Prova Concurso - Engenharia - 2014-POLICIA-FEDERAL-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - POLICIA - 2014

Prova - Engenharia - 2014-POLICIA-FEDERAL-ENGENHEIRO-CIVIL - CESPE - POLICIA - 2014

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: 2014-POLICIA-FEDERAL-ENGENHEIRO-CIVIL
Órgão: POLICIA
Banca: CESPE
Ano: 2014
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA (MJ)

 

DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL (DPF)

 

DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAL (DGP)

 

COORDENAÇÃO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

 

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE

CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO

Aplicação: 16/2/2014

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

E

C

C

E

E

C

C

E

C

C

C

E

E

C

E

C

C

C

E

E

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

C

E

C

E

E

E

E

E

E

C

E

C

C

E

C

E

E

C

C

C

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

E

E

C

C

C

E

C

C

C

E

C

C

C

C

C

E

C

E

E

E

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

C

E

C

C

C

E

E

C

E

E

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

DPF14_005_11

Gabarito

Item

Item

0

Obs.: ( X ) item anulado.

Gabarito

Item

Gabarito

Item

Gabarito

0

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

Prova

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html
cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Com relação ao projeto básico e ao termo de referência definidos
na Lei de Licitações e Contratos (Lei n.º 8.666/1993) e na Lei do
Pregão, julgue os itens a seguir.

51

No projeto básico, por se tratar de etapa preliminar, o
detalhamento, no sentido de se caracterizar o prazo de
execução dos serviços e obras de engenharia que são objetos
da licitação, deve ser simplificado e com baixo nível de
precisão. 

52

O termo de referência é o documento usado na modalidade
pregão presencial e eletrônico para serviços comuns de
engenharia, e pode ser comparado ao projeto básico exigido
pela Lei de Licitações e Contratos. 

53

Para a aquisição de bens e de serviços comuns, é permitida a
utilização do pregão, inclusive eletrônico. Nas obras de
engenharia, porém, deve-se elaborar projeto básico conforme
a Lei de Licitações e Contratos. 

54

As obras e os serviços de engenharia somente poderão ser
licitados quando houver projeto executivo aprovado pela
autoridade competente. 

Acerca dos elementos necessários para elaboração de projetos de
construção civil, julgue os itens subsequentes.

55

De acordo com a NBR 6118, em edifícios residenciais de até
cinco pavimentos, deve-se utilizar concreto simples para a
execução de blocos de coroamento sobre as estacas de tipo
Franki. 

56

Os projetos de instalação elétrica em baixa tensão devem
prever, no mínimo, um quadro de distribuição de energia para
iluminação em cada pavimento da edificação.

57

Na elaboração de projetos de instalação de água quente, as
tubulações de cobre, quando suportadas por chapas de aço
galvanizado, deverão ter isolamento apropriado a fim de se
evitar a corrosão galvânica. 

58

Na elaboração dos projetos executivos de uma obra, devem ser
obedecidas as condições estabelecidas na Licença de Operação
concedida por órgão ambiental na fase preliminar de
planejamento do empreendimento. 

59

Em projetos de concreto estrutural, deverão ser indicados
explicitamente os materiais utilizados, com destaque para a
resistência característica do concreto à compressão aos 28 dias
(fck). 

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 5 –

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

Com relação à execução e à compatibilização de projetos
complementares de engenharia civil, julgue os itens que se seguem.

60

Sem que se deixe de atender a requisitos de projetos
arquitetônicos, é possível realizar a instalação e a operação de
elevadores de passageiros dispensando-se a construção de
casas de máquinas. 

61

Com o objetivo de que a tomada e a descarga do ar de
condensação se efetuem livremente, os condicionadores
self-contained com condensação a ar deverão ser instalados
junto a paredes externas. 

62

Nos projetos de ar-condicionado para edificações, deve-se
priorizar o emprego de aparelhos de janelas de pequeno porte
por terem como vantagens a grande capacidade de resfriamento
e o baixo consumo de energia. 

63

Desde que contemplados em projeto, a tubulação da rede
telefônica poderá abrigar os serviços de comunicação interna
da edificação, como interfones e antenas coletivas.

