Prova Concurso - Engenharia - 2013-TCE-RO-AUDITOR-DE-CONTROLE-EXTERNO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - TCE - 2013

Prova - Engenharia - 2013-TCE-RO-AUDITOR-DE-CONTROLE-EXTERNO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - TCE - 2013

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2013-TCE-RO-AUDITOR-DE-CONTROLE-EXTERNO-ENGENHARIA-CIVIL
Órgão: TCE
Banca: CESPE
Ano: 2013
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-gabarito.pdf-html.html

 

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RONDÔNIA

 

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO

EDITAL Nº 1 – TCE/RO, DE 7 DE MAIO DE 2013

Aplicação: 25/8/2013

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

C

E

E

C

E

C

E

C

C

C

E

E

E

E

C

E

C

C

E

E

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

C

E

C

X

C

C

E

E

C

E

C

E

C

C

E

C

E

C

E

C

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

E

E

E

C

E

C

C

C

E

E

E

C

E

C

E

E

C

C

C

E

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

E

C

C

C

E

E

E

C

C

E

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

0

Obs.: ( X ) item anulado.

Item

0

TCERO13_006_12

Gabarito

Gabarito

Gabarito

Item

Item

Gabarito

Item

Prova

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TCERO13_006_12N220535||

CESPE/UnB – TCE/RO/2013

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Com relação às normas gerais de auditoria aplicáveis ao controle

externo brasileiro, julgue o item abaixo.

51

Uma licitação em que a escolha do vencedor seja feita com

base na melhor combinação técnica-qualidade será coerente

com a economicidade.

Acerca das normas relativas aos tribunais de contas, julgue os itens

subsequentes.

52

A função dos tribunais de contas é a verificação do

cumprimento da regularidade e da execução dos programas sob

a responsabilidade dos órgãos e entidades governamentais.

Consequentemente, recomendações de caráter gerencial,

visando à melhoria dos processos operacionais, cabem

exclusivamente à auditoria interna e às assessorias

especializadas.

53

O tribunal de contas, que tem a responsabilidade de manter sua

independência e objetividade em todas as fases do trabalho de

auditoria governamental, não deverá deixar-se influenciar pelas

demandas sociais.

54

O tribunal de contas pode contratar consultores ou

especialistas de procedência externa para executar trabalho

limitado ao escopo definido pelo servidor do quadro do

tribunal de contas responsável pelos trabalhos de auditoria

governamental.

Com relação às normas relativas aos profissionais de auditoria

governamental, julgue os itens a seguir.

55

O profissional de auditoria governamental designado para a

realização de um trabalho em órgão ou entidade da

administração não poderá recusá-lo, devendo-se considerar que

a seleção para o cargo exige formação multidisciplinar e as

equipes são interdisciplinares, sem prejuízo da requisição de

especialistas em outras áreas.

56

A responsabilidade do profissional de auditoria governamental

alcança as áreas administrativa, civil e penal, podendo

atingi-lo mesmo em casos caracterizados apenas por

negligência, imperícia ou imprudência. As responsabilidades

éticas perante os usuários internos e externos devem constar no

Código de Ética Profissional, sendo definidas em normas

legais e regulamentares.

57

O profissional de auditoria governamental deve aplicar todos

os procedimentos recomendados para cada tipo de auditoria

especificamente e não se desviar deles, nem reduzir a extensão

ou profundidade dos exames, exceto por questões de tempo e

programação definidas pelas circunstâncias internas ou

externas.

Com relação às normas relativas aos trabalhos de auditoria

governamental, julgue os itens seguintes.

58

Na realização da auditoria operacional, os profissionais

responsáveis, ao constatarem incoerências ou imprecisões em

programa governamental, mesmo sem questionar a orientação

política e as diretrizes governamentais, deverão apontar as

situações passíveis de desperdícios ou desvirtuamentos,

recomendando as apropriadas mudanças de rumo na

execução dos referidos programas.

59

O rodízio obrigatório dos profissionais de auditoria

governamental responsáveis pela execução dos serviços é

considerado um dos requisitos necessários à garantia de

qualidade.

60

Uma das propriedades que deve apresentar um relatório de

auditoria é seu caráter conclusivo, mesmo que não haja certeza

absoluta com base nas evidências apuradas, a informação

revelada deverá possibilitar a formação de uma opinião

categórica acerca dos trabalhos realizados.

A respeito de orçamento público, julgue os itens que se seguem.

