Prova Concurso - Administração - 2009 ANATEL ANALISTA ADMINISTRATIVO ADMINISTRACAO - CESPE - ANATEL - 2009

Prova - Administração - 2009 ANATEL ANALISTA ADMINISTRATIVO ADMINISTRACAO - CESPE - ANATEL - 2009

Detalhes

Profissão: Administração
Cargo: 2009 ANATEL ANALISTA ADMINISTRATIVO ADMINISTRACAO
Órgão: ANATEL
Banca: CESPE
Ano: 2009
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

AGENTE ADMINISTRATIVO PREVIDENCIARIOCONCURSOS2018
ASSISTENTE DE ADMINISTRACAOFUNPAPA2018
AUXILIAR DE ADMINISTRACAOFUNPAPA2018

Gabarito

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-gabarito.pdf-html.html

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

C

C

E

E

C

C

E

E

C

E

E

C

C

C

E

E

C

E

E

E

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

C

E

C

C

E

E

C

C

E

E

C

E

E

E

C

E

C

C

E

E

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

C

E

C

E

C

E

E

E

C

C

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Item

Gabarito

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES (ANATEL)

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS 

DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO

EDITAL N.º 1 – ANATEL, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2008

Gabarito

CARGO 1: ANALISTA ADMINISTRATIVO — ÁREA: ADMINISTRAÇÃO

Item

CADERNO A

Item

Gabarito

Obs.: ( X ) item anulado.

0

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS  DAS PROVAS OBJETIVAS

APLICAÇÃO: 8/3/2009

0

Prova

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html
cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – ANATEL 

Caderno A

Cargo 1: Analista Administrativo — Área: Administração

– 1 –

De acordo com o comando a que cada um dos itens de 51 a 100 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo
designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o código E, caso julgue o item ERRADO.
A ausência de marcação ou a marcação de ambos os campos não serão apenadas, ou seja, não receberão pontuação negativa. Para as
devidas marcações, use a folha de respostas, único documento válido para a correção das suas provas.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Durante quase um ano, jovens usavam programas de

bate-papo e torpedos para traficar drogas sem desconfiar que
estavam sendo grampeados. Nem frases cifradas, linguagem de
Internet, códigos, abreviações e palavras com sílabas invertidas
impediram que os presos nas operações Nocaute e Trilhas fossem
monitorados pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal.
Nas conversas interceptadas com autorização da Justiça, eles
faziam pedidos de drogas, trocavam números de contas bancárias
e negociavam até armas. Falavam em fuzil, granada e pistola.
“Eles usavam muito a Internet, MSN, o tempo todo, porque
provavelmente achavam que eram imunes a investigação. Usavam
SMS porque só recentemente foi desenvolvida a tecnologia para
interceptar”, afirmou um procurador da República.

Jornal do Brasil, 12/2/2009, p. A4 (com adaptações).

Tendo o texto acima como referência inicial e considerando
aspectos marcantes da civilização contemporânea, julgue os itens
que se seguem.

51 A prisão de jovens de classe média alta envolvidos com o

tráfico de drogas, ocorrida nas operações policiais
mencionadas no texto, pode surpreender pela discrepância da
boa condição social dos detidos com o estereótipo marginal
de traficantes de favelas oriundos de famílias pobres, filhos
de mulheres abandonadas, com figura paterna ausente, de
contato precoce e direto com a violência e a morte
banalizada.

52 Sobretudo a partir das duas últimas décadas do século XX, as

organizações criminosas operam crescentemente de forma
transnacional, aproveitando-se da globalização econômica e
das novas tecnologias de comunicações e de transportes que
caracterizam os tempos atuais.

53 Os cartéis da droga, que, por princípio e por estratégia de

ação internacional, não se envolvem com o comércio ilegal
de armamentos e com o tráfico de material radioativo,
tendem a eleger como mercados preferenciais as áreas com
menor demanda pelos produtos que oferecem, como forma
de cobrar preços mais elevados por eles.

54 O texto sugere que os jovens presos pelo crime de tráfico de

drogas ilícitas usavam regularmente os chamados torpedos
por celular, mas, provavelmente por justificável zelo pela
própria segurança, abriam mão de programa de troca de
mensagens online.

55 Embora não sejam inteiramente confiáveis e variem bastante,

as estimativas dos lucros e fluxos financeiros da rede mundial
do crime organizado são bastante elevadas, comparáveis ao
valor das transações comerciais globais envolvendo, por
exemplo, o petróleo.

