o predomínio da  prática segmentaria em relação à prática 

contextualizada 

 

 
 

Analise o texto. 

TEXTO 1 

 

 

 

...  tem sido designada de neotecnicismo e está associada 
a uma pedagogia a serviço da formação para o sistema 
produtivo. Pressupõe a formulação de objetivos e 
conteúdos, padrões de desempenho, competências e 
habilidades com base em critérios científicos e técnicos. 
Diferentemente do cunho acadêmico da pedagogia 
tradicional, essa corrente busca seu fundamento na 
racionalidade técnica e instrumental, visando a 
desenvolver habilidades e destrezas para formar o 
técnico. 

 
 

Texto extraído e readaptado de 

LIBÂNEO, J. C. 

São Paulo, 2005. 

                     
Identifique, corretamente, a teoria pedagógica contemporânea 
caracterizada pelo autor. 
 

A)  Racional-tecnológica 
B)  Neocognitivista 
C)  Sociocrítica 
D)  Holística 
E)  Pós-moderna 

 

 
 
 

 
Sobre o Construtivismo Pós-Piagetiano, analise as afirmativas 
abaixo. 
 
1.  É uma modalidade pedagógica contemporânea que 

incorpora o lugar do desejo e do outro na aprendizagem. 

2.  Não reconhece o papel da interação social na construção do 

conhecimento. 

3.  Reafirma a singularidade e a pluralidade dos sujeitos.  
4.  É uma modalidade pedagógica que defende o predomínio 

da razão em relação à linguagem. 

5.  Reconhece como condição imprescindível a interação 

social na construção do conhecimento. 
 

Estão corretas
 

A)  1, 2, 3 e 4, apenas. 
B)  1, 3, 4 e 5, apenas. 
C)  2. 3 e 4, apenas. 
D)  1, 3 e 5, apenas. 
E)  2, 4 e 5, apenas. 

 

 
 

TEXTO 2 

 

  

“Entende-se por Supervisão Pedagógica o estudo dos ideais 
de educação, segundo uma determinada concepção de vida, e 
dos meios (processos e técnicas) mais eficientes para efetivar 
estes ideais.” 
 
Sobre a natureza contemporânea da Supervisão Pedagógica o 
conceito apresentado acima, está: 
 
A)  correto, pois a supervisão pedagógica não é concebida 

como o estímulo a oportunidades de organização comum 
do trabalho. 

B)  incorreto, pois a supervisão pedagógica aceita também 

como próprias do trabalho as atividades de coordenação. 

C)  incorreto, pois o conceito de supervisão pedagógica deve 

abranger o escolar e o educacional. 

D)  correto, pois o conceito de supervisão pedagógica não 

abrange a orientação e o estímulo de estudos coletivos.  

E)  correto, pois a supervisão pedagógica deve orientar e 

estimular a ressignificação dos saberes e das  práticas dos 
diversos atores da comunidade escolar. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

SUPERVISOR 

PEDAGÓGICO 

 

AUTOR DE AUTONOMIA 

INDIVIDUAL COMBINADA 

COM AUTONOMIA 

COLEGIADA E 

PARTICIPATIVA 

 
 
 

AGENTE DE 

INTERLIGAÇÃO DE 

SABERES 

 

MOBILIZADOR DA 

COMUNIDADE ESCOLAR 

PARA CONSTRUÇÃO DE 

UM PROJETO 

PEDAGÓGICO 

QUESTÃO 21 

QUESTÃO 22 

QUESTÃO 23

QUESTÃO 24

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 7/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 

 

 
 

TEXTO 3 

 

 
Falar de avaliação formativa não é 
mais apanágio de alguns marcianos. 
Talvez passemos - muito lentamente - 
da medida obsessiva da excelência a 
uma observação formativa a serviço da 
regulação das aprendizagens. 
 

         PERRENOUD, Philippe. Avaliação: da excelência 
à regulação das aprendizagens. Porto Alegre, 1999.
 

 
Com relação à observação formativa, acentuada no texto acima, 
são apresentadas as afirmações a seguir. Uma delas não 
corresponde à realidade. Assinale-a. 
 