61

Caso seja aprovada lei complementar que revogue a norma

segundo a qual o exercício financeiro deva coincidir com o ano

civil, mas que mantenha o intervalo de doze meses para o ciclo

orçamentário, o princípio orçamentário da anualidade

permanecerá em vigor.

62

No Brasil, a Lei Orçamentária Anual é uma lei ordinária, visto

que, entre suas características, não consta a coercibilidade.

63

Considere que a Procuradoria da Fazenda tenha ajuizado ação

judicial de execução de determinado crédito, que,

anteriormente, havia sido inscrito na dívida ativa da União.

Nessa situação, o ato de ajuizar a ação integra o ciclo

orçamentário.

Com relação às características específicas do orçamento-programa,

julgue os itens seguintes.

64

O orçamento-programa deve expressar o produto final que,

quantificado como meta, representa o objetivo da ação pública,

ainda que a perspectiva do programa seja plurianual.

65

O orçamento-programa fornece subsídios ao planejamento,

visto que possibilita a ligação entre o controle da execução

orçamentária e a elaboração orçamentária.

 – 5 –

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TCERO13_006_12N220535||

CESPE/UnB – TCE/RO/2013

A respeito do ordenamento constitucional em vigor no contexto do

orçamento público, julgue os itens subsecutivos.

66

Considere que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de

determinado exercício financeiro tenha autorizado a

contratação de uma operação de crédito com instituição

financeira estrangeira, com a finalidade de equilibrar as

necessidades de gastos com os recursos disponíveis. Nessa

situação, é correto afirmar que a LDO estará tratando de

matéria alheia às suas finalidades.

67

A reserva de contingência, que é definida na Lei Orçamentária

Anual (LOA) e baseada na receita corrente líquida, não pode

ser utilizada para pagamento de restos a pagar que excederem

as disponibilidades de caixa ao final do exercício.

68

No contexto de elaboração do Plano Plurianual (PPA), o

conceito de iniciativa é definido como as entregas de bens e

serviços à sociedade, resultantes da coordenação de ações

orçamentárias e outras ações institucionais e normativas, bem

como do pacto entre entes federados, entre Estado e sociedade

e da integração de políticas públicas.

69

É vedada a abertura de crédito extraordinário sem prévia

autorização legislativa e sem indicação dos recursos

correspondentes.

Acerca de classificações orçamentárias, julgue os itens seguintes.

70

De acordo com as categorias econômicas, a receita pode ser

classificada em receita originária e receita derivada.

71

Suponha que um técnico do governo federal tenha classificado

determinada despesa como encargos financeiros da União.

Nessa situação, é correto afirmar que o técnico se utilizou da

classificação institucional da despesa.

72

Receitas são aumentos nos benefícios econômicos durante o

período contábil, sob a forma de entrada de recursos, aumento

de ativos ou diminuição de passivos, incluindo os provenientes

de aporte dos proprietários da entidade.

Julgue o próximo item, relativo aos tipos de crédito orçamentário

e às contas utilizadas na contabilidade pública.

73

O crédito orçamentário concede ao ordenador de despesa o

direito de gastar os recursos públicos destinados à sua unidade

gestora, mediante emissão de empenho limitado ao valor

autorizado.

No que concerne à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), julgue os

próximos itens.

74

Considere que determinado município deseje aprovar a

redução da alíquota do imposto sobre a propriedade predial e

territorial urbana (IPTU) para imóveis utilizados em ações

sociais filantrópicas. Nessa situação, o Poder Executivo dever

incluir, no texto da LDO, demonstrativo da estimativa e a

compensação da renúncia de receita.

75

Suponha que determinado município tenha aprovado a redução

da alíquota do imposto sobre a propriedade predial e territorial

urbana (IPTU) para imóveis utilizados em ações sociais

filantrópicas. Nessa situação, esse município continuará apto

a receber as transferências voluntárias da União.

76

Considere que o governo federal pretenda instituir programa

para conceder subsídios de realocação dos moradores de

determinada área que será inundada pela construção de uma

represa. Nessa situação, a despesa não poderá ser custeada por

emissão de títulos públicos, ainda que destinados à obra de

construção da referida represa.

77

No contexto da LRF, empresa controlada é aquela que recebe

do ente controlador recursos financeiros para pagamento de

despesas com pessoal ou despesas de custeio em geral.

Com base no disposto na Lei n.º 4.320/1964, julgue os itens que se

seguem.

