Prova Concurso - Arquitetura - 2012 CAMARA DOS DEPUTADOS ANALISTA ARQUITETURA - CESPE - CAMARA - 2012

Prova - Arquitetura - 2012 CAMARA DOS DEPUTADOS ANALISTA ARQUITETURA - CESPE - CAMARA - 2012

Detalhes

Profissão: Arquitetura
Cargo: 2012 CAMARA DOS DEPUTADOS ANALISTA ARQUITETURA
Órgão: CAMARA
Banca: CESPE
Ano: 2012
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ARQUITETOEBSERH2018
ESPECIALISTA PORTUARIO ARQUITETURAEMAP2018
ARQUITETOPREFEITURA2018

Gabarito

cespe-2012-camara-dos-deputados-analista-arquitetura-gabarito.pdf-html.html

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

E

C

C

E

C

E

C

C

E

C

C

E

C

E

C

C

C

E

E

E

121

122

123

124

125

126

127

128

129

130

131

132

133

134

135

136

137

138

139

140

C

C

E

E

E

C

E

E

E

C

E

C

C

C

C

E

C

E

E

E

141

142

143

144

145

146

147

148

149

150

151

152

153

154

155

156

157

158

159

160

C

C

C

E

E

C

E

E

C

E

C

E

C

C

C

C

E

E

E

E

161

162

163

164

165

166

167

168

169

170

171

172

173

174

175

176

177

178

179

180

Item

Obs.: ( X ) item anulado.

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

0

0

CÂMARA DOS DEPUTADOS

DIRETORIA GERAL

DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO CARGO DE ANALISTA LEGISLATIVO – ATRIBUIÇÕES:

ARQUITETO, ENGENHEIRO, ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E TÉCNICO EM MATERIAL E

PATRIMÔNIO

Aplicação: 3/6/2012

CAMDEP12_001_01 

Item

Analista Legislativo – Atribuição: Arquiteto

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

161

162

163

164

165

166

167

168

169

170

171

172

173

174

175

176

177

178

179

180

C

C

E

E

E

C

C

C

C

E

C

E

C

E

C

C

C

E

C

E

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Item

Gabarito

Prova

cespe-2012-camara-dos-deputados-analista-arquitetura-prova.pdf-html.html
cespe-2012-camara-dos-deputados-analista-arquitetura-prova.pdf-html.html

||CAMDEP12_001_01N984646||

CESPE/UnB – CÂMARA DOS DEPUTADOS

Analista Legislativo – Atribuição: Arquiteto

        – 1 –

De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado
com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o código E, caso julgue o item ERRADO. Para as devidas
marcações, use a folha de respostas, único documento válido para a correção da sua prova objetiva.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Acerca de projetos de arquitetura e técnicas de desenho, julgue os
itens a seguir.

101

A projeção ortogonal de um objeto em um único plano é
suficiente para a determinação da posição desse objeto no
espaço.

102

O croqui consiste em um desenho de apoio ao processo de
busca de um arquiteto, cuja representação propicia novas
ideias para a criação de novas formas e disposições de projeto.

103

Vistas em planta/corte/elevação são desenhos ortográficos
muito utilizados por arquitetos, dado que as superfícies planas
paralelas à superfície de desenho e perpendiculares à linha de
visada do observador retêm a verdadeira grandeza em escala.

104

Desenhos feitos para a etapa do projeto legal destinam-se tanto
à representação das técnicas necessárias à análise e aprovação
das autoridades competentes quanto à representação da
concepção da edificação e de seus elementos e instalações.
Para a obtenção do alvará de funcionamento, esses desenhos
devem ser elaborados com base nas exigências legais da esfera
a que forem submetidos (municipal, estadual ou federal).

105

Os documentos técnicos — desenhos e textos — que forem
rejeitados parcial ou totalmente pelos órgãos públicos de
controle legal devem ser revistos ou alterados apenas pelo seu
autor e devem, ainda, ser submetidos à nova avaliação.

106

Para representações na terceira dimensão, podem ser utilizadas
tanto projeções paralelas, como as perspectivas com duas
fugas, quanto a projeção central, como a perspectiva com um
único ponto de fuga.

107

O maior defeito visual de um desenho axonométrico consiste
no fato de que suas linhas parecem divergir à medida que se
afastam em aparente contradição com o que normalmente é
visto em perspectiva.

