Prova Concurso - Engenharia - 2013-TRT-17-REGIAO-ES-ANALISTA-JUDICIARIO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - TRT - 2013

Prova - Engenharia - 2013-TRT-17-REGIAO-ES-ANALISTA-JUDICIARIO-ENGENHARIA-CIVIL - CESPE - TRT - 2013

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2013-TRT-17-REGIAO-ES-ANALISTA-JUDICIARIO-ENGENHARIA-CIVIL
Órgão: TRT
Banca: CESPE
Ano: 2013
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-gabarito.pdf-html.html

PODER JUDICIÁRIO

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17ª REGIÃO

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS

DE ANALISTA JUDICIÁRIO E DE TÉCNICO JUDICIÁRIO

Aplicação: 15/12/2013

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

C

C

E

E

E

E

C

C

E

C

E

C

C

E

E

E

E

E

C

E

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

C

C

E

C

C

C

C

E

E

E

E

C

C

C

C

C

E

C

E

C

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

E

C

E

E

C

E

E

C

C

C

E

E

C

C

C

E

C

C

C

C

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

E

E

C

C

E

E

C

E

E

C

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

Item

0

Obs.: ( X ) item anulado.

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

Gabarito

Item

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

TRTES13_005_11

Prova

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TRTES13_005_11N442977||

CESPE/UnB – TRT 17.ª / 2013

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

A figura acima representa uma viga isostática biapoiada (apoios A

e B) de comprimento L, submetida a uma carga triangular

distribuída ao longo da viga, em que p é a carga máxima.

Considerando essas informações, julgue os itens seguintes.

51

O momento no apoio A é zero.

52

O esforço cortante máximo ocorre no apoio B.

53

A reação nos apoios A e B são iguais.

54

O momento máximo ocorre no apoio B.

Na execução de uma obra de terraplanagem, a escavação

foi realizada com o uso de escarificador e, eventualmente, foram

empregados explosivos, visto que a camada de corte era formada de

rocha decomposta, com presença de blocos de pedra de diâmetro

inferior a 1 m. A etapa final de realização do aterro foi executada

com três camadas individuais de 30 cm de espessura cada uma. Em

determinado trecho de solo mole, foram executados drenos verticais

sob a camada de aterro.

Com base nessa situação hipotética, julgue os próximos itens.

55

A execução do aterro em camadas de 30 cm de espessura é

insuficiente, pois gera custo excessivo durante a compactação.

56

Devido às características apresentadas, classifica-se o material

escavado como de terceira categoria.

Considere que, ao efetuar o recebimento provisório de uma obra de

construção de um edifício, o fiscal tenha observado que o sifão

estava instalado horizontalmente, devido à falta de espaço abaixo

dos lavatórios, que todas as janelas de correr de uma mesma

prumada do prédio não deslizavam livremente e que os pisos

cerâmicos foram instalados em diagonal, visto que as paredes

estavam fora de esquadro. Com base nessa situação hipotética,

julgue os itens a seguir.

57

O mau funcionamento apresentado nas janelas é indício de

recalque diferencial de fundações.

58

A execução dos pisos em diagonal, apesar de disfarçar a falha

construtiva das paredes, gera maior consumo de material.

59

A instalação do sifão na horizontal não afeta o seu

funcionamento, apenas dificulta a sua limpeza. 

O fiscal que acompanhava a concretagem das vigas e lajes

de uma edificação observou que as sobras de argamassa aplicadas

no reboco das paredes eram despejadas na betoneira de preparo do

concreto, para evitar desperdício de material na obra; que, após a

concretagem, a laje era constantemente molhada com uma

mangueira de água; e que a agulha do vibrador fora fixada nas

ferragens das vigas, para aumentar a eficiência da vibração.

Com base nessa situação, julgue os itens seguintes.

60

O procedimento de fixação da agulha do vibrador à ferragem

afeta a aderência do concreto à armadura, portanto seu uso é

contraindicado.

61

O refugo de argamassa pode ser utilizado como agregado no

preparo de concreto, como mencionado, desde que tenha sido

curado completamente.

62

A molhagem constante da laje após a concretagem é

recomendável, pois garante a hidratação do concreto.

A respeito de pavimentos flexíveis, julgue os itens a seguir.

63

A pintura de ligação pode ser aplicada sobre antigos

revestimentos asfálticos, antes do recapeamento, e ser utilizada

como elemento de ligação entre duas camadas asfálticas.

64

A exsudação é um tipo de mancha no revestimento asfáltico

causada pelo derramamento de óleos e combustíveis de

veículos que atravessam a pista.

