Prova Concurso - Administração - 4-UFRJ-2017-UFRJ-AUXILIAR-EM-ADMINISTRACAO - PR - UFRJ - 2017

Prova - Administração - 4-UFRJ-2017-UFRJ-AUXILIAR-EM-ADMINISTRACAO - PR - UFRJ - 2017

Detalhes

Profissão: Administração
Cargo: 4-UFRJ-2017-UFRJ-AUXILIAR-EM-ADMINISTRACAO
Órgão: UFRJ
Banca: PR
Ano: 2017
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

AGENTE-ADMINISTRATIVO-PREVIDENCIARIOCONCURSOS2018
ASSISTENTE-DE-ADMINISTRACAOFUNPAPA2018
AUXILIAR-DE-ADMINISTRACAOFUNPAPA2018

Gabarito

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-gabarito.pdf-html.html

 

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO 

Concurso Público para provimento de vagas de cargos Técnico-Administrativos - Edital 455/17 

Gabarito Final da Prova Objetiva 

 
 

Opção de Vaga: 

B-213 - Auxiliar em Administração - horário diferenciado - Atividades Culturais de Divulgação Científica e 

Publicações - Rio de Janeiro 

 
 

Questão 

Resposta 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

51 

52 

53 

54 

55 

56 

57 

58 

59 

60 

Questão 

Resposta 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

26 

27 

28 

29 

30 

Prova

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

prova objetiva

Auxiliar em Administração / Horário Diferenciado

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Cronograma Previsto - Prova Objetiva

Leia com atenção as Instruções

1.  Você  recebeu  do  fi scal  um  cartão de respostas da 
prova objetiva

 e este caderno de questões que contém 

60 (sessenta) questões objetivas.
2. É sua responsabilidade verifi car se o nome do cargo 

informado  neste  caderno de questões  corresponde  ao 

nome do cargo informado em seu cartão de respostas.
3. Você dispõe de 4 (quatro) horas para realizar a prova, 

incluindo o preenchimento do cartão de respostas
4. 

Somente depois de decorrida uma hora do início da prova, 

o candidato poderá retirar-se da sala de prova em caráter 

defi nitivo, obrigatoriamente entregando ao fi scal de sala todo 

o material de prova recebido.
5. 

Somente será permitido ao candidato levar seu caderno 

de questões

 quando faltar uma hora para o término do 

tempo estabelecido para a prova.
6.  É  terminantemente  vedado  copiar  respostas,  em 

qualquer fase do concurso público.

7.  Os  3  (três)  últimos  candidatos  de  cada  sala  somente 

poderão ser liberados juntos.
8.  Se  você  precisar  de  algum  esclarecimento,  consulte  o 

fi scal.

Somente após autorização para o início da prova:

1. Verifi que, neste caderno de questões, se a numeração 

das questões e a paginação estão corretas.

2. Verifi que, no cartão de respostas, se existem espaços 

sufi cientes  para  a  marcação  das  respostas  de  todas  as 
questões objetivas

 existentes neste caderno de questões. 

3.  Transcreva  a  frase  abaixo,  utilizando  letra  cursiva,  no 

espaço reservado no seu cartão de respostas.

"O maior perigo que se corre em uma viagem, é ela não começar."

 

Amyr Klink

Atividade

Início

Término

Publicação das Provas Objetivas - Internet 

11/12/2017

Publicação dos gabaritos preliminares das Provas Objetivas - Internet
Interposição de Recurso contra os gabaritos preliminares das Provas Objetivas - Internet

12/12/2017 14/12/2017

               Consulte o cronograma completo em http://concursos.pr4.ufrj.br

Concurso Público - Edital nº 455/2017

B-213

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html
pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

3

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

LÍNGUA PORTUGUESA

Vou Te Encontrar

Paulo Miklos

Compositor: Nando Reis

Olha, ainda estou aqui
Perto, nunca te esqueci
Forte, com a cabeça no lugar
Livre, livre para amar

Sofro, como qualquer um
Rio, quando estou feliz
Homem, dessa mulher
Vivo, como você quer

Nas ondas do mar
Nas pedras do rio
Nos raios de sol
Nas noites de frio

No céu, no horizonte
No inverno, verão
Nas estrelas que formam
Uma constelação

Vou te encontrar...
Vou te encontrar

Olha, eu fiquei aqui
Perto, está você em mim
Forte, pra continuar
Livre, livre para amar

Sofro, como qualquer um
Rio, porque sou feliz
Homem, de uma mulher
Vivo, como você quer

No beijo da moça
No alto e no chão
Nos dentes da boca
Nos dedos da mão

No brilho dos olhos
Na luz da visão
No peito dos homens
No meu coração

Vou te encontrar...
Vou te encontrar

1. 

