Prova Concurso - Engenharia - 2010-SESC-SE-ENGENHEIRO-CIVIL - ADVISE - SESC - 2010

Prova - Engenharia - 2010-SESC-SE-ENGENHEIRO-CIVIL - ADVISE - SESC - 2010

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2010-SESC-SE-ENGENHEIRO-CIVIL
Órgão: SESC
Banca: ADVISE
Ano: 2010
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

ESTADO DE SERGIPE 

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC 

 

PROCESSO SELETIVO 

 
 

GABARITOS DEFINITIVOS 

 

A Comissão Especial do Processo Seletivo do Serviço Social do Comércio - SESC, estado de Sergipe, através 

da ADVISE, resolve divulgar os Gabaritos Definitivos das Provas Objetivas, realizadas no dia 18/04/2010. 
 
NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO 
 

ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO – COZINHA INDUSTRIAL 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO – ELÉTRICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO – EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO – HIDRÁULICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

ARTÍFICE DE MANUTENÇÃO – PEDREIRO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

AUXILIAR OPERACIONAL – LIMPEZA E ZELADORIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 
 
 
 

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

AUXILIAR DE SERVIÇOS DE NUTRIÇÃO - AÇOUGUEIRO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

AUXILIAR DE SERVIÇOS DE NUTRIÇÃO - CONFEITEIRO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

AUXILIAR DE SERVIÇOS DE NUTRIÇÃO - COPA E COZINHA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

COZINHEIRO - COZINHA INDUSTRIAL 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

MOTORISTA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 
 
NÍVEL MÉDIO COMPLETO 

 

ASSISTENTE TÉCNICO – ATENDIMENTO AO PÚBLICO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

ASSISTENTE TÉCNICO – EDIFICAÇÕES 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

ASSISTENTE TÉCNICO – HIGIENE BUCAL 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

ASSISTENTE TÉCNICO – ROTINAS TRABALHISTAS 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

AUXILIAR TÉCNICO – ALMOXARIFADO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

AUXILIAR TÉCNICO – ATENDIMENTO DE CAIXA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

AUXILIAR TÉCNICO – BIBLIOTECA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 
 
NÍVEL SUPERIOR 

 

DENTISTA, DENTISTA (ODONTOPEDIATRIA), DENTISTA (ORTODONTIA) 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

MÉDICO PEDIATRA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - ADMINISTRAÇÃO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - ARQUITETURA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - ASSISTENTE SOCIAL 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - BIBLIOTECONOMIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - COMUNICAÇÃO E MARKETING 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - COMUNICAÇÃO, MARKETING, PUBLICIDADE E PROPAGANDA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - CONHECIMENTO EM ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - CONHECIMENTO EM ARQUIVO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - DESIGN GRÁFICO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 C 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - DIREITO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

 

 

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - ENGENHARIA CIVIL 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - FISIOTERAPIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - HABILITAÇÃO EM MASSAGEM 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - INFORMÁTICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - NUTRIÇÃO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - PORTUGUÊS/INGLÊS 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - PSICOLOGIA ESCOLAR 20H E 30H 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

TECNICO ESPECIALIZADO JÚNIOR - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 
 
 

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

NÍVEL SUPERIOR - PROFESSOR 

 

PROFESSOR SUPERIOR – BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – CONHECIMENTO EM MÚSICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – INFORMÁTICA 30H E 40H 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM ARTE/EDUCAÇÃO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM BIOLOGIA 30H E 40H 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM FÍSICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM GEOGRAFIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM HISTÓRIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

C  

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM MATEMÁTICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM QUÍMICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM PEDAGOGIA 20H E 40H 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 

PROFESSOR SUPERIOR – LICENCIATURA EM PEDAGOGIA COM ESPECIALIZAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

 
 
 
 
Aracajú (SE), 28 de abril de 2010. 
 
 
 

COMISSÃO ESPECIAL DO PROCESSO SELETIVO 

DO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC 

 

ADVISE 

Prova

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

PROCESSO SELETIVO – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC (SE) – CARGO: TEC. ESPECIALIZADO JUNIOR (ENGENHARIA CIVIL)

01

CONHECIMENTOS GERAIS

O Texto I norteará a resolução das questões de 01 a 06. Por isso,
leia-o e releia-o com bastante atenção.

