Prova Concurso - Arquitetura - 2008-TRT-18-REGIAO-GO-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA - FCC - TRT - 2008

Prova - Arquitetura - 2008-TRT-18-REGIAO-GO-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA - FCC - TRT - 2008

Detalhes

Profissão: Arquitetura
Cargo: 2008-TRT-18-REGIAO-GO-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA
Órgão: TRT
Banca: FCC
Ano: 2008
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ARQUITETOEBSERH2018
ESPECIALISTA-PORTUARIO-ARQUITETURAEMAP2018
ARQUITETOPREFEITURA2018

Gabarito

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-gabarito.pdf-html.html

M10 - tipo 1    

001 - C   010 - A   019 - D   028 - E   037 - B   046 - A 
002 - E   011 - C   020 - A   029 - A   038 - A   047 - D 
003 - C   012 - D   021 - B   030 - C   039 - D   048 - E 
004 - B   013 - A   022 - C   031 - D   040 - B   049 - C 
005 - A   014 - B   023 - D   032 - A   041 - A   050 - A 
006 - E   015 - E   024 - D   033 - E   042 - C 
007 - D   016 - B   025 - B   034 - B   043 - E 
008 - B   017 - E   026 - B   035 - C   044 - C 

009 - D   018 - C   027 - E   036 - D   045 - E 
 
 
 
 

Prova

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

I N S T R U Ç Õ E S

Português

Conhecimentos Específicos

P R O V A

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS

Outubro/2008

A

C D E

-

Verifique se este caderno:

- corresponde a sua opção de cargo.

- contém 50 questões, numeradas de 1 a 50.

Caso contrário, reclame ao fiscal da sala um outro caderno.

Não serão aceitas reclamações posteriores.

-

Para cada questão existe apenas UMA resposta certa.

-

Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e escolher a resposta certa.

-

Essa resposta deve ser marcada na FOLHA DE RESPOSTAS que você recebeu.

VOCÊ DEVE:

-

procurar, na FOLHA DE RESPOSTAS, o número da questão que você está respondendo.

-

verificar no caderno de prova qual a letra (A,B,C,D,E) da resposta que você escolheu.

-

marcar essa letra na FOLHA DE RESPOSTAS, conforme o exemplo:

-

Marque as respostas primeiro a lápis e depois cubra com caneta esferográfica de tinta preta.

-

Marque apenas uma letra para cada questão, mais de uma letra assinalada implicará anulação dessa questão.

-

Responda a todas as questões.

-

Não será permitida qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquina calculadora.

-

Você terá 3 horas para responder a todas as questões e preencher a Folha de Respostas.

-

Devolva este caderno de prova ao aplicador, juntamente com sua Folha de Respostas.

-

Proibida a divulgação ou impressão parcial ou total da presente prova. Direitos Reservados.

ATENÇÃO

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18 REGIÃO

a

Concurso Público para provimento de cargos de

Analista Judiciário - Área Apoio Especializado

Especialidade Arquitetura

____________________________________________________
 Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001
 0000000000000000

 00001−0001−001

Nº de Inscrição
        MODELO

  

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Português

3

 

 

PORTUGUÊS 

 

Atenção: 

As questões de números 1 a 10 referem-se ao texto 
que segue. 

 

A ética como pressuposto do direito 

 

O filósofo Emanuel Kant mostrou que nenhum Estado 

de direito poderá subsistir se não houver, por parte dos 

cidadãos, uma ampla adesão a esse sistema, e não uma mera 

obediência, obtida por coerção governamental. Tem sentido 

análogo ao dessa consideração de Kant a seguinte passagem 

de Rousseau: “Colocar a lei acima do homem é um problema, 

para a política, que comparo ao da quadratura do círculo, para a 

geometria. Resolvei bem esse problema e o governo fundado 

sobre essa solução será bom e sem abuso. Mas até lá, onde 

acreditarem fazer reinar as leis, serão os homens que reinarão.” 

É preciso, pois, desenvolver o ethos da nação, e 

para isso é preciso também criar os cidadãos, pois estes só se 

tornam efetivamente cidadãos quando têm seus direitos 

respeitados, e quando, em contrapartida, observam seus 

deveres. Parafraseando Erasmo, o homem não nasce cidadão, 

torna-se tal por meio da educação. O cidadão só é despertado 

para a necessidade de seu comportamento ético quando 

percebe que está na ética uma garantia para um pleno convívio 

social. Ele precisa valorizar essa convivência, perceber que ela 

é essencial para a sua vida. Caso não dê crédito às normas 

éticas, acabará por se amparar nas leis da natureza, que lhe 

parecerão mais vantajosas. 

O comportamento ético se define pela universa-

lização dos valores que o norteiam. É a situação em que o 

indivíduo, antes de agir, pergunta se o mérito de sua ação vai 

ao encontro do que os outros homens valorizam, assim como 

ele espera que as ações dos outros encontrem nele plena 

aprovação. É assim, retomando a observação de Kant, que se 

manifesta a adesão voluntária e participativa do cidadão ao 

sistema que rege uma sociedade. 

 

(http://faac.unesp.br/pesquisa/tolerancia/texto_etica_rouanet.htm

adaptado) 

 
 
1. 

De acordo com Kant, a subsistência de um Estado de 
direito depende de que 

 

(A)  uma parte dos cidadãos se disponha à submissão 

devida às leis. 

