Prova Concurso - Engenharia - 2013-UNIPAMPA-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - UNIPAMPA - 2013

Prova - Engenharia - 2013-UNIPAMPA-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - UNIPAMPA - 2013

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2013-UNIPAMPA-ENGENHEIRO-CIVIL
Órgão: UNIPAMPA
Banca: CESPE
Ano: 2013
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2013-unipampa-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

EDITAL N.º 39/2013

 

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE TÉCNICOADMINISTRATIVOS

 

EM EDUCAÇÃO DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL

INTERMEDIÁRIO

Aplicação: 26/5/2013

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

E

C

C

C

E

E

C

E

C

C

E

C

E

E

C

E

C

C

C

E

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

E

E

E

E

C

C

C

E

C

E

E

C

E

C

E

E

C

E

C

C

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

E

C

E

E

C

C

E

C

E

C

E

C

E

C

E

C

E

C

C

E

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

C

E

C

E

E

E

C

E

C

E

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Gabarito

Item

Item

Gabarito

Item

0

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

0

Gabarito

Obs.: ( X ) item anulado.

Item

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

UNIPAMPA13_009_09

Gabarito

Prova

cespe-2013-unipampa-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||UNIPAMPA13_009_09N836215||

CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

6

5

4

2

3

1

A figura acima representa uma tesoura de madeira, como parte da
estrutura de um telhado onde as telhas não são fixadas na estrutura.
Com base na figura, julgue os itens a seguir.

51

Na estrutura do telhado, tesouras como a apresentada são
interligadas por caibros, que exercem a função de
contraventamento.

52

No caso de carga de vento no telhado, apenas as ações de
sobrepressão são transmitidas à treliça de cobertura.

53

Devido ao tipo de esforço que ocorre no ponto 1, a ligação das
peças pode ser feita por entalhe.

54

O banzo inferior, representado pelo segmento 3-4-5, trabalha
à tração.

55

A peça 1-4, conhecida como escora, trabalha à compressão. 

B

A

C

A figura acima ilustra uma cava de fundação para a execução de
uma sapata retangular de concreto isolada, em que A corresponde
ao nível do terreno natural, B corresponde à cota de assentamento
e C, ao nível do lençol freático; o tracejado mais claro representa a
posição da futura fundação. Com base nessas informações, julgue
os itens que se seguem.

56

Se o nível do lençol freático C estivesse acima da cota de
assentamento B, a execução dessa fundação seria tecnicamente
inviável.

57

No nível B, executa-se uma base com concreto magro, sem
função estrutural, com o objetivo de regularizar a superfície do
terreno.

58

Caso o nível B represente uma base em rocha sã, para efeito de
cálculo da fundação, as pressões na base da sapata serão
admitidas como uniformemente distribuídas.

59

Se durante a escavação aparecer uma camada de argila mole no
nível B, ainda que a cota de escavação esteja de acordo com o
projeto, o engenheiro responsável deverá interromper a sua
execução.

h

b

e

A figura acima ilustra a seção transversal de uma viga de concreto

armado biapoiada, na qual o diâmetro dos estribos é igual a 5 mm

e o diâmetro de todas as barras longitudinais é igual a 10 mm. Com

base nessas informações e na figura, julgue os itens seguintes.

60

O diâmetro característico do agregado graúdo a ser utilizado na

execução da viga depende da dimensão 

b.

61

A dimensão 

e é definida pela escolha do agregado graúdo.

62

Aumentar um carregamento concentrado no meio da viga

afetará o esforço a que as barras inferiores são submetidas.

63

A parte inferior da seção corresponde à região de maior

esforço de compressão.

64

A função dos estribos é de redistribuir a fissuração, que tende

a ser provocada pelo emprego de armaduras longitudinais

concentradas acima e abaixo da viga.

A respeito de boas práticas em construções de edificações, julgue

os itens subsequentes.

65

Utilizam-se vergas na parte inferior de aberturas de janelas

para distribuir as cargas concentradas nos lados do vão.

