Prova Concurso - Engenharia - 2013-INPI-ANALISTA-DE-PLANEJAMENTO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - INPI - 2013

Prova - Engenharia - 2013-INPI-ANALISTA-DE-PLANEJAMENTO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - INPI - 2013

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2013-INPI-ANALISTA-DE-PLANEJAMENTO-ENGENHARIA-CIVIL
Órgão: INPI
Banca: CESPE
Ano: 2013
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-gabarito.pdf-html.html

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR

INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE

NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO

APLICAÇÃO: 3/2/2013

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

E

C

E

C

E

E

C

E

E

E

C

C

E

C

E

E

C

C

C

E

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

E

E

C

E

C

E

C

C

E

C

E

E

C

E

C

E

C

C

E

C

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

E

C

C

C

E

C

E

C

E

C

E

C

E

E

E

C

E

C

C

E

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

E

C

C

C

C

E

C

E

C

E

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Gabarito

ANALISTA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E INFRAESTRUTURA EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (CLASSE A, PADRÃO I) – ÁREA: GESTÃO DA INFRAESTRUTURA 

(A5) – FORMAÇÃO: ENGENHARIA CIVIL 

INPI13_016_23

Obs.: ( X ) item anulado.

Item

0

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

0

Prova

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE / UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 5

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

 

Considerando que a figura acima representa uma viga 

hiperestática de comprimento 2,5 L e peso desprezível; com 

apoios P1, P2 e P3, sendo P1 engastado e P2 e P3 de primeiro 

gênero; tendo um carregamento q distribuído uniformemente e 

uma carga concentrada F, julgue os itens a seguir. 

51 

O método da Cremona é utilizado para calcular esse tipo de 

estrutura. 

52 

Retirando-se P2 e P3, a estrutura se torna isostática. 

53 

Retirando-se a carga F, a estrutura se torna isostática. 

54 

Retirando-se o apoio P2, a estrutura continua hiperestática. 

55 

Retirando-se o apoio P1, a estrutura se torna isostática. 

 

 

 

O desenho esquemático acima representa um reservatório 

superior de água de um prédio, em que as tubulações estão 

indicadas pelos números e a linha tracejada representa o nível de 

água. 

Considerando essas informações, julgue os itens seguintes. 

56 

Para encher o reservatório, o registro de gaveta deve 

permanecer aberto. 

57 

A tubulação 3 representa o extravasor. 

58 

A tubulação 2 representa a entrada de água. 

59 

A torneira de boia fecha o extravasor quando o nível de água 

desce. 

 

 

 

A figura acima representa uma edificação apoiada em 

fundações do tipo sapata isolada. Algum tempo após a conclusão 
da obra, surgiram fissuras em duas paredes adjacentes, próximas 
ao pilar, conforme mostrado. Uma sondagem executada 
posteriormente constatou um bolsão de argila um metro abaixo 
da sapata desse pilar. 

 

De acordo com o desenho e as informações acima, julgue os itens 
subsequentes. 

60 

A possível causa da fissuração é a retração do concreto, 
devido à incidência solar. 

61 

O bulbo de pressões abaixo da sapata pode estar alcançando 
a camada de argila mole, sendo uma possível causa das 
fissuras. 

62 

Um vazamento hidrossanitário no pavimento térreo pode 
causar esse tipo de patologia. 

A respeito de programas computacionais usuais para projetos de 
engenharia, julgue os próximos itens. 

63 

O Microsoft Visio é um programa que permite tratar 
imagens tridimensionais para trabalhos de arquitetura.  

64 

No Microsoft Project,  o 

Gantt de Controle

 permite a 

visualização das atividades críticas do cronograma de 
execução de uma obra. 

65 

O BIM (building information modeling) é um programa 
computacional utilizado para cálculo estrutural de edifícios. 