No texto, o compositor reflete acerca da perda e 

da ausência de um ente querido. Tais sentimen-
tos estão presentes respectivamente em:
A) Na luz da visão / No meu coração.
B) Livre, livre para amar / Rio, porque sou feliz.
C) Vou te encontrar / Perto, nunca te esqueci.
D) Vou te encontrar / Na luz da visão.
E) Vivo, como você quer / Nas noites de frio.

2. 

Em relação à estrutura do texto, pode-se afirmar 

que ele foi escrito em:
A) verso.
B) prosa.
C) rima.
D) ritmo.
E) parágrafo.

3. 

Em “Forte, com a cabeça no lugar”, o termo em 
destaque expressa:
A) foco.
B) estabilidade.
C) instabilidade.
D) precisão.
E) totalidade.

4. 

Há um vocativo em:
A) Rio, quando estou feliz.
B) No céu, no horizonte.
C) Nos raios de sol.
D) Sofro, como qualquer um.
E) Olha, ainda estou aqui.

5. 

“Rio, quando estou feliz”. O termo em destaque 
é um verbo:
A) regular.
B) defectivo.
C) anômalo.
D) irregular.
E) auxiliar.

6. 

Assinale a alternativa em que há um adjunto 
adverbial de tempo.
A) No inverno e verão.
B) Nos raios de sol.
C) Nas ondas do mar.
D) No céu no horizonte.
E) Nas pedras do rio.

7. 

Em “Nas estrelas que formam uma constelação”, 
a palavra em destaque é um substantivo coletivo. 
Assinale a alternativa em que há um substantivo 
na mesma condição.
A) Músico.
B) Peregrino.
C) Artista.
D) Disco.
E) Fato.

8. 

Em “Vou te encontrar… vou te encontrar, o empre-
go das reticências indica:
A) pausa.
B) segurança.
C) hesitação.
D) certeza.
E) 

reflexão.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

4

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

9. 

Assinale a alternativa em que a vírgula foi utiliza-
da pelo mesmo motivo que no verso “Rio, quando 
estou feliz”.
A) Perto, nunca te esqueci.
B) Sofro, como qualquer um.
C) Livre, livre para amar.
D) 

Olha, eu fiquei aqui.

E) Homem, de uma mulher.

10. 

Em “Sofro, como qualquer um

” pode-se afir-

mar que o termo em destaque é uma oração 
subordinada adverbial:
A) comparativa.
B) causal.
C) conformativa.
D) 

final.

E) consecutiva.

11. 

A palavra destacada indica tempo em:

A) Nas noites de frio.
B) Nos dentes da boca.
C)  Forte, pra continuar.
D)  Homem, de uma mulher.
E)  Livre, livre para amar.

12. 

Há uma conjunção subordinativa adverbial de 

conformidade em:
A) Nas estrelas que formam uma constelação.
B) Vivo, como você quer.
C) Olha, ainda estou aqui

.

D) Sofro, como qualquer um.
E) 

Olha, eu fiquei aqui.

13. 

Em “Nas estrelas que formam uma constela-

ção”, o termo em destaque é um(a):
A) conjunção integrante.
B) advérbio de lugar.
C) pronome apassivador.
D) conjunção coordenativa.
E) pronome relativo.

14. 

Assinale a alternativa em que um dos vocábu-

los foi formado pelo mesmo processo que a pala-
vra em destaque no verso “No beijo da moça”:
A) No brilho dos olhos.
B) Nas pedras do rio.
C) Nos dentes da boca.
D) No meu coração.
E) No alto e no chão.

15. 

Os elementos linguísticos, presentes em “vou 

te encontrar”, indicam um tempo:
A) transcorrido.
B) passado.
C) factual.
D) futuro.
E) genérico.

16. 

Em relação à tipologia textual, pode se afirmar que 

no texto há predomínio de elementos linguísticos:
A) narrativos.
B) injuntivos.
C) descritivos.
D) dissertativos.
E) não verbais.

17. 

Em “Vivo, como você quer”, a alternativa que 

contém o significado mais adequado para a pala-

vra destacada é:
A) perdurar.
B) aproveitar a vida.
C) comportar-se em vida.
D) sustentar-se.
E) morar.

18. 

Assinale a alternativa que apresenta uma figura 

de linguagem predominante na música de Nando 
Reis.
A) Metonímia.
B) Zeugma.
C) Elipse.
D) Metáfora.
E) Eufemismo.

19. 