66

Para conter a umidade nas superfícies suscetíveis a fissuras

ativas, recomenda-se empregar impermeabilização rígida.

67

Na aplicação de impermeabilização com manta asfáltica é

necessária a execução de uma proteção mecânica após o teste

de lâmina d’água.

68

Com o uso de chapisco, cria-se uma superfície áspera na

alvenaria, o que melhora a aderência do revestimento que o

sobrepõe.

– 6 –

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

cespe-2013-unipampa-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||UNIPAMPA13_009_09N836215||

CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013

Durante a execução de uma terraplenagem, foram verificadas as

seguintes ocorrências:
< o alargamento do aterro existente foi executado de baixo para

cima, acompanhado de degraus;

< como a camada de argila mole encontrada durante as

escavações não pode ser utilizada como base de aterro, o

material foi totalmente descartado;

< a locação do aterro teve de ser modificada, pois ocorreu um

afloramento rochoso, e, devido à localização da obra próxima

ao centro urbano, não foi possível detonar a rocha com

explosivos.

Tendo como base essas informações, julgue os próximos itens.

69

Outros métodos para desmanche em rocha, sem aplicação de

explosivos, podem ser utilizados.

70

Devido ao desconhecimento do processo construtivo utilizado

na execução do aterro existente, é recomendável escavar todo

o aterro e reconstruí-lo novamente.

71

Caso se opte por manter o aterro existente, será suficiente o seu

alargamento, dispensando-se o uso de degraus em seus taludes.

72

A argila mole com brita e cal deve ser empregada no

taludamento dos aterros.

A respeito de instalações hidráulicas e sanitárias prediais, julgue os

itens a seguir.

73

A perda de carga normal devido ao escoamento da água em

uma tubulação é determinada pela soma das perdas localizadas.

74

A maioria das instalações destinadas a conduzir esgotos

sanitários deve ser dimensionada para trabalhar como conduto

forçado, devido à ação dos gases emanados.

75

O golpe de aríete é um fenômeno que ocorre nas tubulações

onde a velocidade da água muda bruscamente, produzindo

grandes variações de pressão.

76

No caso de vasos sanitários do tipo autossifonado instalados

em série, deve-se adotar a ventilação em circuito.

77

Na utilização do método de Hunter para dimensionamento do

consumo simultâneo máximo provável de uma rede de água, os

pesos atribuídos aos aparelhos dependem apenas da demanda.

A respeito dos cuidados na execução de uma estrutura em concreto

armado, julgue os itens que se seguem.

78

Caso o tempo entre preparação da ferragem e concretagem seja

demasiadamente longo, a lubrificação das barras de aço é

fundamental para se evitar perda de seção por corrosão.

79

O excesso de vibração do concreto provoca segregação da

massa e, consequentemente, afeta sua resistência.

80

Para acelerar a resistência do concreto, utiliza-se,

principalmente nas fábricas de pré-moldados, a vaporização de

água próxima à temperatura de congelamento, adicionando a

ela uma solução à base de cloreto de sódio.

Orçamento pode ser definido como a determinação dos gastos
necessários, em termos quantitativos, para a realização de um
projeto, de acordo com o plano de execução previamente
estabelecido. Acerca da elaboração de orçamentos na construção
civil, julgue os itens a seguir.

81

Considere que o gráfico abaixo represente o custo de uma
arena (em US$) 

versus número de assentos. Nesse caso, é

correto inferir que o método da correlação para se determinar
o custo da arena em função do número de assentos é adequado
e que para uma arena de 40.000 assentos o valor da obra é de
aproximadamente US$ 160 milhões, com um grau de
confiança de 95%.

n.º de assentos

10.000

relação custo US$/n.º assentos

9.000

8.000

7.000

6.000

5.000

4.000

3.000

2.000

1.000

0

0

10.000 20.000 30.000 40.000 50.000 60.000 70.000 80.000 90.000 100.000

cu

st

o U

S

$

82

Os encargos que incidem sobre a mão de obra, também
chamados de encargos sociais ou encargos de leis trabalhistas,
diferem conforme o operário seja horista ou mensalista.
Horistas são aqueles que atuam diretamente na execução do
serviço (pedreiros, carpinteiros etc.) e mensalistas são aqueles
que participam de atividades indiretas, como mestres,
encarregados e almoxarifes.

