Prova Concurso - Arquitetura - 2008-TRF-5-REGIAO-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA - FCC - TRF - 2008

Prova - Arquitetura - 2008-TRF-5-REGIAO-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA - FCC - TRF - 2008

Detalhes

Profissão: Arquitetura
Cargo: 2008-TRF-5-REGIAO-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA
Órgão: TRF
Banca: FCC
Ano: 2008
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ARQUITETOEBSERH2018
ESPECIALISTA-PORTUARIO-ARQUITETURAEMAP2018
ARQUITETOPREFEITURA2018

Gabarito

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-gabarito.pdf-html.html

10 - tipo 1    

001 - B   011 - B   021 - C   031 - E   041 - C   051 - B 

002 - C   012 - C   022 - E   032 - A   042 - D   052 - E 
003 - E   013 - C   023 - A   033 - C   043 - E   053 - A 

004 - D   014 - A   024 - A   034 - D   044 - B   054 - B 
005 - A    015 - D   025 - D   035 - B   045 - A   055 - D 

006 - E   016 - B   026 - C   036 - E   046 - D   056 - D 
007 - A   017 - D   027 - A   037 - B   047 - A   057 - A 

008 - D   018 - C   028 - B   038 - D   048 - C   058 - C 
009 - C   019 - E   029 - B   039 - C   049 - B   059 - C 

010 - A   020 - D   030 - D   040 - A   050 - E   060 - E 
 

 
 

 

Prova

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

I N S T R U Ç Õ E S

Conhecimentos Gerais

Conhecimentos Específicos

Estudo de Caso

P R O V A

A

C D E

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5 REGIÃO

a

Concurso Público para provimento de cargos de

Analista Judiciário - Área Apoio Especializado

Especialidade Arquitetura

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS

Março/2008

- Verifique se este caderno:

- corresponde a sua opção de cargo.

- contém 60 questões, numeradas de 1 a 60.

- contém as questões de Estudo de Caso e respectivos espaços destinados para o rascunho.

Caso contrário, reclame ao fiscal da sala um outro caderno.

Não serão aceitas reclamações posteriores.

- Para cada questão objetiva existe apenas UMAresposta certa.

- Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e escolher a resposta certa.

- Essa resposta deve ser marcada na FOLHADE RESPOSTAS que você recebeu.
VOCÊ DEVE:
- procurar, na FOLHADE RESPOSTAS, o número da questão que você está respondendo.

- verificar no caderno de prova qual a letra (A,B,C,D,E) da resposta que você escolheu.

- marcar essa letra na FOLHADE RESPOSTAS, conforme o exemplo:

- transcrever a resposta do Estudo de Caso no Caderno de Respostas, nos espaços destinados às questões.

- Marque as respostas das questões objetivas primeiro a lápis e depois cubra com caneta esferográfica de tinta

preta.

- Marque apenas uma letra para cada questão, mais de uma letra assinalada implicará anulação dessa questão.

- Responda a todas as questões.

- Não será permitida qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquina calculadora.

- Em hipótese alguma o rascunho das questões de Estudo de Caso será corrigido.

- Você terá 4 horas e 30 minutos para responder a todas as questões objetivas e preencher a Folha de

Respostas, bem como para responder às questões de Estudo de Caso e transcrever as respectivas respostas

no Caderno de Respostas correspondente.

- Ao término da prova, chame o fiscal da sala para devolver o Caderno de Questões da Prova Objetiva e a

Folha de Respostas, bem como o Caderno de Transcrição do Estudo de Caso.

- Proibida a divulgação ou impressão parcial ou total da presente prova. Direitos Reservados.

ATENÇÃO

____________________________________________________
 Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001
 0000000000000000

 00001−0001−001

Nº de Inscrição
        MODELO

  

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Conhec. Gerais

2

 

 

CONHECIMENTOS GERAIS  

 

Português 

 
Atenção:    As questões de números 1 a 20 referem-se ao tex-

to que segue. 

 

Num encontro pela liberdade de opinião 

 

Vimos aqui hoje para defender a liberdade de opinião 

assegurada pela Constituição dos Estados Unidos e também 

em defesa da liberdade de ensino. Por isso mesmo, queremos 

chamar a atenção dos trabalhadores intelectuais para o grande 

perigo que ameaça essa liberdade. 

Como é possível uma coisa dessas? Por que o perigo é 

mais ameaçador que em anos passados? A centralização da 

produção acarretou uma concentração do capital produtivo nas 

mãos de um número relativamente pequeno de cidadãos do 

país. Esse pequeno grupo exerce um domínio esmagador sobre 

as instituições dedicadas à educação de nossa juventude, bem 

como sobre os grandes jornais dos Estados Unidos. Ao mesmo 

tempo, goza de enorme influência sobre o governo. Por si só, 

isso já é suficiente para constituir uma séria ameaça à liberdade 

intelectual da nação. Mas ainda há o fato de que esse processo 

de concentração econômica deu origem a um problema ante-

riormente desconhecido – o desemprego de parte dos que es-

tão aptos a trabalhar. O governo federal está empenhado em 

resolver esse problema, mediante o controle sistemático dos 

processos econômicos – isto é, por uma limitação da chamada 

livre interação das forças econômicas fundamentais da oferta e 

da procura. 

Mas as circunstâncias são mais fortes que o homem. A 

minoria econômica dominante, até hoje autônoma e desobri-

gada de prestar contas a quem quer que seja, colocou-se em 

oposição a essa limitação de sua liberdade de agir, exigida para 

o bem de todo o povo. Para se defender, essa minoria está 

recorrendo a todos os métodos legais conhecidos a seu dispor. 

Não deve nos surpreender, pois, que ela esteja usando sua 

influência preponderante nas escolas e na imprensa para 

impedir que a juventude seja esclarecida sobre esse problema, 

tão vital para o desenvolvimento da vida neste país. 

Não preciso insistir no argumento de que a liberdade de 

ensino e de opinião, nos livros ou na imprensa, é a base do 

desenvolvimento estável e natural de qualquer povo. Possamos 

todos nós, portanto, somar as nossas forças. Vamos manter-

nos intelectualmente em guarda, para que um dia não se diga 

da elite intelectual deste país: timidamente e sem nenhuma 

resistência, eles abriram mão da herança que lhes fora 

transmitida por seus antepassados – uma herança de que não 

foram merecedores. 
 