66 

Para abrir arquivos CAD em programas gráficos, deve-se 
usar a extensão .DXF, pois a extensão .DWG é compatível 
apenas com o programa AutoCAD. 

 

 

Considerando que a tabela acima, gerada em Excel, contém o 
resultado de resistência (em Mpa) de oito corpos de prova 
(indicados na tabela como CP 01, CP 02,..., CP 08), assim como 
a média (célula 

B10

) e mediana (célula 

B11

) dos valores obtidos, 

julgue os itens subsequentes. 

67 

O comando aplicado na célula 

B10

 é 

=MÉDIA(B2:B9)

68 

Caso a linha 8 em destaque na tabela seja excluída, a 
mediana passa a constar na célula 

B10

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE / UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 6

 

 

 O pedreiro de uma obra, com a intenção de adiantar o 

serviço do turno da tarde, resolveu preparar todo o concreto a ser 
empregado na estrutura da edificação antes do almoço. Como a 
betoneira estava com defeito, ele preparou manualmente, de uma 
só vez, um traço que continha três sacos de cimento. Após duas 
horas de intervalo para almoço, ele adicionou água e uma 
quantidade extra de areia para melhorar o manuseio da massa e 
começar a concretagem. Desde o transporte até a localização das 
formas, ele utilizou carrinho de mão com rodas metálicas, o que 
gerou uma maior vibração durante o deslocamento. 

Considerando a situação hipotética acima, julgue os próximos 
itens. 

69 

O volume de concreto preparado manualmente não deveria 
superar o correspondente a 100 kg de cimento por vez. 

70 

O adicionamento de água e areia, além de melhorar o 
manuseio, garante a resistência característica do concreto. 

71 

Como o concreto foi utilizado no mesmo dia, o tempo entre a 
preparação e o lançamento do concreto não afetou sua 
qualidade. 

72 

O preparo manual de concreto permitiu uma economia de 
cimento na determinação do traço. 

73 

O transporte de concreto na obra deveria ter sido feito com 
carrinho de rodas pneumáticas, pois a trepidação é 
prejudicial. 

 

 

 

A figura A acima representa um molde metálico em forma 

de tronco de cone, com 30 cm de altura (h), 20 cm de diâmetro de 
base e 10 cm de topo. Este molde foi preenchido com concreto 
fresco em três camadas sucessivas, cada uma delas adensada com 
25 golpes por uma barra de 16 mm de diâmetro e 60 centímetros 
de comprimento. Em seguida, o molde, mostrado na figura B, foi 
retirado verticalmente e o concreto sofreu um abatimento x, 
diminuindo sua altura.  

Com base no texto e no desenho acima, julgue os itens a seguir.  

74 

O slump corresponde à diferença entre a altura inicial da 
amostra e o seu abatimento após a retirada do molde 
(slump = h –x). 

75 

Apesar de esse método não medir qualquer propriedade 
fundamental do concreto fresco, ele é útil para indicar a 
evolução de um parâmetro que influi nas propriedades do 
concreto, enquanto os outros parâmetros são mantidos 
constantes. 

76 

O teste apresentado é também conhecido como ensaio de 
escorregamento. 

77 

O objetivo desse ensaio é avaliar a consistência do concreto 
fresco. 

 

Considerando que as figuras I e II acima representam canais 
de água a céu aberto, e o nível de água representado pelo 
símbolo 

, julgue os itens que se seguem. 

78 

Os canais A e B têm o mesmo perímetro molhado. 

79 

Os canais A e B têm o mesmo raio hidráulico. 

80 

O raio hidráulico indica a eficiência hidráulica de um canal. 

81 

Nos canais A e B, a velocidade da água é constante em toda 
a seção reta. 

 

RASCUNHO 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE / UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 7

 

 

 

Durante a execução de um aterro foi verificado um erro de 

topografia, conforme mostrado no desenho acima. 