TEXTO I

A FÉ CURA

Pesquisas sugerem novíssimas evidências de que a
religiosidade tem o poder de auxiliar na cura de vários
problemas de saúde — de tumores a depressão.

por RAQUEL DE MEDEIROS

design GUILHERME COLUGNATTI

fotos DERCÍLIO

01

A recuperação de pacientes com câncer está diretamente
ligada à sua religiosidade. Taxativo assim é o resumo dos
resultados de um estudo realizado na Universidade de São
Paulo, que foi divulgado há pouco. “Para começar, os

05

pacientes que têm uma crença religiosa se mostram mais
confiantes para lutar contra a doença”, explica a psicóloga
Joelma Ana Espíndula, que liderou a pesquisa. O trabalho
ouviu 12 voluntários em tratamento e 11 especialistas em
oncologia do Hospital Beneficência Portuguesa, em Ribeirão

10

Preto, no interior paulista. O surpreendente é que até mesmo
os profissionais de saúde entrevistados ressaltaram a
importância da religião para a melhora do quadro dos doentes.
“A maioria deles acredita que a fé ajuda a superar um problema
grave. Os médicos dizem que o sistema imunológico desses

15

indivíduos aparenta ser mais resistente, e talvez por isso eles
apresentem uma recuperação mais satisfatória”, conclui
Joelma.

Outro estudo, que leva a assinatura da Universidade de
Toronto, no Canadá, revela que a fé é um santo remédio contra

20

a ansiedade e a depressão. Ele prova que pessoas religiosas
ou que apenas acreditam na existência de Deus são menos
angustiadas e sentem menor culpa em relação aos próprios
erros. Os especialistas avaliaram a mente de 51 universitários
por meio de testes e da eletroencefalografia, método que se

25

vale de eletrodos dispostos na cabeça para medir as correntes
elétricas do cérebro. A maioria dos participantes era cristã,
mas no grupo também havia muçulmanos, hindus, budistas e
ateus.

“Nossa principal descoberta foi perceber que há um elo entre

30

as crenças religiosas e a atividade de uma parte da massa
cinzenta chamada de córtex cingulado anterior”, conta a
SAÚDE! o psicólogo Michael Inzlicht, que coordenou a
pesquisa. “Quanto mais as pessoas acreditam em Deus,
menos atuante é essa região.” Só para ter uma ideia, o córtex

35

cingulado anterior costuma trabalhar em dobro em
indivíduos pra lá de ansiosos.

O sentido que a religião dá para a vida dos pacientes pode
ser a chave para explicar esse fenômeno. “Suspeitamos que
se trata de uma proteção contra a ansiedade e a depressão

40

porque ela dá um significado para a vida”, afirma Inzlicht. A
oncologista Nise Yamaguchi, de São Paulo, compartilha da
mesma opinião. “A performance física de um indivíduo
depende de aspectos emocionais, mentais e espirituais. Quem
acredita que a vida continua após a morte tem uma postura

45

diferente da pessoa que não crê na continuidade”, diz Nise,
uma das mais conceituadas especialistas em câncer do país.
“Entre meus pacientes, percebo nitidamente o seguinte:
aqueles que querem educar filhos ou deixar um legado lutam
em dobro para recobrar suas forças.” Para dom João

50

Evangelista Kovas, prior do Mosteiro de São Bento, em São
Paulo, as benesses da fé são amplas, mas não livram
totalmente os homens de uma enfermidade. “Entre seus
inúmeros benefícios, está inclusive a aquisição de mais saúde.
Isso não quer dizer, porém, que aquele que tem fé não fique

55

doente nem passe por dificuldades na vida. A condição
humana presente é em muitos aspectos limitada.”

A aposentada Maria Dolores Cantero Montejano, 69 anos,
de Mombuca, no interior de São Paulo, teve dois grandes
sustos há cerca de dois meses. Tudo começou com uma

60

falta de ar, e o que era para ser uma simples consulta acabou
na UTI. Ela foi diagnosticada com um aneurisma e uma
infiltração pulmonar. Devota de São Frei Galvão e de Madre
Paulina, Maria Dolores levou a imagem da santa para o
hospital. “Rezei muito. Os médicos falaram que não sabiam

65

como eu estava viva”, recorda-se. Depois de uma radiografia,
a dona de casa teve outra surpresa desagradável: descobriu
que estava com duas vértebras fraturadas. “Devo ter
quebrado em julho do ano passado, quando levei um tombo
e caí da escada”, diz Maria. “Agora não posso varrer o chão

70

nem arrumar a cama. Preciso ficar de repouso para melhorar,
mas consigo andar. Continuo com muita fé nos meus santos”,
finaliza.

“Inúmeras pesquisas científicas mostram que pessoas
espiritualizadas são fisicamente mais saudáveis, requerem

75

menos assistência médica e, mesmo quando adoecem, têm
recuperação mais rápida e menor taxa de mortalidade”, diz
Marcelo Saad, fisiatra e coordenador do Comitê sobre
Religiosidade-Espiritualidade em Saúde do Hospital Israelita
Albert Einstein, na capital paulista. Estudioso do assunto,

80

ele também revela que os indivíduos mais religiosos têm
maior adaptação ao estresse, menor pendor ao abuso de
drogas e álcool, além de apresentarem risco reduzido de
desenvolver depressão ou cometer suicídio.