Em “Olha, ainda estou aqui”, o termo em desta-

que, sintaticamente, é um verbo:
A) de ligação.
B) transitivo direto.
C) bitransitivo.
D) transitivo indireto.
E) intransitivo.

20. 

“Rio, porque sou feliz”. O conectivo destacado 

introduz uma:
A) causa.
B) explicação.
C) consequência.
D) condição.
E) oposição.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

5

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

LEGISLAÇÃO

21. 

“A readaptação é forma de provimento de cargo 

público pela qual o servidor passa a ocupar cargo 
diverso do que ocupava, tendo em vista a neces-
sidade de compatibilizar o exercício da função 
pública com a limitação sofrida em sua capacida-
de física ou psíquica.”

(Filho, 2009, p.588).

Nos termos da Lei n

o

 8.112/1990, sobre a rea-

daptação, é correto afirmar que:
A) a readaptação será efetivada em cargo de 

atribuições diferentes e sem equivalência de 
vencimentos.

B) a readaptação será efetivada em cargo de 

atribuições afins, respeitando-se a habilitação 
exigida, o nível de escolaridade e a equivalên-
cia de vencimentos.

C) se julgado incapaz para o serviço público, o 

readaptando será exonerado.

D) se julgado incapaz para o serviço público, o 

readaptando ficará em disponibilidade.

E) na hipótese de inexistência de cargo vago, o 

readaptando ficará suspenso até a ocorrência 
de vaga.

22. 

De acordo com a Lei n

8.112/1990, sem qual-

quer prejuízo, poderá o servidor ausentar-se do 
serviço por:
A) 3 (três) dias consecutivos, para alistamento ou 

recadastramento eleitoral.

B) 10 (dez) dias consecutivos em razão de casa-

mento.

C) 15 (quinze) dias consecutivos em razão de 

falecimento do cônjuge.

D) 1 (um) dia, para doação de sangue.
E) 7 (sete) dias consecutivos em razão de faleci-

mento dos pais.

23. 

Alfredo, servidor público federal, investido no 

cargo de Auxiliar em Administração da UFRJ há 4 
(quatro) anos, decidiu fazer o curso de Direito em 
uma Universidade particular próxima ao trabalho. 
Preocupado com sua carga horária na UFRJ, ten-
do em vista que as aulas do curso são ministra-
das das 8h às 12h, Alfredo foi conversar com seu 

chefe  imediato,  a  fim  de  pedir  autorização  para 
chegar mais tarde ao trabalho. Entretanto, seu 
chefe disse não ser possível autorizar tal pedido, 
pois a lei não permite que ao servidor estudante 
seja concedido horário especial. Nesse contexto, 
de acordo com a Lei n

8.112/1990, pode-se afir-

mar que o chefe de Alfredo agiu:
A) incorretamente, pois, ao servidor estudante, é 

concedido horário especial, quando compro-
vada a incompatibilidade entre o horário esco-
lar e o da repartição, ainda que haja prejuízo 
do exercício do cargo.

B) incorretamente, pois, ao servidor estudante, 

é concedido horário especial, ainda que não 
seja comprovada a incompatibilidade entre o 
horário escolar e o da repartição.

C) corretamente, pois, em hipótese alguma, é 

concedido horário especial ao servidor estu-
dante.

D) incorretamente, pois, ao servidor estudante, é 

concedido horário especial, quando compro-
vada a incompatibilidade entre o horário esco-
lar e o da repartição, sem prejuízo do exercício 
do cargo.

E) corretamente, tendo em vista que a lei só con-

cede horário especial ao servidor portador de 

deficiência.

24. 

O acesso à informação de que trata a Lei n

12.527/2011 compreende, entre outros, o direito 
de obter: 
A) informação sobre atividades exercidas pelos 

órgãos e entidades, exceto as relativas à sua 
política, organização e serviços.

B) informação pertinente à administração do 

patrimônio público, exceto as relativas à licita-
ção e a contratos administrativos.

C) informação contida em registros ou documen-

tos, exceto os recolhidos em arquivos públicos.

D) qualquer informação, ainda que não seja pri-

mária, íntegra ou atualizada.

E) orientação sobre os procedimentos para a 

consecução de acesso, bem como sobre o 
local onde poderá ser encontrada ou obtida a 
informação almejada.

25. 

Lucy, servidora pública federal, investida no 

cargo efetivo de Psicóloga da UFRJ há 5 (cinco) 
anos, recusou-se a atualizar seus dados cadas-
trais no Setor de Recursos Humanos, o que ense-
jou a instauração de processo administrativo a 

fim de apurar tal conduta. Nos termos da Lei n

8.112/1990, considerando que Lucy não é reinci-
dente, a pena a ser aplicada à servidora é:
A) demissão.
B) suspensão por 30 (trinta) dias.
C) advertência.
D) suspensão por 60 (sessenta) dias.
E) exoneração.

