Prova Concurso - Pedagogia - 2017-SEDF-PROFESSOR-DE-EDUCACAO-BASICA-ATIVIDADES - CESPE - SEDF - 2017

Prova - Pedagogia - 2017-SEDF-PROFESSOR-DE-EDUCACAO-BASICA-ATIVIDADES - CESPE - SEDF - 2017

Detalhes

Profissão: Pedagogia
Cargo: 2017-SEDF-PROFESSOR-DE-EDUCACAO-BASICA-ATIVIDADES
Órgão: SEDF
Banca: CESPE
Ano: 2017
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

PEDAGOGOUFPA2018
PEDAGOGOUNIFESSPA2018
PEDAGOGOEBSERH2018

Gabarito

cespe-2017-sedf-professor-de-educacao-basica-atividades-gabarito.pdf-html.html

 

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

 

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

 

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO

DE RESERVA EM CARGOS DAS CARREIRAS MAGISTÉRIO PÚBLICO E ASSISTÊNCIA À EDUCAÇÃO

Aplicação: 29/1/2017

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

E

E

C

C

E

C

C

E

E

C

E

C

E

E

C

C

C

E

C

C

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

E

C

C

C

E

C

C

C

X

C

E

E

E

C

C

C

E

C

C

C

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

E

C

E

C

E

X

C

C

C

C

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

Obs.: ( X ) item anulado.

Item

0

CARGO 2: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - ÁREA DE ATUAÇÃO: ATIVIDADES

Item

Item

Gabarito

Gabarito

0

290_SEEDF_002_01

Gabarito

Prova

cespe-2017-sedf-professor-de-educacao-basica-atividades-prova.pdf-html.html

||290_SEEDF_002_01N736851||

CESPE | CEBRASPE – SEE/DF – Aplicação: 2017

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais que regulamentam

o ensino fundamental de nove anos, julgue os próximos itens. 

71

O ensino religioso, de arte e de educação física são

facultativos, estando a cargo de cada sistema de ensino decidir

sobre sua inclusão no ensino fundamental.

72

O currículo do ensino fundamental é constituído por partes

distintas e desarticuladas: uma base comum e uma base

diversificada. 

73

Essas diretrizes pautam-se pelas teorias pós-críticas do

currículo, que apontam para a necessidade de construção da

identidade dos estudantes enquanto sujeitos do conhecimento. 

74

No currículo do ensino fundamental devem-se considerar as

experiências escolares e as relações sociais.

A respeito da educação de jovens e adultos (EJA), julgue os itens

a seguir.

75

O aproveitamento de estudos e conhecimentos realizados antes

do ingresso nos cursos de EJA é facultativo e deve ser

regulamentado pelos sistemas de ensino.

76

A duração dos cursos de EJA referentes aos anos iniciais do

ensino fundamental é estabelecida de acordo com os critérios

de cada sistema de ensino.

77

Na EJA, a idade mínima para os estudantes cursarem o ensino

médio é de dezoito anos.

78

A EJA pode ser desenvolvida por meio da educação a distância

em todos os níveis de escolaridade, desde que obedeça aos

critérios de idade e carga horária mínima da educação

presencial.

A respeito do Currículo em Movimento da Educação Básica, julgue

os itens subsequentes. 

79

Os conhecimentos escolares e científicos devem ser

apresentados como verdades absolutas.

80

A educação escolar deve valorizar as opiniões dos estudantes,

fazendo que compreendam as implicações éticas e políticas

decorrentes de suas afirmações.

81

A aprendizagem cognitiva sobre a educação em e para os

direitos humanos é suficiente para a transformação das relações

sociais.

82

As relações de gênero, ao serem trabalhadas como tema

transversal da educação básica, devem ser abordadas como

fenômeno de ordem cultural.

Acerca das concepções pedagógicas contra-hegemônicas, julgue os
itens que se seguem.

83

Para a pedagogia histórico-crítica, a prática educativa parte de
uma situação hipotética e tem como finalidade a prática social.

84

As pedagogias contra-hegemônicas cultivavam ideias
homogêneas de fundamentação marxista.

85

Os movimentos populares fortaleceram a educação popular,
contrapondo-os às instituições estatais e escolares.

86

Para a pedagogia crítico-social dos conteúdos, o papel da
escola é difundir conteúdos indissociáveis das realidades
sociais.

Tendo em vista que a interação professor/aluno, crucial para
a relação pedagógica e para a efetivação do processo
ensinar-aprender, é permeada por dois aspectos, o cognoscitivo
e o socioemocional, julgue os itens a seguir, acerca da relação
professor/aluno.

87

As relações pessoais estabelecidas entre o educador e a turma
relacionam-se ao aspecto socioemocional.

88

Na relação professor/aluno, é frequente se confundir
autoridade com autoritarismo, uma vez que tanto este quanto
aquela são consequência natural do processo de acúmulo de
conhecimento técnico pelo professor e da preocupação deste
com a evolução do aluno na construção do conhecimento. 

89

A interação humana possui valor pedagógico fundamental, pois
é por intermédio das relações professor/aluno e aluno/aluno
que o conhecimento se constrói coletivamente.

90

Os aspectos cognoscitivos correspondem aos conteúdos
ensinados pela escola e às tarefas relacionadas à aprendizagem.

91

A exigência de que o professor trace os objetivos, organize o
planejamento da aula e busque formas de estabelecer uma
comunicação que garanta a aprendizagem efetiva está
diretamente relacionada ao aspecto socioemocional.

Com relação às bases psicológicas da aprendizagem, julgue os itens
seguintes.

92

A teoria da epistemologia genética defende que o
conhecimento se constrói gradativamente, à medida que as
estruturas mentais e cognitivas vão se organizando ao longo
dos estágios de desenvolvimento da inteligência.

93

A instrução programada é um processo linear que prevê uma
atividade prática na qual a função do professor é apresentar um
conjunto de conhecimentos para o aluno e reforçar
positivamente as respostas desejáveis, a fim de estimulá-lo a
continuar apresentando essas respostas. 

94

Segundo a teoria sócio-histórica, faz-se necessário distinguir
dois níveis de desenvolvimento: o primeiro deles é o nível de
desenvolvimento real e o segundo é o nível de
desenvolvimento potencial.

95

Conforme a teoria da aprendizagem por descoberta, o
crescimento cognitivo da criança se dá por assimilação e
acomodação e, para isso, o indivíduo constrói esquemas
mentais de assimilação para abordar a realidade. Essa teoria
baseia-se nos pressupostos de que todo esquema de
assimilação é construído e toda abordagem da realidade supõe
um esquema de assimilação.

96

Segundo a teoria socioafetiva, o ato mental se desenvolve
necessariamente a partir do ato motor, intermediado por um
processo cuja explicação desenvolver-se-á mais adiante. Daí
advém a afirmação de que essa teoria tem como eixo principal
a motricidade.

cespe-2017-sedf-professor-de-educacao-basica-atividades-prova.pdf-html.html

||290_SEEDF_002_01N736851||

CESPE | CEBRASPE – SEE/DF – Aplicação: 2017

97

Conforme a teoria da aprendizagem significativa, as ideias são
expressas simbolicamente e interagem de maneira substantiva
e não arbitrária com aquilo que o aprendiz já sabe. Nesse caso,
substantiva quer dizer não literal, e não arbitrária significa que
a interação não se dá com qualquer ideia prévia, mas, sim, com
algum conhecimento especificamente relevante já existente na
estrutura cognitiva do sujeito que aprende.

No que se refere ao planejamento e aos seus elementos constitutivos
(objetivos e conteúdos de ensino; métodos e estratégias; multimídia
educativa e avaliação educacional), julgue os itens que se seguem.

98

No plano de aula, o professor deve especificar o que será
realizado na sala, buscando aprimorar a sua prática
pedagógica, bem como melhorar o aprendizado dos alunos. 

99

Planejamento é o processo de reflexão para se tomar uma
decisão; ele é permanente. O plano, que representa o produto,
aquilo que pode ser explicitado em forma de registro,
é provisório.

100

A tipologia dos conteúdos defende que para que os conteúdos
a serem ensinados em sala de aula se diferenciem da forma
tradicional, é preciso pensar em um conjunto de aprendizagens
que sejam designadas como factuais, conceituais,
procedimentais e atitudinais. Os conteúdos conceituais
relacionam-se com conceitos propriamente ditos e referem-se
ao conjunto de fatos, objetos ou símbolos que possuem
características comuns.

101

O objetivo geral expressa de forma exclusiva as expectativas
do professor sobre o que ele deseja obter dos alunos no
processo de ensino. Ao iniciar o planejamento, o professor
deve analisar e prever quais resultados ele pretende obter com
relação à aprendizagem dos alunos.

Julgue os itens que se seguem, referentes à educação de jovens e
adultos (EJA).

102

A andragogia defende que os adultos, assim como as crianças,
devem aprender o que a sociedade espera que eles saibam,
por meio de um currículo padronizado.

103

A orientação de aprendizagem para adultos deve basear-se em
assuntos ou matérias.

104

Na EJA, a aprendizagem deve estar centrada primordialmente
no aluno, na independência e na autogestão da aprendizagem.

Considerando que a avaliação existe para que se conheça o que o
aluno aprendeu e o que ele ainda não aprendeu, de modo que seja
possível providenciar os meios para que ele aprenda o necessário
para a continuidade dos estudos, julgue os próximos itens.

105

A avaliação formativa visa acompanhar, de forma contínua,
o desempenho do aluno durante o processo de
ensino-aprendizagem.

106

A avaliação somativa, que se dá a partir de processos
de descrição e julgamento, tem como foco a classificação
dos alunos de acordo com níveis de desempenho
preestabelecidos e, geralmente, ocorre no final do processo
de ensino-aprendizagem.

107

Na avaliação diagnóstica, identifica-se a situação
socioeconômica do aluno com o objetivo de distinguir se os
eventuais problemas que ele apresentar serão de natureza
física, moral, familiar ou psicológica.

Sabendo que a formação continuada de professores tem sido
entendida como um processo permanente de aperfeiçoamento dos
saberes necessários à atividade profissional, realizado após a
formação inicial, com o objetivo de assegurar um ensino de melhor
qualidade aos educandos, julgue os itens subsequentes.

108

A formação continuada de professores é importante para a
percepção das novas práticas pedagógicas, tanto do cotidiano
escolar quanto de outras questões que perpassam a prática
pedagógica.

109

A concepção de formação continuada, pautada em uma prática
coletiva reflexiva, é enriquecida quando se desenvolve no
próprio contexto escolar, privilegiando-se a escola como o
locus de formação. 

110

A boa formação profissional do professor implica uma
contínua integração entre teoria e prática: a teoria vinculada
aos problemas reais postos pela experiência prática e a ação
prática orientada teoricamente.

Tendo em vista que o processo de ensino-aprendizagem como ação
didática percorre um caminho estruturado, que passa por uma
técnica; e que uma técnica de ensino é um conjunto de
procedimentos sistematizados a partir das aprendizagens que serão
desenvolvidas pelos alunos, julgue os seguintes itens.

111

Na técnica do júri simulado, devem-se observar, na avaliação,
as habilidades dos estudantes na apresentação das ideias —
concisão, logicidade, aplicabilidade e pertinência — e seu
desempenho na descoberta de soluções apropriadas ao
problema apresentado.

112

Em uma aula expositiva dialogada, o professor deve levar os
alunos a questionar, interpretar e discutir o conteúdo a partir do
reconhecimento e da identificação com a realidade e com
conteúdos prévios, devendo, ainda, almejar a superação da
passividade intelectual dos alunos. 

113

A técnica de discussão e debate é composta pelos seguintes
procedimentos: distribuição e escolha das temáticas que serão
investigadas; delimitação do tempo e das funções dos
participantes (coordenação, debatedores e grupo de síntese);
estudo aprofundado de temáticas ou problemas sob diferentes
perspectivas; construção de relatórios. 

114

Na técnica do mapa conceitual, os conceitos são abordados em
uma perspectiva bidimensional, mostrando as relações
hierárquicas entre os conceitos pertinentes ao conteúdo
abordado.

No que se refere à EJA, julgue os itens subsecutivos.

115

Em detrimento do acesso à cultura regional, as Diretrizes
Curriculares Nacionais para a EJA estabelecem a formação
técnica como finalidade e objetivo exclusivos dessa
modalidade de educação.

116

A proposta metodológica das práticas pedagógicas da EJA
deve considerar os três eixos articuladores propostos para as
diretrizes curriculares: cultura, trabalho e tempo, os quais
deverão estar inter-relacionados. Nesse sentido, considerar o
tempo como um dos eixos implica compreender suas variantes:
o tempo escolar e o tempo pedagógico.

117

As Diretrizes Curriculares Nacionais para a EJA valorizam,
entre outros aspectos, as especificidades de tempo e espaço
para os educandos, dando importância para a distinção das
duas faixas etárias (jovens e adultos) dessa modalidade de
educação.

cespe-2017-sedf-professor-de-educacao-basica-atividades-prova.pdf-html.html

||290_SEEDF_002_01N736851||

CESPE | CEBRASPE – SEE/DF – Aplicação: 2017

É perceptível nos dias atuais a necessidade de um maior envolvimento entre as áreas tecnológica e educacional, visto que a relação

educação 

versus tecnologia está presente em quase todos os estudos que analisam o contexto educacional. Educação e políticas de ciências

e tecnologia ocupam lugar de centralidade nas decisões políticas pertinentes à qualificação de recursos humanos moldados aos novos
padrões de desenvolvimento.

Tendo o fragmento de texto anterior como referência inicial, julgue os próximos itens, relativos à tecnologia e ao seu uso na escola.

118

A utilização dos recursos tecnológicos exige, além de uma preparação adequada dos professores, um projeto educacional que articule
o trabalho do professor ao uso dessas tecnologias, sob pena de se manterem velhas práticas, com um caráter pretensamente moderno
e mais caras.

119

A sala de aula não é o único lugar onde ocorre a aprendizagem, pois a comunicação pode proporcionar, por variados meios, a
formação de diferentes ambientes de aprendizagem e uma maior participação dos alunos nas relações de ensino.

120

Multimídia é o conjunto de diferentes meios de comunicação (meios digitais, tais como texto, gráfico, imagem, áudio, animação,
vídeo) que possibilitam transmitir de alguma forma as informações.

Espaço livre