Prova Concurso - Arquitetura - 2011-TJ-ES-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA-ESPECIFICOS - CESPE - TJ - 2011

Prova - Arquitetura - 2011-TJ-ES-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA-ESPECIFICOS - CESPE - TJ - 2011

Detalhes

Profissão: Arquitetura
Cargo: 2011-TJ-ES-ANALISTA-JUDICIARIO-ARQUITETURA-ESPECIFICOS
Órgão: TJ
Banca: CESPE
Ano: 2011
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ARQUITETOEBSERH2018
ESPECIALISTA-PORTUARIO-ARQUITETURAEMAP2018
ARQUITETOPREFEITURA2018

Gabarito

Prova

cespe-2011-tj-es-analista-judiciario-arquitetura-especificos-prova.pdf-html.html

CESPE/UnB – TJ/ES

        – 4 –

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Com base nas disposições constantes na NBR 10.068 que padroniza as características dimensionais das folhas para desenho técnico, julgue
os itens a seguir, sabendo-se que o A0 tem aproximadamente 1,00 m

2

.

51

A área do formato A2 corresponde, aproximadamente, a 25% da área do formato A0.

52

A folha A0 apresenta o formato básico para desenhos técnicos, cuja bipartição sucessiva gera os demais formatos.

53

As dimensões da folha A0 são, especificamente, 841 mm x 1.189 mm.

Figuras para os itens de 54 a 56

Figura 1

Figura 2

Figura 3

Fonte: residência em Campos do Jordão.

Considerando as figuras acima e que a planta interna da casa meça 3,00 m × 9,00 m, julgue os itens seguintes.

54

Para a casa representada nas figuras acima, o programa de necessidades possui a configuração apresentada no gráfico abaixo.

55

Para imprimir a planta apresentada acima na escala de 1:20, deve-se usar, no mínimo, um papel no formato A2.

Considerando que, nas figuras 1, 2 e 3 acima apresentadas, a circulação implícita que liga a sala ao quarto pela área molhada tenha 90 cm
de largura, julgue o próximo item, relativo a orçamento e composição de custo, levantamento de quantitativos de pisos e revestimentos.

56

Considerando-se que as divisórias e as vedações externas sejam montadas sobre o piso acabado, é correto afirmar que, para revestir
a área molhada, serão necessárias 5 placas inteiras e 3 placas fracionadas de porcelanato de 1,00 m × 1,00 m.

Com relação a projeto de arquitetura, julgue o item abaixo.

57

O programa de necessidades, a topografia, a orientação, a configuração urbana e viária do entorno, entre outros elementos, são dados
que condicionam um projeto e, portanto, não são objetos de competência do arquiteto.

cespe-2011-tj-es-analista-judiciario-arquitetura-especificos-prova.pdf-html.html

CESPE/UnB – TJ/ES

        – 5 –

Figura I: diagrama solar

1 perspectiva

2 desenho projetivo

3 máscara

1

2

Figura II: dispositivos de sombra

Internet: < www.labcon.ufsc.br>.

Com base nas figuras I e II, que representam um diagrama solar e os dispositivos de sombra em forma de tabela com duas linhas (1 e 2)
e três colunas (perspectiva, desenho projetivo, máscara), respectivamente, julgue os itens que se seguem.

58

O dispositivo solar mostrado na perspectiva da linha 1 da tabela apresentada na figura II é o mais indicado para as fachadas Norte
e Sul da cidade à qual se refere o diagrama solar.

59

Na linha 1 da tabela apresentada na figura II, os desenhos projetivos e a máscara das colunas 2 e 3 correspondem à perspectiva do
dispositivo vertical de proteção solar indicado na coluna 1 da mesma tabela.

60

A perspectiva do dispositivo apresentado na linha 2 da tabela apresentada na figura II não corresponde ao desenho projetivo indicado
nessa tabela.

61

O diagrama solar, representado na figura I, indica uma cidade situada no hemisfério norte.

cespe-2011-tj-es-analista-judiciario-arquitetura-especificos-prova.pdf-html.html

CESPE/UnB – TJ/ES

        – 6 –

Considerando a figura acima, que apresenta símbolos gráficos para
instalações elétricas prediais de acordo com a NRB 5444, julgue os
itens subsequentes.

