Prova Concurso - Arquitetura - 2017-PREFEITURA-DE-SALVADOR-BA-TECNICO-DE-NIVEL-SUPERIOR-II-ARQUITETURA-E-URBANISMO - FGV - PREFEITURA - 2017

Prova - Arquitetura - 2017-PREFEITURA-DE-SALVADOR-BA-TECNICO-DE-NIVEL-SUPERIOR-II-ARQUITETURA-E-URBANISMO - FGV - PREFEITURA - 2017

Detalhes

Profissão: Arquitetura
Cargo: 2017-PREFEITURA-DE-SALVADOR-BA-TECNICO-DE-NIVEL-SUPERIOR-II-ARQUITETURA-E-URBANISMO
Órgão: PREFEITURA
Banca: FGV
Ano: 2017
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ARQUITETOEBSERH2018
ESPECIALISTA-PORTUARIO-ARQUITETURAEMAP2018
ARQUITETOPREFEITURA2018

Gabarito

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II -  
Suporte Administrativo na especialidade de Administração – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

C

 

E

 

A

 

D

 

B

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

A

 

D

 

D

 

D

 

C

 

E

 

E

 

E

 

D

 

E

 

C

 

D

 

B

 

D

 

B

 

E

 

D

 

B

 

B

 

A

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

D

 

E

 

D

 

B

 

C

 

B

 

A

 

E

 

D

 

D

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II -  
Suporte Administrativo na especialidade de Arquitetura e Urbanismo – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

C

 

E

 

A

 

D

 

B

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

E

 

A

 

C

 

B

 

B

 

A

 

D

 

E

 

D

 

A

 

A

 

B

 

E

 

D

 

C

 

B

 

C

 

D

 

B

 

B

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

B

 

A

 

E

 

D

 

C

 

C

 

E

 

B

 

B

 

D

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II –  
Suporte Administrativo na especialidade de Ciências Contábeis – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

B

 

D

 

B

 

B

 

E

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

C

 

A

 

A

 

B

 

D

 

E

 

D

 

A

 

C

 

D

 

D

 

A

 

B

 

D

 

D

 

E

 

A

 

E

 

C

 

E

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A

 

C

 

C

 

C

 

B

 

E

 

E

 

B

 

B

 

B

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II –  
Suporte  Administrativo  na  especialidade  de  Comunicação  Social  com  habilitação  em 
Jornalismo ou em Relações Públicas ou em Publicidade e Propaganda – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

C

 

E

 

A

 

D

 

B

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

B

 

A

 

C

 

D

 

B

 

D

 

D

 

E

 

E

 

C

 

B

 

D

 

B

 

A

 

A

 

B

 

A

 

C

 

E

 

A

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

B

 

C

 

D

 

E

 

E

 

C

 

D

 

E

 

C

 

A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo na especialidade de Direito – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

C

 

E

 

A

 

D

 

B

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

C

 

B

 

D

 

A

 

E

 

C

 

C

 

D

 

E

 

E

 

A

 

D

 

B

 

C

 

B

 

A

 

D

 

B

 

B

 

E

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A

 

E

 

C

 

C

 

D

 

D

 

C

 

A

 

C

 

C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo na especialidade de Direito – Tipo 2 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

A

 

D

 

D

 

B

 

C

 

C

 

E

 

D

 

A

 

A

 

D

 

B

 

B

 

C

 

E

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

C

 

E

 

C

 

C

 

A

 

E

 

E

 

B

 

D

 

D

 

D

 

B

 

A

 

A

 

B

 

D

 

B

 

C

 

A

 

C

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

C

 

E

 

B

 

E

 

D

 

C

 

A

 

D

 

C

 

C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II –  
Suporte Administrativo na especialidade de Economia ou Gestão Financeira – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

B

 

D

 

B

 

B

 

E

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

D

 

B

 

E

 

A

 

B

 

C

 

B

 

C

 

A

 

E

 

B

 

D

 

C

 

A

 

E

 

B

 

E

 

C

 

B

 

E

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A

 

B

 

C

 

E

 

E

 

D

 

B

 

D

 

D

 

C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II –  
Suporte Administrativo na especialidade de Engenharia Ambiental – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

B

 

D

 

B

 

B

 

E

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

E

 

C

 

D

 

E

 

E

 

A

 

C

 

B

 

D

 

C

 

B

 

B

 

A

 

D

 

B

 

B

 

C

 

A

 

A

 

D

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

C

 

C

 

D

 

D

 

B

 

D

 

E

 

A

 

A

 

D

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II –  
Suporte Administrativo na especialidade de Engenharia Civil – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

B

 

D

 

B

 

B

 

E

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

B

 

A

 

D

 

E

 

C

 

A

 

D

 

E

 

D

 

A

 

D

 

B

 

A

 

D

 

E

 

E

 

E

 

D

 

E

 

B

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

D

 

B

 

D

 

A

 

D

 

C

 

A

 

B

 

E

 

A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II –  
Suporte Administrativo na especialidade de Engenharia Elétrica – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

B

 

D

 

B

 

B

 

E

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

B

 

*

 

C

 

B

 

B

 

D

 

A

 

E

 

B

 

C

 

C

 

B

 

D

 

A

 

E

 

D

 

E

 

A

 

A

 

C

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E

 

B

 

A

 

C

 

E

 

C

 

B

 

D

 

E

 

C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
(*) Questão anulada 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

CONCURSO PÚBLICO 2017 

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR / BA 

 

GABARITOS – PROVAS DO DIA 03/09/2017

 

 

 

 
 
 

GABARITO DEFINITIVO 

 
 

 

Técnico de Nível Superior II –  
Suporte Administrativo na especialidade de Urbanismo – Tipo 1 

 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

C

 

E

 

A

 

D

 

B

 

E

 

B

 

C

 

E

 

D

 

C

 

A

 

B

 

D

 

A

 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

D

 

C

 

D

 

E

 

A

 

A

 

E

 

A

 

A

 

C

 

A

 

A

 

C

 

B

 

C

 

D

 

C

 

E

 

E

 

E

 

61 

62 

63 

64 

65 

66 

67 

68 

69 

70 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

B

 

A

 

B

 

B

 

D

 

C

 

D

 

E

 

B

 

C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prova

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

 

 

 

Prefeitura de Salvador

 

 

 

Concurso Público 2017

 

MANHà

 

 

 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo 

Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

 

Tipo 1 – BRANCA

 
 

 

Além deste caderno de prova, contendo setenta 
questões objetivas, você receberá do fiscal de sala: 

 

• 

uma folha destinada às respostas das questões 
objetivas. 