Considerando que o desnível entre o perfil do terreno natural real 

e o do terreno natural de projeto, gerado por um erro de 

topografia, é de um metro, e a extensão da área de terraplanagem 

é de 1.000.000 metros quadrados, julgue os itens subsecutivos. 

82 

Como o erro altimétrico é desprezível em relação à área de 

terraplanagem, não há impacto significativo do erro de 

levantamento topográfico. 

83 

Caso o erro não fosse observado, a medição feita por 

levantamento topográfico iria gerar uma quantidade de 

serviço medido maior que o realmente executado. 

84 

Se o terreno natural real estivesse em cota inferior ao terreno 

natural de projeto, o erro não afetaria a medição dos 

serviços.  

85 

Caso o erro não fosse observado e o serviço fosse de corte 

em vez de aterro, o volume de terraplenagem medido 

causaria prejuízo para o contratado. 

A respeito da avaliação de imóveis urbanos, julgue os itens que 

se seguem. 

86 

O método da benfeitoria resíduo fornece o custo da 

benfeitoria e não o seu valor. 

87 

Para imóveis usados, além de ser aplicada a depreciação, a 

qual considera o estado de conservação do imóvel, deve ser 

diminuído o benefício de despesa indireta (BDI). 

88 

O método Ross-Heidecke é um dos mais utilizados para o 

cálculo da depreciação física e funcional, considerando, na 

determinação do valor de venda do imóvel, o obsoletismo, o 

tipo de construção e acabamento, e o estado de conservação 

da edificação. 

89 

O método comparativo e o método de renda são conhecidos 

e bastante utilizados na determinação do valor de venda. 

90 

Considere que determinada construção foi avaliada em área, 

acomodações, qualidades e quantidades semelhantes a um 

projeto padrão especificado por norma regulamentadora 

pertinente. Nesse caso, o custo total da construção pode ser 

calculado a partir da área da construção e do custo unitário, 

divulgado mensalmente pelos sindicatos da indústria da 

construção. 

Em relação ao orçamento de obras de engenharia, julgue os itens 

a seguir. 

91 

O custo horário improdutivo de um equipamento é resultado 

da soma entre o custo horário de depreciação e o custo 

horário de juros. 

92 

Para o cálculo do orçamento preliminar, determina-se o 

volume de concreto da supraestrutura a partir da 

multiplicação da área construída pela espessura média, que é 

especificada em função do número de pavimentos. 

93 

Para o cálculo do BDI, utiliza-se a seguinte formulação: as 

taxas que incidem sobre os custos diretos alocam-se no 

numerador; e as taxas que incidem sobre o preço de venda, 

no denominador. 

94 

O processo de orçamentação pode ser entendido a partir das 

seguintes etapas: estudo das condicionantes, composição de 

custos e fechamento. 

95 

Entende-se por estimativa de custo a avaliação do preço 

global da obra, obtida por meio dos projetos básicos, 

fundamentada em planilhas que expressam a composição de 

todos os custos unitários, acrescentando-se, a ela, o BDI. 

96 

A seguinte sequência de atividades é utilizada para cálculo 

dos custos diretos: listagem dos serviços a serem realizados, 

levantamento dos custos, cálculo dos custos unitários e 

cálculo dos custos de cada um dos serviços. 

Com relação aos princípios de planejamento e de orçamento 

público, julgue os itens subsequentes.  

97 

A utilização do cronograma facilita a verificação de como o 

atraso ou o adiantamento de determinada atividade afeta a 

rede globalmente. 

98 

O acompanhamento de projetos obedece a três etapas 

sucessivas: aferição do progresso das atividades, atualização 

do planejamento e interpretação do desempenho. 

99 

O indicador percentual da programação concluída (PPC) 

deve ser utilizado para as programações mais genéricas do 

cronograma. 

100 

A utilização do método analítico de aceleração racional 

diminui, com menor aumento de custo, a duração total do 

projeto. 