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

PROCESSO SELETIVO – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC (SE) – CARGO: TEC. ESPECIALIZADO JUNIOR (ENGENHARIA CIVIL)

02

As orações da religião católica, assim como a meditação

85

budista, podem baixar a pressão e fortalecer as nossas
defesas à medida que acalmam a mente. 
A explicação pode
estar em substâncias produzidas pelo corpo nos momentos
em que rezamos, ocasiões que não deixam de ser agradáveis.
“Nessas horas, o organismo secreta a serotonina, que é

90

conhecida como o hormônio da felicidade”, explica Nise
Yamaguchi.

E a serotonina é antagonista de outros hormônios, que entram
em cena em situações de muita tensão, como o cortisol e a
adrenalina. O problema é quando essa dupla vive em alta.

95

Daí, potencializa baques na imunidade e faz a pressão subir
que nem foguete. “Essas substâncias estão envolvidas na
origem ou no agravamento de vários males. O câncer, por
exemplo, é como um defeito que escapou à vigilância
imunitária”, teoriza Saad. Em quem tem fé, entre outras coisas

100

por causa da compensação da serotonina, os níveis do duo
por trás de tanto nervosismo ficam mais baixos.

Apesar do entendimento crescente sobre o impacto da
religião sobre as funções orgânicas, a ciência ainda engatinha
nesse campo. “Estamos numa fase de questionamentos, e

105

qualquer explicação mais específica de mecanismos é
prematura. Ninguém, no entanto, pode duvidar de que a fé
auxilia na recuperação de pacientes”, afirma o psicobiologista
José Roberto Leite, da Universidade Federal de São Paulo.
Além disso, muitas vezes a religiosidade pressupõe que a

110

pessoa está dentro de um grupo de relacionamento, ou seja,
aberta à interação social e à troca de afeto, o que é bastante
significativo. “Um dos grandes poderes da fé pode estar nessa
força de um indivíduo apoiando o outro”, completa Leite.

http://saude.abril.com.br/edicoes/0320/bem_estar/conteudo_533899.shtml?pag=1

http://saude.abril.com.br/edicoes/0320/bem_estar/conteudo_533899.shtml?pag=2

01 – Com base na leitura do Texto I, podemos afirmar que o
objetivo de Raquel Medeiros, em A fé cura, é:

A) Defender o poder curativo da fé em todos os tipos de doença,

inclusive as graves, tais como: depressão e tumores.

B) Criticar as pessoas que não possuem fé, mostrando que estas

sofrem mais quando adoecem.

C) Apresentar pesquisas científicas, de âmbito nacional e

internacional, que investigaram os efeitos positivos da fé no
tratamento de doenças, inclusive as graves.

D) Mostrar que quem tem religião não adoece com facilidade e

que, quando adoecem, ficam curadas.

E) Comparar explicações religiosas e científicas sobre a cura de

doenças, principalmente as doenças graves.

02 – Dentre os conjuntos de frases abaixo, qual explicita o
posicionamento da autora do texto, Raquel Medeiros?

A) “A recuperação de pacientes com câncer está diretamente

ligada à sua religiosidade” (linhas 01 e 02); “O surpreendente
é que até mesmo os profissionais de saúde entrevistados
ressaltaram a importância da religião para a melhora do quadro
dos doentes” (linhas 10 a 12); “[...] os indivíduos mais

religiosos têm maior adaptação ao estresse” (linhas 80 e
81)
.

B) “Os médicos dizem que o sistema imunológico desses

indivíduos aparenta ser mais resistente” (linha 14 e 15); O
trabalho ouviu 12 voluntários em tratamento e 11
especialistas em oncologia do Hospital Beneficência
Portuguesa (linhas 07 a 09); “[...] os indivíduos mais
religiosos têm maior adaptação ao estresse” (linhas 80 e
81)
.

C) “A performance física de um indivíduo depende de aspectos

emocionais, mentais e espirituais” (linhas 42 e 43); “A
maioria dos participantes era cristã, mas no grupo também
havia muçulmanos, hindus, budistas e ateus” (linhas 26 a
28)
; “Ninguém, no entanto, pode duvidar de que a fé auxilia
na recuperação de pacientes” (linhas 106 e 107).