26. 

A Lei n

8.112/1990 dispõe sobre o Regime 

Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, 
das autarquias e das fundações públicas fede-
rais. De acordo com essa Lei, assinale a alter-
nativa que NÃO  apresenta uma proibição ao 
servidor público.
A) Cometer a pessoa estranha à repartição, fora 

dos casos previstos em lei, o desempenho de 
atribuição que seja de sua responsabilidade 
ou de seu subordinado.

B) Tratar com urbanidade as pessoas.
C) Coagir ou aliciar subordinados no sentido de 

filiarem-se a associação profissional ou sindi-
cal, ou a partido político.

D) Proceder de forma desidiosa.
E) Participar de gerência ou administração de 

sociedade privada, personificada ou não per-

sonificada, exercer o comércio, exceto na qua-
lidade de acionista, cotista ou comanditário.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

6

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

27. 

A Lei n

9.784/1999 estabelece normas básicas 

sobre o processo administrativo no âmbito da 
Administração Federal direta e indireta, visando, 
em especial, à proteção dos direitos dos adminis-

trados e ao melhor cumprimento dos fins da Admi-
nistração. Nesse contexto, nos termos da referida 
lei, são direitos dos administrados, EXCETO:
A) fazer-se assistir, facultativamente, por advoga-

do, salvo quando obrigatória a representação, 
por força de lei.

B) formular alegações e apresentar documentos 

somente depois da decisão, tendo em vista que 
tais alegações e documentos não serão objeto 
de consideração pelo órgão competente.

C) ser tratado com respeito pelas autoridades e 

servidores, que deverão facilitar o exercício 
de seus direitos e o cumprimento de suas 
obrigações.

D) ter ciência da tramitação dos processos admi-

nistrativos em que tenha a condição de inte-
ressado.

E) ter vista dos autos, obter cópias de documen-

tos neles contidos e conhecer das decisões 
proferidas.

28. 

A licitação é um procedimento administrativo 

que permite à Administração Pública escolher, 
entre as várias propostas apresentadas pelos 
interessados, a mais vantajosa. Trata-se de um 
procedimento que antecede ao contrato, cuja 

finalidade é o interesse público. De acordo com a 
Lei n

8.666/1993, que estabelece normas gerais 

sobre licitações e contratos administrativos, é 

correto afirmar que a licitação será:
A) inexigível quando houver inviabilidade de 

competição, em especial para contratação de 

profissional de qualquer setor artístico, direta-
mente ou por meio de empresário exclusivo, 

ainda que tal profissional não seja consagrado 
pela crítica especializada tampouco pela opi-
nião pública.

B) obrigatória nos casos de guerra ou grave per-

turbação da ordem.

C) obrigatória nos casos em que a União tiver 

que intervir no domínio econômico para regu-
lar preços ou normalizar o abastecimento.

D) inexigível quando houver inviabilidade de 

competição, em especial para aquisição de 
materiais, equipamentos ou gêneros que só 
possam ser fornecidos por produtor, empresa 
ou representante comercial exclusivo, vedada 
a preferência de marca.

E) obrigatória na contratação de instituição brasi-

leira incumbida regimental ou estatutariamente 
da pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento 

institucional, ainda que não tenha fins lucrativos.

29. 

“Servidores públicos são todos os agentes que, 

exercendo com caráter de permanência uma 
função pública em decorrência de relação de 
trabalho, integram o quadro funcional das pesso-
as federativas, das autarquias e das fundações 
públicas de natureza autárquica.”

(Filho, 2009, p.564).

De acordo com a Constituição Federal de 

1988, sobre os servidores públicos, é correto afir-
mar que:
A) são estáveis, após 3 (três) anos de efetivo 

exercício, os servidores nomeados para cargo 
de provimento efetivo em virtude de concurso 
público.

B) são estáveis, após 2 (dois) anos de efetivo 

exercício, os servidores nomeados para cargo 
de provimento efetivo em virtude de concurso 
público.

C) o servidor estável perderá o cargo somente 

em virtude de sentença judicial transitada em 
julgado.

D) o servidor estável perderá o cargo somente 

em virtude de processo administrativo em que 
lhe seja assegurada ampla defesa.

E) como condição para aquisição de estabilida-

de, não é obrigatória a avaliação especial de 
desempenho.

30. 