A)  Permite melhorar as aprendizagens em curso sem a 

preocupação em classificar. 

B)  Pode utilizar-se de uma análise pontual ou sistemática. 
C)  Pode ser deliberada ou acidental 
D)  Tem como objetivo principal a preocupação em certificar e 

selecionar. 

E)  Pode apresentar uma natureza quantitativa ou qualitativa 

 

 
 

TEXTO 4 

 

 “ Quanto mais analisamos as relações educador-educando, na 
escola, em qualquer dos seus níveis, (ou fora dela), parece que 
mais nos podemos convencer de que essas relações apresentam 
um caráter especial e marcante – o de serem relações 
fundamentalmente narradoras, dissertadoras... Desta maneira, 
a educação se torna um ato de depositar, em que os educandos 
são depositários e o educador o depositante...a tarefa do 
educador é a de problematizar aos educandos o conteúdo que 
os mediatiza...” 

Paulo Freire 

 

Sobre o assunto apresentado no texto acima, não é correto 
afirmar que: 

 

A)  as relações fundamentalmente narradoras e dissertadoras 

são relações opostas à educação considerada 
problematizadora. 

B)  as relações educador-educando, de caráter depositante, são 

constituídas a partir de um processo cultural. 

C)  as relações fundamentalmente narradoras e dissertadoras, 

no plano pedagógico, não assumem uma atitude 
indagadora. 

D)  A prática da problematização, entendida como reflexão 

sobre um conteúdo, é inseparável da situação concreta do 
aluno e do professor. 

E)  a relação educador-educando, caracterizada como o ato de 

depositar, fundamenta-se apenas na transmissão de 
conhecimentos consagrados. 

 

 

 
 

Sobre os aspectos peculiares do comportamento ético do 
educador, correspondente à sua prática pedagógica, é correto 
considerar: 
 

A)  ações coercitivas sobre os alunos 
B)  reciprocidade no ato da comunicação 
C)  omissão frente aos compromissos profissionais 
D)  autoritarismo e  dogmatismo 
E)  incapacidade de se relacionar profissionalmente 

 

 

 
As discussões atuais reforçam a necessidade de organização 
curricular na perspectiva da interdisciplinaridade. A 
interdisciplinaridade implica: 

 

1.  uma interpenetração de métodos e conteúdos de disciplinas 

que têm em comum o trabalho conjunto de determinado 
objeto de estudo. 

2.  o envolvimento e o engajamento de educadores em 

trabalho coletivo visando a superação da fragmentação do 
ensino. 

3.  o trabalho colaborativo, abertura do currículo, 

democratização do espaço escolar, possibilidade de 
trabalho com projetos e aprendizagem mútua. 

4.  a justaposição de disciplinas com características próprias 

que são articuladas linearmente em função dos objetivos 
comuns. 

5.  a possibilidade de trabalho com unidades mais globais, no 

compartilhamento de estruturas conceituais e 
metodológicas. 

 
Assinale a alternativa correta

 

A)  As afirmativas 1, 2, 3, 4 e 5 estão corretas. 
B)  Apenas as afirmativas 1 e 2 estão corretas. 
C)  Apenas as afirmativas 1, 2 e 3 estão corretas. 
D)  Apenas as afirmativas 1, 2, 3 e 4 estão corretas.  
E)  Apenas as afirmativas 1, 2, 3 e 5 estão corretas. 

 

 
 

Na organização das seqüências didáticas (planejamento, 
execução e avaliação) as intenções educativas correspondentes 
aos conteúdos de aprendizagem podem abranger as seguintes 
tipologias: 
 
1.  conceituais ( o que se deve aprender) 
2.  procedimentais (o que se deve fazer) 
3.  atitudinais (como se deve ser) 
 
.Está (ão) correta (s)
 
A)  1, apenas. 
B)  2, apenas. 
C)  1 e 2, apenas. 
D)  2 e 3, apenas. 
E)  1, 2 e 3. 