Sabendo que a informática tem sido cada vez mais utilizada como
instrumento no processo de desenhos 2D e 3D aplicados à
arquitetura, julgue os itens de 108 a 113, relativos a SketchUp e
AutoCad.

108

No AutoCad 2012, as definições de blocos não são
irreversíveis, podendo as referências dos blocos ser
redesenhadas, mesmo depois de inseridas múltiplas vezes no
desenho.

109

Recomenda-se que, ao se utilizar o AutoCad 2012, os desenhos
de objetos com definições de bloco sejam feitos na layer 0, de
modo que as referências de blocos não herdem a layer em que
eles foram inseridos e sejam evitadas alterações de suas
propriedades originais, como color, linetype e(ou) lineweight.

110

O  paperspace  do AutoCad 2012 é um ambiente 2D que
representa uma folha de papel virtual, enquanto o modelspace
é um ambiente 3D que pode conter tanto desenhos em 2D
quanto modelos em 3D.

111

No SketchUp, denomina-se componente uma entidade — um
tipo especial de grupo — que pode conter um ou mais objetos.
Diferentemente dos grupos comuns, o componente fica
disponível em uma biblioteca, podendo ser utilizado diversas
vezes em um mesmo arquivo, ou enviado a outro. Quando um
componente é alterado em um arquivo, todos os componentes
iguais são alterados automaticamente.

112

Viewports flutuantes — assim denominadas porque podem
variar de posição e dimensão conforme o leiaute desejado —
funcionam como janelas no modelspace  do AutoCad 2012,
possibilitando a visualização de desenhos no paperspace.

113

Após a versão AutoCAD 2008, o processo de definição de
textos e cotas para cada viewport com escala diferente
tornou-se mais prático, com os objetos anotativos, em virtude
da apresentação automática de textos, cotas e(ou) atributos
cuja aparência pode ser controlada nos estilos anotativos
(annotative styles).

A arquitetura de interiores é uma importante ferramenta para
organizar e definir as dimensões e relações entre o programa de
necessidades das atividades de um projeto. Em relação a esse
assunto, julgue os itens que se seguem.

114

Leiaute com dimensões justas entre função e espaço são mais
desejáveis, em face da flexibilidade e da diversidade que
podem propiciar.

115

O emprego de móveis embutidos proporciona, de modo geral,
aparência unificada, de ordem, mitigando a superocupação
visual de um espaço.

116

Ao analisar o programa de necessidades, o arquiteto deve
verificar, além da metragem dos ambientes, a natureza de suas
necessidades — separando as ruidosas das mais passivas e
silenciosas —, a potencialidade ou não de serem utilizados
para mais de uma atividade, a frequência com que serão
utilizados, assim como os horários em que serão frequentados.

Julgue os próximos itens, relativos aos estudos de viabilidade
técnico-financeira realizados na área de arquitetura.

117

Para realizar o orçamento de uma construção, é essencial
analisar os seguintes aspectos referentes aos materiais que
serão utilizados na obra: padrão de qualidade; condições de
fornecimento, pagamento, entrega, armazenamento e
manuseio; e preço.

118

Os custos de uma obra podem sofrer variações de origem
externa ao projeto, tais como as decorrentes das condições de
oferta e procura do mercado, que fazem que o preço da obra
aumente conforme a procura diminui, e as decorrentes da
ambiência inflacionária, responsável pela elevação dos preços
dos insumos em face do aviltamento do valor da moeda.

Com relação ao controle ambiental das edificações, julgue os itens
subsecutivos.

119

A luminosidade provinda diretamente do Sol é, muitas vezes,
rejeitada em interiores habitados, em razão de causar, por
exemplo, ofuscamento, calor, brilho e danos ao mobiliário. Por
isso, costuma-se empregar, preferencialmente, a luz difusa
proveniente do céu, a qual apresenta valores absolutos mais
altos, e, consequentemente, níveis de luminosidade mais
confortáveis.

120

A exaustão feita pelo uso de ventilação por efeito chaminé
através de recintos é incrementada com a diminuição da
distância entre as aberturas altas (por onde o ar quente sai) e as
baixas (por onde o ar frio entra).

121

O uso da ventilação natural, apesar de proporcionar a
circulação de ar fresco externo, pode ocasionar problemas
acústicos por permitir ruídos externos e, por vezes, impedir o
isolamento acústico entre os recintos.

cespe-2012-camara-dos-deputados-analista-arquitetura-prova.pdf-html.html

||CAMDEP12_001_01N984646||

CESPE/UnB – CÂMARA DOS DEPUTADOS

Analista Legislativo – Atribuição: Arquiteto

        – 2 –

Julgue os itens a seguir, referentes a instalações mecânicas de
transporte vertical e horizontal.