 

 

 

 

• 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

• 

As questões objetivas têm cinco alternativas de 
resposta (A, B, C, D, E) e somente uma delas está 
correta; 

• 

Verifique se seu caderno está completo, sem 
repetição de questões ou falhas. Caso contrário, 
notifique imediatamente o fiscal da sala, para que 
sejam tomadas as devidas providências; 

• 

Confira seus dados pessoais, especialmente nome, 
número de inscrição e documento de identidade e 
leia atentamente as instruções para preencher a 
folha de respostas; 

• 

Use somente caneta esferográfica, em material 
transparente, com tinta preta ou azul; 

• 

Assine seu nome apenas nos espaços reservados; 

• 

Confira seu cargo, cor e tipo do caderno de 
provas. Caso tenha recebido caderno de cargo ou 
cor ou tipo DIFERENTE do impresso em sua folha 
de respostas, o fiscal deve ser OBRIGATORIAMENTE 
informado para o devido registro na ata da sala; 

• 

O preenchimento das respostas da prova objetiva 
é de sua responsabilidade e não será permitida a 
troca de folha de respostas em caso de erro; 

• 

Reserve tempo suficiente para o preenchimento 
de suas respostas. Para fins de avaliação, serão 
levadas em consideração apenas as marcações 
realizadas na folha de respostas da prova objetiva, 
não sendo permitido anotar informações relativas 
às respostas em qualquer outro meio que não seja 
o caderno de provas; 

• 

A FGV coletará as impressões digitais dos 
candidatos na folha de respostas; 

• 

Durante a realização das provas, os candidatos 
serão submetidos ao sistema de detecção de 
metais quando do ingresso e da saída de 
sanitários. 

 

• 

4 horas 

 

é o tempo disponível para a realização 

da prova, já incluído o tempo para a marcação da 
folha de respostas da prova objetiva;  

• 

1 hora após o início da prova é possível retirar-
se da sala, sem levar o caderno de provas; 

• 

1 hora antes do término do período de prova é 
possível retirar-se da sala levando o caderno de 
provas.

 

• 

Qualquer tipo de comunicação entre os 
candidatos durante a aplicação da prova; 

• 

Levantar da cadeira sem autorização do fiscal de 
sala; 

• 

Usar o sanitário ao término da prova, após 
deixar a sala. 

SUA PROVA 

TEMPO 

NÃO SERÁ PERMITIDO 

INFORMAÇÕES GERAIS 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

 

 

 

 

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 3 

Língua Portuguesa 

TEXTO 1  

BELEZA COMO MANDAMENTO 

Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema. 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras, 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou 
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna? 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase, 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm 
imaginação”. Dos não artistas, portanto. 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação 
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se 
desvirtuar, de perder o rumo. 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote, 
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo 
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano, 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.  

(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado) 

 

“Posso falar de arte e artistas outra vez? Espero que, em algum 
lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras, mesmo poucos, que se 
interessem pela figura singular e tão fundamental do artista”. 
Desse segmento do texto 1, pode-se inferir várias afirmações. 
Assinale a opção que apresenta uma inferência inadequada
(A)  O colunista já explorou o tema sobre arte e artistas em outras 

ocasiões. 

(B)  O colunista escreve fora do Brasil. 
(C) O termo “mesmo poucos” indica um elogio a uma pequena 

parte de seus leitores. 

(D) O termo “leitores e leitoras” indica respeito pela divisão de 

gêneros. 

(E)  Os adjetivos “singular” e “fundamental” mostram o apreço do 

colunista por artistas. 

 

Sobre a pergunta inicial do texto “Posso falar de arte e artistas 
outra ve
z?”, assinale a afirmativa correta. 
(A) Indica interesse do colunista em exaltar determinado tipo de 

leitor. 

(B) Pretende popularizar a discussão do tema por meio de 

linguagem coloquial. 

(C) Mostra polidez social por solicitar hipocritamente uma 

permissão. 

(D) Denuncia o atraso cultural do país por pedir permissão para 

tratar de tema culto. 

(E)  Procura interagir com seus possíveis leitores, como em outros 

momentos. 

 

Assinale o segmento do texto que mostra um emprego de 
linguagem informal. 
(A)  “Posso falar de arte e artistas outra vez?”. 
(B)  “Ou quem sabe dou sorte e há um ou outro artista aí fora”. 
(C)  “O que distingue o artista é a busca incondicional da beleza”. 
(D)  “Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo todo”. 
(E)  “A objetividade e os bons princípios são temas para outros 

tipos humanos”. 

 

Para defender suas ideias, o colunista apela para um conjunto de 
argumentos, destacando-se, particularmente, 
(A)  as citações de autores mundialmente famosos. 
(B)  as opiniões pessoais do colunista. 
(C)  a autoridade do jornal em que escreve. 
(D)  a intertextualidade com outros textos de valor. 
(E)  a multiplicidade de vozes que apoiam a visão do colunista. 
 

“Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica qualquer 
conteúdo, qualquer coerência, por uma bela frase, por um belo 
gesto, por um belo efeito plástico ou cênico”. 
Isso equivale a dizer que 
(A)  a valiosa obra de arte não pode mostrar qualquer coerência. 
(B) os artistas verdadeiros devem procurar escrever sobre 

“nada”. 

(C) a beleza formal deve prevalecer sobre outros aspectos da 

arte. 

(D) os efeitos plásticos ou cênicos são consequência da falta de 

coerência. 

(E) os artistas devem sacrificar seus princípios em função da 

obtenção de beleza. 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 4 

“Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão”. Nesse segmento 
não se pode confundir “imoralidade” com “amoralidade”, seu 
parônimo.  
Assinale a frase a seguir em que houve troca indevida entre 
parônimos. 
(A)  “O Ministério dilatou os prazos anteriormente fixados”. 
(B)  “A quantia vultosa impressionou os juízes do caso”. 
(C)  “O Governo pretende taxar as bebidas importadas”. 
(D) “O Hospital pretendia oferecer um ambiente totalmente 

acético”. 

(E)  “Os policiais o prenderam com discrição”. 
 

O colunista declara que a coerência não é imprescindível em uma 
obra de arte.  
Assinale a opção que apresenta a frase em que a coerência foi 
respeitada. 
(A)  “Saiu nu pela rua, apenas com a roupa de baixo”. 
(B) “As Forças Armadas fizeram intensa campanha contra a 

repressão ao roubo de cargas”. 

(C) “Na próxima oportunidade, não deixe de incluir-me fora da 

lista de convidados”. 

(D) “Não gosto de restaurantes caros; gosto de restaurantes 

bons”. 

(E) “O crítico de futebol está sempre com a razão, porque só 

começa a falar quando o jogo termina”. 

 

“E a obra artística resvala para a mentira, o engano, para a 
fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão”. 
Nessas frases, o colunista 
(A) contraria, surpreendentemente, suas afirmações anteriores. 
(B)  indica as más consequências para os artistas que respeitam a 

coerência. 

(C)  condena temáticas não belas nas obras de arte. 
(D)  denuncia a presença, entre nós, de maus artistas. 
(E)  mostra o triunfo da beleza sobre questões morais. 
 

“Posso falar de arte e artistas outra vez? Espero que, em algum 
lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras, mesmo poucos, que se 
interessem pela figura tão singular e tão fundamental do artista”. 
Nesses períodos prevalece a função de linguagem denominada 
(A) metalinguística. 
(B)  conativa ou apelativa. 
(C)  emotiva ou expressiva. 
(D) poética. 
(E) referencial. 
 

10 

O título dado ao texto é “Beleza como mandamento”. Tendo em 
vista o que é expresso no texto, podemos dizer que tal título 
(A)  mostra uma firme convicção do colunista. 
(B)  indica um tema polêmico, que é esclarecido no texto. 
(C)  destaca um aspecto inédito das obras literárias modernas. 
(D) insinua uma dúvida do colunista sobre o papel da arte e dos 

artistas. 

(E)  apoia uma opinião que é combatida no corpo do texto. 
 

11 

A citação de Oscar Wilde no segundo parágrafo do texto tem a 
função textual de 
(A)  indicar um ponto de vista oposto ao do colunista. 
(B)  esclarecer uma opinião expressa anteriormente. 
(C)  dar mais valor ao texto pela presença de autores cultos. 
(D)  conferir mais credibilidade ao parecer do colunista. 
(E)  valorizar a figura respeitada de Oscar Wilde. 
 

12 

Sobre as aspas empregadas nos vocábulos “conteúdo” e 
“coerência”, assinale a afirmativa correta. 
(A)  Não se justificam em termos de padrão culto da língua. 
(B)  Destacam termos que são argumentativamente importantes. 
(C) Sublinham termos que são normalmente usados em 

linguagem não artística. 

(D)  Ironizam empregos equivocados na literatura. 
(E)  Reproduzem termos já empregados pelo mesmo colunista em 

outras ocasiões. 

 

13 

Dentre as opções a seguir, a palavra que mostra um processo de 
formação distinto do das demais palavras é: 
(A) objetividade. 
(B) segundo. 
(C) cientista. 
(D) respectivamente. 
(E) fabulação. 
 

14 

No primeiro parágrafo, o texto 1 fala de “um ou outro artista aí 
fora, extraviado nesta coluna?”. 
Nesse caso, os artistas estariam “extraviados” porque 
(A)  o colunista não deve tratar de temas relacionados à arte. 
(B)  a coluna aborda temas de forma diferente. 
(C)  o acaso pode levar alguns artistas a gostarem da coluna. 
(D)  os leitores de jornais diários não gostam de arte. 
(E)  elaborariam obras de arte distantes do interesse do público. 
 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 5 

15 

O texto lido utiliza um conjunto de palavras terminadas pelo 
mesmo sufixo – ção
Assinale a alternativa que apresenta as palavras que têm 
rigorosamente a mesma formação. 
(A)  Imaginação / afeição.  
(B)  Fabulação / perfeição. 
(C)  Perfeição / instalação. 
(D)  Instalação / imaginação. 
(E)  Afeição / fabulação. 
 
 

Raciocínio Lógico 

16 

Em um concurso, há 150 candidatos em apenas duas categorias: 
nível superior e nível médio.  
Sabe-se que: 
•  dentre os candidatos, 82 são homens; 
•  o número de candidatos homens de nível superior é igual ao 

de mulheres de nível médio; 

•  dentre os candidatos de nível superior, 31 são mulheres. 
O número de candidatos homens de nível médio é 
(A) 42. 
(B) 45. 
(C) 48. 
(D) 50. 
(E) 52. 
 

17 

Em um grupo de 10 pessoas, o peso médio é de 86 kg. Duas 
pessoas, uma pesando 90 kg e outra pesando 70 kg, saíram do 
grupo.  
O peso médio das pessoas restantes é de 
(A) 81,5 kg. 
(B) 83,0 kg. 
(C) 87,5 kg. 
(D) 85,5 kg. 
(E) 89,0 kg. 
 

18 

A cidade de Salvador foi fundada em 29 de março de 1549, uma 
sexta-feira. Nesse ano, o dia 1º de janeiro foi 
(A) uma segunda-feira. 
(B) uma terça-feira. 
(C) uma quarta-feira. 
(D) uma quinta-feira. 
(E) um sábado. 
 

19 

Considere a afirmação:  

“Todos os baianos gostam de axé e de acarajé”. 

A negação lógica dessa frase é: 
(A)  “Nenhum baiano gosta de axé nem de acarajé”. 
(B)  “Nenhum baiano gosta de axé ou de acarajé”. 
(C)  “Alguns baianos gostam de axé, mas não de acarajé”. 
(D)  “Quem não gosta de axé nem de acarajé não é baiano”. 
(E) “Pelo menos um baiano não gosta de axé ou não gosta de 

acarajé”. 

 

20 

Uma companhia de táxis registrou o número de atendimentos em 
cada dia de certa semana. Esses dados podem ser vistos no 
gráfico a seguir. 

 

Os atendimentos dos três primeiros dias da semana representam, 
do total de atendimentos da semana, o percentual aproximado 
de  
(A) 44%. 
(B) 48%. 
(C) 52%. 
(D) 55%. 
(E) 58%. 
 

21 

Beatriz pediu a Lucas para escolher um número inteiro sem dizer 
qual é. Em seguida, ela pediu que ele fizesse, sucessivamente, 
algumas operações aritméticas começando com o número 
escolhido: 
  some 6; 
  multiplique o resultado por 2; 
  subtraia 14 do que você encontrou; 
  multiplique esse número por 3; e, finalmente, 
  some 8. 
O resultado final encontrado por Lucas foi 140.  
O número em que ele pensou inicialmente 
(A)  está entre 10 e 20. 
(B)  é múltiplo de 3. 
(C)  é múltiplo de 7. 
(D) é primo 
(E)  tem o algarismo das unidades igual a 5. 
 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 6 

22 

Na reta final de uma corrida de carros, os dois primeiros 
colocados estavam a 210 km/h, mas o segundo colocado passou 
pela linha de chegada 0,3 segundo após o primeiro. 

 

Quando o primeiro cruzou a linha de chegada, a distância d entre 
os dois carros era  
(A) 17,5 m. 
(B) 18,6 m. 
(C) 19,6 m. 
(D) 20,4 m. 
(E) 21,0 m. 
 

23 

Entre  as  pessoas  A,  B,  C,  D  e  E, será sorteada uma comissão de 
três membros. A probabilidade de que A e B estejam na comissão 
ou de que C esteja na comissão, é de 
(A) 60%. 
(B) 64%. 
(C) 72%. 
(D) 75%. 
(E) 80%. 
 

24 

A figura a seguir mostra, do lado esquerdo, um triângulo 
equilátero ABC, com 9 cm de lado.  
Sobre os lados desse triângulo, foram construídos novos 
triângulos equiláteros, o que deu origem ao polígono P, que se vê 
à direita. 

 

O perímetro do polígono P, em centímetros, é 
(A) 54. 
(B) 60. 
(C) 72. 
(D) 81. 
(E) 108. 
 

25 

Cinco pessoas de diferentes alturas devem ocupar as cinco 
cadeiras abaixo para uma fotografia. 

 

O fotógrafo pediu que nem o mais baixo nem o mais alto 
ocupassem as cadeiras das extremidades.  
Respeitando essa condição, o número de maneiras como as 
pessoas podem se posicionar para a fotografia é  
(A) 12. 
(B) 18. 
(C) 24. 
(D) 36. 
(E) 72. 
 

26 

Severino pagou uma conta de luz de R$ 350,00. Ele descobriu 
depois que, do valor que pagou, 46% são impostos.  
Se o imposto fosse de apenas 10% do valor da conta, a conta de 
Severino seria de 
(A) R$ 206,00. 
(B) R$ 208,00. 
(C) R$ 210,00. 
(D) R$ 212,00. 
(E) R$ 215,00. 
 

27 

A figura a seguir mostra um rio de margens retas e paralelas.  

 

João, que está em uma das margens, gostaria de obter uma 
medida aproximada da largura do rio. Para isso, adotou o 
seguinte procedimento: 
  buscou um ponto de referência na margem oposta e 

encontrou a pedra P

  fixou uma estaca no ponto A, de forma que AP fosse 

perpendicular ao rio; 

  caminhou paralelamente ao rio, fixou uma estaca em  B e 

depois outra em C;  

  a partir de C, caminhou perpendicularmente ao rio até que, 

no ponto D, viu as estacas B e P alinhadas com D;   

  fixou mais uma estaca nesse ponto e, com uma trena, mediu 

as distâncias AB = 20m, BC = 6m e CD = 8,4m. 

A distância, em metros, de A até P é de 
(A) 22,6. 
(B) 24,0. 
(C) 25,5. 
(D) 27,2. 
(E) 28,0. 
 

P

A

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 7 

28 

Considere a afirmação:  

“Se um sapo é verde, então não come minhoca”. 

A partir dessa afirmação, conclui-se, logicamente, que 
(A)  “Se um sapo come minhoca, então não é verde”. 
(B)  “Se um sapo não come minhoca, então é verde”. 
(C)  “Se um sapo não é verde, então come minhoca”. 
(D)  “Um sapo é verde, ou não come minhoca”. 
(E)  “Um sapo não é verde, ou come minhoca”. 
 

29 

A figura a seguir mostra o plano cartesiano dividido em 
quadradinhos de 1 cm de lado. Uma linha poligonal, com início na 
origem, foi construída, mantendo sempre o mesmo padrão, como 
mostrado na figura. 

 

A linha poligonal tem 200 cm de comprimento. 
A extremidade da linha poligonal é o ponto 
(A) (84, 1). 
(B) (84, 2). 
(C) (86, 1). 
(D) (85, 1).  
(E) (85, 2). 
 

30 

Dalva, Bruna e Carla são advogadas, sendo duas delas irmãs. Cada 
advogada possui uma especialidade: uma é trabalhista; outra, 
civilista; e, a outra, penalista. 
Sabe-se que: 
  Dalva não é advogada trabalhista; 
  Bruna não é advogada civilista; 
  a irmã de Carla é advogada penalista; 
  a que não tem irmã nesse grupo é advogada trabalhista. 
É correto concluir que 
(A)  Dalva é advogada civilista. 
(B)  Carla é advogada civilista. 
(C)  Bruna é advogada penalista. 
(D)  Carla é advogada trabalhista. 
(E)  Bruna e Carla são irmãs. 
 
 

Atualidades 

31 

 

Manifestantes venezuelanos protestam contra as políticas de Nicolás 
Maduro com um cartaz, no qual se lê: "Insegurança. Inflação. Escassez. 
Violência. Esta não é a Venezuela onde cresci # SOS". 

 

Desde a morte de Hugo Chávez, em 2013, as tensões entre o 
governo de Nicolás Maduro e a oposição se intensificaram e o 
atual presidente está em dificuldade para dar continuidade às 
políticas do "socialismo bolivariano" de seu antecessor.  
Assinale a opção que identifica corretamente um fator que vem  
agravando a recente crise política e econômica da Venezuela

.

 

(A) A queda nas exportações de petróleo, em função do avanço 

da demanda por fontes de energias renováveis no mercado 
internacional. 

(B) O desabastecimento crônico, causado pela política de 

privatização dos setores básicos de produção e distribuição 
de alimentos e insumos. 

(C) 

O intervencionismo norte-americano, responsável pela 
instalação de bases militares no país e pelo patrulhamento do 
Pacífico pela quarta frota dos Estados Unidos. 

(D) A expulsão da Venezuela da Organização dos Estados 

Americanos (OEA) em razão de seu apoio ao regime de Cuba 
e Honduras. 

(E) A perda da maioria no Legislativo, por parte das forças 

chavistas nas eleições de dezembro de 2015, o que 
aprofundou o impasse entre a oposição e o governo de 
Maduro. 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 8 

32 

A denúncia de desvios de verbas, a investigação de agentes 
públicos e privados, o desmantelamento de esquemas para 
beneficiar indevidamente órgãos e instituições, têm ocupado as 
manchetes diárias da mídia impressa e televisiva, familiarizando o 
cidadão brasileiro com uma terminologia jurídica sobre os crimes 
associados à corrupção. 
Relacione os tipos de crime listados abaixo às suas respectivas 
caracterizações. 
1. Corrupção 

ativa 

2.  Tráfico de influência 
3. Extorsão 
(  )  Oferecimento de alguma forma de compensação para que o 

agente público deixe de fazer algo que, dentro de suas 
funções,  deveria fazer. 

(  )  Uso de uma posição privilegiada dentro de uma empresa ou 

entidade, ou das conexões com pessoas em posição de 
autoridade, para obter favores ou benefícios para terceiros. 

(  ) Ato de obrigar alguém a fazer ou deixar de fazer alguma 

coisa, mediante violência ou ameaça, com a intenção de 
obter vantagem, recompensa ou lucro. 

Assinale a opção que mostra a relação correta, de cima para 
baixo. 
(A)  1, 3 e 2 
(B)  1, 2 e 3 
(C)  2, 1 e 3 
(D)  2, 3 e 1 
(E)  3, 2 e 1 
 

33 

A política de imigração do Governo Trump é alvo de duras críticas 
veiculadas pela imprensa e pelas redes sociais, como no exemplo 
das charges a seguir, que, além de imagens contundentes, 
apresentam dizeres como "Não ao banimento". 
 

 

http://indianexpress.com

 

As medidas polêmicas da política norte-americana de imigração, 
listadas a seguir estão corretas, à exceção de uma. Assinale-a. 
(A)  O projeto de construção de um muro na divisa com o México, 

para impedir a entrada de imigrantes e refugiados por essa 
fronteira. 

(B)  O aumento da fiscalização dos visitantes que requerem visto 

de entrada para os Estados Unidos, incluindo a verificação de 
dados das redes sociais. 

(C) A criação de legislação para estimular a imigração de 

empresários cubanos para os Estados Unidos, de modo a 
enfraquecer e isolar a economia cubana.  

(D) A proposta de mudança nos critérios para concessão do 

green card (autorização para residência nos Estados Unidos), 
privilegiando imigrantes qualificados de língua inglesa. 

(E) O decreto anti-imigração impedindo a entrada nos Estados 

Unidos de cidadãos de países muçulmanos (como o  Irã e o 
Iêmen) que não tenham vínculo com pessoas ou entidades 
norte-americanas. 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 9 

34 

O IBGE divulgou que o PIB (Produto Interno Bruto) cresceu 1% no 
primeiro trimestre de 2016, em relação ao quarto trimestre do 
mesmo ano, já retirados os efeitos sazonais. É o primeiro número 
positivo desde o final de 2014, e o principal fator para este 
resultado foi o desempenho do setor agropecuário, que cresceu 
13,4% no período. Os serviços, que respondem por mais de 70% 
do PIB, ficaram estáveis. A indústria também teve resultado 
positivo, com alta de 0,9%.

 

(Adaptado de 

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/)

 

Com relação ao desempenho positivo do agronegócio brasileiro, 
analise as afirmativas a seguir
I.  O agronegócio é responsável por uma grande parte da 

produção nacional brasileira, impulsionando também a 
demanda em outros segmentos, como, por exemplo, o de 
insumos e o de transporte de cargas. 

II.  O agronegócio tem papel relevante no incremento das 

exportações brasileiras para países orientais, sobretudo a 
China, que concentram a demanda em produtos do complexo 
da soja. 

III. O agronegócio expandiu suas cadeias produtivas graças à 

ampliação de áreas de cultivo e ao desenvolvimento de novas 
tecnologias, sendo responsável pela geração de empregos no 
campo. 

Está correto o que se afirma em 
(A) I, somente. 
(B) II, somente. 
(C) III, somente. 
(D)  I e II, somente. 
(E)  I, II e III. 
 

35 

 

http://portal.iphan.gov.br 

Em 2013, a Festa do Nosso Senhor do Bonfim, comemorada em 
Salvador (BA), recebeu o título de Patrimônio Cultural do Brasil.

 

A principal razão para esse reconhecimento está associada 
(A) à valorização de ritmos musicais e danças brasileiras de 

origem luso-africanas. 

(B) à política de inclusão de tradições africanas e indígenas na 

cultura erudita do país. 

(C)  ao incentivo de ações afirmativas e de mobilização social da 

juventude. 

(D) ao reconhecimento da vivência coletiva da religiosidade 

católica e afro-brasileira. 

(E) à preservação de bens arquitetônicos e arqueológicos 

soteropolitanos. 

 

36 

 

O Congresso representa quem, mesmo? 

 

in Revista Caros Amigos, Ano XIX, julho de 2015. 

A respeito da relação entre a sociedade brasileira e sua 
representação no Parlamento Federal, com base no gráfico, 
assinale (V) para a afirmativa verdadeira e (F) para a falsa. 

 

) Os segmentos indicados a partir de suas atividades 

econômicas mostram uma representação política 
inversamente proporcional à sua expressão numérica na 
sociedade brasileira. 

(  )  Há  grandes  disparidades  entre segmentos da população 

brasileira e seus representantes no Congresso, embora as 
questões étnicas sejam as que apresentam menor 
divergência. 

(  )  Os  segmentos  majoritários  da sociedade brasileira possuem 

representação proporcional no Parlamento, indicando um 
processo de amadurecimento das instituições democráticas 
no país. 

As afirmativas são, de cima para baixo. 
(A)  F – V – F. 
(B)  F – V – V. 
(C)  V – F – F. 
(D)  V – V – F. 
(E)  F – F – V. 
 

37 

Nos últimos anos, os cientistas descobriram uma nova técnica 
para "recortar" e mudar partes do código genético, conseguindo 
eliminar trechos indesejados do genoma, que causam doenças e, 
se necessário, inserir novas sequências no local. Essa 
possibilidade de "cortar e colar" partes do código genético tornou 
possível a cura de algumas condições hereditárias, como, por 
exemplo, o diabetes, a obesidade, a fibrose cística e tipos graves 
de distrofia muscular. 
Essa nova técnica é conhecida como 
(A)  edição de DNA. 
(B)  transplante de órgãos. 
(C)  implante de células-tronco. 
(D)  reprodução por clonagem. 
(E) inseminação artificial. 
 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 10 

38 

A Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia criou um 
mapa das experiências socioambientais, com o objetivo de 
divulgar e promover as ações voltadas à sustentabilidade 
existentes no estado. Leia o relato do projeto "Barreiras mais 
verde", que começou em 2015 no Município de Barreiras, no 
bioma Cerrado da Bahia. 
O “Barreiras Mais Verde” é uma ação da Secretaria de Meio 
Ambiente de Barreiras com o objetivo de realizar o 
reflorestamento do Parque do Humaitá a partir do plantio de 
13.600 mudas e disponibilizar mudas para a arborização da 
cidade. Para atender a essa demanda, e também às demandas da 
sociedade, foi implantado um viveiro onde são cultivadas espécies 
nativas. O viveiro também funciona como um espaço educador, 
onde são realizadas constantemente atividades de Educação 
ambiental durante as visitas das escolas. 
A experiência relatada promove ações diretamente voltadas para 
(A)  a descontaminação de lençol freático. 
(B)  a conservação da biodiversidade. 
(C)  o cooperativismo de base popular. 
(D)  o beneficiamento econômico. 
(E)  o consumo sustentável. 
 

39 

Observe o mapa do IBGE a respeito do PIB global do Estado da 
Bahia. 

 

As opções a seguir apresentam afirmativas corretas sobre as 
contribuições dos municípios para o Produto Interno Bruto (PIB) 
do Estado, à exceção de uma. Assinale-a.  
(A) 

O PIB da Bahia está concentrado na Região Metropolitana de 
Salvador (RMS), o que a transforma em um polo de riqueza 
nacional. 

(B)  A elevada participação de Salvador no PIB baiano deve-se ao 

fato de ser o município mais populoso, além de um 
importante polo de turismo e comércio. 

(C) 

Os PIBs de Camaçari, Candeias e Simões Filho se justificam 
pela participação na cadeia do petróleo e na indústria 
petroquímica do Estado.

 

(D) A economia de Vitória da Conquista foi impulsionada pela 

presença de usinas hidroelétricas da Companhia do São 
Francisco (Chesf). 

(E) 

Feira de Santana ocupa a terceira colocação por ser um 
importante entreposto comercial e entroncamento das 
principais rodovias federais e estaduais.

 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 11 

40 

Entre as décadas de 1940 e 1960, a obra de Diógenes Rebouças (1914-
1994), considerado o mais importante arquiteto moderno da Bahia, 
ajudou a definir uma linguagem arquitetônica para o modernismo 
baiano que apresenta, como traços distintivos, o uso do concreto 
armado aparente, a valorização das estruturas, o emprego de grandes 
vãos e a ênfase na luminosidade natural. 
Observe as imagens a seguir, que exemplificam diversas tendências 
arquitetônicas presentes na cidade de Salvador. 

 

I - Faculdade de Arquitetura da UFBA 

 

 

II - Elevador Lacerda  

 

 

III - Edifício Suarez Trade Center  

 

 

IV - Mercado Modelo  

Com base nas imagens, podemos afirmar que o modernismo 
arquitetônico está representado em  
(A) I, apenas. 
(B) II, apenas. 
(C) III, apenas. 
(D)  I e II, apenas. 
(E)  III e IV, apenas. 
 
 

Conhecimentos Específicos 

41 

Relacione os profissionais considerados “catadores de novidades” 
pelo historiador Leonardo Benévolo, às suas respectivas 
especificidades projetuais. 
1.  Daniel Libeskind;  
2. Frank 

Gehry; 

 

3.  Pierre de Meuron;  
4.  Santiago Calatrava;  
5. Zara 

Hadid, 

 

(  ) combina as escolhas construtivas com invenção no uso de 

materiais. 

(  )  transfere o pictórico  para o arquitetônico na produção de 

formas complexas e paradoxais. 

(  )  compõe a conformação dos ambientes internos deformados 

com o viés teórico. 

(  )  une a estrutura e o movimento na criação de efeitos formais 

inéditos. 

(  )  concebe o invólucro de volutas metálicas. 
Assinale a opção que apresenta a ordem correta, de cima para 
baixo. 
(A)  1, 2, 4, 5 e 3. 
(B)  1, 5, 3, 2 e 4. 
(C)  2, 4, 3, 5 e 1. 
(D)  3, 4, 5, 1 e 2. 
(E)  3, 5, 1, 4 e 2. 
 

42 

A apoteose da frase ”quase nada” do arquiteto Mies van der 
Rohe, expressa no projeto para a residência Farnsworh (1945/51) 
em Illinois, foi caracterizada pelo emprego de 
(A)  envoltório de vidro plano. 
(B)  volumes diversos e independentes. 
(C)  estrutura em madeira regional. 
(D)  compartimentação do vão. 
(E) múltiplos pavimentos. 
 

43 

Assinale a opção que apresenta o teor do artigo que foi incluído 
no Estatuto da Cidade (Lei nº 10.527/01), referente à ampliação 
do perímetro urbano dos Municípios. 
(A) Fixação de parâmetros de parcelamento, uso e ocupação do 

solo, de modo a restringir a diversidade de usos. 

(B) Previsão de áreas para habitação multifamiliar, com o 

objetivo de controlar a densidade da região, quando o uso 
habitacional for permitido. 

(C) Delimitação dos trechos com restrições à urbanização e dos 

trechos sujeitos a controle especial, em função de ameaça de 
desastres naturais. 

(D) Determinação de diretrizes e instrumentos específicos para 

proteção das edificações educacionais públicas e privadas. 

(E) Definição de diretrizes específicas e de áreas para uso 

industrial, na zona periférica externa ao novo perímetro 
urbano demarcado. 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 12 

44 

Na elaboração da planta referente ao levantamento topográfico 
de um imóvel, é dispensável a indicação 
(A)  da orientação solar. 
(B) dos ventos predominantes. 
(C) das árvores existentes. 
(D) das faixas non aedificandi
(E)  dos ângulos do contorno. 
 

45 

Em conformidade com a Lei n

o

 3.903/88, que instituiu normas 

relativas à execução de obras no Município do Salvador, assinale 
a opção que indica a obra que independe de apresentação de 
projetos para os pedidos de licença. 
(A)  Muro de contenção, com altura máxima de 2,00m. 
(B)  Galpão destinado a fins agrícolas, até o porte de 150 m

2

(C) Cobertura de vagas para veículos em edificações uni e 

multifamiliar. 

(D)  Reforma e acréscimo que não exceda a 40% da área edificada 

preexistente, na zona urbana. 

(E)  Lajes, admitida sem responsabilidade técnica, até o limite de 

25,00 m

2

 

46 

Identifique os compartimentos de uma edificação, conforme a 
função que abriga e o tempo estimado de permanência humana 
em seu interior, de acordo com classificação estabelecida pela Lei 
do Código de Obras do Município do Salvador, considerando a 
numeração a seguir:  
1. prolongada 
2. eventual 

 

3. especial. 

 

(  )  quarto 
(  )  banheiro 
(  )  sala de computadores 
(  )  sala de estar 
(  )  auditório 
(  )  sala de aula  
Assinale a opção que indica a ordem correta, de cima para baixo. 
(A)  1, 2, 3, 1, 3 e 1. 
(B)  1, 1, 2, 2, 3 e 3. 
(C)  2, 2, 3, 2, 1 e 1. 
(D)  3, 1, 2, 2, 1 e 1. 
(E)  3, 2, 1, 2, 3 e 2. 
 

47 

O arquiteto, na distribuição uniforme das luminárias de teto em 
um ambiente, se baseou em dados práticos para calcular a 
distância entre as luminárias.  
Assinale a opção que indica o valor utilizado. 
(A)  A quarta parte da distância entre a luminária e a parede. 
(B)  A metade da distância entre a luminária e a parede. 
(C)  Igual à distância entre a luminária e a parede. 
(D)  O dobro da distância entre a luminária e a parede. 
(E)  O triplo da distância entre a luminária e a parede. 
 