QUESTÃO 25 

QUESTÃO 26 

QUESTÃO 27

QUESTÃO 28

QUESTÃO 29

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 8/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 
 
 

 
 

 
Ao elaborar uma seqüência didática o professor não  deve 
considerar: 
 
A)  o conhecimento prévio do aluno 
B)  o processo interativo 
C)  o pensamento reducionista 
D)  o domínio do conhecimento 
E)  a análise das situações propostas 
 
 

 
 

 

 

1. Domínio da leitura e da escrita; 

2. Capacidade de fazer cálculos e resolver problemas; 

3. Capacidade de analisar, sintetizar e interpretar 

dados, fatos e situações; 

4. Capacidade de compreender e atuar em seu entorno 

social; 

5. Receber criticamente os meios de comunicação; 

6. Capacidade de localizar, acessar e usar melhor a 

informação acumulada; 

7. Capacidade de planejar, trabalhar e decidir em 

grupo. 
 

 
 

As sete competências, apresentadas no quadro acima, 
consideradas como Códigos da Modernidade para que as 
crianças e os jovens tenham uma participação mais produtiva 
no século 21, foram elaboradas por: 
 

A)  Bernardo Toro 
B)  Edgar Morin 
C)  Philippe Perrenoud 
D)  Antônio Nóvoa 
E)  Fernando Hernández 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 

 
 

 

TEXTO 5 

 

 
 “A trilogia das habilidades – ler, escrever, contar – que fundou 
a escolaridade obrigatória no século XIX não está mais à altura 
das exigências de nossa época. A abordagem por competências 
busca simplesmente atualizá-la.” 

Philippe Perrenoud, 1998. 

 
 
Sobre o assunto tratado no texto, é correto afirmar que a 
abordagem por competências: 
 
A)   busca o acúmulo de saberes descontextualizados. 
B)   refuta a idéia de que é preciso em diversas situações tomar 

decisões e resolver problemas. 

C)   

busca relacionar constantemente os saberes e sua 

operacionalização em situações complexas. 

D)   tem como modelo a tradição enciclopédica de acumular 

saberes. 

E)  considera que os saberes não devem ser concebidos como 

ferramentas para a ação. 

 
 

 
 

 
Sabendo que a função dos recursos didáticos é em geral garantir 
o apoio às ações pedagógicas do professor, podem-se fazer as 
seguintes análises: 
 
1.  Aos recursos didáticos cabe propor orientações 

pedagógicas que levem os aprendizes a compreender o 
conteúdo de forma ampla e aplicada. 

2.  Os recursos didáticos devem aprofundar o tema, 

promovendo atividades e questionamentos adicionais 
desafiadores aos aprendizes. 

3.  Os materiais pedagógicos necessariamente precisam 

apresentar diagramas e esquemas didáticos para transmitir 
eficientemente o conteúdo. 

4.  Muitas imagens e cores, além das orientações textuais 

garantem a eficácia da aprendizagem do conteúdo ilustrado 
nos recursos didáticos. 

5.  Os recursos didáticos são imprescindíveis porque 

constituem o principal momento da ação pedagógica do 
professor. 

 
Estão corretas as afirmativas: 
 

A)  1 e 4, apenas. 
B)  1, 2, 3, 4 e 5. 
C)  2, 3 e 4, apenas. 
D)  1, 2 e 3, apenas. 
E)  1 e 2, apenas. 

 

QUESTÃO 30 

QUESTÃO 31 

QUESTÃO 32

QUESTÃO 33

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 9/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 
 

 

TEXTO 6 

 

A educação escolar precisa de uma forte sacudida, de 

arejamento, de um choque. A educação de milhões de pessoas, 
em todos os níveis, não pode ser mantida na prisão, na asfixia e 
na monotonia em que se encontra. Está muito engessada, 
previsível, cansativa. As crianças desenvolvem mais 
rapidamente sua inteligência e capacidade de aprender. A 
escola não consegue dar respostas minimamente satisfatórias 
aos reais alunos que temos. Obrigamo-los a se “moldarem” a 
esquemas pré-concebidos e repetidos à exaustão. 