64

Para auxiliar na elaboração do projeto geotécnico de
fundações, o projetista estrutural deverá elaborar uma tabela
vetorial com as cargas em cada ponto de apoio, subdividindo-a
em cargas permanentes e cargas acidentais. 

A respeito de projetos de incêndio em edificações, julgue os

próximos itens.

65

Na entrada de escritórios, as portas corta-fogo para saída de

emergência não podem ser instaladas de tal modo que a

abertura das folhas se processe no sentido contrário ao da

evasão, mesmo que esta se dê com um número inferior a 50

usuários durante a fuga. 

66

Segundo normas da ABNT, as portas corta-fogo para saídas de

emergência da classe PF-120 devem apresentar tempo de

resistência mínima ao fogo de 2 horas, e devem ser, também,

à prova de fumaça. 

67

Nos projetos de instalação de dispositivos de prevenção a

incêndio, as edificações destinadas a residências privativas

unifamiliares estão dispensadas de conter sistema de proteção

por hidrantes. 

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 6 –

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

Com relação às especificações de materiais e de serviços
empregados na construção civil, julgue os itens subsecutivos.

68

Nos projetos de instalações elétricas, é mais indicado o
emprego do interruptor diferencial residual (DR) em vez do
disjuntor termomagnético (DT) devido ao fato de aquele
proteger com mais eficiência as pessoas contra choques
elétricos. 

69

Quando as tensões de projeto não são muito elevadas, pode-se
empregar o mesmo tipo de barra de aço das estruturas de
concreto armado para a execução da armadura ativa das
estruturas de concreto protendido.

70

Na execução de fundações profundas, recomenda-se a
utilização de estacas de madeira em terrenos que apresentem
grande ocorrência de matacões. 

71

O caderno de encargos é parte integrante do edital de licitação
e tem por finalidade definir o objeto da licitação bem como
estabelecer as diretrizes técnicas e administrativas para a sua
execução. 

72

De acordo com a NBR 8800, em projeto para execução de
obras com estruturas de aço em edifícios, o dimensionamento
da estrutura pode ser estimado utilizando-se simultaneamente
os métodos dos estados limites e das tensões admissíveis.

Quanto ao uso de água quente e de estruturas de madeira como

materiais para sistemas de incêndio, julgue os itens a seguir.

73

Para execução de telhados com estrutura de madeira,

empregam-se as ripas, sobre as quais se assentam as telhas, e

os caibros, que se apoiam nas terças, as quais por sua vez são

suportadas pelas tesouras. 

74

O sistema de proteção de incêndio é abastecido pela reserva de

água situada na parte inferior do reservatório inferior e cuja

distribuição é realizada pela prumada de incêndio, a qual é

identificada pela cor verde. 

75

Nos sistemas prediais de água quente, a principal vantagem do

emprego de tubos de PVC (policloreto de vinila) em relação

aos tubos de cobre é que os tubos de PVC dispensam o uso de

revestimento térmico externo para sua instalação.

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 7 –

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

Acerca de planejamento, programação, operação e controle de
obras, julgue os itens a seguir.

76

Na elaboração do cronograma de uma obra, a sequência das
atividades que serão executadas depende da relação entre elas.
Por exemplo, para o início da instalação do forro suspenso de
placas de gesso, basta que a concretagem da laje do pavimento
superior tenha sido realizada. 

77

As composições de custos unitários, constantes do orçamento
detalhado do projeto, especificam os materiais, os
equipamentos e os procedimentos a serem adotados na obra.

78

Os valores referentes às leis sociais, conjunto de tributos
incidentes sobre a mão de obra, são considerados na taxa de
benefícios e despesas indiretas (BDI). 

79

O orçamento paramétrico é feito por apropriação de custos, por
meio de ponderações, de acordo com as características do
empreendimento a ser construído. 

80

Por meio da metodologia PERT-CPM, é possível, na
programação de uma obra, que se identifiquem as folgas em
atividades inerentes à execução do empreendimento, para
posterior ajuste no cronograma físico. 