122

Denomina-se esteira rolante uma superfície de movimento
contínuo, acionada mecanicamente, semelhante a uma correia
transportadora, utilizada para transportar pedestres
horizontalmente ou ao longo de pequenas inclinações.

123

O amortecedor de uma máquina elevadora consiste em um
pistão ou dispositivo de mola, instalado no limite superior
extremo do trajeto, cuja finalidade é absorver o impacto de
uma cabine de elevador ou de um contrapeso em sua subida.

A respeito de mecanismos de detecção e combate a incêndios,
julgue os itens seguintes.

124

O reservatório de água destinado ao combate de incêndios,
denominado reserva técnica, deve estar localizado,
preferencialmente, em reservatórios inferiores, facilmente
acessíveis ao corpo de bombeiros.

125

O  Sprinkler, um dos sistemas automáticos de combate a
incêndio mais difundidos, é ativado tão logo o incêndio se
inicia, dispensando a ação de qualquer operador. Esse sistema
é dotado de uma peça especial que, devido a seu alto ponto de
fusão, se rompe logo após o início da elevação de temperatura
exterior, derramando água sob forma de chuveiro.

Com referência a estruturas, projetos complementares e
especificação de materiais, julgue os itens que se seguem.

126

Mais importante do que considerar a resistência do material
especificado para a estrutura de uma obra, é considerar a forma
do elemento estrutural, fundamental para se determinar a
resistência do material em suportar cargas.

127

As cargas permanentes são aquelas cuja intensidade, direção e
sentido podem ser determinados com grande precisão, já que
as cargas são devidas a forças gravitacionais ou pesos. Um
exemplo de carga permanente é o peso próprio da estrutura,
dos mobiliários e dos revestimentos aplicados nos ambientes.

128

Um circuito elétrico está em série quando seus componentes
estão arranjados de tal maneira que os terminais positivos
ficam ligados a um condutor e todos os terminais negativos a
outro, sendo aplicada a mesma voltagem a cada componente.

129

Um interruptor de circuito, também denominado disjuntor, é
um comutador que interrompe manualmente um circuito
elétrico para evitar que uma corrente excessiva danifique
aparelhos ou ocasione um incêndio.

130

O aço consiste em um material reciclável que tanto pode ser
reaproveitado integralmente, ao se desmontar uma estrutura,
quanto pode ser reprocessado, na forma de sucata, para ser
utilizado na produção do próprio aço.

Acerca de acessibilidade, edificações, mobiliário, espaços e
equipamentos urbanos, julgue os itens a seguir.

131

Se a adaptação da largura das rampas de uma edificação for
impraticável, poderão ser executadas rampas com largura
mínima de 0,80 m com segmentos de no máximo 3,00 m,
medidos na sua projeção horizontal.

132

Ao menos uma das entradas de edificações e equipamentos
urbanos deve ser acessível, a exemplo das rotas de interligação
às principais funções do edifício.

O processo de planejamento e controle de obra é fundamental para
o alcance de eficiência e efetividade na execução dos
empreendimentos de construção. Para tanto, o aumento do controle
da obra se faz necessário, o que obriga as empresas de construção
a investirem cada vez mais no planejamento e na programação das
atividades. A esse respeito, julgue os itens seguintes.

133

O ciclo PDCA, ferramenta de gerenciamento de qualidade
total, compreende duas etapas distintas: a de planejamento e
orçamento e a de controle de produção.

134

Na elaboração de um orçamento, ao se adotar a metodologia de
composição de custo unitário (CCU), toda perda da atividade
deverá constar nos índices dos insumos, jamais no quantitativo
do serviço.

135

Os fatores que influenciam a redução do tempo de construção
incluem a adoção de padrões modulares no projeto, o controle
do estoque e a execução do máximo de atividades paralelas
possível. 

Acerca do levantamento de quantitativos e do planejamento e
controle físico-financeiro, julgue os itens que se seguem.

136

No cálculo de um orçamento de obra, o boletim de despesas
indiretas (BDI) deve incluir os encargos sociais.

137

Com o emprego do software MS-Project no planejamento e
controle de obras, a exibição das informações das tarefas de
um projeto pelo cronograma de Gantt é a mais recomendada.

