Prova Concurso - Contabilidade - ANALISTA-ADMINISTRATIVO-CONTABILIDADE - CESPE - EBSERH - 2018

Prova - Contabilidade - ANALISTA-ADMINISTRATIVO-CONTABILIDADE - CESPE - EBSERH - 2018

Detalhes

Profissão: Contabilidade
Cargo: ANALISTA-ADMINISTRATIVO-CONTABILIDADE
Órgão: EBSERH
Banca: CESPE
Ano: 2018
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

CONTADORUFPA2018
PROFISSIONAL-JUNIOR-CIENCIAS-CONTABEISLIQUIGAS2018
CONTADOR-JUNIORTRANSPETRO2018

Gabarito

cespe-2018-ebserh-analista-administrativo-contabilidade-gabarito.pdf-html.html

 

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

 

EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES

 

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EFETIVAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA EM

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO/TÉCNICO

Aplicação: 6/5/2018

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

C

C

C

E

E

E

E

E

C

C

E

C

C

C

E

E

E

C

C

E

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

E

C

E

E

C

C

E

C

E

C

E

C

C

E

C

C

E

C

E

C

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

E

C

C

E

E

C

E

E

C

E

C

C

E

C

C

E

C

E

C

E

Item

Item

Gabarito

GABARITOS OFICIAIS DEFINITIVOS

Obs  ( X ) item anulado

Item

Gabarito

Cargo 4: ANALISTA ADMINISTRATIVO – ESPECIALIDADE: CONTABILIDADE

393_EBSERHADMINISTRATIVA004

Gabarito

Prova

cespe-2018-ebserh-analista-administrativo-contabilidade-prova.pdf-html.html

CESPE | CEBRASPE – EBSERH_ADMINISTRATIVA – Aplicação: 2018

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Com relação aos pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos

Contábeis (CPC), julgue os itens a seguir.

41

Situação  hipotética:  Um  fornecedor  de  equipamentos

industriais vendeu, à vista, uma máquina por um valor 10%

abaixo do valor habitual de mercado. As partes envolvidas não

tinham  qualquer  outro  tipo  de  relacionamento  a  não  ser  a

transação descrita, não se achavam constrangidas de qualquer

forma e possuíam pleno conhecimento sobre o mercado e as

características do negócio que realizavam. Assertiva: Nessa

situação, na data da realização da transação, o preço acordado

foi o seu valor justo.

42

Ao se ajustar o fluxo de caixa de um negócio a valor presente,

não havendo possibilidade de estimar confiavelmente o prêmio

de risco envolvido, poder-se-á optar pela taxa de juros livre de

risco, externa ao negócio, como taxa de desconto.

43

Para  que  um  ativo  financeiro  seja  mensurado  ao  custo

amortizado,  é  necessário  que  suas  cláusulas  contratuais

prevejam fluxos de caixa exclusivamente de principal e juros

sobre esse principal, nas datas previamente acordadas, e que o

modelo de negócio em que o ativo esteja inserido tenha por

objetivo receber esses fluxos de caixa contratuais.

44

A  utilização  de  ações  disponíveis  em  tesouraria  para  a

captação de caixa por meio do ingresso de novos acionistas

não controladores na entidade constitui um tipo de receita.

45

Se  uma  empresa  for  adquirida  em  uma  combinação  de

negócios e, inesperadamente, após a aquisição, o adquirente

obtiver um ganho com a liquidação em condições vantajosas

de  um  passivo  da  adquirida,  tal  ganho  representará  um

goodwill.

Julgue  os  itens  seguintes,  a  respeito  da  elaboração  das

demonstrações contábeis segundo os pronunciamentos do CPC e a

legislação vigente.

46

O valor pago na aquisição de um imóvel destinado a locação

a terceiro é exemplo de fluxo de caixa decorrente de atividades

de investimentos.

47

A segregação usual entre ativos circulantes e não circulantes,

realizada  no  balanço  patrimonial,  pode  ser  substituída  pela

apresentação  de  alguns  ativos  e  passivos  por  ordem  de

liquidez, quando tal procedimento fornecer informação mais

confiável  e  relevante  sobre  tais  itens  patrimoniais,

mantendo-se,  para  os  demais  ativos  e  passivos,  o  critério

tradicional.