(Albert Einstein, Escritos da maturidade. Conferência pronun-
ciada em 1936) 

1. 

Albert Einstein, além de ser o notabilíssimo físico, preocu-
pava-se também, como fica evidente no texto, com a 

 

(A)  ameaça que representa a intervenção do poder esta-

tal, seja para o sistema econômico, seja para o siste-
ma de ensino. 

 
(B)  concentração do poder econômico, quando este pas-

sa a ter influência sobre o debate e a livre circulação 
de idéias. 

 
(C)  situação de alto índice de desemprego, que dese-

quilibra não apenas as regras do mercado como 
também o sistema educacional. 

 
(D)  centralização da produção, quando ela passa a su-

bordinar-se a circunstâncias que fomentam debates 
pela imprensa. 

 
(E)  influência do poder econômico sobre o governo, 

quando este deseja fazer valer as leis do livre co-
mércio. 

_________________________________________________________ 

 

2. 

Para se defender, essa minoria está recorrendo a todos os 
métodos legais conhecidos a seu dispor. 
(3

o

 parágrafo) 

 

Contextualizada a frase acima Einstein está 

 

(A)  alertando para a fragilidade de um sistema econômi-

co à mercê de debates e críticas permanentes. 

 
(B)  admitindo que a concentração do poder econômico 

põe em risco os parâmetros constitucionais. 

 
(C)  reconhecendo o poder institucional de que se vale a 

minoria econômica dominante para impor seus inte-
resses. 

 
(D)  recusando a legitimidade dos métodos legais de que 

as minorias se valem para se oporem às leis do mer-
cado. 

 
(E)  considerando o direito que têm as minorias de se de-

fenderem dos abusos do poder econômico. 

_________________________________________________________ 

 

3. 

Considere as seguintes afirmações: 

 
 

I

.  A frase do texto que resume o fato problematizado 

por Einstein é: O governo federal está empenhado 
em resolver esse problema, mediante o controle 
sistemático dos processos econômicos (...). 

 
 

II

. Na 

frase 

as circunstâncias são mais fortes que o 

homem, o termo sublinhado refere-se ao movimen-
to de reação em que se estão empenhando os inte-
lectuais. 

 
 

III

.  No contexto do último parágrafo, a afirmação de 

que eles abriram mão da herança denota a quebra 
de uma tradição histórica de defesa dos ideais de 
liberdade. 

 

Em relação ao texto, está correto o que se afirma em 

 

(A) 

I

II

 e 

III

(B) 

I

 e 

II

, somente. 

(C) 

II

 e 

III

, somente. 

(D) 

I

, somente. 

(E) 

III

, somente. 

_________________________________________________________ 

 

4. A 

expressão 

limitação de sua liberdade de agir, no terceiro 

parágrafo, refere-se aos limites em que se deve circunscrever 

 

(A)  a intervenção do poder estatal sobre a economia. 
(B)  a ação da imprensa e da elite intelectual. 
(C)  o sistema jurídico em processo de institucionalização. 
(D)  o funcionamento básico das leis do mercado. 
(E)  a reação dos trabalhadores intelectuais. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Conhec. Gerais

2

 

5. 

Representa-se um encadeamento progressivo de fatos na 
seqüência: 

 

(A) centralização da produção  -  concentração do capi-

tal  -  influência preponderante nas escolas e na im-
prensa. 

 
(B) centralização da produção  -  domínio esmagador  -  

concentração do capital. 

 
(C)  defesa da liberdade de ensino  -  interação das for-

ças econômicas  -  influência preponderante nas es-
colas. 

 
(D)  grande perigo que ameaça a liberdade  -  controle 

sistemático das forças econômicas  -  processo de 
concentração econômica. 

 
(E)  defesa da liberdade de ensino

  

-

  

desemprego de par-

te dos que estão aptos a trabalhar

  

-

  

desenvolvimen-

to da vida no país. 

_________________________________________________________ 

 

6. 

A centralização da produção acarretou uma concentração 

do capital produtivo nas mãos de um número relativamen-

te pequeno de cidadãos do país. 

 

As expressões sublinhadas podem ser substituídas, 
respectivamente, sem prejuízo para a correção e o sentido 
da frase acima, por: 

 

(A)  estribou-se numa 

-  comparavelmente  

(B)  incluiu-se em uma  -  um tanto quanto 
(C)  implicou-se numa 

-  mais ou menos 

(D)  deveu-se a uma 

-  moderadamente 

(E)  originou uma 

-  em certa medida 

_________________________________________________________ 

 

7. Em 

respeito 

às normas de concordância,  é preciso 

corrigir a seguinte frase: 

 

(A)  Podem ser mais fortes do que as circunstâncias hu-

manas o interesse daqueles que estabelecem de 
vez a concentração do poder econômico. 

 
(B) Não se deve insistir nos argumentos que dão como 

essenciais a liberdade de ensino e a de opinião. 

 
(C) Não se resignem a imprensa e o ensino aos limites 

que lhes quer impor o poder econômico de uma mi-
noria. 

 
(D)  Caso se desconsidere a herança dos valores que 

nos legaram os antepassados, não se preservará o 
significado de sua resistência moral. 

 
(E)  É inútil empenharem-se os governos em disciplinar a 

economia quando os detentores do poder econômi-
co mantêm o controle do poder político. 

_________________________________________________________ 

 

8. 

Atente para as seguintes frases: 

 
 

I

.  Einstein investe contra os empresários, que promo-

vem e manipulam a alta concentração do poder 
econômico. 

 
 

II

. Reconheça-se o esforço dos governantes, nessa 

precisa tentativa de resolver tão grave problema. 

 
 

III

.  O grande físico dirige-se aos leitores, que identifica 

como trabalhadores intelectuais e em quem reco-
nhece capacidade de resistência. 

 

A supressão da vírgula alterará o sentido do que está em 

 

(A) 

I

 e 

II

, somente. 

(B) 

III

, somente. 

(C) 

II

, somente. 

(D) 

I

 e 

III

, somente. 

(E) 

I

,

 

II

 e 

III

9. Está correto o emprego de ambas as expressões subli-

nhadas na frase: 

 

(A)  As pessoas com quem devemos prestar contas são 

aquelas cujos direitos os setores dominantes não 
costumam dar atenção. 