62

O símbolo indicado pelo número 11 corresponde a uma caixa
de passagem colocada no piso.

63

Os símbolos indicados pelos números 1 e 5 referem-se ao
mesmo dispositivo elétrico; contudo, o número 1 é mais usado
em residências unifamiliares e o número 5 é mais apropriado
para edifícios de apartamentos ou escritórios.

64

O símbolo indicado pelo número 8 corresponde a um
interruptor three-way, utilizado para comandar uma lâmpada,
ou um conjunto de lâmpadas, de dois pontos distintos.

65

Os símbolos indicados pelos números 2, 3 e 4 correspondem
a tomadas, e o número 2 refere-se a uma tomada localizada a
2 metros de altura em relação ao solo.

Considere a figura acima, que ilustra a planta e o corte do poço de
um elevador de um edifício, o qual possui 3 pavimentos, com
pé-direito de 3,00 m cada. Considere, ainda, que a cota entre o
último piso e a casa de máquinas seja de 3,50 m e que a cota
inferior do poço seja de 1,50 m. Com base na figura apresentada e
nessas informações, julgue os itens a seguir.

66

Em planta, o retângulo preto, atrás da cabine, representa a
estrutura de reforço específica para combater a carga de
frenagem.

67

Nesse edifício, a altura total do poço é igual a 11,00 m.

Julgue os itens seguintes, relativos a sistemas de ar-condicionado.

68

Nos sistemas centrais com mais de 500 TR, os tanques de

termo-acumulação são complementos que permitem a

fabricação e o armazenamento de gelo nos horários em que as

tarifas de energia são menores, bem como a sua utilização nos

horários de pico, quando a eletricidade é mais cara.

69

Uma desvantagem dos aparelhos do tipo split, cuja a potência
é medida em BTUs/hora, consiste na instalação das partes

ruidosas do equipamento nas janelas, deixando-se apenas a

unidade evaporadora na área externa.

De acordo com a NBR 23, todas as empresas devem possuir:

proteção contra incêndios; saídas suficientes para a rápida retirada

do pessoal em serviço, em caso de incêndio; equipamentos

suficientes para combater o fogo em seu início; e pessoas

preparadas para o uso correto desses equipamentos. Com relação a

esse assunto, julgue os próximos itens.

70

Devem ser previstos extintores portáteis e(ou) sobre rodas nas

proximidades de caldeiras, cabines elétricas, depósitos de gás

combustível, casas de máquinas e de elevadores.

71

As caixas de escadas devem ser providas de portas corta-fogo,

que se fechem automaticamente e que possam ser abertas

facilmente pelos dois lados.

72

Recomenda-se a disposição do painel central do sistema de

alarme em locais protegidos, tais como depósitos, ou sob as

escadas.

Julgue o item abaixo, relativo à programação, ao controle e à

fiscalização de obras.

73

A partir do planejamento e do orçamento de uma obra é

possível montar um cronograma físico-financeiro, responsável

pelo alinhamento mensal do percentual da etapa de cada

serviço com o total dos recursos disponíveis.

Com relação a coberturas e impermeabilização, julgue o item a

seguir.

74

Nas coberturas transitáveis por pedestres, a impermeabilização

rígida não é recomendada, visto que as lajes são suscetíveis a

fissuras decorrentes de oscilação térmica; nessas coberturas, é

indicado o uso de mantas asfálticas ou elastoméricas.

Julgue os itens subsecutivos, referentes a esquadrias.

75

Tanto nas esquadrias de chapa quanto nas de alumínio, o

baguete é um calço que ajusta e fixa a altura do vidro no

quadro da esquadria.

76

A vantagem da esquadria de alumínio industrializada, em

relação à esquadria de chapa dobrada, consiste no fato de ela

proporcionar maior liberdade na concepção do projeto, bem

como maior resistência à corrosão do material.

cespe-2011-tj-es-analista-judiciario-arquitetura-especificos-prova.pdf-html.html

CESPE/UnB – TJ/ES

        – 7 –

Com base na Lei n.º 5.194/1966, que  regula o exercício das
profissões de engenheiro, arquiteto e agrônomo, julgue os itens a
seguir.