83

Toda estimativa orçamentária é passível de erro, que será tanto
menor quanto melhor for a qualidade da informação
disponível, visto que para obras orçadas a partir de projetos
executivos o erro esperado é zero.

84

O método de orçamentação denominado método da correlação
baseia-se na estimativa do custo, na qual se correlaciona esse
custo a uma ou mais variáveis de medida de grandeza do
produto cujo custo se quer determinar.

85

O custo da mão de obra de uma atividade ou serviço é o salário
horário do trabalhador, variável em função do tipo de trabalho,
do mercado e do grau de especialização da mão de obra e
acrescido dos encargos sociais e trabalhistas especificados
em lei.

RASCUNHO

– 7 –

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

cespe-2013-unipampa-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||UNIPAMPA13_009_09N836215||

CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013

Um método empregado para elaborar o orçamento dos custos

envolvidos na construção civil é o da quantificação, com o emprego

de composição de custo unitário. Nesse método, o produto a ser

executado é decomposto em várias componentes com quantificação

de participação no produto final. Um exemplo dessa composição é

mostrado a seguir.

composição analítica (sem BDI)

encargos sociais sobre preços de mão de obra (124,29%) hora e

82,30% (mês)

concreto F

ck

 = 20 Mpa, controle C, excluindo lançamento

código

descrição

quantidade

custo

unitário

custo

total

367

areia grossa

0,95 m

3

63,71

60,52

1.379

cimento Portland comum CP I 32

325 kg

0,35

113,75

4.718

pedra britada n.º 2 ou 25 mm

0,63 m

3

60,00

37,80

4.721

pedra britada n.º 1 ou 19 mm

0,21 m

3

62,19

13,06

6.111

servente ou operário não

qualificado

6,00 h

5,11

30,66

10.532

betoneira 320 L trifásica 3 HP s/

carregador

0,714 h

0,81

0,58

equipamento:

0,58

87,82%

mão de obra:

30,66

11,96%

total da composição: 256,37 100%

SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa e Índices da Construção Civil) (com adaptações).

Com base na composição mostrada acima, julgue os itens de
86 a 90 acerca de orçamentos e composições de custos unitários e
controle de materiais e de execução de obras e serviços.

86

Considerando-se fixos o grau de hidratação e os agregados, a

resistência à compressão é função exclusiva da relação

água/cimento que, quando muito baixa, não permite a

hidratação completa dos grãos de cimento. Nesse sentido, é

correto afirmar que, quanto maior for a relação água/cimento,

maior será também a resistência característica do concreto.

87

Na dosagem do concreto, é fundamental determinar a umidade

da areia grossa a fim de corrigir o traço obtido com a areia

seca, dado o aumento de volume que esses agregados podem

experimentar em função da absorção de água, fenômeno

conhecido como inchamento.

88

Na execução de uma laje de concreto, o pagamento das horas

de utilização da betoneira é computado como despesa indireta.

89

O F

ck

 = 20 Mpa, que representa a resistência característica do

concreto aos 28 dias, é definido como o quantil de 5% em que

F

c

 < F

ck

, na distribuição normal gerada com os vários valores

de resistência do concreto obtidos após o ensaio de

compressão.

90

Considerando-se o pé direito de 3,0 m, desconsiderando-se

as fundações e adotando um BDI de 20%, o preço do volume

de concreto utilizado no enchimento das peças de um pórtico,

cuja planta de forma é mostrada na figura abaixo, será superior

a R$ 700,00.