 
(B)  Nem sempre conseguem os homens sobrepor-se 

diante de suas circunstâncias ou redimir-se perante 
seus fracassos. 

 
(C)  Os direitos em cuja defesa devemos nos empenhar 

são os mesmos pelos quais os acumuladores de 
capital demonstram desprezo. 

 
(D)  O alerta de Einstein de que nos mantenhamos em 

guarda  é, de fato, um imperativo moral do qual  não 
podemos deixar de atender. 

 
(E) Os 

métodos legais de cujos se valem os detentores 

do poder econômico reforçam a má distribuição de 
renda em que os trabalhadores são vítimas. 

_________________________________________________________ 

 

10. Há uma relação de causalidade entre os seguintes seg-

mentos: 

 

(A)  influência preponderante nas escolas – impedir que 

a juventude seja esclarecida. 

 
(B)  não se diga da elite intelectual deste país – herança 

de que não foram merecedores. 

 
(C)  limitação da chamada livre interação das forças 

econômicas – recorrendo a todos os métodos legais. 

 
(D)  defender a liberdade de opinião  – também em de-

fesa da liberdade de ensino. 

 
(E)  domínio esmagador sobre as instituições  – desen-

volvimento estável e natural de qualquer povo. 

_________________________________________________________ 

 

11. Não ...... nos surpreender se a minoria econômica 

dominante ...... de prestar contas a quem mais ...... . 
 
Preenche corretamente as lacunas da frase acima a 
seguinte seqüência de formas verbais: 

 

(A) deveremos - deixou  - venha 

prejudicar 

(B) devemos  - deixa  - esteja 

prejudicando 

(C) deveríamos - deixou  -  prejudicaria 
(D) deveríamos - deixe 

- prejudicaria 

(E) devamos  - deixasse 

- prejudicaria 

_________________________________________________________ 

 

12.  Esses problemas? O governo federal está empenhado em 

resolver esses problemas, em reconhecer a gravidade 
desses problemas, bem como encarar essa gravidade 
com a coragem que ela está a exigir. 
 
Evitam-se as viciosas repetições do trecho acima subs-
tituindo-se os elementos sublinhados, respectivamente, 
por: 
 
(A) resolvê-los  -  reconhecer a gravidade sua  -  lhe en-

carar 

 
(B) resolvê-los  -  reconhecê-los a gravidade  -  a enca-

rar 

 
(C) resolvê-los  -  reconhecer a gravidade deles  -  en-

cará-la 

 
(D)  resolver-lhes  -  reconhecer-lhes a gravidade  -  en-

cará-la 

 
(E)  resolver-lhes  -  reconhecer-lhes a gravidade  -  en-

carar-lhe 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Conhec. Gerais

2

 

13.  Considere as seguintes afirmações: 

 
 

I

.  Einstein defende a liberdade de opinião. 

 
 

II

.  Um pequeno grupo dominante ameaça a liberdade 

de opinião. 

 
 

III

.  Einstein convoca os intelectuais a defenderem essa 

liberdade. 

 

As frases acima articulam-se de modo claro, correto e 
coerente em: 

 

(A)  Einstein, que defende a liberdade de opinião, con-

voca os intelectuais a defenderem a mesma, ao jul-
gar ameaçada por um pequeno grupo dominante. 

 
(B) Porquanto 

ameaçada a liberdade de opinião por um 

pequeno grupo dominante, Einstein defende-a, para 
o que também se convocam os intelectuais. 

 
(C)  Tendo em vista que um pequeno grupo dominante 

ameaça a liberdade de opinião, Einstein convoca os 
intelectuais a também defendê-la. 

 
(D)  Einstein convoca os intelectuais, em face da ameaça 

de um pequeno grupo dominante, a defenderem sua 
mesma liberdade de opinião. 

 
(E)  Defendendo a liberdade de opinião, Einstein também 

convoca os intelectuais, tendo em vista a ameaça de 
um pequeno grupo dominante. 

_________________________________________________________ 

 

14. Admite-se 

permanência do elemento sublinhado na fra-

se  Esse pequeno grupo (...) goza  de enorme influência 
sobre o governo
 no caso de substituição da forma verbal 
goza pela forma verbal 

 

(A) usufrui. 
(B) atribui-se. 
(C) empenha-se. 
(D) favorece. 
(E) alça-se. 

_________________________________________________________ 

 

15.  Possamos todos nós, portanto, somar as nossas forças. 

 
Os mesmos tempos e modos verbais utilizados na frase 
acima representam-se em: 

 

(A)  Preocupamo-nos todos, deste modo, em combater 

as injustiças com denodo. 

 
(B)  Levantamo-nos todos nós, assim, ao patamar das 

altas aspirações. 

 
(C)  Unimo-nos todos, desta forma, envidando nossos 

maiores esforços. 

 
(D)  Intentemos todos, pois, fortalecer a nossa luta. 

 
(E)  Devemos todos nós, portanto, aglutinar nossas ener-

gias. 

_________________________________________________________ 

 

16. Há ocorrências de incorreção ortográfica na frase: 

 

(A)  Quando o poder econômico influi nas decisões go-

vernamentais, acaba por reservar-se privilégios in-
concebíveis. 

 
(B) Mão-de-obra ociosa ou paralizada pode decorrer de 

uma incidiosa e frustrante concentração do poder 
econômico. 

 
(C)  Embora tenha sido escrito há tantas décadas, o tex-

to de Einstein mantém-se atualíssimo, dissipando 
assim uma possível alegação de anacronismo. 

 
(D) Os 

empreendimentos 

econômicos não podem obli-

terar os aspectos sociais intrínsecos a toda e qual-
quer mobilização de capital. 

 
(E) A 

arrogância inescrupulosa de alguns capitalistas 

presunçosos impede que haja não apenas distribui-
ção das riquezas, mas acesso às informações. 

17.  Transpondo-se para a voz passiva a construção o grande 

perigo que ameaça essa liberdade, a forma verbal re-
sultante será 

 

(A)  é ameaçado. 
(B) esteja 

ameaçando. 

(C) está ameaçando. 
(D)  é ameaçada. 
(E) vem 

sendo 

ameaçada. 

_________________________________________________________ 

 

18. A 

frase 

A minoria econômica dominante (...) colocou-se 

em oposição a essa limitação de sua liberdade de agir 
deve ser entendida como A minoria econômica dominante 

 

(A)  mostrou-se contrário a agir livremente. 

