Prova Concurso - Pedagogia - 2011-PREFEITURA-DE-OURO-PRETO-MG-PEDAGOGO - FUMARC - PREFEITURA - 2011

Prova - Pedagogia - 2011-PREFEITURA-DE-OURO-PRETO-MG-PEDAGOGO - FUMARC - PREFEITURA - 2011

Detalhes

Profissão: Pedagogia
Cargo: 2011-PREFEITURA-DE-OURO-PRETO-MG-PEDAGOGO
Órgão: PREFEITURA
Banca: FUMARC
Ano: 2011
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

PEDAGOGOUFPA2018
PEDAGOGOUNIFESSPA2018
PEDAGOGOEBSERH2018

Gabarito

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-gabarito.pdf-html.html

Prefeitura Municipal de Ouro Preto – Edital 01/2011 

 

 

Provas:  29 e 30 de Outubro de 2011 

 

 

GABARITO OFICIAL RETIFICADO APÓS ANÁLISE DE RECURSOS 

 
 

CADERNO 75 

 
 
CARGO: Pedagogo 
 

 

 

LÍNGUA PORTUGUESA 

 

QUESTÕES 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

RESPOSTAS 

 
ESTATUTO DO SERVIDOR 

 

QUESTÕES 

11 

12 

13 

14 

15 

RESPOSTAS 

 
CONHECIMENTOS GERAIS  
 

QUESTÕES 

16 

17 

18 

19 

20 

RESPOSTAS 

 
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 
 

QUESTÕES 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

RESPOSTAS 

 

QUESTÕES 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

RESPOSTAS 

 
 
 

 

Prova

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

3

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

[ c

adernO

 75 ]

LÍNGUA PORTUGUESA 

Prezado (a) candidato (a)

Coloque seu número de inscrição e nome no quadro abaixo:

Nº de Inscrição

Nome

INSTRUÇÃO: leia, atentamente, o texto a seguir e, com 

base nele, responda às questões de 01 a 10. Volte a ele 

sempre que julgar necessário.

Origem e significado do nome:

1.  

O nome Ouro Preto foi adotado em 20 de maio de 

1823, quando a antiga Vila Rica foi elevada à cidade. 

“Ouro Preto” vem do ouro escuro, recoberto com uma 

camada  de  óxido  de  ferro,  encontrado  na  cidade.  O 

primeiro nome da cidade foi Vila Rica. Depois, foi Vila 

Rica  de Albuquerque,  por  causa  do  Capitão  General 

Antônio  de  Albuquerque  Coelho  Carvalho,  então  go-

vernador das capitanias de Minas e São Paulo. Foi D. 

João V quem mandou retirar o “Albuquerque” do nome 

e adotou o “Vila Rica de Nossa Senhora do Pilar”, para 

homenagear a padroeira da cidade.

2.  

Ouro Preto nasceu sob o nome de Vila Rica, como 

resultado da épica aventura da colonização do interior 

brasileiro, que ocorreu no final do século XVII. Em 1698, 

saindo de Taubaté, São Paulo, a bandeira chefiada por 

Antônio Dias descortina o Itacolomi do alto da Serra do 

Ouro Preto, onde implanta a capela de São João. Ali, 

tem início o povoamento intenso do Vale do Tripui que, 

trinta anos depois, já possuía perto de 40 mil pessoas 

em mineração desordenada e sob a louca corrida pelo 

ouro de aluvião.

3.  

Em 1711, dá-se o conflito emboaba, luta pela con-

quista de terras entre paulistas, portugueses e baianos. 

O Conde de Assumar, D. Pedro de Almeida, luta para 

implantar em Vila Rica a cobrança do quinto, devido à 

Coroa e assumir o comando do território, fazendo de 

Felipe dos Santos sua primeira vítima, em 1720.

4.  

Vila Rica cresce e exaure-se o ouro, mas cria uma 

civilização ímpar, com esplendor nas artes, nas letras e 

na política.

5.  

A Inconfidência Mineira é o apogeu do pensamento 

político e faz mártires entre padres, militares, poetas e 

servidores públicos, liderados por Tiradentes.

6.  

Com a Independência, recebe o nome de Ouro Pre-

to  e  torna-se  a  capital  de  Minas  até  1897.  É  instituí-

da Patrimônio da Memória Nacional a partir de 1933 e 

tombada pelo IPHAN em 1938. Em 1980 é considerado 

Patrimônio cultural  da Humanidade, pela UNESCO.

7.  

O surgimento e apogeu da arte colonial em Minas 

Gerais - barroco mineiro - é um fenômeno inteiramen-

te ligado à exploração do ouro, acontecido no século 

XVIII, que veio criar uma cultura dotada de característi-

cas peculiares e uma singular visão do mundo.

8.  

À medida que se expandia a atividade mineradora, 

o barroco explodia na riqueza de suas formas, na pom-

pa e no fausto de suas solenidades religiosas e festas 

públicas, vindo marcar, de maneira definitiva, a socie-

dade que se constituiu na região.

9.   