78

A tomada de contas de todos que, de qualquer modo,

arrecadem receitas, efetuem despesas, administrem ou guardem

bens públicos é competência exclusiva do tribunal de contas ou

órgão equivalente.

79

Caso determinada prefeitura municipal não tenha enviado à

respectiva câmara de vereadores a proposta de lei

orçamentária, as dotações existentes no orçamento em curso

destinadas a obras já concluídas deverão integrar a proposta

orçamentária para o exercício seguinte.

80

A abertura dos créditos adicionais depende da existência de

recursos disponíveis, devendo-se considerar como recurso o

superávit financeiro apurado em balanço patrimonial do

exercício anterior.

 – 6 –

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TCERO13_006_12N220535||

CESPE/UnB – TCE/RO/2013

A tabela abaixo apresenta as peças de utilização em um

banheiro residencial, seus respectivos pesos e quantidades de

pontos. Nesse sentido, considere que a fórmula do cálculo da vazão

para dimensionamento de um banheiro residencial seja

Q = 0,30

%3P, em que Q corresponde à vazão em litros por segundo

e P refere-se ao peso de cada peça de utilização. 

peça de utilização

peso 

(unidade Hunter 

de contribuição)

quantidade 

de pontos

bacia sanitária 

40

1

chuveiro

0,5

1

lavatório

0,5

2

Com base nas informações acima apresentadas, julgue os itens

seguintes.

81

O número 0,30 da fórmula de cálculo de vazão é denominado

coeficiente de descarga.

82

A vazão total do banheiro é obtida pela soma da vazão de cada

peça separadamente.

83

Para o cálculo da vazão, o método acima apresentado se baseia

na probabilidade do uso simultâneo das peças.

D

1

2

4

3

5

atividade

duração 

(dias corridos)

A

5

B

10

C

5

D

5

E

10

F

5

A figura acima ilustra uma rede PERT/CPM de determinado

projeto, cujas atividades são representadas pelas letras de A a F.

Com base nessa figura e nos dados da tabela acima apresentados,

julgue os próximos itens.

84

Há mais de um caminho crítico na rede.

85

Caso a atividade C atrase um dia, o projeto também atrasará

um dia.

86

A duração desse projeto é de vinte dias.

Durante a execução de uma obra orçada em 10 milhões de

reais, foram medidos três indicadores de desempenho em
determinado mês, conforme apresentados abaixo:

custo orçado de serviços estimados = 6 milhões de reais;

custo orçado de serviços realizados = 5 milhões de reais;

custo real dos serviços realizados = 5,5 milhões de reais.

Com base nessas informações, julgue os itens a seguir,
considerando o momento da medição desses indicadores.

87

De acordo com os indicadores, a execução da obra em apreço
está adiantada.

88

Na obra em apreço, 50% dos serviços previstos já foram
executados.

89

Os custos da referida obra estão abaixo do planejado pela
construtora.

A respeito de técnicas de construção em edificações, julgue os itens
que se seguem.

90

Nos concretos, a exsudação é uma forma específica de
segregação na qual a água da mistura tende a aflorar na
superfície do concreto após seu lançamento.

91

Peças de madeira verde só podem ser empregadas em locais
não expostos a esforços estruturais, como pisos e
revestimentos, pois essas peças, em geral, apresentam alto teor
de umidade.

92

Estaca Franki é um tipo de fundação pré-moldada cujo
processo de cravação é controlado pela relação
carga-penetração.

RASCUNHO

 – 7 –

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TCERO13_006_12N220535||

CESPE/UnB – TCE/RO/2013

 

Considerando que, na planilha ilustrada na figura acima, gerada no
Excel, as células (

B2:B8

) representam valores digitados, a célula 

B9

representa o cálculo por fórmula da média aritmética dos valores
digitados e as informações constantes nas células (

A2:A8

) foram

geradas por uma fórmula lógica, julgue o item a seguir.

93

No Excel, é possível gerar o valor constante na célula 

B9

 por

meio da fórmula 

=MÉDIA.INTERNA(B2:B8)

.

A respeito de terraplenagem e de geotecnia, julgue os próximos
itens.

94

O método do frasco de areia é utilizado em campo para
determinar o peso específico seco de compactação.

95

O ensaio de Proctor normal é utilizado para determinar a
permeabilidade dos solos na execução de aterros hidráulicos.

Acerca de especificação de materiais e serviços e do caderno de
encargos para as obras da construção civil, julgue os próximos
itens.