 
(B)  manifestou-se contrariamente por sua limitada liber-

dade de ação. 

 
(C)  opôs-se a essa restrição de sua liberdade de ação. 

 
(D)  manteve oposição nesse limiar de sua liberdade de 

ação. 

 
(E)  recusou restringir-se à liberdade de agir. 

_________________________________________________________ 

 

19.  É preciso corrigir a má estruturação da seguinte frase: 

 

(A) Não esqueçamos que Einstein viveu longo tempo 

nos Estados Unidos – razão pela qual, nesse texto, 
mostra sua preocupação com esse país. 

 
(B) Questões políticas, históricas e culturais sempre preo-

cuparam Albert Einstein, como se pode verificar em 
seu livro Escritos da maturidade

 
(C)  O segundo parágrafo abre-se com duas perguntas 

retóricas, ou seja, com indagações cujas respostas 
já são conhecidas por quem as formula. 

 
(D)  As divinizadas leis do livre mercado podem atuar, 

como denuncia Einstein, em detrimento dos interes-
ses da maioria da população. 

 
(E)  Einstein combate, em sua conferência, não apenas 

as restrições à imprensa, já que inclusive a liberdade 
de opinião dos intelectuais. 

_________________________________________________________ 

 

20.  No segundo parágrafo, as frases iniciadas pelas expres-

sões  Por si só e Mas ainda continuariam a articular-se 
com correção e coerência caso se substituíssem essas 
expressões, respectivamente, por: 

 

(A) Assim 

sendo  - Também por isso  

(B) 

Neste caso  

-  Assim também 

(C)  Em vista do que  -  Por outro lado 
(D)  Em si mesmo 

-  No entanto, também 

(E)  Sendo assim 

-  De outro modo 

_________________________________________________________ 

 

Noções de Direito Administrativo 

 

21.  Sendo um dos poderes administrativos, o Poder Disci-

plinar é 

 

(A)  a faculdade de que dispõem os Chefes de Executivo 

de explicar uma lei para a sua correta execução, ou 
de expedir decreto autônomo sobre matéria de sua 
competência ainda não disciplinada por lei. 

 
(B)  o de que dispõe a Administração para distribuir e 

escalonar as funções dos seus órgãos. 

 
(C)  o que permite à Administração Pública apurar infrações 

e aplicar penalidades aos servidores públicos e demais 
pessoas sujeitas à disciplina administrativa. 

 
(D)  exercido pelos Ministérios e Secretarias da Educa-

ção para distribuir as disciplinas do ano letivo. 

 
(E)  o que a Administração exerce sobre todas as 

atividades e bens que afetam ou possam afetar a 
coletividade. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Conhec. Gerais

2

 

22.  Das condutas abaixo indicadas, NÃO são apontados pela 

doutrina dominante como deveres básicos dos 
administradores públicos: 

 

(A)  dever de probidade; dever de prestar contas; dever 

de atender ao público em geral com presteza. 

 
(B)  dever de agir; dever de eficiência; dever de cumprir 

horário. 

 
(C)  dever de eficiência; dever de probidade; dever de 

identificar a assinatura dos documentos com 
carimbo contendo o nome do servidor. 

 
(D)  dever de atender o público em geral com presteza; 

dever de cumprir horário estabelecido para o 
trabalho; dever de probidade. 

 
(E)  dever de cumprir horário estabelecido para o 

trabalho; dever de identificar a assinatura dos 
documentos com carimbo contendo nome do 
servidor; dever de atender o público em geral com 
presteza. 

_________________________________________________________ 

 

23. A 

aplicação da sanção de declaração de inidoneidade 

para licitar ou contratar com a Administração Pública, 
prevista pela inexecução total ou parcial do contrato, 
conforme disposição expressa da Lei de Licitações,  é de 
competência exclusiva 

 

(A)  de Ministro de Estado, Secretário Estadual ou 

Municipal, conforme o caso. 

 
(B) da 

Comissão de Licitação. 

 
(C)  dos Tribunais de Contas. 

 
(D)  do Poder Judiciário. 

 
(E) do 

Ministério Público. 

_________________________________________________________ 

 

24. Em matéria de responsabilidades do servidor público 

federal, analise: 

 
 

I

.  A responsabilidade penal abrange também as 

contravenções imputadas ao servidor, nessa 
qualidade. 

 
 

II

.  A responsabilidade civil-administrativa resulta tam-

bém de ato comissivo praticado no desempenho do 
cargo ou função . 

 
 

III

. As sanções civis penais e administrativas não 

poderão cumular-se, mesmo quando dependentes 
entre si. 

 
 

IV

.  A responsabilidade  administrativa do servidor não 

será afastada  no caso de absolvição criminal que 
negue a existência de sua autoria . 

 

Nesses casos, APENAS são corretos : 

 

(A) 

I

 e 

II

(B) 

I

 e 

III

(C) 

II

 e 

IV

(D) 

I

III

 e 

IV

(E) 

II

III

 e 

IV

_________________________________________________________ 

 

25.  De acordo com a Lei n

o

 9.784/99, será devolvido o prazo 

para recurso na hipótese de interposição  

 

(A) após exaurida a esfera administrativa. 

 
(B)  fora do prazo. 

 
(C)  por pessoa sem legitimidade ativa. 

 
(D) perante 

órgão incompetente.  

 
(E) após transitada em julgado a decisão administrativa. 

 

Noções de Direito Constitucional 

 
26.  Nas suas relações internacionais, a República Federativa 

do Brasil rege-se, dentre outros, pelo princípio da 

 

(A) dependência nacional e do pluralismo político. 
(B) intervenção e da cidadania. 
(C) autodeterminação dos povos.

 

(D) solução bélica dos conflitos e da soberania. 
(E) vedação de asilo político. 

_________________________________________________________ 

 

27.  É direito e garantia fundamental do cidadão que está 

sofrendo violência em sua liberdade de locomoção, por 
ilegalidade ou abuso de poder, se valer do 

 

(A)  habeas corpus.

 

(B)  mandado de segurança. 
(C) mandado 

de 

injunção. 

(D)  habeas data. 
(E) juízo ou tribunal de exceção. 

_________________________________________________________ 

 

28. Dentre 

outros, 

é privativo de brasileiro nato o cargo de 

 

(A)  Ministro dos Tribunais Superiores. 
(B)  Oficial das Forças Armadas. 
(C)  Governador de Estado. 
(D)  Presidente de Assembléias Legislativas. 
(E)  Senador da República. 

_________________________________________________________ 

 

29.  Quanto ao Poder Legislativo, considere: 

 
 

I

.  O Senado Federal compõe-se de representantes do 

povo, eleitos, pelo sistema indireto, em cada 
Estado, Território e Distrito Federal. 

 

 

II

. Cada 

Território e o Distrito Federal elegerão dois 

deputados. 

 

 

III

. A  Câmara dos Deputados compõe-se de 

representantes dos Estados e do Distrito Federal, 
eleitos segundo o princípio majoritário. 

 

 

IV

.  Cada Estado e o Distrito Federal elegerão três 

Senadores, com mandato de oito anos. 

 

 

V

. A representação no Senado Federal de cada 

Estado e do Distrito Federal será renovada de 
quatro em quatro anos, alternadamente, por um e 
dois terços. 

 

Estão corretas APENAS as que se encontram em 

 

(A) 

I

 e 

II

(B) 

IV

 e 

V

.

 

(C) 

II

III

 e 

IV

(D) 

I

III

 e 

V

(E) 

I

II

 e 

IV

_________________________________________________________ 

 

30.  Os Tribunais Regionais Federais compõem-se de, no 

 

(A) máximo, sete juízes nomeados pelo Presidente do 

Congresso Nacional dentre brasileiros natos com 
mais de trinta e menos de sessenta anos de idade. 

 
(B) mínimo, nove juízes nomeados pelo Presidente do 

Supremo Tribunal Federal dentre brasileiros natos 
com mais de trinta e cinco e menos de sessenta e 
cinco anos de idade.  

 
(C) mínimo, cinco juízes nomeados pelo Presidente do 

Superior Tribunal de Justiça dentre brasileiros natos 
ou naturalizados, com mais de trinta e cinco e 
menos de sessenta anos de idade.  

 
(D) mínimo, sete juízes nomeados pelo Presidente da 

República dentre brasileiros com mais de trinta e 
menos de sessenta e cinco anos de idade.

 

 
(E) máximo, nove juízes nomeados pelo Presidente do 

Conselho Nacional de Justiça dentre brasileiros 
natos com mais de trinta e cinco e menos de setenta 
anos de idade. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

 

 

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

 
 
31. Lúcio Costa é autor de importante obra escrita que, em seu conjunto, deu à arquitetura brasileira traços definitivos, marcados por 

um olhar atento do presente, mas fortemente fundados em nossa herança pretérita.  

 

Considere as seguintes noções de composição plástica, sugeridas por Lúcio Costa: 

 
 

I

. Partido 

é a escolha e a fixação do sentido geral a prevalecer na disposição dos pontos, das linhas, dos planos, dos 

volumes ou das cores. 

 
 

II

. Modenatura 

é o modo particular como é tratada, plasticamente, cada uma das partes da composição. 

 
 

III

. Ritmo 

são espaçamentos ou alturas desiguais uniformemente repetidos ou alternados. 

 
 

IV

. Harmonia 

é a subordinação de todas as partes a uma determinada lei. 

 

Está correto o que se afirma em 

 

(A) 

I

II

 e 

IV

, apenas. 

 
(B) 

I

 e 

IV

, apenas. 

 
(C) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(D) 

III

, apenas. 

 
(E) 

I

II

III

 e 

IV

 
 
32.  Entre as principais etapas que integram o conjunto de atividades do projeto de arquitetura estão a Concepção e a Execução.  
 

Considere os seguintes itens que uma planta, na etapa de Projeto Executivo, deve conter:  
 

 

I

. Indicação dos elementos do sistema estrutural, com distinção gráfica entre estes e as vedações. 

 
 

II

. Indicação de enchimentos, dutos e prumadas das instalações. 

 
 

III

. Indicação dos cortes gerais, elevações, detalhes e secções. 

 

Está correto o que se afirma em 

 

(A) 

I

II

 e 

III

 
(B) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
(C) 

I

 e 

III

, apenas. 

 
(D) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(E) 

III

, apenas. 

 
 
33.  O trabalho de planejamento para espaços empresariais busca reconhecer a filosofia de trabalho de cada empresa e, através de 

metodologia sistemática de projeto, fornecer as condições adequadas para implantação de suas instalações administrativas.  

 

As preocupações mais importantes que constituem um projeto de arquitetura de interiores aplicada aos escritórios são: 
 
(A)  persianas e cortinas, marcenaria especial e carpetes. 
 
(B) caixilhos, 

luminárias, pisos elevados e divisórias. 

 
(C)  conceitos de flexibilidade, funcionalidade, ergonomia e segurança. 
 
(D) mobiliário, arquivos deslizantes e telefonia. 
 
(E)  equipamentos de informática, ar-condicionado e elevadores. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

34.  Quando a concessionária pública não pode garantir a continuidade de abastecimento de água potável, tampouco a pressão 

mínima de fornecimento, deve-se optar pelo seguinte sistema de abastecimento e distribuição predial: 

 

(A) Direto 

sem 

bombeamento. 

 
 
(B) Indireto 

sem 

bombeamento. 

 
 
(C) Direto 

com 

bombeamento. 

 
 
(D) Indireto 

com 

bombeamento. 

 
 
(E) Misto 

sem 

bombeamento. 

 

 
35.  Observe a figura: 
 
 
 

A.C.

P/ A SALA

A.E.

FI

L

T

R

O

VENTILADOR

BANDEJA

EVAPORADOR

A.C.

RETORNO

A.E.

A.Q.

 

 
 
 

Analisando o corte esquemático do equipamento de condicionamento de ar, podemos constatar que o mesmo trata de 

 

(A) Unidade 

console 

– split  – refrigerado a ar. 

 
 
(B) Unidade 

gabinete 

– self-contained – refrigerado a ar. 

 
 
(C) Unidade 

gabinete 

– de janela – refrigerado a ar. 

 
 
(D) Unidade 

centrífuga – chiller – refrigerado a ar. 

 
 
(E) Unidade 

console 

– fan & coil – refrigerado a água. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

36.  Observe o Reservatório de Água na Universidade de Aveiro (1988-1989), projeto do arquiteto português de Álvaro Siza Vieira. 
 

