Prova Concurso - Arquitetura - 2013-INPI-PESQUISADOR-ARQUITETURA - CESPE - INPI - 2013

Prova - Arquitetura - 2013-INPI-PESQUISADOR-ARQUITETURA - CESPE - INPI - 2013

Detalhes

Profissão: Arquitetura
Cargo: 2013-INPI-PESQUISADOR-ARQUITETURA
Órgão: INPI
Banca: CESPE
Ano: 2013
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ARQUITETOEBSERH2018
ESPECIALISTA-PORTUARIO-ARQUITETURAEMAP2018
ARQUITETOPREFEITURA2018

Gabarito

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-gabarito.pdf-html.html

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR

INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE

NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO

APLICAÇÃO: 3/2/2013

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

C

C

E

C

E

C

C

C

C

E

C

C

C

E

E

E

E

C

C

E

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

C

C

C

E

C

E

C

E

C

E

E

C

C

E

C

E

C

C

E

E

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

C

E

E

E

C

C

E

C

C

C

C

C

C

E

C

C

E

C

C

C

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I) – ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

INPI13_005_06

0

Obs.: ( X ) item anulado.

Item

0

Gabarito

Item

Item

Gabarito

Gabarito

Prova

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE/UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 5

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

Considerando que um aeroporto de porte médio comporte, 
segundo a INFRAERO, cinco milhões de passageiros por ano, 
julgue os itens seguintes. 

41 

Os valores formais do aeroporto relacionam-se diretamente à 
escolha do sistema estrutural, podendo esse, por muitas 
vezes, ser determinante na valorização do conjunto da obra. 

42 

O corredor de conexão das áreas de embarque e 
desembarque desse aeroporto poderá ser unificado em um 
único elemento que realize as duas funções. 

43 

A área de check-in — onde se situam os balcões das 
empresas aéreas e formam-se as filas de passageiros — deve 
localizar-se em nível distinto do nível da área de 
desembarque. 

44 

Nas salas de espera do embarque, deve constar assentos para 
todos os passageiros que irão embarcar. 

45 

Nas salas de espera do desembarque, é obrigatória a 
existência de assentos para, ao menos, metade dos 
passageiros que irão desembarcar. 

Acerca da arquitetura na formação do Brasil, mais 
especificamente da ocupação do litoral, do interior do continente 
e da definição de fronteiras, julgue os itens a seguir. 

46 

As primeiras edificações do planalto paulista brasileiro eram 
feitas de taipa de pilão e apresentavam sobriedade, acerto de 
proporções e apuro nos detalhes. 

47 

As extensas áreas ao norte do Brasil ocupadas por missões 
religiosas, que correspondem à Amazônia, e as áreas do 
oeste ocupadas por povoados e por vilas, tais como Goiás e 
Cuiabá, são as regiões que garantiram os limites ao norte e 
ao oeste ainda válidos para o atual território brasileiro. 

48 

Os sete povos das Missões Jesuíticas entraram em ruína 
quando a região em que eles se situavam passou para o 
domínio de Portugal. 

49 

Paraty, cuja trama urbana é reticulada e ortogonal, foi um 
dos principais sítios estratégicos do litoral brasileiro, o que 
permitiu sua ligação com o planalto paulista e com o interior 
do continente. 

No que se refere ao emprego do concreto armado, da madeira e 
do aço nos projetos de arquitetura, julgue os itens que se seguem. 

50 

O concreto é o material ideal para se usar em construções 
com grandes solicitações de cargas tracionadas. 

51 

Emprega-se o concreto armado na fundação de construções 
localizadas em solos úmidos, em virtude de esse material 
apresentar resistência a agentes agressivos. 

52 

O aço tem ótimo desempenho para cargas tensionadas, 
apesar de ser muito empregado em situações de cargas 
comprimidas. 