Ouro Preto - hoje Patrimônio Histórico Mundial -  re-

presenta  inquestionavelmente  a  síntese  da  arte  colo-

nial mineira, não apenas pela expressão de sua histó-

ria, mas pelas excepcionalidade do acervo cultural que 

preservou.

Fonte: Secretaria de Cultura de Ouro Preto (texto adaptado)

QUESTÃO 01

O propósito comunicativo do texto: “ História de Ouro Pre-

to” é sobretudo o de

a)  apresentar a cidade, contemplando nela aspectos  ge-

ográficos positivos e negativos.

b)  divulgar  atributos  relacionados  às  histórias  imaginá-

rias de Ouro Preto.

c)  esclarecer sobre o significado e viagens de explora-

ção do ouro nas minas gerais.

d)  informar de uma maneira objetiva  os fatos  históricos  

gradativos da cidade.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

4

[ c

adernO

 75 ]

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

QUESTÃO 02

Analise os seguintes trechos retirados do texto:

I.  Ouro Preto nasceu 

sob o nome de Vila Rica, como 

resultado da épica aventura da colonização do interior 

brasileiro, que ocorreu no final do século XVII.

II.  Em 1711, 

dá-se o conflito emboaba, luta pela conquis-

ta de terras entre paulistas, portugueses e baianos.

III.  Vila  Rica  cresce  e  exaure-se  o  ouro,  mas  cria  uma 

civilização ímpar, com esplendor nas artes, 

nas letras 

e na política.

IV.  Ouro Preto - 

hoje Patrimônio Histórico Mundial - re-

presenta inquestionavelmente a síntese da arte colo-
nial mineira, não apenas pela expressão de sua his-
tória, mas pelas excepcionalidades do acervo cultural 
que preservou.

As frases em que o vocábulo ou expressão grifada pode 

ser retirada, sem que haja alteração de sentido no texto, 

são.

a)  apenas as frases I e II.

b)  apenas as frases II e III.

c)  apenas as frases III e IV.

d)  apenas as frases I e IV.

QUESTÃO 03

Para o desenvolvimento do texto, o articulador faz uso de 

vários recursos, 

EXCETO de

a)  dados históricos.

b)  inserção de discurso direto.

c)  fatos relevantes para a formação histórica.

d)  relato de acontecimentos.

QUESTÃO 04

Baseando-se na estruturação do texto, a 

CORRETA orde-

nação dos parágrafos se deu por meio de (da)

a)  tempo e espaço, de maneira a contextualizar os fatos 

narrados.

b)  contraste e paralelo, o que visa explicitar ideias não 

reveladas.

c)  exemplificação,  para  dar  suporte  um  ponto  de  vista 

apresentado, anteriormente.

d)  apresentação de razões, uma vez que há vozes cre-

denciadas no contexto.

QUESTÃO 05

Em todas as alternativas, o termo sublinhado refere-se a 

uma palavra ou a uma expressão que o antecede no tex-

to, 

EXCETO:

a)  “Ouro Preto” vem do ouro escuro, 

recoberto com uma 

camada de óxido de ferro, encontrado na cidade.

b)  Foi D. João V 

quem mandou retirar o “Albuquerque” 

do nome e adotou o “Vila Rica de Nossa Senhora do 

Pilar”, para homenagear a padroeira da cidade.

c)  Em 1980 é considerado Patrimônio cultural da Huma-

nidade, 

pela UNESCO.

d)  Ouro  Preto  nasceu  sob  o  nome  de  Vila  Rica,  como 

resultado da épica aventura da colonização do interior 

brasileiro, 

que ocorreu no final do século XVII.

QUESTÃO 06

A linguagem utilizada no contexto, sobre a origem e sig-

nificado do nome de Ouro Preto, no 1º §, pode  ser con-

siderada

a)  conotada,  uma  vez  que  se  articula  em  um  contexto 

literário.

b)  denotada, pois se assemelha a de um dicionário.

c)  informal, porque há indícios de incorreções gramati-

cais.

d)  prolixa, já que se articula em um contexto científico.

QUESTÃO 07

Assinale a alternativa em que a circunstância a que reme-

te o termo sublinhado está 

INCORRETAMENTE indicada 

entre colchetes.

a) 

À medida que se expandia a atividade mineradora, o 

barroco explodia na riqueza de suas formas, na pom-
pa e no fausto de suas solenidades religiosas e festas 
públicas, vindo marcar, de maneira definitiva, a socie-
dade que se constituiu na região. 

[TEMPO].

b)  Foi D. João V quem mandou retirar o “Albuquerque” 

do nome e adotou a “Vila Rica de Nossa Senhora do 
Pilar”, 

para homenagear a padroeira da cidade. [FI-

NAL].

c)  Vila  Rica  cresce  e  exaure-se  o  ouro, 

mas  cria  uma 

civilização ímpar, com esplendor nas artes, nas letras 

e na política. 

[ADVERSIDADE].

d)  A  Inconfidência  Mineira  é  o  apogeu  do  pensamento 

político 

e faz mártires entre padres, militares, poetas 

e servidores públicos, liderados por Tiradentes. 

[ADI-

TIVA].