48

Na demonstração de resultados do exercício, as receitas devem

ser  apresentadas  pelo  critério  de  competência,  avaliadas

segundo seu custo histórico.

49

Uma empresa que tenha adquirido insumos de terceiros para

seu processo produtivo deve apresentar esses valores na seção

da  demonstração  do  valor  adicionado  destinada  à

demonstração da riqueza criada pela entidade.

50

Apesar de ser facultativa, segundo a legislação societária, a

demonstração de mutações do patrimônio líquido integra o rol

de demonstrações financeiras classificadas como obrigatórias

pelo CPC.

51

Ajustes  de  exercícios  anteriores  afetam  a  demonstração  de

lucros ou prejuízos acumulados, desde que sejam derivados de

fatos subsequentes. 

Com referência à utilização de custos para fins de controle e gestão,
julgue os próximos itens.

52

Situação  hipotética:  Em  dado  período,  uma  indústria  que
apropria custos indiretos a seus produtos à razão do tempo de
mão  de  obra  direta  necessário  à  produção  produziu  6  mil
unidades  do  produto  A  e  4  mil  unidades  do  produto  B,
incorrendo em 6 minutos para a produção de cada unidade do
produto A e 18 minutos para a produção de cada unidade do
produto B. Assertiva: Nessa situação, o produto A receberá
um terço dos custos indiretos de produção do período.

53

Situação hipotética: Em determinado período, certa indústria
produziu 25 mil unidades de seu único produto, tendo vendido
80% dessas unidades. Não havia estoques iniciais de qualquer
espécie  e  os  custos  indiretos  de  produção  fixos  somaram
R$  500  mil.  Assertiva:  Nessa  situação,  no  período
considerado, o lucro antes do imposto de renda apurado pelo
método do custeio por absorção será R$ 100 mil maior do que
o apurado pelo método do custeio variável.

54

Situação  hipotética:  Uma  indústria  que  trabalha  com  o
sistema de custo padrão para fins gerenciais utiliza um número
padrão de horas de mão de obra direta (mod) de 0,45 hmod por
unidade produzida, sendo a sua taxa padrão de mod igual a
R$  13  por  hora.  Na  última  semana,  foram  fabricadas
200  unidades  de  seu  produto  único,  tendo  sido  verificadas
variação de taxa de mod de R$ 90 favorável e variação total de
mod  de  R$  40  desfavorável.  Assertiva:  Nessa  situação,  o
número efetivo de horas de mod empregadas na produção foi
superior ao esperado em mais de 10%.

55

Uma  das  vantagens  do  custeio  embasado  em  atividade,  em
relação a outras metodologias de custeio, é que a íntegra dos
custos  associados  a  atividades  é  apropriada  sem  rateio  aos
objetos de custeio, evitando que custos identificados como de
atividade possam ir parar no  resultado sem passarem pelos
objetos de custeio.

56

O sistema de custeio RKW,  caracterizado pela apropriação
tanto de custos do período quando de custos de produção dos
produtos, realiza o que se pode chamar de custeio pleno ou
total,  dispensando,  por  isso,  a  departamentalização  e
demandando  técnicas  de  rateio  próprias,  distintas  das  do
custeio por absorção.

57

Situação  hipotética:  Em  determinado  mês,  uma  empresa
calculou  seu  ponto  de  equilíbrio  em  receita  de  vendas  em
R$ 180.000, tendo obtido uma margem de segurança de 20%
e  um  lucro  líquido  operacional  de  R$  27.000.  No  mês
subsequente, quando está prevista uma expansão de 5% em
suas vendas, espera-se um lucro líquido operacional líquido de
R$  33.750,  sem  nenhuma  alteração  em  custos  ou  preços.
Assertiva: Nessa situação, o índice de margem de contribuição
é de 70% em ambos os meses.

cespe-2018-ebserh-analista-administrativo-contabilidade-prova.pdf-html.html

CESPE | CEBRASPE – EBSERH_ADMINISTRATIVA – Aplicação: 2018

No  que  se  refere  a  avaliação  e  mensuração  dos  itens  do  ativo
imobilizado, julgue os itens subsequentes.