53 

As madeiras, tais como ripas, caibros e terças, são os 
materiais mais empregados nos projetos de estrutura de 
cobertura das moradias brasileiras. 

54 

Para soluções estruturais de edificações de grandes vãos, não 
se recomenda o uso de madeira. 

Acerca do edifício do Ministério da Educação e Saúde construído 

no Rio de Janeiro durante o primeiro mandato de Getúlio Vargas, 

julgue os próximos itens. 

55 

Em 1935, Lucio Costa foi vencedor do concurso para o 

anteprojeto do referido edifício. 

56 

Le Corbusier apresentou à equipe de arquitetos brasileiros 

três propostas de anteprojeto para o edifício. 

57 

As duas fachadas principais desse edifício receberam 

tratamentos diferenciados: a fachada ao norte foi dotada de 

grandes caixilhos e a fachada ao sul, de brise-soleil. 

58 

Apesar de Le Corbusier, em seu anteprojeto, ter disposto o 

corpo principal desse edifício predominantemente na 

horizontal, o projeto da equipe brasileira propunha um 

posicionamento mais verticalizado, em decorrência da 

disposição do corpo principal na largura do terreno. 

59 

Os  pilotis do bloco principal desse edifício possuem dez 

metros de altura, característica que proporciona uma leveza 

peculiar ao conjunto da obra. 

60 

O edifício, que constitui marco na história da arquitetura 

brasileira, foi projetado em 1936 e concluído em 1940. 

De acordo com o art. 39 do Estatuto da Cidade, a propriedade 

urbana cumpre sua função social quando atende às exigências 

fundamentais de ordenação da cidade, expressas no plano diretor. 

Com base nos instrumentos legais relacionados ao planejamento 

urbano e ao plano diretor, julgue os itens a seguir. 

61 

A apropriação do solo refere-se à ocupação, ao usucapião e à 

desapropriação de áreas cujo solo possa ser usado para 

moradia de pessoas de classes de renda mais baixa. 

62 

O parcelamento do solo refere-se à integração na malha 

urbana, à previsão de diretrizes viárias, à reserva de áreas 

para uso público e à garantia de preservação do meio 

ambiente e da identidade cultural e histórica da cidade. 

63 

O zoneamento refere-se às normas e aos padrões de 

ocupação e utilização do solo urbano, em conformidade 

com atividades desenvolvidas e previstas, além de ser a 

forma de planejamento por meio da qual controlam-se o uso 

nocivo do solo e os efeitos prejudiciais ao bem-estar da 

população. 

Com relação ao plano diretor, julgue o item abaixo. 

64 

Durante o processo de elaboração de um plano diretor, os 

planejadores urbanos, representados exclusivamente por 

urbanistas e por arquitetos, analisam a realidade existente em 

determinado município e, com a participação da sociedade 

civil, representada exclusivamente por comerciantes, 

agricultores, associações de moradores, ONGs e movimentos 

sociais, propõem novos rumos de desenvolvimento ao 

município, buscando alcançar a realidade desejada por toda a 

população. 

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE/UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 6

Com relação aos materiais utilizados em obras de construção 
civil, julgue os itens que se seguem. 

65 

Ao adicionar barras de aço ao concreto armado, obtém-se 
uma série de vantagens. Por ser um material não homogêneo, 
esse tipo de concreto resiste a diversas forças, como a de 
tração, a de flexão, a de cisalhamento e a compressão. 

66 

O concreto ciclópico é utilizado em estruturas de grande 
envergadura, como nas fundações para edifícios em altura, 
nas estruturas robustas para pontes rolantes e na indústria 
pesada. 

67 

Entre

 

os

 

produtos de madeira que surgiram com a 

industrialização, inclui-se a madeira laminada colada, uma 
associação de lâminas coladas com adesivo, utilizada em 
estruturas de maior porte. 

68 

O alumínio, muito empregado em esquadrias, oferece ao 
projetista a vantagem de poder solucionar questões 
relacionadas à especificidade dos perfis nos diferentes 
projetos arquitetônicos. 