D) “Taxativo assim é o resumo dos resultados de um estudo

realizado na Universidade de São Paulo” (linhas 02 a 04);
“O surpreendente é que até mesmo os profissionais de saúde
entrevistados ressaltaram a importância da religião para a
melhora do quadro dos doentes” (linhas 10 a 12); “Apesar
do entendimento crescente sobre o impacto da religião sobre
as funções orgânicas, a ciência ainda engatinha nesse
campo” (linhas 102 a 104).

E) “O trabalho ouviu 12 voluntários em tratamento e 11

especialistas em oncologia do Hospital Beneficência
Portuguesa” (linhas 07 a 09); “Ninguém, no entanto, pode
duvidar de que a fé auxilia na recuperação de pacientes”
(linhas 106 e 107); “Apesar do entendimento crescente
sobre o impacto da religião sobre as funções orgânicas, a
ciência ainda engatinha nesse campo” (linhas 102 a 104).

03 – Todas as frases destacadas abaixo evidenciam os
benefícios produzidos pela fé como sendo certos, exceto:

A) “A recuperação de pacientes com câncer está diretamente

ligada à sua religiosidade” (linhas 01 e 02).

B) “Inúmeras pesquisas científicas mostram que pessoas

espiritualizadas são fisicamente mais saudáveis, requerem
menos assistência médica e, mesmo quando adoecem, têm
recuperação mais rápida e menor taxa de mortalidade” (linhas
73 a 76)
.

C) “As orações da religião católica, assim como a meditação

budista, podem baixar a pressão e fortalecer as nossas
defesas à medida que acalmam a mente” (linhas 84 a 86)
.

D) “Ninguém, no entanto, pode duvidar de que a fé auxilia na

recuperação de pacientes” (linhas 106 e 107).

E) “Um dos grandes poderes da fé pode estar nessa força de

um indivíduo apoiando o outro” (linhas 112 e 113).

04 – Qual o referente retomado pelas formas remissivas
destacadas nas frases a seguir?

I. “[...] que foi divulgado há pouco” (linha 04);
II. “Os médicos dizem que o sistema imunológico desses

indivíduos aparenta ser mais resistente [...] (linhas 14 e
15)
;

III. “A maioria dos  participantes era cristã, mas no grupo

também havia muçulmanos, hindus, budistas e ateus (linhas
26 a 28)
;

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

PROCESSO SELETIVO – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC (SE) – CARGO: TEC. ESPECIALIZADO JUNIOR (ENGENHARIA CIVIL)

03

IV. “O problema é quando essa dupla vive em alta (linha 94);
V. “ [...] que escapou à vigilância imunitária” (linhas 98 e 99).

A) resumo de um estudo realizado na Universidade de São Paulo;

12 voluntários; os especialistas; serotonina e hormônios;
câncer.

B) um estudo realizado na Universidade de São Paulo; 12

voluntários; 51 universitários; imunidade e pressão;
serotonina e hormônios; defeito.

C) resumo de um estudo realizado na Universidade de São Paulo;

os pacientes que têm uma crença religiosa; 51 universitários;
o cortisol e a adrenalina; câncer.

D) um estudo realizado na Universidade de São Paulo; os

pacientes que têm uma crença religiosa; 51 universitários; o
cortisol e a adrenalina; defeito.

E) um estudo realizado na Universidade de São Paulo; eles; os

especialistas; o cortisol e a adrenalina; defeito.

05 – Considerando a função sintática dos termos destacados
nos trechos abaixo, numere a segunda coluna de acordo com a
primeira:

01. “[...] os profissionais de saúde entrevistados ressaltaram a

importância da religião para a melhora do quadro dos
doentes” (linhas 11 e 12);

02. “Ele prova que pessoas religiosas ou que apenas acreditam

na existência de Deus são menos angustiadas [...]” (linhas
20 a 22)
;

03. A aposentada Maria Dolores Cantero Montejano, 69 anos,

de Mombuca, no interior de São Paulo, teve dois grandes
sustos há cerca de dois meses” (linhas 57 a 59);

04. “Nessas horas, o organismo secreta a serotonina, que é

conhecida como o hormônio da felicidade” (linhas 89 e 90);

05. “Ele prova que pessoas religiosas ou que apenas acreditam

na existência de Deus são menos angustiadas” (linhas 20
a 22)
.

(    ) objeto indireto
(    ) sujeito
(    ) complemento nominal
(    ) adjunto adnominal
(    ) objeto direto

A) 05; 04; 01; 02; e 03.
B) 04; 05; 02; 01; e 03.
C) 04; 03; 01; 02; e 05.
D) 05; 03; 02; 01; e 04.
E) 05; 03; 01; 02; e 04.

06 – Para dar consistência a seu texto Raquel Medeiros, utiliza-
se de estratégias argumentativas. Dentre as estratégias listadas
abaixo, qual a autora emprega com mais freqüência?