48 

No projeto da instalação sanitária de um canteiro de obras de um 
edifício de grande porte, o arquiteto deverá prever 
(A) gabinetes sanitários em compartimentos individuais sem 

portas. 

(B) 

mictórios providos de descarga de controle manual 
intermitente. 

(C)  bacias sanitárias, do tipo turca, não sifonadas. 
(D) chuveiros com chave fria, para evitar a necessidade de 

aterramento. 

(E)  lavatórios ligados a caixas sifonadas. 
 

49 

Na elaboração de um projeto de arquitetura, uma informação 
técnica a ser produzida na etapa de desenvolvimento do projeto, 
denominada de Estudo Preliminar de Arquitetura (EP-ARQ), 
consiste em 
(A) apresentar as características funcionais ou as atividades em 

cada ambiente (ocupação, capacidade, fluxos e períodos). 

(B) registrar as vistorias do local da futura edificação e de 

arquivos cadastrais (municipais, estaduais ou federais). 

(C)  especificar as características, as dimensões e os serviços dos 

equipamentos e do mobiliário com as exigências ambientais e 
os níveis de desempenho. 

(D) caracterizar especificamente os elementos construtivos e as 

indicar as tecnologias recomendadas. 

(E) registrar a diferença ou as alterações ocorridas após o 

levantamento topográfico e cadastral. 

 

50 

Considerando que a latitude da cidade de Salvador é de 12

o

 58’ 

16”, o arquiteto, em seu projeto, implantou a edificação de modo 
que suas superfícies e maiores extensões recebessem menos sol 
no verão.  
Essas superfícies compuseram as fachadas 
(A)  norte e sul. 
(B)  norte e leste. 
(C)  leste e oeste. 
(D) oeste e sul. 
(E)  sul e leste. 
 

51 

No partido arquitetônico adotado em um projeto de uma 
edificação situada em clima temperado, o arquiteto, preocupado 
com o conforto térmico, decidiu 
(A) permitir a ventilação cruzada, com a possibilidade de 

fechamento hermético das aberturas. 

(B) estabelecer uma proteção fixa nas aberturas das fachadas, 

mantendo continuamente, a circulação de ar. 

(C) criar aberturas nas fachadas alongadas, em sentido paralelo 

ao vento dominante. 

(D) adotar a ventilação indireta, para barrar a entrada dos 

ventos. 

(E) fazer pequenas aberturas, já que não há conveniência de 

ventilação moderada. 

 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 13 

52 

O arquiteto, comparando os tipos de laje em concreto armado a 
serem empregadas no projeto estrutural de um edifício 
residencial multifamiliar, o arquiteto concluiu que, em relação à 
laje nervurada, a laje maciça 
(A) apresenta menor facilidade na execução das fôrmas para 

vãos pequenos. 

(B)  apresenta menor custo total para vãos pequenos. 
(C)  requer menor número de vedações fixas. 
(D)  consome menor quantidade de concreto para vãos pequenos. 
(E)  requer um número menor de pilares internos.   
 

53 

Na execução do cimbramento (conjunto de peças que suportam 
as fôrmas de madeira e o concreto fresco, transmitindo suas 
cargas para o piso) o arquiteto utilizou barras de madeira com 
seções de 10 cm x 10 cm, denominadas 
(A) sarrafo. 
(B) ripa. 
(C) prancha. 
(D) caibro. 
(E) pontalete. 
 

54 

O concreto, por suas características, é um material que apresenta 
(A)  inércia à compressão e alta resistência à tração. 
(B)  baixa resistência à compressão e inércia à tração. 
(C)  baixa resistência à compressão e alta resistência à tração. 
(D)  alta resistência à compressão e baixa resistência à tração. 
(E)  alta resistência à compressão e alta resistência à tração. 
 

55 

Assinale a opção que indica uma característica da execução do 
acabamento superficial da argamassa do tipo “acamurçado”. 
(A)  Superfície de acabamento regular e compacta, não muito lisa. 
(B) Textura heterogênea com desempeno com madeira e com 

aço. 

(C)  Superfície sem fissuras. 
(D)  Textura final homogênea, com pequenas imperfeições visíveis 
(E)  Superfície irregular com desempeno leve com madeira. 
 

56 

Em função da infraestrutura local, o arquiteto escolheu o sistema 
de distribuição direta de água para abastecer a edificação. Uma 
das características desse sistema é a alimentação a partir 
(A)  do reservatório d’água superior. 
(B)  da rede de abastecimento. 
(C)  do reservatório d’água inferior. 
(D)  da instalação hidropneumática. 
(E)  dos reservatórios d’água superior e inferior. 
 

57 

Sobre os cuidados que o arquiteto deve ter ao projetar o sistema 
de águas pluviais de um edifício, analise as afirmativas a seguir. 
I.  Deve conectá-lo, diretamente, à rede de esgoto. 
II. Deve utilizá-lo também para escoamento das águas 

residuárias. 

III. Deve destiná-lo, exclusivamente, ao recolhimento e à 

condução da água da chuva. 

Está correto o que se afirma em 
(A) I, apenas. 
(B) II, apenas. 
(C) III, apenas. 
(D)  I e II, apenas. 
(E)  II e III, apenas. 
 

58 

Para atender às exigências da NBR9050:2015, o arquiteto, devido 
à ausência de linha guia identificável, instalou a sinalização tátil 
visual direcional, com o objetivo de 
(A)  indicar a existência de desníveis. 
(B)  definir o posicionamento adequado para o uso de elevadores. 
(C)  estabelecer as mudanças de direção. 
(D)  indicar os caminhos preferenciais de circulação. 
(E)  assinalar o início e o término das escadas. 
 

59 

No estacionamento de um edifício público, em que foram 
reservadas as vagas exigidas para pessoas idosas e com 
deficiência, de acordo com a NBR 9050:2015, a largura mínima do 
espaço adicional de circulação, junto a essas vagas, quando 
afastadas da faixa de travessia de pedestres, e a largura mínima  
da faixa de circulação de pedestres até o local de interesse, são, 
respectivamente, 
(A)  1,00 m e 1,00 m. 
(B)  1,20 m e 1,20 m. 
(C)  1,20 m e 1,50 m. 
(D)  1,50 m e 1,20 m. 
(E)  1,50 m e 1,50 m. 
 
 

60 

No projeto de um auditório há um desnível de 0,60m entre o 
palco e a plateia, que será vencido por meio de uma rampa com 
15% de inclinação, segundo a NBR9050:2015.  
O comprimento da projeção horizontal dessa rampa será de 
(A) 1,50m. 
(B) 4,00m. 
(C) 6,00m. 
(D) 7,50m. 
(E) 9,00m. 
 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 14 

61 

A Praça Nossa Senhora da Luz,  situada em Salvador, a partir do 
projeto de reforma da arquiteta Lucinei Neiva, realizado em 
2000, destaca-se por 
(A)  sua feição bastante conservadora. 
(B)  seu caráter misto entre a praça jardim e a recreativa. 
(C)  seu princípio direcionado à educação ambiental. 
(D)  seu foco na preservação da vegetação nativa. 
(E)  sua ênfase no emprego de materiais reciclados. 
 

62 

O arquiteto foi incumbido de elaborar o projeto de restauração 
de um edifício.  
Sobre o conceito de restauração, assinale a afirmativa correta. 
(A) Intervenção que devolve as características originais de uma 

obra, preenchendo e reintegrando suas lacunas, com o 
objetivo de recompor sua imagem. 

(B)  Recomposição de fragmentos dispersos, sendo a anastilose ( 

recuperação de partes existentes, mas desmembradas), o 
processo mais conhecido e utilizado. 

(C)  Reciclagem ou reabilitação de espaços preservados, buscando 

adaptar os espaços existentes para abrigar atividades 
diferentes das originais. 

(D)  Intervenção na matéria que constitui o edifício, para garantir-

sua integridade física-estrutural e estética. 

(E) Recriação de parte ou da totalidade de um edifício 

desaparecido, no local original. 

 

63 

No projeto de restauro da estrutura em madeira de um telhado 
sujeita à alta incidência de ataque de insetos, o arquiteto 
escolheu o método de tratamento curativo de longa duração, que 
possui ótima penetração e permite que as peças de grandes 
dimensões sejam mantidas no seu local original.  
Esse método denomina-se  
(A) pincelamento. 
(B) aspersão. 
(C) imersão. 
(D) duplo vácuo. 
(E) gotejamento. 
 

64 

Para a execução de uma obra, o contratante optou pelo regime 
que prevê uma remuneração fixa ou um percentual sobre o 
custo, incluídos neste, os encargos e os ônus legais.  
Este regime é o de 
(A)  empreitada por preço unitário. 
(B)  empreitada por preço total. 
(C) consórcio. 
(D) administração contratada. 
(E) permutação. 
 

65 

Na composição do caderno de encargos, o critério de analogia 
adotado pelo arquiteto foi o de que dois materiais ou dois 
equipamentos desempenham idêntica função construtiva e 
apresentam as mesmas características exigidas na especificação 
ou no procedimento que a eles se refiram.  
Assinale a opção que indica o critério adotado. 
(A) Analogia parcial. 
(B) Semelhança. 
(C) Equivalência. 
(D) Aproximação genérica. 
(E) Afinidade relativa. 
 

66 

No levantamento dos serviços de cobertura, o orçamentista 
obteve as dimensões do telhado em projeção horizontal, a partir 
da planta baixa do edifício.  

Inclinação % 

Fator 

10% 1,005 

20% 1,020 

Com base na tabela apresentada, calcule a área real do telhado 
em duas águas, cujas dimensões são 10,00m x 2,00m e 10,00m x 
10,00m e as inclinações de 10% e 20%, respectivamente. 
(A) 120,00 m

2

(B) 120,90 m

2

(C) 122,10 m

2

(D) 124,20m

2

(E) 142,00 m

2

 

67 

Um arquiteto, para elaborar a composição de custos de um 
orçamento, deve realizar as etapas a seguir. 
(  )  cotação de preços; 
(  )  identificação dos serviços; 
(  )  definição de encargos sociais; 
(  )  discriminação dos custos diretos; 
(  )  levantamento quantitativo; 
(  )  discriminação dos custos indiretos. 
Assinale a opção que apresenta a sequência ordenada que ele 
deve seguir. 
(A)  1, 3, 4, 5, 2 e 6. 
(B)  2, 3, 6, 4, 1 e 5. 
(C)  3, 2, 1, 6, 4 e 5. 
(D)  4, 1, 2, 5, 3 e 6. 
(E)  5, 1, 6, 3, 2 e 4. 
 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

Prefeitura de Salvador 2017  

FGV – Projetos 

 

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Especialidade em Arquitetura e Urbanismo 

Tipo 1 – Cor BRANCA – Página 15 

68 

Assinale a opção que indica o item que o Inspetor Predial deve 
apresentar na etapa de campo para a elaboração do laudo. 
(A) O relatório fotográfico, com a classificação das anomalias e 

das falhas quanto ao risco. 

(B) O levantamento de todas as anomalias e falhas existentes e 

aparentes da edificação. 

(C) A lista de orientações técnicas de acordo com cada 

deficiência. 

(D) A classificação do estado de manutenção e de uso da 

edificação. 

(E)  A ordenação do que deve ser feito com urgência para aquilo 

passível de uma programação posterior. 

 

69 

Associe os comandos de edição do programa AutoCAD 2011, 
listados a seguir, às suas respectivas funções.

 

1.  Array 
2.  Fillet 
3.  Offset 
4.  Pedit 
5.  Trim 
(  ) faz cópias ordenadas de figura tanto em uma organização 

ortogonal como circular. 

(  )  corta linha que se cruzam. 
(  )  arredonda os cantos entre duas linhas ou polilinhas. 
(  ) cria uma entidade paralela a outra em linhas, polilinhas, 

círculos e arcos. 

(  )  edita polilinha, incluindo elipses, retângulos e polígonos. 
Assinale a opção que apresenta a sequência correta, de cima para 
baixo. 
(A)  1, 2, 3, 4 e 5. 
(B)  1, 5, 2, 3 e 4. 
(C)  2, 5, 4, 3 e 1. 
(D)  4, 2, 3, 5 e 1. 
(E)  4, 3, 1, 2 e 5. 
 

70 

Para desenhar o projeto de um edifício com o programa AutoCAD 
2011, o arquiteto escolheu o desenho paramétrico, tecnologia 
usada para desenhar com restrições, que são associações e 
limitações aplicadas à geometria em 2D.  
Com relação à restrição geométrica, assinale a afirmativa correta. 
(A) Controla a distância, o comprimento, o ângulo e o raio de

 

objeto. 

(B)  Não pode ser modificada nem apagada. 
(C)  Permite que todos os pontos nos objetos sejam usados como 

pontos de restrição. 

(D) Estabelece e mantém relações entre objetos e um sistema de 

coordenadas. 

(E)  determina o tamanho das partes do modelo. 

fgv-2017-prefeitura-de-salvador-ba-tecnico-de-nivel-superior-ii-arquitetura-e-urbanismo-prova.pdf-html.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Realização