No que se refere à geotecnia, julgue os itens subsequentes.

65

Para a garantia de uma boa condição de compactação, é

necessário controlar o teor de umidade e o peso específico

natural compactado; para o controle de umidade em campo,

recomenda-se o uso do speedy e, para o do peso específico, o

método do frasco de areia.

66

A avaliação geotécnica do solo é critério fundamental para a

determinação da estrutura de fundação de qualquer obra de

engenharia, sendo o mais comumente usado, como método de

avaliação, o denominado ensaio SPT.

 – 4 –

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TRTES13_005_11N442977||

CESPE/UnB – TRT 17.ª / 2013

Julgue os itens seguintes, a respeito de infraestrutura viária e

geotecnia.

67

Na atualidade, a escavação de túneis em solo ou rocha é

realizada pelo método NATM.

68

A determinação da caracterização geotécnica básica

(granulometria, limites de consistência, peso específico,

umidade in natura) conjuntamente à compactação e ao CBR

são suficientes para a determinação do tipo de material a ser

usado para compor a camada de base rodoviária.

69

Na engenharia rodoviária, os materiais que compõem as

estruturas de sub-base e base apresentam custo unitário

superiores aos que compõem a terraplenagem, devido à

necessidade de cumprirem requisitos geotécnicos que, via de

regra, não se verificam dentro das faixas de domínio das

rodovias a serem implantadas ou restauradas.

70

Os pavimentos aeronáuticos e rodoviários se diferenciam, entre

outros aspectos, pela magnitude da carga aplicada, pela pressão

e largura dos pneus, pela secção geométrica e pela estrutura do

pavimento, e apresentam, como característica comum, o

número de repetições de carga aplicada ao pavimento durante

a sua vida útil.

71

Na escolha do tipo de pavimento a ser utilizado nas diversas

áreas da rede de pavimentos de um aeroporto, devem-se

considerar questões de ordem técnica e econômica. A

tendência é que se utilizem pavimentos flexíveis nas pistas e

caminhos de circulação, devido às suas boas características de

atrito, regularidade e conforto, e pavimentos rígidos nas áreas

de estacionamento de aeronaves, devido à sua maior resistência

química aos combustíveis, óleos e lubrificantes.

Em relação às ferrovias e barragens, julgue os itens de 72 a 74.

72

Os efeitos de arqueamento e faturamento hidráulico podem ser

observados em barragens com núcleos muito delgados e

espaldares construídos com diferentes materiais, assim como

em trincheiras de vedação, especialmente no caso de taludes

muito inclinados.

73

Nas ferrovias, a distância entre os boletos de trilhos é

denominada de bitola, existindo a bitola métrica ou estreita

(1,435 m) e a bitola internacional (1,0 m).

74

Os elementos principais da via permanente das ferrovias são,

basicamente, sublastro, lastro, dormentes e trilhos. O sublastro

e o lastro compõem a infraestrutura, podendo ser compostos

por solo, areia, escórias, pedras, cascalhos, pedregulhos e

pedra britada, e seu dimensionamento é diretamente vinculado

à faixa de socaria utilizada.

Julgue os itens subsecutivos, acerca de terminais modais e

multimodais, infraestrutura viária e operação portuária.

75

A estocagem e recuperação dos granéis nas pilhas são, em

geral, feitas por equipamentos de dupla função, denominados

stracker-reclaimers.

76

A estruturação de um terminal de carga é constituída por

construções, instalações e equipamentos, sendo compostos por

interfaces externas, interfaces internas, elementos de apoio

operacional, elementos de apoio administrativo profissional e

social, e elementos de vedação, controle e segurança pessoal,

operacional e patrimonial, entre outros.

77

Por meio do estudo da operação portuária, que envolve a

avaliação dos fluxos de carga e descarga dos navios,

definem-se, por exemplo, as taxas de ocupação do cais, a

quantidade e os comprimentos dos berços de atracação.

A respeito de técnica e economia dos transportes e logística, julgue

os itens a seguir.

78

A avaliação econômica de projetos de transportes constitui-se

de avaliação financeira, que visa à identificação da

sustentabilidade financeira do projeto, e de avaliação

econômica, cujo foco é definir a geração dos benefícios

líquidos para a sociedade, entendidos como os benefícios

incrementais causados pelo projeto. Dessa forma, em projeto

que capture demanda já atendida por outros meios, devem ser

considerados o benefício adicional para a sociedade e a

demanda total atendida.

79

O Plano Nacional de Logística e Transporte, desenvolvido pelo

Ministério dos Transportes, objetiva formalizar e perenizar

instrumentos de análise, sob a ótica logística, para dar suporte

ao planejamento de intervenções públicas e privadas na

infraestrutura e na organização dos transportes.