 
(B)  o sistema constitucional se imponha à maioria dos 

cidadãos. 

 
(C)  a legislação em que se sustenta obtenha o apoio 

dos cidadãos. 

 
(D)  o poder governamental saiba ser coercitivo em nome 

da lei. 

 
(E)  a obediência dos cidadãos seja o objetivo de quem 

legisla. 

2. 

Resolvei bem esse problema e o governo fundado sobre 
essa solução será bom e sem abuso.
  

 
Com essa frase, no contexto do trecho de sua autoria, 
Rousseau está afirmando que 

 
(A)  é tão difícil legislar de forma legítima quanto obter a 

quadratura do círculo. 

 
(B)  a resolução do referido problema da geometria leva 

à forma justa de governar. 

 
(C)  um governo que pretenda ser abusivo terá como 

desafio efetuar a quadratura do círculo. 

 
(D)  os mais árduos problemas da geometria guardam 

íntima relação com o sistema de poder. 

 
(E)  a quadratura do círculo tem dificuldade análoga à de 

governar impondo a lei aos homens. 

_________________________________________________________ 

 

3. 

Atente para as seguintes afirmações: 

 

 

I

.  Um cidadão só respeita a lei quando ela atende 

plenamente aos seus interesses pessoais. 

 

 

II

. Os

 

cidadãos acatam as leis quando sabem que elas 

existem para assegurar a convivência entre eles. 

 

 

III

.  A universalização da ética ocorre quando um 

cidadão se pergunta se o valor de sua ação tem o 
respaldo dos demais cidadãos. 

 
Em relação ao texto, está correto o que se afirma em 

 
(A) 

I

II

 e 

III

(B) 

I

 e 

II

, somente. 

(C) 

II

 e 

III

, somente. 

(D) 

I

 e 

III

, somente. 

(E) 

III

, somente. 

_________________________________________________________ 

 

4.  Considerando-se o contexto, há franca oposição de 

sentido entre as seguintes expressões: 

 
(A)  ampla adesão e adesão voluntária
(B)  normas éticas e leis da natureza
(C)  desenvolver o ethos da nação e criar os cidadãos
(D)  universalização dos valores e comportamento ético
(E)  direitos respeitados e seus deveres

_________________________________________________________ 

 

5. 

No contexto em que está inserido, o termo sublinhado no 
segmento 

 
(A)  ampla adesão a esse sistema (1

o

 parágrafo) refere-

se a Estado de direito

 
(B)  que comparo ao da quadratura do círculo (1

o

 

parágrafo) refere-se a do homem

 
(C)  torna-se tal por meio da educação (2

o

 parágrafo) 

refere-se a homem

 
(D)  ela é essencial para a sua vida (2

o

 parágrafo) refere-

se a necessidade

 
(E)  que rege uma sociedade (3

o

 parágrafo) refere-se a 

adesão voluntária

_________________________________________________________ 

 

6. 

Está plenamente adequada a concordância verbal na frase: 

 

(A)  Caso se coloque as leis acima do homem, este 

reagirá passando a seguir os ditames da natureza. 

 

(B)  Não cabem aos princípios éticos determinar-se por 

si mesmos, pois quem os legitima é a necessidade 
humana. 

 

(C)  Pretendem-se reconhecer nas escolhas éticas a uni-

versalização alcançada pelo respeito a princípios 
comuns. 

 

(D)  A obediência às leis do instinto e da natureza costu-

mam constituir a alternativa para quem descrê das 
leis humanas.  

 
(E)  Não se impute aos homens que desobedecem as 

leis impostas o qualificativo de rebeldes, ou o de 
irresponsáveis. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Português

3

 

7. 

NÃO admite transposição para a voz passiva o seguinte 
segmento: 

 

(A)  Resolvei bem esse problema (...) 

 
(B)  É preciso, pois, desenvolver o ethos da nação (...) 

 
(C)  Ele precisa valorizar essa convivência (...) 

 
(D) (...) está na ética uma garantia para um pleno 

convívio social

 
(E) (...) 

que as ações dos outros encontrem nele plena 

aprovação

_________________________________________________________ 

 

8. 

Está clara, coerente e correta a redação da seguinte frase: 

 

(A)  Na paráfrase de Erasmo, antes de nascer cidadão, 

os homens precisam de se converter como tal 
através da educação. 

 
(B)  Kant defendeu a idéia de que, sem a adesão e a 

participação dos cidadãos, não há Estado de direito 
que se mantenha como tal. 

 
(C)  O pressuposto de que haja o ethos da nação se 

deve à criatividade que, quanto a isso, competem 
aos homens estabelecer. 

 
(D)  Quem haverá de obedecer leis humanas, em vez 

das naturais, se estas lhes parecerem inteiramente 
impostas? 

 
(E)  Quem não se interroga o valor do ato que lhe é 

próprio não sabe qualificá-lo igualmente em relação 
ao outro. 

_________________________________________________________ 

 

9. É 

preciso 

corrigir a pontuação da seguinte frase: 

 

(A)  Assim como Kant, também Rousseau cria não ser 

possível, num Estado de direito, colocar as leis 
acima dos cidadãos. 

 
(B)  As normas éticas, para serem universalizadas, 

dependem de que cada homem as identifique como 
princípios que vale a pena respeitar. 