Uma organização pode ser definida como um processador, no
qual os insumos — pessoas, informação, conhecimento, espaço,
tempo, dinheiro e instalações — são geridos de modo a atingir,
da melhor forma possível, os objetivos que lhe são próprios.
E, mediante o alcance desses objetivos, os fornecedores daqueles
insumos são remunerados, o que os faz fornecer, novamente, os
insumos para a transformação social. Dentro desse contexto de
organizações, julgue os itens seguintes.

56

Dentro dessa visão sistêmica, a expressão stakeholder
designa as pessoas interessadas na continuidade das
organizações, como os funcionários, clientes e fornecedores.

57

Correlacionado à ideia de administração estratégica,
consolidada no final dos anos 70 do século passado, tem-se,
sequencialmente, as fases de planejamento estratégico,
acompanhamento e avaliação da estratégia e implementação
da estratégia. 

58

A expressão benchmarking pode ser definida como a
reformulação da maneira de condução dos negócios de uma
organização.

59

A teoria da liderança situacional procura definir qual estilo
de liderança se ajusta melhor a cada situação organizacional.
Para atingir-se esse propósito, deve-se, preliminarmente,
diagnosticar a situação existente.

60

O verdadeiro modelo de autogestão é aquele no qual os
empregados detêm a propriedade da organização. Nesse
ponto, devido ao modelo econômico adotado, o Brasil não
tem alcançado esse índice de participação organizacional,
dada a inexistência em solo nacional de empresas
pertencentes a seus empregados.

Uma estratégia, na fase de implementação, desdobra-se em outros
planos e meios, nos quais os projetos ganham grande importância.
Acerca da conceituação dos projetos, julgue os itens a seguir.

61

Os projetos não precisam necessariamente ter uma duração,
pois há casos em que não é possível definir o tempo de
execução, como no caso da elaboração de produtos
intelectuais. 

62

Segundo Archibald, há dois tipos de organizações quanto
aos projetos: as que têm neles sua atividade principal, e as
que têm como atividade principal o fornecimento de bens e
serviços de forma contínua.

63

A boa técnica de administração aconselha que os projetos
sejam geridos em conjunto, em uma carteira, visto que, nesse
caso, tem-se a visão do todo de uma organização e a
possibilidade do compartilhamento de recursos. 

64

O planejamento organizacional deve ser flexível a ponto de
poder retroalimentar o sistema, com vista ao seu
ajustamento, ainda que no seu transcurso. 

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – ANATEL 

Caderno A

Cargo 1: Analista Administrativo — Área: Administração

– 2 –

A cultura organizacional dispõe de indicadores importantes que

o administrador deve sempre acompanhar, visto que o bom

convívio interno contribui para que as empresas enfrentem um

mercado cada vez mais competitivo. A respeito da gestão de

recursos humanos focada na cultura organizacional, julgue os

itens que se seguem.

65

Faz parte do processo de entrada de novos colaboradores em

uma organização a aculturação que sofrerão do grupo, tendo

em vista o novo ambiente que lhes é apresentado, não sendo

salutar que alterem o clima organizacional já existente, sob

pena de causarem prejuízo à empresa. 

66

Na classificação do clima organizacional quanto à relação

com o futuro, as organizações são classificadas em

adaptativas e não-adaptativas.

67

Ao se comparar a cultura organizacional predominante entre

os japoneses e a dos norte-americanos, verifica-se que ambas

valorizam muito a hierarquia. 

68

Entre as classificações mecanicista e orgânica, as repartições

públicas são enquadradas nesta última. 

Regulamentando dispositivo previsto no inciso XXI do art. 37 da

Constituição Federal de 1988 (CF), a Lei n.º 8.666/1993 veio a

dispor, em substituição ao Decreto-lei n.º 2.300/1986, para todos

os entes da Federação, da administração direta e indireta, sobre

as compras, alienações, concessões e permissões de serviços

públicos, bem como sobre obras, serviços e locações da

administração pública. Como objetivo maior dessa lei, tem-se a

seleção da proposta mais vantajosa para a administração,

respeitando a isonomia entre os participantes do certame. Com

relação ao procedimento licitatório e sua concretização via a

contratação, julgue os itens de 69 a 73.

69

Por não fazerem parte da administração pública direta, ou

mesmo indireta, e terem recursos exclusivamente das

empresas privadas, as entidades componentes do sistema S

conseguiram, recentemente, reverter, a seu favor,

posicionamento do Tribunal de Contas da União (TCU) que

dispunha sobre a obrigatoriedade de observância dos

princípios licitatórios às entidades integrantes desse sistema.

70

A modalidade licitatória do pregão, hoje disposta na Lei

n.º 10.520/2002, já contava com assento na lei de criação da

Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), para as

obras e serviços de engenharia civil da agência.