P1=P2=P3=P4 (20 x 20 cm)

3,60 m

P1

P2

P3

P4

3,60 m

v1 20 x 60 cm

v2 20 x 60 cm

v3

 2

0 x

 6

0 c

m

2,

60

 m

2,6
0 m

v4

 2

0 x

 6

0 c

m

laje 1 e = 5 cm

RASCUNHO

– 8 –

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

cespe-2013-unipampa-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||UNIPAMPA13_009_09N836215||

CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013

De acordo com a Lei de Licitações e Contratos (Lei n.º 8.666/1993)

e com a interpretação doutrinária e jurisprudencial acerca de

licitações, planejamento e orçamento público, julgue os itens

subsecutivos.

91

O recebimento definitivo do objeto da licitação é realizado por

servidor ou comissão designada pela autoridade competente,

mediante termo circunstanciado, assinado pelas partes, após o

decurso de prazo de observação ou vistoria. Esse ato é

fundamental, uma vez que, depois do recebimento definitivo,

a contratada estará isenta de responder por vícios, defeitos ou

incorreções.

92

Para efeito de observância aos limites de alterações contratuais

previstos na Lei n.º 8.666/1993, as reduções ou os acréscimos

devem ser sempre calculados sobre o valor original do

contrato, sem nenhum tipo de compensação entre eles.

93

Nas contratações de obras e serviços de engenharia, é

faculdade do gestor, derivada de sua discricionariedade

administrativa, a definição de critérios de aceitabilidade dos

preços unitários e global.

94

Considere a seguinte situação hipotética.

O edital de licitação para a construção de um viaduto com

vigas metálicas e superestrutura de concreto armado exigia,

para avaliação da capacidade   técnico-operacional, atestados

de montagem de estruturas metálicas em obras rodoviárias. No

certame, uma empresa apresentou atestado de montagem de

estrutura metálica para um edifício de 10 andares, com peso

em aço 20 vezes superior ao empregado no viaduto.

A comissão de licitação desabilitou a empresa pelo fato de o

atestado não ser de obra rodoviária.

Nesta situação, o edital está adequado à jurisprudência do

TCU, visto amarrar a tipologia da obra e a comissão agiu

corretamente, face ao princípio de vinculação ao instrumento

convocatório.

95

A manutenção do equilíbrio econômico-financeiro do contrato,

após a assinatura de termos aditivos, pressupõe a preservação

dos mesmos padrões de desconto global consignados na

proposta da licitante vencedora, relativamente ao

orçamento-base da licitação.

96

Constitui hipótese de licitação dispensável a contratação de

remanescente de obra, serviço ou fornecimento, em

consequência de rescisão contratual, desde que atendida a

ordem de classificação da licitação anterior e aceitas as

mesmas condições oferecidas pelo licitante vencedor, inclusive

quanto ao preço corrigido.

A instituição do orçamento público pressupõe uma série de regras
com a finalidade de funcionar como instrumento de planejamento
e auxiliar o controle parlamentar sobre os executivos. Acerca dos
princípios de planejamento e de orçamento público, julgue os itens
subsequentes.

97

A Lei Orçamentária Anual (LOA) compreende as metas e as
prioridades da administração pública federal, dispõe sobre as
alterações na legislação tributária e estabelece a política de
aplicação das agências financeiras oficiais de fomento, além de
dispor também sobre metas fiscais e riscos fiscais.

98

A prática comum na gestão pública brasileira de concentrar
liberações financeiras no final do exercício e de produzir
grande número de empenhos, com vistas ao aproveitamento
dos créditos sem que haja tempo para a efetiva realização da
despesa, promove, em grande volume, a inscrição de saldos de
empenhos não processados em restos a pagar, fomentando um
descompasso entre execução orçamentária e financeira.

99

A existência de múltiplos orçamentos no Brasil, tais quais o
orçamento fiscal, o orçamento de investimento das empresas
estatais e o orçamento das entidades de seguridade social,
configura quebra dos princípios da unidade e da totalidade
orçamentária. 