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

5

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

[ c

adernO

 75 ]

ESTATUTO DO SERVIDOR 

QUESTÃO 08

Releia o fragmento:

Foi  D.  João  V  quem  mandou  retirar 

o  “Albuquerque” 

do nome e adotou

 o “Vila Rica de Nossa Senhora do 

Pilar”, para homenagear 

padroeira da cidade.

Infere-se  que  os  articuladores  destacados  se  referem  à 

classe gramatical do (a)

a)  pronome.

b)  preposição.

c)  conjunção.

d)  artigo.

QUESTÃO 09

Classifica-se o texto como, predominantemente

a)  instrucional, pois prescreve o fato, no qual ocorreu a 

temática.

b)  descritivo,  tendo  em  vista  o  caráter  imagético  das 

ideias expostas.

c)  narrativo, uma vez que enfoca fatos com marcas de 

temporalidade.

d)  opinativo,  porque  apresenta  fatos  e  o  articulador  se 

apresenta em 1ª pessoa.

QUESTÃO 10

Baseando-se no emprego dos sinais de pontuação, anali-

se as informações a seguir:

I.  As aspas no primeiro parágrafo foram utilizadas com o 

objetivo de acentuar o valor significativo das palavras.

II.  O uso dos travessões no sétimo parágrafo denota ex-

plicação e tem a função análoga dos parênteses.

III.  As vírgulas no quinto parágrafo foram, respectivamen-

te,  utilizadas  para  enumerar  substantivos  comuns  e 

separar um aposto. 

Marque a alternativa 

CORRETA.

a)  as informações I, II e III estão corretas.

b)  apenas as informações I e II estão corretas.

c)  apenas as informações I e III estão corretas.

d)  apenas a informação III está correta.

A PROVA EM QUESTÃO RETRATA ASPECTOS DA LEI 

COMPLEMENTAR  MUNICIPAL  02/2000,  O  ESTATUTO 

DOS FUNCIONÁRIOS CIVIS DO MUNICÍPIO DE OURO 

PRETO/MG

QUESTÃO 11

Avalie e assinale o conceito 

CORRETO sobre o serviço 

público em Ouro Preto/MG:

a)  é  considerado  servidor  público  a  pessoa  legalmente 

investida em cargo público e que presta serviços jun-

to aos poderes do Município de Ouro Preto, incluindo 

autarquias, mas não fundações e empresas públicas.

b)  cargo público é a ocupação funcional unitária que pre-

vê direitos e obrigações expressas em lei.

c)  os cargos públicos são acessíveis a todos os brasilei-

ros e estrangeiros, excetuados o de chefe do executi-

vo municipal e de guarda municipal, restrito a brasilei-

ro nato.

d)  os cargos em comissão de recrutamento limitado ape-

nas serão providos por servidores efetivos, para atri-

buições de chefia, direção e assessoramento.

QUESTÃO 12 

Coloque 

(V) para as afirmativas Verdadeiras ou (F) para 

as afirmativas 

Falsas.

(     )  o  estágio  probatório  para  cargos  públicos  munici-

pais efetivos será de 2 anos consecutivos.

(     )  no estágio probatório serão avaliadas a produtivi-

dade, a disciplina e a capacidade de iniciativa do 

servidor, fora outros aspectos.

(     )  o  chefe  que  inobservar  as  responsabilidades  ati-

nentes ao estágio probatório de seus subordinados 

poderá ser destituído de sua função de chefia.

(     )  além de percorrer o estágio probatório, o profissio-

nal será estável se for considerado apto por uma 

comissão especial.

Marque a sequência 

CORRETA, na ordem de cima para 

baixo.

a)   F, V, V, V.

b)   F, F, V, F.

c)   V, V, V, V.

d)   V, F, F, V.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

6

[ c

adernO

 75 ]

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS 

QUESTÃO 13

Analise as afirmativas abaixo.

I.  a readaptação é a realocação de servidores públicos 

estáveis com problemas físicos ou psíquicos em ser-

viço compatível com sua vontade.

II.  a readaptação é medida que visa aumentar a eficiên-

cia do serviço público, a partir do melhor emprego do 

servidor.

III.  a readaptação será ato de ofício ou a pedido e não 

se operará, quando o servidor for incapaz de exercer 

outro cargo.

Assinale a alternativa 

CORRETA.

a)   as afirmativas I, II e III estão corretas.

b)   as afirmativas I, II e III estão incorretas.

c)   apenas uma afirmativa está correta.

d)   apenas uma afirmativa está incorreta.

QUESTÃO 14

Sobre as gratificações de servidores públicos do municí-

pio de Ouro Preto, é importante saber que

a)  a gratificação de função é uma retribuição aos encar-

gos recebidos no exercício de chefia.

b)  a gratificação natalina será de 1/12 por mês de exer-

cício no cargo e será paga até o 20º dia de dezem-

bro (50%) e no mês de aniversário do servidor (outros 

50%).

c)  a gratificação de função é incorporada no salário do 

servidor decorridos 5 anos de recebimento alternado 

da gratificação. 

d)  a  gratificação  natalina  é  incorporada  proporcional-

mente aos meses trabalhados no salário do aposen-

tado do serviço público.