71

O artigo pertinente da Lei n.º 8.666/1993, ao tratar dos casos

de inexigibilidade de licitação, dá espaço ao administrador,

dada a redação de seu caput, para enquadrar nessa espécie de

contratação direta outros casos além dos exclusivamente

arrolados nos seus incisos. 

72

O regime de contratação do direito privado diverge

fundamentalmente do adotado no âmbito público. Como

característica de todos contratos feitos com base na Lei n.º

8.666/1993 tem-se a existência das denominadas cláusulas

exorbitantes.

73

Segundo liminar em mandado de segurança deferida à

PETROBRAS, o Supremo Tribunal Federal abriu a

possibilidade para que as empresas públicas e sociedades de

economia mista que atuem em atividades econômicas e

tenham regulamentos próprios licitatórios não precisem

seguir a Lei n.º 8.666/1993.

Na fase de execução dos contratos feitos à luz da Lei n.º

8.666/1993, diversos cuidados devem ser seguidos pelos

profissionais da área administrativa dos órgãos e entidades

públicos, sob pena de responsabilização civil, penal e

administrativa. Tendo em vista esse assunto e suas implicações,

julgue os itens subsequentes.

74

Por ocasião da fase da liquidação da despesa oriunda do

contrato licitatório, deve o agente informar ao respectivo

órgão fazendário os valores pagos à empresa contratada.

75

Para efeitos de fiscalização dos contratos, a lei em apreço

prevê a possibilidade de contratação de terceiros pela

administração para se desincumbir de tal mister. 

76

Essa lei prevê, mas somente em relação aos encargos

trabalhistas, a responsabilidade subsidiária da administração

tomadora dos serviços.

77

Poderá ser dispensado o recebimento provisório do objeto

do contrato, entre outras hipóteses, no caso de obras e

serviços até o limite previsto para a modalidade convite de

obras e serviços que não os de engenharia.

78

É obrigação do fiscal do contrato, antes de cada pagamento,

rever a habilitação completa do contratado, por força de

cláusula necessária que deve estar prevista no contrato. 

79

Em respeito às garantias constitucionais do processo

administrativo, é facultada, nos termos da referida lei, a

defesa prévia ao contratado, no caso de aplicação das

penalidades decorrentes do contrato, garantido o prazo de

3 dias úteis à sua apresentação. 

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – ANATEL 

Caderno A

Cargo 1: Analista Administrativo — Área: Administração

– 3 –

Como princípio fundamental da administração pública, previsto

já no Decreto-lei n.º 200/1967, o controle da administração

pública federal envolve o exercido pela chefia imediata, pelos

órgãos próprios de cada sistema, pelos órgãos responsáveis pela

aplicação dos dinheiros públicos e guarda dos bens da União e

pelos órgãos próprios do sistema de contabilidade e auditoria.

Acerca do controle na administração pública federal e da atuação

do TCU nesse sentido, julgue os itens seguintes.

80

As agências reguladoras, por fazerem parte da categoria de

autarquias especiais, criadas por lei, não se submetem a

controle por parte do Poder Executivo; contudo, não escapam

ao controle externo feito pelo Poder Legislativo, auxiliado

pelo TCU.

81

Conforme o disposto no Decreto n.º 3.591/2000, os termos

auditoria e fiscalização têm significação diferente. 

82

A auditoria interna é classificada em: avaliativa da gestão,

contábil, operacional e especial. 

83

Os certificados de auditoria interna são classificados em sem

ressalva, com ressalva, adverso e com abstenção de opinião.

84

A auditoria interna deve-se subordinar diretamente ao diretor

de administração, ou ao cargo de denominação equivalente.

85

O TCU, quanto à decisão em processos de prestação ou

tomada de contas, pode proferir julgamento preliminar,

definitivo ou terminativo.

86

O TCU poderá, mediante novos elementos, autorizar o

desarquivamento e determinar que se ultime a prestação ou

tomada de contas no caso das decisões definitivas, desde que

nos cinco anos subsequentes à publicação dessa decisão. 

87

A leitura da Lei Orgânica do TCU é imprescindível aos

administradores que trabalham com recursos públicos,

especialmente pela descrição dos recursos que podem ser

manejados no processo administrativo perante aquela Corte

de Contas. 

Com relação à gestão de pessoal, há algumas diferenças entre os

empregados contratados pelas empresas de direito privado,

regidos, portanto, pela Consolidação das Leis do Trabalho, e os

servidores públicos admitidos nos órgãos e entidades de direito

público, regidos, na esfera federal, pela Lei n.º 8.112/1990. No

entanto, em face da escola gerencial da administração pública,

consagrada na Constituição brasileira vigente, via emendas

constitucionais, alguns institutos aproximam a gestão de pessoal

do serviço público à dos empregados privados. A respeito desse

assunto e de seus desdobramentos, julgue os itens de 88 a 90.

88

São paradigmas da gestão de recursos humanos nos órgãos e

entidades públicos a existência de carreiras estáveis e

grandes estruturas organizacionais, o que contrasta com a

gestão nas empresas privadas, posto que, nestas, costumam-

se valorizar os conceitos de empregabilidade, terceirização

e estruturas organizacionais enxutas. 

89

Posto ser direito fundamental social dos trabalhadores em

geral, previsto na CF, é possível a fixação de vencimentos

dos servidores públicos via convenção coletiva; contudo,

deve haver dotação orçamentária prévia para tal despesa.

90

Os servidores públicos têm estabilidade, garantida na CF,

razão pela qual a eles não se aplica a avaliação de

desempenho.

Acerca da Política Nacional de Telecomunicações e serviços

correlatos, à luz da Lei n.º 9.472 de 16/7/1997 e suas alterações,

que dispõe sobre a organização dos serviços de

telecomunicações, a criação e funcionamento de um órgão

regulador e outros aspectos institucionais, julgue os itens a seguir.

91

O usuário de serviços de telecomunicações tem o dever de

comunicar às autoridades irregularidades ocorridas e atos

ilícitos cometidos por prestadores de serviço de

telecomunicações.

92

A ANATEL é uma empresa pública federal vinculada ao

Ministério das Comunicações, que desempenha a função de

órgão regulador das telecomunicações.

93

Compete à ANATEL implementar, em sua esfera de

atribuições, a Política Nacional de Telecomunicações.

94

Os serviços de telecomunicações de interesse coletivo

estarão sujeitos aos condicionantes necessários para que sua

exploração não prejudique os serviços de interesse restrito.

95

Instrumentos de política creditícia, fiscal e aduaneira podem

ser adotados para estimular a fabricação e o

desenvolvimento no país de produtos relacionados às

telecomunicações.

96

O prazo máximo de concessão do serviço de

telecomunicações será de vinte anos, sem possibilidade de

prorrogação.

97

A autorização de serviço de telecomunicações terá sua

vigência sujeita a termo final, não se extinguindo por

cassação ou caducidade.

98

Permissão de serviço de telecomunicações é o ato

administrativo pelo qual se atribui a alguém o dever de

prestar serviço de telecomunicações no regime público e em

caráter permanente.

Sobre regulação e agências reguladoras, julgue os itens seguintes.

99

As agências reguladoras serão dirigidas em regime de

colegiado, por um conselho diretor ou diretoria composta

por conselheiros ou diretores, sendo um deles o seu

presidente, o diretor-geral ou diretor-presidente.

100

O mandato dos conselheiros e dos diretores das agências

reguladoras terá o prazo fixado na lei de criação de cada

agência.

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – ANATEL 

Caderno A

Cargo 1: Analista Administrativo — Área: Administração

– 4 –

PROVA DISCURSIVA

Nesta prova — que vale vinte pontos, sendo cinco pontos para cada questão —, faça o que se pede, usando os espaços para
rascunho indicados no presente caderno. Em seguida, transcreva os textos para o CADERNO DE TEXTOS DEFINITIVOS
DA PROVA DISCURSIVA
, nos locais apropriados, pois não serão avaliados fragmentos de texto escritos em locais
indevidos
.

Em cada questão, respeite o limite máximo de vinte linhas, pois qualquer fragmento de texto além desse limite será
desconsiderado. Será também desconsiderado o texto que não for escrito na folha de texto definitivo correspondente.

No caderno de textos definitivos, identifique-se apenas no cabeçalho da primeira página, pois não será avaliado texto que tenha
qualquer assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.

QUESTÃO 1

TELECOMUNICAÇÕES

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) foi a segunda agência reguladora a ser criada no país e a

primeira a ser instalada. Ela foi concebida para viabilizar o atual modelo das telecomunicações brasileiras, sendo dotada de

inovadora personalidade institucional.

A composição de sua direção favorece a transparência, a tomada de decisões de seus membros e evita

personalismos. Já as suas características permitem dar respostas rápidas a questões operacionais, estruturais e

administrativas, sendo as suas atividades apoiadas nos princípios da universalização e da competição.

Internet: <www.anatel.gov.br> (com adaptações).

Considerando que o texto acima tem caráter motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

O PAPEL DA ANATEL NA SOCIEDADE BRASILEIRA

Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

<

natureza jurídica da ANATEL;

<

características da natureza jurídica da ANATEL;

<

pelo menos três atribuições da ANATEL.

Rascunho – Questão 1

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – ANATEL 

Caderno A

Cargo 1: Analista Administrativo — Área: Administração

– 5 –

QUESTÃO 2

O agravamento da crise global no fim de 2008 aprofundou ainda mais a recessão na economia da zona do euro,

arrastando todos os grandes países do bloco para a retração e encolhendo mais até que os Estados Unidos da América, o

epicentro dos problemas. Com a Alemanha, a sua principal economia, registrando a maior retração desde a reunificação,

em 1990, o PIB dos 15 países da zona do euro (neste ano, a entrada da Eslováquia levou o número de integrantes do bloco

a 16) encolheu 1,5% no quarto trimestre do ano passado em relação aos três meses anteriores. A região já vinha de dois

trimestres seguidos de contração (que é a definição técnica de recessão), mas, em compensação, ela era muito mais amena:

de 0,2%.

Folha de S.Paulo, 14/2/2009, p. B1 (com adaptações).

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija texto dissertativo acerca do seguinte tema.

CRISE ECONÔMICA MUNDIAL, A OUTRA FACE DA GLOBALIZAÇÃO

Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente os seguintes aspectos:

<

globalização: tecnologia, aumento da produção e ampliação dos mercados mundiais;

<

mundialização da atual crise econômica;

<

efeitos da crise econômica.

Rascunho – Questão 2

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – ANATEL 

Caderno A

Cargo 1: Analista Administrativo — Área: Administração

– 6 –

QUESTÃO 3

O levantamento Mapa da Violência: os Jovens da América Latina indicou que o Brasil ocupa o quinto lugar entre

os países do continente com maior número de homicídios de jovens. A pesquisa indicou ainda que o Brasil também ostenta

um dos mais altos índices de vitimização juvenil do mundo, o que significa que a taxa de homicídios entre os jovens é bem

maior do que entre os não-jovens. Nesse quesito, o país aparece em terceiro lugar no ranque, atrás apenas de Porto Rico

e Venezuela. Traduzindo em números: entre 1994 e 2005, a taxa de homicídio total no Brasil passou de 20,2 para 25,2

mortes para cada 100 mil habitantes. No mesmo período, esse índice, apenas entre os jovens, subiu de 34,9 para 51,6

homicídios.

Família Cristã, fev./2009, p. 19 (com adaptações).

.

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

A TRAGÉDIA DA VIOLÊNCIA E OS JOVENS

Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

<

violência como característica do mundo contemporâneo;

<

drogas ilícitas, álcool, trânsito e violência;

<

oportunidades educacionais, culturais e profissionais: caminho para reduzir a violência juvenil.

Rascunho – Questão 3

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

cespe-2009-anatel-analista-administrativo-administracao-prova.pdf-html.html

UnB/CESPE – ANATEL 

Caderno A

Cargo 1: Analista Administrativo — Área: Administração

– 7 –

QUESTÃO 4

Os presídios brasileiros, habitados por 450.000 sentenciados, têm cheiro de creolina. O produto químico é usado

para disfarçar outro odor, o de esgoto, que sai das celas imundas e impregna corredores e pátios. O exemplo mais

repugnante é o Presídio Central de Porto Alegre, considerado o pior do país — o que, convenhamos, é um feito e tanto.

Em um de seus pavilhões, as celas não têm sequer portas: elas caíram de podres. No extremo oposto, figura a Penitenciária

Industrial de Joinville, em Santa Catarina. Ela não cheira a prisão brasileira. Os pavilhões são limpos, não há superlotação

e o ar é salubre, pois os presos são proibidos até de fumar. Muitos deles trabalham, e um quarto de seu salário é usado para

melhorar as instalações do estabelecimento. Nada que lembre o espetáculo de horrores que se vê nas outras carceragens,

onde a maioria dos presos vive espremida em condições sub-humanas, boa parte faz o que quer e os chefões continuam

a comandar o crime nas ruas a partir de seus celulares. A penitenciária catarinense é uma das onze unidades terceirizadas

existentes no Brasil.

Veja, 25/2/2009, p. 85 (com adaptações).

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

O SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO EM QUESTÃO

Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

<

penitenciárias: fábrica de crime ou caminho para a recuperação;

<

crime: a decisão de punir ou vingar;

<

reinserção social do presidiário: o grande desafio.

Rascunho – Questão 4

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20