 – 5 –

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TRTES13_005_11N442977||

CESPE/UnB – TRT 17.ª / 2013

Com relação ao aproveitamento múltiplo dos recursos hídricos,

julgue os itens seguintes.

80

Considere que dois reservatórios ― R1 e R2 ― estejam

instalados em cotas diferentes e interligados por um conduto

parcialmente localizado abaixo do nível de R2, onde haja uma

derivação ― D. Nessa situação, à medida que a vazão em D

aumenta, a linha piezométrica baixa, obtendo-se a menor vazão

possível em D quando a pressão é nula.

81

Para um rotor com rotação constante, o aumento da vazão em

bombas radiais reduz a altura manométrica, o que demanda

menor potência, ao passo que, para bombas axiais, a altura

manométrica apresenta redução, o que requer maior potência,

por isso o acionamento e o desligamento de bomba axial

devem ser feitos com o registro fechado.

82

Para a avaliação da contribuição lateral no escoamento não

permanente no que se refere à composição do hidrograma da

seção de jusante, isolam-se alguns eventos, calculando-se, para

cada um, o volume do hidrograma de montante e o de jusante

e, no caso de contribuição lateral pequena, adota-se uma

distribuição uniforme para as vazões de contribuição.

83

O uso múltiplo e integrado dos recursos hídricos mostra-se

vantajoso no que se refere às economias de escala captadas na

implantação do sistema, sendo mais proveitosa a construção de

um projeto que atenda a vários usos que a de vários projetos

isolados que atendam a usos singulares.

84

Em conduto cuja perda de carga e diâmetro do tubo são

constantes, a velocidade média de escoamento e a vazão são

maiores quanto menor é a rugosidade de suas paredes;

mantendo-se constantes a vazão e o diâmetro, há maior perda

de carga quanto maior é a rugosidade absoluta do conduto.

No que diz respeito à hidráulica e à hidrologia aplicadas ao

saneamento, julgue os itens a seguir.

85

Havendo arraste de ar para o líquido em tubulações de esgoto,

pode-se inferir que, para uma mesma relação entre a altura da

lâmina de água (y) e o diâmetro do tubo (D), quanto maior for

o diâmetro do tubo, menor será a declividade para o início do

arraste de ar e maior a velocidade crítica, ao passo que, para

um mesmo diâmetro do tubo, quanto maior for a relação y/D,

menor será a declividade para início de arraste de ar e maior

será a velocidade crítica. 

86

A vazão máxima do hidrograma utilizável em projeto de

saneamento deve ser avaliada com base apenas em dois

parâmetros: população presente, verificada por censo, na bacia

cujo hidrograma tenha sido medido; e área total edificada,

avaliada com o auxílio de planta aerofotogramétrica cadastral

ou de outro procedimento.

Em relação ao saneamento urbano e rural, julgue os itens

subsequentes.

87

Os lançamentos de esgoto nos corpos d´água por meio de

tubulações e as águas de chuva que escoam sobre a superfície

do solo e adentram no corpo d´água caracterizam a poluição

difusa, sendo o impacto da poluição das águas de chuva bem

assimilado pelo corpo d´água, o que facilita o controle dos

poluentes.

88

No sistema de esgoto sanitário do tipo separador absoluto, as

dimensões das canalizações são menores que as do sistema do

tipo separador parcial, o que favorece o emprego de materiais

como fibra de vidro e manilhas cerâmicas, facilita o

afastamento das águas pluviais e melhora as condições de

tratamento do esgoto.

89

A privada higiênica do tipo fermentação é composta de uma

única câmara, onde as excretas sofrem decomposição

anaeróbia durante um período de tempo superior ao de

sobrevivência de ovos de vermes, sendo essas condições

biológicas adversas suficientes para eliminar bactérias

patogênicas.

Julgue os itens seguintes, a respeito do tratamento, reservação e

distribuição de águas.

90

A menor subdivisão da rede de distribuição de água é o setor

de manobra, cujo abastecimento pode ser isolado, sem afetar

o fornecimento de água do restante da rede, recomendando-se

o menor número possível de válvulas.

91

Embora a filtração lenta não possibilite a remoção de

pesticidas como o mercoprop e a atrazina, esse processo de

filtragem é altamente eficiente para a remoção de substâncias

húmicas, dispensando-se, assim, o tratamento por coagulação

e adsorção. 