138

Na execução do orçamento de uma obra, os custos diretos
incluem as despesas com toda a mão de obra, incluindo até
mesmo as com o pessoal administrativo, os salários, e as
despesas com o abastecimento de água e o fornecimento de
energia elétrica.

139

O Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da
Construção Civil (SINAPI), adotado na elaboração dos
orçamentos do serviço público, é um sistema de pesquisa
mensal que informa os custos e índices da construção civil. O
Sindicato das Indústrias da Construção (SINDUSCON) e o
Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA) são
os responsáveis pela divulgação oficial dos resultados,
manutenção, atualização e aperfeiçoamento do cadastro de
referências técnicas, métodos de cálculo e do controle de
qualidade dos dados disponibilizados pelo referido sistema.

Com relação a acompanhamento e aplicação de recursos e controle
de materiais, julgue os próximos itens.

140

O cimento a ser utilizado em uma obra deve ser armazenado
em lugar com umidade controlada de, no mínimo, 80%.

141

Em uma construção que adota estrutura de concreto moldada
in loco, o cálculo da área de fôrma para moldagem de um pilar,
viga e laje varia entre 12 m

e 14 m

2

, por m

de concreto.

142

Em um orçamento, para determinar os quantitativos de uma
cobertura feita com telha de barro, é necessário adotar a área
da projeção horizontal da cobertura e acrescentar mais 12%
para coberturas com inclinação entre 39% e 50%.

Julgue os próximos itens acerca de construção, acompanhamento e
execução de obras.

143

Os andares acima do solo que não forem vedados por paredes
externas devem dispor de guarda-corpo de proteção contra
quedas, com altura de, no mínimo, 0,90 m, a contar do nível do
pavimento.

144

Para que a obra seja produtiva, é necessário que o pedreiro
execute de 10 m

2

 a 15 m

2

 de alvenaria por dia. 

145

Nas atividades em construção com menos de 3 m de altura, é
dispensável o uso de cabo-guia para fixação de cintos de
segurança.

146

São fatores que condicionam a organização do canteiro de
obras: a localização em relação ao seu entorno; os processos e
métodos construtivos adotados; as características dos materiais
empregados; e o prazo de execução.

cespe-2012-camara-dos-deputados-analista-arquitetura-prova.pdf-html.html

||CAMDEP12_001_01N984646||

CESPE/UnB – CÂMARA DOS DEPUTADOS

Analista Legislativo – Atribuição: Arquiteto

        – 3 –

Julgue os itens que se seguem, com relação à construção dos
elementos de uma edificação.

147

As peças de estruturas feitas em argamassa armada devem ser
curadas ao ar livre, sem presença de água ou umidade.

148

O acabamento superficial de mantas para impermeabilização
pode ser metálico, laminado ou melamínico. 

149

As coberturas em que constam tesouras — para apoio de
terças, caibros e ripas — e telhas de barro cozido — francesa,
canal, paulista etc. — devem ser modulares a distância de eixo
a eixo dos caibros em suas projeções horizontais.

150

Para a construção de um edifício residencial de seis andares em
uma superquadra de Brasília, estima-se que o custo das
esquadrias represente 15% a 20% do orçamento da obra.

151

Para se assegurar a acessibilidade, as portas, inclusive as dos
elevadores, deverão ter vão livre mínimo de 0,80 m e altura
mínima de 2,10 m.

152

Os pisos de padrão porcelanato demandam, durante seu
assentamento, junta seca de, no mínimo, 0,5 cm.

153

Em locais onde o fluxo de pedestres calculado ou estimado for
superior a 25 pedestres/min./m, a largura dos rebaixamentos
das calçadas deverá ser igual à largura das faixas de travessia
de pedestres.

154

De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas
(ABNT), para efeito de dimensionamento das fundações, a
tensão máxima admissível, expressa em kgf/cm

2

, é maior para

uma área que possua solo concrecionado do que para uma que
possua pedregulhos compactos.

155

As fundações diretas classificam-se em blocos de fundações,
baldrames e radiers.

As irregularidades normalmente associadas à celebração e
administração de contratos de execução de obras de arquitetura e
engenharia incluem

156

divergências entre a descrição do objeto no contrato e a
constante do edital de licitação.

157

a criação de aditivos a fim de contemplar alterações de projeto
ou do cronograma físico-financeiro.

158

supressões de serviço ou de materiais de construção na
execução das obras.