 
(C)  Erasmo, ao considerar a questão da cidadania, 

vinculou-a a uma condição: os homens, para se 
tornarem cidadãos, devem ser educados. 

 
(D)  Caso não se convençam os homens, da vantagem 

do comportamento ético, é possível que busquem 
sua orientação, nas leis naturais. 

 
(E)  É uma máxima do convívio social: ao desfrute de um 

direito deve corresponder, invariavelmente, o 
cumprimento de um dever. 

_________________________________________________________ 

 

10.  É preciso, pois, desenvolver o ethos da nação, e para isso 

é preciso também criar os cidadãos (...) 

 

A afirmação acima encontra equivalência de sentido nesta 
outra redação, igualmente correta: 

 

(A)  É preciso que sejam criados os cidadãos, quando se 

faz necessário desenvolver o ethos da nação. 

 
(B)  Por conseguinte, para que seja desenvolvido o ethos 

da nação, ele torna imprescindível a criação dos 
cidadãos. 

 
(C)  Tendo em vista a criação de cidadãos, será 

necessário o desenvolvimento do ethos da nação. 

 
(D)  É onde se deseja desenvolver o ethos da nação que 

se torna preciso criar os cidadãos. 

 
(E)  Desde que se desenvolva o ethos da nação, tam-

bém assim se desenvolverá a criação dos cidadãos. 

Atenção: 

As questões de números 11 a 20 referem-se ao 
texto que segue. 

 

A sociedade democrática 

 

Que significam as eleições? Muito mais do que a 

mera rotatividade de governos ou alternância no poder. 

Simbolizam o essencial da democracia: que o poder não se 

identifica com os ocupantes do governo, não lhes pertence, mas 

é sempre um lugar disponível, que os cidadãos, periodicamente, 

preenchem com um representante, podendo revogar seu man-

dato se não cumprir o que lhe foi delegado para representar. 

As idéias de situação e oposição, maioria e minoria, 

cujas vontades devem ser respeitadas e garantidas pela lei, vão 

muito além dessa aparência. Significam que a sociedade não é 

uma comunidade una e indivisa, voltada para o bem comum 

obtido por consenso, mas, ao contrário, que está internamente 

dividida e que as divisões são legítimas e devem expressar-se 

publicamente. A democracia é a única forma política que 

considera o conflito legítimo e legal, permitindo que seja 

trabalhado politicamente pela própria sociedade. 

As idéias de igualdade e liberdade como direitos civis 

dos cidadãos vão muito além de sua regulamentação jurídica 

formal. Significam que os cidadãos são sujeitos de direitos e 

que, onde tais direitos não existam nem estejam garantidos, 

tem-se o direito de lutar por eles e exigi-los. É esse o cerne da 

democracia. 
 

(Marilena Chauí, Convite à Filosofia

 
 
11.  Numa sociedade efetivamente democrática, as eleições 

significam que 

 

(A)  a rotatividade ou a alternância no poder executivo 

são condições de todo dispensáveis. 

 
(B)  os governantes devem submeter periodicamente seu 

mandato ao aval dos eleitores que os escolheram. 

 
(C)  o lugar do poder é transitoriamente ocupado por um 

representante escolhido pelos  cidadãos. 

 
(D)  a escolha de um representante não depende, neces-

sariamente, da vontade da maioria dos cidadãos. 

 
(E)  o poder governamental pertence ao ocupante de um 

cargo eletivo apenas durante a vigência de seu 
mandato. 

_________________________________________________________ 

 

12.  Deve-se depreender, da leitura do primeiro parágrafo do 

texto, que, numa democracia, 

 

(A)  a delegação de poder é soberana e, por isso 

mesmo, incondicional. 

 
(B)  a periodicidade das eleições depende de dispo-

sitivos governamentais. 

 
(C)  o essencial está em confiar o poder a quem se 

identifique com o mando. 

 
(D)  a revogação de um mandato significa a retirada de 

uma delegação.  

 
(E)  a representatividade de um governante se deve à 

alternância no poder.  

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Português

3

 

13.  Atente para as seguintes afirmações: 
 

 

I

. A existência de situação e oposição numa 

sociedade é um fator necessário e suficiente para 
qualificá-la como democrática.  

 

 

II

.  O objetivo maior de um sistema democrático está 

em produzir uma sociedade igualitária e homo-
gênea, imune às divisões internas. 

 

 

III

.  

As tensões sociais, expressas publicamente num 
regime democrático, são inerentes à prática da 
verdadeira democracia. 

 

Em relação ao texto, está correto SOMENTE o que se 
afirma em 

 

(A) 

III

(B) 

II

 e 

III

(C) 

I

(D) 

II

(E) 

I

 e 

II

_________________________________________________________ 

 

14.  Considerando-se o contexto, traduz-se corretamente o 

sentido de um segmento do texto em: 

 

(A)  a mera rotatividade de governos 

=

 a vulgar 

alternativa de mando. 

 
(B)  comunidade una e indivisa 

=

 grupo social coeso e 

indecomponível. 

 
(C)  considera o conflito legítimo e legal 

=

 arbitra o 

dilema como justo e bem constituído. 

 
(D)  regulamentação jurídica formal 

=

 incorporação legal 

e literal. 

 
(E)  são sujeitos de direitos 

=

 são cidadãos que 

observam a lei. 