“A Constituição vigente, ao contrário das ante-

riores, dedicou um capítulo à Administração 
Pública e, no art. 37, deixou expressos os prin-
cípios a serem observados por todas as pessoas 
administrativas de qualquer dos entes federati-
vos. Convencionamos denominá-los de princí-
pios expressos ou explícitos exatamente pela 
menção constitucional.

Além dos princípios explícitos, a Administra-

ção ainda se orienta pelos princípios implícitos ou 
reconhecidos, que têm a mesma relevância que 
os outros.”

(Filho, 2009, p.18).

Sobre os princípios explícitos e implícitos que 

norteiam as atividades da Administração Pública, 

é correto afirmar que:
A) o princípio da indisponibilidade enfatiza a ideia 

de que os bens e interesses públicos perten-
cem à Administração e aos agentes adminis-
trativos e que, por isso, podem dispor de tais 
bens e interesses sempre que quiserem.

B) o princípio da autotutela é absoluto e desconsi-

dera o princípio da segurança e da estabilida-
de das relações jurídicas. Tal princípio permite 
que a Administração anule qualquer ato, ainda 
que revestido de legalidade.

C) o princípio da razoabilidade concede ao admi-

nistrador a possibilidade de agir conforme seu 
juízo de valor, desconsiderando a lei.

D) o princípio da proporcionalidade permite que 

o administrador, ao agir, ultrapasse os limites 

definidos  na  lei,  tendo  em  vista  que  o  mais 
importante é o interesse da Administração.

E) 

o  princípio  da  eficiência  impõe  a  todo  agente 
público a realização de suas atribuições com 
presteza, perfeição e rendimento funcional. 
O núcleo do princípio é a produtividade e eco-
nomicidade, a execução dos serviços públicos 
com excelência e com redução de desperdícios.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

7

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

31. 

Segundo a norma NBR 9050:2015, para ser 

considerado acessível, o mobiliário urbano deve:
A) estar localizado fora da rota acessível.
B) ser projetado de modo a não necessitar ser 

sinalizado.

C) estar localizado fora da faixa livre para circula-

ção de pedestre.

D) ser projetado de modo a priorizar as pessoas 

com deficiência.

E) atender aos princípios do Desenho Internacional.

32. 

Para a sinalização dos ambientes, a altura do 

símbolo deve ter a proporção de 1/200 da distân-
cia de visada, com mínimo de 8 cm. O desenho 
do símbolo deve:
A) ter formas com o maior número de detalhes 

possível.

B) ter contornos em tons suaves que não ofus-

quem a visão.

C) ser acompanhado de texto em Braille.
D) ser acompanhado de texto em relevo.
E) utilizar símbolos de padrão internacional.

33. 

Na norma NBR 9050:2015, a “concepção 

de produtos, ambientes, programas e serviços 
a serem utilizados por todas as pessoas, sem 

necessidade de adaptação ou projeto específico, 
incluindo os recursos de tecnologia assistiva” é a 
descrição do conceito do Desenho:
A) Universal.
B) Internacional.
C) Acessível.
D) Inclusivo.
E) Tecnológico.

34. 

No que tange ao atendimento para informação, 

a norma ABNT NBR 15599:2008 coloca que toda 
informação deve ser prestada:
A) diretamente a quem perguntou, seja a pessoa 

com deficiência ou ao seu acompanhante.

B) 

a um intermediário, caso a pessoa com defici-
ência esteja sozinha.

C) diretamente ao acompanhante da pessoa com 

deficiência.

D) 

diretamente à pessoa com deficiência interes-
sada, mesmo que a pergunta tenha vindo de 
seu acompanhante.

E) 

à pessoa com deficiência, caso seja maior de 
18 anos, e ao seu acompanhante, caso seja 
menor de 18 anos.

35. 

Em relação aos museus, espaços de expo-

sição e espaços culturais, a norma ABNT 

 

NBR 15599:2008 indica que a instituição deve 

 

disponibilizar e oferecer diversos serviços, espa-
ços e dispositivos, EXCETO:
A) espaço livre de barreiras que impeçam o aces-

so aos equipamentos ou tornem o caminho 
inseguro ou perigoso, construído e sinalizado 

como especificado na ABNT NBR 9050.

B) atendimento especializado em LIBRAS e por 

meio de articulador orofacial, devidamente sina-
lizado e divulgado em todo material promocional.

C) atendimento especializado em Língua Inter-

nacional de Sinais, devidamente sinalizado e 
divulgado em todo material promocional.

D) planos ou mapas táteis ou maquetes com a 

descrição de seus espaços.

E) gravações com a descrição dos ambientes, 

dos percursos e roteiros dos pontos de inte-
resse e das obras.

36. 