58

Enquanto o custo deduzido da depreciação, amortização ou
exaustão,  revisado  periodicamente  pela  avaliação  de
recuperabilidade do valor investido, é o critério de avaliação
de  ativos  imobilizados  na  maior  parte  das  empresas,  nas
empresas agrícolas, os ativos biológicos devem, em geral, ser
avaliados a valor justo.

59

A constatação de que o valor de mercado das ações de uma
empresa é inferior ao seu valor patrimonial é um indicativo
externo  de  que  seus  ativos  podem  estar  sobreavaliados,
sinalizando  a  necessidade  de  realização  de  testes  de
recuperabilidade do valor patrimonial desses ativos.

60

Situação hipotética: Uma empresa adquiriu o equipamento
industrial X, com vida útil estimada de 10 anos e capacidade
de processamento de um milhão de peças. X custou R$ 350 mil
e apresentou a produtividade de 80 mil peças no primeiro ano
e 120 mil peças no segundo ano. No final do primeiro trimestre
do  terceiro  ano  de  utilização  de  X,  quando  já  haviam  sido
produzidas mais 40 mil peças, a empresa resolveu substituir
esse equipamento por um mais moderno,  tendo realizado a
venda de X por R$ 270 mil. A depreciação de X foi calculada
pelo  método  das  unidades  produzidas.  Assertiva:  Nessa
situação, a empresa realizou uma perda com a baixa de X.

Julgue os itens a seguir, a respeito da composição e das variações
do patrimônio público e da mensuração dos seus elementos.

61

Um dos requisitos para que um recurso seja classificado como
ativo de uma entidade é o seu controle, o que significa sua
propriedade legal.

62

A situação patrimonial líquida não se confunde com resultado
patrimonial, uma vez que a primeira consiste na diferença entre
ativos e passivos enquanto o segundo decorre do confronto
entre as variações patrimoniais aumentativas e diminutivas do
período.

63

Na concessão de suprimento de fundos, a variação patrimonial
diminutiva é reconhecida no mesmo instante da liquidação,
uma vez que o fato gerador consiste no ato do ordenador de
despesa que autoriza a entrega do adiantamento.

64

O  valor  de  mercado,  como  base  de  mensuração  de  ativos,
consiste no custo mais econômico necessário à entidade para
substituir determinado ativo na data do relatório.

65

Um ativo imobilizado ou intangível pode ter seu valor contábil
aumentado em função de teste de imparidade, desde que esse
aumento  configure  reversão  de  uma  perda  por
irrecuperabilidade reconhecida anteriormente e até o limite do
valor  contábil  que  ele  teria  se  nenhuma  perda  por
irrecuperabilidade tivesse sido reconhecida.

66

Os  imóveis  são  ativos  imobilizados  e,  portanto,  sofrem
depreciação; no entanto, essa depreciação recai somente sobre
a  parcela  do  imóvel  correspondente  à  construção,  mas  não
sobre a parcela correspondente ao terreno.

Acerca das receitas e das despesas públicas, suas etapas e estágios,

e  da  Conta  Única  do  Tesouro  Nacional,  julgue  os  itens

subsequentes.

67

Receitas  públicas  originárias  são  aquelas  arrecadadas  pelo

poder público por meio da soberania estatal, como é o caso das

receitas de impostos.

68

Após  a  aprovação  da  lei  orçamentária,  o  Poder  Executivo

deverá  editar  decreto  de  programação  financeira  que

funcionará como orçamento de caixa a fim de compatibilizar

a execução das despesas com o fluxo esperado das receitas ao

longo do exercício financeiro.

69

O  Plano  de  Contas  Aplicado  ao  Setor  Público  criou  novo

estágio da execução da despesa orçamentária, não previsto na

Lei n.º 4.320/1964, a fim de identificar que o fato gerador

ocorreu antes do empenho da despesa.

70

A execução orçamentária e financeira da despesa no governo

federal é feita por meio do SIAFI, mediante a utilização de

documentos  de  entrada,  tais  como  a  nota  de  empenho  e  a

ordem bancária.

71

O  Banco  Central  do  Brasil  paga  remuneração  ao  Tesouro

Nacional sobre o saldo diário da Conta Única nele depositada,

segundo a taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação

e de Custódia (SELIC) para títulos federais.

Julgue os próximos itens, relativos à contabilidade de custos e aos

sistemas de informação de custos na administração pública.

72

A  Lei  de  Responsabilidade  Fiscal  avançou  em  relação  à

Lei n.º 4.320/1964, ao determinar que a implantação de um

sistema  de  custos  permita  a  avaliação  dos  resultados  e  do

desempenho da gestão orçamentária, financeira e patrimonial,

e não somente a determinação do custo dos serviços prestados

pelo Estado.

73

A  informação  de  custos  deve  ser  oportuna,  ou  seja,  estar

disponível no momento adequado à tomada de decisão.

74

No setor público, o sistema de informação de custos deve ser

independente em relação aos demais sistemas de informações

e gestão, a fim de não sofrer interferências destes.

75

No  método  de  custeio  variável,  os  custos  fixos  são

considerados despesas do período.

Julgue os seguintes itens, relativos à elaboração e à divulgação de

informações  contábeis  e  de  demonstrações  contábeis  no  setor

público.

76

Os  relatórios  contábeis  de  propósitos  gerais  abrangem  as

demonstrações contábeis, mas não se limitam a estas.

77

O  valor  do  superávit  financeiro  de  exercícios  anteriores

utilizado para a abertura de créditos adicionais é apresentado

no balanço orçamentário e utilizado no cálculo do déficit ou

superávit  orçamentário,  mas  não  é  considerado  receita

orçamentária do exercício de referência.

78

A elaboração do balanço patrimonial não se vale somente de

contas  de  natureza  patrimonial,  uma  vez  que  há  quadro  de

contas de compensação elaborado com a utilização de contas

de natureza de controle.

79

A demonstração de fluxos de caixa no setor público pode ser

realizada  pelos  métodos  direto  ou  indireto;  nesta  segunda

opção — método indireto —, parte-se do resultado patrimonial

do  exercício,  obtido  na  demonstração  das  variações

patrimoniais, e realiza-se ajuste pelos itens que impactam esse

resultado, mas não possuem efeito no caixa.

80

O  balanço  financeiro  do  setor  público  é  composto  por  um

único quadro, no qual as receitas e as despesas orçamentárias

executadas são classificadas por fonte e destinação de recursos.

cespe-2018-ebserh-analista-administrativo-contabilidade-prova.pdf-html.html

CESPE | CEBRASPE – EBSERH_ADMINISTRATIVA – Aplicação: 2018

No  que  se  refere  a  noções  básicas  de  tributos  e  a  tratamento

contábil aplicável aos impostos e às contribuições, julgue os itens

a seguir.

81

É  lícita  a  instituição  de  taxa  que  possua  base  de  cálculo

idêntica à de um imposto.

82

A cobrança da contribuição de melhoria deve respeitar como

limite total a despesa realizada na obra pública e como limite

individual  o  acréscimo  de  valor  resultante  ao  imóvel

beneficiário.

83

A majoração de alíquota do imposto de renda deve seguir o

princípio da anterioridade do exercício financeiro, mas não o

princípio da anterioridade nonagesimal.

84

Os estados e o Distrito Federal poderão instituir a contribuição

para custeio do serviço de iluminação pública, facultando a sua

cobrança na fatura de consumo de energia elétrica.

85

No  caso  de  importação  de  produtos  de  bens  estrangeiros

industrializados, a base de cálculo do IPI equivale ao preço

normal do produto, acrescido não só das taxas exigidas para a

entrada  do  produto  no  país,  mas  também  dos  encargos

cambiais  efetivamente  pagos  pelo  importador  ou  dele

exigíveis.