100

Para projetos previstos no Plano Plurianual (PPA), a duração
dos contratos não está adstrita à vigência dos respectivos
créditos orçamentários, mas ao período necessário para o
término da obra, segundo cronograma físico-financeiro.

101

As dotações consignadas aos créditos orçamentários e
adicionais representam autorizações de despesas válidas para
a utilização no período de vigência da lei orçamentária anual
e estão integralmente disponíveis aos gestores públicos, para
a execução dos empenhos, das liquidações e dos pagamentos,
imediatamente após a publicação da referida lei.

Com relação às condições de segurança em obras civis e às
regulamentações específicas pertinentes, julgue os itens que se
seguem.

102

Durante a execução de serviços de demolição, devem ser
instaladas, no máximo, a dois pavimentos abaixo do que será
demolido, plataformas de retenção de entulhos, com dimensão
mínima de 2,50 m e inclinação de 45º, em todo o perímetro da
obra.

103

Na execução de tubulões a céu aberto, é obrigatória a
exigência de escoramento (encamisamento). 

104

Na edificação de estrutura metálica, abaixo dos serviços de
rebitagem, parafusagem ou soldagem, deve ser mantido piso
provisório que abranja toda a área de trabalho situada no piso
imediatamente inferior.

105

Os canteiros de obra devem dispor de instalações sanitárias,
vestiário, alojamento, refeitório, cozinha, quando houver
preparo de refeições, e lavanderia, dispensando-se o
ambulatório, exceto quando se tratar de frentes de trabalho
com mais de duzentos operários. 

– 9 –

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

cespe-2013-unipampa-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||UNIPAMPA13_009_09N836215||

CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013

Por melhor que seja o planejamento, é comum, ao longo da

execução de uma obra, a ocorrência de desvios. O acompanhamento

do cronograma físico-financeiro, muitas vezes realizado por meio

de curvas de agregação de valor (curvas S), é fundamental para a

identificação de problemas e tendências de variação, pois auxilia as

previsões de custos e prazos finais de projeto. Considere que um

gerente de projeto de construção de uma rodovia, orçada em

R$ 62,5 milhões, tenha prazo de execução de 6 meses. Ao final do

terceiro mês, a equipe desse gerente gerou as curvas S para o custo

planejado, realizado e para o valor agregado, conforme mostrado

no gráfico abaixo.

tempos em meses

7.000

6.000

5.000

4.000

3.000

37.500

valor planejado

no mês 3

2.ª curva é a do

custo realizado

No mês 3, temos:

3.ª curva é a do

valor agregado

2.000

1.000

0

0

6

5

4

3

2

1

cus

to

 e

m

 x

 R

$ 1.

00

0

30.000 (custo realizado)

valor planejado: 37.500

valor realizado: 30.000

valor agregado: 25.000

1.ª curva é a do

custo planejamento

62.500

(valor planejado

no mês 6)

25.000 (valor agregado)

Com base nessas informações, julgue os seguintes itens

relacionados ao acompanhamento e ao controle dessa obra.

106

As curvas mostram que, mantidas as condições de andamento

do projeto, com os dados obtidos ao fim do terceiro mês,

projeta-se um estouro de R$ 5 milhões no orçamento da obra.

107

Ao final do terceiro mês, o projeto apresenta economia de

R$ 7,5 milhões em relação ao custo planejado pela

administração para essa etapa da construção da rodovia.

108

Com base nas curvas apresentadas, é possível concluir que o

cronograma do projeto está progredindo 66,67% da taxa

originalmente planejada, o que representa um desvio de

agenda.

RASCUNHO

– 10 –

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

cespe-2013-unipampa-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||UNIPAMPA13_009_09N836215||

CESPE/UnB – UNIPAMPA/2013

O sucesso de uma obra pública depende, entre outros fatores, de um

orçamento de referência bem elaborado e de uma fiscalização

atuante. Acerca dos procedimentos de acompanhamento de obras

e de elaboração de orçamentos, julgue os próximos itens.