96

Em lajes niveladas que não demandem contrapiso, os assoalhos
podem ser aplicados diretamente sobre a superfície do
concreto.

97

Na execução de revestimento de fachada em argamassa, o
reforço do tipo ponte de transmissão requer a fixação de tela de
aço galvanizado, sobreposta a uma fita de polietileno, sobre a
interface concreto/alvenaria.

98

O caderno de encargos tem como objetivo estabelecer
requisitos, condições e diretrizes técnicas para a execução dos
serviços.

99

O prazo e o cronograma da execução dos serviços são itens
que podem estar ausentes do caderno de encargos. 

100

Na aplicação de revestimento em gesso liso desempenado, a
superfície na qual o gesso será aplicado deverá estar
regularizada e seca.

Julgue os itens de 101 a 106, relativos à fiscalização, ao
acompanhamento da aplicação de recursos, ao controle de materiais
e à execução de obras e serviços da construção civil.

101

As medições dos serviços de sondagens a trado devem ser
feitas pelo volume efetivamente escavado de solo, em metros
cúbicos.

102

À fiscalização da obra incumbe a responsabilidade de analisar
e aprovar o plano de execução dos serviços a ser apresentado
pela contratada no início dos trabalhos.

103

Seixo rolado é o material encontrado fragmentado no fundo do
leito dos rios ou em jazidas e que passa na peneira de 4,8 mm.

104

Para os elementos constituídos de madeira laminada e colada
ou por madeira compensada, os valores das tensões
admissíveis previstos nas normas da ABNT poderão sofrer
acréscimos, desde que comprovados por laboratórios idôneos
e aceitos pelo contratante.

105

O aditivo incorporador de ar é usado para aumentar os tempos
de início e fim de pega do concreto.

106

A prática construtiva e os métodos de dimensionamento do
concreto pressupõem limites de escoamento à tração do aço
dentro do intervalo de 50 MPa a 60 MPa.

Acerca de segurança no trabalho e das principais normas técnicas
da ABNT relacionadas ao tema, julgue os itens que se seguem.

107

Cabos de sustentação de andaime que apresentem diminuição
de 9% do seu diâmetro nominal quando em uso continuam
aptos para os serviços. 

108

Andaimes móveis que tenham altura três vezes maior que a
menor dimensão da base estarão de acordo com as
especificações técnicas de segurança.

109

Uma interferência no processo normal de trabalho que
potencialmente possa causar lesões ao trabalhador é
considerada um acidente.

110

A cor amarela é usada nas luzes de sinalização de tapumes.

Com referência aos projetos complementares em obras de
edificações, julgue os itens subsequentes.

111

Em edifícios com elevadores, é necessária a construção de uma
casa de máquinas que, além de abrigar o painel de controle, a
máquina de tração e o limitador de velocidade, pode conter
dutos, cabos ou outros dispositivos e equipamentos integrantes
das redes elétrica, lógica e de ar-condicionado.

112

Nos sistemas de ar-condicionado do tipo água gelada,
conhecidos como sistemas de expansão indireta, o ar é
resfriado no 

chiller pela água sob baixa temperatura e, em

seguida, circula na serpentina do condicionador 

fan coil. 

Com base na Lei de Licitações e Contratos ― Lei n.º 8.666/1993
― e na interpretação doutrinária e jurisprudencial sobre licitações
e contratos, julgue os próximos itens.

113

A licitação é dispensável no caso da contratação realizada por
instituição científica e tecnológica ou por agência de fomento
para transferência de tecnologia e para o licenciamento do
direito de uso ou de exploração de criação protegida.

114

Os preços contratados não poderão sofrer reajustes ou
incrementos dos custos de mão de obra decorrentes da
data-base da categoria antes de decorrido o prazo de um ano,
após a última ocorrência verificada. 

115

De acordo com o princípio da adjudicação compulsória, a
administração pública está obrigada a contratar o licitante
vencedor.

116

Em uma licitação, caso todas as propostas sejam inabilitadas
ou desclassificadas, a administração pública poderá autorizar
a contratação direta sem licitação, bastando, para isso, a
repetição do certame por uma vez, com ampla divulgação, e a
redução dos requisitos de comprovação da capacidade
técnica-operacional.

 – 8 –

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TCERO13_006_12N220535||

CESPE/UnB – TCE/RO/2013

Acerca dos princípios de planejamento e de orçamento público e da

orçamentação de obras e serviços de engenharia, julgue os itens a

seguir.