A) relação de causa e consequência;
B) apelo emocional;
C) comparação/contraste;
D) dados estatísticos;
E) argumentos de autoridade.

07 – As palavras destacadas na frase abaixo pertencem,
respectivamente, as seguintes classes de palavras:

O material didático mais barato que existe na praça é o

professor.

A) adjetivo; advérbio; adjetivo; conjunção; advérbio; e

substantivo.

B) adjetivo; advérbio; adjetivo; pronome relativo; substantivo;

e substantivo.

C) substantivo; advérbio; adjetivo; conjunção; substantivo; e

substantivo.

D) adjetivo; conjunção; substantivo; pronome relativo; e

advérbio.

E) adjetivo; advérbio; adjetivo; conjunção; substantivo e

substantivo.

08 – Em uma escola que tem 415 alunos, 221 estudam inglês,
163 estudam francês e 52 estudam ambas as línguas. Quantos
alunos não estudam nenhuma das duas línguas?

A) 52
B) 31
C) 83
D) 93
E) 111

09 – O conjunto solução da equação  

2

2

5

1

=

+

x

x

x

 é:

A) {-2}
B) {8}
C)

D) {3,2}
E) {1}

10 – Uma pessoa gasta 1/3 do dinheiro que tem; em seguida
gasta 3/4 do que lhe sobra. Sabendo-se que ainda ficou com
R$12,00, podemos então afirmar que o valor que ele tinha
inicialmente era de:

A) R$50,00
B) R$80,00
C) R$82,00
D) R$90,00
E) R$72,00

11 – O salário de Antônio é 90% do de Pedro. A diferença entre
os salários é de R$ 500,00. O salário de Antônio é:

A) R$ 5500,00
B) R$ 4500,00
C) R$ 4000,00
D) R$ 5000,00
E) R$ 3500,00

12 – Se a fração irredutível 

b

a

 é a geratriz da dízima 3,012012...,

então o valor de 

b

a

:

A) 670
B) 1809

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

PROCESSO SELETIVO – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC (SE) – CARGO: TEC. ESPECIALIZADO JUNIOR (ENGENHARIA CIVIL)

04

C) 2010
D) 590
E) 540

13 – Um comerciante paga R$ 7,00 por 3 unidades de uma
mercadoria, e revende por R$ 18,00 cada 5 unidades. Na
comercialização dessa mercadoria, ele obtém um lucro de R$
342,00 quando vende um total de unidades igual a:

A) 210
B) 240
C) 300
D) 270
E) 330

14 – Duas empresas B dispõem de ônibus com 60 lugares.
Para uma excursão para Guarabira-PB, a empresa A cobra uma
taxa fixa de R$ 400,00 mais R$ 25,00 por passageiro, enquanto a
empresa B cobra uma taxa fixa de R$ 250,00 mais R$ 29,00 por
passageiro. O número mínimo de excursionistas para que o
contrato com a empresa A fique mais barato do que o contrato
da empresa B é:

A) 37
B) 41
C) 38
D) 39
E) 40

15 – A Área de notificação (System Tray):

A) é uma pequena área que mantém, caso o usuário queira, alguns

ícones que poderão ser iniciados com apenas um clique.

B) é a tela inicial do sistema operacional Windows, onde ficam

expostos os ícones e a barra de tarefas.

C) é a área à direita da Barra de Tarefas que apresenta o relógio

do computador e outros ícones de programas em execução.

D) é a área à esquerda da Barra de Tarefas onde fica localizado

o botão Iniciar.

E) é a área central da Barra de Tarefas onde ficam os botões

que representam as janelas abertas.

16 – Julgue as afirmativas abaixo a respeito do Windows Explorer
e, em seguida, assinale a alternativa correta:

I. O Windows Explorer apresenta sua interface dividida em

duas partes: a área do conteúdo (painel que mostra a
estrutura completa do computador) e a área das pastas
(apresenta o que há na pasta selecionada da área de
conteúdo).

II. O Windows Explorer sempre estará visualizando o conteúdo

de algum diretório (pasta ou unidade).

III. O sinal de + (mais) ao lado de algumas pastas indica que a

mesma possui subpastas. As que não possuem esse sinal
estão vazias.

Está(ao) correta(s):

A) I e III;
B) apenas a I;

C) apenas a II;
D) apenas a III;
E) I, II e III.

17 – Observe os botões da barra de ferramentas formatação do
Microsoft Word abaixo:

Podemos acionar os comandos representados pelos botões
acima, respectivamente, através das teclas:

A) CTRL+S, CTRL+I, CTRL+N;
B) CTRL+1, CTRL+2, CTRL+3;
C) ALT+1, ALT+2, ALT+3;
D) CTRL+N, CTRL+I, CTRL+S;
E) CTRL+ALT+N, CTRL+ALT+I, CTRL+ALT+S.