_________________________________________________________ 

 

15.  O dinamismo próprio de uma democracia revela-se, 

sobretudo, quando  

 

(A)  a maioria dos cidadãos faz representar-se como 

comunidade orgânica. 

 
(B)  se formaliza juridicamente o direito à liberdade e à 

igualdade. 

 
(C)  se batalha pelo consenso de idéias entre os 

detentores de direitos. 

 
(D)  a minoria submete à aprovação da maioria a 

legitimidade de seus direitos. 

 
(E)  ocorre a luta dos cidadãos para que seus direitos 

sejam garantidos. 

_________________________________________________________ 

 

16.  Igualdade e liberdade são conceitos que 
 

(A)  definem, por si mesmos, a essência de um sistema 

democrático. 

 
(B)  devem ser tomados para além do que aparente-

mente significam. 

 
(C)  descrevem o caráter estático de uma verdadeira 

democracia. 

 
(D)  estabelecem entre si uma relação dinâmica de 

causa e efeito. 

 
(E)  indicam a superação das contradições de uma 

democracia. 

17.  O verbo indicado entre parênteses deverá adotar uma 

forma do plural para preencher corretamente a lacuna da 
frase:  

 

(A)  É preciso que se ...... (conferir) às eleições muito 

mais que uma importância circunstancial. 

 
(B)  O justo enfrentamento de todas as situações de 

conflitos sociais ...... (constituir) uma das 
características da democracia.  

 
(C)  As divergências que ...... (costumar) haver numa 

sociedade dividida alcançam expressão política 
numa democracia. 

 
(D)  Não se ...... (atribuir) às manifestações eleitorais o 

sentido maior de um sistema democrático.  

 
(E)  Não ...... (dever) satisfazer a um cidadão, numa 

democracia, apenas os direitos que lhe cabem como 
eleitor. 

_________________________________________________________ 

 

18.  Estão corretos o emprego e a flexão das formas verbais 

na frase: 

 

(A)  Quem se desavir com a democracia haverá, mais 

cedo ou mais tarde, de pagar o preço caro da tirania. 

 
(B)  O que mais nos apraz numa democracia é a 

confiança de que ela nos imbue para lutar por 
nossos direitos.  

 
(C)  É preciso que os consensos que advierem da prática 

democrática não arrefeçam o esforço de aprimo-
ramento do processo político.  

 
(D)  A democracia nos provém de meios para lutarmos 

não apenas por nossos direitos, mas pelos dos 
indivíduos que o sistema não previlegia. 

 
(E)  Se os ganhos da luta democrática não contem-

plarem e satisfazerem a todos os cidadãos, estará 
sendo alcançada uma vitória apenas parcial. 

_________________________________________________________ 

 

19. É 

preciso 

corrigir a redação da frase: 

 

(A)  Prefiram-se as falhas da democracia às supostas 

vantagens de qualquer outro regime político. 

 
(B)  Os ideais por que lutam os cidadãos costumam ser 

mais claros do que as razões por que se abstêm de 
lutar. 

 
(C)  A estagnação social e o conformismo do povo cons-

tituem entraves ao processo de amadurecimento da 
vida política. 

 
(D)  Sempre haverá os que imaginam a democracia 

sendo um regime pelo qual só contam os votos da 
maioria. 

 
(E)  Os conflitos sociais são penosos, mas não deixam 

ficar na sombra as injustiças e as desigualdades.  

_________________________________________________________ 

 

20.  As eleições são importantes, mas não se empreste às 

eleições um valor absoluto, ainda que muitos ainda vejam 
as eleições como finalidade última do processo 
democrático, sem falar nos que consideram as eleições 
uma aborrecida obrigação. 

 

Evitam-se as viciosas repetições do texto acima substi-
tuindo-se os elementos sublinhados, respectivamente, por: 

 

(A)  se lhes empreste 

-  as vejam 

-  as consideram 

 
(B)  se as empresta 

-  as vejam 

-  lhes consideram 

 
(C)  se empreste-lhes 

-  vejam-nas  -  lhes consideram 

 
(D)  se empreste a elas  -  lhes vejam  -  as consideram 

 
(E)  se lhes empreste 

-  vejam-lhes  -  consideram elas 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

 

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

 

21.  O edifício do Ministério da Educação e Saúde (1937/43 – Rio de Janeiro) é o símbolo mais impactante da arquitetura moderna 

no Brasil e a primeira aplicação, em escala monumental, das idéias de Le Corbusier. 

 

 

1

2

3

4

5

6

7

8

Terceiro andar

Primeiro andar (auditório)

Térreo

1 - Recepção funcionários

5 - Entrada do Ministro

2 - Entrada de serviço

6 - Exposições

3 - Recepção 

7 - Auditório

4 - Saguão

8 - Escritórios

 

 

Passagem no térreo sob pilotis

 

 

Visão da torre de escritórios

 

 

Terraço da cobertura

Andar-tipo

Corte

8

 

 

Considere as afirmações sobre o edifício: 

 

 

I

.  A rigorosa disciplina plástica aplicada a cada componente e a concisão dos meios formais utilizados é exemplo da 

subordinação da composição ao detalhe. 

 

 

II

.  O bloco de 14 andares se levanta no meio do terreno, sobre pilotis de 10 m de altura, tendo como base, em uma das 

extremidades, uma ala baixa, transversal, ocupada, de um lado, por um auditório e, de outro, por um salão de exposição de arte. 