QUESTÃO 15

Sobre Licenças, o servidor de Ouro Preto:

a)  na condição de gestante, terá 180 dias de afastamen-

to, remunerados a partir do 8 mês de gestação.

b)  o servidor poderá tirar dois anos de licença remunera-

da para tratar de assuntos particulares, mas terá que 

pagar aos cofres públicos os valores de previdência 

social. Além disso, o prazo não contará para efeitos 

de quinquênio e  incorporação de gratificações.

c)  o servidor poderá gozar de licença remunerada para 

tratamento  de  saúde  de  membro  da  família  por  30 

dias, renováveis, de acordo com perícia médica que 

ateste a necessidade de afastamento.

d)  será concedida licença remunerada proporcionalmen-

te ao tempo de serviço para acompanhar cônjuge que 

assumir mandato eletivo, durante o período do man-

dato, desde que o local de exercício seja fora do mu-

nicípio  e  inviabilize  a  prestação  de  serviço  junto  ao 

órgão do servidor.

QUESTÃO 16

“A terra parece que evapora tumultos; a água exala mo-

tins; o ouro toca desaforos; destilam liberdades aos ares; 

vomitam insolências as nuvens; influem desordens os as-

tros; o clima é tumba da paz e berço da rebelião; a nature-

za anda inquieta consigo, e amotinada lá dentro, é como 

no inferno”. Discurso histórico e político sobre a subleva-

ção que nas Minas houve em 1720. Belo Horizonte, Fun-

dação João Pinheiro, 1994, p.59.

O  trecho  acima  é  alusivo  a  que  contexto  revoltoso  que 

teve por palco Ouro Preto: 

a)  aos  motins  do  São  Francisco  de  1736,  ocasião  em 

que ocorreram vários distúrbios em Ouro Preto.

b)  à Revolta do Ano da Fumaça ocorrida em Ouro Preto, 

em 1833, que determinou a deposição do presidente 
Manoel Ignácio de Mello e Souza e de seu vice Ber-
nardo Pereira de Vasconcelos.

c)  à Revolta de Felipe dos Santos ocorrida em Vila Rica 

e Vila do Carmo, ocasião em que era governador das 
Minas dom Pedro de Almeida Portugal. 

d)  à  Inconfidência  Mineira  de  1789,  ocasião  em  que  a 

cobrança  da  derrama  se  avizinhava  e  era  grande  a 
insatisfação popular em toda Ouro Preto.  

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

7

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

[ c

adernO

 75 ]

QUESTÃO 17

No que se refere à colonização de Minas Gerais, observe 

as afirmações abaixo:

I.  A Guerra dos Emboabas constitui-se em um capítulo 

importante da expansão colonizadora nas Minas, pois 

foi protagonizada por dois grupos litigantes. Um era 

composto por paulistas que reivindicavam o controle 

das minas de ouro, evocando a primazia da descober-

ta e, outro composto em sua maior parte por reinóis 

II.  A partir da década de 1740, a produtividade das la-

vras regredia rapidamente, fazendo com que muitos 

mineradores solicitassem cartas de sesmarias, aban-

donando as antigas áreas mineradoras em direção à 

Zona da Mata e ao Sul de Minas. 

III.  O principal porto fornecedor de escravos para as Mi-

nas era o de Salvador. André João Antonil no livro Cul-

tura e Opulência do Brasil por suas drogas e Minas 

fala-nos do movimento frenético dos comboios de es-

cravos em direção ao rio São Francisco, por ser essa 

a principal via de penetração às Minas. 

IV.  A Comarca mais densamente povoada da Capitania 

de  Minas  Gerais  era  a  do  Rio  das  Velhas.  É  o  que 

pode ser visto em um mapa de população elaborado 

no ano de 1776. 

Marque a alternativa 

CORRETA.

a)   somente as afirmações I, II e IV estão corretas.

b)   somente as afirmações II, III e IV estão corretas.

c)   somente as afirmações I, II, III estão corretas.

d)   somente as afirmações I, II, III e IV estão corretas. 

QUESTÃO 18

Com o discurso de, mais uma vez, proteger o interesse 

nacional,  o  governo  decidiu  elevar  o  preço  dos  carros 

e  caminhões  importados.  Num  país  que  tem  uma  das 

maiores  cargas  tributárias  do  mundo  –  quase  40%  de 

tudo que é produzido por cidadão e empresas vai parar 

nos cofres públicos –, as autoridades optaram por redu-

zir  as  escolhas  do  consumidor,  em  vez  de  estimular  a 

economia local.

Revista Veja, “Vai ficar mais caro”, edição 2235, 21/09/2011

Sobre o cenário acima descrito, coloque 

(V) para as afir-

mativas 

Verdadeiras  ou  (F)  para  as  afirmativas  Falsas 

nas afirmativas abaixo:

(     )  o  aumento  será  de  30  pontos  percentuais  no  im-

posto  sobre  produtos  industrializados  de  veículos 

produzidos no exterior ou que sejam montados no 

Brasil mas não atendam a critérios mínimos de con-

teúdo nacional.