18 – A respeito do Corretor Ortográfico e Gramatical do
Microsoft Word, julgue as afirmativas abaixo:

I. Aos erros ortográficos (palavras desconhecidas), o Word

atribui um sublinhado ondulado verde, já nos erros
gramaticais (expressões), o Word indica com um sublinhado
ondulado vermelho.

II. É possível inserir uma nova palavra ao dicionário do Word

usando o comando Adicionar.

III. O comando Alterar permite que o usuário altere a palavra

errada por uma sugestão do programa.

IV. O comando Ignorar permite que o erro em questão seja

ignorado somente no documento em aberto de forma
permanente.

Está(ão) incorreta(s):

A) apenas a IV;
B) apenas a I;
C) II e III;
D) II, III e IV;
E) I e IV.

19 – Para alterar orientação do papel (retrato ou paisagem) no
Microsoft Word, devemos usar os seguintes comandos da Barra
de Menu:

A) Arquivo – Configurar Página – guia Layout – Escolher a

orientação do papel;

B) Editar – Configurar Página – guia Layout – Escolher a

orientação do papel;

C) Arquivo – Visualizar Impressão – Escolher a orientação do

papel;

D) Editar – Configurar Página – Escolher a orientação do papel;
E) Arquivo – Configurar Página – guia Margens – Escolher a

orientação do papel.

20 – Para enviar um email, é obrigatório que seja informado:

A) apenas o endereço de email;
B) o endereço de email e o assunto;
C) o endereço de email, o assunto e a mensagem;
D) o endereço de email e a mensagem;
E) o endereço de email, o assunto e pelo menos um arquivo

anexo.

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

PROCESSO SELETIVO – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC (SE) – CARGO: TEC. ESPECIALIZADO JUNIOR (ENGENHARIA CIVIL)

05

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21 – Assinale a alternativa correta:

A) Esforço de compressão caracteriza-se pela tendência de

alongamento do elemento na direção da força atuante.

B) Esforço de torção caracteriza-se pela tendência de uma redução

do elemento na direção da força.

C) Na flexão ocorre uma deformação na direção perpendicular à

da força atuante.

D) Cisalhamento é um esforço de compressão em uma barra de

seção transversal pequena em relação ao comprimento, que
tende a produzir uma curvatura na barra.

E) Flambagem caracteriza-se por forças que atuam em um plano

perpendicular ao eixo fazendo com que cada seção transversal
tenda a girar em relação às demais.

22 – Assinale a alternativa que contem os esforços resultantes
das cargas internas que atuam na seção transversal em G da
viga de madeira mostrada na Figura 01. Supor que as articulações
A, B, C, D e E sejam acopladas por pinos.

Figura 1

A) NG=-6200 kgf, VG=1500 kgf, MG=3000 kgf.m
B) NG=-6200 kgf, VG=3150 kgf, MG=6300 kgf.m
C) NG=-6200 kgf, VG=3150 kgf, MG=3000 kgf.m
D) NG=0 kgf, VG=3150 kgf, MG=3000 kgf.m
E) NG=-6200 kgf, VG=-2400 kgf, MG=3000 kgf.m

23 – A barra da Figura 02 tem largura constante de 35 mm e
espessura de 10 mm. A tensão normal média máxima da barra
quando submetida ao carregamento mostrado vale:

Figura 2

Obs: 1Pa = 1N/m²

A) 85,70 MPa
B) 87,50 MPa

C) 30,00 MPa
D) 85,70 N/m²
E) 30,00 N/m²

24 – A respeito do diagrama Tensão X Deformação do aço
(Figura 03), analise as afirmativas abaixo:

Figura 3

I. O trecho em que a tensão varia de 0 a 

σ

 e recebe o nome de

limite de proporcionalidade.

II. No trecho em que a tensão varia de 0 a 

σ

a relação tg

θ

 = 

ε

 /

σ

  recebe o nome de módulo de longitudinal ou módulo de

Young (E).

III.

σ

é chamada de tensão de limite de resistência.

Está correto o que se afirma em:

A) I, II e III.
B) II e III, apenas.
C) I e III, apenas.
D) I, apenas.
E) Nenhuma.

25 – Para um estado plano de deformações em um ponto

representado pelos componentes 

ε

x

=20,00x10

-6

ε

y

=20,00x10

-6

γ

xy

=10,00x10

-6

, as deformações principais 

ε

1

 e 

ε

2

 são,

respectivamente :

A) 20,00x10

-6

 e 25,00x10

-6

.

B) 25,00x10

-6

 e 15,00x10

-6

.