 

 

Analisando-se a relação entre estrutura e forma arquitetônica, constata-se que: 
 

 

I

.  A estrutura de apoio é formada por duas colunas de comportamento estrutural muito diferente, sobretudo para ações 

transversais ao plano definido pelos seus eixos. 

 
 

II

.  A coluna parede apóia-se na coluna cilíndrica através dos elementos tubulares, transferindo para esta a ação do vento 

que sobre ela atua e também a responsabilidade pela sua resistência à instabilidade elástica. 

 
 

III

.  O projeto decorre de uma estreita relação entre arquiteto e engenheiro, como se de um só autor se tratasse. 

 

Está correto o que se afirma em 

 

(A) 

I

 apenas. 

(B) 

I

 e 

II

, apenas. 

(C) 

I

 e 

III

, apenas. 

(D) 

III

, apenas. 

(E) 

I

II

 e 

III

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

37.  Observe a Escola Estadual Jardim Angélica 

III

 (2004, 2006), projeto do escritório paulista Núcleo de Arquitetura.  

 

PLANTA DO NÍVEL 108.93

X

 

 
 
 

PLANTA DO NÍVEL 105.72

 

 
 
 

NÍVEL 108.93

NÍVEL 105.72

CORTE TRANSVERSAL

X

 

 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

10 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

 
 

FOTO A PARTIR DO NÍVEL 108.93

X

 

 
 

Analisando-se a relação entre estrutura metálica, distribuição na planta dos dois pavimentos superiores e o corte da escola, 
constata-se que o elemento construtivo assinalado com um X é: 

 

(A) pilar. 

(B) tirante. 

(C) peça da treliça de cobertura. 

(D) viga 

vagão. 

(E) peça da viga vierendel que suporta a passarela lateral da quadra poliesportiva. 

 
 
38.  Observe a planta do projeto executivo de estruturas de concreto armado.  
 

 

 

 Está correto o que se afirma em: 
 

(A)  A viga VC16 balança 100 cm em relação ao eixo da viga VC14 

(B)  As vigas VC5, VC12 e VC13 possuem a mesma seção, com altura de 60 cm 

(C)  As vigas VC4 e VC16 possuem a mesma seção, com altura de 100 cm 

(D)  A altura da viga VC13 é 35 cm 

(E)  VC11, VC4 e VC14 são vigas de borda e possuem o detalhe de pingadeira. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

11 

39.  Os levantamentos plani-altimétricos são representações gráficas de parte da superfície terrestre, elaborados a partir de uma 

série de convenções padronizadas.  

 

Considere a figura: 

 

 

 
Os três desenhos são convenções que representam, respectivamente: 

 

(A) ribeirão ou córrego, cerca de arame, jardim. 

(B)  estrada ou caminho, cerca viva, brejo. 

(C)  talude, cerca de madeira ou tapume, alagado com vegetação. 

(D)  valeta, posteamento de rede elétrica, lagoa ou represa. 

(E)  via sobre córrego canalizado, gradil ou alambrado, cultura agrícola. 

 
 
40.  Um terreno de 100000 m

2

 (cem mil metros quadrados) de área real é desenhado na planta do levantamento plani-altimétrico 

como um retângulo cuja área é 40 cm

2

. A escala do desenho é: 

 

(A) 1/5000 

(B) 1/4000 

(C) 1/2500 

(D) 1/2000 

(E) 1/500 

 
 
41.  Analise as seguintes terminologias das fontes de luz e lâmpadas: 
 
 

I

.  Fonte secundária – superfície ou objeto que emite luz, produzida por uma conversão de energia de uma fonte primária. 

 
 

II

.  Lâmpada fluorescente – lâmpada a descarga do tipo vapor de mercúrio a baixa pressão, na qual a maior parte da luz é 

emitida por uma camada de substâncias fluorescentes, excitadas pela radiação ultravioleta da descarga. 

 
 

III

.  Lâmpada halógena  –  lâmpada incandescente a gás com filamento de tungstênio, que contém certa proporção de 

halogênios ou de halogênios compostos. 

 
 

IV

.  Queda catódica – passagem de corrente através de um gás, reduzindo a tensão de ignição da fonte de luz. 

 

Está correto o que se afirma APENAS em 

 

(A) 

I

(B) 

I

 e 

II

.  

(C) 

II

 e 

III

(D) 

II

III

 e 

IV

(E) 

IV

 
 
42.  Analisando um projeto de iluminação, verifica-se que o projetista optou por lâmpadas de 60W, com fluxo luminoso de 864 

lumens e temperatura de cor em torno de 2800 K.  

 

É correto afirmar que 

 

(A) foram 

utilizadas 

lâmpadas fluorescentes compactas. 

 
(B) a 

relação lumens por watt, indica que foram utilizadas lâmpadas econômicas e de alto rendimento. 

 
(C)  muito embora não possa ser considerada fisicamente, a temperatura de cor adotada descreve uma fonte de luz azulada, 

visualmente “fria”. 

 
(D) foram 

utilizadas 

lâmpadas incandescentes. 

 
(E) foram 

utilizadas 

lâmpadas de vapor metálico. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

12 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

43.  Analise as seguintes definições de fundações: 
 
 

I

.  Sapata associada – fundação profunda com sapata comum a vários pilares, cujos centros, em planta, não estejam 

situados em um mesmo alinhamento. 

 
 

II

.  Radier – fundação direta comum a vários pilares, cujos centros, em planta, estejam situados no mesmo alinhamento. 

 
 

III

.  Estaca tipo Franki – fundação direta com a estaca cravada por percussão, caracterizada por ter a base alargada. 

 
 

IV

.  Estaca-broca – fundação profunda executada em perfuração do terreno com trado e posteriormente concretada. 

 

Está correto o que se afirma APENAS em 

 

(A) 

I

 e 

II

 
(B) 

I

 
(C) 

II

 e 

III

 
(D) 

II

III

 e 

IV

 
(E) 

IV

 
 
44.  O projeto acústico para edifícios semelhantes e com uso similar deve sempre obedecer a um roteiro, onde podem ser 

destacados os seguintes objetivos: 

 
 

I

.  Estabelecimento do ruído médio admissível. 

 
 

II

. Cálculo do índice de amplificação e resposta.  

 
 

III

. Cálculo do índice de redução acústica. 