 

 

III

.  Fugindo da habitual aglomeração de prédios maciços, alinhados à calçada, o terreno em volta do edifício oferece uma 

ampla margem de espaço livre, utilizado com o objetivo racional e prático de banhar o edifício de luz, de ar e de sol, o que 
proporciona um ambiente adequado à monumentalidade do projeto. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

I

II

 e 

III

(B) 

II

 e 

III

, apenas. 

(C) 

I

 e 

III

, apenas. 

(D) 

III

, apenas. 

(E) 

I

 e 

II

, apenas. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

22.  O Pavilhão Brasileiro da Feira de Nova York (Lúcio Costa e Oscar Niemayer, 1939), atraiu a atenção mundial sobre a obra dos 

arquitetos brasileiros que, naquela época, tinham poucas obras completas para mostrar. 

 

Visão geral do Pavilhão - fachada principal

 

 

Fachadas

 

 

Andar superior

5

13

12

12

2

Andar inferior

1

3

4

5

6

7

5

8

8

9

10

11

Plantas

   1 - Restaurante

0

   2 - Salão de baile

0

   3 - Copa/Cozinha

0

   4 - Café

0

   5 - Exposições

0

   6 - Informações

0

   7 - Aviário

0

   8 - Depósito

0

   9 - Aquário

0

  

 - Orquidário

10

  

 - Cobras/Serpentário

11

  

 - Escritório

12

  

- Auditório

13 

 

 
No que concerne ao edifício, considere: 

 

 

I

.  Com suas linhas leves e graciosas, unindo o exterior e o interior em volumes inesperados e criando uma riqueza de 

perspectivas em todos os níveis, este pavilhão se destacou inesperadamente, em meio à confusão indiscriminada de estilos. 

 

 

II

.  O térreo livre libera a topografia original do terreno, reforçando o impacto do bloco superior de exposições apoiado sobre pilotis. 

 

 

III

.  Foi uma construção temporária e, apesar do emprego de uma estrutura rígida, a construção tinha extraordinária flexi-

bilidade. 

 
É correto o que consta em 

 
(A) 

II

 e 

III

, apenas. 

(B) 

I

 e 

II

, apenas. 

(C) 

I

 e 

III

, apenas. 

(D) 

I

, apenas. 

(E) 

I

II

 e 

III

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

23.  Os conceitos fundamentais e as principais características da arquitetura brasileira, desde a metade do século 

XX

, decorrentes 

das condições históricas vigentes no país na época, são 

 
 

I

.  predominância da arquitetura urbana; 

 
 

II

.  importância fundamental dos edifícios públicos; 

 
 

III

.  conflitos e tentativas de conciliação entre o apelo revolucionário e o apego à tradição, e, de outro lado, a sedução por tudo 

que é estrangeiro e o orgulho nacional. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

III

, apenas. 

 
(B) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
(C) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(D) 

I

II

 e 

III

 
(E) 

I

, apenas. 

 
 
24.  Os mecanismos de trocas de térmicas secas são 
 

(A)  convecção, radiação e evaporação. 
 
(B)  convecção, precipitação e condução. 
 
(C)  vaporização, radiação e condução. 
 
(D)  convecção, radiação e condução. 
 
(E)  condensação, radiação e evaporação. 

 
 
25.  Quanto à conveniência de ventilação em clima quente e seco, as aberturas devem ser 
 

(A)  de tamanho grande. 
 
(B)  de tamanho pequeno. 
 
(C)  muito ventiladas e envidraçadas. 
 
(D)  colocadas na parte inferior das paredes dos ambientes. 
 
(E)  colocadas na parte superior das paredes dos ambientes. 

 
 
26. O 

brise-soleil  (quebra-sol), idealizado por Le Corbusier no projeto de urbanização de Argel (1930-1934), teve a sua aplicação 

prática e definição final feita pelos arquitetos brasileiros, que, com estudos do movimento do sol nas várias estações e nas 
diversas latitudes, estabeleceram regras conforme a orientação das fachadas. A respeito do brise-soleil, quando utilizados no 
território brasileiro, analise: 

 
 

I

.  é desnecessário na face norte. 

 
 

II

.  é útil principalmente no verão, quando o sol está relativamente baixo no horizonte, penetrando profundamente nas 

dependências. 

 
 

III

.  no verão, a lógica impõe o uso de brises horizontais na face norte e verticais na face oeste. 

 
É correto o que consta em 
 

(A) 

I

II

 e 

III

 
(B) 

III

, apenas. 

 
(C) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(D) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
(E) 

I

, apenas. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

27.  Do projeto de Lúcio Costa para os edifícios no Parque Eduardo Guinle (Rio de Janeiro, 1948/54), foram construídos três dos seis 

edifícios propostos. Procurando manter a integridade do parque e respeitar a implantação em forma de anfiteatro, proposta pelo 
paisagista francês Cochet, optou por dispor dois dos três edifícios (Bristol e Caledônia) segundo uma orientação desfavorável, 
nascente/poente. 