(     )  o  argumento  central  da  ação  do  governo  em  au-

mentar a taxação sobre veículos importados de pa-

íses como China e Coréia é proteção de empregos 

na indústria automobilística brasileira.

(     )  a  falta  de  competitividade  da  indústria  brasileira 

devido à várias razões, dentre elas a infraestrutura 

deficitária  do país, não foram tratadas pelo gover-

no que se silenciou acerca delas.

(     )  países  com  os  quais  o  Brasil  tem  acordo  de  co-

mércio  como Argentina,  México,  Uruguai  pagarão 

integralmente as novas tarifas, ainda que as peças 

sejam fabricadas nesses mesmos países. 

Assinale a alternativa com a sequência 

CORRETA, na or-

dem de cima para baixo.
a)   V – V – F – F.

b)   V – V – V – F.

c)   F – F – F – V.

d)   F – F – V – V.

QUESTÃO 19

Nos exemplos abaixo estão apontados biomas existentes 

no Brasil, 

EXCETO:

a)  mata atlântica.

b)  cerrado.

c)  pampa.

d)  floresta temperada.

QUESTÃO 20

Relacione a segunda coluna com a primeira, no que se 

refere às regiões de conflito no mundo contemporâneo.

COLUNA 1

COLUNA 2

1.   Esse  conflito  se  arrasta  desde  os 

anos  1950,  dentro  do  contexto  da 

Guerra Fria. Ao término da conten-

da, o país acabou dividido em Norte 

e Sul. No Sul a presença dos Esta-

dos  Unidos  é  notória,  assim  como 

no Norte acontece com a da China.

2.   A  primavera  dos  povos  árabes.  Fi-

caram  assim  intitulados  os  movi-

mentos  que  depuseram  governan-

tes que ficaram a frente do governo 

em seus países durante décadas.  

3.   Conflito  de  cunho  eminentemente 

religioso,  colocando  em  campos 

opostos  hinduístas  e  islamitas.  As 

tensões entre esses dois países se 

agravam  mais  pelo  fato  de  ambos 

deterem a tecnologia para o fabrico 

da bomba atômica. 

4.   A invasão desse país esteve asso-

ciada  ao  desdobramento  do  11  de 

setembro de 2001. Os Talibãs então 

no poder nesse país asiático foram 

taxados  como  os  planejadores  do 

ataque aos Estados Unidos.

(     )  Norte da África 

e Oriente 

Médio 

(     )  Índia e 

Paquistão 

(     )  Península 

coreana 

(     )  Afeganistão

Assinale a alternativa com a sequência 

CORRETA, na or-

dem de cima para baixo.
a)   2, 3, 1, 4.

b)   2, 1, 4, 3.

c)   1, 3, 2, 4.

d)   3, 2, 1, 4.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

[ c

adernO

 75 ]

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

8

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PEDAGOGO

QUESTÃO 21

Com relação à atuação do pedagogo na escola, analise os itens abaixo em 

Verdadeiro (V) ou Falso (F):

(    )  A articulação do trabalho do pedagogo com a comunidade escolar centrada no projeto político pedagógico, no exer-

cício da democracia participativa e no fortalecimento dos espaços democráticos da escola contribui para a melhoria 

da qualidade da educação.

(    )  A transformação da prática docente se efetiva à medida que o professor amplia sua consciência quanto à própria 

prática, com base em conhecimentos teóricos e críticos a cerca da realidade.

(     )

  A gestão democrática, como princípio norteador da gestão da escola pública, pressupõe o envolvimento da comuni-

dade escolar interna na organização, execução e avaliação do trabalho ali desenvolvido, prescindindo da participa-

ção da família na vida escolar.

(    )  A partir da Lei de Diretrizes e Bases (LDB) 9.394/96, o desenvolvimento profissional dos professores tem-se consti-

tuído em objetivo de políticas que valorizam a formação docente com base na racionalidade técnica.

Assinale a sequência 

CORRETA, na ordem de cima para baixo.

a)  V, F, F, V.

b)  F, F, V, F.

c)  V, V, F, F.

d)  V, V, F, V.

QUESTÃO 22

As novas práticas educacionais possibilitadas pelas recentes tecnologias de informação e comunicação podem ser utiliza-

das para melhorar a qualidade do ensino brasileiro. Porém, para que isto ocorra, é necessário que

a)  o governo brasileiro subsidie a compra de equipamentos aos professores.

b)  sejam incluídas em nosso sistema educacional, a fim de fazerem parte das práticas docentes e discentes das institui-

ções de ensino.

c)  simplesmente sejam incluídas em nosso sistema educacional.

d)  os governos façam políticas públicas para equipar as escolas com computadores;

QUESTÃO 23

A aprendizagem, caracterizada como um processo essencialmente dinâmico e global, conduz o professor a orientar o seu 

trabalho didático de modo a levar o aluno a

a)  participar ativamente das aulas, desenvolvendo sua personalidade.

b)  cumprir todas as tarefas e recomendações feitas pelo mestre.

c)  acumular um bom acervo de conhecimentos e informações atualizados.

d)  ouvir, passivamente, as explicações da matéria apresentada.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

[ c

adernO

 75 ]

9

QUESTÃO 24

A questão a seguir está relacionada aos dois textos abaixo. Leia-os e responda ao que se pede:

TEXTO I

Fonte: www.chargeoke.com.br

TEXTO II

Meta 17: Valorizar o magistério público da educação básica a fim de aproximar o rendimento médio do profissional do 

magistério  com  mais  de  onze  anos  de  escolaridade  do  rendimento  médio  dos  demais  profissionais  com  escolaridade 

equivalente.

(Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020 – 

Fonte: www.mec.gov.br)

Baseando-se nas idéias apresentadas que evidenciam as situações adversas vividas na Educação brasileira, assinale a 

alternativa 

INCORRETA:

a)  aos profissionais da educação escolar pública, seja da rede federal, estadual ou municipal, é garantido pela Constitui-

ção um piso salarial profissional nacional.

b)  ofertar melhores cursos de formação e cursos de reciclagem aos professores contribui para melhorar o ensino brasi-

leiro.

c)  atrelar aumento de salário ao desempenho dos professores é garantia de que o aprendizado dos alunos melhorará.

d)  os baixos salários e a desvalorização social da profissão não atraem os jovens para a carreira do magistério.

QUESTÃO 25

Complete as lacunas corretamente:

A prática pedagógica na contemporaneidade precisa ___________ o _____________, além de mobilizar o raciocínio, a 

experimentação, a solução de problemas e outras ________________ cognitivas superiores.

Marque a opção 

CORRETA.

a)  preservar – conteúdo – habilidades.

b)  priorizar – conhecimento – competências.

c)  partilhar – informações – competências.

d)  pulverizar – programa – competências.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

[ c

adernO

 75 ]

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

10

QUESTÃO 26

De acordo com a resolução CEB nº 02/98 em 07/04/98, Art. 3º, inciso I, as Diretrizes Curriculares para o Ensino Funda-

mental estabelecem três princípios básicos que devem pautar a prática pedagógica. Identifique-os:

a)  culturais – políticos – artísticos.

b)  morais – políticos – criativos.

c)  sociais – políticos – éticos.

d)  éticos – políticos – estéticos.

QUESTÃO 27

O fragmento abaixo, extraído do texto “Queremos Resultados” de Gustavo Ioschpe (2007), será tema para a questão se-

guinte. Leia-o cuidadosamente, para depois assinalar ao que se pede: 

O professor de colégio público, por exemplo, é um servidor público e deve sim satisfações a quem paga o seu salário 

por meio de impostos e delega ao magistério uma tarefa cujo resultado também tem fortes conotações públicas, que é 

a formação das gerações futuras. A sociedade brasileira começa a acordar para o desastre que é a nossa educação e 

o comprometimento dos nossos estudantes. Começa a entender que melhorá-la significa requalificar os professores, 

exigir resultados, interferir nos currículos de cursos de Pedagogia e Licenciaturas, que os materiais didáticos sejam 

usados, exigir diretores competentes, demandar que a carga horária e a disciplina sejam cumpridas, que professores 

não faltem e não se atrasem e sejam rigorosos com os alunos que tratam as aulas com descaso e desdém.” 

Use 

Verdadeiro (V) ou Falso (F), para determinar as opções abaixo.

(     )   a ação didática  – docente e discente – está na dependência direta dos objetivos propostos pela Educação, pela 

escola, pelo professor e pelos alunos. Desta relação, vai depender o êxito ou o fracasso do processo pedagógico.

(     )   é irrelevante, apesar de complexo e incerto o ato do professor planejar e preparar um roteiro de ações para sala de 

aula, pois a relação ensino-aprendizagem é uma constante aventura.

(     )   a rotina escolar brasileira está coalhada de questões que são, no mínimo, temerosas, e a única opção para resolvê-

las é investir em exames nacionais avaliativos.

(     )   os professores precisam desenvolver competências de ordem técnica, didática, relacional, pedagógica e social a fim 

de garantirem maior eficácia do ato educativo.

Assinale a sequência 

CORRETA, na ordem de cima para baixo.

a)  V, V, V, V.

b)  V, F, F, V.

c)  F, V, V, V.

d)  V, V, F, F.

QUESTÃO 28

De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais, a seleção de conteúdos deve levar em conta sua relevância social 

e sua contribuição para o desenvolvimento intelectual do aluno. Assim, na seleção de conteúdos, a equipe escolar deve 

considerar:

a)  as capacidades que se pretende desenvolver e a ampla gama de assuntos que podem ser desenvolvidos em cada 

área de estudo.

b)  a complexidade dos temas, que devem ser organizados do mais complexo ao mais simples.

c)  a existência de uma ordem linear necessária ao estabelecimento de relações entre as diferentes disciplinas.

d)  a necessidade de memorização de fatos e informações, sem o que não é possível a aquisição de aprendizagens mais 

complexas.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

[ c

adernO

 75 ]