 
 

IV

. Cálculo dos tempos de reverberação. 

 

Está correto o que se afirma em 

 

(A) 

I

II

 e 

III

 
(B) 

I

III

 e 

IV

 
(C) 

I

 

IV

 
(D) 

II

III

 e 

IV

 
(E) 

II

 e 

IV

 
 
45.  Os revestimentos murais dos ambientes, de um modo geral, são influenciadores da acústica interior, podendo ser classificados 

em três categorias: 

 
 

I

.  Muito refletores; os coeficientes médios de absorção, em Sabine metro, são da ordem de 1/100 (0,01). 

 
 

II

.  Ligeiramente absorventes; os coeficientes médios de absorção, em Sabine metro, são superiores a 5/10 (0,5), entre 128 e 

4086 Hz. 

 
 

III

.  Muito absorventes; os coeficientes médios de absorção, em Sabine metro, são superiores a 1/10 (0,1). 

 

Está correto o que se afirma em 

 

(A) 

I

, apenas. 

 
(B) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(C) 

I

 e 

III

, apenas. 

 
(D) 

II

, apenas. 

 
(E) 

I

II

 e 

III

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

13 

46.  Observe o gráfico. 
 
 

0

10

20

30

40

50

60

70

0

2

4

6

8

10

12

14

16

18

20

22

24

26

28

30

B

D

C

A

Volume do ambiente m /pessoa

3

Va

z

ã

o

 r

e

q

uer

ida m

/h po

r pe

ssoa

3

A - Vazão para provisão de oxigênio.
B - Vazão para evitar concentração de CO  além de 0,6%.

2

C - Vazão para dissipação dos odores corporais de adultos em atividade sedentária.
D - Curva C, acrescida de 50% para o caso de adultos em atividade física moderada.

 

 
 
Analisando o gráfico e as suas relações, podemos constatar que o mesmo trata de 

 

(A)  taxas para dimensionamento de pressão máxima de exaustão. 
 
(B)  taxas de reposição de umidade relativa. 
 
(C)  taxas para exaustão mecânica. 
 
(D)  taxas de ventilação recomendadas. 
 
(E)  taxas para dimensionamento de sistemas de umidificação do ar interno. 

 
 
47.  O ganho de calor solar de uma edificação, como variável climática, deve ser medido. Algumas fórmulas permitem que a 

intensidade de radiação solar incidente sobre as superfícies possa ser calculada, sendo função: 

 
 

I

. Da 

data. 

 

II

. Da 

nebulosidade. 

 

III

. Da 

poluição do ar. 

 

IV

. Da 

orientação do plano de incidência. 

 

Está correto o que se afirma em 

 

(A) 

I

II

III

 e 

IV

 
(B) 

I

 e 

IV

, apenas. 

 
(C) 

II

III

 e 

IV

, apenas. 

 
(D) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(E) 

IV

, apenas. 

 
 
48.  A norma regulamentadora n

o

 17, do Ministério do Trabalho, determina que os assentos utilizados nos postos de trabalho devem 

atender aos seguintes requisitos mínimos de conforto: 

 

(A) máxima conformação na base do assento. 
 
(B) inclinação do assento ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida. 
 
(C)  borda frontal arredondada. 
 
(D)  encosto internamente com forma levemente convexa, adaptada ao corpo para proteção da região lombar. 
 
(E) braços reguláveis entre 41 e 52 cm de altura. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

14 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

49.  Nos locais de trabalho onde são executadas atividades que exijam solicitação intelectual e atenção constantes, tais como: salas 

de controle, laboratórios, escritórios, salas de desenvolvimento ou análise de projetos, dentre outros, recomenda-se que o índice 
de temperatura efetiva esteja 

 

(A) entre 

23

o

C (vinte e três) e 26

o

C (vinte e seis) graus centígrados. 

 
(B) entre 

20

o

C (vinte) e 23

o

C (vinte e três) graus centígrados. 

 
(C) entre 

21

o

C (vinte e um) e 23

o

C (vinte e três) graus centígrados. 

 
(D) entre 

20

o

C (vinte) e 26

o

C (vinte e seis) graus centígrados. 

 
(E) entre 

21

o

C (vinte e um) e 26

o

C (vinte e seis) graus centígrados. 

 

 
50.  Para tornar um edifício público acessível segundo a NBR 9050, norma brasileira que trata da “Acessibilidade a edificações, 

mobiliário, espaços e equipamentos urbanos”, o máximo de desnível aceitável entre dois pisos para que não seja necessário 
tratamento especial é de 

 

(A) 1 

cm 

 
(B) 1,5 

cm 

 
(C) 2 

cm 

 
(D) 2,5 

cm 

 
(E) 5 

mm 

 

 
51.  Segundo a NBR 9050, quando mesas ou superfícies para refeições ou trabalho são previstas em espaços acessíveis, a 

quantidade acessível para P.C.R., “pessoa em cadeira de rodas”, é de: 

 

(A)  pelo menos 10%, com no mínimo uma do total. 
 
(B)  pelo menos 5%, com no mínimo uma do total. 
 
(C)  pelo menos 3%, com no mínimo uma do total. 
 
(D)  pelo menos 2%, com no mínimo uma do total. 
 
(E)  pelo menos 1%, com no mínimo uma do total. 

 

 
52. Será obrigatório ao trabalhador a utilização de cinturão de segurança, em toda atividade executada em altura igual ou superior a 
 

(A) 1,00 

 
(B) 1,50 

 
(C) 1,70 

 
(D) 1,90 

 
(E) 2,00 

m 

 

 
53. O 

método da linha reta é utilizado pelos peritos em avaliação de imóveis urbanos para 

 

(A)  calcular a depreciação física e funcional das construções. 
 
(B)  determinar o custo de reposição. 
 
(C)  determinar o fator de frente. 
 
(D)  calcular a profundidade equivalente. 
 
(E) correção da elasticidade da informação pelo fator de fonte. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

15 

54.  Considere as atividades básicas abaixo. 
 

 

I

. Vistoria. 

 

II

. Metodologia. 

 

III

.  Pesquisa de Valores. 

 

IV

. Julgamento. 