159

prorrogação do prazo de entrega da obra por um período
superior a sessenta dias.

160

alteração do contrato, unilateralmente pela administração,
quando necessária a modificação do valor contratual em
decorrência de acréscimo ou diminuição quantitativa de seu
objeto.

161

a não vinculação do contrato ao edital de licitação, ou ao termo
que ocasionou a dispensa ou a inexigibilidade, e à proposta do
licitante vencedor.

Julgue os próximos itens, referentes às recomendações para garantir
condições de conforto aos funcionários que trabalham em
ambientes nos quais se executam atividades de natureza intelectual.

162

Em todos os locais de trabalho deve haver iluminação
distribuída de maneira uniforme e difusa, podendo ser natural
ou artificial, geral ou suplementar, porém apropriada à
natureza da atividade.

163

Na definição dos leiautes referentes à especificação dos
mobiliários, os postos de trabalho devem conter bordas frontais
bem definidas e com recortes ortogonais.

164

Deve-se utilizar ventilação natural com abertura para o
nascente com o objetivo de garantir um índice de temperatura
ambiente efetiva entre 23 ºC e 28 ºC.

165

Em salas de reunião, recomenda-se o uso de materiais que
garantam bom índice de conforto acústico e cuja medição fina
do ambiente apresente níveis de ruído entre 45 e 65 dB(A). 

Constitui irregularidade no recebimento de obras públicas a

166

emissão do habite-se sem a realização de vistorias dos órgãos
públicos competentes. 

167

omissão, nos relatórios do laudo de vistoria, dos defeitos
construtivos, ainda que durante o período de responsabilidade
legal da construtora pela obra.

168

ausência de recebimento provisório da obra pelo responsável
por seu acompanhamento e fiscalização, mediante termo
circunstanciado assinado pelas partes em até quinze dias da
comunicação escrita do contratado.

169

ausência de recebimento definitivo da obra, por servidor ou
comissão designada por autoridade competente, mediante
termo circunstanciado, assinado pelas partes, após prazo de
observação ou vistoria que comprove a adequação do objeto
aos termos contratuais. 

170

reconstrução, exigida pelo contratado e às suas expensas, no
total ou em parte, do objeto do contrato em que se verifiquem,
a partir do laudo de vistoria, incorreções resultantes dos
materiais empregados. 

O projeto básico para execução de obras públicas deve apresentar

171

a identificação dos tipos de serviços a serem executados, a fim
de assegurar os melhores resultados para o empreendimento,
sem frustrar o caráter competitivo para a sua execução.

172

elementos necessários e suficientes à execução completa da
obra, de acordo com as normas pertinentes da ABNT.

173

nível de precisão adequado, para caracterizar a obra ou o
serviço e ser elaborado com base nas indicações dos estudos
técnicos preliminares, que assegurem a viabilidade técnica e o
adequado tratamento do impacto ambiental do
empreendimento.

174

o custo global da obra, indicadas as diretrizes gerais para
subsidiar o detalhamento a ser apresentado no projeto
executivo em que serão fundamentados os quantitativos de
serviços e fornecimentos propriamente avaliados.

175

soluções técnicas localizadas com o objetivo de minimizar a
necessidade de reformulação ou de variantes durante as fases
de elaboração do projeto executivo e de realização das obras
e montagem.

Considerando a interface entre os diversos programas CAD e
demais programas para elaboração de apresentações, relatórios e
planilhas, julgue os itens subsequentes.

176

O formato Autodesk® .fbx proporciona troca universal de
ativos 3D, removendo barreiras de compatibilidade de dados
e oferecendo aos usuários a liberdade de construir canais de
processamento mais eficientes. 

177

A tecnologia Object Linking and Embedding (OLE) garante a
inserção de planilhas eletrônicas Excel em arquivos de desenho
do AutoCAD, assim como a edição dessas planilhas.

178

A extensão .wmf corresponde a arquivo em formato bitmap e
pode ser incorporada a um documento compatível com os
programas Microsoft Office. 

179

Os arquivos em formato .dxf permitem o intercâmbio entre
inúmeros programas CAD, além da interface com programas
de ilustração gráfica como Adobe Illustrator e Corel Draw.

180

Os arquivos em formato .jpg, que utiliza métodos de lógica
difusa para produção de imagens, não podem ser visualizados
no programa AutoCAD por constituírem imagens de padrão
em formato de pixels que são incompatíveis com o sistema
vetorial.