C) 10,00x10

-6

 e 15,00x10

-6

.

D) -20,00x10

-6

 e 25,00x10

-6

.

E) 15,00x10

-6

 e 25,00x10

-6

.

26 – No que concerne à topografia, considere:

I. O teodolito é um dos equipamentos adequados para a

execução de levantamento planialtimétrico.

II. A curva de nível em uma planta topográfica representa a

linha sobre o terreno com mesma cota altimétrica.

III. Nas medidas horizontais dos ângulos de um levantamento

topográfico, os azimutes representam a declinação vertical
da visada.

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

PROCESSO SELETIVO – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC (SE) – CARGO: TEC. ESPECIALIZADO JUNIOR (ENGENHARIA CIVIL)

06

Está correto o que se afirma em:

A) I, II e III.
B) II e III, apenas.
C) I e II, apenas.
D) I e III, apenas.
E) Nenhuma.

27 – Projetos que apresentam escalas iguais a 1:4000, 1:200 e
10:1, quando mostram a medida no desenho de 4cm as medidas
reais são, respectivamente?

A) 160 cm; 8 m e 4 mm.
B) 16000 m; 800 m e 0,4 m.
C) 1,6 km; 8 m e 4 m.
D) 10 m; 50 cm e 40 cm.
E) 16 m; 800 cm e 4 mm.

28 – Assinale a alternativa incorreta:

A) O coeficiente de permeabilidade de um solo diminui com o

aumento do diâmetro efetivo do solo.

B) As curvas tempo-recalque são a representação dos ensaios

de adensamento.

C) A determinação do limite de liquidez indica o ponto onde o

solo perde a capacidade de fluir e entra no estado plástico.

D) Peso específico aparente natural ou úmido (ã , ãnat , ãt) é a

relação entre o peso total (W) e o volume total da amostra (V)
para um valor qualquer do grau de saturação, diferente dos
extremos.

E) O grau de saturação indica que porcentagem do volume total

de vazios contem água.

29 – Em projetos de arquitetura, a associação correta entre o
componente da cobertura de uma edificação e sua definição é:

A) Beiral - É a peça complementar que faz o arremate entre uma

parede e o telhado.

B) Água - captador de águas, sendo a aresta inclinada delimitada

por duas águas que formam um ângulo reentrante.

C) Espigão - um divisor de águas, sendo a aresta inclinada

delimitada pelo encontro de duas águas que formam um
ângulo saliente.

D) Rincão - aresta horizontal correspondente ao encontro de

duas águas, estando localizada, normalmente, na parte mais
elevada do telhado.

E) Rufo - É a seqüência de telhas na direção de sua largura.

30 – O concreto é, depois da pedra, da argila e da madeira, um
dos materiais de construção mais antigos que a humanidade
conhece. A respeito de Concreto de Cimento Portland, considere:

I. O principal fator que influi na consistência do concreto é,

sem dúvida, o teor de água/cimento portland.

II. Trabalhabilidade é a propriedade do concreto fresco

identificada pela maior ou menor facilidade de seu emprego
para atender a determinado fim.

III. Plasticidade é a propriedade do concreto fresco identificada

pela facilidade com que este é moldado sem se romper.

Está correto o que se afirma em:

A) I, II e III.
B) I e II, apenas.
C) II, apenas.
D) II e III, apenas.
E) III, apenas.

31 – Assinale a alternativa incorreta:

A) Quando há interesse no conhecimento da distribuição

granulométrica da porção mais fina dos solos, emprega-se a
técnica de sedimentação.

B) Em solos argilosos, o limite de liquidez deve ser sempre maior

que o limite de plasticidade.

C) Em geral, para o mesmo esforço de compactação atinge-se

nos solos arenosos (ou materiais granulares bem graduados)
maiores valores de peso específico aparente seco máximo
sob menores teores de umidade ótima, do que solos
argilosos finos (uniformes).

D) Embaixo de toda sapata deverá sempre ser colocada uma

camada de concreto magro.

E) O índice de consistência de Procton aplica-se somente a

solos arenosos, não-coesivos.

32 – O lançamento é a operação que consiste em colocar o
concreto nas formas. O cuidado geral no lançamento consiste
em manipular o concreto de forma que seus componentes não
se separem. São cuidados no lançamento do concreto:

I. Aplicar o vibrador em distâncias de uma vez e meia o raio de

vibração.

II. As formas, quando em madeira, devem estar saturadas de

água antes do lançamento.

III. A espessura da camada deverá ser de ¾ do comprimento da

agulha.

Está correto o que se afirma em:

A) I, II e III.
B) I e II, apenas.
C) II e III, apenas.
D) I e III, apenas.
E) Nenhuma.