 

A perícia e avaliação de imóveis pressupõem as atividades indicadas APENAS em 

 

(A) 

II

III

 e 

IV

 
(B) 

I

II

 e 

III

 
(C) 

I

III

 e 

IV

 
(D) 

III

 e 

IV

 
(E) 

I

 e 

II

 
 
55.  Um planejamento gerencial eficiente utilizado como sistema de qualidade, fiscalização e controle de obras deve 
 

(A) ser 

uma 

projeção do passado, pois o desempenho anterior é garantia das implicações futuras. 

 
(B) ser 

determinístico, prescritivo e reducionista. 

 
(C)  ser uma técnica de previsão e predição. 
 
(D) visualizar 

as 

implicações futuras provenientes das decisões presentes. 

 
(E) ser 

imutável e estático. 

 

 
56.  Analise as plantas do projeto de arquitetura de dois subsolos de um edifício de escritórios.  
 
 

M

M

9

10

M

M

M

11

12

13

De

De

2

3

i =

 2

0%

C = 14.00 m

Planta do 2  Subsolo

o

De

1

M

M

M

M

1

2

3

4

P

1

Planta do 3  Subsolo

o

i =

 2

0%

C = 14.00 m

 

 
 

Com base nas informações contidas nesses desenhos técnicos, a diferença, medida em metros, entre os pisos dos dois níveis 
de estacionamento é de 
 
(A) 3,00 
 
(B) 3,20 
 
(C) 2,90 
 
(D) 2,80 
 
(E) 2,50 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

16 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

57.  Observe, abaixo, a planta e o corte da escada de um edifício de vários pavimentos.  
 
 

9

8

7

6

5

4

3

2

1

20

10

11

12

13

14

15

16

17

18

8

7

6

5

4

3

2

1

20

11

12

13

14

15

16

17

18

 

 
 

Aplicando-se a conhecida fórmula de Blondel com as informações contidas nos desenhos, o resultado da equação, em 
centímetros, é: 
 

(A) 62 
 

 

(B) 62,5 
 

 

(C) 63 
 

 

(D) 72,5 
 

 

(E) 72 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

17 

58.  Textos nunca foram o forte do Autocad. Entretanto, as últimas versões do programa vêm melhorando substancialmente suas 

ferramentas de edição de textos. A partir do Autocad 2000, considere os seguintes recursos: 

 

 

I

.  O Autocad possui um corretor ortográfico de um processador de textos, mas ainda não é possível escolher um dicionário 

principal particular ou criar um dicionário personalizado como nos melhores programas de editoração. 

 
 

II

.  O Autocad permite a utilização de letras TrueType e a importação de arquivos de texto em formato ASCII e em formato 

Rich Text (RTF). 

 
 

III

.  Quando se cria uma imagem especular de um grupo de objetos que contém algum texto, normalmente o texto espelhado 

aparece ao contrário, mas é possível escolher uma definição no Autocad para que isso não aconteça. 

 
 

IV

.  É possível ajustar o alinhamento dos textos como se queira, mas o espaçamento das linhas deve ficar submetido ao 

padrão do Autocad que é 1 vez a altura do texto 

 

Está correto o que se afirma APENAS em 

 

(A) 

II

 e 

IV

(B) 

I

II

 e 

III

(C) 

II

 e 

III

(D) 

I

 e 

III

(E) 

I

 e 

IV

 
 
59.  Arquivos de referência externa ou simplesmente Xref  são recursos do Autocad cada vez mais utilizados, sobretudo em 

ambientes de grupo de trabalho, onde várias pessoas trabalham no mesmo projeto. A respeito das opções que são encontradas 
na caixa de diálogo principal de External Reference, é correto o que: 

 

(A)  Overlay faz com que o Autocad inclua outros arquivos conectados também como Xref que estejam aninhados no arquivo 

selecionado. 

 
(B)  Attachment converte um arquivo Xref em bloco e mantém os elementos nomeados do Xref (camadas, tipos de linha etc.) 
 
(C)  Overlay faz com que o Autocad ignore outros arquivos conectados também como Xref que estejam aninhados no arquivo 

selecionado. 

 
(D)  Attachment converte um arquivo Xref em bloco criando novas camadas no arquivo corrente com o prefixo do nome do 

arquivo Xref

 
(E)  Overlay e Attachament informam se o Autocad armazena a informação de percurso ao Xref no banco de dados dos 

arquivos correntes, ou se a descarta. 

 
 
60.  O Dimensionamento Associativo é ferramenta poderosa dos softwares profissionais de desenho.  
 

 

Considere as seguintes possibilidades de se criar e editar dimensões ou cotas no Autocad 2000: 

 

 

I

. Com 

um 

único comando, é possível editar mais de um texto de dimensão ao mesmo tempo. 

 
 

II

.  Com o comando Trim  é possível cortar cotas com linhas que intersectam a Linha de Dimensão, mas com o comando 

Extend não é possível estender cotas até linhas externa aos seus pontos de definição. 

 
 

III

. Cotar 

no 

Paper Space exige ajuste de escala do dimensionamento à escala da janela de visualização a partir da qual se 

está desenhando. 

 
 

IV

.  Textos de dimensão são escritos paralelos às linhas de dimensão. Para girá-los em novos ângulos é necessário explodir 

as cotas, perdendo a característica associativa. 

 

Está correto o que se afirma APENAS EM 

 

(A) 

II

 e 

IV

(B) 

II

 e 

III

(C) 

I

II

 e 

IV

(D) 

I

III

 e 

IV

(E) 

I

 e 

III

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

18 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

 

 

PROVA DISSERTATIVA DE ESTUDO DE CASO 

 

 

Em seu livro Oscar Niemeyerminha arquitetura 

 1937-2005, Niemeyer manifesta a importância do texto em seu processo criativo: 

 

Meu trabalho é procurar a solução arquitetôncia. E, quando ela aparece e a desenho, começo a redigir um texto explicativo. 

E, se, ao lê-lo, os argumentos parecem frágeis, volto à prancheta: é a minha prova dos nove. 

 

 

Para responder a questão a seguir, observe a casa do arquiteto Niemeyer, no Rio de Janeiro (1953). 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

andar principal

andar inferior

 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trf-5-regiao-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRF5R-Anal. Jud-Arquitetura-10 

19 

 

 

QUESTÃO 
 
a. Identifique 

três princípios organizadores da  forma espacial da casa do arquiteto Niemeyer. 

b. 

Descreva estes princípios identificados. 

c. Analise-os. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo 10, Tipo 001

www.pciconcursos.com.br