117

Alterações contratuais sob alegação de falhas ou omissões em

qualquer das peças, orçamentos, plantas, especificações,

memoriais e estudos técnicos preliminares do projeto não

poderão ultrapassar, no seu conjunto, 25% do valor total do

contrato, para o caso de obras, independentemente do regime

de empreitada contratado.

118

Comprovada a inviabilidade técnico-econômica de

parcelamento do objeto da licitação, os materiais e

equipamentos de natureza específica que possam ser

fornecidos por empresas com especialidades próprias e

diversas e que representem percentual significativo do preço

global da obra devem apresentar incidência de taxa de BDI

reduzida em relação à taxa aplicável aos demais itens.

Julgue os itens que se seguem, a respeito da legislação que rege o

exercício da engenharia e da realização de vistorias, avaliação de

imóveis, elaboração de perícias, relatórios técnicos e pareceres.

119

As planilhas orçamentárias incluídas em editais de licitação

devem conter a indicação do nome e a menção explícita do

título do profissional que as subscrever, além do número de sua

carteira profissional (CREA), visando facilitar a identificação

dos responsáveis pela elaboração e aprovação dos

orçamentos-base.

120

A vistoria interna de um imóvel não pode prescindir de

avaliação. Quando não for possível o acesso do avaliador ao

interior do imóvel, o motivo deve ser justificado no laudo de

avaliação, podendo o juiz dispensar prova pericial, caso as

partes considerem os documentos elucidativos suficientes. 

 – 9 –

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TCERO13_006_12N220535||

CESPE/UnB – TCE/RO/2013

PROVA DISCURSIVA

Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva

o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não será avaliado

fragmento de texto escrito em local indevido.

Qualquer fragmento de texto que ultrapassar a extensão máxima de trinta linhas será desconsiderado.

Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas no cabeçalho da primeira página, pois não será avaliado texto que tenha qualquer

assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.

Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 30,00 pontos, dos quais até 1,00 ponto será atribuído ao quesito apresentação e estrutura

textual (legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos).

Durante auditoria realizada em determinada construção de edifício público, após a ida a campo e

verificação da documentação técnica da obra, o responsável técnico pela análise dos dados registrou os

seguintes achados:

% a obra estava atrasada, porém os serviços atrasados não faziam parte do caminho crítico, podendo ser

compensados posteriormente, motivo pelo qual o fiscal do contrato não notificou formalmente a

construtora, tendo-a informado, apenas verbalmente, de que, caso houvesse atraso na entrega da obra,

a empresa seria apenada;

% a empreiteira optou por preparar o concreto na obra, sem o mesmo controle tecnológico de uma usina

de concreto comercial, tendo, por essa razão, solicitado um aditivo contratual, alegando aumento de

consumo de cimento no traço do concreto, o que foi aceito pelo fiscal do contrato;

% o concreto das vigas do primeiro pavimento, após rompimento dos corpos de prova, não atingiu a

resistência característica prevista em projeto, e a construtora, sem consultar o projetista, recalculou a

estrutura e garantiu ao fiscal total responsabilidade pela alteração, tendo emitido nova anotação de

responsabilidade técnica pelo projeto;

% o contrato atingiu o aditivo máximo de 25% e os serviços essenciais à continuidade da obra não estavam

previstos na planilha orçamentária anexa ao contrato, razão por que o fiscal determinou a troca de alguns

serviços contratados por meio de compensação, sem a realização de aditivo contratual, tendo informado,

ao ser questionado, que tomara todos os cuidados para manter um preço global justo, sem gerar prejuízo

ao erário, de forma a garantir a conclusão do contrato com parte da edificação em condições de ser

ocupada.

Com referência aos achados registrados pelo responsável técnico na situação hipotética acima apresentada, redija um texto dissertativo

que atenda, necessariamente, ao que se pede a seguir:

< identifique e analise as possíveis irregularidades ocorridas; [valor: 11,50 pontos]
< descreva, de modo justificado, as providências de responsabilidade do fiscal em cada caso; [valor: 10,50 pontos]
< descreva as consequências técnicas, gerenciais e(ou) legais de cada achado. [valor: 7,00 pontos]

 – 10 –

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-tce-ro-auditor-de-controle-externo-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TCERO13_006_12N220535||

CESPE/UnB – TCE/RO/2013

R

ASCUNHO

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 – 11 –

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 6: AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO/ ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL