Prova Concurso - Administração - 2014-PRODEST-ES-ANALISTA-ORGANIZACIONAL-AREA-ADMINISTRATIVA - VUNESP - PRODEST - 2014

Prova - Administração - 2014-PRODEST-ES-ANALISTA-ORGANIZACIONAL-AREA-ADMINISTRATIVA - VUNESP - PRODEST - 2014

Detalhes

Profissão: Administração
Cargo: 2014-PRODEST-ES-ANALISTA-ORGANIZACIONAL-AREA-ADMINISTRATIVA
Órgão: PRODEST
Banca: VUNESP
Ano: 2014
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

AGENTE-ADMINISTRATIVO-PREVIDENCIARIOCONCURSOS2018
ASSISTENTE-DE-ADMINISTRACAOFUNPAPA2018
AUXILIAR-DE-ADMINISTRACAOFUNPAPA2018

Gabarito

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-gabarito.pdf-html.html

 

1  

PDES1301

 

             

 

 

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

 

SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E RECURSOS HUMANOS – SEGER 

INSTITUTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO – PRODEST

 

C

ONCURSO 

P

ÚBLICO

 

18.05.2014

 

001. PROVA OBJETIVA 

A

SSISTENTE DE 

T

ECNOLOGIA DA 

I

NFORMAÇÃO

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

O

PERAÇÃO

1 - E 

2 - D 

3 - D 

4 - B 

5 - A 

6 - C 

7 - E 

8 - C 

9 - D 

10 - B 

11 - A 

12 - E 

13 - C 

14 - B 

15 - E 

16 - A 

17 - D 

18 - B 

19 - E 

20 - C 

21 - C 

22 - A 

23 - E 

24 - D 

25 - B 

26 - E 

27 - B 

28 - A 

29 - B 

30 - D 

31 - A 

32 - B 

33 - C 

34 - A 

35 - E 

36 - A 

37 - C 

38 - B 

39 - D 

40 - D 

41 - B 

42 - A 

43 - E 

44 - C 

45 - B 

46 - E 

47 - D 

48 - C 

49 - A 

50 - E 

 

002. PROVA OBJETIVA 

A

SSISTENTE 

O

RGANIZACIONAL

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

A

DMINISTRATIVA

1 - E 

2 - D 

3 - D 

4 - B 

5 - A 

6 - C 

7 - E 

8 - C 

9 - D 

10 - B 

11 - A 

12 - E 

13 - C 

14 - B 

15 - E 

16 - A 

17 - D 

18 - B 

19 - E 

20 - C 

21 - E 

22 - B 

23 - A 

24 - B 

25 - D 

26 - D 

27 - C 

28 - A 

29 - E 

30 - B 

31 - D 

32 - C 

33 - B 

34 - E 

35 - E 

36 - A 

37 - B 

38 - D 

39 - D 

40 - B 

41 - D 

42 - E 

43 - B 

44 - A 

45 - C 

46 - B 

47 - D 

48 - C 

49 - A 

50 - E 

 

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-gabarito.pdf-html.html

 

2  

PDES1301

 

             

 

003. PROVA OBJETIVA 

T

ÉCNICO DE 

T

ECNOLOGIA DA 

I

NFORMAÇÃO

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

I

NFRAESTRUTURA

/O

PERAÇÃO

1 - E 

2 - D 

3 - B 

4 - A 

5 - C 

6 - C 

7 - D 

8 - A 

9 - E 

10 - C 

11 - A 

12 - D 

13 - B 

14 - E 

15 - C 

16 - E 

17 - B 

18 - A 

19 - B 

20 - D 

21 - D 

22 - D 

23 - D 

24 - B 

25 - E 

26 - C 

27 - E 

28 - E 

29 - A 

30 - B 

31 - E 

32 - C 

33 - D 

34 - A 

35 - B 

36 - D 

37 - D 

38 - B 

39 - C 

40 - B 

41 - A 

42 - C 

43 - A 

44 - C 

45 - B 

46 - E 

47 - E 

48 - A 

49 - C 

50 - A 

 

004. PROVA OBJETIVA 

T

ÉCNICO 

O

RGANIZACIONAL

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

A

DMINISTRATIVA

1 - E 

2 - D 

3 - B 

4 - A 

5 - C 

6 - C 

7 - D 

8 - A 

9 - E 

10 - C 

11 - A 

12 - D 

13 - B 

14 - E 

15 - C 

16 - D 

17 - C 

18 - A 

19 - E 

20 - B 

21 - A 

22 - E 

23 - B 

24 - C 

25 - D 

26 - C 

27 - B 

28 - D 

29 - A 

30 - C 

31 - E 

32 - D 

33 - A 

34 - D 

35 - B 

36 - A 

37 - E 

38 - A 

39 - B 

40 - E 

41 - D 

42 - C 

43 - E 

44 - C 

45 - B 

46 - D 

47 - A 

48 - E 

49 - A 

50 - E 

 

005. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA DE 

T

ECNOLOGIA DA 

I

NFORMAÇÃO

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

S

ISTEMAS DE 

I

NFORMAÇÃO 

 

D

ESENVOLVIMENTO DE 

S

ISTEMAS DE 

I

NFORMAÇÃO

1 - A 

2 - E 

3 - D 

4 - C 

5 - B 

6 - C 

7 - D 

8 - B 

9 - A 

10 - E 

11 - C 

12 - B 

13 - D 

14 - A 

15 - E 

16 - D 

17 - B 

18 - A 

19 - C 

20 - D 

21 - E 

22 - C 

23 - B 

24 - E 

25 - A 

26 - A 

27 - B 

28 - E 

29 - C 

30 - D 

31 - B 

32 - C 

33 - D 

34 - B 

35 - E 

36 - D 

37 - E 

38 - B 

39 - E 

40 - A 

41 - A 

42 - E 

43 - C 

44 - C 

45 - B 

46 - E 

47 - D 

48 - C 

49 - E 

50 - A 

51 - A 

52 - D 

53 - D 

54 - B 

55 - C 

56 - C 

57 - B 

58 - A 

59 - D 

60 - B 

61 - D 

62 - E 

63 - C 

64 - A 

65 - A 

66 - A 

67 - D 

68 - C 

69 - B 

70 - E 

 

 

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-gabarito.pdf-html.html

 

3  

PDES1301

 

             

006. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA DE 

T

ECNOLOGIA DA 

I

NFORMAÇÃO

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

S

ISTEMAS DE 

I

NFORMAÇÃO 

 

W

EB 

D

ESIGNER

1 - A 

2 - E 

3 - D 

4 - C 

5 - B 

6 - C 

7 - D 

8 - B 

9 - A 

10 - E 

11 - C 

12 - B 

13 - D 

14 - A 

15 - E 

16 - D 

17 - B 

18 - A 

19 - C 

20 - D 

21 - E 

22 - C 

23 - B 

24 - E 

25 - A 

26 - A 

27 - B 

28 - E 

29 - C 

30 - D 

31 - C 

32 - E 

33 - D 

34 - C 

35 - A 

36 - B 

37 - C 

38 - B 

39 - C 

40 - B 

41 - C 

42 - D 

43 - A 

44 - E 

45 - D 

46 - E 

47 - E 

48 - D 

49 - A 

50 - B 

51 - E 

52 - D 

53 - A 

54 - A 

55 - B 

56 - C 

57 - E 

58 - B 

59 - D 

60 - D 

61 - E 

62 - A 

63 - C 

64 - B 

65 - A 

66 - C 

67 - D 

68 - A 

69 - B 

70 - E 

 

007. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA DE 

T

ECNOLOGIA DA 

I

NFORMAÇÃO

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

S

UPORTE

,

 

R

EDES E 

T

ELECOMUNICAÇÕES 

 

R

EDES E 

T

ELECOMUNICAÇÕES

1 - A 

2 - E 

3 - D 

4 - C 

5 - B 

6 - C 

7 - D 

8 - B 

9 - A 

10 - E 

11 - C 

12 - B 

13 - D 

14 - A 

15 - E 

16 - D 

17 - B 

18 - A 

19 - C 

20 - D 

21 - E 

22 - C 

23 - B 

24 - E 

25 - A 

26 - A 

27 - B 

28 - E 

29 - C 

30 - D 

31 - A 

32 - B 

33 - C 

34 - E 

35 - B 

36 - C 

37 - E 

38 - A 

39 - D 

40 - E 

41 - C 

42 - A 

43 - B 

44 - D 

45 - B 

46 - D 

47 - D 

48 - C 

49 - B 

50 - E 

51 - C 

52 - E 

53 - D 

54 - B 

55 - A 

56 - D 

57 - C 

58 - A 

59 - E 

60 - D 

61 - B 

62 - D 

63 - E 

64 - A 

65 - C 

66 - E 

67 - C 

68 - D 

69 - B 

70 - A 

 

008. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA DE 

T

ECNOLOGIA DA 

I

NFORMAÇÃO

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

S

UPORTE

,

 

R

EDES E 

T

ELECOMUNICAÇÕES 

 

S

UPORTE

1 - A 

2 - E 

3 - D 

4 - C 

5 - B 

6 - C 

7 - D 

8 - B 

9 - A 

10 - E 

11 - C 

12 - B 

13 - D 

14 - A 

15 - E 

16 - D 

17 - B 

18 - A 

19 - C 

20 - D 

21 - E 

22 - C 

23 - B 

24 - E 

25 - A 

26 - A 

27 - B 

28 - E 

29 - C 

30 - D 

31 - B 

32 - D 

33 - E 

34 - A 

35 - A 

36 - E 

37 - C 

38 - E 

39 - B 

40 - B 

41 - C 

42 - E 

43 - E 

44 - A 

45 - C 

46 - B 

47 - A 

48 - D 

49 - A 

50 - E 

51 - A 

52 - C 

53 - A 

54 - C 

55 - B 

56 - D 

57 - E 

58 - D 

59 - D 

60 - D 

61 - B 

62 - C 

63 - B 

64 - D 

65 - C 

66 - A 

67 - D 

68 - B 

69 - E 

70 - C 

 

 

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-gabarito.pdf-html.html

 

4  

PDES1301

 

             

009. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA 

O

RGANIZACIONAL

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

A

DMINISTRATIVA

1 - A 

2 - E 

3 - D 

4 - C 

5 - B 

6 - C 

7 - D 

8 - B 

9 - A 

10 - E 

11 - C 

12 - B 

13 - D 

14 - A 

15 - E 

16 - D 

17 - B 

18 - A 

19 - E 

20 - A 

21 - B 

22 - E 

23 - C 

24 - A 

25 - D 

26 - D 

27 - B 

28 - A 

29 - D 

30 - E 

31 - B 

32 - C 

33 - B 

34 - E 

35 - A 

36 - C 

37 - D 

38 - D 

39 - B 

40 - B 

41 - E 

42 - B 

43 - E 

44 - E 

45 - E 

46 - A 

47 - C 

48 - C 

49 - C 

50 - A 

51 - B 

52 - E 

53 - C 

54 - D 

55 - A 

56 - D 

57 - E 

58 - B 

59 - C 

60 - C 

61 - A 

62 - E 

63 - E 

64 - D 

65 - D 

66 - B 

67 - C 

68 - C 

69 - E 

70 - B 

 

010. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA 

O

RGANIZACIONAL

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

C

IÊNCIAS 

C

ONTÁBEIS

1 - A 

2 - E 

3 - D 

4 - C 

5 - B 

6 - C 

7 - D 

8 - B 

9 - A 

10 - E 

11 - C 

12 - B 

13 - D 

14 - A 

15 - E 

16 - D 

17 - B 

18 - A 

19 - E 

20 - A 

21 - B 

22 - E 

23 - C 

24 - A 

25 - D 

26 - D 

27 - B 

28 - A 

29 - D 

30 - E 

31 - B 

32 - D 

33 - C 

34 - A 

35 - E 

36 - A 

37 - C 

38 - D 

39 - B 

40 - B 

41 - D 

42 - E 

43 - A 

44 - C 

45 - E 

46 - A 

47 - B 

48 - C 

49 - E 

50 - D 

51 - A 

52 - E 

53 - B 

54 - C 

55 - D 

56 - A 

57 - C 

58 - B 

59 - E 

60 - D 

61 - D 

62 - E 

63 - B 

64 - A 

65 - C 

66 - C 

67 - B 

68 - D 

69 - E 

70 - A 

 

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-gabarito.pdf-html.html

 

5  

PDES1301

 

             

 

011. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA 

O

RGANIZACIONAL

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

C

IÊNCIAS 

J

URÍDICAS

1 - A 

2 - B 

3 - C 

4 - D 

5 - B 

6 - A 

7 - E 

8 - D 

9 - A 

10 - E 

11 - D 

12 - B 

13 - A 

14 - E 

15 - A 

16 - E 

17 - C 

18 - D 

19 - B 

20 - D 

21 - E 

22 - B 

23 - E 

24 - C 

25 - A 

26 - E 

27 - A 

28 - C 

29 - B 

30 - E 

31 - C 

32 - A 

33 - D 

34 - D 

35 - A 

36 - E 

37 - B 

38 - A 

39 - B 

40 - C 

41 - D 

42 - E 

43 - A 

44 - D 

45 - N 

46 - C 

47 - C 

48 - B 

49 - N 

50 - D 

51 - B 

52 - E 

53 - B 

54 - C 

55 - D 

56 - C 

57 - A 

58 - A 

59 - B 

60 - C 

61 - D 

62 - D 

63 - A 

64 - B 

65 - B 

66 - E 

67 - B 

68 - C 

69 - E 

70 - B 

 

 

012. PROVA OBJETIVA 

A

NALISTA 

O

RGANIZACIONAL

 

(

ÁREA DE ATUAÇÃO

:

 

C

OMUNICAÇÃO 

S

OCIAL

1 - A 

2 - E 

3 - D 

4 - C 

5 - B 

6 - C 

7 - D 

8 - B 

9 - A 

10 - E 

11 - C 

12 - B 

13 - D 

14 - A 

15 - E 

16 - B 

17 - C 

18 - A 

19 - E 

20 - D 

21 - E 

22 - B 

23 - E 

24 - C 

25 - A 

26 - E 

27 - C 

28 - D 

29 - B 

30 - D 

31 - E 

32 - D 

33 - A 

34 - C 

35 - B 

36 - E 

37 - C 

38 - B 

39 - D 

40 - C 

41 - E 

42 - A 

43 - C 

44 - D 

45 - C 

46 - B 

47 - D 

48 - E 

49 - E 

50 - A 

51 - C 

52 - B 

53 - C 

54 - E 

55 - A 

56 - A 

57 - D 

58 - A 

59 - A 

60 - B 

61 - B 

62 - C 

63 - E 

64 - D 

65 - A 

66 - B 

67 - D 

68 - C 

69 - E 

70 - B 

 

Prova

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

governo do estado do espírito santo

secretaria de estado de gestão e recursos humanos – seger

instituto de tecnologia da informação e comunicação do estado do espírito santo – prodest

C

onCurso

 P

úbliCo

009. Prova objetiva

A

nAlistA

 o

rgAnizACionAl

(

áreA

 

de

 

AtuAção

: A

dministrAtivA

)

 Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 70 questões objetivas.

Confiraseunomeenúmerodeinscriçãoimpressosnacapadestecadernoenafolhaderespostas.

Quandoforpermitidoabrirocaderno,verifiqueseestácompletoouseapresentaimperfeições.Casohajaalgum

problema,informeaofiscaldasala.

Leiacuidadosamentetodasasquestõeseescolhaarespostaquevocêconsideracorreta.

Marque,nafolhaderespostas,comcanetadetintaazuloupreta,aletracorrespondenteàalternativaquevocêescolheu.

Aduraçãodaprovaéde4horas,jáincluídootempoparaopreenchimentodafolhaderespostas.

Sóserápermitidaasaídadefinitivadasalaedoprédioapóstranscorridos75%dotempodeduraçãodaprova.

Deverãopermaneceremcadaumadassalasdeprovaos3últimoscandidatos,atéqueoúltimodelesentreguesua

prova,assinandotermorespectivo.

Aosair,vocêentregaráaofiscalafolhaderespostaseestecaderno,podendolevarapenasorascunhodegabarito,

localizadoemsuacarteira,parafuturaconferência.

Atéquevocêsaiadoprédio,todasasproibiçõeseorientaçõescontinuamválidas.

A

guArde

 

A

 

ordem

 

do

 

fisCAl

 

PArA

 

Abrir

 

este

 

CAderno

 

de

 

questões

.

18.05.2014|manhã

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html
vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

3

PDES1301/009-AnOrganizacional

ConheCimentos Gerais

L

íngua

 P

ortuguesa

Leia o texto, para responder às questões de números 01 a 06.

As tecnologias de Big Data chegaram silenciosamente, 

mudan do a estratégia de muitos negócios. Fatos dignos de ficção 

científica, como lojas de departamentos capazes de identificar se 

suas consumidoras estão grávidas a partir do padrão de consumo 

e serviços de busca mapeando em tempo real o progresso de pan-

demias, já são notícia velha.

Empresas e instituições de vários tipos e tamanhos hoje 

são capazes de coletar dados a partir de várias fontes, com-

binando-os em sistemas de armazenamento da ordem de 

p etabytes (mil terabytes), e analisá-los em busca de padrões. 

O resul tado são previsões melhores, serviços mais personali-

zados e mensagens mais bem dirigidas, estimulando decisões 

mais bem informadas e mais seguras.

Da mesma forma que os grandes volumes de dados mudam 

a gestão de corporações, uma nuvem de pequenas informações 

pessoais, conectadas, começa a provocar uma mudança de costu-

mes. São dados que registram o que uma pessoa sabe a respeito 

de si própria: o que fez, quem conhece, aonde foi, como dormiu, 

quanto pesa, como passa o tempo.

Mensuração e análise são ótimas. Sem elas é quase impossí-

vel progredir. Mas é preciso cautela em seu uso. A obsessão por 

elas, da mesma forma que a procura desesperada por seguidores 

nas mídias sociais, pode piorar uma situação, deixando seu usuá-

rio viciado nas estatísticas que deveriam libertá-lo.

QI, placares e centímetros de bíceps são métricas observá-

veis e fáceis de comparar. Mas isso não quer dizer que sejam 

as melhores ou mesmo as certas. Um funcionário pontual nem 

sempre é o melhor funcionário, mais conexões não significam 

mais conhecimento.

Além do mais, o que é o certo? A preocupação excessiva 

com as métricas pessoais pode levar à padronização e à robotiza-

ção de seus usuários, um efeito colateral bastante desagradável. 

Em situações extremas pode até criar autômatos ou estimular 

comportamentos doentios, como anorexia ou bulimia.

De qualquer forma, a ignorância nunca é uma bênção. Os 

benefícios do autoconhecimento são incomparáveis. Mas para 

isso é preciso um pouco de trabalho. Não basta apenas coletar os 

dados, deve-se também refletir sobre eles e planejar novas metas 

periodicamente, aprendendo a identificar padrões de compor-

tamento nocivos e recorrentes. Nesses termos, a quantificação 

pessoal só deve fazer bem.

(Luli Radfaher, Little data. Disponível em:<http://www1.folha.uol.com.br/

colunas>. Acesso em: 20 mar 2014. Adaptado)

01.  É correto afirmar que o autor desse texto reconhece a impor-

tância das tecnologias de armazenamento de dados pessoais,
(A)  mas faz restrições a seu uso imponderado pelos usuá-

rios, prevendo efeitos nefastos.

(B)  apontando-as como solução para a maior parte dos pro-

blemas pessoais de controle de peso.

(C)  apesar de não vislumbrar aspectos positivos do uso 

d elas nos ambientes corporativos.

(D)  expondo limitações que há nas aplicações delas para 

vencer a ignorância, prejudicial aos usuários.

(E)  contanto que os usuários, empresas ou particulares, não 

divulguem seus dados em redes sociais.

02.  Segundo o texto, para garantir os benefícios do autoconhe-

cimento propiciado pelas tecnologias que armazenam dados 

pessoais, é preciso
(A)  robotização e padronização.
(B)  trabalho e comportamentos repetitivos.
(C)  cautela e obsessão.
(D)  pontualidade e conhecimento.
(E)  reflexão e replanejamento.

03.  Assinale a alternativa em que se encontra par de termos 

a ntônimos, como é o caso de estimular e desencorajar.
(A)  bênção e unção.
(B)  pontual e inconsequente.
(C)  colateral e descendente.
(D)  cautela e precipitação.
(E)  progredir e intensificar.

04.  Assinale a alternativa em que o trecho destacado expressa a 

circunstância de modo.
(A)  Um funcionário pontual nem sempre é o melhor fun-

cionário.

(B)  … estimular comportamentos doentios, como anorexia 

ou bulimia.

(C)  … chegaram silenciosamente, mudando a estratégia de 

muitos negócios.

(D)  … um efeito colateral bastante desagradável.
(E)  … planejar novas metas periodicamente.

05.  As palavras destacadas na frase – A preocupação exces-

siva com as métricas pessoais pode levar à padronização 

e à r obotização de seus usuários. – têm como sinônimos, 

respectivamente,
(A)  descentralização e maquinação.
(B)  estandardização e automatização.
(C)  estatização e mecanização.
(D)  particularização e majoração.
(E)  alienação e industrialização.

06.  Assinale a alternativa que dá sequência à frase a seguir, de 

acordo com a norma-padrão:
Registram o que as pessoas sabem
(A)  há cerca de si mesmo.
(B)  à cerca de si próprias.
(C)  acerca de si mesmas.
(D)  quanto à si próprias.
(E)  sobre elas mesmo.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

4

PDES1301/009-AnOrganizacional

09.  Assinale a alternativa em que a colocação do pronome desta-

cado, na frase reescrita, está de acordo com a norma-padrão.
(A)  … os espanhóis massacravam-no e Garrincha sobrevi-

via ao próprio assassinato.

(B)  Entre nós e a peleja ainda não erguiam-se os Andes.
(C)  O caçaram a patadas, como uma ratazana.
(D)  Mas ele ia passando, diria-se um maravilhoso ser incor-

póreo.

(E)  Ninguém sentiu-se direta e pessoalmente degradado.

10.  Assinale a alternativa em que a frase do texto, reescrita, apre-

senta concordância verbal de acordo com a norma-padrão.
(A)  Existia, entre nós, naquele momento, muitas pessoas 

nutrindo pavor da Espanha.

(B)  Os jogadores da Espanha já estava triturando a seleção 

de ouro.

(C)  Cada um deles se sentiram, até o primeiro gol, entre os 

75 milhões de cristos.

(D)  Faziam horas que o sujeito procurava o escrete e não 

encontrava o escrete.

(E)  Notavam-se já os efeitos da ausência de Pelé, pois o 

escrete murchava.

11.  Assinale a alternativa em que os verbos derivados de pôr

empregado na frase – Eis uma partida que pôs em cada cora-

ção uma fluorescente coroa de espinhos. –, estão conjugados 

de acordo com a norma-padrão.
(A)  Se o time se predispor a treinar com afinco, teremos 

condições de esperar melhores resultados.

(B)  Caso dispossem de jogadores melhores, os times pode-

riam vencer todas as competições.

(C)  O Brasil jogará melhor quando o treinador recompuser 

o time, depois da contusão de seus melhores atletas.

(D)  Eis a pergunta que não quer calar: “E se os craques 

não se disporem a jogar bem, para facilitar a vitória do 

a dversário?”

(E)  Houve problema naquela ocasião, porque os treinadores 

se indisporam com os atletas.

12.  Assinale a alternativa em que as vírgulas foram empregadas 

para intercalar uma explicação na frase.
(A)  Ora, a batalha com os espanhóis teve todos os matadou-

ros emocionais.

(B)  Nós sabemos que o martírio é que dá a um jogo, seja ele 

um clássico ou uma pelada, um charme desesperador.

(C)  O bonito, o sublime, o gostoso de Brasil X Espanha foi 

a angústia.

(D)  Os negros ornamentais, folclóricos, divinos, deixa-

vam-se bater, miseravelmente.

(E)  Amigos, durante os 45 minutos o fracasso do Brasil 

doeu.

Leia o texto, para responder às questões de números 07 a 12.

O bonito, o sublime, o gostoso de Brasil X Espanha foi a 

angústia. Nós sabemos que o martírio é que dá a um jogo, seja 

ele um clássico ou uma pelada, um charme desesperador. Ora, a 

batalha com os espanhóis teve todos os matadouros emocionais. 

Eis uma partida que pôs em cada coração uma fluorescente coroa 

de espinhos. Fomos, até o primeiro gol, 75 milhões de cristos.

Começou a batalha e cada brasileiro estava abraçado, atra-

cado a seu radiozinho de pilha. Entre nós e a peleja erguiam-

-se os Andes, hieráticos e tristíssimos. Havia, por aqui, um certo 

pavor da Espanha – velha pátria, constelada de feridas. O Brasil 

entrou mal, o Brasil entrou péssimo. Ou por outra: – o Brasil, no 

primeiro tempo, não era o Brasil, era o anti-Brasil, a negação do 

Brasil. O sujeito procurava o escrete e não encontrava o escrete.

A Espanha triturava a seleção de ouro, que não era mais de 

ouro, era de lata, era de zinco, sei lá. E só um homem, entre 

os brasileiros, continuava a ser o mesmo, eternamente o mes-

mo: – Garrincha. Sim, do primeiro ao último minuto, o Mané foi 

o Mané. Passou como quis pelo Gracía. Caçaram-no a patadas, 

como uma ratazana. Mas ele ia passando, dir-se-ia um maravi-

lhoso ser incorpóreo, os espanhóis o massacravam e Garrincha 

sobrevivia ao próprio assassinato.

Fora Garrincha, ninguém mais. Os negros ornamentais, fol-

clóricos, divinos, deixavam-se bater, miseravelmente. E todos 

sentimos que a ausência de Pelé estava cravada no coração do 

Brasil. Faltava Pelé e o escrete murchava como um balão japo-

nês apagado. Amigos, durante os 45 minutos o fracasso do Brasil 

doeu mais, aqui, do que a humilhação de Canudos. Cada um de 

nós sentiu-se direta e pessoalmente degradado.

(Nelson Rodrigues, O “Possesso” é nosso. 

A pátria em chuteiras: novas crônicas de futebol.)

07.  É correto afirmar que a descrição do jogo de futebol feita 

pelo autor
(A)  prima pela objetividade, já que a intenção é criar um 

retrato fiel da partida para o leitor.

(B)  tem caráter noticioso, fornecendo ao leitor imagens 

realistas, afastando o emprego de palavras em sentido 

figurado.

(C)  privilegia a informação, com predomínio de termos 

usados em seu sentido próprio, para captar a realidade.

(D)  é marcada pela subjetividade, com várias passagens em 

que as palavras são empregadas em sentido figurado.

(E)  dá ênfase à linguagem poética, como forma de garan-

tir que as palavras sejam entendidas em seu sentido 

próprio.

08.  A frase em que o autor expressa a coexistência de sentimen-

tos conflitantes é:
(A)  Fomos, até o primeiro gol, 75 milhões de cristos.
(B)  O bonito, o sublime, o gostoso de Brasil X Espanha foi 

a angústia.

(C)  Entre nós e a peleja erguiam-se os Andes, hieráticos e 

tristíssimos.

(D)  O Brasil entrou mal, o Brasil entrou péssimo.
(E)  Faltava Pelé e o escrete murchava como um balão j apo-

nês apagado.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

5

PDES1301/009-AnOrganizacional

14.  Assinale a alternativa que reescreve a frase – Eu gosto da 

aparência dela. Boas roupas não me interessam. – de acordo 

com a norma-padrão de regência e de emprego do pronome 

relativo.

(A)  Eu prefiro roupas simples a roupas caras, com as quais 

não me importo.

(B)  Eu prefiro roupas simples do que roupas caras, de que 

não me importo.

(C)  Eu tenho preferência por roupas simples em vez de rou-

pas caras, cujas não me importam.

(D)  Eu prefiro mais roupas simples do que roupas caras, das 

quais não me dizem respeito.

(E)  Eu dou preferência para roupas simples mais do que 

roupas caras, das quais não me dizem respeito.

15.  Na frase do terceiro quadrinho – Entenda, apesar do meu 

sucesso, eu continuo sendo um cara normal. – o termo des-

tacado introduz informação com sentido de

(A)  causa.

(B)  conclusão.

(C)  condição.

(D)  alternância.

(E)  concessão.

r

aciocínio

 L

ógico

16.  Num certo dia, quando o elevador de um edifício comercial 

estava no andar térreo, ele foi chamado ao 8.º andar. Em 

seguida, ele foi chamado, nesta ordem, ao 3.º, ao 11.º, ao 

6.º andar, e assim sucessivamente, subindo oito andares e, 

depois, descendo 5 andares, até chegar ao último andar. Se, 

nesse sobe e desce, o elevador subiu um total de 112 anda-

res, pode-se concluir, corretamente, que o total de andares 

desse edifício é

(A)  38.

(B)  41.

(C)  44.

(D)  47.

(E)  50.

Leia a tira, para responder às questões de números 13 a 15.

(Publicação da revista Mad, baseada em Calvin e Haroldo; 

roteiro de Jacob Lambert e arte de Gary Hallgren. 

Em: http://depositodocalvin.blogspot.com.br/2008/10/calvin-e-jobs.html)

13.  É correto afirmar que a fala de Jobs

(A)  não considera a importância que tem o marketing para 

a aceitação dos produtos da empresa, graças à aparência 

pouco cuidada do empresário.

(B)  revela ideias conflitantes, pois expõe a aparência pessoal 

de um homem pobre e mal cuidado mas que tem uma 

inteligência excepcional.

(C)  atribui sua aparência pessoal estritamente a escolhas  

pessoais, excluindo a existência de ingerências externas 

na definição de seu estilo.

(D)  explicita que estratégias mercadológicas somam-se a 

suas preferências pessoais para compor a imagem reco-

nhecida pelo público.

(E)  expõe um protesto contra o uso de roupas de grife, 

r eafirmando sua confiança em que a aparência não 

muda o homem comum.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

6

PDES1301/009-AnOrganizacional

r a s C U n h o

17.  Se é quarta-feira, treino tênis por duas horas exatamente. 

Se treino tênis por duas horas exatamente, então lancho no 

clube. Após treinar tênis, ou jogo bola ou lancho no clube. 

Após o último treino de tênis, joguei bola, o que permite 

concluir que

(A)  era fim de semana.

(B)  não era quarta-feira.

(C)  lanchei no clube.

(D)  treinei por menos de duas horas.

(E)  treinei tênis por duas horas exatamente.

18.  Uma pesquisa sobre o acesso à informação, feita com 999 

pessoas de uma cidade, identificou que 700 usavam rádio, 

400, jornal e 250, internet. Entre as pessoas que usavam duas 

dessas três fontes de acesso, foi identificado que o número de-

las era igual nas três combinações possíveis. Sabendo-se que 

50 dessas pessoas não utilizam nenhum dos meios citados, e 

que 70 pessoas dessa pesquisa usam os três meios, o número 

dessas pessoas que acessam informação pelo rádio, mas não a 

acessam nem pela internet e nem pelo jornal, é igual a

(A)  456.

(B)  460.

(C)  474.

(D)  488.

(E)  492.

19.  Na cidade de Godelia, cada habitante ou é torpe e sempre 

fala mentiras, ou é probo e sempre fala a verdade, e seus 

habitantes conhecem a natureza, torpe ou probo, e a profis-

são de cada outro habitante. Um turista, visitando a cidade, 

encontrou três casais discutindo, e foi informado, correta-

mente, que um casal era formado por torpes, outro casal por 

probos e o terceiro casal tinha um torpe e um probo.
Os casais fizeram as seguintes afirmações:
Senhor Gyzt: Eu não sou o matemático.
Senhora Gyzt: O senhor Zygt é o matemático.
Senhor Tygz: Eu não sou o matemático.
Senhora Tygz: O senhor Gyzt é o matemático.
Senhor Zygt: O senhor Gyzt é probo.
Senhora Zygt: O senhor Tygz é o matemático.
Sabendo-se que, dos três maridos, apenas um é o matemáti-

co, seu nome e sua natureza são, respectivamente,

(A)  Senhor Gyzt, torpe.

(B)  Senhor Gyzt, probo.

(C)  Senhor Zygt, probo.

(D)  Senhor Tygz, probo.

(E)  Senhor Tygz, torpe.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

7

PDES1301/009-AnOrganizacional

n

oções

 

de

 i

nformática

21.  Considere a janela do MS-Windows 7, em sua configuração 

original, apresentada parcialmente na figura:

Biblioteca

Inclui: 2 locais

imagensCAZ

ENV8D.jpg

Isenção do

IOF.bmp

PMO(1).jpg

Revisão

para Baixo

do PIS.bmp

Trabalho

Amostras

BlackBerry

cockpit.bm

p

imagem.b

mp

imagens.jpg

Organizar por: Pasta

Assinale a alternativa que identifica, correta e respectiva-

mente, uma pasta não vazia e a biblioteca em que os arqui-

vos estão contidos.
(A)  Amostras; Documentos.
(B)  Amostras; Imagens.
(C)  BlackBerry; Documentos.
(D)  Trabalho; Imagens.
(E)  Trabalho; Vídeos.

22.  Os parâmetros a seguir são encontrados em qual item do 

Painel de Controle do MS-Windows 7, na sua configuração 

padrão?

Ocultar as extensões dos tipos de arquivo conhecidos

Ocultar unidades vazias na pasta Computador

(A)  Programas Padrão.
(B)  Programas e Recursos.
(C)  Sistema.
(D)  Ferramentas Administrativas.
(E)  Opções de Pasta.

23.  Assinale a alternativa que completa, corretamente, a lacuna 

do texto.
No MS-Word 2010, em sua configuração original, para im-

primir todas as cópias da primeira página e, em seguida, im-

primir todas as cópias das páginas subsequentes, é necessá-

rio escolher                                                         após clicar na 

guia Arquivo e em Imprimir.
(A)  Arrumado
(B)  Desarrumado
(C)  Desagrupado
(D)  Imprimir nos Dois Lados
(E)  Imprimir Intervalo Personalizado

20.  Afixados nas portas de cinco salas, numeradas de 1 a 5, es-

tão cinco cartazes, um em cada porta, cada um com uma 

frase que pode ser verdadeira ou falsa. Se o cartaz contiver 

uma frase verdadeira, o cartaz será chamado de verdadeiro; 

caso contrário, o cartaz será chamado falso. Em apenas uma 

sala existe um prêmio e, para ganhá-lo, é preciso determinar, 

sem abrir a porta, em qual sala ele está, utilizando apenas as 

informações contidas em cada cartaz.
Porta 1: O prêmio não está na sala 2.
Porta 2: O prêmio não está nesta sala.
Porta 3: O prêmio não está na sala 1.
Porta 4: Pelo menos um dos cinco cartazes é falso.
Porta 5: O cartaz desta porta é falso ou o cartaz da porta da 

sala em que está o prêmio é verdadeiro.
De acordo com as frases nos cartazes, o prêmio está na sala 

de número
(A)  1.
(B)  2.
(C)  3.
(D)  4.
(E)  5.

r a s C U n h o

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

8

PDES1301/009-AnOrganizacional

26.  Observe as planilhas do MS-Excel 2010, a seguir, na sua 

configuração padrão. As planilhas apresentam a mesma ta-

bela em dois momentos: antes e depois da classificação de 

dados no intervalo de células A9:D15.

9

10

11

12

13

14

15

Produto

Chocolate

Balas de Gelatina

Bolinhos de Chuva

Broas

Torta de Limão

Biscoitos

Qtde

5

1

1,5

0,5

0,5

1,5

Valor

R$ 90,00

R$ 50,00

R$ 75,00

R$ 40,00

R$ 60,00

R$ 30,00

Frete

R$ 15,00

R$ 10,00

R$

5,00

R$

7,50

R$

R$ 15,00

7,50

A

B

C

D

antes da classificação

9

10

11

12

13

14

15

Produto

Chocolate

Biscoitos

Balas de Gelatina

Broas

Torta de Limão

Bolinhos de Chuva

Qtde

5

1,5

1

0,5

0

1,5

Valor

R$   90,00

R$   30,00

R$   50,00

R$   40,00

R$   60,00

R$   75,00

Frete

R$   15,00

R$   15,00

R$   10,00

R$     7,50

R$

R$      5,00

7,50

A

B

C

D

depois da classificação

Considerando que a ordem utilizada foi “do maior para o 

menor valor”, assinale a alternativa que contém as colunas 

utilizadas na classificação.
(A)  Valor e Frete.
(B)  Frete e Valor.
(C)  Valor e Qtde.
(D)  Frete e Qtde.
(E)  Qtde e Frete.

27.  Considere os slides do MS-PowerPoint 2010, em sua confi-

guração original.

1

2

Os números 1 e 2 indicam o início de uma seção, novo re-

curso da versão 2010 do software. A apresentação, na qual 

esses slides estão contidos, encontra-se no modo de exibição
(A)  Normal.
(B)  Classificação de Slides.
(C)  Anotações.
(D)  Leitura.
(E)  Mestre.

24.  Observe a janela Modificar estilo do MS-Word 2010, em sua 

configuração original, exibida na figura:

Modificar estilo

Propriedades

Formatação

Fonte: (Padrão) TimesNew Roman, À esquerda

Espaçamento entre linhas: simples, Controle de linhas órfãs/viúvas. Estilo: Estilo Rápido

Adicionar à lista de Estilos ápidos
Apenas neste ocumento

R

d

Novos documentos baseados neste modelo

Formatar

OK

Cancelar

Times New Roman

10

N

I

S

Nome:

E tilo do parágrafo seguinte:

s

Tipo de estilo:

(sem estilo)

Parágrafo

Estilo baseado em:

Normal

Automático

Normal

Parágrafo anterior Parágrafo anterior Parágrafo anterior Parágrafo anterior Parágrafo anterior

Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte
Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte
Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte
Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte
Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte
Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte Parágrafo seguinte

Parágrafo anterior Parágrafo anterior Parágrafo anterior Parágrafo anterior Parágrafo anterior

Observe a janela Navegador do Apache OpenOffice.org 3.4.1 Impress exibida na figura:

Para alterar o espaçamento entre linhas de simples para du-

plo e o alinhamento de esquerda para justificado é necessá-

rio clicar nas seguintes opções, respectivamente:

(A) 

e

.

(B) 

e

.

(C) 

e

.

(D) 

e

.

(E) 

e

.

25.  Observe a planilha do MS-Excel 2010, em sua configuração 

original, apresentada na figura.

D3

A

1
2
3
4
5
6
7
8

Produto

Chocolate

Balas de Gelatina

Bolinhos de Chuva

Broas

Torta de Limão

Biscoitos

Qtde (kg)

5
1

1,5
0,5

2

0,3

Valor

R$ 90,00
R$ 50,00
R$ 75,00
R$ 40,00
R$ 60,00
R$ 30,00

Imposto

B

C

D

E

F

fx =SE(OU(B3>1;C3<50);C3*0,4;C3*0,2)

Considerando a fórmula da célula D3, assinale a alternativa 

que contém o percentual que será utilizado para calcular o 

valor do Imposto das Balas de Gelatina.
(A)  0,2%.
(B)  0,4%.
(C)  4%.
(D)  20%.
(E)  40%.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

9

PDES1301/009-AnOrganizacional

30.  No Internet Explorer 11, na sua instalação padrão, é possível 

alternar várias guias abertas tocando ou clicando nelas, na 

barra de guias. É possível ter até         guias abertas em uma 

só janela.
Assinale a alternativa que completa, corretamente, a lacuna 

do enunciado.
(A)  2.
(B)  5.
(C)  10.
(D)  11.
(E)  100.

ConheCimentos esPeCífiCos

31.  A classificação da receita obedecerá ao esquema composto 

por Receitas Correntes e Receitas de Capital. Entre as recei-

tas correntes estão consideradas as Receitas Imobiliárias  

(1) e Contribuições da melhoria (2).
Assinale a alternativa que identifica corretamente a qual 

categoria pertence cada receita indicada.
(A)  Receita Patrimonial (1) – Receitas Diversas (2).
(B)  Receita Patrimonial (1) – Receita Tributária (2).
(C)  Receita Industrial (1) – Receita Tributária (2).
(D)  Receita Industrial (1) – Receita Patrimonial (2).
(E)  Transferências Correntes (1) – Receitas Diversas (2).

32.  A técnica tradicional de ajustar o orçamento em decorrên-

cia do fenômeno inflacionário parte do ponto de que se 

admite naturalmente a correção das peças orçamentárias 

pelo índice de inflação específico de cada gasto ou receita, 

mantendo-se, em um orçamento original, os valores ini-

cialmente orçados. Trata-se do orçamento
(A)  estático.
(B)  em moeda estrangeira.
(C)  corrigido.
(D)  em moeda corrente.
(E)  ajustado.

33.  O imposto será determinado com base no lucro real, pre-

sumido ou arbitrado, por períodos de apuração de cada  

ano-calendário. Com a opção do contribuinte, pode ser 

apurado
(A)  somente trimestralmente.
(B)  trimestralmente ou anualmente.
(C)  trimestralmente ou semestralmente.
(D)  semestralmente ou anualmente.
(E)  somente anualmente.

28.  Observe o painel de animação de um slide do 

 

MS-PowerPoint 2010, na sua configuração padrão.

Assinale a alternativa que contém um objeto em que foi apli-

cada uma animação com efeito de ênfase transparência.
(A)  Gráfico 20 do iniciar ao clicar número 4.
(B)  Gráfico 20 do iniciar ao clicar número 5.
(C)  Gráfico 17 do iniciar ao clicar número 1.
(D)  Gráfico 17 do iniciar ao clicar número 2.
(E)  Gráfico 17 do iniciar ao clicar número 5.

29.  Considere a janela do MS-Outlook 2010, em sua configura-

ção original, parcialmente apresentada na figura.

Assinale a alternativa que contém a quantidade de mensa-

gens lidas da Caixa de Entrada e o remetente de uma mensa-

gem não lida, respectivamente.
(A)  2029; Gap Factory Store.
(B)  2029; HONDA.
(C)  1333; Smiles.
(D)  1333; Target.com.
(E)  3362; Best Western Rewards.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

10

PDES1301/009-AnOrganizacional

38.  Aquele que tem inserido no seu bojo toda e qualquer parcela 

adicional (hora extra, descanso semanal remunerado etc.) é 

definido como salário
(A)  nominal.
(B)  absoluto.
(C)  efetivo.
(D)  complessivo.
(E)  relativo.

39.  O modelo de avaliação de desempenho em que um avaliado 

é focado por praticamente todos os elementos que têm con-

tato com ele, é o Método
(A)  de escolha forçada.
(B)  360 graus.
(C)  por incidentes críticos.
(D)  de escalas gráficas.
(E)  comparativo.

40.  O treinamento envolve uma sequência de eventos em um 

processo contínuo, cujo ciclo é renovado a cada vez que se 

repete. Esse processo é composto de quatro etapas que pre-

enchem cada símbolo do fluxo a seguir.
Assinale a alterna tiva que o preenche, completa e correta-

mente, de cima para baixo.

(A)  Diagnóstico, Programação, Decisão e Avaliação.
(B)  Diagnóstico, Programação, Execução e Avaliação.
(C)  Planejamento, Organização, Decisão e Controle.
(D)  Planejamento, Decisão, Ação e Controle.
(E)  Organização, Decisão, Avaliação e Controle.

34.  A partir da existência da base de dados dos bens patrimo-

niais, é possível e necessário fazer um levantamento físico 

dos estoques. Esse inventário pode ocorrer
(A)  de forma contábil e via simulação.
(B)  via simulação ou de forma relacional.
(C)  de forma relacional ou via cálculos aleatórios.
(D)  via cálculos aleatórios e datados previamente.
(E)  de formas cíclica ou periódica.

35.  Assinale a alternativa que preenche corretamente o espaço 

em branco do texto.
A área de treinamento e desenvolvimento deve submeter sua 

programação a cada setor específico da empresa/entidade 

em que o treinamento será aplicado, principalmente no que 

diz respeito ao conteúdo, resultados esperados, pessoal a ser 

treinado e escolha do instrutor.
A homologação desses itens pelo setor “cliente” garant e 

à área de T&D uma maior probabilidade de acerto 

                                   nos resultados finais, ao mesmo tempo 

que cria um laço de comprometimento entre o cliente e a 

organização de T&D extremamente importante para a credi-

bilidade e visibilidade do sistema.
(A)  técnico
(B)  comportamental
(C)  decisório
(D)  salarial
(E)  atitudinal

36.  As áreas de responsabilidade da função de pessoal (recursos 

humanos) passaram a incorporar subáreas com abrangência 

tático-operacional que anteriormente não possuíam. Entre as 

alternativas, assinale a que passou a ser desenvolvida após 

essa transição.
(A)  Controles de frequência.
(B)  Pagamentos.
(C)  Avaliação de desempenho.
(D)  Admissões e demissões.
(E)  Cumprimento da CLT.

37.  Considerando que pesquisas na área acadêmica apontaram 

a produtividade como produto de duas variáveis: tecnologia 

(20%) e desempenho humano (80%); e que este último, por 

sua vez, é conseguido por meio das variáveis conheci mento 

(30%) e motivação (70%), tem-se que: o caminho para atin-

gir índices ideais de desenvolvimento humano e, por con-

sequência, de produtividade, tem início, necessariamente, 

a partir de ações e políticas oriundas da área de Gestão de 

Pessoas (conhecimento e motivação) que são, pela sua natu-

reza, consideradas
(A)  operacionais.
(B)  táticas.
(C)  técnicas.
(D)  estratégicas.
(E)  processuais.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

11

PDES1301/009-AnOrganizacional

44.  Com exceção das atividades centrais do negócio, as orga-

nizações podem executar melhor, mais rapidamente e com 

menores custos, terceirizando todas as atividades restantes a 

fornecedores e especialistas externos. Esses tipos de organi-

zações são denominados

(A)  funcionais.

(B)  matriciais.

(C)  por projetos.

(D)  virtuais.

(E)  modulares.

45.  Um processo é tipicamente uma sequência de atividades/tare-

fas arranjadas num conjunto de arranjos de trabalho, p odendo 

envolver vários departamentos, máquinas e pessoas. Um pro-

cesso é qualquer sistema operacional ou administrativo que

(A)  gera conflitos.

(B)  provoca contratos formais de relações pessoais.

(C)  estabelece sequências desburocratizantes.

(D)  é sempre sinônimo de um procedimento.

(E)  transforma insumos em produtos valiosos.

46.  G. Hamel e C. K. Prahalad afirmam que uma organização, 

entre outras características, tem que ser orientada sob a pers-

pectiva conhecida por “competências essenciais”. Para esses 

autores, uma competência essencial determina claramente

(A)  o foco.

(B)  a liderança em custos.

(C)  a diferenciação.

(D)  a diversificação.

(E)  a precificação.

47.  As organizações, segundo Kim e Mauborgne, ao desvendar 

e decidir por determinadas estratégias, focam suas ações em 

estudos que demonstram a preocupação em como as estra-

tégias devem ser formuladas ao invés de em como elas são 

formuladas. Orientam, esses autores, para que se adote o 

modelo das quatro ações, sendo que cada uma das ações se 

direciona para

(A)  a dimensão das consequências ou resultados.

(B)  as cinco forças competitivas.

(C)  a nova curva de valor.

(D)  o composto competitivo.

(E)  os valores e a filosofia dos beneficiários.

41.  A segurança no trabalho, no Brasil, é regida pela CLT, que 

no seu artigo 163 dispõe: “Será obrigatória a constituição 

da comissão interna de prevenção de acidentes – CIPA – de 

conformidade com instruções expedidas pelo Ministério 

do Trabalho, nos estabelecimentos ou locais de obra nelas 

e specificadas.
Parágrafo único: O Ministério do Trabalho regulamentará as 

atribuições, a composição e o funcionamento das CIPAs”. 

A norma regulamentadora NR-5 trata especificamente dessa 

comissão e, entre seus itens, dispõe:
5.3 As disposições contidas nesta NR aplicam-se, no que cou-

ber, aos trabalhadores avulsos e às entidades que lhes tomem 

serviços, observadas as disposições estabelecidas em Normas 

Regulamentadoras de setores econômicos específicos.
5.26 As atas ficarão no estabelecimento à disposição dos 

Agentes da Inspeção do Trabalho – ATI.

Assinale a alternativa que identifica corretamente a regula-

mentação a que se refere cada um dos dois itens.
(A)  (5.3) Do funcionamento – (5.26) Da constituição.
(B)  (5.3) Do funcionamento – (5.26) Do treinamento.
(C)  (5.3) Das atribuições – (5.26) Da organização.
(D)  (5.3) Da constituição – (5.26) Das atribuições.
(E)  (5.3) Da constituição – (5.26) Do funcionamento.

42.  Criado por Robert Kaplan e David Norton, a partir de um 

projeto de pesquisa realizado com 12 empresas, o Balanced  

Score Card (BSC) permite a medição do desempenho das 

equipes por meio de indicadores que ajudam os gestores a 

visualizarem a empresa sob várias perspectivas de forma 

i ntegrada.
De acordo com os autores, a complexidade do cenário atua l 

exige que os gestores tenham condições de visualizar o 

d esempenho da organização de forma sistêmica em 4 pers-

pectivas que fornecem quatro (4) questões básicas.

A questão: “Em que devemos ser excelentes?” está contida 

na perspectiva
(A)  do cliente.
(B)  interna.
(C)  da inovação.
(D)  financeira.
(E)  de aprendizagem.

43.  A escola comportamentalista, quando aborda a motivação 

humana, diz que, se as forças atuantes numa pessoa são 

bloqueadas antes do alcance de uma meta desejada, duas 

possibilidades se apresentam: ou ocorre um comportamento 

construtivo ou ocorre uma
(A)  solução para um problema.
(B)  reestruturação.
(C)  reação complementativa.
(D)  substituição.
(E)  frustração.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

12

PDES1301/009-AnOrganizacional

52.  Conforme dispõe o Estatuto dos Servidores Públicos Civis 

do Estado do Espírito Santo, a investidura em cargo público 

ocorrerá com

(A)  a nomeação, e será completada com a posse.

(B)  a posse, completando-se com a nomeação.

(C)  a nomeação, sendo completada com o exercício.

(D)  o exercício, completando-se com a posse.

(E)  a posse, completando-se com o exercício.

53.  A propósito da jornada de trabalho, o Estatuto dos Servido-

res Públicos Civis do Estado do Espírito Santo dispõe que

(A)  será definida nos respectivos planos de carreiras e de 

vencimentos, não podendo ultrapassar quarenta horas 

semanais.

(B)  a jornada normal de trabalho será de seis horas diárias 

para o exercício de cargo em comissão ou de função 

gratificada.

(C)  poderá haver prorrogação da duração normal do traba-

lho, por necessidade do serviço ou por motivo de força 

maior.

(D)  atendida a conveniência do serviço, ao servidor que seja 

estudante será concedido horário especial de trabalho, 

com prejuízo de sua remuneração.

(E)  entre duas jornadas de trabalho haverá um período 

m ínimo de dezesseis horas consecutivas para descanso.

54.  Segundo estabelece o Estatuto dos Servidores Públicos 

C ivis do Estado do Espírito Santo, a volta ao serviço ativo 

do servidor público posto em disponibilidade denomina-se

(A)  desaposentação.

(B)  reintegração.

(C)  reversão.

(D)  aproveitamento.

(E)  reassunção.

55.  Fulano, servidor público civil estadual, não satisfez as con-

dições do estágio probatório pertinentes ao cargo público 

para o qual foi nomeado e estava exercendo. Nessa situação, 

o Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Espí-

rito Santo determina que Fulano

(A)  seja exonerado de ofício.

(B)  seja demitido.

(C)  seja demitido a bem do serviço público.

(D)  tenha mais dois anos para tentar se manter no cargo.

(E)  seja colocado em disponibilidade.

48.  Na Instrução Normativa número 02, de 30 de abril de 2008, 

que dispõe sobre regras e diretrizes para contratação de ser-

viços, continuados ou não, em seu art. 15, ao tratar da justi-

ficativa da necessidade da contratação, afirma que o termo 

de referência deverá conter oito (8) itens.
Assinale a alternativa que possui, correta e completamente, 

um desses itens.

(A)  Benefícios adjacentes à contratação.

(B)  Referência a estudos posteriores.

(C)  Conexão entre a contratação e o planejamento existente.

(D)  Discriminação individual dos itens.

(E)  Obrigatoriedade da licitação.

49.  Conforme dispõe expressamente a C.L.T., considera-se tra-

balho em regime de tempo parcial aquele

(A)  realizado em meio período do dia.

(B)  inferior a quarenta horas semanais.

(C)  cuja duração não exceda a vinte e cinco horas semanais.

(D)  cuja jornada não seja superior a vinte horas semanais.

(E)  assim definido de comum acordo entre empregado e 

empregador.

50.  Considerando o que estabelece a C.L.T., assinale a alterna-

tiva correta a respeito do trabalho noturno.

(A)  Sua remuneração terá um acréscimo de vinte por cento, 

pelo menos, sobre a hora diurna.

(B)  Terá remuneração superior à do trabalho diurno e não 

admite r evezamento semanal ou quinzenal.

(C)  A hora do trabalho noturno será computada como de 

cinquenta minutos.

(D)  Para cada dia de trabalho noturno, o trabalhador terá 

direito a um dia de folga.

(E)  Não poderá ser exigido de trabalhadores menores de 

vinte e um anos de idade.

51.  Assinale a alternativa correta a respeito do contrato de tra-

balho individual.

(A)  A lei não admite contrato por tempo indeterminado.

(B)  Pode ser celebrado verbalmente.

(C)  O contrato de experiência não poderá exceder a ses-

senta dias.

(D)  Os direitos do contrato serão extintos em caso de falên-

cia, concordata ou dissolução da empresa.

(E)  A prova do contrato é feita pela devida anotação na 

CTPS do empregado, não podendo ser suprida por 

o utro meio de prova.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

13

PDES1301/009-AnOrganizacional

60.  Legislar sobre águas, energia, informática, telecomunicações 

e radiodifusão é uma competência constitucional

(A)  privativa dos Estados e do Distrito Federal.

(B)  concorrente entre Estados, Distrito Federal e Municípios.

(C)  privativa da União.

(D)  concorrente entre União, Estados e Distrito Federal.

(E)  comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos 

Municípios.

61.  Assinale a alternativa que contempla hipótese de acumula-

ção de cargos públicos permitida pela Constituição Federal.

(A)  Um cargo de professor com outro técnico ou científico.

(B)  Um cargo de médico e outro técnico ou científico.

(C)  Um cargo administrativo em autarquia e outro igual em 

Fundação.

(D)  Dois cargos técnicos ou científicos.

(E)  Dois cargos administrativos.

62.  A propósito das regras de aposentadoria previstas na Consti-

tuição Federal, é correto afirmar que o servidor público será 

aposentado

(A)  pelo Regime Geral da Previdência Social, independen-

temente do cargo ocupado.

(B)  compulsoriamente, aos sessenta e cinco anos de idade.

(C)  voluntariamente, desde que cumprido tempo mínimo de 

vinte anos de exercício no serviço público e dez anos no 

respectivo cargo.

(D)  voluntariamente, quando atingir sessenta anos de idade 

e trinta de contribuição, se homem, e cinquenta anos de 

idade e vinte de contribuição, se mulher.

(E)  por invalidez permanente, com proventos integrais, se, 

entre outros casos, for decorrente de doença grave, na 

forma da lei.

63.  São todos atributos do ato administrativo:

(A)  presunção de legitimidade e veracidade; autoexecuto-

riedade; atipicidade e legalidade.

(B)  autoexecutoriedade; liberalidade; atipicidade e legalidade.

(C)  finalidade; competência; forma e motivação.

(D)  legalidade; impessoalidade; publicidade e eficiência.

(E)  presunção de legitimidade e veracidade; autoexecuto-

riedade; tipicidade e imperatividade.

56.  Considerando as classificações doutrinárias de constitui-

ções, pode-se afirmar que a Constituição Federal brasileira 

de 1988 é uma constituição
(A)  dogmática, imutável, promulgada e sintética.
(B)  histórica, escrita, semirrígida e semântica.
(C)  outorgada, histórica, rígida e extensa.
(D)  escrita, promulgada, rígida e analítica.
(E)  dogmática, flexível, promulgada e analítica.

57.  A respeito dos direitos e garantias fundamentais, previstos 

na Constituição Federal, é correto afirmar que
(A)  ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer algu-

ma coisa senão em virtude de lei ou decreto.

(B)  é livre a manifestação do pensamento, sendo garantido 

o anonimato.

(C)  é reconhecida a instituição do júri, que terá competên-

cia para julgar os crimes culposos contra a vida.

(D)  a lei penal não retroagirá, salvo para punir o réu que 

cometer crime hediondo ou de tráfico ilícito de entor-

pecentes.

(E)  a lei só poderá restringir a publicidade dos atos pro-

cessuais quando a defesa da intimidade ou o interesse 

s ocial o exigirem.

58.  Sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer 

violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por ile-

galidade ou abuso de poder, conceder-se-á
(A)  mandado de segurança.
(B)  habeas corpus.
(C)  alvará de soltura.
(D)  mandado de injunção.
(E)  ação popular.

59.  São direitos constitucionais dos trabalhadores urbanos e 

r urais, além de outros que visem à melhoria de sua condição 

social:
(A)  relação de emprego protegida contra despedida arbi-

trária com ou sem justa causa; e fundo de garantia do 

tempo de serviço.

(B)  remuneração do serviço extraordinário superior, no 

m ínimo, em cem por cento à do normal; e jornada de 

seis horas para o trabalho realizado em turnos ininter-

ruptos de revezamento, salvo negociação coletiva.

(C)  irredutibilidade do salário, salvo o disposto em conven-

ção ou acordo coletivo; e proteção do salário na forma 

da lei, constituindo crime sua retenção dolosa.

(D)  garantia de salário, nunca inferior ao mínimo, para os que 

percebem remuneração variável; e seguro-desemprego, 

em caso de desemprego voluntário ou involuntário.

(E)  décimo terceiro salário com base na remuneração in-

tegral ou no valor da aposentadoria; e salário-família 

pago em razão do dependente do trabalhador de qual-

quer renda.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

14

PDES1301/009-AnOrganizacional

66.  Nos moldes da Lei n.º 10.520/02, considerando-se a fase 

externa do pregão, se a oferta do licitante vencedor não for 

aceitável ou se o licitante desatender às exigências habilita-

tórias, o pregoeiro

(A)  examinará as ofertas subsequentes e a qualificação dos 

licitantes, na ordem de classificação, e, automatica-

mente, declarará vencedor o segundo classificado.

(B)  examinará as ofertas subsequentes e a qualificação dos 

licitantes, na ordem de classificação, e assim sucessi-

vamente, até a apuração de uma que atenda ao edital, 

sendo o respectivo licitante declarado vencedor.

(C)  deverá anular a licitação e, aproveitando a mesma ses-

são, convocará todos os demais licitantes a apresentar 

novas propostas em uma nova sessão a ser designada 

em até trinta dias.

(D)  declarará a licitação fracassada e deverá publicar novo 

edital convocando todos os licitantes, e outros eventuais 

interessados, para uma nova licitação, mantidas as con-

dições da licitação anterior.

(E)  abrirá a oportunidade a todos os demais licitantes, e 

a outros interessados que estejam na mesma sessão, a 

apresentar novas propostas que sejam iguais ou melho-

res que aquela do licitante vencedor.

67.  Conforme dispõe o Decreto Estadual n.º 2.458-R, a licitação 

na modalidade de pregão, na forma eletrônica, não se aplica 

às contratações

(A)  para aquisição de material de escritório e suprimentos 

de informática.

(B)  destinadas à aquisição de bens e serviços comuns.

(C)  de obras de engenharia, bem como às locações imobi-

liárias e alienações em geral.

(D)  de bens e serviços destinados ao consumo de órgãos da 

Administração Indireta.

(E)  de bens cujos padrões de desempenho e qualidade pos-

sam ser objetivamente definidos pelo edital, por meio 

de especificações usuais praticadas no mercado.

68.  “Os servidores públicos devem agir conscientemente e em 

conformidade com os princípios e valores estabelecidos 

no Código de Ética dos Servidores do Estado do Espírito 

Santo e na legislação aplicável, sempre defendendo o bem 

comum.” Este é um princípio fundamental denominado

(A)  imparcialidade.

(B)  transparência.

(C)  integridade.

(D)  honestidade.

(E)  respeito.

64.  Assinale a alternativa que está em consonância com o dis-

posto na Lei n.º 8.429/92.

(A)  Ocorrendo lesão ao patrimônio público por ação ou 

omissão, dolosa ou culposa, do agente ou de terceiro, 

o responsável responderá pelo crime de improbidade 

a dministrativa, ficando sujeito à pena de reclusão.

(B)  No caso de enriquecimento ilícito, perderá o agent e 

p úblico ou terceiro beneficiário os bens ou valores 

acrescidos ao seu patrimônio, além de ter cassados os 

seus direitos políticos.

(C)  As cominações da Lei aplicam-se, exclusivamente, aos 

servidores publicos, mas o particular que concorrer para 

a prática do ato lesivo ao patrimônio público poderá 

responder criminalmente pela sua conduta.

(D)  Quando o ato de improbidade causar lesão ao patrimô-

nio público ou ensejar enriquecimento ilícito, caberá à 

autoridade administrativa responsável pelo inquérito 

representar ao Ministério Público, para a indisponibili-

dade dos bens do indiciado.

(E)  O sucessor daquele que causar lesão ao patrimônio 

p úblico ou enriquecer ilicitamente está sujeito às comi-

nações da Lei até o limite do valor do débito.

65.  Segundo a Lei n.º 8.666/93, se um órgão público necessitar 

de uma perícia técnica,

(A)  deverá utilizar pessoal concursado dos seus próprios 

quadros de servidores.

(B)  poderá contratar terceiros, sem necessidade de licitação, 

por se tratar de serviço técnico profissional que permite 

a dispensa de licitação.

(C)  deverá contratar particular especializado por meio de 

licitação na modalidade concorrência.

(D)  poderá contratar particular, sem licitação, por inexigibi-

lidade, na hipótese de se tratar de serviço técnico profis-

sional singular e de notória especialização.

(E)  deverá contratar particular especializado por meio de 

licitação na modalidade concurso.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html

15

PDES1301/009-AnOrganizacional

69.  Na hipótese de o servidor testemunhar uma conduta irregu-

lar de seu superior hierárquico que atente contra o Código  

de Ética dos Servidores Públicos do Estado do Espírito 

Santo, é correto afirmar que o servidor

(A)  deve adverti-lo verbal e pessoalmente, aconselhando-o a 

não mais praticar condutas desse tipo.

(B)  nada poderá fazer, uma vez que não tem competência 

nem poder para tomar qualquer medida sobre o assunto.

(C)  tem o dever de denunciá-lo anonimamente perante a  

ouvidoria do órgão em que trabalha.

(D)  deve se abster de tomar qualquer providência, em res-

peito ao princípio da hierarquia.

(E)  deve representar contra o seu superior, levando a irregu-

laridade ao conhecimento da autoridade.

70.  É dever do servidor, diante de qualquer situação, verificar 

se há conflito com os princípios e diretrizes do Código de 

Ética dos Servidores do Estado do Espírito Santo, devendo 

questionar se: seu ato viola lei ou regulamento; seu ato é  

razoável e prioriza o interesse público; sentir-se-ia bem, 

caso sua conduta fosse tornada pública. No entanto, em caso 

de dúvida, o servidor deverá

(A)  pedir autorização por escrito para o seu chefe imediato 

antes de praticar o ato.

(B)  consultar as respectivas comissões de ética.

(C)  praticar o ato, com base no princípio da independên-

cia, assumindo a responsabilidade pelo resultado a ser 

obtido.

(D)  pedir para outro servidor praticar o ato em seu lugar, 

alegando escusa de consciência.

(E)  consultar a autoridade de mais alta hierarquia dentro do 

órgão em que trabalha.

vunesp-2014-prodest-es-analista-organizacional-area-administrativa-prova.pdf-html.html