101 

Ao se estender o prazo da construção de determinada obra, 

mantendo-se o mesmo valor dos custos unitários dos 

serviços, os percentuais de produtividade previstos no 

contrato também tendem a se alterar, porém sem ônus para o 

empreiteiro. 

102 

A comparação entre os serviços planejados e inseridos no 

cronograma original e os serviços realizados ao longo do 

cronograma fornece o dimensionamento dos atrasos 

ocorridos. 

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE / UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 8

Acerca das licitações, dos contratos e da legislação específica 

para obras de engenharia civil, julgue os próximos itens. 

103 

O tipo de contrato a preço global tende a transferir os riscos 

de execução à empresa contratada, evitando aditamentos 

contratuais no decorrer da execução da obra. No entanto, é 

um tipo de contrato que exige um projeto básico de 

engenharia bastante elaborado, capaz de definir, com a 

máxima precisão, o escopo do objeto contratado. 

104 

No caso de licitações do tipo menor preço, para obras e 

serviços de engenharia, são inexequíveis somente as 

propostas inferiores a 70% do valor calculado pela 

administração. 

105 

Com base no princípio da legalidade, todos os participantes 

de processo licitatório devem receber o mesmo tratamento. 

106 

Sempre buscando o interesse coletivo e respeitando os 

limites impostos, a administração pública pode modificar 

unilateralmente os contratos de obras e serviços de 

engenharia. 

107 

O contrato  executado por empreitada integral permite a 

contratação de obras e de serviços de um empreendimento 

antes de se ter o projeto de engenharia completamente 

detalhado. Assim, os tipos e a quantidade de serviços a 

executar são definidos com base em estimativas, o que 

permite antecipar o início da obra. O detalhamento do 

projeto é, então, realizado concomitantemente à execução da 

obra. 

Com relação aos equipamentos e instalações, à prevenção à 

saúde, e à segurança ocupacional e do meio ambiente, julgue os 

itens de 108 a 110. 

108 

A identificação do fabricante, a referência do tipo, o lote e o 

ano de fabricação devem ser gravados em painéis, tubos, 

pisos e contraventamento dos andaimes. 

109 

Os controles de redução de riscos devem obedecer à seguinte 

ordem de atuação: eliminação; substituição; controles de 

engenharia; sinalização/alertas e(ou) controles 

administrativos; e equipamentos de proteção individual 

(EPI).  

110 

São caracterizadas como acidentes relacionados ao trabalho: 

a lesão, a doença, independentemente da severidade, ou a 

fatalidade que ocorreu ou poderia ocorrer. 

Acerca de perícia, elaboração de relatórios técnicos, pareceres e 

laudos periciais, julgue os itens a seguir. 

111 

Parecer técnico constitui documento de natureza técnica, 

habitualmente de caráter privado, produzido por especialista 

na matéria. Sua função é relatar aspectos constatados ou 

examinados, e eventuais análises, e seu objetivo não 

necessariamente tem enfoque pericial. 

112 

Arbitramento, avaliação, exame, inspeção e vistoria são 

espécies de perícias. 

113 

Vícios construtivos são falhas construtivas que causam 

prejuízo material ou financeiro ao consumidor. 

114 

Defeitos construtivos são falhas construtivas que ameaçam a 

saúde ou a segurança do consumidor. 

115 

São exemplos de laudos administrativos: laudo para 

retificação de registro imobiliário e laudos para seguradoras. 

116 

A constatação de um fato, mediante exame circunstanciado e 

descrição minuciosa dos elementos que a constituem, sem a 

indagação das causas que a motivam denomina-se perícia. 

117 

A técnica 5W2H é utilizada na atividade de perícia e 

avaliações. 

Com relação à engenharia de segurança do trabalho, julgue os 

itens que se seguem. 

118 

A combinação da probabilidade de ocorrência de evento, ou 

exposição perigosa, com a gravidade da lesão, ou doença que 

pode ser ocasionada pelo evento ou pela exposição, 

denomina-se perigo. 