A Internet, as redes, o celular, a multimídia estão 

revolucionando nossa vida no cotidiano. Cada vez resolvemos 
mais problemas de múltiplas formas, presencial e virtualmente. 
Na educação, porém, continuamos indo ao mesmo local, no 
mesmo horário, para desenvolver as mesmas atividades. 
Sempre achamos justificativas para deixar tudo como está ou 
para fazer pequenas mudanças cosméticas e periféricas.   

As tecnologias são só apoio, meios. Mas elas nos 

permitem realizar atividades de aprendizagem de formas muito 
diferentes às convencionais. Podemos aprender estando juntos 
fisicamente e também longe, conectados. Podemos aprender 
sozinhos e em grupos, podemos aprender no mesmo tempo e 
ritmo ou em tempos e ritmos diferentes.  

O conviver virtual vai tornar-se quase tão importante 

como o conviver presencial. Isso se consegue com uma gestão 
administrativa e pedagógica mais flexível, com tempos e 
espaços menos predeterminados, com modos de acesso a 
pesquisa e de desenvolvimento de atividades mais dinâmicas.  

José Manuel Moran 

Especialista em projetos inovadores na educação 

presencial e a distância 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 

 
 

 
O Texto 6 representa a tendência de alguns educadores 
contemporâneos no que se refere ao uso equilibrado das novas 
tecnologias na educação. Seguindo essa perspectiva, analise as 
afirmativas abaixo. 
 
1.  A chegada das novas tecnologias representa uma 

alternativa para a educação escolar monótona e asfixiante. 
Logo, os professores devem concentrar todos os seus 
esforços para produzir suas aulas com base exclusivamente 
nos recursos didáticos tecnológicos. 

2.  É inegável a revolução que a internet, o celular, a 

multimídia têm feito na sociedade, permitindo-nos resolver 
criativamente nossos problemas cotidianos. Isso não leva o 
sistema escolar a repensar suas ações pedagógicas e a 
considerar a inserção de atividades com recursos do mundo 
virtual. 

3.  Como a convivência entre o virtual e presencial tem sido 

inevitável, a escola e seus gestores precisam ser flexíveis 
no que se refere ao uso de recursos pedagógicos que 
propiciem atividades mais dinâmicas, tais como os 
tecnológicos. 

4.  As mudanças que acontecem na escola são apenas 

cosméticas e superficiais. Isso acontece porque a escola 
tem avançado pouco, embora os aprendizes 
contemporâneos estejam desenvolvendo formas 
diferenciadas de aprender com o auxílio dos recursos 
tecnológicos fora da escola. 

5.  As tecnologias permitem que se realizem atividades de 

aprendizagem de modo diferente das formas tradicionais. 
Mas as tecnologias sozinhas não resolvem todos os 
problemas educacionais; na verdade, elas servem de apoio 
às ações pedagógicas do professor. 

 
 
Estão corretas as afirmativas: 
 

A)  1 e 2, apenas.  

 

B)  2, 3 e 4, apenas.  

 

 

C)  2, 4 e 5, apenas. 
D)  1, 3 e 5, apenas. 

 

E)  3, 4 e 5, apenas. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

QUESTÃO 34

ipad-2008-senac-pe-supervisor-pedagogico-da-educacao-vitoria-de-santo-antao-prova.pdf-html.html

 

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC  
Processo Seletivo 2008

 

Tipo 1                                                                                                                Cargo: Supervisor Pedagógico – Função 1 e Função 3 / Nível Superior 

Página 10/10  

É permitida a reprodução apenas para fins didáticos, desde que citada a fonte.

 

 

 

 

 

 

A utilização das Novas Tecnologias da Informação e 
Comunicação no processo ensino-aprendizagem é uma 
condição essencial para: 

 

1.  a inserção do aluno na atual sociedade de base tecnológica. 
2.  o avanço no conhecimento das diversas disciplinas. 
3.  o desenvolvimento de habilidades, métodos e estratégias de 

pesquisa. 

4.  a desvinculação das tarefas cognitivas exigidas do objetivo 

educacional. 