109

A execução do contrato deverá ser acompanhada e fiscalizada

por um representante da administração especialmente

designado, permitida a contratação de terceiros para assisti-lo

e subsidiá-lo de informações pertinentes a essa atribuição. 

110

O ensaio de abatimento de tronco de cone tem por objetivo

fornecer a resistência do concreto fresco, o que permite estimar

a resistência do concreto após a cura.

111

O custo global de referência das obras e dos serviços de

edificações, contratados e executados com recursos dos

orçamentos da União, será obtido a partir de composições de

custos unitários, previstas no projeto, menores ou iguais à

mediana de seus correspondentes no Sistema Nacional de

Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI).

112

Na composição do percentual de benefícios e despesas

indiretas (BDI) para obras executadas com recursos da união,

devem ser evidenciadas obrigatoriamente as parcelas referentes

à administração local, aos percentuais de tributos incidentes

sobre o preço do serviço — incluídos aqueles de natureza

direta e personalística que oneram o contratado — à taxa de

risco, seguro e garantia do empreendimento, à taxa de lucro, às

despesas financeiras e às despesas comerciais.

113

O diário de obras, elaborado pela contratada e assinado pelo

preposto da contratada e pelo fiscal da administração, consiste

no registro sistemático, objetivo, sintético e diário dos eventos

ocorridos no âmbito da obra, bem como de comentários e

observações.

Com referência aos principais 

softwares aplicados à engenharia,

julgue os itens a seguir.

114

No AutoCAD, para melhor visualização do desenho e

organização das camadas, deve-se alterar o nome da camada

padrão, LAYER 0 (zero) para um nome que represente

adequadamente a camada de trabalho.

115

Considere-se que na célula 

C3

 do Excel tenha sido escrito

=A3+$B3

. Arrastando-se essa expressão pela alça de

preenchimento, será mostrado na célula 

C5

 o valor de 

A5+$B3

.

116

Quando se escreve a função 

=SE(B7-C7>10; “Apto”; “Inapto”)

e é mostrado em 

B7

 o valor 45, o maior valor em 

C7

, para que

a resposta dessa função seja Apto, é 35.

Frequentemente, em empreendimentos públicos, necessita-se de

realização de vistorias, avaliação de imóveis, elaboração de

perícias, relatórios técnicos e pareceres. É o que ocorre, por

exemplo, em desapropriações, sub-rogações e renovações de

contratos de locação. A respeito dessas atividades e da legislação

que rege o exercício da engenharia, julgue os itens que se seguem.

117

Nenhuma avaliação poderá prescindir da vistoria. Em casos

excepcionais, quando for impossível o acesso ao bem avaliado,

admite-se a adoção de uma situação-paradigma, desde que

acordada entre as partes e explicitada no laudo.

118

Para identificar o valor de um bem, de seus frutos e direitos,

pode-se utilizar o método da capitalização da renda em que o

valor de mercado do bem é determinado, alicerçado no seu

aproveitamento eficiente, baseado em modelo de estudo

de viabilidade técnico-econômica, mediante hipotético

empreendimento compatível com as características do bem e

com as condições do mercado no qual está inserido,

considerando-se cenários viáveis para execução e

comercialização do produto.

119

Perícias são atividades que envolvem a constatação de um fato

mediante exame circunstanciado, bem como apuração das

causas que motivaram determinado evento ou da asserção de

direitos; as conclusões ou as avaliações resultantes das perícias

constituem o laudo.

120

Na avaliação de conjunto de unidades autônomas

padronizadas, deve ser realizada vistoria interna de todas as

unidades, permitindo-se a realização de amostragem aleatória

apenas em situações excepcionais e, nesse caso, de um

percentual mínimo de 50% do total das unidades de cada bloco

ou conjunto de unidades de mesma tipologia.

– 11 –

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil

Cargo 9: Engenheiro – Área: Engenharia Civil