Prova Concurso - Engenharia - 2013-MI-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - MI - 2013

Prova - Engenharia - 2013-MI-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - MI - 2013

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2013-MI-ENGENHEIRO-CIVIL
Órgão: MI
Banca: CESPE
Ano: 2013
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2013-mi-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL

 

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL

INTERMEDIÁRIO

Aplicação: 2/6/2013

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

C

C

E

E

C

C

E

E

C

E

E

C

E

E

C

E

E

C

C

E

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

E

C

C

E

E

C

E

C

E

C

E

C

E

E

E

C

C

C

E

E

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

E

C

C

E

C

E

E

E

C

C

C

C

E

C

E

C

C

E

E

C

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

E

C

E

C

C

C

E

E

E

C

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Item

Gabarito

MI13_003_05

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

0

0

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Obs.: ( X ) item anulado.

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Prova

cespe-2013-mi-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||MI13_003_05N327017||

CESPE/UnB – MI/2013

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Com relação a projetos de obras civis, julgue os itens que se seguem.

51

A concepção do projeto é a fase que se destina ao estudo de

viabilidade e definição do produto.

52

O estudo de viabilidade baseia-se na análise de alternativas,

visando garantir viabilidade econômica, técnica e ambiental.

53

A função da coordenação de projetos restringe-se a compatibilizar

o projeto das fundações, o projeto das estruturas e o projeto das

instalações hidrossanitárias.

54

A compatibilização, de responsabilidade da coordenação de

projetos, é executada por meio da sobreposição de projetos

específicos, e só é possível para projetos em duas dimensões.

55

A figura abaixo ilustra a compatibilização dos projetos de ar

condicionado e de estrutura.

Acerca de especificação de materiais e caderno de encargos, julgue os

itens a seguir.

56

Para a elaboração de projetos, é correto desenvolver um caderno

de encargos que especifique, por exemplo, as penas padrão pelo

não cumprimento do contrato.

57

O caderno de encargos especifica apenas como o serviço deverá

ser executado. As especificações acerca do recebimento e

aceitação do serviço ficam a critério da fiscalização.

58

O caderno de encargos — documento normalmente anexado ao

instrumento contratual — descreve os serviços que serão

executados e as normas de execução, que podem ou não coincidir

com as normas técnicas da ABNT.

A respeito de orçamento, julgue os próximos itens.

59

O custo de equipamento é representado pela quantidade ou

fração de horas necessárias para a execução de uma

unidade do serviço, multiplicado pelo custo horário do

equipamento.

60

Despesa corresponde aos gastos relacionados a bens ou

serviços utilizados durante o processo produtivo, por

exemplo, compra de material, mão de obra, equipamento

etc.

61

O orçamento preliminar corresponde à avaliação expedida

com base em custos históricos e na comparação com

projetos similares e dá uma ideia aproximada da ordem de

grandeza do custo do empreendimento.

62

Os custos envolvidos no cálculo da hora de equipamento

dividem-se basicamente em três grupos: custo de

propriedade (depreciação e juros); custo de operação

(pneus, combustível, lubrificação, mão de obra/operador)

e custo de manutenção.

Julgue os itens subsecutivos, referentes a planejamento e

controle de obras.

63

A subdivisão dos pacotes de trabalho em componentes

menores, que constituirão o cronograma e a rede de

precedências, é denominada planejamento em ondas

sucessivas.

64

Atividade do tipo início e término (IT) é aquela em que a

segunda atividade só pode ser iniciada após o término da

primeira.

65

As atividades, com relação a datas de início e término, são

classificadas em flexíveis, semiflexíveis e inflexíveis.

66

A folga total de determinada atividade é caracterizada pela

diferença do início mais cedo da atividade sucessora e do

término mais cedo da atividade analisada.

67

Considere que o reboco de uma parede de 40 m

2

 de área

possa ser feito manualmente, com dois serventes, com

produtividade de 3,3 m

2

/h, ou com uma rebocadeira, com

produtividade de 33 m

2

/h. Se em um dia de 8 horas de

trabalho, o custo de cada servente for de R$ 5,00 a hora

normal e mais 50% a hora extra, e se o custo da

rebocadeira com operador for de R$ 90,00 a hora normal

e R$ 110,00 a hora extra, é correto afirmar que é mais

vantajoso, para o dono da obra, utilizar a dupla de

serventes.

68

Alternativa para a redução do tempo de execução

estabelecido no cronograma do projeto, o paralelismo

consiste na alteração do tipo de relacionamento entre as

atividades.

 – 6 –

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

cespe-2013-mi-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||MI13_003_05N327017||

CESPE/UnB – MI/2013

Com relação à execução dos serviços de construção civil, julgue os

itens seguintes.

69

As técnicas de análise de estabilidade de taludes são divididas

em dois grandes grupos: análise probabilística e análises

determinísticas.