11

QUESTÃO 29

De acordo com TARDIF (2002) em relação ao trabalho e ao profissionalismo docente é

 INCORRETO afirmar que

a)  os saberes da experiência são definidos como um conjunto de saberes atualizados, adquiridos e exigidos no âmbito 

das práticas do mundo da vida, experiências de trabalhos coletivos que contribuem à formação do educando.

b)  a relação dos docentes com os saberes, não se reduz a uma função de transmissão dos conhecimentos já constituí-

dos, (pois) sua prática integra diferentes saberes, com os quais o corpo docente mantém diferentes relações.

c)  há uma conotação especial aos saberes da experiência destacando dois níveis: os saberes das experiências dos 

alunos – futuros professores, construídos durante a vida escolar e os saberes da experiência produzidos pelos profes-

sores no trabalho pedagógico cotidiano.

d)  o saber docente é um saber composto de vários saberes, oriundos de fontes diferentes e produzidos em contextos 

institucionais e profissionais variados.

QUESTÃO 30

O planejamento da educação escolar pode ser concebido como processo que envolve a prática docente no cotidiano es-

colar, envolvendo a fase anterior ao início das aulas, o durante e o depois, num exercício contínuo de ação-reflexão-ação.

Planejar, então, é um processo contínuo e dinâmico de

a)  escolha de conteúdos e dinâmicas baseados no desenvolvimento infantil.

b)  organização do trabalho por parte do especialista da escola.

c)  reflexão sobre o trabalho a ser realizado.

d)  tomada de decisão, colocação em prática e acompanhamento.

QUESTÃO 31

Fonte: tudodealinebschons.blogspot.com

O termo BULLYING compreende todas as formas e maneiras agressivas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem mo-

tivo evidente e são tomadas por um ou mais estudantes contra outro, causando traumas, e são executadas dentro de uma 

relação desigual de poder.

 Suas vítimas são em sua grande maioria crianças e adolescentes que sofrem humilhações, 

descriminações, exclusões e são com freqüência aterrorizadas, agredidas com palavras, apelidadas e essas são apenas 

algumas maneiras da violência cometidas pelos agressores.

Usando as informações acima como base, analise os itens a seguir em 

Verdadeiro (V) ou Falso (F):

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

[ c

adernO

 75 ]

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

12

(   )  Atos de Bullying  são simples brigas que ocorrem entre os jovens e que não podem levar a uma condição de isolamen-

to e marginalização.

(  )  O papel da escola deve ser o de conversar sempre com os alunos sobre o assunto, discutindo sobre a necessidade de 

se respeitarem as diferenças individuais, reflletindo com eles sobre como deve ser uma escola onde todos se sentem 

felizes, seguros e respeitados.

(  )   Apesar de o Bullying também poder ocorrer no trabalho, na vizinhança e na política,  em sua maioria está presente em 

escolas de todo o mundo.

(  )  Os praticantes de Bullying nunca usam uma combinação de intimidação e humilhação tais como: ataques físicos, es-

palhar rumores negativos, chantagem, para atormentar os outros.

Assinale a sequência 

CORRETA, na ordem de cima para baixo.

a)  F, V, F, F.

b)  F, V, V, F.

c)  V, V, V, V.

d)  F, F, F, V.

QUESTÃO 32

Considere os seguintes itens:

I.  “... é mais estável e menos sujeito a mudanças ...”

II.  “... é mais dinâmico e mais flexível ...”

Os itens I e II identificam, 

RESPECTIVAMENTE, o

a)  plano de curso e o plano diretor.

b)  regimento escolar e o plano escolar.

c)  plano escolar e o projeto pedagógico.

d)  projeto pedagógico e o regimento escolar.

QUESTÃO 33

Considere os quatro objetivos abaixo:

Eliminar a centralização autoritária;

Diminuir a divisão do trabalho que distancia segmentos sociais;

Eliminar o binômio dirigentes e dirigidos;

Garantir a participação consciente de todos na tomada das decisões que afetam a eles e ao projeto comum.

Esse conjunto articulado de objetivos caracteriza

a)  um programa partidário de esquerda.

b)  uma proposta utópica de gestão.

c)  uma gestão por objetivos.

d)  uma gestão democrática e participativa.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

[ c

adernO

 75 ]

13

QUESTÃO 34

Quanto à Educação Especial, a LDB estabelece:

I.  Exclusividade de oferta na rede oficial de ensino, o que representa fator de cidadania, à medida em que promove a 

inclusão social.

II.  Obrigatoriedade de serviço de apoio especializado na rede oficial de ensino, com vistas ao melhor atendimento e ga-

rantia de promoção da clientela, independente do tipo de deficiência que nela se registre.

III.  O atendimento oficial na rede regular de ensino tem início a partir de 7 anos, uma vez que a faixa etária anterior exige 

maiores cuidados, tanto para o aluno deficiente quanto para o não deficiente.

Marque a opção 

CORRETA:

a)  as afirmativas I, II e III estão incorretas.

b)  somente a afirmativa I responde corretamente à questão.

c)  somente a afirmativa II responde corretamente à questão.

d)  somente a afirmativa III responde corretamente à questão.