33 – A respeito de fundações, assinale a alternativa que
apresenta apenas fundações indiretas:

A) Sapata corrida, Estaca Frank, Estaca Strauss.
B) Tubulão, Estaca Raiz, Estaca Frank.
C) Estaca de madeira, Estaca Frank, Estaca de Aço.
D) Radier, Sapata corrida, Sapata associada.
E) Estaca de Aço, Tubulão, Estaca Frank.

advise-2010-sesc-se-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

PROCESSO SELETIVO – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC (SE) – CARGO: TEC. ESPECIALIZADO JUNIOR (ENGENHARIA CIVIL)

07

34 – Considere os símbolos abaixo usados em projetos de
instalações elétricas.

Eles representam, respectivamente:

A) Condutor terra no interior do eletroduto, quadro parcial de

luz e força embutido, condutor de retorno no interior do
eletroduto e tomada alta.

B) Quadro parcial de luz e força aparente, tomada média,

condutor de fase no interior do eletroduto e condutor neutro
no interior do eletroduto.

C) Condutor de fase no interior do eletroduto, quadro geral de

luz e força aparente, condutor neutro no interior do eletroduto
e tomada média.

D) Condutor neutro no interior do eletroduto, caixa de passagem

na parede, condutor terra no interior do eletroduto e saída
para telefone externo no piso.

E) Condutor de fase no interior do eletroduto, quadro parcial de

luz e força aparente, condutor neutro no interior do eletroduto
e tomada de luz no piso.

35 – Em sistemas prediais de esgotos sanitários, para garantir a
acessibilidade aos elementos do sistema, a distância entre dois
dispositivos de inspeção não deve ser superior a:

A) 10,00 m.
B) 15,00 m.
C) 20,00 m.
D) 25,00 m.
E) 30,00 m.

36 – Em sistemas prediais de esgotos sanitários, a caixa onde se
reúnem os efluentes líquidos, cuja disposição exija elevação
mecânica denomina-se:

A) Caixa de inserção.
B) Caixa de gordura.
C) Caixa de passagem.
D) Caixa sinfonada.
E) Caixa coletora.

37 – Com relação a NBR 9050 - Acessibilidade a edificações,
mobiliário, espaços e equipamentos urbanos julgue as
afirmativas abaixo:

I. Segundo a NBR 9050, fatores de impedância são elementos

ou condições que possam interferir no fluxo de pedestres
como mobiliário urbano, vegetação, postes de sinalização,
entre outros.

II. Considera-se o módulo de referência (MR) a projeção de

2,80 m por 1,20 m no piso, ocupada por uma pessoa utilizando
cadeira de rodas.

III. Segundo a NBR 9050, a comunicação e sinalização Visual é

realizada através de caracteres em relevo, Braille ou figuras
em relevo.

Está correto o que se afirma em:

A) I e II, apenas.
B) I e III, apenas.
C) I, apenas.
D) II, apenas.
E) III, apenas.

38 – A respeito de instalações prediais de água fria, assinale a
alternativa correta.

A) Barrilete é a tubulação que se origina no reservatório e da

qual derivam as colunas de distribuição, quando o tipo de
abastecimento é direto.

B) Vazão de projeto é o valor de vazão, adotado para efeito de

projeto, no ponto de utilização ou no ponto de suprimento.

C) Ramal é a tubulação compreendida entre o orifício de saída

da bomba e o ponto de descarga.

D) Tubulação de extravasão é a tubulação destinada ao

esvaziamento do reservatório, para permitir sua limpeza e
manutenção.

E) Separação atmosférica é o refluxo de água usada,

proveniente de um reservatório, aparelho sanitário ou de
qualquer outro recipiente, para o interior de uma tubulação,
devido à sua pressão ser inferior à atmosférica.

39 – A respeito de orçamento público assinale a alternativa
incorreta.

A) O PPA é a lei que define as prioridades do Governo pelo

período de 2 (dois) anos.

B) A LDO é a lei posterior à lei orçamentária, que define as

metas e prioridades em termos de programas a executar pelo
Governo.

C) A Constituição determina que o Orçamento deve ser votado

e aprovado até o final de cada ano.

D) Por determinação constitucional, o Governo é obrigado a

encaminhar o Projeto de Lei Orçamentária Anual ao
Congresso Nacional até 2 meses antes do encerramento da
sessão legislativa.

E) O princípio da Universalidade no orçamento público dita

que o Orçamento deve agregar todas as receitas e despesas
de toda a administração direta e indireta dos Poderes.

40 – Segundo as normas que regem os canteiros de obra, para
atender a uma demanda de 100 operários, o número de chuveiros
instalados deve ser de:

A) 10.
B) 50.
C) 25.
D) 30.
E) 40.