70

A estanqueidade da impermeabilização com mantas asfálticas

independe da habilidade do aplicador.

71

Tábuas de piso laminado devem ser assentadas diretamente

sobre o contrapiso ou sobre o piso existente.

72

É correto aplicar o revestimento monocapa de forma manual

ou projetada.

73

A logística do canteiro de obras deve ser considerada durante

todo o desenvolvimento do ciclo de produção do

empreendimento.

74

O leiaute do canteiro de obras é fixo e, por isso, não deve ser

modificado no decorrer da execução do empreendimento.

Após a concretagem de uma ponte, o engenheiro fiscal

recebeu relatório da supervisora da obra, contendo as seguintes

observações:

a)

a resistência média do concreto, obtida por ensaio sob

compressão, foi de 50 Mpa, valor muito superior à resistência

característica de projeto, que é de 45 Mpa;

b)

o engenheiro executor reduziu a espessura das armaduras de

aço constantes no projeto executivo para atender à densidade

mínima de ferragens prevista em norma e facilitar a dobragem

das barras;

c)

no preparo da massa, um aditivo redutor de permeabilidade foi

aplicado para acelerar o endurecimento das peças de concreto.

Com base nessas informações, julgue os itens que se seguem.

75

A impermeabilização é fator que contribui para a aceleração do

endurecimento do concreto.

76

Caso não sejam considerados no cálculo estrutural das vigas,

raios de dobra elevados, gerados por armaduras com grande

espessura, contribuem para o surgimento de fissuras próximo

aos apoios.

77

Aplicando-se um elevado controle tecnológico no preparo da

massa, a resistência do concreto relatada estaria de acordo com

o previsto em projeto.

78

O executor deveria ter consultado o projetista para solicitar a

modificação do diâmetro das armaduras.

79

Apesar de dificultar a dobra, a densidade elevada da armadura

não prejudica a qualidade do concreto.

insumo

coeficiente

unidade

custo (R$)

unitário

por m³

areia média

0,49

50,00

24,50

pedra britada

0,98

60,00

58,80

servente

6

h

10,00

60,00

cimento portland

150

kg

0,35

52,50

betoneira 320 L,

5,5 HP

0,65

h

20,00

13,00

total por m³ (R$)

208,80

Considerando a composição de custos apresentada na tabela acima,

que ilustra a ficha de composição de custo unitário de um concreto

não estrutural, julgue os itens subsequentes.

80

Na tabela mostrada, a coluna “coeficiente” corresponde ao

consumo de insumos para a produção de 1 m

3

 de concreto.

81

Infere-se da tabela que a improdutividade da betoneira é de

0,45 h/m³ de concreto produzido.

82

A soma dos volumes dos agregados corresponde ao necessário

para a produção de 1 m

3

 de concreto, considerando-se as

perdas.

83

Na composição da equipe mínima para a execução do serviço,

devem ser previstos seis serventes.

84

A produção do concreto em questão é de 0,65 m³ por hora.

Para a licitação de uma obra pública, a comissão especial

de licitação tomou as seguintes decisões, registradas no edital de

licitação:

a)

serão realizadas diligências junto às licitantes antes da etapa de

análise de propostas;

b)

para garantir a conclusão da obra, será obrigatório o

seguro-garantia como modalidade de garantia contratual.

Julgue os itens a seguir, com base nas informações acima e na

legislação específica para obras de engenharia civil.

85

O edital está equivocado ao estabelecer a realização de

diligências, que podem ocorrer somente durante a etapa de

análise das propostas.

86

A exigência de seguro-garantia é motivo para qualquer cidadão

impugnar o edital.

 – 7 –

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

cespe-2013-mi-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||MI13_003_05N327017||

CESPE/UnB – MI/2013

 

A tabela acima, elaborada em planilha Excel, ilustra um boletim de

medição. Com relação ao Excel e com base nessa tabela, julgue os itens

subsecutivos.

87

Ao se inserir uma nova coluna entre as colunas 

C

  e 

D

,

automaticamente, os dados da coluna 

E

 serão deslocados para a

coluna 

F

, ficando inalterados os valores medidos.

88

O valor contido na célula 

E6

 pode ter sido obtido, corretamente, por

meio da fórmula 

=SOMA(E1:E5)

.

89

O símbolo que aparece no canto inferior direito de cada célula da

linha 1 representa fórmulas vinculadas a cada coluna.

Com base na Lei n.º 8.987/1995, que dispõe acerca do regime de

concessão e permissão da prestação de serviços públicos, julgue os itens

seguintes.

90

Nas concessões de serviço público, ainda que haja transferência de

risco para o prestador do serviço, não cabe revisão de tarifas para

garantir o reequilíbrio econômico-financeiro, ficando restrita a

atualização apenas ao reajustamento anual.