119 

A concepção de máquinas deve atender ao princípio da falha 

segura. 

120 

É vetado o uso de máquinas móveis que possuem todos os 

rodízios sem travas. 

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE / UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 9

PROVA DISCURSIVA 

• Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva 

o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não serão avaliados 
fragmentos de texto escritos em locais indevidos. 

• Qualquer fragmento de texto que ultrapassar a extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado.  

• Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas na primeira página, pois não será avaliado o texto que apresentar qualquer 

assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado. 

• Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 10,00 pontos, dos quais até 0,50 ponto será atribuído ao quesito apresentação e 

estrutura textuais (legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos). 

 

 

    A  propriedade  intelectual  é  um  instrumento  recente  do  capitalismo:  o  direito  de  autor  só  foi 

internacionalmente reconhecido e oficializado no final do século XIX, a partir da Convenção de Berna. No 

capitalismo  tardio  informatizado,  entretanto,  ela  se  tornou  um  problema  e  uma  contradição  para  as 

corporações cujo trunfo é a circulação de conteúdo intelectual, não sua produção. Para elas, é fundamental 

que o trabalho intelectual seja barato ou gratuito. E, para isso, é preciso que ele seja indiferenciado, que o 

seu valor seja medido unicamente de modo quantitativo, cumulativo — e não qualitativo ou subjetivo.  
    Há alguns anos, a revista 

The New Yorker

 publicou uma longa reportagem sobre a disputa entre os 

herdeiros  de  James  Joyce  e  uma  pesquisadora  da  Universidade  Stanford,  na  Califórnia,  pelos  direitos  de 

publicação  da  correspondência  do  escritor.  O  artigo  pintava  um  quadro  favorável  à  pesquisadora  e  a 

transformava  em  símbolo  da  necessidade  de  uma  legislação  mais  democrática,  condizente  com  as 

exigências  estabelecidas  pelo  uso  da  Internet.  A  reportagem  estava  em  sintonia  com  os  princípios  do 

Creative Commons e de outras propostas alternativas ao tradicional, restritivo e cada vez mais insustentável 

copyright

, o direito autoral.  

    O Creative Commons busca adaptar o direito autoral a uma situação de fato e irreversível, permitindo 

ao autor decidir o quanto deseja ceder dos seus direitos. Essas iniciativas buscam alternativas a esse direito, 

condenado  à  morte  pela  nova  economia  da  informação.  Mas,  a  despeito  das  boas  intenções,  elas  só  se 

propõem  a  agir  no  lado  mais  frágil  do  direito  de  propriedade,  aquele  que  diz  respeito  ao  trabalho 

intelectual  individual  e,  sobretudo,  ao  trabalho  intelectual  circunscrito  às  artes  e  à  cultura.  Nenhuma 

empresa abrirá mão de suas patentes científicas ou industriais em nome da visibilidade, do bem comum ou 

do direito à informação.  

 

Bernardo Carvalho. Em defesa da obra. Internet: <www.observatoriodaimprensa.com.br> (com adaptações). 

 
 
Tendo o texto acima e os textos da prova de Conhecimentos Básicos apenas como referência inicial, redija um texto dissertativo a 
respeito de direitos autorais. 
 
Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos: 
 
•  remuneração e subsistência do autor, profissional e trabalhador; [valor: 4,50 pontos] 

•  democratização e popularização da informação, da arte e da cultura. [valor: 5,00 pontos] 
 

 

 

 

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE / UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 10

Rascunho 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10 

 

11 

 

12 

 

13 

 

14 

 

15 

 

16 

 

17 

 

18 

 

19 

 

20 

 

21 

 

22 

 

23 

 

24 

 

25 

 

26 

 

27 

 

28 

 

29 

 

30 

 

 

 

 

 

cespe-2013-inpi-analista-de-planejamento-engenharia-civil-prova.pdf-html.html