5.  o desenvolvimento de atividades de caráter interdisciplinar. 

 

Estão corretas

 

A)  1, 3, 4, 5, apenas. 
B)  1, 2, 4, 5, apenas. 
C)  2, 3, 4, 5, apenas. 
D)  1, 2, 3, 5, apenas. 
E)  1, 2, 3, 4, 5. 

 

 
 

 

Considerando a ferramenta Pesquisar  do sistema operacional 
Windows XP, assinale a alternativa incorreta
 

A)  A ferramenta Pesquisar possibilita encontrar um arquivo 

baseando-se no seu tamanho, tipo e/ou data em que este foi 
modificado;  

B)  É possível criar duas pastas com o mesmo nome desde que 

essas pastas sejam criadas no mesmo diretório; 

C)  Pode-se renomear uma pasta do Windows XP pressionando 

a tecla F2

D)  Acessando as Contas de usuário, pelo Painel de Controle

pode-se criar uma nova conta, alterar o nome, senha e 
imagem de uma conta já criada, desde que se esteja logado 
como administrador do sistema; 

E)  Na lixeira do Windows XP, quando se restaura um arquivo 

excluído, este volta ao seu local de antes da exclusão. 

 

 
 

 

Analise as seguintes sentenças relacionadas ao Microsoft Word 
do pacote de aplicativos Office XP: 

 

1.  Na opção Salvar como se podem criar arquivos no formato 

PDF

2.  É possível criar quatro tipos de índice: Analítico, 

remissivo, de figuras, de autoridades. 

3.  O  Microsoft Word possibilita a criação de uma página de 

internet. 

4.  O  Microsoft Word não aceita inserção de imagens no 

formato PNG

 

Estão corretas 

 

A)  1 e 3, apenas. 
B)  2 e 3, apenas. 
C)  3 e 4, apenas. 
D)  1 e 2, apenas. 
E)  2 e 4, apenas. 

 

 
 
 

 

Considerando o sistema de autocorreção do Word do pacote de 
aplicativos do Office XP, assinale a alternativa correta

 

A)  Se uma palavra foi grifada em vermelho pelo corretor do 

Word, significa que existe um erro de concordância verbal; 

B)  Se uma palavra foi grifada em verde pelo corretor do 

Word, significa que a palavra não foi grafada da forma 
correta; 

C)  Pode-se criar ou alterar entradas de autocorreção, desde 

que essas entradas não estejam na Lista de correções 
automáticas

D)  Pode-se criar ou alterar entradas de autocorreção, desde 

que essas entradas estejam na Lista de correções 
automáticas

E)  É possível criar exceções na Lista de correções 

automáticas

 
 
 
 
 
Numa planilha do Microsoft Excel do pacote de aplicativos 
Office XP, pode-se inserir a data atual na célula selecionada. 
Essa ação pode ser executada com o seguinte comando: 
 

A)  Ctrl + D 
B)  Alt + X 
C)  Ctrl + ; 
D)  Ctrl + - 
E)  Alt + J 

 
 
 
 
 
Analise as seguintes sentenças relacionadas ao Microsoft Excel 
do pacote de aplicativos Office XP: 
 
1.  Todos os cálculos e fórmulas são precedidos pelo símbolo 

“=” 

2.  Quando uma célula contém o código #DIV/0 após o seu 

preenchimento ou cálculo de fórmula, significa que essa 
célula não possui largura suficiente para mostrar o valor 
resultante 

3.  Para inserir comentários referentes a alguma informação da 

planilha, pode-se clicar na célula desejada com o botão 
direito e selecionar a opção Inserir Comentário 

4.  O Microsoft Excel permite apenas a criação de planilhas 

eletrônicas simples 

 

Indique a opção que contenha todas as informações 
verdadeiras: 

 

A)  1 e 3. 
B)  2 e 3. 
C)  3 e 4. 
D)  1 e 2. 
E)  2 e 4. 

QUESTÃO 36 

QUESTÃO 37 

QUESTÃO 39

QUESTÃO 40

QUESTÃO 38

QUESTÃO 35