91

Nos casos de interesse público imediato, a licitação poderá ser

dispensada para as concessões que não forem precedidas de

execução de obras.

92

Diferentemente do que preveem as normas gerais para licitações e

contratos públicos, o poder concedente pode determinar que o

consórcio vencedor de determinado certame se constitua sob a

forma de empresa antes da assinatura do contrato, desde que

previsto no edital.

93

Um item que caracteriza a diferenciação entre permissão e

concessão de serviço público é a delegação de sua prestação a título

precário.

Em uma edificação recém-construída, foram

verificados alguns problemas, entre eles: paredes fora de

esquadro, não permitindo a perfeita colocação dos armários de

canto; queda de reboco das paredes, podendo causar acidentes;

e reclamação do dono da edificação vizinha, alegando fissura

no muro de divisa causada pela execução da obra.

Com base nessa situação, julgue os próximos itens.

94

Devido à facilidade de análise dos defeitos apresentados,

a perícia pode ser realizada por técnico de grau médio.

95

A existência de um laudo de vizinhança contribuiria para

a verificação da causa da fissura no muro de divisa.

96

Por ser uma falha construtiva, que pode causar acidentes

aos usuários do prédio, a queda de reboco é considerada

um vício construtivo.

97

O trabalho do perito deve restringir-se à verificação da

causa e origem dos defeitos apresentados na edificação,

cabendo à esfera judicial a averiguação do agente dos

defeitos.

Acerca de planejamento e orçamento públicos, julgue os

seguintes itens.

98

De acordo com a política regulatória, as despesas

autorizadas no orçamento devem ser, sempre que

possível, iguais às receitas previstas.

99

Oferecer bens e serviços públicos puros que não seriam

oferecidos pelo mercado é uma função alocativa do

orçamento público.

A respeito da aplicação de geotecnia na execução de serviços

de terraplenagem, julgue os itens que se seguem.

100

Compactação consiste na densificação do solo por meio

de remoção de ar, aplicando-se energia mecânica.

101

Na execução da compactação do solo, independentemente

dos processos adotados, a contratada deve fazer que o

solo atinja um peso seco mínimo específico para garantir

a qualidade do serviço.

102

O ensaio de carga constante e o de carga variável são os

dois testes de laboratório que determinam a

condutibilidade hidráulica do solo.

 – 8 –

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

cespe-2013-mi-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||MI13_003_05N327017||

CESPE/UnB – MI/2013

A respeito de segurança do trabalho, julgue os itens subsequentes.

103

O sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA),

além de evitar a queda de raios, tem a função de conduzir a

descarga atmosférica ao solo e dissipá-la com segurança,

reduzindo a probabilidade de danos, inclusive incêndios,

conforme norma brasileira específica.

104

Acidente do trabalho consiste em lesão corporal ou

perturbação funcional decorrente de exercício de trabalho a

serviço de empresa ou do segurado empregado que cause

morte, perda ou redução, permanente ou temporária, da

capacidade para o trabalho.

105

O trabalhador é responsável pela adoção e uso das medidas

coletivas e individuais de proteção e segurança de sua saúde,

bem como pela prestação de informações acerca dos riscos da

operação a executar e do produto a manipular, constituindo

contravenção penal, punível com multa, o descumprimento das

normas de segurança e higiene do trabalho.

106

Na falta de comunicação do acidente do trabalho, por parte da

empresa, à Previdência Social, até o primeiro dia útil seguinte

ao da ocorrência, podem formalizá-la, entre outros, o próprio

acidentado, seus dependentes e a entidade sindical competente.

107

Define-se perigo como situação, coisa ou condição

potencialmente capaz de gerar dano à saúde; risco, como a

probabilidade de ocorrência de particular agravo à saúde; e

fator de risco, como elemento ou característica positivamente

associado ao risco de desenvolver agravo.

108

O ruído e a poeira provenientes do esmerilhamento de

ferragens estruturais são considerados riscos físicos, enquanto

a presença de fungos na corrente do ar condicionado do

canteiro de obras é considerada risco biológico.

Julgue os itens de 109 a 114, relativos à legislação ambiental

brasileira e seus instrumentos de avaliação.

109

Nos casos de licenciamento ambiental para a ampliação ou

modificação de empreendimentos já licenciados, que estiverem

sujeitas a EIA/RIMA e que impliquem significativo impacto

ambiental, a compensação ambiental será definida com base no

valor atualizado do empreendimento.

110

A avaliação de impactos ambientais é um instrumento da

política nacional de meio ambiente empregado para identificar,

avaliar e propor medidas de proteção ao meio ambiente.

111

Para estabelecimento do grau de impacto ambiental,

quantificam-se apenas aqueles causados à atmosfera, às águas

interiores, superficiais e subterrâneas, ao solo, ao subsolo, à

fauna, e à flora.