77

As alterações de projeto ou plano original só podem ser feitas
pelo profissional que o tenha elaborado.

78

Os registros de autoria de planos e projetos, para salvaguarda
dos direitos autorais dos profissionais que o desejarem, são
criados pelos conselhos regionais de arquitetura, engenharia e
agronomia.

79

No Brasil, só podem exercer a profissão de arquiteto os
profissionais que tiverem sido aprovados em provas de
conhecimento específico e de títulos promovidas pelos
conselhos regionais de engenharia, arquitetura e agronomia.

Com base na Lei n.º 6.766, que dispõe acerca do parcelamento do
solo urbano, julgue os itens seguintes.

80

Só será permitido o parcelamento do solo para fins urbanos em
zonas urbanas, em terreno com declividade igual ou superior
a 30%, caso sejam atendidas as exigências quanto ao
escoamento das águas pluviais e à salubridade do meio
ambiente.

81

A infraestrutura básica dos parcelamentos situados nas zonas
habitacionais declaradas por lei como de interesse social
(ZHIS) deve conter, no mínimo: vias de circulação;
escoamento das águas pluviais; rede para o abastecimento de
água potável; e soluções para o esgotamento sanitário e para a
energia elétrica domiciliar.

Figura I

Figura II

Figura III

Figura IV

Internet:<www.angelfire.com>.

Sabendo-se que o AutoCAD reúne, no comando UCS (user coordinates system), recursos fundamentais para a modelagem tridimensional,
julgue os próximos itens, considerando as figuras apresentadas.

82

A fim de transformar os sólidos 1 e 2, da figura III, no sólido 4 (resultante), pode-se utilizar o comando solcham.

83

Para transformar a figura bidimensional no prisma mostrado na figura IV, deve-se utilizar o comando extrude.

84

O comando UCS, cujo ícone está ilustrado na figura I, permite especificar as direções dos eixos, bem como manter o ato de desenhar
sempre em uma vista plana.

85

A figura II refere-se às coordenadas cartesianas relativas, sendo X = 0 e Y = 0.

cespe-2011-tj-es-analista-judiciario-arquitetura-especificos-prova.pdf-html.html

CESPE/UnB – TJ/ES

        – 8 –

Na figura acima, que representa a vista lateral de uma rampa, C
corresponde à distância da projeção do lance, que equivale à
distância entre os pontos a e b, e H corresponde à altura vencida por
cada lance. Considerando essas informações, bem como as normas
de acessibilidade em edificações e espaços públicos, julgue os itens
a seguir.

86

Em uma rampa, a altura do corrimão é invariável, admitindo-se
a existência de uma segunda linha, acessória, em posição
inferior à do topo do corrimão, para deficientes.

87

Para se calcular a inclinação da rampa representada na
figura, deve-se utilizar a seguinte equação: inclinação
(i) = ( h x 100)/c, em que h é a altura do desnível e c, o
comprimento entre quaisquer pontos que liguem duas
extremidades de um lance.

Figura I

Figura II

Considerando as figuras I e II, acima e, ainda, as normas de
acessibilidade em edificações e espaços públicos, julgue os itens
seguintes.

88

Caso o sanitário representado na figura I componha a suíte de
um hotel, o mobiliário do quarto deve ser disposto de forma a
não obstruir a faixa livre de circulação e, em todos os vãos
livres, deve ser previsto meio para manobra de deficiente, com
raio de 360º.

89

Dado o caráter compulsório da NBR9050, que tem força de lei,
ela serve de justificativa legal para uma instituição federal
cobrar de determinado executor terceirizado a correta
adequação no que se refere à qualquer elemento de sinalização
visual.

90

Estando todas as dimensões e posições normatizadas, pode-se
utilizar um bloco padrão — como o de uma ferramenta
computacional — para inseri-las em projetos arquitetônicos de
diversas ordens. 

91

Os diâmetros e comprimentos mínimos e máximos das barras
de apoio para sanitários, conforme representação nas figuras
acima, estão de acordo com a norma pertinente.