 

Caledônia

Bristol

Nova Cintra

Ru

a G

ag

o C

ou

tin

ho

Perspectiva geral do conjunto com os seis edifícios propostos

En

tra

da

 

 
 
 

Vista dos edifícios Caledônia, Bristol e Nova Cintra

 

Edifício Nova Cintra 
Fachada voltada para a Rua Gago Coutinho (Externa ao Parque)

 

 

 

Dessa implantação singular resultou: 

 
 

I

.  

fachadas norte e leste protegidas alternadamente por brises e cobogós; 

 

II

.  clara transição em relação à cidade feita pelo edifício Nova Cintra junto à entrada do parque; 

 

III

.  fachada sul do edifício Nova Cintra completamente envidraçada. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

I

, apenas. 

 
(B) 

I

 e 

III

, apenas. 

 
(C) 

III

, apenas. 

 
(D) 

I

II

 e 

III

 
(E) 

II

 e 

III

, apenas. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

28.  O conceito acústico denominado coeficiente de vivacidade 
 

(A)  é o quociente som reverberado/som refletido. 

(B)  terá um valor baixo quando um auditório for exageradamente comprido. 

(C)  terá valor zero, quando o auditório for mais largo do que comprido. 

(D)  é o quociente som direto/som reverberado. 

(E)  terá um valor elevado quando um auditório for exageradamente comprido. 

 

 
29.  Considere os conceitos acústicos em projeto de auditórios: 
 
 

I

.  Os requerimentos de um auditório para voz falada diferem consideravelmente dos de uma sala de concertos. 

 
 

II

.  É no reconhecimento das vogais que se baseia a inteligibilidade da palavra num auditório. 

 
 

III

.  Para a energia da voz humana ser melhor aproveitada num auditório, é necessário uma certa quantidade de som 

reverberado para aumentar o nível sonoro nas fileiras mais afastadas da fonte sonora. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

I

 e 

III

, apenas. 

(B) 

II

, apenas. 

(C) 

I

, apenas. 

(D) 

II

 e 

III

, apenas. 

(E) 

I

II

 e 

III

 
 
30.  São máquinas utilizadas nos sistemas de condicionamento de ar: 
 
 

I

. ventiladores; 

 

II

. bombas; 

 

III

. climatizadores. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

I

, apenas. 

(B) 

III

, apenas. 

(C) 

I

II

 e 

III

(D) 

II

 e 

III

, apenas. 

(E) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
 
31. 

É utilizado na termo-acumulação do frio o sistema de 

 
 

I

.  banco de gelo; 

 

II

.  tanque de água gelada; 

 

III

. troca 

gasosa 

refrigerante. 

 
É correto o que consta APENAS em 

 

(A) 

I

(B) 

II

(C) 

I

 e 

III

(D) 

I

 e 

II

(E) 

II

 e 

III

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

10 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

32.  Com a possibilidade de utilização de imagens digitalizadas, o Autocad herda um problema bastante comum aos programas que 

utilizam esse recurso. As imagens podem esconder outros objetos que tenham sido colocados antes dela. A partir do Autocad 
2000, a respeito do comando Draworder, considere que a opção 

 
 

I

.  Bring to Front coloca um objeto no topo da ordem de desenho para o desenho inteiro; 

 

II

.  Send to Back coloca um objeto no fim da ordem de desenho para o desenho inteiro; 

 

III

.  Bring Above Object coloca um objeto acima de outro objeto da ordem de desenho; 

 

IV

.  Bring Under Object coloca um objeto abaixo de outro objeto da ordem de desenho. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

I

II

III

 e 

IV

(B) 

I

 e 

II

, apenas. 

(C) 

III

 e 

IV

, apenas. 

(D) 

I

III

 e 

IV

, apenas. 

(E) 

II

, apenas. 

 
 
33.  O sistema de coordenadas do usuário (User Coordinate System – UCS) permite que se defina um sistema de coordenadas no 

espaço 2D e 3D. Com relação a esse recurso do Autocad 2000, é correto afirmar: 

 

(A)  É possível saltar entre UCSs predefinidos, mas é sempre necessário retornar ao WCS antes de ir ao UCS final. 
 
(B)  É possível alterar as definições do ícone UCS, mas não é possível controlar as definições do ícone WCS
 
(C)  É fácil definir um novo UCS, mas não é possível salvar diferentes UCSs. 
 
(D)  É possível definir um UCS  com base na orientação de um objeto, mas não é possível definir um UCS  baseado em três 

pontos. 

 
(E)  O sistema de coordenadas do Mundo (World Coordinate System – WCS) é um sistema global de referências, a partir do 

qual é possível definir outros sistemas de coordenadas do usuário. 

 
 
34.  Quando se seleciona entidades no Autocad 2000, aparecem pequenos quadrados nos pontos extremos e intermediários, 

chamados cantoneiras. As cantoneiras podem ser utilizadas para realizar modificações diretas na forma dos objetos, oferecendo 
um pequeno, porém poderoso, conjunto de funções de edição. 
 
No que diz respeito a esses recursos, é correto afirmar: 

 

(A)  Os comandos de cantoneira ativa não permitem que se faça cópias de objetos selecionados pela opção Copy
 
(B)  Quando se seleciona uma cantoneira ativa, os comandos Stretch, Move, Rotate, Scale e Mirror ficam disponíveis com um 

clique no botão direito do mouse

 
(C)  Os comandos de cantoneira ativa não permitem a seleção de um ponto base diferente do selecionado originalmente pela 

cantoneira ativa. 