QUESTÃO 35

Leia atentamente o texto:

Fonte: http://www.cbpf.br/~eduhq/html/tirinhas/tirinhas_assunto/escola/

Observando a charge acima compreendemos que

 o conhecimento aprendido durante a aula precisa ser interligado com 

a vida cotidiana do aluno. Logo, é necessário levá-lo a colocar em prática no seu dia-a-dia a aprendizagem escolar, de 

modo a ser capaz de analisar, sintetizar, comparar, criticar e outras ações que caracterizam a aprendizagem significativa 

do indivíduo como um todo.
O momento da avaliação que enfatiza que o conhecimento aprendido durante a aula precisa ser interligado com a vida 

cotidiana do aluno se denomina
a)  reciclagem do desenvolvimento de capacidades e habilidades.

b)  consolidação e aprimoramento dos conhecimentos, habilidades e hábitos.

c)  aplicação de conhecimentos, habilidades e hábitos.

d)  organização dos conhecimentos e habilidades.

QUESTÃO 36

Entre os saberes necessários à prática docente, discutidos por Paulo Freire (2006), o “respeito à autonomia do educando, 

do ser do educando” se expressa nas práticas pedagógicas que priorizam

a)  a execução do plano de ensino elaborado pelos professores.

b)  a relação dialógica entre educador e educando.

c)  a aplicação das modernas teorias educacionais.

d)  a liberdade do educando, a quem não se impõem limites.

fumarc-2011-prefeitura-de-ouro-preto-mg-pedagogo-prova.pdf-html.html

[ c

adernO

 75 ]

P

refeitura

 M

uniciPal

 

de

 O

urO

P

retO

14

QUESTÃO 37

A elaboração do Projeto Político Pedagógico da escola, muitas vezes, é um desafio, na medida em que a avaliação e a re-

novação das práticas educacionais tornam-se uma exigência durante sua construção. Esta renovação é complexa porque 

perpassa todos os aspectos da prática social e pedagógica na escola.

Para que esta transformação seja possível, um dos elementos fundamentais é a

a)  formação teórica adequada do coordenador do Projeto.

b)  participação dos dirigentes da escola em um projeto progressista.

c)  disposição dos envolvidos no processo com a vontade política de mudar.

d)  autonomia para cada professor escolher o trabalho que irá realizar.

QUESTÃO 38

De acordo com Perrenoud (2000), “o ofício do professor está se transformando: trabalho em equipe e por projetos, auto-

nomia e responsabilidades crescentes, pedagogias diferenciadas, centralização sobre os dispositivos e as situações de 

aprendizagem...” cuja meta é antes fazer aprender do que ensinar. A abordagem por competências focaliza-se sobre o 

aluno, a pedagogia diferenciada e os métodos ativos e convida os professores a

a)  trabalhar regularmente por problemas, negociar e conduzir projetos com seus alunos, praticar uma avaliação formado-

ra em situação de trabalho e dirigir-se para uma menor compartimentação disciplinar.

b)  trabalhar regularmente por problemas, negociar e conduzir projetos com seus alunos, praticar uma avaliação formado-

ra em situação de trabalho e dar continuidade à compartimentação disciplinar.

c)  trabalhar regularmente por problemas, trabalhar por disciplina, praticar uma avaliação somativa e impor projetos aos 

seus alunos.

d)  trabalhar regularmente por problemas, impor projetos de pesquisa aos seus alunos, praticar uma avaliação formadora 

disciplinadora

 e dirigir-se para uma menor compartimentação disciplinar.

QUESTÃO 39

Segundo Moretto (2010) “avaliar a aprendizagem tem sido um tema angustiante para professores e estressante para os 

alunos. Nas conversas com professores, orientadores e diretores, o assunto ‘avaliação’ é sempre lembrado com um sus-

piro de desânimo e uma frase eloqüente: Esse é o problema! Aí está o nó!”

Para que se possa reverter esse quadro apontado por Moretto, é necessário pensar a avaliação:

I.  Como uma prática diagnóstica, pois possibilita ao professor identificar em que estado de aprendizagem se encontra o 

aluno para poder intervir no processo de aprendizagem do mesmo.

II.  Como uma prática classificatória, pois é preciso avaliar o desempenho dos alunos.

III.  Como uma prática mediadora, pois cabe ao professor acompanhar permanentemente o processo de construção de 

conhecimento do aluno, no sentido de desafiá-lo a aprender cada vez mais.

Assinale a alternativa 

CORRETA:

a)  apenas as assertivas II e III estão corretas.

b)  apenas as assertivas I e II estão corretas.

c)  apenas as assertivas I e III estão corretas.

d)  as assertivas I, II e III estão corretas.

QUESTÃO 40

No brinquedo, a criança projeta-se nas atividades adultas de sua cultura e ensaia seus futuros papéis e valores. Assim, o 

brinquedo antecipa o desenvolvimento, criando zonas de desenvolvimento proximal”. A afirmação acima é defendida por:

a)  Piaget.

b)  Vygotsky.

c)  Skinner.

d)  Ausubel.