A partir da figura acima, que representa uma composição de
sinalização tátil direcional de alerta, com exemplos de mudança de
direção, e com base no que dispõe a NBR9050, julgue os itens
subsequentes.

92

A sinalização tátil de alerta nos rebaixamentos de calçadas
deve estar conjugada com a sinalização direcional. 

93

Na NBR9050, são definidos, além das dimensões dos
elementos de sinalização, os parâmetros de legibilidade da
informação visual por meio da iluminação adequada do
ambiente, do contraste e da pureza da cor.

94

Havendo mudança de orientação entre duas ou mais linhas de
sinalização tátil direcional, deve-se prever área com indicação
de alternativas de trajeto, que podem ser feitas por meio da
alternância de posição de um mesmo tipo de piso com o
mesmo padrão de textura.

Julgue os próximos itens com base na Lei Federal n.º 6.766/1979.

95

A lei em questão é taxativa ao proibir toda e qualquer
ocupação de terrenos com declividade superior a 30%. Como
o dispositivo que prevê essa proibição não contém ressalva, a
obediência a essa determinação poderia ter minimizado as
tragédias ocorridas no início de 2011 em alguns estados
brasileiros devido a deslizamentos de terra e inundações.

96

A aprovação de um projeto de parcelamento cabe à prefeitura
municipal ou ao Distrito Federal, conforme o caso, e a um ou
a outro compete, também, a fixação das diretrizes para uso do
solo urbano, as quais vigorarão pelo prazo máximo de
quatro anos. 

97

É permitido o parcelamento em terrenos alagadiços ou sujeitos
a inundações, desde que tomadas as devidas providências com
relação ao escoamento de águas.

Os problemas relacionados à metodologia de projeto e ao

processo de desenvolvimento do projeto têm recebido grande
atenção dos pesquisadores nos últimos anos. Muitos creem — não
sem razão — que os métodos intuitivos de composição
tradicionalmente utilizados pelos arquitetos não permitem lidar com
a complexidade dos problemas a serem resolvidos e, de fato,
observa-se que, na falta de instrumentos mais refinados de análise
e classificação, o arquiteto tende a voltar aos antigos exemplos para
resolver novos problemas.

Alan Colquhoun. Tipologia e metodologia de projeto. 

In: Kate

Nesbitt. Uma nova agenda para a arquitetura (com adaptações).

Tendo o texto acima como referência inicial, julgue o item
consecutivo, relativo à metodologia de projeto de arquitetura e de
desenho urbano.

98

A definição de objetivos gerais e específicos, bem como a
definição de procedimentos e o meio de desenvolvimento do
partido arquitetônico são considerados fatores determinantes
para o desenvolvimento de uma metodologia de projeto mais
eficiente.

cespe-2011-tj-es-analista-judiciario-arquitetura-especificos-prova.pdf-html.html

CESPE/UnB – TJ/ES

        – 9 –

Anésia Barros Frota e Sueli Ramos Schiffer.
Manual de conforto térmico (com adaptações).

Com base na figura acima, que representa a transferência de calor
para uma parede opaca, julgue os itens a seguir, relativos ao
conforto humano em edificações.

99

A inércia térmica, fator de grande importância para avaliar as
condições de conforto em uma edificação, está associada às
características do envolvente e dos componentes internos do
recinto.

100

A transferência do calor de parede translúcida poderá ser
representada por gráfico semelhante ao apresentado acima,
com as mesmas setas de dissipação, reflexão e absorção,
devendo, no entanto, a seta que indica a radiação absorvida
para o interior ser representada por linha mais espessa.

Julgue os itens que se seguem, acerca dos processos de
industrialização e racionalização das construções.

101

O processo de utilização de elementos pré-moldados é idêntico
ao sistema de pré-fabricação, no que se refere aos
procedimentos de dimensão e alcance do emprego de peças,
versatilidade de uso e diversidade de arranjos plásticos e
espaciais. 

102

A sistematização da construção por meio de elementos
pré-fabricados ou por procedimentos pautados pelo
reaproveitamento de resíduos sólidos está em conformidade
com o estabelecido por resoluções recentes do Conselho
Nacional do Meio Ambiente.