Considerando que um avaliador de imóveis tenha avaliado um

prédio comercial localizado no centro da cidade, com

características bem diferentes dos demais prédios da região, porém

livre de quaisquer ônus, encargos ou foros, julgue os itens que se

seguem. 

92

Apesar de o imóvel ser comercial, livre de ônus e encargos e

estar localizado no centro da cidade, o seu ponto comercial é

um bem intangível.

93

Pelas características apresentadas, o referido imóvel é

considerado paradigma.

 – 6 –

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TRTES13_005_11N442977||

CESPE/UnB – TRT 17.ª / 2013

Durante a execução do contrato de determinada obra

pública, o preposto da empresa construtora determinou, devido às

férias coletivas de final de ano, a redução do ritmo da obra durante

o período de rodízio de seus funcionários, o que comprometeu o

cronograma da obra. A fiscalização, que já havia notificado a

empresa por faltas anteriores, decidiu rescindir o contrato. 

Com base nessa situação hipotética, julgue os itens seguintes, de

acordo com a Lei n.º 8.666/1993.

94

Ocorrendo a rescisão, não cabe cobrança de multa contratual

por atraso, pois a empresa contratada não pode ser duplamente

punida pela mesma falha.

95

A fiscalização tem elementos suficientes para a rescisão

unilateral do contrato.

96

Após rescisão contratual, a contratada tem direito ao

recebimento do custo da desmobilização.

Durante a execução da obra de um edifício público,

constatou-se erro no orçamento de referência, o que causou

prejuízos à administração, tendo o fiscal do contrato solicitado

apoio de um perito para examinar e emitir laudo técnico a respeito

das possíveis falhas no orçamento, que fazia parte de um projeto

básico contratado pela administração. 

Com base nessa situação hipotética, julgue o item abaixo.

97

Por se tratar apenas de possíveis erros no orçamento, não se

exige que o perito tenha formação específica em engenharia

civil ou arquitetura, desde que seja engenheiro com

especialização em orçamentação. 

Em relação aos princípios de planejamento e de orçamento público,

julgue os itens a seguir.

98

O estabelecimento da meta do resultado primário é um dos

objetivos da política fiscal.

99

Conforme o princípio da anualidade, a vigência do orçamento

limita-se a um exercício financeiro.

Com base na planilha acima, gerada no programa Excel, julgue os

itens seguintes.

100

Ao se inserir uma coluna entre as colunas A e B, o valor da

diferença não se altera, passando a ser registrado na célula D8.

101

Para se calcular, na célula C8, a diferença entre o total medido

e o total pago, uma opção de comando a ser digitado é

=SOMA (B2:B7)-SOMA(C2:C7).

102

Ao se mesclar a célula C8 com B8, o valor 90.000,00 some,

pois esse comando mantém a informação da célula B8.

A respeito do orçamentação de obras públicas, julgue os itens

subsequentes.

103

No detalhamento do custo unitário do serviço, a composição de

custo deve expressar as produtividades da mão de obra e

equipamentos necessários à execução de uma unidade de

medida.

104

O seguro e a garantia do empreendimento deverão ser

evidenciados na composição das bonificações e despesas

indiretas (BDI).

No que diz respeito a licitações e contratos de obras públicas,

julgue os próximos itens, de acordo com a Lei n.º 8.666/1993.

105

O autor do projeto básico não deve ser contratado pela

empresa construtora da obra, nem mesmo como assessor

técnico.

106

Dada a deficiência de informações que comumente caracteriza

o projeto básico, deve ser prevista, durante a elaboração do

projeto executivo, a necessidade de reformulação e variação de

soluções técnicas.

 – 7 –

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TRTES13_005_11N442977||

CESPE/UnB – TRT 17.ª / 2013

Julgue os itens seguintes, acerca das doenças profissionais e

doenças do trabalho.

107

O acidente sofrido pelo trabalhador em decorrência de ato de

imprudência ou negligência de um companheiro de trabalho é

equiparado a acidente de trabalho.

108

Não se consideram doenças do trabalho as degenerativas e as

endêmicas, caso não se possa comprovar que resultem da

exposição decorrente da natureza do trabalho.

109

Entre as doenças infecciosas e parasitárias relacionadas ao

trabalho incluem-se as hepatites virais, o HIV e candidíase.

Julgue os itens que se seguem, relativos à prevenção e ao controle

de riscos em máquinas, equipamentos e instalações.

110

A norma prevê a vedação de instalações elétricas em máquinas

e equipamentos que estejam em contato direto ou indireto com

água a fim de se evitar a ocorrência de acidentes do trabalho

nas empresas.

111

Deve ser de 1,40 m a largura mínima das vias de circulação

que conduzem as pessoas às saídas.