Julgue os itens de 81 a 95, acerca de elementos e procedimentos na
construção.

81

Durante a concretagem de pilares de seção estreita e ferragem
densa, é recomendável o uso do vibrador tipo mangote para o
adensamento das camadas de concreto. 

82

Os tubos de polietileno utilizados como eletrodutos não podem
sofrer emendas, não devem ser utilizados de forma aparente
nem em prumadas. 

83

Antes da concretagem de uma sapata isolada de concreto
armado, deve ser lançado, sobre toda a superfície de contato
solo-fundação, um lastro de concreto não estrutural, com no
mínimo 5 cm de espessura. 

84

As estacas do tipo hélice contínua são indicadas para solos que
contêm matacões; a perfuração pode ser executada por
processo rotativo ou rotopercussão, com a possibilidade de
atingir grandes profundidades (até 50 m). 

85

Muros de contenção de encosta com gabiões são altamente
permeáveis, ao contrário dos muros de concreto ciclópico.

86

Devido ao processo executivo, as cortinas atirantadas são
utilizadas para a contenção de taludes em corte, não sendo
indicadas para região de aterros. 

87

Os tijolos, antes de serem usados em paredes de vedação,
precisam ser encharcados para maior aderência à argamassa de
assentamento. 

88

Domos são peças utilizadas na execução de telhados com a
finalidade de se introduzir aclaramento e ventilação naturais.

89

Na fixação de esquadrias de alumínio em paredes, o
contramarco deve ser instalado com suas travessas horizontais
niveladas, os montantes verticais devem ser fixados em prumo,
e os cantos de 90°, em esquadro. 

90

No assentamento de pisos cerâmicos, deverão ser previstas não
somente juntas entre as peças, mas também juntas de
expansão/contração. 

91

As chapas de ferro fundido lisas e laminadas a frio são
largamente utilizadas na fabricação de estruturas metálicas,
principalmente na confecção de perfis soldados para
funcionarem como vigas e estacas. 

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 8 –

92

Os tubos de cobre são comumente utilizados para encanamento
de esgoto, principalmente o predial, visto que aliam resistência
mecânica e durabilidade com resistência à ação química dos
efluentes agressivos. 

93

A fim de possibilitar e facilitar a aderência do reboco, o
emboço, que só pode ser aplicado após a pega completa do
chapisco, deve apresentar superfície áspera. 

94

Para que as vigas baldrame sejam protegidas da umidade do
solo, uma demão de pintura com emulsão asfáltica pode ser
aplicada sobre o revestimento impermeabilizante dessas vigas. 

95

Pode-se utilizar graute na reparação de defeitos e falhas em
estruturas de concreto localizadas em locais de difícil
acesso.

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

Na execução do telhado de uma edificação, com forma

ilustrada na figura acima, a telha de fibrocimento foi substituída por
telha cerâmica; o ponto do telhado não foi alterado; não foram
previstos rincões; a última linha de telhas será argamassada e todas
as telhas serão amarradas ao ripamento com arame recozido.

Considerando essas informações, julgue os itens subsequentes.

96

Para evitar o transbordamento nos beirais do telhado, rincões
devem ser instalados. 

97

O telhado ilustrado na figura possui quatro espigões.

98

A inclinação do telhado para telhas cerâmicas deve ser maior
que a inclinação para telhas de fibrocimento.

99

Não há necessidade de amarrar todas as telhas ao ripamento.

Em uma obra de terraplenagem, foram realizados ensaios e estudos

a respeito do subsolo do local e constatou-se que:

< o ensaio de penetração-padrão (SPT) em determinada parte do

terreno apresentou um número de penetração padrão variando

de 8 a 15, o que caracteriza consistência rígida;

< em outro local do terreno foi comparada a resistência à

compressão não confinada de uma amostra de argila

indeformada com outra de argila amolgada, sem alteração do

teor de umidade, de modo que a resistência da amostra

indeformada era quatro vezes maior que a da amolgada;

< foi aplicado também o ensaio de compressão triaxial.