103

O processo de racionalização da construção está relacionado
à inovação tecnológica e a um contexto mais amplo de adoção
de novos processos organizacionais e de gestão do trabalho.

104

As propostas de solução para as ocupações informais, como as
favelas, por exemplo, devem contemplar metodologia de ação
que não estabeleça ruptura total com o sistema existente. Tal
iniciativa deve vincular-se a um processo de industrialização
da construção, de tal forma que se possa obter um maior
número de unidades habitacionais e equipamentos públicos
com otimização dos meios de execução.

105

As chamadas tecnologias alternativas, por se desenvolverem de
maneira independente do contexto de aplicação, contrapõe-se
à lógica produtiva que caracteriza o processo de
industrialização.

No que concerne a linguagem e representação do projeto
arquitetônico, julgue os itens de 106 a 110.

106

A escala gráfica pode substituir, sem perda de acuidade na
representação, as cotas numéricas em uma planta de projeto
executivo.

107

A planta baixa de um ambiente, convenção gráfica para a sua
representação, é o meio mais adequado e eficaz para se iniciar
a elaboração de qualquer projeto.

108

A planta-chave é um elemento que auxilia na representação
ampliada de determinado trecho de um projeto arquitetônico.

109

Tornar mais compatíveis os diferentes documentos de desenho
provenientes de diversos escritórios de projeto é a tarefa à qual
se lançou recentemente a Associação Brasileira de Escritórios
de Arquitetura (ASBEA), seguindo tendência de entidades
internacionais.

110

Segundo a NBR 6492, a planta de locação deve compreender,
além do projeto principal, projetos complementares, tais como
o de movimento de terra, de arruamentos e de drenagem. 

No que concerne à Constituição do Estado do Espírito Santo, julgue
os itens seguintes.

111

Se o servidor público estadual investir-se no mandato de
deputado estadual, perceberá, havendo compatibilidade de
horários, as vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem
prejuízo da remuneração do cargo eletivo; inexistindo
compatibilidade, o servidor poderá optar pelos vencimentos de
seu cargo.

112

A Lei de Organização Judiciária do Estado do Espírito Santo
(LOJ/ES), de iniciativa do Superior Tribunal de Justiça, deverá
ser encaminhada para aprovação na Assembleia Legislativa, e,
depois, ser submetida à sanção do governador do estado.

113

Compete ao Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo
(TJ/ES) processar e julgar, originariamente, nos crimes
comuns, o vice-governador do estado, os deputados estaduais
e os prefeitos municipais.

114

A vedação ao nepotismo não se encontra prevista
expressamente no texto constitucional do estado do Espírito
Santo, ainda que incidente por determinação de súmula
vinculante do Supremo Tribunal Federal.

115

É permitida a acumulação remunerada de dois cargos públicos
privativos de médico, desde que comprovada a
compatibilidade de horários, limitados os subsídios ao teto
constitucional.

Julgue os itens subsequentes, relativos à LOJ/ES.

116

O cargo comissionado de secretário de gestão do foro deve ser
preenchido, exclusivamente, por bacharel em direito.

117

Cada comarca, que compreende um município, ou mais de um,
desde que contíguos, deve receber a denominação da
respectiva sede, podendo ser dividida em varas.

Com relação ao plano de carreiras e de vencimentos dos servidores
efetivos do Poder Judiciário do estado do Espírito Santo, julgue os
itens que se seguem.

118

O servidor que não concordar com o resultado do processo de
promoção poderá interpor recurso, com justificativa e provas
das alegações, no prazo máximo de trinta dias, a contar da data
de publicação do referido resultado.

119

Entre os critérios exigidos para a promoção do servidor
público inclui-se o do limite de três faltas injustificadas no
decorrer dos 24 últimos meses que antecedam o processo de
promoção.

Em relação à lei que dispõe sobre a reestruturação e modernização
da estrutura organizacional e administrativa do TJ/ES, julgue o
próximo item.

120

Cabe a desembargador designado pelo Tribunal Pleno a
supervisão da coordenadoria das varas de infância e juventude.