 
(D)  Se dois objetos se emendam (o fim de um com o início do outro), o clique nas cantoneiras que se superpõem selecionará a 

cantoneira do objeto que estiver por cima na ordem do desenho. 

 
(E)  Não é possível selecionar cantoneiras múltiplas, de dois objetos distintos, em um único comando. 

 
 
35.  É campo de ação da Ergonomia: 
 
 

I

.  as escalas métricas e a jornada de trabalho; 

 

II

.  o meio ambiente físico (ruído, iluminação, vibrações, ambiente térmico); 

 

III

.  as características materiais do trabalho. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

I

 e 

III

, apenas. 

(B) 

I

II

 e 

III

(C) 

II

 e 

III

, apenas. 

(D) 

I

, apenas. 

(E) 

II

, apenas. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

11 

36.  Em edifícios e ambientes de trabalho onde há a emissão de ruídos nocivos pode ocorrer a fadiga auditiva, que se manifesta 

como 

 

(A)  um déficit na faixa de 100 a 10.000 Hz que se acentua e estende às freqüências mais baixas, mas principalmente às mais 

elevadas, provocando, então, um grave distúrbio. 

 
(B)  uma elevação permanente do limiar de audição, predominando na faixa de meia a uma oitava acima do limite superior do 

ruído nocivo. 

 
(C)  um déficit na faixa de 3.000 a 6.000 Hz que se acentua e estende às freqüências mais baixas, mas principalmente às mais 

elevadas, provocando, então, um grave distúrbio. 

 
(D)  uma elevação temporária do limiar de audição, predominando na faixa de meia a uma oitava acima do limite superior do 

ruído nocivo. 

 
(E)  uma elevação permanente do limiar de audição, que atinge o espectro da palavra (100 a 10.000 Hz). 

 
 
37.  Por modulação deve-se compreender o estabelecimento de medidas, ou associadamente, de padrões de componentes, ou 

ainda de padrões de espaços, que 

 
 

I

.  podem se repetir ou admitir variantes, conforme regras básicas; 

 
 

II

.  sejam múltiplos de módulos espaciais arbitrados ou arbitrários ou de um grupo coeso de escalas; 

 
 

III

.  são integrados a uma estrutura global, a uma malha modular ou outra convenção, que permita a coordenação de todas as 

informações do projeto. 

 

É correto o que consta em 
 
(A) 

I

 e 

II

, apenas. 

(B) 

I

 e 

III

, apenas. 

(C) 

I

II

 e 

III

(D) 

II

, apenas. 

(E) 

III

, apenas. 

 
 
38.  O uso da série de Fibonacci como sistema de proporção foi resgatado por Le Corbusier para a elaboração do seu sistema de 

medidas, o Modulor. Joaquim Guedes foi um dos primeiros arquitetos brasileiros a fazer uso dessa série, no espaçamento de 
estruturas, caixilharias, elementos construtivos e brises. Exemplo dessa utilização em projeto é a residência Kerti (São Paulo, 
1971). A seqüência numérica que representa a série de Fibonacci é: 

 

Fachada com brises seriados

 

Residência Kerti 

 Fachada com brises seriados 

 
(A)  1, 1,  2, 3, 5, 8, 13, 21 ... 

(B)  1, 2, 2, 4, 4, 6, 6, 8, 8 ... 

(C)  1, 2, 3, 6, 18, 25 ... 

(D)  15, 25, 40, 55, 95, 135 ... 

(E)  15, 30, 60, 120, 240 ... 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

12 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

39.  Um levantamento planialtimétrico deverá obrigatoriamente conter 
 
 

I

.  localização de árvores existentes, de caule (tronco) com diâmetro superior a 25 cm (medindo 2,0 m acima do terreno); 

 
 

II

.  coordenadas geográficas de metro em metro; 

 
 

III

. demarcação 

de 

faixas 

non aedificandi (de não edificação). 

 
É correto o que consta em 
 
(A) 

II

 e 

III

, apenas. 

(B) 

I

II

 e 

III

(C) 

I

 e 

II

, apenas. 

(D) 

III

, apenas. 

(E) 

I

 e 

III

, apenas. 

 
 
40.  Ao medir com uma régua convencional milimetrada a escala gráfica de um desenho, contatou-se que 1 (um) metro equivale a 

aproximadamente 67 (sessenta e sete) milímetros. A escala aproximada do desenho é 

 

(A) 1:5 
 
(B) 1:15 
 
(C) 1:66 
 
(D) 1:25 
 
(E) 1:33 

 
 
41.  Analise as assertivas relativas ao acompanhamento e fiscalização de obras: 
 
 

I

.  uma vez que sejam entregues os EPIs (equipamentos de proteção individual) gratuitamente pela construtora, o 

trabalhador deve responsabilizar-se pelo uso. 

 
 

II

.  elevadores de carga com torre de madeira não poderão ter altura superior a 35 m. 

 
 

III

.  proteções contra quedas, quando constituídas de anteparos rígidos, terão rodapé com altura de 20 cm. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

III

, apenas. 

 

(B) 

I

II

 e 

III

 

(C) 

I

 e 

II

, apenas. 

 

(D) 

I

 e 

III

, apenas. 

 

(E) 

II

, apenas. 

 
 
42.  O uso do título e o exercício da profissão de arquiteto no Brasil são permitidos se a 

 
(A)  pessoa física tenha cursado escola superior de arquitetura. 
 
(B)  diretoria da pessoa jurídica possua ao menos um profissional arquiteto com registro no CREA. 
 
(C)  diretoria da pessoa jurídica seja constituída em sua maioria por profissionais arquitetos com registro no CREA. 
 
(D)  pessoa física estrangeira tiver cursado escola superior de arquitetura no Brasil. 
 
(E)  pessoa física estrangeira tiver registro válido no conselho profissional do seu país de origem e esse for conveniado com o 

Brasil. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

13 

43.  A profissão de arquiteto é regulamentada 
 

(A)  pela Resolução CONFEA n

o

 5.190, de 24/12/89. 

 
(B)  pela Constituição Federal. 
 
(C)  pela Lei Federal n

o

 5.190, de 24/12/66. 

 
(D)  por lei complementar federal e legislação específica estadual. 
 
(E)  por lei federal, conjuntamente com a profissão de engenheiro e engenheiro agrônomo. 

 
 
44.  Para efeito de fiscalização do exercício profissional de arquitetura, são regulares as atividades abaixo, referentes a edificações e 

conjuntos arquitetônicos: 

 
 

I

.  elaboração de orçamento; 

 

II

.  execução de obra e serviço técnico; 

 

III

.  estudo, planejamento, projeto e especificação. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(B) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
(C) 

I

II

 e 

III

 
(D) 

I

, apenas. 

 
(E) 

III

, apenas. 

 
 
45.  Segundo a Lei n

o

 8.666/1993, para a habilitação nas licitações, exigir-se-á dos interessados exclusivamente documentação 

relativa a 

 
 

I

. habilitação 

jurídica; 

 

II

. qualificação 

técnica; 

 

III

. qualificação 

socioeconômica. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

II

, apenas. 

 
(B) 

I

II

 e 

III

 
(C) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(D) 

I

, apenas. 

 
(E) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
 
46.  Em conformidade com a Lei n

o

 8.666/1993, licitação de alta complexidade técnica é aquela que 

 
(A)  envolva alta especialização, como fator de extrema relevância para garantir a execução do objeto a ser contratado, ou que 

possa comprometer a continuidade da prestação de serviços públicos essenciais. 

 
(B)  desobriga o poder público de aplicar critérios objetivos de análise, diante do fato complexo do contrato. 
 
(C)  ocorre em situações de aquisição de bens e/ou serviços de segurança nacional. 
 
(D)  em que há a dispensa da análise dos demais fatores de habilitação, quando o contratado apresente notória especia-

lização. 

 
(E)  em que a obra e serviço técnico são inéditos e de contratação emergencial. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br

fcc-2008-trt-18-regiao-go-analista-judiciario-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

14 

TRT18-Anal.Jud-Arquitetura-M10

 

47.  A Administração Pública, nas compras para entrega futura e na execução de obras e serviços, poderá estabelecer, no 

instrumento convocatório da licitação, a exigência de capital mínimo ou de patrimônio líquido mínimo, que NÃO poderá exceder 

 

(A)  2,5% (dois e meio por cento) do valor estimado da contratação. 
 
(B)  7,5% (sete e meio por cento) do valor estimado da contratação. 
 
(C)  5% (cinco por cento) do valor estimado da contratação. 
 
(D)  10% (dez por cento) do valor estimado da contratação. 
 
(E)  1 % (um por cento) do valor estimado da contratação. 

 
 
48. 

Laudo de Avaliação de Bens é 

 

(A)  análise técnica elaborada por um perito em avaliações para identificar um conjunto de dados de mercado representativos 

de um valor, em conformidade com a NBR 14653. 

 
(B)  relatório técnico elaborado por um perito em avaliações, em conformidade com a NBR 5676. 
 
(C)  parecer técnico elaborado por um assistente técnico, em conformidade com a NBR 5676. 
 
(D)  análise técnica elaborada por um engenheiro em avaliações para identificar o valor de um bem, dos seus custos, frutos e 

direitos. 

 
(E)  relatório técnico elaborado por um engenheiro de avaliações, em conformidade com a NBR 14653. 

 
 
49.  A Constituição Federal, no capítulo das Finanças Públicas e na seção dos orçamentos, prevê que leis de iniciativa do Poder 

Executivo estabelecerão 

 
 

I

.  o plano plurianual; 

 

II

.  as diretrizes orçamentárias; 

 

III

. os 

orçamentos 

anuais. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(B) 

I

 e 

III

, apenas. 

 
(C) 

I

II

 e 

III

 
(D) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
(E) 

III

, apenas. 

 
 
50. 

São fatores a considerar na elaboração de orçamentos de projetos e obras: 

 
 

I

.  taxa dos benefícios e despesas indiretas (BDI); 

 
 

II

.  correção da elasticidade pelo fator de fonte; 

 
 

III

.  desvio padrão da variação média dos insumos primários. 

 
É correto o que consta em 

 

(A) 

I

, apenas. 

 
(B) 

I

II

 e 

III

 
(C) 

II

 e 

III

, apenas. 

 
(D) 

I

 e 

II

, apenas. 

 
(E) 

III

, apenas. 

MODELO − Caderno de Prova, Cargo M10, Tipo 001

w

w

w

.

p

c

i

c

o

n

c

u

r

s

o

s

.

c

o

m

.

b

r

www.pciconcursos.com.br