Uma empresa adquiriu R$ 220.000 de materiais para a

produção, sendo recuperáveis R$ 20.000 de IPI e R$ 24.000 de

ICMS.
Considerando essa situação hipotética, julgue os seguintes itens a

respeito  do  tratamento  contábil  aplicável  aos  impostos  e  às

contribuições.

86

O lançamento contábil a ser realizado na data de aquisição dos

materiais deverá ser o seguinte.

D – Estoque de matérias-primas – R$ 176.000

D – IPI a recuperar – R$ 20.000

D – ICMS a recuperar – R$ 24.000

C – Fornecedores – R$ 220.000

87

O lançamento contábil a ser realizado no término do período

de apuração do IPI deverá ser o seguinte.

D – IPI a recuperar – R$ 20.000

C – IPI a recolher – R$ 20.000

Em  relação  às  retenções  na  fonte  realizadas  pela  administração

pública federal, julgue os próximos itens. Nesse sentido, considere

que a sigla IR, sempre que utilizada, se refere a imposto de renda.

88

A  retenção  na  fonte  realizada  por  órgão  ou  entidade  da

administração pública federal não dispensa, em relação aos

pagamentos  efetuados,  as  demais  retenções  previstas  na

legislação do IR.

89

Não serão retidos os valores correspondentes ao IR, à CSLL,

à COFINS e à contribuição para o PIS/PASEP de pagamentos

efetuados a título de prestações relativas à aquisição de bem

financiado por instituição financeira.

90

Serão retidos os valores correspondentes ao IR e à CSLL dos

pagamentos efetuados a condomínios edilícios.

91

Os valores retidos na fonte a título de CSLL que excederem ao

valor da respectiva contribuição a pagar no mesmo mês de

apuração poderão ser restituídos ou compensados com débitos

relativos a outros tributos administrados pela Receita Federal

do Brasil.

92

Os  valores  retidos  na  fonte  a  título  de  COFINS  somente

poderão  ser  deduzidos  com  o  que  for  devido  em  relação  à

mesma espécie de contribuição e no mês de apuração a que se

refere a retenção.

93

Na  hipótese  de  não  retenção  da  contribuição  para  o

PIS/PASEP,  aplicam-se  integralmente  as  penalidades  e  os

demais acréscimos previstos na legislação do IR.

Julgue os itens subsecutivos, relativos às Instruções Normativas da

Receita  Federal  do  Brasil  n.º  971/2009  e  n.º  1.234/2012  e  à

Lei Complementar n.º 116/2003.

94

Os valores retidos pelas empresas públicas federais deverão ser

recolhidos  ao  Tesouro  Nacional  até  o  último  dia  útil  do

segundo decêndio do mês subsequente ao mês em que tiver

ocorrido o pagamento à pessoa jurídica.

95

Os prestadores de serviços de limpeza deverão informar nos

boletos bancários o valor bruto do preço do bem ou do serviço

e  os  valores  do  IR  e  das  contribuições  a  serem  retidos  na

operação, devendo o seu pagamento ser efetuado pelo valor

líquido.

96

É permitida a inscrição como segurado facultativo do regime

geral de previdência social da pessoa física maior de dezesseis

anos de idade que esteja filiada obrigatoriamente ao regime

próprio.

97

Não  integram  a  base  de  cálculo  para  fins  de  incidência  de

contribuições previdenciárias do empregado as importâncias

recebidas a título de férias indenizadas e respectivo adicional

constitucional,  incluído  o  valor  correspondente  à  dobra  da

remuneração de férias.

98

Se uma empresa com estabelecimento no município Alfa presta

serviços  de  transportes  coletivos  rodoviários  no  município

Beta,  então  o  ISS  relativo  ao  serviço  prestado  compete  ao

município Alfa.

99

A alíquota máxima do ISS é de 5%.

100

A lei — ou o ato municipal ou distrital — que desrespeite a

alíquota mínima do ISS será considerada nula, mas com efeitos

ex nunc, não gerando direito à restituição do valor pago pelo

prestador de serviço.