Eventos como reuniões, palestras, fóruns, 

encontros,  oficinas,  depoimentos,  entre  outros, 
devem dispor e oferecer:
A) informações sobre o conteúdo da apresenta-

ção em Braille.

B) informações sobre o conteúdo da apresenta-

ção em letras ampliadas.

C) informações sobre o conteúdo da apresenta-

ção em pelo menos uma língua estrangeira.

D) intérprete da Língua Internacional de Sinais.
E) intérprete de LIBRAS para as pessoas surdas 

usuárias de LIBRAS.

37. 

De acordo com o Decreto nº 1.171 de 22 de 

junho de 1994, a remuneração do servidor públi-
co é custeada pelos tributos pagos direta ou indi-
retamente por todos, até por ele próprio, e por 
isso se exige, como contrapartida:
A) que o servidor trabalhe em harmonia com a 

estrutura organizacional, respeitando seus 
colegas e cada concidadão.

B) que a moralidade administrativa se integre no 

Direito, como elemento indissociável de sua 

aplicação  e  de  sua  finalidade,  erigindo-se, 
como consequência, em fator de legalidade.

C) que o servidor preste toda a sua atenção às 

ordens legais de seus superiores, velando 
atentamente por seu cumprimento, e, assim, 
evitando a conduta negligente.

D) que o servidor desempenhe, a tempo, as atri-

buições do cargo, função ou emprego público 
de que seja titular.

E) que o servidor tenha consciência de que seu 

trabalho é regido por princípios éticos que se 
materializam na adequada prestação dos ser-
viços públicos.

38. 

Em seu capítulo II, o Decreto nº 1.171 de 22 

de junho de 1994 coloca que: “XVI - Em todos 
os órgãos e entidades da Administração Pública 
Federal direta, indireta autárquica e fundacional, 
ou em qualquer órgão ou entidade que exerça 
atribuições delegadas pelo poder público, deverá 
ser criada uma Comissão...”. Complete este inci-
so com a alternativa correta:
A) Permanente de Processo Disciplinar.
B) Permanente de Avaliação.
C) de Ética.
D) da Verdade.
E) Técnica.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

8

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

39. 

A Lei n

o

 12.840, de 9 de julho de 2013, dispõe 

sobre:
A) a instituição do Estatuto de Museus e dá outras 

providências. 

B) o restabelecimento dos princípios da Lei n° 

7.505, de 2 de julho de 1986, institui o Progra-
ma Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) e dá 
outras providências.

C) a instituição da Lei Brasileira de Inclusão da 

Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa 

com Deficiência).

D) a destinação dos bens de valor cultural, artís-

tico ou histórico aos museus, nas hipóteses 
que descreve.

E) normas gerais e critérios básicos para a pro-

moção da acessibilidade das pessoas por-

tadoras  de  deficiência  ou  com  mobilidade 
reduzida, e dá outras providências.

40. 

A Lei que dispõe sobre a destinação dos bens 

de valor cultural, artístico ou histórico aos museus 
coloca que “A União, objetivando a adequada 
preservação e difusão dos bens referidos nesta 
Lei, poderá permitir sua guarda e administração 
por museus pertencentes às esferas federal, 
estadual ou municipal”. Entretanto, o parágrafo 1

informa que será dada preferência de destinação 
às instituições museológicas:
A) estaduais.
B) municipais.
C) de economia mista, caso estas apresentem 

melhores condições para a preservação do 
acervo.

D) privadas, caso estas apresentem melhores 

condições para a preservação do acervo.

E) federais.

41. 

A Lei que institui o Programa Nacional de Apoio 

à Cultura em seu artigo 4

o

  ratifica  o  Fundo  de 

Promoção Cultural, criado pela Lei nº 7.505, de 
2 de julho de 1986, que passou a denominar-se 
Fundo Nacional de Cultura (FNC), com o objetivo 
de captar e destinar recursos para projetos cultu-

rais  compatíveis  com  as  finalidades  do  Pronac.  
No que tange aos outros objetivos indicados nes-
se artigo, assinale a alternativa INCORRETA.
A) Favorecer projetos que atendam às necessi-

dades da produção cultural e a priorização de 
projetos em áreas artísticas e culturais com 
mais possibilidades de desenvolvimento com 
recursos próprios.

B) Estimular a distribuição regional equitativa dos 

recursos a serem aplicados na execução de 
projetos culturais e artísticos.

C) Favorecer a visão interestadual, estimulan-

do projetos que explorem propostas culturais 
conjuntas, de enfoque regional.

D) Apoiar projetos dotados de conteúdo cultural 

que enfatizem o aperfeiçoamento profissional 
e artístico dos recursos humanos na área da 
cultura, a criatividade e a diversidade cultural 
brasileira.

E) Contribuir para a preservação e proteção do 

patrimônio cultural e histórico brasileiro.

42. 

A Lei que institui o Estatuto de Museus e dá 

outras providências estabelece em seu artigo 28 
que os museus deverão promover estudos de 
público, diagnóstico de participação e avaliações 
periódicas objetivando:
A) a elaboração e a implementação de progra-

mas de exposições adequados à sua vocação 

e tipologia, com a finalidade de promover aces-

so aos bens culturais e estimular a reflexão e o 
reconhecimento do seu valor simbólico.

B) a progressiva melhoria da qualidade de seu 

funcionamento e o atendimento às necessida-
des dos visitantes.

C) a elaboração e a implementação do Plano 

Museológico como ferramenta básica de pla-
nejamento estratégico, de sentido global e 
integrador.

D) estimular o desenvolvimento de programas, 

projetos e atividades museológicas que res-
peitem e valorizem o patrimônio cultural de 
comunidades populares e tradicionais, de 

acordo com as suas especificidades.

E) estimular a participação e o interesse dos 

diversos segmentos da sociedade no setor 
museológico.

43. 

A Lei n

o

 11.904, de 14 de janeiro de 2009, esta-

belece que a política de gratuidade ou onerosida-
de do ingresso ao museu, para diferentes públicos, 
conforme dispositivos abrigados pelo sistema 
legislativo nacional, será estabelecida por:
A) consulta pública aos diferentes públicos que o 

integram.

B) representantes das Associações de Amigos 

dos Museus.

C) ele ou pela entidade de que dependa.
D) representantes do Sistema de Museus.
E) representantes do Comitê Gestor do Sistema 

Brasileiro de Museus.

44. 

Podemos afirmar que a Acessibilidade Atitudi-

nal é a garantia de um ambiente sem barreiras:
A) nos instrumentos, ferramentas, utensílios.
B) na comunicação entre pessoas.
C) nos métodos e técnicas de lazer, trabalho, 

educação.

D) humanas, preconceituosas os discriminatórias 

em relação às pessoas com deficiência.

E) embutidas em políticas públicas, legislações, 

normas.

45. 

Pode-se considerar a recusa em interagir com a 

pessoa com deficiência como uma barreira:
A) instrumental.
B) metodológica.
C) atitudinal.
D) programática.
E) comunicacional.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

9

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

46. 

Assinale a alternativa que apresenta o ano de 

criação do Museu Nacional, o primeiro museu 
brasileiro.
A) 1808
B) 1908
C) 1918
D) 1818
E) 1958

47. 

O Seminário Regional de Estudos da UNESCO 

sobre a Função Educativa dos Museus foi realiza-
do no Rio de Janeiro em:
A) 1927
B) 2014
C) 1999
D) 1937
E) 1958

48. 

Assinale a alternativa que reúne três espaços 

científico-culturais  vinculados  à  Universidade 
Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
A) Museu da Geodiversidade, Casa da Ciência e 

Museu Nacional.

B) Museu Nacional, Museu de Ciências da Terra 

e Museu da Vida.

C) Museu de Ciências da Terra, Casa da Ciência 

e Museu Nacional.

D) Museu Histórico Nacional, Museu da Vida e 

Museu de Ciências da Terra.

E) Casa da Ciência, Museu Nacional e Museu 

da Vida.

49. 

Assinale a alternativa que apresenta o número 

de  espaços  científico-culturais  apresentados  na 
publicação “Centros e Museus de Ciência do Bra-
sil 2015”, editada pela Associação Brasileira de 
Centros e Museus de Ciência – ABCMC.
A) 98
B) 168
C) 218
D) 358
E) 268

50. 

De acordo com a publicação A ciência e a tec-

nologia no olhar dos brasileiros: percepção públi-
ca da C&T no Brasil – 2015
 (Centro de Gestão 
e Estudos Estratégicos, 2017) o percentual de 
brasileiros que visitaram Museu ou Centro de 
Ciência e Tecnologia nos 12 meses anteriores à 
pesquisa foi de:
A) 54%
B) 12,3%
C) 35%
D) 25,4%
E) 3,5%

51. 

Segundo o Estatuto de Museus, Lei n° 11.904 de 

14 de janeiro de 2009, o Plano Museológico deve 
contemplar os seguintes programas EXCETO o de:
A) comunicação.
B) 

financiamento e fomento.

C) turismo.
D) pesquisa.
E) segurança.

52. 

Em Orientações para gestão e planejamento de 

museus  (DUARTE CÂNDIDO, 2014) são apre-
sentadas sugestões para uma relação acolhe-
dora com o público do museu. De acordo com a 
mesma fonte, todas as ações a seguir atenderiam 
a esse objetivo, EXCETO:
A) informar, já na entrada, as regras de uso de 

cada espaço do museu.

B) transformar o museu em um espaço de encon-

tro para diferentes grupos, aberto a viabilizar 
propostas que venham do público.

C) criar situações em que o público se veja envol-

vido em experiências “únicas” (visita aos bas-
tidores e às curadorias colaborativas).

D) tirar proveito de espaços como jardins, esca-

das, cafés e corredores.

E) instalar cordinhas e avisos de não tocar nos 

objetos.

53. 

De acordo com a publicação Orientações para 

gestão e planejamento de museus (DUARTE 
CÂNDIDO, 2014), a recepção do museu reali-
za a transição do mundo exterior ao museu e, 
além de permitir uma visão geral do conjunto do 
prédio, deve favorecer a adaptação do público à 
situação que encontrará no seu interior, quanto 
aos aspectos:
A) climáticos e sonoros.
B) climáticos e de iluminação.
C) sonoros e de iluminação.
D) climáticos e de segurança.
E) sonoros e de segurança.

54. 

Segundo a publicação Princípios Básicos da 

Museologia (COSTA, 2006), a portaria do museu 
deve abrigar uma recepção. Dentre as responsa-
bilidades da portaria se encontra:
A) o agendamento de visitas escolares.
B) a venda de ingressos.
C) a venda de produtos.
D) o controle estatístico das visitas.
E) o atendimento telefônico do museu.

55. 

Assinale a alternativa que apresenta o nome de 

um museu participante do Observatório de Museus 
e Centros de Ciência e Tecnologia – OMCC&T.
A) Museu da Escola Politécnica.
B) Museu Imperial.
C) Museu das Telecomunicações.
D) Museu de Imagens do Inconsciente.
E) 

Museu de Astronomia e Ciências Afins.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

10

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

56. 

Resultados de pesquisa que levantou a opinião 

de visitantes maiores de 15 anos, frequentado-
res dos museus participantes do Observatório 
de Museus e Centros de Ciência & Tecnologia 
(OMCC&T), são apresentados na publicação 

Museus e seus visitantes: pesquisa perfil-opinião 
2013
 (COSTA et.al, 2015). Assinale a alternativa 
que contém a média obtida junto ao total dos res-
pondentes que declararam estar acompanhados 
por crianças de 0 a 6 anos.
A) 41%
B) 25%
C) 33%
D) 10%
E) 50%

57. 

Segundo a publicação Museus e seus visitantes:  

pesquisa perfil-opinião 2013” (COSTA et.al, 2015),  
a média obtida junto ao total dos respondentes 
que possuem pós-graduação corresponde a:
A) 19%
B) 70%
C) 29%
D) 35%
E) 51%

58. 

A média obtida junto ao total de respondentes 

que possuem alta renda, segundo a publicação 

Museus e seus visitantes: pesquisa perfil-opinião 
2013
 (COSTA et.al, 2015), corresponde a:
A) 5%
B) 25%
C) 56%
D) 68%
E) 75%

59. 

De acordo com a Política de Preservação de 

Acervos Institucionais (MAST, 1995), a instituição 
deve elaborar para casos de incêndio, pânico, rou-
bo, vandalismo e acidentes que podem ocorrer 
aos seus funcionários e usuários, ao seu acervo e 

ao prédio, um programa específico de:
A) proteção e preservação.
B) preservação e conservação.
C) conservação e proteção.
D) proteção e salvamento.
E) salvamento e preservação.

60. 

Com base na Cartilha 2013 – Gestão de Riscos 

ao Patrimônio Musealizado Brasileiro (IBRAM), 
assinale a alternativa que apresenta as cinco 
ações de tratamento e controle de riscos que 
devem ser tomadas face aos agentes de risco.
A) 

Identificar,  detectar,  bloquear,  responder  e 
recuperar.

B) Detectar, bloquear, intervir, responder e recu-

perar.

C) 

Identificar,  detectar,  bloquear,  responder  e 
guardar.

D) 

Identificar,  detectar,  bloquear,  recuperar  e 
guardar.

E) Detectar, bloquear, responder, recuperar e 

conservar.

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações

pr-4-ufrj-2017-ufrj-auxiliar-em-administracao-prova.pdf-html.html

Concurso Público UFRJ - Edital 455/2017

B-213 | AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO  / HORÁRIO DIFERENCIADO

Atividades Culturais de Divulgação Científica e Publicações