Com base nessas informações, julgue os itens a seguir.

100

O ensaio de compressão triaxial tem a finalidade de determinar

a força de percolação em solos arenosos. 

101

No ensaio de SPT, se o solo tivesse consistência mole, o

número de penetração padrão seria inferior ao apresentado.

102

A propriedade observada no comportamento das amostras de

argila é conhecida como sensibilidade. 

A respeito do exercício legal da profissão de engenheiro civil,

julgue os itens subsequentes.

103

Caso o autor se recuse a alterar seu projeto, outro profissional

habilitado poderá fazê-lo. 

104

O engenheiro civil pode emprestar seu nome a uma empresa

executora de obras, desde que ele atue efetivamente nos

trabalhos realizados com seu nome. 

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 9 –

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

Na licitação de obra de construção de um edifício, na modalidade
concorrência do tipo técnica e preço e regime de execução por
tarefa, foram observados os seguintes fatos:

< o valor do orçamento de referência é de R$ 10 milhões;
< a obra não é considerada complexa;
< o projeto básico não inclui os projetos elétricos, hidráulicos e

sanitários, apenas uma planta de pontos que permite a
estimativa de custos desses serviços na elaboração do
orçamento;

< o projeto executivo ficará a cargo da contratada para execução

da obra.

Considerando essas informações, julgue os itens a seguir com base
nos dispositivos da Lei n.º 8.666/1993.

105

O regime de execução por tarefa é inadequado para essa obra.

106

Na concorrência do tipo técnica e preço, é possível que a
abertura das propostas de preços ocorra antes da análise de
habilitação. 

107

O projeto básico apresentado está incompleto.

108

A concorrência do tipo técnica e preço é adequada para a obra
em questão.

Uma obra de edificação ficou paralisada devido a vários problemas
técnicos. O laudo de vistoria, elaborado por perito engenheiro civil,
incluía as seguintes informações:

< a estrutura de concreto estava comprometida e nenhuma

proposta de solução para o problema foi apresentada;

< a subestação de energia elétrica apresentava problemas;

< o perito se declarou impossibilitado de acrescentar detalhes no

laudo e solicitou que um engenheiro eletricista complementasse
o laudo.

Com base nessas informações, julgue os itens subsequentes.

109

Na perícia de edificações, o engenheiro civil tem permissão
para emitir parecer sobre subestação elétrica sem a
participação de engenheiro eletricista. 

110

A anotação de responsabilidade técnica é dispensável para a
elaboração de laudos periciais. 

111

Uma proposta de solução para o problema estrutural deveria
constar como requisito complementar. 

Ao elaborar o orçamento que faz parte do projeto básico de um

edifício público federal a ser licitado pelo regime de execução

empreitada por preço global, o engenheiro responsável adotou os

seguintes procedimentos:

< para reduzir o percentual de bonificações e despesas indiretas

(BDI), os percentuais de tributos incidentes sobre o preço do

serviço não foram evidenciados na composição dos custos

indiretos;

< devido às especificidades locais da obra, em alguns serviços

foram utilizadas composições de custos unitários diferentes das

do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da

Construção Civil (SINAPI).

Considerando essas informações, julgue os próximos itens.

112

Por se tratar de edificação nova, o sistema de custos adequado

para a composição dos custos unitários é o Sistema de Custos

Referenciais de Obras (SICRO). 

113

Os percentuais de tributos sobre o preço do serviço devem

estar evidenciados na composição do BDI.

114

Composições de custos unitários diferentes do SINAPI podem

ser utilizadas, desde que justificadas em relatório técnico

elaborado  por profissional habilitado. 

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 10 –

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

Na construção de um edifício, fiscalizada pelo Ministério do

Trabalho e Emprego, foram observados os seguintes fatos:

< por não existir cozinha no canteiro de obras, os empregados

aqueciam suas refeições em fogareiros portáteis no local onde

realizavam suas atividades de trabalho;

< operários escavavam em locais por onde passavam cabos de

energia elétrica energizados e o engenheiro de segurança

alertou o fiscal da impossibilidade de desligamento da energia;

< os locais de soldagem e de corte a quente eram isolados dos

outros trabalhadores por tapumes de madeira;

< o elevador de passageiros estava em manutenção e o elevador

de material foi provisoriamente destinado ao transporte de

pessoal.

Tendo esses fatos como referência, julgue os itens a seguir.

115

No caso da impossibilidade de desligamento da energia, a

concessionária deve ser consultada para a tomada de medidas

especiais.

116

O isolamento do local de soldagem e de corte a quente adotado

na obra é adequado. 

117

O elevador de material pode ser utilizado provisoriamente por

pessoal da obra, sendo vedado o uso a visitantes.

118

Apesar da não obrigatoriedade de haver cozinha, no canteiro

de obras deve haver local exclusivo para o aquecimento de

refeições. 

Julgue os próximos itens a respeito do programa Excel.

119

No Excel, o comando 

Classificar de A a Z

 aplicado a

determinada linha de uma planilha ordena os conteúdos das

células dessa linha em ordem alfabética da esquerda para a

direita. 

120

Por meio do comando 

=AGREGAR(C5:C10)

 é possível

determinar a quantidade de células, de C5 a C10, que possuem

conteúdos numéricos.

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 11 –

cespe-2014-policia-federal-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

||005_11||

CESPE/UnB – DPF – Aplicação: 2014

PROVA DISCURSIVA

Nesta prova, faça o que se pede, usando, caso deseje, o espaço para rascunho indicado no presente caderno. Em seguida, transcreva
o texto para a FOLHA DE TEXTO DEFINITIVO DA PROVA DISCURSIVA, no local apropriado, pois não será avaliado
fragmento de texto escrito em local indevido.

Qualquer fragmento de texto além da extensão máxima de linhas disponibilizadas será desconsiderado.

Na folha de texto definitivo, identifique-se apenas no cabeçalho da primeira página, pois não será avaliado texto que tenha qualquer
assinatura ou marca identificadora fora do local apropriado.

Ao domínio do conteúdo serão atribuídos até 13 pontos, dos quais até 0,50 ponto será atribuído ao quesito apresentação (legibilidade,
respeito às margens e indicação de parágrafos) e estrutura textual (organização das ideias em texto estruturado).

Em obras de edificações, é comum a utilização de argamassa de concreto para a execução de peças/elementos estabelecidas no projeto
estrutural. Considerando a importância dos procedimentos na execução dos serviços de concretagem, redija um texto dissertativo acerca
dos cuidados a serem observados não apenas antes do lançamento do concreto, mas também durante o lançamento. Ao elaborar o seu texto,
aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:

< especificações necessárias à compra do concreto usinado; [valor: 3,00 pontos]
< controle realizado no momento do recebimento na obra; [valor: 3,00 pontos]
< condições das fôrmas e armaduras para início dos serviços; [valor: 4,00 pontos]
< altura da queda no lançamento do concreto. [valor: 2,50 pontos]

RESPOSTA PADRÃO

O lançamento do concreto deverá sempre obedecer a um plano de concretagem.

As especificações necessárias à compra do concreto usinado são: valor mínimo da resistência à compressão (fck), tipo e diâmetro máximo
dos agregados a serem empregados e consistência (abatimento).

O controle no recebimento do concreto deve ser feito observando-se os seguintes aspectos: horário da chegada do caminhão ao local da
obra; conferência, no início da descarga, do abatimento do tronco de cone (slump-test) para fins de liberação do concreto; e a moldagem
dos corpos de prova para o teste de resistência.

Para o início dos serviços, as fôrmas precisam estar totalmente executadas e escoradas, limpas, com desmoldante aplicado e conferidas.
A armadura precisa estar limpa, posicionada e conferida, e a tubulação elétrica instalada.

O lançamento do concreto não deve ser feito de alturas excessivas, para evitar a segregação dos materiais.

Aberturas de janelas nas fôrmas permitem a diminuição da altura de lançamento e facilitam o adensamento do concreto.

CARGO 5: ENGENHEIRO CIVIL – CLASSE A, PADRÃO I

– 12 –