69 

Entre os produtos de aço, as chapas laminadas a frio são de 
pouca espessura. A partir dessas chapas, podem ser 
confeccionados os perfis para esquadrias metálicas. 

70 

Dificilmente é possível obter um concreto simples que não 
seja poroso, devendo as coberturas em concreto ser 
construídas com inclinações, a fim de evitar o acúmulo de 
água nas imperfeições da superfície de acabamento. 

 

 

A técnica, ao contrário da tecnologia, é tão antiga quanto 

o homem, pois aparece com a fabricação de instrumentos. 
A tecnologia é a incorporação do conhecimento científico ao 
domínio das técnicas. 

Alex Kenya Abiko. Tecnologias apropriadas em construção civil. (com adaptações) 

Considerando o fragmento de texto acima e que a tecnologia da 
construção classifica-se em três categorias: tradicional, moderna 
e apropriada, julgue os itens consecutivos. 

71 

A tecnologia é classificada como apropriada quando 
associada ao uso de materiais sofisticados, pré-fabricados em 
grande escala, a equipamentos pesados em substituição à 
mão de obra, e ao alto consumo de energia. 

72 

A certeza a respeito do desempenho dos materiais 
convencionais gera dúvida quanto ao desempenho dos novos 
materiais que surgem no mercado. As exceções são 
constatadas com os tubos de PVC, que substituíram, com 
vantagem, os tubos de aço galvanizado, ou com as lajes do 
tipo pré, utilizadas em larga escala no lugar das lajes 
tradicionais, moldadas in loco. 

73 

Na tecnologia tradicional, são utilizados materiais e 
ferramentas simples, a produção é feita em pequena escala, 
com baixo consumo de energia, e o transporte é feito por 
homens e por animais. 

74 

Na tecnologia moderna, os pré-fabricados dispensam o 
emprego de equipamentos pesados, o consumo de energia é 
baixo, as ferramentas são simples e as máquinas leves são 
utilizadas nos transportes de materiais. 

Classificação dos sistemas estruturais: 

• 

forma ativa: cabos, tendas, arcos; 

• 

vetor ativo: treliças planas, treliças espaciais, outros; 

• 

massa ativa: vigas, pórticos, lajes; 

• 

superfície ativa: plissadas, piramidais, tendas abóbadas etc. 

Heinrich Engel. Sistemas de estructuras. Barcelona: Blume Ediciones,1970. 

Considerando o fragmento de texto acima, julgue os itens de 
75 a 80, relativos aos sistemas estruturais e às forças que neles 
atuam. 

75 

Um exemplo de estrutura de superfície ativa é a cobertura do 
pavilhão de concreto armado, ilustrada abaixo, que funciona 
à tração pura, não considerando o vento. 

 

 

 

pavilhão de Portugal, Lisboa, 1998, Álvaro Siza

 

76 

Os romanos primavam pela construção de arcos, abóbadas e 
cúpulas, cujas pedras justapostas são organizadas sem 
rejunte, como ilustrado na figura abaixo. Nesse tipo de 
estrutura, a curvatura ideal de compressão pura decorre do 
arco pleno com raio constante.  

 

 

 

 

abóbada romana em Delfos, Grécia

 

77 

Os paraboloides hiperbólicos, de superfície ativa à 
compressão, permitem soluções muito elegantes, como o uso 
em cascas de concreto, conforme ilustra a figura abaixo. 

 

parque

 

Oceanográfico de Valença,1994-2002, Félix Candela

 

78 

A viga Vierendeel, ilustrada na figura abaixo, assemelha-se 
ao pórtico quanto aos nós rígidos, formados por mísulas, 
sendo eliminada a triangulação existente em uma treliça. 

 

 

 

 

 

 

viga Vierendeel comparada com uma treliça

 

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE/UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 7

79 

As mísulas, conforme ilustrado na figura abaixo, 
caracterizam a estrutura como um pórtico estrutural de massa 
ativa. A laje do segundo piso está apoiada no pórtico por sete 

tirantes. 

 

 

museu de Arte Moderna (MAM), Rio, 1953, Affonso Reidy 

corte transversal pelo eixo do módulo estrutural, com desnudamento das armações

 

80 

A laje cogumelo, ilustrada na figura abaixo, é requintada a 
fim de permitir a penetração de luz no eixo dos pilares, 
dando a sensação de leveza a essa estrutura de superfície 

ativa.

 

 

 

   rodoviária de Jaú, 1973, Villanova Artigas

 

Com relação à preservação e ao restauro do patrimônio 
arquitetônico e urbanístico, julgue os itens de 

81 a 84. 

81 

Entre os teóricos que refletiam sobre a proteção do 
patrimônio histórico cultural incluem-se Violet-le-duc, John 
Ruskin e Camillo Boito. O primeiro, arquiteto e teórico, 
estabeleceu a restauração estilística. O segundo, um crítico 
inglês, defendeu, distintamente da restauração em grande 
estilo, a autenticidade histórica. O terceiro propôs a 
coexistência de vários estilos presentes nos monumentos e 
não a unidade de estilos, diferenciando claramente o antigo 

do moderno. 

82 

Os documentos e os relatórios de exame, a proposta de 
tratamento, o consentimento e as observações do 
proprietário, os documentos e o relatório ilustrativo do 
tratamento efetuado, bem como as recomendações para 
intervenções futuras compõem a etapa de diagnóstico, uma 

das etapas de preservação do patrimônio histórico. 

83 

As cartas patrimoniais representam as leis e as posturas que 
direcionaram o restauro a partir do século XX. 
Particularmente, a Carta de Atenas de 1931 procurou 
adequar tais leis e posturas às culturas latino-americanas, 
valorizando também o acervo sociológico e o folclore 

nacional dessas alturas.  

84 

No Brasil, a entidade responsável pela preservação do 

patrimônio cultural brasileiro é o Instituto de Patrimônio 

Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), criado em 1937, 

durante o governo de Getúlio Vargas. Em 1936, o então 

ministro da Educação e Saúde, Gustavo Capanema, 

preocupado com a preservação do patrimônio cultural 

brasileiro, solicitou a elaboração de um anteprojeto de lei 

para salvaguarda desses bens a Mario de Andrade. Em 

seguida, confiou a tarefa de implantar o serviço de 

patrimônio ao arquiteto Lucio Costa.  

No que concerne ao conforto ambiental do espaço arquitetônico, 

julgue os itens seguintes. 

85 

O movimento do ar em um espaço é afetado pela distribuição 

da pressão no edifício e pela inércia do movimento do ar. 

Dessa forma, a ventilação cruzada refere-se às condições nas 

quais um dado espaço é conectado por aberturas às áreas de 

pressão e sucção do exterior. 

86 

A utilização da vegetação é um dos atributos de projeto para 

melhorar a qualidade dos aspectos bioclimáticos. Espaços 

arquitetônicos realizados em climas do trópico úmido, o 

posicionamento correto da vegetação, composta de arbustos 

e árvores de copas altas, permite a absorção da radiação solar 

e o esfriamento do ar que penetra no edifício.  

87 

O processo de transferência de calor por condução 

caracteriza-se pela transmissão de calor por meio de um 

fluido em movimento, como o ar. Em um espaço cujas 

paredes não são adequadas do ponto de vista térmico, o ar, 

em contato com a parede exterior, recebe calor na estação 

quente e o perde na estação fria.  

88 

A construção sobre pilotis, um dos cinco pontos da 

arquitetura modernista, proporcionou ganhos ao conforto 

térmico, uma vez que a elevação da construção do solo 

permite maior permeabilidade dos ventos, além do aumento 

da área de contato da envoltória da edificação com o ar 

externo.  

89 

Atualmente, diversos softwares auxiliam no estabelecimento 

de um eficiente desempenho bioclimático para os prédios. 

Contudo, em tempos anteriores, a carta solar apresentou-se 

como instrumental eficiente, cuja função era determinar os 

horários do dia e do ano em que o sol estaria presente em 

determinado sítio físico.  

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE/UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 8

No que se refere à informática aplicada à arquitetura e ao 
urbanismo, julgue os itens subsequentes. 

90 

O AutoCAD é o programa ou software do tipo CAD — 
computer aided design ou desenho auxiliado por computador 
—, utilizado para a elaboração de peças de desenho 
arquitetônico em duas dimensões (2D).  

91 

No Sketchup, a área de desenho é o local em que se cria o 
modelo. O espaço 3D dessa área é indicado visualmente 
pelos eixos de desenho, que são três linhas coloridas e 
perpendiculares que conferem senso de direção ao espaço 
3D.

  

92 

O Sketchup pode ser usado em qualquer atividade 
profissional que necessite desenvolver rascunhos de produtos 
tridimensionais. Embora seja mais usado por arquitetos, é 
possível que profissionais como game designers, escultores, 
mecânicos e até mesmo médicos o utilizem de modo 
produtivo. 

93 

As principais partes das interfaces do Sketchup são a barra 
de título, os menus, as barras e as paletas de ferramentas, a 
área de desenho, a barra de status e a barra de ferramenta de 
medidas.

  

A respeito da aplicação dos estudos topográficos à arquitetura e 
ao urbanismo, julgue os itens de 

94 a 99. 

94 

Na divisão da topografia, a topometria é o conjunto de 
métodos empregados para a coleta de dados e divide-se em 
planimetria e altimetria. A planimetria trata dos métodos 

dos instrumentos empregados para estudo e para 

representação do relevo do solo no plano vertical.  

95 

A relação entre as representações planimétrica e altimétrica 
abaixo está correta. 

 

96 

Apesar de a topografia e a geodésia utilizarem os mesmos 
equipamentos, e praticamente os mesmos métodos para 
mapeamento da superfície terrestre, a primeira mapeia 
pequenas porções dessa superfície (raio de até 30 km), 
enquanto a segunda mapeia grandes porções, considerando 
as deformações devidas à forma esférica da Terra.  

97 

O levantamento de um polígono percorre o perímetro de uma 
área, partindo de um ponto inicial, denominado marco 
primordial (MP), e retornando a esse ponto, medindo 
ângulos e distâncias dos lados que compõem a figura 
poligonal. Tal levantamento, na maioria das vezes, é eficaz, 
pois o polígono formado no levantamento sempre coincide 
com o contorno das áreas levantadas.  

98 

Se, em um projeto paisagístico desenhado na escala de 1/50, 

a altura de um prédio for de 20 cm, a verdadeira altura será 

de 10 metros.  

99 

Considerando-se que, em dado mapa topográfico, um dos 

lados da poligonal representado no papel meça 55 cm e 

sabendo-se que a escala do desenho equivale a 1:2000, é 

correto afirmar que a medida real desse lado do terreno será 

de 1.100 metros.  

Com relação à carta solar como instrumental de representação de 

elementos externos à topografia, julgue o próximo item.  

100 

O funcionamento da carta solar fornece dois ângulos, que 

serão utilizados para encontrar a orientação solar em 

determinado momento do dia. O primeiro ângulo (azimute 

solar – a) é marcado em relação ao norte, mostrando a 

convergência do raio solar. Já o segundo (altura solar – h), é 

marcado em relação à superfície, representando a inclinação 

desse mesmo raio, conforme ilustrado abaixo.  

 

RASCUNHO 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE/UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 9

PROVA DISCURSIVA 

• Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva 

o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não serão avaliados 
fragmentos de texto escritos em locais indevidos. 

• Qualquer fragmento de texto que ultrapassar a extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado.  

• Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas na primeira página, pois não será avaliado o texto que apresentar qualquer 

assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado. 

• Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 10,00 pontos, dos quais até 0,50 ponto será atribuído ao quesito apresentação e 

estrutura textuais (legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos). 

 

 

    A  propriedade  intelectual  é  um  instrumento  recente  do  capitalismo:  o  direito  de  autor  só  foi 

internacionalmente reconhecido e oficializado no final do século XIX, a partir da Convenção de Berna. No 

capitalismo  tardio  informatizado,  entretanto,  ela  se  tornou  um  problema  e  uma  contradição  para  as 

corporações cujo trunfo é a circulação de conteúdo intelectual, não sua produção. Para elas, é fundamental 

que o trabalho intelectual seja barato ou gratuito. E, para isso, é preciso que ele seja indiferenciado, que o 

seu valor seja medido unicamente de modo quantitativo, cumulativo — e não qualitativo ou subjetivo.  
    Há  alguns  anos,  a  revista 

The New Yorker

  publicou  uma  longa  reportagem  sobre  a  disputa  entre  os 

herdeiros  de  James  Joyce  e  uma  pesquisadora  da  Universidade  Stanford,  na  Califórnia,  pelos  direitos  de 

publicação  da  correspondência  do  escritor.  O  artigo  pintava  um  quadro  favorável  à  pesquisadora  e  a 

transformava  em  símbolo  da  necessidade  de  uma  legislação  mais  democrática,  condizente  com  as 

exigências  estabelecidas  pelo  uso  da  Internet.  A  reportagem  estava  em  sintonia  com  os  princípios  do 

Creative Commons e de outras propostas alternativas ao tradicional, restritivo e cada vez mais insustentável 

copyright

, o direito autoral.  

    O Creative Commons busca adaptar o direito autoral a uma situação de fato e irreversível, permitindo 

ao autor decidir o quanto deseja ceder dos seus direitos. Essas iniciativas buscam alternativas a esse direito, 

condenado  à  morte  pela  nova  economia  da  informação.  Mas,  a  despeito  das  boas  intenções,  elas  só  se 

propõem  a  agir  no  lado  mais  frágil  do  direito  de  propriedade,  aquele  que  diz  respeito  ao  trabalho 

intelectual  individual  e,  sobretudo,  ao  trabalho  intelectual  circunscrito  às  artes  e  à  cultura.  Nenhuma 

empresa abrirá mão de suas patentes científicas ou industriais em nome da visibilidade, do bem comum ou 

do direito à informação.  

 

Bernardo Carvalho. Em defesa da obra. Internet: <www.observatoriodaimprensa.com.br> (com adaptações). 

 
 
Tendo o texto acima e os textos da prova de Conhecimentos Básicos apenas como referência inicial, redija um texto dissertativo a 
respeito de direitos autorais. 
 
Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos: 
 
•  remuneração e subsistência do autor, profissional e trabalhador; [valor: 4,50 pontos] 

•  democratização e popularização da informação, da arte e da cultura. [valor: 5,00 pontos] 
 

 

 

 

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

 

  CESPE/UnB – INPI 

 

 

 

 

 

 

Página 10

Rascunho 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10 

 

11 

 

12 

 

13 

 

14 

 

15 

 

16 

 

17 

 

18 

 

19 

 

20 

 

21 

 

22 

 

23 

 

24 

 

25 

 

26 

 

27 

 

28 

 

29 

 

30 

 

 

 

 

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

cespe-2013-inpi-pesquisador-arquitetura-prova.pdf-html.html

 

 

 

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)

PESQUISADOR EM PROPRIEDADE INDUSTRIAL (Classe A, Padrão I)  
ÁREA DE CONHECIMENTO: ARQUITETURA (P5)