112

As obras de sistemas de drenagem sujeitas a licenciamento são

não só as de lançamento de efluentes de sistemas de

microdrenagem, mas também as obras de canais, dragagem e

retificação em sistemas de macrodrenagem.

113

Para que a Agência Nacional de Águas (ANA) emita

certificado de avaliação da sustentabilidade da obra hídrica, é

suficiente que o empreendedor apresente comprovação da

disponibilidade hídrica dos volumes e da qualidade da água a

ser retirada, no caso de obras de adução.

114

Projetos que envolvam a necessidade de reassentamento

deverão contemplar programas ambientais que garantam o

restabelecimento das condições de vida anteriormente

existentes.

Acerca da realização de estudos de viabilidade técnica, econômica,

social e ambiental de empreendimentos de infraestrutura hídrica,

julgue os itens a seguir.

115

A estimativa da viabilidade do empreendimento baseia-se nas

ações que venham a ocorrer em sua área de influência direta e

indireta.

116

Na implantação de reservatórios de água artificiais destinados

ao abastecimento público, deverão ser computados os custos

para a aquisição, desapropriação ou instituição de servidão

administrativa pelo empreendedor das áreas de preservação

permanente criadas em seu entorno, conforme estabelecido no

licenciamento ambiental.

117

Quando, no empreendimento, houver a necessidade de

reassentamento de populações, o projeto deverá conter um

plano de reassentamento, e o custo desse reassentamento

somente será incorporado ao custo do projeto se o poder

público por ele não se responsabilizar.

118

Os custos para monitoramento e mitigação dos impactos

ambientais negativos durante a implantação e a operação do

empreendimento, e de sua adequação para atendimento às

exigências legais, constituem passivo ambiental e deverão ser

estimados e considerados na comparação de alternativas.

119

As terras a indenizar quando da construção de uma barragem

são aquelas inundadas pela projeção horizontal da bacia

hidráulica.

120

Um benefício a contabilizar, decorrente da perenização de um

curso de água natural, é a contribuição para a reposição de

água subterrânea, com favorecimento da população instalada

ao longo dos rios, usuária de água dos poços.

 – 9 –

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

cespe-2013-mi-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||MI13_003_05N327017||

CESPE/UnB – MI/2013

PROVA DISCURSIVA

Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva
o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não serão avaliados
fragmentos de texto escritos em locais indevidos.

Qualquer fragmento de texto que ultrapassar a extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado. 

Na  folha de texto definitivo, identifique-se apenas na primeira página, pois não será avaliado o texto que apresentar qualquer
assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.

Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 10,00 pontos, dos quais até 0,50 ponto será atribuído ao quesito apresentação e estrutura
textual (legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos).

Na execução de uma terraplenagem, a empresa contratada atuou da seguinte forma:

1.

Para cumprir o cronograma, a construtora compactou o aterro em camadas de 100 cm e, para

compensar o aumento do número de passadas do rolo compactador gerado pela espessura adotada,

dobrou a quantidade de equipamentos, sem ônus para a administração;

2.

Nas travessias de cursos d'água, a construtora construiu inicialmente as obras de arte, e depois

executou a terraplenagem, tendo em vista a pouca influência dos movimentos de terra na estabilidade

estrutural das pontes;

3.

Para medição dos serviços, o fiscal optou pela cubagem dos volumes de material transportado, com

base no volume nominal dos caminhões basculantes e no fator de empolamento dos solos;

4.

A contratada executou, sem ordem da fiscalização, o revestimento primário do caminho de serviço,

alegando desgaste prematuro de seus caminhões, além do atraso na execução dos serviços devido à baixa

velocidade de transporte dos materiais. Posteriormente, pleiteou acréscimo no valor do contrato relativo

a esse serviço, não previsto em contrato;

5.

Em uma área de corte classificada como material de primeira categoria, devido à existência de

matacões de raios de até um metro e predominância de rocha alterada, que eventualmente exigia uso

de explosivos, o fiscal do contrato concordou em classificar esse material como de terceira categoria,

compensando a diferença de preço com um acréscimo de volume nos serviços efetivamente medidos.

 Com base na situação hipotética acima apresentada, redija texto dissertativo, desenvolvendo, necessariamente, os tópicos especificados

a seguir. 

< Análise dos possíveis problemas técnicos e gerenciais ocorridos na execução dos serviços; [valor: 5,50 pontos]
< Descrição das consequências dos processos adotados para a qualidade do serviço; [valor: 2,00 pontos]
< Abordagem das consequências administrativas dos processos adotados para o contratado e para a

fiscalização. [valor: 2,00 pontos]

 – 10 –

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

cespe-2013-mi-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||MI13_003_05N327017||

CESPE/UnB – MI/2013

R

ASCUNHO

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 – 11 –

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil

Cargo 3: Engenheiro – Especialidade: Engenharia Civil