112

Deve haver, ao redor das máquinas e equipamentos, espaço

mínimo de 90 cm para a prevenção da ocorrência de acidentes

e doenças do trabalho. 

113

Para a prevenção de acidentes relacionados ao aumento da

tensão elétrica, as máquinas e os equipamentos devem estar

protegidos contra sobretensão.

No que se refere à proteção contra incêndios e explosões, julgue os
próximos itens. 

114

Uma das medidas técnicas preventivas de responsabilidade do
empregador é o controle dos riscos de explosão em trabalhos
a quente, em ambientes confinados.

115

As edificações em que haja fluxo de pessoas devem ser
equipadas com sinais luminosos que indiquem a direção de
saída em casos de emergência, tais como as placas
fosforescentes.

116

De acordo com a legislação nacional que trata de proteção
contra incêndios, as saídas de emergência do local de trabalho
podem ser fechadas a chave, durante a jornada de trabalho,
desde que em caso muito específico e mediante autorização do
empregador.

Julgue os seguintes itens, relacionados à ergonomia.

117

Nos ambientes em que se realizam análises de projetos, a
velocidade do ar não pode ser superior a 0,75 m/s, e a umidade
relativa do ar não pode ser inferior a 40%.

118

Para transporte manual realizado por mulheres e trabalhadores
jovens, considerados estes os de faixa etária entre doze e
dezoito anos, o peso máximo das cargas deverá ser inferior ao
admitido para os homens adultos.

119

É obrigação do empregador fornecer suporte adaptado para os
pés  aos trabalhadores que realizam suas atividades
essencialmente sentados.

120

Os parâmetros estabelecidos na NBR 5413 devem ser
utilizados para a definição dos níveis mínimos de
iluminamento nos locais de trabalhos, conforme prevê a
NR 17.

 – 8 –

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TRTES13_005_11N442977||

CESPE/UnB – TRT 17.ª / 2013

PROVA DISCURSIVA

Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva
o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não será avaliado
fragmento de texto escrito em local indevido.

Qualquer fragmento de texto além da extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado.

Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas no cabeçalho da primeira página, pois não será avaliado texto que tenha qualquer
assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.

Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 20,00 pontos, dos quais até 1,00 ponto será atribuído ao quesito apresentação
(legibilidade, respeito às margens e indicação de parágrafos) e estrutura textual (organização das ideias em texto estruturado).

Durante a execução de um empreendimento público, verificaram-se várias discordâncias entre o fiscal

da obra e o preposto da empresa contratada, que foram registradas no diário de obras e nos demais
documentos trocados entre as partes, destacando-se o que se segue.

1.

O contratado assumiu a responsabilidade pela execução fiel dos projetos apresentados, mas não

por falhas na execução decorrentes de erros de projeto, considerando a administração pública e a empresa
projetista responsáveis por qualquer erro de projeto. Discordando dessa posição, o fiscal argumentou que
a construtora deveria verificar o projeto antes de sua execução.

2.

A construtora relacionou uma série de serviços que não foram previstos na planilha orçamentária

do projeto e formalizou pleito de aditivo contratual para acréscimo de serviços. Em contraposição, o fiscal
argumentou que a empresa tivera tempo hábil de estudar o edital e seus anexos, posicionando-se contra
qualquer aditivo contratual para acréscimo de serviços, sob a alegação de que o acréscimo de serviços
estaria incluído na parcela de riscos e eventuais bonificações e despesas indiretas (BDI).

3.

O dono do prédio vizinho à obra comunicou ao fiscal da obra que seu prédio estava sofrendo

rachaduras causadas pela execução das fundações da obra, solicitando o ressarcimento de seu prejuízo. O
fiscal notificou a empresa construtora, porém ela alega que a fiscalização não exigiu um laudo de vizinhança
antes da obra, e que as rachaduras foram causadas pelo tipo de fundação escolhida pela projetista, não
podendo assim ser responsabilizada pelos danos causados aos vizinhos.

Com base na situação hipotética acima apresentada, analise cada um dos argumentos apresentados pelas partes, indicando os procedimentos
a serem adotados para solucionar os problemas identificados [valor: 9,50 pontos] e as responsabilidades de cada parte envolvida, com
as respectivas consequências legais e administrativas [valor: 9,50 pontos].

 – 9 –

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

||TRTES13_005_11N442977||

CESPE/UnB – TRT 17.ª / 2013

R

ASCUNHO

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 – 10 –

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

cespe-2013-trt-17-regiao-es-analista-judiciario-engenharia-civil-prova.pdf-html.html

CARGO 5: ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL