Prova Concurso - Engenharia - ANALISTA-JUDICIARIO-ENGENHARIA-MECANICA - INSTITUTO - AOCP - 2018

Prova - Engenharia - ANALISTA-JUDICIARIO-ENGENHARIA-MECANICA - INSTITUTO - AOCP - 2018

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: ANALISTA-JUDICIARIO-ENGENHARIA-MECANICA
Órgão: AOCP
Banca: INSTITUTO
Ano: 2018
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-gabarito.pdf-html.html

 

 

 
 
 
 

 

 
 
 

                                                                                          
 
 
 
 
 

NÍVEL MÉDIO MANHà

TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA- TIPO 1 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

X

 

X

 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

  

TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA- TIPO 2 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

X

 

X

 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gabarito Pós-recursos

 

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO 

 

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2018 

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-gabarito.pdf-html.html

TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA- TIPO 3 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

X

 

X

 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA- TIPO 4 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

X

 

X

 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NÍVEL SUPERIOR MANHà

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA JUDICIÁRIA – ESPECIALIDADE OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL - TIPO 1 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

E

 

B

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA JUDICIÁRIA – ESPECIALIDADE OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL - TIPO 2 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

E

 

B

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-gabarito.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA JUDICIÁRIA – ESPECIALIDADE OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL - TIPO 3 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

E

 

B

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA JUDICIÁRIA – ESPECIALIDADE OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL - TIPO 4 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

E

 

B

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA CIVIL - TIPO 1 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA CIVIL - TIPO 2 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-gabarito.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA CIVIL - TIPO 3 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA CIVIL - TIPO 4 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA ELÉTRICA - TIPO 1 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

D

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA ELÉTRICA - TIPO 2 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

D

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-gabarito.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA ELÉTRICA - TIPO 3 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

D

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA ELÉTRICA - TIPO 4 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

D

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA MECÂNICA - TIPO 1 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

X

 

A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA MECÂNICA - TIPO 2 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

X

 

A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-gabarito.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA MECÂNICA - TIPO 3 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

X

 

A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE ENGENHARIA MECÂNICA - TIPO 4 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

X

 

A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE PSICOLOGIA - TIPO 1 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

E

 

E

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE PSICOLOGIA - TIPO 2 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

E

 

E

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-gabarito.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE PSICOLOGIA - TIPO 3 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

E

 

E

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE PSICOLOGIA - TIPO 4 

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30 

  

31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60 

X

 

E

 

E

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

               X 

= QUESTÃO ANULADA. 

Prova

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

INSTRUÇÕES

• Confiraseunome,onúmerodoseudocumentoeonúmerode

suainscriçãonaFolhadeRespostasenaVersãoDefinitivada

Discursiva.Alémdisso,nãoseesqueçadeconferirseuCaderno

deQuestõesquantoafalhasdeimpressãoedenumeração,e

seocargocorrespondeàqueleparaoqualvocêseinscreveu.

Preenchaoscamposdestinadosàassinaturaeaonúmerode

inscrição.Qualquerdivergência,comuniqueaofiscal.

• OsúnicosdocumentosválidosparaavaliaçãosãoaFolhade

RespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva.Sóépermitidoo

usodecanetaesferográficatransparentedecorazuloupreta

para transcrição da Versão Definitiva da Discursiva e para o

preenchimentodaFolhadeRespostas,quedeveserpreenchida

daseguintemaneira:

• Oprazoderealizaçãodaprovaéde4(quatro)horas,incluindo

amarcaçãodaFolhadeRespostaseatranscriçãodaVersão

Definitiva da Discursiva.Após 60 (sessenta) minutos do início

daprova,ocandidatoestaráliberadoparautilizarosanitárioou

deixar definitivamente o local de aplicação, não podendo, no

entanto,levarocadernodequestõesenenhumtipodeanotação

desuasrespostas.

• Os 3 (três) últimos candidatos só poderão retirar-se da sala

juntos,apósassinaturadoTermodeFechamentodoenvelope

deretorno.

• Ao término de sua prova, comunique ao fiscal, devolvendo-

lheaFolhadeRespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva,

devidamente preenchidas e assinadas. O candidato  poderá

levarconsigooCadernodeQuestõessomenteseaguardarem

salaatéotérminodoprazoderealizaçãodaprovaestabelecido

emedital.

• As provas e os gabaritos preliminares estarão disponíveis

nositedoInstitutoAOCP-www.institutoaocp.org.br,

nodia

posterioràaplicaçãodaprova

.

• O NÃO cumprimento a qualquer uma das determinações

constantes em Edital, no presente Caderno ou na Folha de

Respostasincorreránaeliminaçãodocandidato.

LínguaPortuguesa

01a10

Discursiva-EstudodeCaso

01

COMPOSIÇÃO  DO  CADERNO

Legislação

11a20

NoçõessobreDireitosdas
PessoascomDeficiência

21a25

NoçõesdeInformática

26a30

ConhecimentosEspecíficos

31a60

01

LEMBRE-SE DE MARCAR O NÚMERO 
CORRESPONDENTE À SUA PROVA NA 

FOLHA DE  RESPOSTAS!

PROVA

NomedoCandidato

Inscrição

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NÍVEL SUPERIOR

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2018

Fraudar ou tentar fraudar  Concursos Públicos é Crime!

Previstonoart.311-AdoCódigoPenal

MANHÃ

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

I N S T R U Ç Õ E S

         A Prova Discursiva - Estudo de Caso será avaliada considerando-se os seguintes aspectos:

1. Atendimentoaotemapropostonaquestão;

2. Conhecimentotécnico-científicosobreamatéria;

3. Clarezadeargumentação/sensocríticoemrelaçãoaotemapropostonaquestão;

4.

UtilizaçãoadequadadaLínguaPortuguesa.

 

O candidato terá sua Prova Discursiva - Estudo de Caso avaliada com nota 0 (zero) em caso de:

a.

nãoatenderaoTemadoEstudodeCasopropostoeaoconteúdoavaliado;

b.

manuscreveremletrailegívelougrafarporoutromeioquenãoodeterminadonoEdital;

c.

apresentaracentuadadesestruturaçãonaorganizaçãotextualouatentarcontraopudor;

d.

redigirseutextoalápis,ouàtintaemcordiferentedeazuloupreta;

e.

nãoapresentaraquestãoredigidanaFolhadaVersãoDefinitivaouentregá-laembranco;

f.

apresentaridentificação,emlocalindevido,dequalquernatureza(nomeparcial,nomecompleto,outro

nomequalquer,número(s),letra(s),sinais,desenhosoucódigos).

• AFolhadaVersãoDefinitivaseráoúnicodocumentoválidoparaaavaliaçãodaProvaDiscursiva.As

folhas para rascunho, no caderno de questões, são de preenchimento facultativo e não valerão para 

afinalidadedeavaliaçãodaProvaDiscursiva

.

•  O candidato disporá de, no mínimo, 20 (vinte) linhas e, no máximo, 30 (trinta) linhas para elaborar    

arespostadaquestão,sendodesconsideradoparaefeitodeavaliaçãoqualquerfragmentodetexto

queforescritoforadolocalapropriadoouqueultrapassaraextensãode30(trinta)linhas.

• A Prova Discursiva deverá ser feita à mão pelo próprio candidato, em letra legível, com caneta 

esferográficatransparentedetintaazuloupreta.

D I S C U R S I VA -   E S T U D O   D E   C A S O   -   R A S C U N H O

1. 

Énecessárioadquirirumabombacentrífugaparaumainstalaçãoprediallocalizadanacidadedo

RiodeJaneiro-RJ.Abombairáalimentarumacaixad’águanotopodeumedifício,retirando

águadeumreservatórionotérreo.Elaboreumaespecificaçãotécnicadecompra,destacando

asprincipaiscaracterísticasnecessáriasparaaaquisiçãodeumconjuntodemotorelétricoe

bomba.Trata-sedeumainstalaçãohipotética,portantonãoénecessárioespecificarosdados,

ouseja,pode-sedeixaremfunçãodeincógnitas.

Exemplo:Vazãonominaldabomba:“Q”m³/h.

Aespecificaçãodeverápossuirde20a30linhas.Atenha-seàscaracterísticastécnicasdabomba

edainstalaçãoenãoincluaconsideraçõescomerciais.

1. ____________________________________________________________________________________________________________

2. ____________________________________________________________________________________________________________

3. ____________________________________________________________________________________________________________

4. ____________________________________________________________________________________________________________

5. ____________________________________________________________________________________________________________

6. ____________________________________________________________________________________________________________

7. ____________________________________________________________________________________________________________

8. ____________________________________________________________________________________________________________

9. ____________________________________________________________________________________________________________

10. ____________________________________________________________________________________________________________

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

11. ____________________________________________________________________________________________________________

12. ____________________________________________________________________________________________________________

13. ____________________________________________________________________________________________________________

14. ____________________________________________________________________________________________________________

15. ____________________________________________________________________________________________________________

16. ____________________________________________________________________________________________________________

17. ____________________________________________________________________________________________________________

18. ____________________________________________________________________________________________________________

19. ____________________________________________________________________________________________________________

20. ____________________________________________________________________________________________________________

21. ____________________________________________________________________________________________________________

22. ____________________________________________________________________________________________________________

23. ____________________________________________________________________________________________________________

24. ____________________________________________________________________________________________________________

25. ____________________________________________________________________________________________________________

26. ____________________________________________________________________________________________________________

27. ____________________________________________________________________________________________________________

28. ____________________________________________________________________________________________________________

29. ____________________________________________________________________________________________________________

30. ____________________________________________________________________________________________________________

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

4

ATENÇÃO!

NÃO SE ESQUEÇA de marcar,  na Folha de Respostas, o número de sua prova indicado na capa deste caderno.

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

LÍNGUA PORTUGUESA

Texto I

Os medos que o poder transforma em       

mercadoria política e comercial 

 

 

 

 

              Zygmunt Bauman

O medo faz parte da condição humana.

Poderíamosatéconseguireliminarumaporuma

a maioria das ameaças que geram medo (era

justamenteparaistoqueservia,segundoFreud,

a civilização como uma organização das coisas

humanas:paralimitarouparaeliminartotalmente

asameaçasdevidasàcasualidadedaNatureza,

àfraquezafísicaeàinimizadedopróximo):mas,

pelo menos até agora, as nossas capacidades

estão bem longe de apagar a “mãe de todos

os medos”, o “medo dos medos”, aquele medo

ancestral que decorre da consciência da nossa

mortalidade e da impossibilidade de fugir da

morte.

Emborahojevivamosimersosemuma“cultura

do medo”, a nossa consciência de que a morte

éinevitáveléoprincipalmotivopeloqualexiste

acultura,primeirafonteemotordecadaetoda

cultura. Pode-se até conceber a cultura como

esforço constante, perenemente incompleto e,

emprincípio,interminávelparatornarvivíveluma

vidamortal.Oupode-sedarmaisumpasso:éa

nossa consciência de ser mortais e, portanto, o

nosso perene medo de morrer que nos tornam

humanosequetornamhumanoonossomodode

ser-no-mundo.

A cultura é o sedimento da tentativa

incessante de tornar possível viver com a

consciência da mortalidade. E se, por puro

acaso,nostornássemosimortais,comoàsvezes

(estupidamente) sonhamos, a cultura pararia de

repente[...].

Foi precisamente a consciência de ter que

morrer, da inevitável brevidade do tempo,

da possibilidade de que os projetos fiquem

incompletos que impulsionou os homens a agir

e a imaginação humana a alçar voo. Foi essa

consciência que tornou necessária a criação

cultural e que transformou os seres humanos

em criaturas culturais. Desde o seu início e ao

longo de toda a sua longa história, o motor da

culturafoianecessidadedepreencheroabismo

que separa o transitório do eterno, o finito do

infinito,avidamortaldaimortal;oimpulsopara

construir uma ponte para passar de um lado

para outro do precipício; o instinto de permitir

que nós, mortais, tenhamos incidência sobre a

eternidade, deixando nela um sinal imortal da

nossapassagem,emborafugaz.

Tudoisso,naturalmente,nãosignificaqueas

fontesdomedo,olugarqueeleocupanaexistência

eopontofocaldasreaçõesqueeleevocasejam

imutáveis.Aocontrário,todotipodesociedadee

todaépocahistóricatêmosseusprópriosmedos,

específicosdessetempoedessasociedade.Se

é incauto divertir-se com a possibilidade de um

mundo alternativo “sem medo”, em vez disso,

descrever com precisão os traços distintivos do

medo na nossa época e na nossa sociedade é

condiçãoindispensávelparaaclarezadosfinse

paraorealismodaspropostas.[...]

(Adaptado de http://www.ihu.unisinos.br/563878-os-medos-que-o

-poder-transforma-em-mercadoria-politica-e-comercial-artigo-de-

zygmunt-bauman-Acessoem26/03/2018)

 As questões de 1 a 9 referem-se ao texto 

I.

1. 

EmrelaçãoàsideiasdotextoI,assinale

aalternativacorreta.

(A) O medo da morte, embora fugaz, cria a

consciência de uma perene brevidade

do tempo, instaurando no ser humano a

possibilidade de um mundo alternativo, de

acordocomcadaperíodohistórico.

(B) Omododeser-no-mundoédefinidopelos

traços distintivos dos diferentes contextos

histórico-culturais. O medo da morte é,

nesseínterim,dispensávelparaadefinição

detodaproduçãoculturaleartística.

(C) As diversas origens do medo e seus

significados sócio-históricos são fluidos,

e compreendê-los é tarefa obrigatória na

finalidade de acessar sua funcionalidade

nasdiferentesépocasecontextos.

(D) Separaravidaeamorteétarefadacriação

cultural,umavezqueasinvençõeshumanas

permitem a superação da mortalidade

humanaedomedodesta.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

5

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(E) Apossibilidadedaimortalidadenãocessaria

a produção cultural, tendo em vista que a

culturaindependedacondiçãofinitadavida

humana.

2. 

Em relação ao texto I, assinale a

alternativacorreta.

(A) Uma das propriedades linguísticas que

caracterizam o texto como argumentativo

é a predominância de formas verbais no

pretérito.

(B) Osverbosepronomesemprimeirapessoa

do plural, presentes em “Poderíamos até

conseguir eliminar uma por uma a maioria

dasameaçasquegerammedo[...]”e“[...]

é a nossa consciência de ser mortais e,

portanto, o nosso perene medo [...]” são

fortes marcas do tipo textual injuntivo,

predominantenotexto.

(C) Otipoargumentativoéoeixodaconstrução

dotexto,tendoemvistaqueoautordefende

uma tese por meio de relações lógicas de

argumentação. Uma dessas relações é a

de condição, presente no excerto “E se,

porpuroacaso,nostornássemosimortais,

comoàsvezes(estupidamente)sonhamos,

aculturaparariaderepente[...]”.

(D) Não é possível classificar o tipo textual

predominante no texto I, uma vez que os

tipostextuaisconstituemumalistairrestrita

na cultura linguística. Ao contrário disso,

os gêneros textuais compõem uma lista

restrita,oquepossibilitaqueseclassifique

otextoIcomoumartigodeopinião.

(E) O amplo uso de figuras de linguagem,

especialmente de metáforas, no texto I, é

umapistadequeotiponarrativoéoeixoda

construçãotextual,enriquecendoasformas

de expressão do autor a partir do uso de

umalinguagemdenotativa.

3. 

Em relação ao texto I, assinale a

alternativacorreta.

(A) Em “Foi precisamente a consciência de

ter que morrer, da inevitável brevidade do

tempo,dapossibilidadedequeosprojetos

fiquemincompletos[...]”,todososelementos

emdestaquesãoexigidospelaregênciada

palavra“consciência”.

(B) Em“Desdeoseuinícioeaolongodetoda

a sua longa história, o motor da cultura

foi a necessidade de preencher o abismo

queseparaotransitóriodoeterno[...]”(4º

parágrafo), o pronome em destaque faz

referênciaà“consciênciadeterquemorrer”.

(C) Em “[...] para limitar ou para eliminar

totalmente as ameaças devidas à

casualidadedaNatureza,àfraquezafísicae

àinimizadedopróximo[...]”,ousodacrase

éfacultativoantesde“fraqueza”eantesde

“inimizade”,tendoemvistaquetaistermos

sãoregidospelamesmapalavra.

(D) Em“[...]todotipodesociedadeetodaépoca

históricatêmosseusprópriosmedos[...]”,

háumsujeitocompostoquejustificaouso

do acento circunflexo no verbo destacado,

marcandoaflexãodenúmero.

(E) Em“[...]asnossascapacidadesestãobem

longedeapagara‘mãedetodososmedos’

[...]”,otermo“mãedetodososmedos”está

entre aspas para destacar uma citação

direta de outrem, trazendo ao texto outras

vozesparacomprovaropontodevistado

autor.

4. 

Noexcerto“[...]anossaconsciênciade

que a morte é inevitável é o principal 

motivo  pelo qual existe a cultura 

[...]”, a expressão em destaque pode

ser substituída, sem gerar prejuízo

gramatical, por

(A) porque.

(B) porque.

(C) cujo.

(D) porqual.

(E) porquê.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

6

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

5. 

Conjunçõesoulocuçõesconjuntivassão

palavras invariáveis utilizadas para ligar 

orações ou palavras da mesma oração.

As conjunções destacadas nos trechos

a seguir estabelecem determinados 

sentidos, introduzindo uma relação

semântica entre as orações. Assinale

a alternativa que apresenta, entre 

parênteses, a interpretação correta da

conjunçãodestacada.

(A) “[...] é a nossa consciência de ser mortais

e,portanto,onossoperenemedodemorrer

quenostornamhumanos[...]”(justificativa)

(B) “[...] se, por puro acaso, nos tornássemos

imortais, como às vezes (estupidamente)

sonhamos,aculturaparariaderepente[...]”

(causa)

(C) “Seéincautodivertir-secomapossibilidade

de um mundo alternativo ‘sem medo’, em

vezdisso,descrevercomprecisãoostraços

distintivos do medo na nossa época e na

nossasociedadeécondiçãoindispensável.”

(hipótese)

(D) “[...] interminável para tornar vivível uma

vidamortal.Oupode-sedarmaisumpasso:

é a nossa consciência de ser mortais [...]”

(finalidade)

(E) “Embora hoje vivamos imersos em

uma‘culturadomedo’,anossaconsciência

dequeamorteéinevitável.”(consequência)

6. 

Qual(is) é(são) o(s) item(ns) que 

reescreve(m),semgerarprejuízosintático

oualteraçãodesentido,oexcerto:“Seé

incauto divertir-se com a possibilidade 

de um mundo alternativo ‘sem medo’,

em vez disso, descrever com precisão 

ostraçosdistintivosdomedonanossa

épocaenanossasociedadeécondição

indispensável para a clareza dos fins e

paraorealismodaspropostas.[...]”?

I.

Se é ingênuo deleitar-se com a

possibilidade de um mundo paralelo “sem 

medo”, é imperativo, por outro lado, para 

a clareza de finalidades e para a nudez

das propostas, descrever rigorosamente 

aquilo que distingue o medo em nosso 

contextotemporalesocial.

II.

Se é irrefletida a diversão pela

possibilidade de um mundo alternativo 

livre do medo, não obstante, a fim de

delimitar a factualidade das propostas e 

clarificarospropósitos,éimprescindível

delinear precisamente as características 

domedotalcomovivemos.

III. Se é sensato divertir-se com a ideia

de um mundo paralelo “sem medo”, 

ao invés disso, é exigência oportuna

descrever relativamente tudo o que 

defineomedonestaépocaesociedade,

postoqueháclarezadosfinserealismo

naspropostas.

(A) ApenasII.

(B) ApenasIIeIII.

(C) ApenasIeIII.

(D) ApenasIeII.

(E) I,IIeIII.

7. 

Assinale a alternativa em que o 

termo “até” apresenta o mesmo valor 

semântico que recebe na frase “Pode-

se atéconceberaculturacomoesforço

constante, perenemente incompleto e, 

em princípio, interminável para tornar 

vivívelumavidamortal.Oupode-sedar

maisumpasso[...]”.

(A) É melhor escondê-lo, pelo menos até

conseguirmosumlocalseguro.

(B) Vocêpodeatétentar,masnãoconseguirá

seesconder.

(C) Choreiatéficarcansado.

(D) Vocêpodeandaratéaquioupodechegar

maislonge.

(E) Oprodutocustaatéquatrovezesmaisque

seugenérico.

8. 

Assinale a alternativa correta a respeito 

do excerto “[...] Desde o seu início e

ao longo de toda a sua longa história, 

o motor da cultura foi a necessidade 

de preencher o abismo que separa o 

transitóriodoeterno,ofinitodoinfinito,

a vida mortal da imortal; o impulso para 

construir uma ponte para passar de um 

lado para outro do precipício; o instinto 

de permitir que nós, mortais, tenhamos 

incidênciasobreaeternidade,deixando

nela um sinal imortal da nossa passagem, 

emborafugaz.”.

(A) As expressões “desde” e “ao longo de”

referem-se temporalmente à história da

cultura,sendoqueaprimeiraestáligadaa

um ponto temporal de origem, enquanto a

segundaestáligadaàextensãotemporala

partirdesseponto.

(B) Oexcertoconstitui-sedevariadasantíteses,

as quais colocam em oposição ideias que

se referem à cultura e à história. Com

isso, o autor traz maior impessoalidade,

objetividadeeformalidadeaotexto.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

7

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(C) Ao utilizar a expressão “nós, mortais”, o

autor evita dialogar com o leitor do texto,

comafinalidadedepotencializareventuais

contestaçõesquepossamocorrerdianteda

suaargumentação.

(D) O verbo “tenhamos” está flexionado de

modo que se interpreta uma ação factual

que ocorre no momento da fala, por isso

afirma-se que está no presente do modo

indicativo.

(E) As palavras “impulso” e “instinto” revelam

o caráter finito da vida. Referem-se,

semanticamente, ao “abismo que separa

o transitório do eterno, o finito do infinito,

avidamortaldaimortal”ecomplementam,

sintaticamente,overbo“preencher”.

9. 

O processo de derivação imprópria de

palavras compreende a mudança de

classe de uma palavra, estendendo-lhe 

a significação. Assinale a alternativa

cujo excerto apresenta tal processo de

derivaçãonapalavraemdestaque.

(A) “A cultura é o sedimento da tentativa

incessantedetornarpossível[...]”

(B) “[...] o lugar que ele ocupa na existência

[...]”

(C) “[...] todo tipo de sociedade e toda época

históricatêmosseusprópriosmedos[...]”

(D) “Os medos que o poder transforma em

mercadoriapolíticaecomercial[...]”

(E) “[...]anecessidadedepreencheroabismo

queseparaotransitóriodoeterno[...]”

10. 

A correção ortográfica é requisito

elementar de qualquer texto e é ainda 

mais importante quando se trata de 

textosoficiais.Assinaleaalternativaque

apresenta a grafia correta de todas as

palavras.

(A) Hermético,homogêneo,beneficiente.

(B) Ansiar,despender,exceção.

(C) Compunção,sossobrar,consecução.

(D) Viço,obssoleto,aldeiamento.

(E) Frontespício,freiar,arroubo.

LEGISLAÇÃO

11. 

Tendo em vista que o termo “ética” 

deriva do grego ethos, que, por sua vez, 

guardarelaçãocomosvaloresmoraise

princípios que devem nortear a conduta 

humana na sociedade, e, ainda, o fato de 

que a ética pode variar de acordo com 

fatores culturais, assinale a alternativa 

que NÃO corresponde aos objetivos

éticos perseguidos pelo Tribunal 

Regional do Trabalho da 1ª Região, 

quandodaelaboraçãodeseuCódigode

Ética.

(A) Contribuir para transformar a visão,

a missão, os objetivos e os valores

institucionais do Tribunal em atitudes,

comportamentos, regras de atuação

e práticas organizacionais, orientados

segundoelevadopadrãodecondutaético-

profissional,pararealizarmelhorajurisdição

trabalhista.

(B) Asseguraraoservidorapreservaçãodesua

imagem e de sua reputação, quando sua

conduta estiver de acordo com as normas

éticasestabelecidasnoCódigo.

(C) Reduzirasubjetividadedasinterpretações

pessoais sobre os princípios e normas

éticos adotados no Tribunal, facilitando a

compatibilizaçãodosvaloresindividuaisde

cadaservidorcomosvaloresdainstituição.

(D) Estabelecermecanismosdeuniformização

da jurisprudência do Tribunal, de modo a

valorizar a segurança jurídica e a legítima

confiança do jurisdicionado, em atenção

aosprincípiosenormaséticosadotados.

(E) Oferecer, por meio da Comissão de

Ética, uma instância de consulta, visando

esclarecer dúvidas quanto à conformidade

dacondutadoservidorcomosprincípiose

normasdecondutaneletratados.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

8

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

12. 

Assinale a alternativa que apresenta 

princípios éticos expressamente 

elencados no Código de Ética do 

 

 

 

 

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª 

Região.

(A) Transparência,

economia,

celeridade

processualecomprometimento.

(B) Honestidade, transparência, dignidade,

respeito e responsabilidade social e

ambiental.

(C) Respeito,decoro,duplograudejurisdiçãoe

preservaçãodopatrimôniopúblico.

(D) Celeridade, respeito, razoável duração

do processo e eficácia vinculante dos

precedentes.

(E) Transparência, desenvolvimento pessoal e

valorizaçãodaverdaderealdosfatos.

13. 

No que diz respeito aos direitos 

do servidor, assinale a alternativa 

 

condizentecomoqueprevêoCódigode

Ética.

(A) Caso um dos servidores lotados em

determinada Vara do Trabalho esteja

enfrentando

problemas

pessoais

e

psíquicos, os demais servidores serão

cientificados para que contribuam com a

recuperação do servidor debilitado no que

dizrespeitoàsatribuiçõesdoambientede

trabalho.

(B) Oservidorpoderáausentar-sedolocalde

trabalho e desenvolver suas atividades de

suaprópriaresidência,semprequeperceber

queissocontribuiráparaoaumentodesua

produtividade.Paratanto,oservidordeverá

comunicarseussuperiores.

(C) É permitido ao servidor o exercício não

remunerado de encargo de mandatário,

desde que não implique a prática de atos

decomércioououtrosincompatíveiscomo

exercíciodocargo,nostermosdalei.

(D) Ao servidor é permitido receber,

excepcionalmente

em

ocasiões

de

festividade, presentes de pessoa física ou

jurídicainteressadanaatividadedoservidor.

(E) O servidor poderá opinar publicamente a

respeito do mérito de questão que lhe for

submetida, para análise individual, salvo

aquelasdeconhecimentogeral.

14. 

De acordo com o Regimento Interno 

do Tribunal Regional do Trabalho da 

1ª Região, em caso de afastamento 

de desembargador integrante de 

qualquer das seções especializadas,

definitivamente ou por prazo superior a

trinta dias, a vaga será preenchida por 

(A) desembargador na ordem de antiguidade,

salvo se inexistir magistrado de segundo

grau,casoemqueseráconvocadojuizde

primeirainstância.

(B) desembargador na ordem inversa de

antiguidade,salvoseinexistirmagistradode

segundograu,casoemqueseráconvocado

juizdeprimeirainstância.

(C) juizdeprimeirainstâncianaordeminversa

deantiguidade.

(D) desembargador que já tiver composto a

lista tríplice de indicação para ministro do

TribunalSuperiordoTrabalho.

(E) juiz de primeira instância que atender a

critériosdemerecimento.

15. 

De acordo com o Regimento Interno 

do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª 

Região,assinaleaalternativacorreta.

(A) Competirá ao Corregedor Geral decidir os

pedidos de remoção e permuta de juízes

titulares, ouvida a Corregedoria Regional

parainformaroestadoemqueseencontram

os serviços das respectivas Varas do

Trabalho, inclusive se os pretendentes

possuematrasosnaprolaçãodesentenças,

expedindoosrespectivosatos.

(B) À supressão, acréscimo ou modificações

das disposições dos atos de competência

do Tribunal Pleno dá-se o nome de Ato

Regimental.

(C) Ementa

Regimental

trata-se

da

complementaçãodoRegimentoInterno.

(D) As matérias constantes de Emendas ou

Atos Regimentais, submetidas ao Tribunal

Pleno e não aprovadas, apenas poderão

sernovamenteapreciadasapósodecurso

doprazodeseismeses.

(E) CaberáaoPresidentedoTRT-1remeterao

TribunalSuperiordoTrabalho,paraenvioao

Congresso Nacional, após aprovação pelo

ÓrgãoEspecial,projetosdeleideinteresse

daJustiçadoTrabalhoemmatériadesua

competênciaconstitucional.

16. 

A Presidência, a Vice-Presidência,

a Corregedoria Regional e a Vice-

Corregedoria Regional são cargos 

de direção do Tribunal Regional do

Trabalho da 1ª Região, preenchidos 

medianteeleição.Sobreotema,assinale

aalternativacorreta.

(A) Omandatoteráduraçãodetrêsanos.

(B) Não é obrigatória a aceitação do cargo,

ainda que não tenha havido recusa

manifestadaeaceitapeloTribunalantesda

eleição.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

9

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(C) Aeleiçãoérealizadanaprimeiraquinzena

denovembro,porvotosecreto.

(D) Em caso de empate, será considerado

eleito,deformaimediata,odesembargador

maisantigo.

(E) Épermitidoovotoporcorrespondênciaou

procuração.

17. 

De acordo com o que dispõe a 

ConstituiçãoFederalacercadosdireitos

e deveres individuais e coletivos, 

assinaleaalternativacorreta.

(A) Ninguém será privado de direitos por

motivodecrençareligiosaoudeconvicção

filosóficaoupolítica,emqualquerhipótese.

(B) A sucessão de bens de estrangeiros

situados no País será regulada pela lei

brasileira em benefício do cônjuge ou dos

filhosbrasileiros,semprequenãolhesseja

maisfavorávelaleipessoaldo"decujus".

(C) Éasseguradoatodosoacessoàinformação

e vedado o sigilo da fonte, ainda que

necessárioaoexercícioprofissional.

(D) As associações só poderão ter as suas

atividades compulsoriamente suspensas

pordecisãojudicialtransitadaemjulgado.

(E) Nenhuma pena passará da pessoa do

condenado, não podendo a obrigação de

repararodanoeadecretaçãodoperdimento

debensserestendidasaossucessoresou

contraelesexecutadas.

18. 

De acordo com o que dispõe a 

ConstituiçãoFederalacercadosdireitos

políticos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Aidademínimaparaelegibilidadeaocargo

degovernadorédetrintaecincoanos.

(B) Sãoinelegíveiseinalistáveisosanalfabetos.

(C) A soberania popular será exercida, nos

termosdalei,medianteplebiscito,referendo

einiciativapopular.

(D) Oalistamentoeleitoraleovotoéfacultativo

paraosmaioresdesessentaecincoanos.

(E) São inelegíveis, no território de jurisdição

do titular, o cônjuge e os parentes

consanguíneosouafins,atéosegundograu

ouporadoção,devereadoroudequemo

haja substituído dentro dos seis meses

anteriores ao pleito, salvo se já titular de

mandatoeletivoecandidatoàreeleição.

19. 

Sobre os poderes e deveres dos 

administradores públicos, assinale a 

alternativacorreta.

(A) Excessodepoderéamodalidadedeabuso

emqueoagentebuscaalcançarfimdiverso

daquelequealeilhepermitiu.

(B) Osilícitosadministrativosadmitemostipos

abertos, isto é, se afastam do sistema

da rígida tipicidade que vigora no Direito

Penal.

(C) O Presidente da República deve prestar,

anualmente, ao Congresso nacional, as

contas referentes ao exercício anterior, no

prazode90(noventa)diasdaaberturada

sessãolegislativa.

(D) No que concerne ao controle dos atos de

regulamentação, compete privativamente

ao Congresso Nacional sustar os atos

normativos do Poder Executivo que

exorbitem do poder regulamentar ou dos

limitesdedelegaçãolegislativa.

(E) Na perspectiva de que os atos podem

ser originários ou derivados, o poder

regulamentartípicoédenaturezaoriginária,

uma vez que emana diretamente da

Constituição.

20. 

José, servidor efetivo do Tribunal 

Regional do Trabalho da 1º Região, fora 

demitido por abandono de cargo, ato 

que ficou devidamente comprovado

em regular processo administrativo 

disciplinar. Ocorre que, na data da

demissão, José estava em débito com o 

erário.DeacordocomaLeinº8.112/1990,

quantos dias José terá para quitar o 

referidodébito?

(A) Deveráquitarodébitoimediatamente.

(B) 15(quinze)dias.

(C) 30(trinta)dias.

(D) 45(quarentaecinco)dias.

(E) 60(sessenta)dias.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

10

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NOÇÕES SOBRE DIREITOS DAS 

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

21. 

A Resolução n° 230/2016 do CNJ

disciplina que cada órgão do Poder 

Judiciário deverá manter um cadastro dos 

servidores, serventuários extrajudiciais

e terceirizados com deficiência que

trabalhamnoseuquadro.Essecadastro

deve especificar as deficiências e as

necessidades particulares de cada 

servidor, terceirizado ou serventuário 

extrajudicial, sendo que a atualização

desse cadastro deve ser permanente, 

devendo ocorrer uma revisão detalhada

(A) umavezporsemestre.

(B) umavezportrimestre.

(C) umavezporbimestre.

(D) umavezporano.

(E) umavezporbiênio.

22. 

José é pessoa com deficiência e está

submetido ao regime de curatela. Ele

pretende contrair matrimônio, no entanto 

seu curador o está impedindo. Nesse

sentido, de acordo com os ditames da 

Lein°13.146/2015,ocuradordeJosé

(A) não está agindo corretamente, já que

a curatela atinge tão somente os atos

relacionados aos direitos de natureza

patrimonialenegocial.

(B) não está agindo corretamente, já que,

embora a curatela atinja atos de natureza

matrimonial, caberia nesse caso ao poder

judiciárioadecisãosobreaautorizaçãode

secontrairmatrimônio.

(C) estáagindocorretamentejáqueacuratela

alcança o direito ao próprio corpo, à

sexualidade,aomatrimônio,àprivacidade,

àeducação,àsaúde,aotrabalhoeaovoto

docuratelado.

(D) está agindo corretamente já que o ato de

contrair matrimônio pode refletir na esfera

patrimonialdocuratelado.

(E) estáagindo corretamentejáqueàpessoa

submetidaaoregimedecuratelaévedado

contrairmatrimônio.

23. 

Sebastião mora com seu pai, que é pessoa 

com deficiência física e beneficiário

de pensão previdenciária. Sebastião,

com claro objetivo de obter vantagem

indevida para si, retém, de maneira 

indevida, o cartão magnético destinado 

ao recebimento da pensão previdenciária 

deseupai.CombasenodispostonaLei

n°13.146/2015,acondutadeSebastiãoé

tipificadacomocrimepunívelcom

(A) reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e

multa.

(B) detenção, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e

multa.

(C) detenção, de 6 (seis) meses a 4 (quatro)

anos,emulta.

(D) reclusão, de 6 (seis) meses a 4 (quatro)

anos,emulta.

(E) detenção,de6(seis)mesesa2(dois)anos,

emulta.

24. 

Antônio é pessoa com deficiência

moderada e recebe o benefício de 

prestação continuada previsto no art.

20 da Lei n° 8.742/1993. Acontece que

Antônio passou a exercer atividade 

remunerada que o enquadra como 

segurado obrigatório do RGPS (Regime 

Geral de Previdência Social). Nesse

caso,deacordocomoprevistonaLein°

13.146/2015,Antônio

(A) não terá direito a qualquer auxílio, já que

passouaexerceratividaderemunerada.

(B) terádireitoaauxílio-inclusão,nostermosda

lei.

(C) não terá direito a auxílio inclusão, já que

acumulará seu benefício de prestação

continuada com a remuneração de sua

atividade.

(D) terá direito a auxílio inclusão, desde que

optepornãosesubmeteraoRegimeGeral

dePrevidênciaSocial.

(E) terá direito a cumular metade de seu

benefício de prestação continuada com a

remuneraçãodesuaatividade.

25. 

Segundo 

disciplina 

Decreto                                           

n°3.298/1999,osórgãoseasentidades

daAdministraçãoPúblicaFederaldireta

e indireta responsáveis pela educação

dispensarão tratamento prioritário e 

adequado aos assuntos relacionados à 

pessoa com deficiência. Nesse sentido,

de acordo com o citado diploma legal, 

a educação do aluno com deficiência

deverá iniciar-se na educação infantil a

partir de

(A) cincoanos.

(B) zeroano.

(C) umano.

(D) trêsanos.

(E) doisanos.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

11

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NOÇÕES DE INFORMÁTICA

26. 

Obackupdearquivoséaltamenterecomendadoparapreveniraperdadedadosimportantes.

Dosrecursosapresentadosaseguir,qualNÃOserveparafazerbackupdearquivos?

(A) Flashdrive.

(B) MemóriaRAM.

(C) HDexterno.

(D) Nuvem.

(E) Fitamagnética.

27. 

Umarquivodevídeonormalmentepossuiumacombinaçãodeimagensesons,permitindoa

visualizaçãodefilmes,animaçõesefilmagens.Qualdasalternativasaseguirpossuisomente

extensõesdearquivosutilizadasparaareproduçãodevídeos?

(A) .ppt,.mp4e.avi

(B) .jpg,.pnge.gif

(C) .avi,.mp3e.gif

(D) .mp3,.mp4e.avi

(E) .avi,.mp4e.mkv

28. 

Aoenviarume-mailincluindoendereçosdedestinatárionocampo“Cco”,disponívelem

todasasferramentaspopularesparaoenviodee-mails,oqueacontece?

(A) Osdestinatáriosqueestãoem“Cco”nãoconseguemverparaquemamensagemfoienviadapelo

campo“Para”.

(B) Os destinatários que estão em “Cc” conseguem ver para quem a mensagem foi enviada em

“Cco”.

(C) O remetente receberá uma confirmação de quando a mensagem foi lida por cada destinatário

incluídoem“Cco”.

(D) Osdestinatáriosquenãoestãoem“Cco”nãoconseguemverparaquemamensagemfoienviada

em“Cco”.

(E) Somenteosdestinatáriosem“Cco”conseguemvisualizaroutrosdestinatáriosem“Cco”.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

12

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

29. 

A imagem a seguir é uma janela do navegador Google Chrome (versão 66.x) na página

debuscadoGoogle.Aoacessarsitesqueexijaminformaçõessensíveis,comodadosde

login,númerosdecartõesdecréditoesenhas,éessencialqueositeforneçaumaconexão

criptografada e um certificado digital válido. Para obter informações sobre o certificado

digitaldapágina,emqualopçãoousuáriodeveráclicar?

(A) Naopção“Sobre”queestánaparteinferiordaimagem.

(B) Nosímbolodemenu

edepoisnaopção“Sobreocertificadodigital”.

(C) NocadeadoàesquerdadoendereçodoGoogleedepoisnaopção“Certificado”.

(D) Nosímbolodemenu

edepoisnaopção“Segurança”.

(E) Nosímbolo

edepoisnaopção“Segurança”.

30. 

Osperiféricosdeumcomputadorpodemserclassificadoscomosendodeentradaoude

saída.Qualdasalternativasaseguirpossuiumexemplodecada?

(A) Mouseeteclado.

(B) Monitoreimpressoramatricial.

(C) Microfoneecaixadesom.

(D) Tecladoeleitordedigitais.

(E) Touchpadeteclado.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

13

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

31. 

Uma instalação de tubulação bem

projetadaprevêousodeinstrumentosde

mediçãoeindicação,afimdepossibilitar

a análise das condições de operação.

Um engenheiro mecânico responsável 

por uma obra deve saber selecionar 

adequadamente os instrumentos a serem 

instalados. Nesse sentido, assinale

a alternativa correta em relação aos

instrumentosesuasaplicações.

(A) Os

manômetros

diferenciais

são

equipamentos destinados à medição

da pressão absoluta em instalações

pressurizadas.

(B) A altura do nível do mar tem efeito no

resultadodamediçãodeuminstrumentode

mediçãodepressãorelativa.

(C) Um selo diafragma é um componente

adicional que protege um instrumento

de medição de pressão ou transmissor

de processo. Ele transfere o meio para o

instrumentodemediçãosemqueesteentre

emcontatocomoinstrumentodemedição.

(D) O princípio de funcionamento de

uma termorresistência é a variação

daresistênciaelétricapelavariaçãoda

temperatura.Quantomaiorforatemperatura

menorseráaresistênciaelétrica.

(E) Os manômetros com tubo Bourdon não

necessitamdecalibraçãoperiódica,devido

àsuaformaconstrutiva.

32. 

Considerando o uso da informática na 

área de engenharia mecânica, referente 

aos comandos do programa AutoCAD, 

versão em inglês, assinale a alternativa

correta.

(A) Ocomando“align”éutilizadoparaconverter

linhasemummesmoplanoparaumobjeto.

(B) O comando “array” é utilizado para criar

cópiasdeumobjetoselecionadoapartirde

umpadrão.

(C) Ocomando“purge”éutilizadoparaeliminar

linhassobrepostasemummesmoplano.

(D) O comando “area" é utilizado para criar

objetos de acordo com uma área pré-

estabelecida.

(E) Ocomando“scale”éutilizadoparaeliminar

linhassobrepostasemummesmoplano.

33. 

Considerando o uso da informática na 

áreadeengenhariamecânica,emrelação

aos recursos de bloco do AutoCAD, 

assinaleaalternativacorreta.

(A) Umblocoéumconjuntodeobjetosquesão

combinadosemumúnicoobjetonomeado.

(B) Quando um bloco é inserido no AutoCAD

com o mesmo nome de um bloco já

existente,automaticamenteonovoblocoé

renomeado.

(C) Quando é alterada a escala de um bloco

quecontémtextos,otamanhodotextonão

émodificado.Paraalteraraescaladotexto,

é necessário alterar as propriedades do

estilodetexto.

(D) Umbloco,apósserexplodido,nãopoderá

tornaraserumnovobloco.

(E) Umbloco,apósserdeletadopelocomando

“erase”doAutoCADeminglês,éapagado

dodesenhoedalistadeblocosdodesenho

mostradanocomando“insert”.

34. 

Considerando o uso da informática 

na área de engenharia mecânica e 

considerando, ainda, o AutoCAD nas 

configurações padrões, referente ao

recurso de “layers”, assinale a alternativa 

correta.

(A) Os “layers” são utilizados para organizar

osdesenhos,possibilitandoocultareexibir

objetos, bloquear a edição, pré-definir

espessuradelinha,cores,entreoutros.

(B) Nenhum“layer”écriadosemaautorização

dousuário.

(C) Os “layers” 0, COTA, JANELA E TEXTO

são criados automaticamente sempre que

iniciadoumnovodesenho.

(D) Antes de inserir um objeto no desenho,

deve ser selecionado o “layer”. Não é

possívelmodificarum“layer”deumobjeto

jádesenhado.

(E) Ocomando“layiso”éutilizadoparaexcluir

todos os objetos desenhados em outros

“layers”diferentesdosselecionados.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

14

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

35. 

Considerando o cálculo da carga térmica 

para um projeto de climatização de um

escritório localizado em um prédio no 

centro do Rio de Janeiro, assinale a 

alternativacorreta.

(A) Quantomaioronúmerodejanelas,menor

seráacargatérmicadoambiente,devidoà

circulaçãodoarproporcionada.

(B) Acargatérmicaparadoisescritórioscomas

mesmas dimensões, recebendo a mesma

insolação,énecessariamenteamesma.

(C) A carga térmica independe do tipo

de lâmpadas adotadas no projeto de

iluminação,masdependedaquantidade.

(D) A carga térmica depende do tipo

de   lâmpadas adotadas no projeto de

iluminação,masindependedaquantidade.

(E) Acargatérmicadependedosequipamentos

elétricosinstaladosnoescritório.

Selecionar adequadamente os 

equipamentos de condicionamento de 

ar é fundamental para a obtenção de

sistemas com desempenho adequado 

e consumo de energia reduzido. Para

isso, deve-se conhecer as diferentes 

tecnologias aplicadas em sistemas de 

refrigeração. Considerando o exposto,

respondaasquestões36e37.

36. 

Em relação aos diferentes sistemas

de refrigeração, assinale a alternativa

correta.

(A) “Chillers”sãoequipamentosdecondensação

à água, ou seja, utilizam como fluido de

resfriamentosomenteaágua.

(B) Equipamentos tipo “self-contained” podem

possuir condensador resfriado à água,

montado em torre única, juntamente ao

evaporador.

(C) Equipamentos tipo “self-contained” não

devemserinstaladosexternosàedificação.

(D) “Chillers”

são

equipamentos

de

condensação a ar, ou seja, utilizam como

fluidoderesfriamentosomenteoar.

(E) Condicionadores de ar tipo “fan coil” só

podemserutilizadosparabaixasvariações

detemperaturaoupequenosambientes.

37. 

Referente aos sistemas de refrigeração

central,assinaleaalternativacorreta.

(A) A temperatura de bulbo úmido é um dos

principais fatores a serem observados em

sistemasdecondensaçãoevaporativos.

(B) A temperatura de bulbo úmido é um dos

principais fatores a serem observados em

sistemascomcondensadorcascaetubos.

(C) Um condensador evaporativo operará de

formaigualemdiferentesregiõesdoBrasil,

pois seu funcionamento não depende das

características do meio, somente das

temperaturasdaáguadealimentaçãoedo

refrigerante.

(D) Condensadores de placas não são

convencionais

nas

instalações

de

refrigeração, devido ao baixo coeficiente

globaldetransferênciadecalor.

(E) Condensadores

evaporativos

não

dependemdealimentaçãodeáguaexterna,

poisoperamemciclofechado.

38. 

É necessário dimensionar um exaustor 

para realizar a renovação de ar de uma

sala de baterias. Assinale a alternativa

que apresenta um equipamento, ou 

conjunto, adequado para a seguinte

instalação:

Dimensõesdasala:3metrosdelargura,

6metrosdecomprimentoe3metrosde

altura; 

Énecessáriaumataxade100renovações

por hora; 

Atensãodisponívelparaainstalaçãoé

220V, Trifásico; 

Oprojetoestruturalpermiteaberturasde

nomáximoØ0,4m.

(A) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 50 cm. Vazão 100m³/min.

Quantidadedeequipamentos:1.

(B) Ventilador axial monofásico. Tensão

220V. Diâmetro 50 cm. Vazão 100m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

(C) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

(D) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:4.

(E) Ventilador axial monofásico. Tensão

220V. Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

15

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

39. 

Assinale a alternativa que apresenta 

uma característica INDESEJÁVEL 

de um refrigerante para sistemas de 

climatização.

(A) Altocalorlatentedevaporização.

(B) Altacondutibilidadetérmica.

(C) Altaviscosidadenafaselíquidaegasosa.

(D) Não ser poluente, tóxico, inflamável ou

explosivo.

(E) Altaestabilidadequímica.

40. 

Em relação às técnicas de soldagem,

assinaleaalternativacorreta.

(A) Na Soldagem com Eletrodos Revestidos,

o fluxo está contido dentro de um arame

tubulardepequenodiâmetro.Oprocessode

soldageméautomáticoousemiautomático.

(B) A soldagem TIG utiliza um eletrodo não

consumível de tungstênio e proteção da

soldaporgasescomoargônioehélio.

(C) A soldagem MIG/MAG utiliza um eletrodo

não consumível de tungstênio e proteção

dasoldaporgasescomoargônioehélio.

(D) As soldagens MIG/MAG, TIG, SMAW

possuem como fonte de calor a chama

oxiacetilênica.

(E) A soldagem com Eletrodos Revestidos

apresenta alta produtividade, porém

demanda

elevados

custos

com

equipamentos.

41. 

Em relação à ciência dos materiais,

assinaleaalternativacorreta.

(A) Uma liga de alumínio possui módulo

de elasticidade superior a uma liga de

tungstênio para as mesmas condições de

temperatura. Portanto, quando submetida

a uma mesma tensão, apresentará maior

deformaçãoquealigadetungstênio.

(B) Uma liga de alumínio possui módulo de

elasticidadeinferioraumaligadetungstênio,

paraasmesmascondiçõesdetemperatura.

Portanto,quandosubmetidaaumamesma

tensão,apresentarámaiordeformaçãoque

aligadetungstênio.

(C) O processo de deformação no qual a

tensãoeadeformaçãosãoproporcionaisé

chamadodeformaçãoplástica.

(D) Olimiteelásticoéatensãonopontomáximo

dacurvatensão-deformaçãodeengenharia.

(E) Olimitederesistênciaàtraçãoéoparâmetro

geralmente utilizado para fins de projeto,

pois representa a tensão máxima que um

objeto pode suportar antes de ocorrer a

fratura.

42. 

Uma estrutura metálica de aço precisa

serprojetadaparasuportarumacentral

de ar-condicionado. Uma das vigas

está engastada na parede em uma 

extremidade e a outra extremidade em 

balanço. O peso do equipamento sobre

essa viga é de 1000 N/m distribuídos 

uniformemente ao longo da viga de 3 

metros de comprimento. Considerando

que o momento de inércia da viga é de 

 e o módulo de elasticidade do 

açoé200GPa,edesprezandoopesoda

viga,assinaleaalternativacorreta.

(A) Opesodoequipamentoprovocanaparede

um esforço vertical de aproximadamente

333,33N.

(B) Opesodoequipamentoprovocanaparede

um momento de aproximadamente 9000

Nm.

(C) A deflexão máxima provocada é de

168,75mm.

(D) Odiagramadeesforçocortantegeradopor

esseesforçotemaformadeumaparábola.

(E) A deflexão máxima ocorrerá no centro da

viga.

43. 

Em relação a caldeiras, assinale a

alternativacorreta.

(A) Caldeiras fogotubulares são alimentadas

por combustíveis gasosos e caldeiras

aquatubularesporcombustíveislíquidosou

sólidos.

(B) Caldeiras instaladas em sistemas de

cogeração devem produzir vapor saturado

paraasturbinas.

(C) As caldeiras devem ser submetidas

à inspeção de segurança periódica,

constituídaporexamesinternoeexternono

prazomáximode12mesesparacaldeiras

tipoA,BeC,ou24mesesparacaldeiras

dacategoriaA,desdeque,aos12(doze),

meses, sejam testadas as pressões de

aberturadasválvulasdesegurança.

(D) As caldeiras devem ser submetidas

à inspeção de segurança periódica,

constituídaporexamesinternoeexternono

prazomáximode12mesesparacaldeiras

tipoA, 24 meses para tipo B e 36 meses

paratipoC.

(E) Devehaverválvuladesegurançacalibrada

para a pressão máxima de projeto da

caldeira,estabelecidaemseuprontuário.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

16

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

Eminstalaçõespúblicas,projetosdeprevençãoecombateaincêndiosãorequeridospara

asegurançadosservidoresetambémdosusuáriosdosserviçospúblicos.Oresponsável

técnicoporumaedificaçãodeveconhecerasnormas,osequipamentoseastécnicasde

detecçãoecombateaincêndioprevistas,alémdeavaliarcontinuamenteseasedificações

estão adequadamente protegidas. Considerando o exposto, responda as questões

44,45e46.

44. 

 

Umsistemadedetecçãoealarmedeincêndiodeve

(A) possuircentralinstaladaemlocalprotegidoedeacessorestrito,sempresençacontínuadepessoas,

paraevitaramanipulaçãoincorretadamesma.

(B) possuircentralinterligadacomosdispositivosdedetecçãodeincêndio,taiscomosensoresde

fumaçaesensoresdetemperatura.

(C) possuircentralcomquantidadeilimitadadeendereços,possibilitandoainterligaçãodequantos

dispositivosforemnecessários,emcondiçãoatualoufuturadainstalação.

(D) possuiracionadoresmanuaisaumaalturaentre2,2me3,5m.

(E) possuirsensoresdefumaça,independentementedotipodeinstalação.

45. 

Paraocombateaincêndioemequipamentosenergizados,érecomendadoousode

(A) hidrantes.

(B) espumamecânica.

(C) extintoràbasedeágua.

(D) extintoràbasedeCO2.

(E) extintortipoA.

46. 

 

Emrelaçãoaoprojetodesprinklers,hidranteseextintores,assinaleaalternativacorreta.

(A) Extintores de incêndio são utilizados como primeira linha de ataque contra incêndio. Eles são

dispensadossomentequandoaedificaçãoprevêainstalaçãodechuveirosautomáticos(sprinkler).

(B) Osextintoresehidrantesdevemestarinstaladosemrotasdefuga,preferencialmenteemescadas

enclausuradas,possibilitandoofácilacessoemsituaçõesderisco.

(C) Bombasdeincêndiodevempossuircapacidademínimade1MPa.

(D) Ofatorkrelacionaavazãodochuveiroautomáticocomapressãodinâmicaneleatuante,servindo

paradefiniracapacidadedevazãodochuveiroautomático.

(E) Os chuveiros automáticos, em uma tubulação molhada, liberam o fluxo de água sempre que a

temperaturadoambientesupera107°C.

47. 

Emrelaçãoamotoreselétricos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Ummotorelétricode4polos,emumainstalaçãodefrequênciapadrãode60Hz,possuivelocidade

síncronade3600rpm.

(B) Ummotorelétricode6polos,emumainstalaçãodefrequênciapadrãode60Hz,possuivelocidade

síncronade3600rpm.

(C) Um“softstarter”éutilizadoparaavariaçãodavelocidadedemotores.

(D) Osinversoresdefrequênciapossibilitamavariaçãodavelocidadedemotoresdebaixapotência,

até50CV.

(E) Potênciaativaéaparceladapotênciaaparentequerealizatrabalho,ouseja,queétransformada

emenergia.

48. 

 

Diantedeedificaçõesquecomportamcadavezmaisandares,oselevadoressetornaram

um meio de transporte essencial. Nesse sentido, em relação a elevadores elétricos de

passageiros,assinaleaalternativaINCORRETA.

(A) Cabinaéapartedoelevadorquetransportapassageiros.

(B) Contrapesoéamáquinaqueasseguraatração.

(C) Limitador de velocidade é o dispositivo que, quando o elevador atinge uma velocidade

predeterminada,causaaparadadoelevadore,senecessário,acionaofreiodesegurança.

(D) Freiodesegurançainstantâneoéumbatenteresilientenofinaldopercursoconstituídodemeios

deretardamentoqueusamfluidosoumolas(ououtromeiosimilar).

(E) Guias: são componentes rígidos destinados a manter a direção do movimento do carro ou do

contrapeso.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

17

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

49. 

OCenso2010,realizadopeloIBGE,apontouque45,6milhõesdepessoasdeclararamter,

ao menos, um tipo de deficiência, o que corresponde a 23,9% da população brasileira.

Atenderàsnormastécnicaselegislaçõesvigentesreferentesàspessoascomdeficiência

éumaquestãonãoapenastécnicaelegal,mastambémderespeito,inclusãoecidadania.

Considerando o exposto, assinale a alternativa correta no que se refere aos requisitos de 

acessibilidadeaedificações,conformeaNBR9050.

(A) As plataformas de elevação vertical de percurso aberto devem ter fechamento contínuo e não

podemtervãos,emtodasaslaterais,atéaalturade0,50mdopisodaplataforma.

(B) Aplataformadeelevaçãoverticaldepercursoabertosóéusadaempercursocomaté4,00m.

(C) Nos intervalos de 2,00 m até 9,00 m somente com caixa enclausurada (percurso fechado), é

permitidoousodeplataformasdeelevaçãovertical.

(D) Éproibidoousodeplataformaselevatóriasdepercursoinclinadoemedificaçõesdeusopúblico.

(E) Todaedificaçãodeusopúblicodevepreverelevadorverticalparapassageiros.

50. 

CombasenosconceitosestabelecidospelaNBR5665,qualéotempototaldeviagempara

umelevadorhipotéticocomcapacidadedacabina(excluídooascensorista)de6pessoas,

comvelocidadede1,5m/s,comportasde1,2mdeaberturaeaberturacentral,sendoquea

distânciaentreospavimentoséde30meonúmerodeparadasprováveisé4?

(A) 77,36s.

(B) 57,36s.

(C) 59,24s.

(D) 74,60s.

(E) 66,36s.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

18

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

51. 

 

Emrelaçãoàsferramentasutilizadasparaoplanejamentoecontroledeobras,assinalea

alternativacorreta.

(A) OcicloPDCAéutilizadonaetapadeplanejamentodaobra,fornecendoumconjuntodeações

somentepreventivas,afimdeevitarqueocorramfalhas.

(B) A EstruturaAnalítica de Projeto – EAP – é utilizada para determinar as causas de uma falha,

correlacionandocausaseefeitos.

(C) Asequênciadeatividadesqueproduzotempomaiscurtoéaquelaquedefineoprazototaldo

projeto.Aessasatividadesdá-seonomedeatividadescríticaseocaminhoqueasuneconstituio

caminhocrítico.

(D) Avisualizaçãodasatividadescomsuasdatasdeinícioefimpodeserconseguidautilizando-seo

recursográficochamadocronogramadeGantt.

(E) OcicloPDCAéutilizadoparadeterminarascausasdeumafalha,correlacionandocausaseefeitos.

52. 

 

ParaaelaboraçãodediagramasderedePERT/COM,énecessárioestabelecerasequência

dasatividades,aordememqueelasocorremequetipodedependênciaexisteentreelas.

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas da seguinte Tabela, que 

apresentaasdependênciasentreduasatividades,AeB,esuadefinição.

(A) 1-AtemdeterminarparaBpoderiniciar.

(B) 2-AtemdeteriniciadoparaBpoderterminar.

(C) 3-tt(término-término).

(D) 4-AtemdeteriniciadoparaBpoderiniciar.

(E) 2-AtemdeterminarparaBpoderiniciar.

53. 

Emrelaçãoaorçamentosecomposiçõesdecustos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Todososinsumosincluídosemumacomposiçãodecustounitáriodeserviçosãoconsiderados

custosindiretos.

(B) BDIéorateiodoLucromaisoscustosindiretosaplicadosaoscustosdiretos.

(C) AlocalizaçãodaobranãointerferenoBDI.

(D) EncargosfiscaisnãosãocontabilizadosnocálculodoBDI.

(E) Opreçounitáriodevendaéasomadoscustosdiretoseindiretos.

54. 

AssinaleaalternativacorretaemrelaçãoadefiniçõesdaEngenhariaLegal.

(A) AVALIAÇÃOéaconstataçãodeumfato,medianteexamecircunstanciadoedescriçãominuciosa

doselementosqueoconstituem,semaindagaçãodascausasqueomotivaram.

(B) VISTORIAéaatividadequeenvolveadeterminaçãotécnicadovalorqualitativooumonetáriode

umbem,deumdireitooudeumempreendimento.

(C) LAUDO é a peça na qual, com fundamentação técnica, o profissional habilitado como perito

relata o que observou e apresenta as suas conclusões ou avalia o valor de bens, direitos ou

empreendimentos.

(D) VISTORIAéaatividadequeenvolveaapuraçãodascausasquemotivaramdeterminadoeventoou

daasserçãodedireitos.

(E) PERÍCIAéaatividadequeenvolveatomadadedecisãoouposiçãoentrealternativastecnicamente

controversasouquedecorremdeaspectossubjetivos.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

19

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

55. 

As normas regulamentadoras do 

Ministério do Trabalho  definem

referências

técnicas,

princípios

fundamentais e  medidas de proteção

para garantir a saúde e a integridade 

física dos trabalhadores e estabelecer 

requisitos mínimos para a prevenção

de acidentes e doenças do trabalho.

Um Engenheiro, responsável por uma 

edificação que contém máquinas

e equipamentos, deve conhecer e 

implementarosconceitosdesegurança

estabelecidospelaNR-12-Segurançano

TrabalhoemMáquinaseEquipamentos.

Considerando o exposto, em relação à

referida norma, assinale a alternativa 

correta.

(A) Asmedidasdeproteçãoaseremadotadas

seguemaordemdeprioridade:

1ºmedidasdeproteçãocoletiva;

2º  medidas administrativas ou de

organizaçãodotrabalho;

3ºmedidasdeproteçãoindividual.

(B) Cabem aos trabalhadores a instalação

e remoção das medidas de proteção,

conformenecessidadeoperacional.

(C) Nasmáquinas,áreasdecirculação,postos

de trabalho e quaisquer outros locais

em que possa haver trabalhadores, são

permitidos a movimentação e o transporte

aéreodemateriaissobreostrabalhadores,

seosmesmosestiveremutilizandoEPI.

(D) Épermitidautilizaçãodechavegeralcomo

dispositivodepartidaeparada,desdeque

devidamenteidentificada.

(E) Os dispositivos de partida, acionamento e

paradadasmáquinasdevemserprojetados,

selecionadoseinstaladosdemodoquenão

possam ser acionados ou desligados por

outrapessoaquenãosejaooperador.

56. 

Em relação à NR-35 – Trabalho em

Altura–,assinaleaalternativacorreta.

(A) Umaatividadeexecutadaacimade2,00m

(dois metros) do nível inferior, onde haja

riscodequeda,éconsideradatrabalhoem

altura.

(B) Considera-se trabalhador capacitado para

trabalhoemalturaaquelequefoisubmetido

e aprovado em treinamento teórico com

cargahoráriamínimadeoitohoras.

(C) O trabalhador que estiver passado pelos

treinamentos requeridos pela referida NR

estáaptoparaotrabalhoemaltura.

(D) Não é necessária análise de risco para

execuçãodetrabalhosemalturainferiores

a10,0m.

(E) A permissão de trabalho em altura tem

validade de cinco dias, necessitando ser

reavaliadapeloresponsávelparaampliação

pormaiorperíodo.

57. 

Em relação à Resolução 114 do CNJ,

aplicada às obras e serviços de

engenharia, assinale a alternativa 

correta.

(A) Obrasdegrandeporte,classificadascomo

Grupo3pelaresolução114doCNJ,deverão

serlevadasaoconhecimentodoConselho

NacionaldeJustiça,apósaaprovaçãopelo

respectivoTribunalouConselho.

(B) Os projetos novos terão preferência na

alocaçãoderecursos.

(C) Não poderão ser alocados recursos

orçamentáriosparaaexecuçãodeestudos

preliminares, elaboração ou contratação

dosprojetosbásicoeexecutivo.

(D) Obras de médio porte, classificadas como

Grupo3pelaresolução114doCNJ,deverão

serlevadasaoconhecimentodoConselho

NacionaldeJustiça,apósaaprovaçãopelo

respectivoTribunalouConselho.

(E) As obras emergenciais e as abrangidas

peloGrupo1poderãoserrealizadassema

aprovaçãonoplanodeobrasdotribunale

nãorequeremfiscalizaçãopelaunidadede

controleinterno.

58. 

Em relação à NBR 5674 – Manutenção

de Edificações –, assinale a alternativa

correta.

(A)  Manutenção preventiva é caracterizada

por um fluxo constante de serviços,

padronizados e cíclicos, citando-se, por

exemplo,limpezageralelavagemdeáreas

comuns.

(B) Manutenção preventiva é caracterizada

por serviços que demandam ação ou

intervenção imediata, a fim de permitir

a continuidade de uso dos sistemas,

elementosoucomponentesdasedificações.

(C) O programa de manutenção consiste na

determinação das atividades essenciais

de manutenção, sua periodicidade,

responsáveis pela execução, documentos

de referência, referências normativas e

recursosnecessários.

(D) O programa de manutenção, depois de

estabelecido,nãodevesermodificado.

(E) Serviços a serem realizados por empresa

especializada não devem ser inseridos no

programademanutenção.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

20

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

59. 

 

EmrelaçãoàLein°8.666/1993,assinale

aalternativaINCORRETA.

(A) Nos processos de licitação, poderá ser

estabelecida margem de preferência para

produtos manufaturados e para serviços

nacionais que atendam a normas técnicas

brasileiras.

(B) Évedadoaosagentespúblicosestabelecer

tratamento diferenciado de natureza

comercial entre empresas brasileiras e

estrangeiras.

(C) Alicitaçãonãoserásigilosa,sendopúblicos

e acessíveis ao público os atos de seu

procedimento, salvo quanto ao conteúdo

daspropostas,atéarespectivaabertura.

(D) Empreitadaporpreçoglobalocorrequando

se contrata a execução da obra ou do

serviçoporpreçocertoetotal.

(E) Empreitadaporpreçoglobalocorrequando

secontrataaexecuçãodaobraoudoserviço

porpreçocertodeunidadesdeterminadas.

60. 

EmrelaçãoàLein°8.666/1993,assinale

aalternativacorreta.

(A) Évedadoocontratocomprazodevigência

indeterminado.

(B) Nos

contratos

celebrados

pela

Administração Pública com pessoas

físicas ou jurídicas, não inclusas aquelas

domiciliadas no estrangeiro, deverá

constar, necessariamente, cláusula que

declare competente o foro da sede da

Administraçãoparadirimirqualquerquestão

contratual.

(C) É vedada celebração de contrato pela

Administraçãopúblicacompessoasfísicas.

(D) A critério da autoridade competente,

em   cada caso, ainda que não prevista

no instrumento convocatório, poderá

ser  exigida prestação de garantia nas

contrataçõesdeobras,serviçosecompras.

(E) A Administração pública é responsável

pelosencargostrabalhistas,previdenciários,

fiscais e comerciais resultantes da

execuçãodocontrato.

ATENÇÃO!

NÃO SE ESQUEÇA de marcar,  na Folha de 

Respostas, o número de sua prova indicado  

na capa deste caderno

.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

R A S C U N H O

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

INSTRUÇÕES

• Confiraseunome,onúmerodoseudocumentoeonúmerode

suainscriçãonaFolhadeRespostasenaVersãoDefinitivada

Discursiva.Alémdisso,nãoseesqueçadeconferirseuCaderno

deQuestõesquantoafalhasdeimpressãoedenumeração,e

seocargocorrespondeàqueleparaoqualvocêseinscreveu.

Preenchaoscamposdestinadosàassinaturaeaonúmerode

inscrição.Qualquerdivergência,comuniqueaofiscal.

• OsúnicosdocumentosválidosparaavaliaçãosãoaFolhade

RespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva.Sóépermitidoo

usodecanetaesferográficatransparentedecorazuloupreta

para transcrição da Versão Definitiva da Discursiva e para o

preenchimentodaFolhadeRespostas,quedeveserpreenchida

daseguintemaneira:

• Oprazoderealizaçãodaprovaéde4(quatro)horas,incluindo

amarcaçãodaFolhadeRespostaseatranscriçãodaVersão

Definitiva da Discursiva.Após 60 (sessenta) minutos do início

daprova,ocandidatoestaráliberadoparautilizarosanitárioou

deixar definitivamente o local de aplicação, não podendo, no

entanto,levarocadernodequestõesenenhumtipodeanotação

desuasrespostas.

• Os 3 (três) últimos candidatos só poderão retirar-se da sala

juntos,apósassinaturadoTermodeFechamentodoenvelope

deretorno.

• Ao término de sua prova, comunique ao fiscal, devolvendo-

lheaFolhadeRespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva,

devidamente preenchidas e assinadas. O candidato  poderá

levarconsigooCadernodeQuestõessomenteseaguardarem

salaatéotérminodoprazoderealizaçãodaprovaestabelecido

emedital.

• As provas e os gabaritos preliminares estarão disponíveis

nositedoInstitutoAOCP-www.institutoaocp.org.br,

nodia

posterioràaplicaçãodaprova

.

• O NÃO cumprimento a qualquer uma das determinações

constantes em Edital, no presente Caderno ou na Folha de

Respostasincorreránaeliminaçãodocandidato.

LínguaPortuguesa

01a10

Discursiva-EstudodeCaso

01

COMPOSIÇÃO  DO  CADERNO

Legislação

11a20

NoçõessobreDireitosdas
PessoascomDeficiência

21a25

NoçõesdeInformática

26a30

ConhecimentosEspecíficos

31a60

02

LEMBRE-SE DE MARCAR O NÚMERO 
CORRESPONDENTE À SUA PROVA NA 

FOLHA DE  RESPOSTAS!

PROVA

NomedoCandidato

Inscrição

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NÍVEL SUPERIOR

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2018

Fraudar ou tentar fraudar  Concursos Públicos é Crime!

Previstonoart.311-AdoCódigoPenal

MANHÃ

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

I N S T R U Ç Õ E S

         A Prova Discursiva - Estudo de Caso será avaliada considerando-se os seguintes aspectos:

1. Atendimentoaotemapropostonaquestão;

2. Conhecimentotécnico-científicosobreamatéria;

3. Clarezadeargumentação/sensocríticoemrelaçãoaotemapropostonaquestão;

4.

UtilizaçãoadequadadaLínguaPortuguesa.

 

O candidato terá sua Prova Discursiva - Estudo de Caso avaliada com nota 0 (zero) em caso de:

a.

nãoatenderaoTemadoEstudodeCasopropostoeaoconteúdoavaliado;

b.

manuscreveremletrailegívelougrafarporoutromeioquenãoodeterminadonoEdital;

c.

apresentaracentuadadesestruturaçãonaorganizaçãotextualouatentarcontraopudor;

d.

redigirseutextoalápis,ouàtintaemcordiferentedeazuloupreta;

e.

nãoapresentaraquestãoredigidanaFolhadaVersãoDefinitivaouentregá-laembranco;

f.

apresentaridentificação,emlocalindevido,dequalquernatureza(nomeparcial,nomecompleto,outro

nomequalquer,número(s),letra(s),sinais,desenhosoucódigos).

• AFolhadaVersãoDefinitivaseráoúnicodocumentoválidoparaaavaliaçãodaProvaDiscursiva.As

folhas para rascunho, no caderno de questões, são de preenchimento facultativo e não valerão para 

afinalidadedeavaliaçãodaProvaDiscursiva

.

•  O candidato disporá de, no mínimo, 20 (vinte) linhas e, no máximo, 30 (trinta) linhas para elaborar    

arespostadaquestão,sendodesconsideradoparaefeitodeavaliaçãoqualquerfragmentodetexto

queforescritoforadolocalapropriadoouqueultrapassaraextensãode30(trinta)linhas.

• A Prova Discursiva deverá ser feita à mão pelo próprio candidato, em letra legível, com caneta 

esferográficatransparentedetintaazuloupreta.

D I S C U R S I VA -   E S T U D O   D E   C A S O   -   R A S C U N H O

1. 

Énecessárioadquirirumabombacentrífugaparaumainstalaçãoprediallocalizadanacidadedo

RiodeJaneiro-RJ.Abombairáalimentarumacaixad’águanotopodeumedifício,retirando

águadeumreservatórionotérreo.Elaboreumaespecificaçãotécnicadecompra,destacando

asprincipaiscaracterísticasnecessáriasparaaaquisiçãodeumconjuntodemotorelétricoe

bomba.Trata-sedeumainstalaçãohipotética,portantonãoénecessárioespecificarosdados,

ouseja,pode-sedeixaremfunçãodeincógnitas.

Exemplo:Vazãonominaldabomba:“Q”m³/h.

Aespecificaçãodeverápossuirde20a30linhas.Atenha-seàscaracterísticastécnicasdabomba

edainstalaçãoenãoincluaconsideraçõescomerciais.

1. ____________________________________________________________________________________________________________

2. ____________________________________________________________________________________________________________

3. ____________________________________________________________________________________________________________

4. ____________________________________________________________________________________________________________

5. ____________________________________________________________________________________________________________

6. ____________________________________________________________________________________________________________

7. ____________________________________________________________________________________________________________

8. ____________________________________________________________________________________________________________

9. ____________________________________________________________________________________________________________

10. ____________________________________________________________________________________________________________

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

11. ____________________________________________________________________________________________________________

12. ____________________________________________________________________________________________________________

13. ____________________________________________________________________________________________________________

14. ____________________________________________________________________________________________________________

15. ____________________________________________________________________________________________________________

16. ____________________________________________________________________________________________________________

17. ____________________________________________________________________________________________________________

18. ____________________________________________________________________________________________________________

19. ____________________________________________________________________________________________________________

20. ____________________________________________________________________________________________________________

21. ____________________________________________________________________________________________________________

22. ____________________________________________________________________________________________________________

23. ____________________________________________________________________________________________________________

24. ____________________________________________________________________________________________________________

25. ____________________________________________________________________________________________________________

26. ____________________________________________________________________________________________________________

27. ____________________________________________________________________________________________________________

28. ____________________________________________________________________________________________________________

29. ____________________________________________________________________________________________________________

30. ____________________________________________________________________________________________________________

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

4

ATENÇÃO!

NÃO SE ESQUEÇA de marcar,  na Folha de Respostas, o número de sua prova indicado na capa deste caderno.

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

LÍNGUA PORTUGUESA

Texto I

Os medos que o poder transforma em       

mercadoria política e comercial 

 

 

 

 

              Zygmunt Bauman

O medo faz parte da condição humana.

Poderíamosatéconseguireliminarumaporuma

a maioria das ameaças que geram medo (era

justamenteparaistoqueservia,segundoFreud,

a civilização como uma organização das coisas

humanas:paralimitarouparaeliminartotalmente

asameaçasdevidasàcasualidadedaNatureza,

àfraquezafísicaeàinimizadedopróximo):mas,

pelo menos até agora, as nossas capacidades

estão bem longe de apagar a “mãe de todos

os medos”, o “medo dos medos”, aquele medo

ancestral que decorre da consciência da nossa

mortalidade e da impossibilidade de fugir da

morte.

Emborahojevivamosimersosemuma“cultura

do medo”, a nossa consciência de que a morte

éinevitáveléoprincipalmotivopeloqualexiste

acultura,primeirafonteemotordecadaetoda

cultura. Pode-se até conceber a cultura como

esforço constante, perenemente incompleto e,

emprincípio,interminávelparatornarvivíveluma

vidamortal.Oupode-sedarmaisumpasso:éa

nossa consciência de ser mortais e, portanto, o

nosso perene medo de morrer que nos tornam

humanosequetornamhumanoonossomodode

ser-no-mundo.

A cultura é o sedimento da tentativa

incessante de tornar possível viver com a

consciência da mortalidade. E se, por puro

acaso,nostornássemosimortais,comoàsvezes

(estupidamente) sonhamos, a cultura pararia de

repente[...].

Foi precisamente a consciência de ter que

morrer, da inevitável brevidade do tempo,

da possibilidade de que os projetos fiquem

incompletos que impulsionou os homens a agir

e a imaginação humana a alçar voo. Foi essa

consciência que tornou necessária a criação

cultural e que transformou os seres humanos

em criaturas culturais. Desde o seu início e ao

longo de toda a sua longa história, o motor da

culturafoianecessidadedepreencheroabismo

que separa o transitório do eterno, o finito do

infinito,avidamortaldaimortal;oimpulsopara

construir uma ponte para passar de um lado

para outro do precipício; o instinto de permitir

que nós, mortais, tenhamos incidência sobre a

eternidade, deixando nela um sinal imortal da

nossapassagem,emborafugaz.

Tudoisso,naturalmente,nãosignificaqueas

fontesdomedo,olugarqueeleocupanaexistência

eopontofocaldasreaçõesqueeleevocasejam

imutáveis.Aocontrário,todotipodesociedadee

todaépocahistóricatêmosseusprópriosmedos,

específicosdessetempoedessasociedade.Se

é incauto divertir-se com a possibilidade de um

mundo alternativo “sem medo”, em vez disso,

descrever com precisão os traços distintivos do

medo na nossa época e na nossa sociedade é

condiçãoindispensávelparaaclarezadosfinse

paraorealismodaspropostas.[...]

(Adaptado de http://www.ihu.unisinos.br/563878-os-medos-que-o

-poder-transforma-em-mercadoria-politica-e-comercial-artigo-de-

zygmunt-bauman-Acessoem26/03/2018)

 As questões de 1 a 9 referem-se ao texto 

I.

1. 

Em relação ao texto I, assinale a

alternativacorreta.

(A) Uma das propriedades linguísticas que

caracterizam o texto como argumentativo

é a predominância de formas verbais no

pretérito.

(B) Osverbosepronomesemprimeirapessoa

do plural, presentes em “Poderíamos até

conseguir eliminar uma por uma a maioria

dasameaçasquegerammedo[...]”e“[...]

é a nossa consciência de ser mortais e,

portanto, o nosso perene medo [...]” são

fortes marcas do tipo textual injuntivo,

predominantenotexto.

(C) Otipoargumentativoéoeixodaconstrução

dotexto,tendoemvistaqueoautordefende

uma tese por meio de relações lógicas de

argumentação. Uma dessas relações é a

de condição, presente no excerto “E se,

porpuroacaso,nostornássemosimortais,

comoàsvezes(estupidamente)sonhamos,

aculturaparariaderepente[...]”.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

5

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(D) Não é possível classificar o tipo textual

predominante no texto I, uma vez que os

tipostextuaisconstituemumalistairrestrita

na cultura linguística. Ao contrário disso,

os gêneros textuais compõem uma lista

restrita,oquepossibilitaqueseclassifique

otextoIcomoumartigodeopinião.

(E) O amplo uso de figuras de linguagem,

especialmente de metáforas, no texto I, é

umapistadequeotiponarrativoéoeixoda

construçãotextual,enriquecendoasformas

de expressão do autor a partir do uso de

umalinguagemdenotativa.

2. 

Em relação ao texto I, assinale a

alternativacorreta.

(A) Em “Foi precisamente a consciência de

ter que morrer, da inevitável brevidade do

tempo,dapossibilidadedequeosprojetos

fiquemincompletos[...]”,todososelementos

emdestaquesãoexigidospelaregênciada

palavra“consciência”.

(B) Em“Desdeoseuinícioeaolongodetoda

a sua longa história, o motor da cultura

foi a necessidade de preencher o abismo

queseparaotransitóriodoeterno[...]”(4º

parágrafo), o pronome em destaque faz

referênciaà“consciênciadeterquemorrer”.

(C) Em “[...] para limitar ou para eliminar

totalmente as ameaças devidas à

casualidadedaNatureza,àfraquezafísicae

àinimizadedopróximo[...]”,ousodacrase

éfacultativoantesde“fraqueza”eantesde

“inimizade”,tendoemvistaquetaistermos

sãoregidospelamesmapalavra.

(D) Em“[...]todotipodesociedadeetodaépoca

históricatêmosseusprópriosmedos[...]”,

háumsujeitocompostoquejustificaouso

do acento circunflexo no verbo destacado,

marcandoaflexãodenúmero.

(E) Em“[...]asnossascapacidadesestãobem

longedeapagara‘mãedetodososmedos’

[...]”,otermo“mãedetodososmedos”está

entre aspas para destacar uma citação

direta de outrem, trazendo ao texto outras

vozesparacomprovaropontodevistado

autor.

3. 

Noexcerto“[...]anossaconsciênciade

que a morte é inevitável é o principal 

motivo  pelo qual existe a cultura 

[...]”, a expressão em destaque pode

ser substituída, sem gerar prejuízo

gramatical, por

(A) porque.

(B) porque.

(C) cujo.

(D) porqual.

(E) porquê.

4. 

Conjunçõesoulocuçõesconjuntivassão

palavras invariáveis utilizadas para ligar 

orações ou palavras da mesma oração.

As conjunções destacadas nos trechos

a seguir estabelecem determinados 

sentidos, introduzindo uma relação

semântica entre as orações. Assinale

a alternativa que apresenta, entre 

parênteses, a interpretação correta da

conjunçãodestacada.

(A) “[...] é a nossa consciência de ser mortais

e,portanto,onossoperenemedodemorrer

quenostornamhumanos[...]”(justificativa)

(B) “[...] se, por puro acaso, nos tornássemos

imortais, como às vezes (estupidamente)

sonhamos,aculturaparariaderepente[...]”

(causa)

(C) “Seéincautodivertir-secomapossibilidade

de um mundo alternativo ‘sem medo’, em

vezdisso,descrevercomprecisãoostraços

distintivos do medo na nossa época e na

nossasociedadeécondiçãoindispensável.”

(hipótese)

(D) “[...] interminável para tornar vivível uma

vidamortal.Oupode-sedarmaisumpasso:

é a nossa consciência de ser mortais [...]”

(finalidade)

(E) “Embora hoje vivamos imersos em

uma‘culturadomedo’,anossaconsciência

dequeamorteéinevitável.”(consequência)

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

6

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

5. 

Qual(is) é(são) o(s) item(ns) que 

reescreve(m),semgerarprejuízosintático

oualteraçãodesentido,oexcerto:“Seé

incauto divertir-se com a possibilidade 

de um mundo alternativo ‘sem medo’,

em vez disso, descrever com precisão 

ostraçosdistintivosdomedonanossa

épocaenanossasociedadeécondição

indispensável para a clareza dos fins e

paraorealismodaspropostas.[...]”?

I.

Se é ingênuo deleitar-se com a

possibilidade de um mundo paralelo “sem 

medo”, é imperativo, por outro lado, para 

a clareza de finalidades e para a nudez

das propostas, descrever rigorosamente 

aquilo que distingue o medo em nosso 

contextotemporalesocial.

II.

Se é irrefletida a diversão pela

possibilidade de um mundo alternativo 

livre do medo, não obstante, a fim de

delimitar a factualidade das propostas e 

clarificarospropósitos,éimprescindível

delinear precisamente as características 

domedotalcomovivemos.

III. Se é sensato divertir-se com a ideia

de um mundo paralelo “sem medo”, 

ao invés disso, é exigência oportuna

descrever relativamente tudo o que 

defineomedonestaépocaesociedade,

postoqueháclarezadosfinserealismo

naspropostas.

(A) ApenasII.

(B) ApenasIIeIII.

(C) ApenasIeIII.

(D) ApenasIeII.

(E) I,IIeIII.

6. 

Assinale a alternativa em que o 

termo “até” apresenta o mesmo valor 

semântico que recebe na frase “Pode-

se atéconceberaculturacomoesforço

constante, perenemente incompleto e, 

em princípio, interminável para tornar 

vivívelumavidamortal.Oupode-sedar

maisumpasso[...]”.

(A) É melhor escondê-lo, pelo menos até

conseguirmosumlocalseguro.

(B) Vocêpodeatétentar,masnãoconseguirá

seesconder.

(C) Choreiatéficarcansado.

(D) Vocêpodeandaratéaquioupodechegar

maislonge.

(E) Oprodutocustaatéquatrovezesmaisque

seugenérico.

7. 

Assinale a alternativa correta a respeito 

do excerto “[...] Desde o seu início e

ao longo de toda a sua longa história, 

o motor da cultura foi a necessidade 

de preencher o abismo que separa o 

transitóriodoeterno,ofinitodoinfinito,

a vida mortal da imortal; o impulso para 

construir uma ponte para passar de um 

lado para outro do precipício; o instinto 

de permitir que nós, mortais, tenhamos 

incidênciasobreaeternidade,deixando

nela um sinal imortal da nossa passagem, 

emborafugaz.”.

(A) As expressões “desde” e “ao longo de”

referem-se temporalmente à história da

cultura,sendoqueaprimeiraestáligadaa

um ponto temporal de origem, enquanto a

segundaestáligadaàextensãotemporala

partirdesseponto.

(B) Oexcertoconstitui-sedevariadasantíteses,

as quais colocam em oposição ideias que

se referem à cultura e à história. Com

isso, o autor traz maior impessoalidade,

objetividadeeformalidadeaotexto.

(C) Ao utilizar a expressão “nós, mortais”, o

autor evita dialogar com o leitor do texto,

comafinalidadedepotencializareventuais

contestaçõesquepossamocorrerdianteda

suaargumentação.

(D) O verbo “tenhamos” está flexionado de

modo que se interpreta uma ação factual

que ocorre no momento da fala, por isso

afirma-se que está no presente do modo

indicativo.

(E) As palavras “impulso” e “instinto” revelam

o caráter finito da vida. Referem-se,

semanticamente, ao “abismo que separa

o transitório do eterno, o finito do infinito,

avidamortaldaimortal”ecomplementam,

sintaticamente,overbo“preencher”.

8. 

O processo de derivação imprópria de

palavras compreende a mudança de

classe de uma palavra, estendendo-lhe 

a significação. Assinale a alternativa

cujo excerto apresenta tal processo de

derivaçãonapalavraemdestaque.

(A) “A cultura é o sedimento da tentativa

incessantedetornarpossível[...]”

(B) “[...] o lugar que ele ocupa na existência

[...]”

(C) “[...] todo tipo de sociedade e toda época

históricatêmosseusprópriosmedos[...]”

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

7

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(D) “Os medos que o poder transforma em

mercadoriapolíticaecomercial[...]”

(E) “[...]anecessidadedepreencheroabismo

queseparaotransitóriodoeterno[...]”

9. 

EmrelaçãoàsideiasdotextoI,assinale

aalternativacorreta.

(A) O medo da morte, embora fugaz, cria a

consciência de uma perene brevidade

do tempo, instaurando no ser humano a

possibilidade de um mundo alternativo, de

acordocomcadaperíodohistórico.

(B) Omododeser-no-mundoédefinidopelos

traços distintivos dos diferentes contextos

histórico-culturais. O medo da morte é,

nesseínterim,dispensávelparaadefinição

detodaproduçãoculturaleartística.

(C) As diversas origens do medo e seus

significados sócio-históricos são fluidos,

e compreendê-los é tarefa obrigatória na

finalidade de acessar sua funcionalidade

nasdiferentesépocasecontextos.

(D) Separaravidaeamorteétarefadacriação

cultural,umavezqueasinvençõeshumanas

permitem a superação da mortalidade

humanaedomedodesta.

(E) Apossibilidadedaimortalidadenãocessaria

a produção cultural, tendo em vista que a

culturaindependedacondiçãofinitadavida

humana.

10. 

A correção ortográfica é requisito

elementar de qualquer texto e é ainda 

mais importante quando se trata de 

textosoficiais.Assinaleaalternativaque

apresenta a grafia correta de todas as

palavras.

(A) Hermético,homogêneo,beneficiente.

(B) Ansiar,despender,exceção.

(C) Compunção,sossobrar,consecução.

(D) Viço,obssoleto,aldeiamento.

(E) Frontespício,freiar,arroubo.

LEGISLAÇÃO

11. 

Assinale a alternativa que apresenta 

princípios éticos expressamente 

elencados no Código de Ética do 

 

 

 

 

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª 

Região.

(A) Transparência,

economia,

celeridade

processualecomprometimento.

(B) Honestidade, transparência, dignidade,

respeito e responsabilidade social e

ambiental.

(C) Respeito,decoro,duplograudejurisdiçãoe

preservaçãodopatrimôniopúblico.

(D) Celeridade, respeito, razoável duração

do processo e eficácia vinculante dos

precedentes.

(E) Transparência, desenvolvimento pessoal e

valorizaçãodaverdaderealdosfatos.

12. 

No que diz respeito aos direitos 

do servidor, assinale a alternativa 

 

condizentecomoqueprevêoCódigode

Ética.

(A) Caso um dos servidores lotados em

determinada Vara do Trabalho esteja

enfrentando

problemas

pessoais

e

psíquicos, os demais servidores serão

cientificados para que contribuam com a

recuperação do servidor debilitado no que

dizrespeitoàsatribuiçõesdoambientede

trabalho.

(B) Oservidorpoderáausentar-sedolocalde

trabalho e desenvolver suas atividades de

suaprópriaresidência,semprequeperceber

queissocontribuiráparaoaumentodesua

produtividade.Paratanto,oservidordeverá

comunicarseussuperiores.

(C) É permitido ao servidor o exercício não

remunerado de encargo de mandatário,

desde que não implique a prática de atos

decomércioououtrosincompatíveiscomo

exercíciodocargo,nostermosdalei.

(D) Ao servidor é permitido receber,

excepcionalmente

em

ocasiões

de

festividade, presentes de pessoa física ou

jurídicainteressadanaatividadedoservidor.

(E) O servidor poderá opinar publicamente a

respeito do mérito de questão que lhe for

submetida, para análise individual, salvo

aquelasdeconhecimentogeral.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

8

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

13. 

De acordo com o Regimento Interno 

do Tribunal Regional do Trabalho da 

1ª Região, em caso de afastamento 

de desembargador integrante de 

qualquer das seções especializadas,

definitivamente ou por prazo superior a

trinta dias, a vaga será preenchida por 

(A) desembargador na ordem de antiguidade,

salvo se inexistir magistrado de segundo

grau,casoemqueseráconvocadojuizde

primeirainstância.

(B) desembargador na ordem inversa de

antiguidade,salvoseinexistirmagistradode

segundograu,casoemqueseráconvocado

juizdeprimeirainstância.

(C) juizdeprimeirainstâncianaordeminversa

deantiguidade.

(D) desembargador que já tiver composto a

lista tríplice de indicação para ministro do

TribunalSuperiordoTrabalho.

(E) juiz de primeira instância que atender a

critériosdemerecimento.

14. 

De acordo com o Regimento Interno 

do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª 

Região,assinaleaalternativacorreta.

(A) Competirá ao Corregedor Geral decidir os

pedidos de remoção e permuta de juízes

titulares, ouvida a Corregedoria Regional

parainformaroestadoemqueseencontram

os serviços das respectivas Varas do

Trabalho, inclusive se os pretendentes

possuematrasosnaprolaçãodesentenças,

expedindoosrespectivosatos.

(B) À supressão, acréscimo ou modificações

das disposições dos atos de competência

do Tribunal Pleno dá-se o nome de Ato

Regimental.

(C) Ementa

Regimental

trata-se

da

complementaçãodoRegimentoInterno.

(D) As matérias constantes de Emendas ou

Atos Regimentais, submetidas ao Tribunal

Pleno e não aprovadas, apenas poderão

sernovamenteapreciadasapósodecurso

doprazodeseismeses.

(E) CaberáaoPresidentedoTRT-1remeterao

TribunalSuperiordoTrabalho,paraenvioao

Congresso Nacional, após aprovação pelo

ÓrgãoEspecial,projetosdeleideinteresse

daJustiçadoTrabalhoemmatériadesua

competênciaconstitucional.

15. 

A Presidência, a Vice-Presidência,

a Corregedoria Regional e a Vice-

Corregedoria Regional são cargos 

de direção do Tribunal Regional do

Trabalho da 1ª Região, preenchidos 

medianteeleição.Sobreotema,assinale

aalternativacorreta.

(A) Omandatoteráduraçãodetrêsanos.

(B) Não é obrigatória a aceitação do cargo,

ainda que não tenha havido recusa

manifestadaeaceitapeloTribunalantesda

eleição.

(C) Aeleiçãoérealizadanaprimeiraquinzena

denovembro,porvotosecreto.

(D) Em caso de empate, será considerado

eleito,deformaimediata,odesembargador

maisantigo.

(E) Épermitidoovotoporcorrespondênciaou

procuração.

16. 

Tendo em vista que o termo “ética” 

deriva do grego ethos, que, por sua vez, 

guardarelaçãocomosvaloresmoraise

princípios que devem nortear a conduta 

humana na sociedade, e, ainda, o fato de 

que a ética pode variar de acordo com 

fatores culturais, assinale a alternativa 

que NÃO corresponde aos objetivos

éticos perseguidos pelo Tribunal 

Regional do Trabalho da 1ª Região, 

quandodaelaboraçãodeseuCódigode

Ética.

(A) Contribuir para transformar a visão,

a missão, os objetivos e os valores

institucionais do Tribunal em atitudes,

comportamentos, regras de atuação

e práticas organizacionais, orientados

segundoelevadopadrãodecondutaético-

profissional,pararealizarmelhorajurisdição

trabalhista.

(B) Asseguraraoservidorapreservaçãodesua

imagem e de sua reputação, quando sua

conduta estiver de acordo com as normas

éticasestabelecidasnoCódigo.

(C) Reduzirasubjetividadedasinterpretações

pessoais sobre os princípios e normas

éticos adotados no Tribunal, facilitando a

compatibilizaçãodosvaloresindividuaisde

cadaservidorcomosvaloresdainstituição.

(D) Estabelecermecanismosdeuniformização

da jurisprudência do Tribunal, de modo a

valorizar a segurança jurídica e a legítima

confiança do jurisdicionado, em atenção

aosprincípiosenormaséticosadotados.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

9

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(E) Oferecer, por meio da Comissão de

Ética, uma instância de consulta, visando

esclarecer dúvidas quanto à conformidade

dacondutadoservidorcomosprincípiose

normasdecondutaneletratados.

17. 

De acordo com o que dispõe a 

ConstituiçãoFederalacercadosdireitos

políticos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Aidademínimaparaelegibilidadeaocargo

degovernadorédetrintaecincoanos.

(B) Sãoinelegíveiseinalistáveisosanalfabetos.

(C) A soberania popular será exercida, nos

termosdalei,medianteplebiscito,referendo

einiciativapopular.

(D) Oalistamentoeleitoraleovotoéfacultativo

paraosmaioresdesessentaecincoanos.

(E) São inelegíveis, no território de jurisdição

do titular, o cônjuge e os parentes

consanguíneosouafins,atéosegundograu

ouporadoção,devereadoroudequemo

haja substituído dentro dos seis meses

anteriores ao pleito, salvo se já titular de

mandatoeletivoecandidatoàreeleição.

18. 

De acordo com o que dispõe a 

ConstituiçãoFederalacercadosdireitos

e deveres individuais e coletivos, 

assinaleaalternativacorreta.

(A) Ninguém será privado de direitos por

motivodecrençareligiosaoudeconvicção

filosóficaoupolítica,emqualquerhipótese.

(B) A sucessão de bens de estrangeiros

situados no País será regulada pela lei

brasileira em benefício do cônjuge ou dos

filhosbrasileiros,semprequenãolhesseja

maisfavorávelaleipessoaldo"decujus".

(C) Éasseguradoatodosoacessoàinformação

e vedado o sigilo da fonte, ainda que

necessárioaoexercícioprofissional.

(D) As associações só poderão ter as suas

atividades compulsoriamente suspensas

pordecisãojudicialtransitadaemjulgado.

(E) Nenhuma pena passará da pessoa do

condenado, não podendo a obrigação de

repararodanoeadecretaçãodoperdimento

debensserestendidasaossucessoresou

contraelesexecutadas.

19. 

José, servidor efetivo do Tribunal 

Regional do Trabalho da 1º Região, fora 

demitido por abandono de cargo, ato 

que ficou devidamente comprovado

em regular processo administrativo 

disciplinar. Ocorre que, na data da

demissão, José estava em débito com o 

erário.DeacordocomaLeinº8.112/1990,

quantos dias José terá para quitar o 

referidodébito?

(A) Deveráquitarodébitoimediatamente.

(B) 15(quinze)dias.

(C) 30(trinta)dias.

(D) 45(quarentaecinco)dias.

(E) 60(sessenta)dias.

20. 

Sobre os poderes e deveres dos 

administradores públicos, assinale a 

alternativacorreta.

(A) Excessodepoderéamodalidadedeabuso

emqueoagentebuscaalcançarfimdiverso

daquelequealeilhepermitiu.

(B) Osilícitosadministrativosadmitemostipos

abertos, isto é, se afastam do sistema

da rígida tipicidade que vigora no Direito

Penal.

(C) O Presidente da República deve prestar,

anualmente, ao Congresso nacional, as

contas referentes ao exercício anterior, no

prazode90(noventa)diasdaaberturada

sessãolegislativa.

(D) No que concerne ao controle dos atos de

regulamentação, compete privativamente

ao Congresso Nacional sustar os atos

normativos do Poder Executivo que

exorbitem do poder regulamentar ou dos

limitesdedelegaçãolegislativa.

(E) Na perspectiva de que os atos podem

ser originários ou derivados, o poder

regulamentartípicoédenaturezaoriginária,

uma vez que emana diretamente da

Constituição.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

10

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NOÇÕES SOBRE DIREITOS DAS 

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

21. 

José é pessoa com deficiência e está

submetido ao regime de curatela. Ele

pretende contrair matrimônio, no entanto 

seu curador o está impedindo. Nesse

sentido, de acordo com os ditames da 

Lein°13.146/2015,ocuradordeJosé

(A) não está agindo corretamente, já que

a curatela atinge tão somente os atos

relacionados aos direitos de natureza

patrimonialenegocial.

(B) não está agindo corretamente, já que,

embora a curatela atinja atos de natureza

matrimonial, caberia nesse caso ao poder

judiciárioadecisãosobreaautorizaçãode

secontrairmatrimônio.

(C) estáagindocorretamentejáqueacuratela

alcança o direito ao próprio corpo, à

sexualidade,aomatrimônio,àprivacidade,

àeducação,àsaúde,aotrabalhoeaovoto

docuratelado.

(D) está agindo corretamente já que o ato de

contrair matrimônio pode refletir na esfera

patrimonialdocuratelado.

(E) estáagindo corretamentejáqueàpessoa

submetidaaoregimedecuratelaévedado

contrairmatrimônio.

22. 

Sebastião mora com seu pai, que é pessoa 

com deficiência física e beneficiário

de pensão previdenciária. Sebastião,

com claro objetivo de obter vantagem

indevida para si, retém, de maneira 

indevida, o cartão magnético destinado 

ao recebimento da pensão previdenciária 

deseupai.CombasenodispostonaLei

n°13.146/2015,acondutadeSebastiãoé

tipificadacomocrimepunívelcom

(A) reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e

multa.

(B) detenção, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e

multa.

(C) detenção, de 6 (seis) meses a 4 (quatro)

anos,emulta.

(D) reclusão, de 6 (seis) meses a 4 (quatro)

anos,emulta.

(E) detenção,de6(seis)mesesa2(dois)anos,

emulta.

23. 

Antônio é pessoa com deficiência

moderada e recebe o benefício de 

prestação continuada previsto no art.

20 da Lei n° 8.742/1993. Acontece que

Antônio passou a exercer atividade 

remunerada que o enquadra como 

segurado obrigatório do RGPS (Regime 

Geral de Previdência Social). Nesse

caso, de acordo com o previsto na Lei n° 

13.146/2015,Antônio

(A) não terá direito a qualquer auxílio, já que

passouaexerceratividaderemunerada.

(B) terádireitoaauxílio-inclusão,nostermosda

lei.

(C) não terá direito a auxílio inclusão, já que

acumulará seu benefício de prestação

continuada com a remuneração de sua

atividade.

(D) terá direito a auxílio inclusão, desde que

optepornãosesubmeteraoRegimeGeral

dePrevidênciaSocial.

(E) terá direito a cumular metade de seu

benefício de prestação continuada com a

remuneraçãodesuaatividade.

24. 

Segundo 

disciplina 

Decreto                                           

n°3.298/1999,osórgãoseasentidades

daAdministraçãoPúblicaFederaldireta

e indireta responsáveis pela educação

dispensarão tratamento prioritário e 

adequado aos assuntos relacionados à 

pessoa com deficiência. Nesse sentido,

de acordo com o citado diploma legal, 

a educação do aluno com deficiência

deverá iniciar-se na educação infantil a

partir de

(A) cincoanos.

(B) zeroano.

(C) umano.

(D) trêsanos.

(E) doisanos.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

11

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

25. 

A Resolução n° 230/2016 do CNJ disciplina que cada órgão do Poder Judiciário deverá

manter um cadastro dos servidores, serventuários extrajudiciais e terceirizados com

deficiênciaquetrabalhamnoseuquadro.Essecadastrodeveespecificarasdeficiênciase

as necessidades particulares de cada servidor, terceirizado ou serventuário extrajudicial,

sendoqueaatualizaçãodessecadastrodeveserpermanente,devendoocorrerumarevisão

detalhada

(A) umavezporsemestre.

(B) umavezportrimestre.

(C) umavezporbimestre.

(D) umavezporano.

(E) umavezporbiênio.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA

26. 

Umarquivodevídeonormalmentepossuiumacombinaçãodeimagensesons,permitindoa

visualizaçãodefilmes,animaçõesefilmagens.Qualdasalternativasaseguirpossuisomente

extensõesdearquivosutilizadasparaareproduçãodevídeos?

(A) .ppt,.mp4e.avi

(B) .jpg,.pnge.gif

(C) .avi,.mp3e.gif

(D) .mp3,.mp4e.avi

(E) .avi,.mp4e.mkv

27. 

Aoenviarume-mailincluindoendereçosdedestinatárionocampo“Cco”,disponívelem

todasasferramentaspopularesparaoenviodee-mails,oqueacontece?

(A) Osdestinatáriosqueestãoem“Cco”nãoconseguemverparaquemamensagemfoienviadapelo

campo“Para”.

(B) Os destinatários que estão em “Cc” conseguem ver para quem a mensagem foi enviada em

“Cco”.

(C) O remetente receberá uma confirmação de quando a mensagem foi lida por cada destinatário

incluídoem“Cco”.

(D) Osdestinatáriosquenãoestãoem“Cco”nãoconseguemverparaquemamensagemfoienviada

em“Cco”.

(E) Somenteosdestinatáriosem“Cco”conseguemvisualizaroutrosdestinatáriosem“Cco”.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

12

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

28. 

A imagem a seguir é uma janela do navegador Google Chrome (versão 66.x) na página

debuscadoGoogle.Aoacessarsitesqueexijaminformaçõessensíveis,comodadosde

login,númerosdecartõesdecréditoesenhas,éessencialqueositeforneçaumaconexão

criptografada e um certificado digital válido. Para obter informações sobre o certificado

digitaldapágina,emqualopçãoousuáriodeveráclicar?

(A) Naopção“Sobre”queestánaparteinferiordaimagem.

(B) Nosímbolodemenu

edepoisnaopção“Sobreocertificadodigital”.

(C) NocadeadoàesquerdadoendereçodoGoogleedepoisnaopção“Certificado”.

(D) Nosímbolodemenu

edepoisnaopção“Segurança”.

(E) Nosímbolo

edepoisnaopção“Segurança”.

29. 

Osperiféricosdeumcomputadorpodemserclassificadoscomosendodeentradaoude

saída.Qualdasalternativasaseguirpossuiumexemplodecada?

(A) Mouseeteclado.

(B) Monitoreimpressoramatricial.

(C) Microfoneecaixadesom.

(D) Tecladoeleitordedigitais.

(E) Touchpadeteclado.

30. 

Obackupdearquivoséaltamenterecomendadoparapreveniraperdadedadosimportantes.

Dosrecursosapresentadosaseguir,qualNÃOserveparafazerbackupdearquivos?

(A) Flashdrive.

(B) MemóriaRAM.

(C) HDexterno.

(D) Nuvem.

(E) Fitamagnética.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

13

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

31. 

Considerando o uso da informática na 

área de engenharia mecânica, referente 

aos comandos do programa AutoCAD, 

versão em inglês, assinale a alternativa

correta.

(A) Ocomando“align”éutilizadoparaconverter

linhasemummesmoplanoparaumobjeto.

(B) O comando “array” é utilizado para criar

cópiasdeumobjetoselecionadoapartirde

umpadrão.

(C) Ocomando“purge”éutilizadoparaeliminar

linhassobrepostasemummesmoplano.

(D) O comando “area" é utilizado para criar

objetos de acordo com uma área pré-

estabelecida.

(E) Ocomando“scale”éutilizadoparaeliminar

linhassobrepostasemummesmoplano.

32. 

Considerando o uso da informática na 

áreadeengenhariamecânica,emrelação

aos recursos de bloco do AutoCAD, 

assinaleaalternativacorreta.

(A) Umblocoéumconjuntodeobjetosquesão

combinadosemumúnicoobjetonomeado.

(B) Quando um bloco é inserido no AutoCAD

com o mesmo nome de um bloco já

existente,automaticamenteonovoblocoé

renomeado.

(C) Quando é alterada a escala de um bloco

quecontémtextos,otamanhodotextonão

émodificado.Paraalteraraescaladotexto,

é necessário alterar as propriedades do

estilodetexto.

(D) Umbloco,apósserexplodido,nãopoderá

tornaraserumnovobloco.

(E) Umbloco,apósserdeletadopelocomando

“erase”doAutoCADeminglês,éapagado

dodesenhoedalistadeblocosdodesenho

mostradanocomando“insert”.

33. 

Considerando o uso da informática 

na área de engenharia mecânica e 

considerando, ainda, o AutoCAD nas 

configurações padrões, referente ao

recurso de “layers”, assinale a alternativa 

correta.

(A) Os “layers” são utilizados para organizar

osdesenhos,possibilitandoocultareexibir

objetos, bloquear a edição, pré-definir

espessuradelinha,cores,entreoutros.

(B) Nenhum“layer”écriadosemaautorização

dousuário.

(C) Os “layers” 0, COTA, JANELA E TEXTO

são criados automaticamente sempre que

iniciadoumnovodesenho.

(D) Antes de inserir um objeto no desenho,

deve ser selecionado o “layer”. Não é

possívelmodificarum“layer”deumobjeto

jádesenhado.

(E) Ocomando“layiso”éutilizadoparaexcluir

todos os objetos desenhados em outros

“layers”diferentesdosselecionados.

34. 

Considerando o cálculo da carga térmica 

para um projeto de climatização de um

escritório localizado em um prédio no 

centro do Rio de Janeiro, assinale a 

alternativacorreta.

(A) Quantomaioronúmerodejanelas,menor

seráacargatérmicadoambiente,devidoà

circulaçãodoarproporcionada.

(B) Acargatérmicaparadoisescritórioscomas

mesmas dimensões, recebendo a mesma

insolação,énecessariamenteamesma.

(C) A carga térmica independe do tipo

de lâmpadas adotadas no projeto de

iluminação,masdependedaquantidade.

(D) A carga térmica depende do tipo

de   lâmpadas adotadas no projeto de

iluminação,masindependedaquantidade.

(E) Acargatérmicadependedosequipamentos

elétricosinstaladosnoescritório.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

14

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

Selecionar adequadamente os 

equipamentos de condicionamento de 

ar é fundamental para a obtenção de

sistemas com desempenho adequado 

e consumo de energia reduzido. Para

isso, deve-se conhecer as diferentes 

tecnologias aplicadas em sistemas de 

refrigeração. Considerando o exposto,

respondaasquestões35e36.

35. 

Em relação aos diferentes sistemas

de refrigeração, assinale a alternativa

correta.

(A) “Chillers”sãoequipamentosdecondensação

à água, ou seja, utilizam como fluido de

resfriamentosomenteaágua.

(B) Equipamentos tipo “self-contained” podem

possuir condensador resfriado à água,

montado em torre única, juntamente ao

evaporador.

(C) Equipamentos tipo “self-contained” não

devemserinstaladosexternosàedificação.

(D) “Chillers”

são

equipamentos

de

condensação a ar, ou seja, utilizam como

fluidoderesfriamentosomenteoar.

(E) Condicionadores de ar tipo “fan coil” só

podemserutilizadosparabaixasvariações

detemperaturaoupequenosambientes.

36. 

Referente aos sistemas de refrigeração

central,assinaleaalternativacorreta.

(A) A temperatura de bulbo úmido é um dos

principais fatores a serem observados em

sistemasdecondensaçãoevaporativos.

(B) A temperatura de bulbo úmido é um dos

principais fatores a serem observados em

sistemascomcondensadorcascaetubos.

(C) Um condensador evaporativo operará de

formaigualemdiferentesregiõesdoBrasil,

pois seu funcionamento não depende das

características do meio, somente das

temperaturasdaáguadealimentaçãoedo

refrigerante.

(D) Condensadores de placas não são

convencionais

nas

instalações

de

refrigeração, devido ao baixo coeficiente

globaldetransferênciadecalor.

(E) Condensadores

evaporativos

não

dependemdealimentaçãodeáguaexterna,

poisoperamemciclofechado.

37. 

É necessário dimensionar um exaustor 

para realizar a renovação de ar de uma

sala de baterias. Assinale a alternativa

que apresenta um equipamento, ou 

conjunto, adequado para a seguinte

instalação:

Dimensõesdasala:3metrosdelargura,

6metrosdecomprimentoe3metrosde

altura; 

Énecessáriaumataxade100renovações

por hora; 

Atensãodisponívelparaainstalaçãoé

220V, Trifásico; 

Oprojetoestruturalpermiteaberturasde

nomáximoØ0,4m.

(A) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 50 cm. Vazão 100m³/min.

Quantidadedeequipamentos:1.

(B) Ventilador axial monofásico. Tensão

220V. Diâmetro 50 cm. Vazão 100m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

(C) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

(D) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:4.

(E) Ventilador axial monofásico. Tensão

220V. Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

38. 

Assinale a alternativa que apresenta 

uma característica INDESEJÁVEL 

de um refrigerante para sistemas de 

climatização.

(A) Altocalorlatentedevaporização.

(B) Altacondutibilidadetérmica.

(C) Altaviscosidadenafaselíquidaegasosa.

(D) Não ser poluente, tóxico, inflamável ou

explosivo.

(E) Altaestabilidadequímica.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

15

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

39. 

Em relação às técnicas de soldagem,

assinaleaalternativacorreta.

(A) Na Soldagem com Eletrodos Revestidos,

o fluxo está contido dentro de um arame

tubulardepequenodiâmetro.Oprocessode

soldageméautomáticoousemiautomático.

(B) A soldagem TIG utiliza um eletrodo não

consumível de tungstênio e proteção da

soldaporgasescomoargônioehélio.

(C) A soldagem MIG/MAG utiliza um eletrodo

não consumível de tungstênio e proteção

dasoldaporgasescomoargônioehélio.

(D) As soldagens MIG/MAG, TIG, SMAW

possuem como fonte de calor a chama

oxiacetilênica.

(E) A soldagem com Eletrodos Revestidos

apresenta alta produtividade, porém

demanda

elevados

custos

com

equipamentos.

40. 

Em relação à ciência dos materiais,

assinaleaalternativacorreta.

(A) Uma liga de alumínio possui módulo

de elasticidade superior a uma liga de

tungstênio para as mesmas condições de

temperatura. Portanto, quando submetida

a uma mesma tensão, apresentará maior

deformaçãoquealigadetungstênio.

(B) Uma liga de alumínio possui módulo de

elasticidadeinferioraumaligadetungstênio,

paraasmesmascondiçõesdetemperatura.

Portanto,quandosubmetidaaumamesma

tensão,apresentarámaiordeformaçãoque

aligadetungstênio.

(C) O processo de deformação no qual a

tensãoeadeformaçãosãoproporcionaisé

chamadodeformaçãoplástica.

(D) Olimiteelásticoéatensãonopontomáximo

dacurvatensão-deformaçãodeengenharia.

(E) Olimitederesistênciaàtraçãoéoparâmetro

geralmente utilizado para fins de projeto,

pois representa a tensão máxima que um

objeto pode suportar antes de ocorrer a

fratura.

41. 

Uma estrutura metálica de aço precisa

serprojetadaparasuportarumacentral

de ar-condicionado. Uma das vigas

está engastada na parede em uma 

extremidade e a outra extremidade em 

balanço. O peso do equipamento sobre

essa viga é de 1000 N/m distribuídos 

uniformemente ao longo da viga de 3 

metros de comprimento. Considerando

que o momento de inércia da viga é de 

 e o módulo de elasticidade do 

açoé200GPa,edesprezandoopesoda

viga,assinaleaalternativacorreta.

(A) Opesodoequipamentoprovocanaparede

um esforço vertical de aproximadamente

333,33N.

(B) Opesodoequipamentoprovocanaparede

um momento de aproximadamente 9000

Nm.

(C) A deflexão máxima provocada é de

168,75mm.

(D) Odiagramadeesforçocortantegeradopor

esseesforçotemaformadeumaparábola.

(E) A deflexão máxima ocorrerá no centro da

viga.

42. 

Em relação a caldeiras, assinale a

alternativacorreta.

(A) Caldeiras fogotubulares são alimentadas

por combustíveis gasosos e caldeiras

aquatubularesporcombustíveislíquidosou

sólidos.

(B) Caldeiras instaladas em sistemas de

cogeração devem produzir vapor saturado

paraasturbinas.

(C) As caldeiras devem ser submetidas

à inspeção de segurança periódica,

constituídaporexamesinternoeexternono

prazomáximode12mesesparacaldeiras

tipoA,BeC,ou24mesesparacaldeiras

dacategoriaA,desdeque,aos12(doze),

meses, sejam testadas as pressões de

aberturadasválvulasdesegurança.

(D) As caldeiras devem ser submetidas

à inspeção de segurança periódica,

constituídaporexamesinternoeexternono

prazomáximode12mesesparacaldeiras

tipoA, 24 meses para tipo B e 36 meses

paratipoC.

(E) Devehaverválvuladesegurançacalibrada

para a pressão máxima de projeto da

caldeira,estabelecidaemseuprontuário.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

16

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

Eminstalaçõespúblicas,projetosdeprevençãoecombateaincêndiosãorequeridospara

asegurançadosservidoresetambémdosusuáriosdosserviçospúblicos.Oresponsável

técnicoporumaedificaçãodeveconhecerasnormas,osequipamentoseastécnicasde

detecçãoecombateaincêndioprevistas,alémdeavaliarcontinuamenteseasedificações

estão adequadamente protegidas. Considerando o exposto, responda as questões

43,44e45.

43. 

 

Umsistemadedetecçãoealarmedeincêndiodeve

(A) possuircentralinstaladaemlocalprotegidoedeacessorestrito,sempresençacontínuadepessoas,

paraevitaramanipulaçãoincorretadamesma.

(B) possuircentralinterligadacomosdispositivosdedetecçãodeincêndio,taiscomosensoresde

fumaçaesensoresdetemperatura.

(C) possuircentralcomquantidadeilimitadadeendereços,possibilitandoainterligaçãodequantos

dispositivosforemnecessários,emcondiçãoatualoufuturadainstalação.

(D) possuiracionadoresmanuaisaumaalturaentre2,2me3,5m.

(E) possuirsensoresdefumaça,independentementedotipodeinstalação.

44. 

Paraocombateaincêndioemequipamentosenergizados,érecomendadoousode

(A) hidrantes.

(B) espumamecânica.

(C) extintoràbasedeágua.

(D) extintoràbasedeCO2.

(E) extintortipoA.

45. 

 

Emrelaçãoaoprojetodesprinklers,hidranteseextintores,assinaleaalternativacorreta.

(A) Extintores de incêndio são utilizados como primeira linha de ataque contra incêndio. Eles são

dispensadossomentequandoaedificaçãoprevêainstalaçãodechuveirosautomáticos(sprinkler).

(B) Osextintoresehidrantesdevemestarinstaladosemrotasdefuga,preferencialmenteemescadas

enclausuradas,possibilitandoofácilacessoemsituaçõesderisco.

(C) Bombasdeincêndiodevempossuircapacidademínimade1MPa.

(D) Ofatorkrelacionaavazãodochuveiroautomáticocomapressãodinâmicaneleatuante,servindo

paradefiniracapacidadedevazãodochuveiroautomático.

(E) Os chuveiros automáticos, em uma tubulação molhada, liberam o fluxo de água sempre que a

temperaturadoambientesupera107°C.

46. 

Emrelaçãoamotoreselétricos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Ummotorelétricode4polos,emumainstalaçãodefrequênciapadrãode60Hz,possuivelocidade

síncronade3600rpm.

(B) Ummotorelétricode6polos,emumainstalaçãodefrequênciapadrãode60Hz,possuivelocidade

síncronade3600rpm.

(C) Um“softstarter”éutilizadoparaavariaçãodavelocidadedemotores.

(D) Osinversoresdefrequênciapossibilitamavariaçãodavelocidadedemotoresdebaixapotência,

até50CV.

(E) Potênciaativaéaparceladapotênciaaparentequerealizatrabalho,ouseja,queétransformada

emenergia.

47. 

 

Diantedeedificaçõesquecomportamcadavezmaisandares,oselevadoressetornaram

um meio de transporte essencial. Nesse sentido, em relação a elevadores elétricos de

passageiros,assinaleaalternativaINCORRETA.

(A) Cabinaéapartedoelevadorquetransportapassageiros.

(B) Contrapesoéamáquinaqueasseguraatração.

(C) Limitador de velocidade é o dispositivo que, quando o elevador atinge uma velocidade

predeterminada,causaaparadadoelevadore,senecessário,acionaofreiodesegurança.

(D) Freiodesegurançainstantâneoéumbatenteresilientenofinaldopercursoconstituídodemeios

deretardamentoqueusamfluidosoumolas(ououtromeiosimilar).

(E) Guias: são componentes rígidos destinados a manter a direção do movimento do carro ou do

contrapeso.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

17

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

48. 

OCenso2010,realizadopeloIBGE,apontouque45,6milhõesdepessoasdeclararamter,

ao menos, um tipo de deficiência, o que corresponde a 23,9% da população brasileira.

Atenderàsnormastécnicaselegislaçõesvigentesreferentesàspessoascomdeficiência

éumaquestãonãoapenastécnicaelegal,mastambémderespeito,inclusãoecidadania.

Considerando o exposto, assinale a alternativa correta no que se refere aos requisitos de 

acessibilidadeaedificações,conformeaNBR9050.

(A) As plataformas de elevação vertical de percurso aberto devem ter fechamento contínuo e não

podemtervãos,emtodasaslaterais,atéaalturade0,50mdopisodaplataforma.

(B) Aplataformadeelevaçãoverticaldepercursoabertosóéusadaempercursocomaté4,00m.

(C) Nos intervalos de 2,00 m até 9,00 m somente com caixa enclausurada (percurso fechado), é

permitidoousodeplataformasdeelevaçãovertical.

(D) Éproibidoousodeplataformaselevatóriasdepercursoinclinadoemedificaçõesdeusopúblico.

(E) Todaedificaçãodeusopúblicodevepreverelevadorverticalparapassageiros.

49. 

CombasenosconceitosestabelecidospelaNBR5665,qualéotempototaldeviagempara

umelevadorhipotéticocomcapacidadedacabina(excluídooascensorista)de6pessoas,

comvelocidadede1,5m/s,comportasde1,2mdeaberturaeaberturacentral,sendoquea

distânciaentreospavimentoséde30meonúmerodeparadasprováveisé4?

(A) 77,36s.

(B) 57,36s.

(C) 59,24s.

(D) 74,60s.

(E) 66,36s.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

18

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

50. 

 

Emrelaçãoàsferramentasutilizadasparaoplanejamentoecontroledeobras,assinalea

alternativacorreta.

(A) OcicloPDCAéutilizadonaetapadeplanejamentodaobra,fornecendoumconjuntodeações

somentepreventivas,afimdeevitarqueocorramfalhas.

(B) A EstruturaAnalítica de Projeto – EAP – é utilizada para determinar as causas de uma falha,

correlacionandocausaseefeitos.

(C) Asequênciadeatividadesqueproduzotempomaiscurtoéaquelaquedefineoprazototaldo

projeto.Aessasatividadesdá-seonomedeatividadescríticaseocaminhoqueasuneconstituio

caminhocrítico.

(D) Avisualizaçãodasatividadescomsuasdatasdeinícioefimpodeserconseguidautilizando-seo

recursográficochamadocronogramadeGantt.

(E) OcicloPDCAéutilizadoparadeterminarascausasdeumafalha,correlacionandocausaseefeitos.

51. 

 

ParaaelaboraçãodediagramasderedePERT/COM,énecessárioestabelecerasequência

dasatividades,aordememqueelasocorremequetipodedependênciaexisteentreelas.

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas da seguinte Tabela, que 

apresentaasdependênciasentreduasatividades,AeB,esuadefinição.

(A) 1-AtemdeterminarparaBpoderiniciar.

(B) 2-AtemdeteriniciadoparaBpoderterminar.

(C) 3-tt(término-término).

(D) 4-AtemdeteriniciadoparaBpoderiniciar.

(E) 2-AtemdeterminarparaBpoderiniciar.

52. 

Emrelaçãoaorçamentosecomposiçõesdecustos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Todososinsumosincluídosemumacomposiçãodecustounitáriodeserviçosãoconsiderados

custosindiretos.

(B) BDIéorateiodoLucromaisoscustosindiretosaplicadosaoscustosdiretos.

(C) AlocalizaçãodaobranãointerferenoBDI.

(D) EncargosfiscaisnãosãocontabilizadosnocálculodoBDI.

(E) Opreçounitáriodevendaéasomadoscustosdiretoseindiretos.

53. 

AssinaleaalternativacorretaemrelaçãoadefiniçõesdaEngenhariaLegal.

(A) AVALIAÇÃOéaconstataçãodeumfato,medianteexamecircunstanciadoedescriçãominuciosa

doselementosqueoconstituem,semaindagaçãodascausasqueomotivaram.

(B) VISTORIAéaatividadequeenvolveadeterminaçãotécnicadovalorqualitativooumonetáriode

umbem,deumdireitooudeumempreendimento.

(C) LAUDO é a peça na qual, com fundamentação técnica, o profissional habilitado como perito

relata o que observou e apresenta as suas conclusões ou avalia o valor de bens, direitos ou

empreendimentos.

(D) VISTORIAéaatividadequeenvolveaapuraçãodascausasquemotivaramdeterminadoeventoou

daasserçãodedireitos.

(E) PERÍCIAéaatividadequeenvolveatomadadedecisãoouposiçãoentrealternativastecnicamente

controversasouquedecorremdeaspectossubjetivos.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

19

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

54. 

As normas regulamentadoras do 

Ministério do Trabalho  definem

referências

técnicas,

princípios

fundamentais e  medidas de proteção

para garantir a saúde e a integridade 

física dos trabalhadores e estabelecer 

requisitos mínimos para a prevenção

de acidentes e doenças do trabalho.

Um Engenheiro, responsável por uma 

edificação que contém máquinas

e equipamentos, deve conhecer e 

implementarosconceitosdesegurança

estabelecidospelaNR-12-Segurançano

TrabalhoemMáquinaseEquipamentos.

Considerando o exposto, em relação à

referida norma, assinale a alternativa 

correta.

(A) Asmedidasdeproteçãoaseremadotadas

seguemaordemdeprioridade:

1ºmedidasdeproteçãocoletiva;

2º  medidas administrativas ou de

organizaçãodotrabalho;

3ºmedidasdeproteçãoindividual.

(B) Cabem aos trabalhadores a instalação

e remoção das medidas de proteção,

conformenecessidadeoperacional.

(C) Nasmáquinas,áreasdecirculação,postos

de trabalho e quaisquer outros locais

em que possa haver trabalhadores, são

permitidos a movimentação e o transporte

aéreodemateriaissobreostrabalhadores,

seosmesmosestiveremutilizandoEPI.

(D) Épermitidautilizaçãodechavegeralcomo

dispositivodepartidaeparada,desdeque

devidamenteidentificada.

(E) Os dispositivos de partida, acionamento e

paradadasmáquinasdevemserprojetados,

selecionadoseinstaladosdemodoquenão

possam ser acionados ou desligados por

outrapessoaquenãosejaooperador.

55. 

Em relação à NR-35 – Trabalho em

Altura–,assinaleaalternativacorreta.

(A) Umaatividadeexecutadaacimade2,00m

(dois metros) do nível inferior, onde haja

riscodequeda,éconsideradatrabalhoem

altura.

(B) Considera-se trabalhador capacitado para

trabalhoemalturaaquelequefoisubmetido

e aprovado em treinamento teórico com

cargahoráriamínimadeoitohoras.

(C) O trabalhador que estiver passado pelos

treinamentos requeridos pela referida NR

estáaptoparaotrabalhoemaltura.

(D) Não é necessária análise de risco para

execuçãodetrabalhosemalturainferiores

a10,0m.

(E) A permissão de trabalho em altura tem

validade de cinco dias, necessitando ser

reavaliadapeloresponsávelparaampliação

pormaiorperíodo.

56. 

Em relação à Resolução 114 do CNJ,

aplicada às obras e serviços de

engenharia, assinale a alternativa 

correta.

(A) Obrasdegrandeporte,classificadascomo

Grupo3pelaresolução114doCNJ,deverão

serlevadasaoconhecimentodoConselho

NacionaldeJustiça,apósaaprovaçãopelo

respectivoTribunalouConselho.

(B) Os projetos novos terão preferência na

alocaçãoderecursos.

(C) Não poderão ser alocados recursos

orçamentáriosparaaexecuçãodeestudos

preliminares, elaboração ou contratação

dosprojetosbásicoeexecutivo.

(D) Obras de médio porte, classificadas como

Grupo3pelaresolução114doCNJ,deverão

serlevadasaoconhecimentodoConselho

NacionaldeJustiça,apósaaprovaçãopelo

respectivoTribunalouConselho.

(E) As obras emergenciais e as abrangidas

peloGrupo1poderãoserrealizadassema

aprovaçãonoplanodeobrasdotribunale

nãorequeremfiscalizaçãopelaunidadede

controleinterno.

57. 

Em relação à NBR 5674 – Manutenção

de Edificações –, assinale a alternativa

correta.

(A)  Manutenção preventiva é caracterizada

por um fluxo constante de serviços,

padronizados e cíclicos, citando-se, por

exemplo,limpezageralelavagemdeáreas

comuns.

(B) Manutenção preventiva é caracterizada

por serviços que demandam ação ou

intervenção imediata, a fim de permitir

a continuidade de uso dos sistemas,

elementosoucomponentesdasedificações.

(C) O programa de manutenção consiste na

determinação das atividades essenciais

de manutenção, sua periodicidade,

responsáveis pela execução, documentos

de referência, referências normativas e

recursosnecessários.

(D) O programa de manutenção, depois de

estabelecido,nãodevesermodificado.

(E) Serviços a serem realizados por empresa

especializada não devem ser inseridos no

programademanutenção.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

20

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

58. 

 

EmrelaçãoàLein°8.666/1993,assinale

aalternativaINCORRETA.

(A) Nos processos de licitação, poderá ser

estabelecida margem de preferência para

produtos manufaturados e para serviços

nacionais que atendam a normas técnicas

brasileiras.

(B) Évedadoaosagentespúblicosestabelecer

tratamento diferenciado de natureza

comercial entre empresas brasileiras e

estrangeiras.

(C) Alicitaçãonãoserásigilosa,sendopúblicos

e acessíveis ao público os atos de seu

procedimento, salvo quanto ao conteúdo

daspropostas,atéarespectivaabertura.

(D) Empreitadaporpreçoglobalocorrequando

se contrata a execução da obra ou do

serviçoporpreçocertoetotal.

(E) Empreitadaporpreçoglobalocorrequando

secontrataaexecuçãodaobraoudoserviço

porpreçocertodeunidadesdeterminadas.

59. 

EmrelaçãoàLein°8.666/1993,assinale

aalternativacorreta.

(A) Évedadoocontratocomprazodevigência

indeterminado.

(B) Nos

contratos

celebrados

pela

Administração Pública com pessoas

físicas ou jurídicas, não inclusas aquelas

domiciliadas no estrangeiro, deverá

constar, necessariamente, cláusula que

declare competente o foro da sede da

Administraçãoparadirimirqualquerquestão

contratual.

(C) É vedada celebração de contrato pela

Administraçãopúblicacompessoasfísicas.

(D) A critério da autoridade competente,

em   cada caso, ainda que não prevista

no instrumento convocatório, poderá

ser  exigida prestação de garantia nas

contrataçõesdeobras,serviçosecompras.

(E) A Administração pública é responsável

pelosencargostrabalhistas,previdenciários,

fiscais e comerciais resultantes da

execuçãodocontrato.

ATENÇÃO!

NÃO SE ESQUEÇA de marcar,  na Folha de 

Respostas, o número de sua prova indicado  

na capa deste caderno

.

60. 

Uma instalação de tubulação bem

projetadaprevêousodeinstrumentosde

mediçãoeindicação,afimdepossibilitar

a análise das condições de operação.

Um engenheiro mecânico responsável 

por uma obra deve saber selecionar 

adequadamente os instrumentos a serem 

instalados. Nesse sentido, assinale

a alternativa correta em relação aos

instrumentosesuasaplicações.

(A) Os

manômetros

diferenciais

são

equipamentos destinados à medição

da pressão absoluta em instalações

pressurizadas.

(B) A altura do nível do mar tem efeito no

resultadodamediçãodeuminstrumentode

mediçãodepressãorelativa.

(C) Um selo diafragma é um componente

adicional que protege um instrumento

de medição de pressão ou transmissor

de processo. Ele transfere o meio para o

instrumentodemediçãosemqueesteentre

emcontatocomoinstrumentodemedição.

(D) O princípio de funcionamento de

uma termorresistência é a variação

daresistênciaelétricapelavariaçãoda

temperatura.Quantomaiorforatemperatura

menorseráaresistênciaelétrica.

(E) Os manômetros com tubo Bourdon não

necessitamdecalibraçãoperiódica,devido

àsuaformaconstrutiva.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

R A S C U N H O

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

INSTRUÇÕES

• Confiraseunome,onúmerodoseudocumentoeonúmerode

suainscriçãonaFolhadeRespostasenaVersãoDefinitivada

Discursiva.Alémdisso,nãoseesqueçadeconferirseuCaderno

deQuestõesquantoafalhasdeimpressãoedenumeração,e

seocargocorrespondeàqueleparaoqualvocêseinscreveu.

Preenchaoscamposdestinadosàassinaturaeaonúmerode

inscrição.Qualquerdivergência,comuniqueaofiscal.

• OsúnicosdocumentosválidosparaavaliaçãosãoaFolhade

RespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva.Sóépermitidoo

usodecanetaesferográficatransparentedecorazuloupreta

para transcrição da Versão Definitiva da Discursiva e para o

preenchimentodaFolhadeRespostas,quedeveserpreenchida

daseguintemaneira:

• Oprazoderealizaçãodaprovaéde4(quatro)horas,incluindo

amarcaçãodaFolhadeRespostaseatranscriçãodaVersão

Definitiva da Discursiva.Após 60 (sessenta) minutos do início

daprova,ocandidatoestaráliberadoparautilizarosanitárioou

deixar definitivamente o local de aplicação, não podendo, no

entanto,levarocadernodequestõesenenhumtipodeanotação

desuasrespostas.

• Os 3 (três) últimos candidatos só poderão retirar-se da sala

juntos,apósassinaturadoTermodeFechamentodoenvelope

deretorno.

• Ao término de sua prova, comunique ao fiscal, devolvendo-

lheaFolhadeRespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva,

devidamente preenchidas e assinadas. O candidato  poderá

levarconsigooCadernodeQuestõessomenteseaguardarem

salaatéotérminodoprazoderealizaçãodaprovaestabelecido

emedital.

• As provas e os gabaritos preliminares estarão disponíveis

nositedoInstitutoAOCP-www.institutoaocp.org.br,

nodia

posterioràaplicaçãodaprova

.

• O NÃO cumprimento a qualquer uma das determinações

constantes em Edital, no presente Caderno ou na Folha de

Respostasincorreránaeliminaçãodocandidato.

LínguaPortuguesa

01a10

Discursiva-EstudodeCaso

01

COMPOSIÇÃO  DO  CADERNO

Legislação

11a20

NoçõessobreDireitosdas
PessoascomDeficiência

21a25

NoçõesdeInformática

26a30

ConhecimentosEspecíficos

31a60

03

LEMBRE-SE DE MARCAR O NÚMERO 
CORRESPONDENTE À SUA PROVA NA 

FOLHA DE  RESPOSTAS!

PROVA

NomedoCandidato

Inscrição

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NÍVEL SUPERIOR

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2018

Fraudar ou tentar fraudar  Concursos Públicos é Crime!

Previstonoart.311-AdoCódigoPenal

MANHÃ

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

I N S T R U Ç Õ E S

         A Prova Discursiva - Estudo de Caso será avaliada considerando-se os seguintes aspectos:

1. Atendimentoaotemapropostonaquestão;

2. Conhecimentotécnico-científicosobreamatéria;

3. Clarezadeargumentação/sensocríticoemrelaçãoaotemapropostonaquestão;

4.

UtilizaçãoadequadadaLínguaPortuguesa.

 

O candidato terá sua Prova Discursiva - Estudo de Caso avaliada com nota 0 (zero) em caso de:

a.

nãoatenderaoTemadoEstudodeCasopropostoeaoconteúdoavaliado;

b.

manuscreveremletrailegívelougrafarporoutromeioquenãoodeterminadonoEdital;

c.

apresentaracentuadadesestruturaçãonaorganizaçãotextualouatentarcontraopudor;

d.

redigirseutextoalápis,ouàtintaemcordiferentedeazuloupreta;

e.

nãoapresentaraquestãoredigidanaFolhadaVersãoDefinitivaouentregá-laembranco;

f.

apresentaridentificação,emlocalindevido,dequalquernatureza(nomeparcial,nomecompleto,outro

nomequalquer,número(s),letra(s),sinais,desenhosoucódigos).

• AFolhadaVersãoDefinitivaseráoúnicodocumentoválidoparaaavaliaçãodaProvaDiscursiva.As

folhas para rascunho, no caderno de questões, são de preenchimento facultativo e não valerão para 

afinalidadedeavaliaçãodaProvaDiscursiva

.

•  O candidato disporá de, no mínimo, 20 (vinte) linhas e, no máximo, 30 (trinta) linhas para elaborar    

arespostadaquestão,sendodesconsideradoparaefeitodeavaliaçãoqualquerfragmentodetexto

queforescritoforadolocalapropriadoouqueultrapassaraextensãode30(trinta)linhas.

• A Prova Discursiva deverá ser feita à mão pelo próprio candidato, em letra legível, com caneta 

esferográficatransparentedetintaazuloupreta.

D I S C U R S I VA -   E S T U D O   D E   C A S O   -   R A S C U N H O

1. 

Énecessárioadquirirumabombacentrífugaparaumainstalaçãoprediallocalizadanacidadedo

RiodeJaneiro-RJ.Abombairáalimentarumacaixad’águanotopodeumedifício,retirando

águadeumreservatórionotérreo.Elaboreumaespecificaçãotécnicadecompra,destacando

asprincipaiscaracterísticasnecessáriasparaaaquisiçãodeumconjuntodemotorelétricoe

bomba.Trata-sedeumainstalaçãohipotética,portantonãoénecessárioespecificarosdados,

ouseja,pode-sedeixaremfunçãodeincógnitas.

Exemplo:Vazãonominaldabomba:“Q”m³/h.

Aespecificaçãodeverápossuirde20a30linhas.Atenha-seàscaracterísticastécnicasdabomba

edainstalaçãoenãoincluaconsideraçõescomerciais.

1. ____________________________________________________________________________________________________________

2. ____________________________________________________________________________________________________________

3. ____________________________________________________________________________________________________________

4. ____________________________________________________________________________________________________________

5. ____________________________________________________________________________________________________________

6. ____________________________________________________________________________________________________________

7. ____________________________________________________________________________________________________________

8. ____________________________________________________________________________________________________________

9. ____________________________________________________________________________________________________________

10. ____________________________________________________________________________________________________________

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

11. ____________________________________________________________________________________________________________

12. ____________________________________________________________________________________________________________

13. ____________________________________________________________________________________________________________

14. ____________________________________________________________________________________________________________

15. ____________________________________________________________________________________________________________

16. ____________________________________________________________________________________________________________

17. ____________________________________________________________________________________________________________

18. ____________________________________________________________________________________________________________

19. ____________________________________________________________________________________________________________

20. ____________________________________________________________________________________________________________

21. ____________________________________________________________________________________________________________

22. ____________________________________________________________________________________________________________

23. ____________________________________________________________________________________________________________

24. ____________________________________________________________________________________________________________

25. ____________________________________________________________________________________________________________

26. ____________________________________________________________________________________________________________

27. ____________________________________________________________________________________________________________

28. ____________________________________________________________________________________________________________

29. ____________________________________________________________________________________________________________

30. ____________________________________________________________________________________________________________

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

4

ATENÇÃO!

NÃO SE ESQUEÇA de marcar,  na Folha de Respostas, o número de sua prova indicado na capa deste caderno.

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

LÍNGUA PORTUGUESA

Texto I

Os medos que o poder transforma em       

mercadoria política e comercial 

 

 

 

 

              Zygmunt Bauman

O medo faz parte da condição humana.

Poderíamosatéconseguireliminarumaporuma

a maioria das ameaças que geram medo (era

justamenteparaistoqueservia,segundoFreud,

a civilização como uma organização das coisas

humanas:paralimitarouparaeliminartotalmente

asameaçasdevidasàcasualidadedaNatureza,

àfraquezafísicaeàinimizadedopróximo):mas,

pelo menos até agora, as nossas capacidades

estão bem longe de apagar a “mãe de todos

os medos”, o “medo dos medos”, aquele medo

ancestral que decorre da consciência da nossa

mortalidade e da impossibilidade de fugir da

morte.

Emborahojevivamosimersosemuma“cultura

do medo”, a nossa consciência de que a morte

éinevitáveléoprincipalmotivopeloqualexiste

acultura,primeirafonteemotordecadaetoda

cultura. Pode-se até conceber a cultura como

esforço constante, perenemente incompleto e,

emprincípio,interminávelparatornarvivíveluma

vidamortal.Oupode-sedarmaisumpasso:éa

nossa consciência de ser mortais e, portanto, o

nosso perene medo de morrer que nos tornam

humanosequetornamhumanoonossomodode

ser-no-mundo.

A cultura é o sedimento da tentativa

incessante de tornar possível viver com a

consciência da mortalidade. E se, por puro

acaso,nostornássemosimortais,comoàsvezes

(estupidamente) sonhamos, a cultura pararia de

repente[...].

Foi precisamente a consciência de ter que

morrer, da inevitável brevidade do tempo,

da possibilidade de que os projetos fiquem

incompletos que impulsionou os homens a agir

e a imaginação humana a alçar voo. Foi essa

consciência que tornou necessária a criação

cultural e que transformou os seres humanos

em criaturas culturais. Desde o seu início e ao

longo de toda a sua longa história, o motor da

culturafoianecessidadedepreencheroabismo

que separa o transitório do eterno, o finito do

infinito,avidamortaldaimortal;oimpulsopara

construir uma ponte para passar de um lado

para outro do precipício; o instinto de permitir

que nós, mortais, tenhamos incidência sobre a

eternidade, deixando nela um sinal imortal da

nossapassagem,emborafugaz.

Tudoisso,naturalmente,nãosignificaqueas

fontesdomedo,olugarqueeleocupanaexistência

eopontofocaldasreaçõesqueeleevocasejam

imutáveis.Aocontrário,todotipodesociedadee

todaépocahistóricatêmosseusprópriosmedos,

específicosdessetempoedessasociedade.Se

é incauto divertir-se com a possibilidade de um

mundo alternativo “sem medo”, em vez disso,

descrever com precisão os traços distintivos do

medo na nossa época e na nossa sociedade é

condiçãoindispensávelparaaclarezadosfinse

paraorealismodaspropostas.[...]

(Adaptado de http://www.ihu.unisinos.br/563878-os-medos-que-o

-poder-transforma-em-mercadoria-politica-e-comercial-artigo-de-

zygmunt-bauman-Acessoem26/03/2018)

 As questões de 1 a 9 referem-se ao texto 

I.

1. 

Em relação ao texto I, assinale a

alternativacorreta.

(A) Em “Foi precisamente a consciência de

ter que morrer, da inevitável brevidade do

tempo,dapossibilidadedequeosprojetos

fiquemincompletos[...]”,todososelementos

emdestaquesãoexigidospelaregênciada

palavra“consciência”.

(B) Em“Desdeoseuinícioeaolongodetoda

a sua longa história, o motor da cultura

foi a necessidade de preencher o abismo

queseparaotransitóriodoeterno[...]”(4º

parágrafo), o pronome em destaque faz

referênciaà“consciênciadeterquemorrer”.

(C) Em “[...] para limitar ou para eliminar

totalmente as ameaças devidas à

casualidadedaNatureza,àfraquezafísicae

àinimizadedopróximo[...]”,ousodacrase

éfacultativoantesde“fraqueza”eantesde

“inimizade”,tendoemvistaquetaistermos

sãoregidospelamesmapalavra.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

5

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(D) Em“[...]todotipodesociedadeetodaépoca

históricatêmosseusprópriosmedos[...]”,

háumsujeitocompostoquejustificaouso

do acento circunflexo no verbo destacado,

marcandoaflexãodenúmero.

(E) Em“[...]asnossascapacidadesestãobem

longedeapagara‘mãedetodososmedos’

[...]”,otermo“mãedetodososmedos”está

entre aspas para destacar uma citação

direta de outrem, trazendo ao texto outras

vozesparacomprovaropontodevistado

autor.

2. 

Noexcerto“[...]anossaconsciênciade

que a morte é inevitável é o principal 

motivo  pelo qual existe a cultura 

[...]”, a expressão em destaque pode

ser substituída, sem gerar prejuízo

gramatical, por

(A) porque.

(B) porque.

(C) cujo.

(D) porqual.

(E) porquê.

3. 

Conjunçõesoulocuçõesconjuntivassão

palavras invariáveis utilizadas para ligar 

orações ou palavras da mesma oração.

As conjunções destacadas nos trechos

a seguir estabelecem determinados 

sentidos, introduzindo uma relação

semântica entre as orações. Assinale

a alternativa que apresenta, entre 

parênteses, a interpretação correta da

conjunçãodestacada.

(A) “[...] é a nossa consciência de ser mortais

e,portanto,onossoperenemedodemorrer

quenostornamhumanos[...]”(justificativa)

(B) “[...] se, por puro acaso, nos tornássemos

imortais, como às vezes (estupidamente)

sonhamos,aculturaparariaderepente[...]”

(causa)

(C) “Seéincautodivertir-secomapossibilidade

de um mundo alternativo ‘sem medo’, em

vezdisso,descrevercomprecisãoostraços

distintivos do medo na nossa época e na

nossasociedadeécondiçãoindispensável.”

(hipótese)

(D) “[...] interminável para tornar vivível uma

vidamortal.Oupode-sedarmaisumpasso:

é a nossa consciência de ser mortais [...]”

(finalidade)

(E) “Embora hoje vivamos imersos em

uma‘culturadomedo’,anossaconsciência

dequeamorteéinevitável.”(consequência)

4. 

Qual(is) é(são) o(s) item(ns) que 

reescreve(m),semgerarprejuízosintático

oualteraçãodesentido,oexcerto:“Seé

incauto divertir-se com a possibilidade 

de um mundo alternativo ‘sem medo’,

em vez disso, descrever com precisão 

ostraçosdistintivosdomedonanossa

épocaenanossasociedadeécondição

indispensável para a clareza dos fins e

paraorealismodaspropostas.[...]”?

I.

Se é ingênuo deleitar-se com a

possibilidade de um mundo paralelo “sem 

medo”, é imperativo, por outro lado, para 

a clareza de finalidades e para a nudez

das propostas, descrever rigorosamente 

aquilo que distingue o medo em nosso 

contextotemporalesocial.

II.

Se é irrefletida a diversão pela

possibilidade de um mundo alternativo 

livre do medo, não obstante, a fim de

delimitar a factualidade das propostas e 

clarificarospropósitos,éimprescindível

delinear precisamente as características 

domedotalcomovivemos.

III. Se é sensato divertir-se com a ideia

de um mundo paralelo “sem medo”, 

ao invés disso, é exigência oportuna

descrever relativamente tudo o que 

defineomedonestaépocaesociedade,

postoqueháclarezadosfinserealismo

naspropostas.

(A) ApenasII.

(B) ApenasIIeIII.

(C) ApenasIeIII.

(D) ApenasIeII.

(E) I,IIeIII.

5. 

Assinale a alternativa em que o 

termo “até” apresenta o mesmo valor 

semântico que recebe na frase “Pode-

se atéconceberaculturacomoesforço

constante, perenemente incompleto e, 

em princípio, interminável para tornar 

vivívelumavidamortal.Oupode-sedar

maisumpasso[...]”.

(A) É melhor escondê-lo, pelo menos até

conseguirmosumlocalseguro.

(B) Vocêpodeatétentar,masnãoconseguirá

seesconder.

(C) Choreiatéficarcansado.

(D) Vocêpodeandaratéaquioupodechegar

maislonge.

(E) Oprodutocustaatéquatrovezesmaisque

seugenérico.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

6

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

6. 

Assinale a alternativa correta a respeito 

do excerto “[...] Desde o seu início e

ao longo de toda a sua longa história, 

o motor da cultura foi a necessidade 

de preencher o abismo que separa o 

transitóriodoeterno,ofinitodoinfinito,

a vida mortal da imortal; o impulso para 

construir uma ponte para passar de um 

lado para outro do precipício; o instinto 

de permitir que nós, mortais, tenhamos 

incidênciasobreaeternidade,deixando

nela um sinal imortal da nossa passagem, 

emborafugaz.”.

(A) As expressões “desde” e “ao longo de”

referem-se temporalmente à história da

cultura,sendoqueaprimeiraestáligadaa

um ponto temporal de origem, enquanto a

segundaestáligadaàextensãotemporala

partirdesseponto.

(B) Oexcertoconstitui-sedevariadasantíteses,

as quais colocam em oposição ideias que

se referem à cultura e à história. Com

isso, o autor traz maior impessoalidade,

objetividadeeformalidadeaotexto.

(C) Ao utilizar a expressão “nós, mortais”, o

autor evita dialogar com o leitor do texto,

comafinalidadedepotencializareventuais

contestaçõesquepossamocorrerdianteda

suaargumentação.

(D) O verbo “tenhamos” está flexionado de

modo que se interpreta uma ação factual

que ocorre no momento da fala, por isso

afirma-se que está no presente do modo

indicativo.

(E) As palavras “impulso” e “instinto” revelam

o caráter finito da vida. Referem-se,

semanticamente, ao “abismo que separa

o transitório do eterno, o finito do infinito,

avidamortaldaimortal”ecomplementam,

sintaticamente,overbo“preencher”.

7. 

O processo de derivação imprópria de

palavras compreende a mudança de

classe de uma palavra, estendendo-lhe 

a significação. Assinale a alternativa

cujo excerto apresenta tal processo de

derivaçãonapalavraemdestaque.

(A) “A cultura é o sedimento da tentativa

incessantedetornarpossível[...]”

(B) “[...] o lugar que ele ocupa na existência

[...]”

(C) “[...] todo tipo de sociedade e toda época

históricatêmosseusprópriosmedos[...]”

(D) “Os medos que o poder transforma em

mercadoriapolíticaecomercial[...]”

(E) “[...]anecessidadedepreencheroabismo

queseparaotransitóriodoeterno[...]”

8. 

EmrelaçãoàsideiasdotextoI,assinale

aalternativacorreta.

(A) O medo da morte, embora fugaz, cria a

consciência de uma perene brevidade

do tempo, instaurando no ser humano a

possibilidade de um mundo alternativo, de

acordocomcadaperíodohistórico.

(B) Omododeser-no-mundoédefinidopelos

traços distintivos dos diferentes contextos

histórico-culturais. O medo da morte é,

nesseínterim,dispensávelparaadefinição

detodaproduçãoculturaleartística.

(C) As diversas origens do medo e seus

significados sócio-históricos são fluidos,

e compreendê-los é tarefa obrigatória na

finalidade de acessar sua funcionalidade

nasdiferentesépocasecontextos.

(D) Separaravidaeamorteétarefadacriação

cultural,umavezqueasinvençõeshumanas

permitem a superação da mortalidade

humanaedomedodesta.

(E) Apossibilidadedaimortalidadenãocessaria

a produção cultural, tendo em vista que a

culturaindependedacondiçãofinitadavida

humana.

9. 

Em relação ao texto I, assinale a

alternativacorreta.

(A) Uma das propriedades linguísticas que

caracterizam o texto como argumentativo

é a predominância de formas verbais no

pretérito.

(B) Osverbosepronomesemprimeirapessoa

do plural, presentes em “Poderíamos até

conseguir eliminar uma por uma a maioria

dasameaçasquegerammedo[...]”e“[...]

é a nossa consciência de ser mortais e,

portanto, o nosso perene medo [...]” são

fortes marcas do tipo textual injuntivo,

predominantenotexto.

(C) Otipoargumentativoéoeixodaconstrução

dotexto,tendoemvistaqueoautordefende

uma tese por meio de relações lógicas de

argumentação. Uma dessas relações é a

de condição, presente no excerto “E se,

porpuroacaso,nostornássemosimortais,

comoàsvezes(estupidamente)sonhamos,

aculturaparariaderepente[...]”.

(D) Não é possível classificar o tipo textual

predominante no texto I, uma vez que os

tipostextuaisconstituemumalistairrestrita

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

7

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

na cultura linguística. Ao contrário disso,

os gêneros textuais compõem uma lista

restrita,oquepossibilitaqueseclassifique

otextoIcomoumartigodeopinião.

(E) O amplo uso de figuras de linguagem,

especialmente de metáforas, no texto I, é

umapistadequeotiponarrativoéoeixoda

construçãotextual,enriquecendoasformas

de expressão do autor a partir do uso de

umalinguagemdenotativa.

10. 

A correção ortográfica é requisito

elementar de qualquer texto e é ainda 

mais importante quando se trata de 

textosoficiais.Assinaleaalternativaque

apresenta a grafia correta de todas as

palavras.

(A) Hermético,homogêneo,beneficiente.

(B) Ansiar,despender,exceção.

(C) Compunção,sossobrar,consecução.

(D) Viço,obssoleto,aldeiamento.

(E) Frontespício,freiar,arroubo.

LEGISLAÇÃO

11. 

No que diz respeito aos direitos 

do servidor, assinale a alternativa 

 

condizentecomoqueprevêoCódigode

Ética.

(A) Caso um dos servidores lotados em

determinada Vara do Trabalho esteja

enfrentando

problemas

pessoais

e

psíquicos, os demais servidores serão

cientificados para que contribuam com a

recuperação do servidor debilitado no que

dizrespeitoàsatribuiçõesdoambientede

trabalho.

(B) Oservidorpoderáausentar-sedolocalde

trabalho e desenvolver suas atividades de

suaprópriaresidência,semprequeperceber

queissocontribuiráparaoaumentodesua

produtividade.Paratanto,oservidordeverá

comunicarseussuperiores.

(C) É permitido ao servidor o exercício não

remunerado de encargo de mandatário,

desde que não implique a prática de atos

decomércioououtrosincompatíveiscomo

exercíciodocargo,nostermosdalei.

(D) Ao servidor é permitido receber,

excepcionalmente

em

ocasiões

de

festividade, presentes de pessoa física ou

jurídicainteressadanaatividadedoservidor.

(E) O servidor poderá opinar publicamente a

respeito do mérito de questão que lhe for

submetida, para análise individual, salvo

aquelasdeconhecimentogeral.

12. 

De acordo com o Regimento Interno 

do Tribunal Regional do Trabalho da 

1ª Região, em caso de afastamento 

de desembargador integrante de 

qualquer das seções especializadas,

definitivamente ou por prazo superior a

trinta dias, a vaga será preenchida por 

(A) desembargador na ordem de antiguidade,

salvo se inexistir magistrado de segundo

grau,casoemqueseráconvocadojuizde

primeirainstância.

(B) desembargador na ordem inversa de

antiguidade,salvoseinexistirmagistradode

segundograu,casoemqueseráconvocado

juizdeprimeirainstância.

(C) juizdeprimeirainstâncianaordeminversa

deantiguidade.

(D) desembargador que já tiver composto a

lista tríplice de indicação para ministro do

TribunalSuperiordoTrabalho.

(E) juiz de primeira instância que atender a

critériosdemerecimento.

13. 

De acordo com o Regimento Interno 

do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª 

Região,assinaleaalternativacorreta.

(A) Competirá ao Corregedor Geral decidir os

pedidos de remoção e permuta de juízes

titulares, ouvida a Corregedoria Regional

parainformaroestadoemqueseencontram

os serviços das respectivas Varas do

Trabalho, inclusive se os pretendentes

possuematrasosnaprolaçãodesentenças,

expedindoosrespectivosatos.

(B) À supressão, acréscimo ou modificações

das disposições dos atos de competência

do Tribunal Pleno dá-se o nome de Ato

Regimental.

(C) Ementa

Regimental

trata-se

da

complementaçãodoRegimentoInterno.

(D) As matérias constantes de Emendas ou

Atos Regimentais, submetidas ao Tribunal

Pleno e não aprovadas, apenas poderão

sernovamenteapreciadasapósodecurso

doprazodeseismeses.

(E) CaberáaoPresidentedoTRT-1remeterao

TribunalSuperiordoTrabalho,paraenvioao

Congresso Nacional, após aprovação pelo

ÓrgãoEspecial,projetosdeleideinteresse

daJustiçadoTrabalhoemmatériadesua

competênciaconstitucional.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

8

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

14. 

A Presidência, a Vice-Presidência,

a Corregedoria Regional e a Vice-

Corregedoria Regional são cargos 

de direção do Tribunal Regional do

Trabalho da 1ª Região, preenchidos 

medianteeleição.Sobreotema,assinale

aalternativacorreta.

(A) Omandatoteráduraçãodetrêsanos.

(B) Não é obrigatória a aceitação do cargo,

ainda que não tenha havido recusa

manifestadaeaceitapeloTribunalantesda

eleição.

(C) Aeleiçãoérealizadanaprimeiraquinzena

denovembro,porvotosecreto.

(D) Em caso de empate, será considerado

eleito,deformaimediata,odesembargador

maisantigo.

(E) Épermitidoovotoporcorrespondênciaou

procuração.

15. 

Tendo em vista que o termo “ética” 

deriva do grego ethos, que, por sua vez, 

guardarelaçãocomosvaloresmoraise

princípios que devem nortear a conduta 

humana na sociedade, e, ainda, o fato de 

que a ética pode variar de acordo com 

fatores culturais, assinale a alternativa 

que NÃO corresponde aos objetivos

éticos perseguidos pelo Tribunal 

Regional do Trabalho da 1ª Região, 

quandodaelaboraçãodeseuCódigode

Ética.

(A) Contribuir para transformar a visão,

a missão, os objetivos e os valores

institucionais do Tribunal em atitudes,

comportamentos, regras de atuação

e práticas organizacionais, orientados

segundoelevadopadrãodecondutaético-

profissional,pararealizarmelhorajurisdição

trabalhista.

(B) Asseguraraoservidorapreservaçãodesua

imagem e de sua reputação, quando sua

conduta estiver de acordo com as normas

éticasestabelecidasnoCódigo.

(C) Reduzirasubjetividadedasinterpretações

pessoais sobre os princípios e normas

éticos adotados no Tribunal, facilitando a

compatibilizaçãodosvaloresindividuaisde

cadaservidorcomosvaloresdainstituição.

(D) Estabelecermecanismosdeuniformização

da jurisprudência do Tribunal, de modo a

valorizar a segurança jurídica e a legítima

confiança do jurisdicionado, em atenção

aosprincípiosenormaséticosadotados.

(E) Oferecer, por meio da Comissão de

Ética, uma instância de consulta, visando

esclarecer dúvidas quanto à conformidade

dacondutadoservidorcomosprincípiose

normasdecondutaneletratados.

16. 

Assinale a alternativa que apresenta 

princípios éticos expressamente 

elencados no Código de Ética do 

 

 

 

 

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª 

Região.

(A) Transparência,

economia,

celeridade

processualecomprometimento.

(B) Honestidade, transparência, dignidade,

respeito e responsabilidade social e

ambiental.

(C) Respeito,decoro,duplograudejurisdiçãoe

preservaçãodopatrimôniopúblico.

(D) Celeridade, respeito, razoável duração

do processo e eficácia vinculante dos

precedentes.

(E) Transparência, desenvolvimento pessoal e

valorizaçãodaverdaderealdosfatos.

17. 

De acordo com o que dispõe a 

ConstituiçãoFederalacercadosdireitos

e deveres individuais e coletivos, 

assinaleaalternativacorreta.

(A) Ninguém será privado de direitos por

motivodecrençareligiosaoudeconvicção

filosóficaoupolítica,emqualquerhipótese.

(B) A sucessão de bens de estrangeiros

situados no País será regulada pela lei

brasileira em benefício do cônjuge ou dos

filhosbrasileiros,semprequenãolhesseja

maisfavorávelaleipessoaldo"decujus".

(C) Éasseguradoatodosoacessoàinformação

e vedado o sigilo da fonte, ainda que

necessárioaoexercícioprofissional.

(D) As associações só poderão ter as suas

atividades compulsoriamente suspensas

pordecisãojudicialtransitadaemjulgado.

(E) Nenhuma pena passará da pessoa do

condenado, não podendo a obrigação de

repararodanoeadecretaçãodoperdimento

debensserestendidasaossucessoresou

contraelesexecutadas.

18. 

De acordo com o que dispõe a 

ConstituiçãoFederalacercadosdireitos

políticos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Aidademínimaparaelegibilidadeaocargo

degovernadorédetrintaecincoanos.

(B) Sãoinelegíveiseinalistáveisosanalfabetos.

(C) A soberania popular será exercida, nos

termosdalei,medianteplebiscito,referendo

einiciativapopular.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

9

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

(D) Oalistamentoeleitoraleovotoéfacultativo

paraosmaioresdesessentaecincoanos.

(E) São inelegíveis, no território de jurisdição

do titular, o cônjuge e os parentes

consanguíneosouafins,atéosegundograu

ouporadoção,devereadoroudequemo

haja substituído dentro dos seis meses

anteriores ao pleito, salvo se já titular de

mandatoeletivoecandidatoàreeleição.

19. 

Sobre os poderes e deveres dos 

administradores públicos, assinale a 

alternativacorreta.

(A) Excessodepoderéamodalidadedeabuso

emqueoagentebuscaalcançarfimdiverso

daquelequealeilhepermitiu.

(B) Osilícitosadministrativosadmitemostipos

abertos, isto é, se afastam do sistema

da rígida tipicidade que vigora no Direito

Penal.

(C) O Presidente da República deve prestar,

anualmente, ao Congresso nacional, as

contas referentes ao exercício anterior, no

prazode90(noventa)diasdaaberturada

sessãolegislativa.

(D) No que concerne ao controle dos atos de

regulamentação, compete privativamente

ao Congresso Nacional sustar os atos

normativos do Poder Executivo que

exorbitem do poder regulamentar ou dos

limitesdedelegaçãolegislativa.

(E) Na perspectiva de que os atos podem

ser originários ou derivados, o poder

regulamentartípicoédenaturezaoriginária,

uma vez que emana diretamente da

Constituição.

20. 

José, servidor efetivo do Tribunal 

Regional do Trabalho da 1º Região, fora 

demitido por abandono de cargo, ato 

que ficou devidamente comprovado

em regular processo administrativo 

disciplinar. Ocorre que, na data da

demissão, José estava em débito com o 

erário.DeacordocomaLeinº8.112/1990,

quantos dias José terá para quitar o 

referidodébito?

(A) Deveráquitarodébitoimediatamente.

(B) 15(quinze)dias.

(C) 30(trinta)dias.

(D) 45(quarentaecinco)dias.

(E) 60(sessenta)dias.

NOÇÕES SOBRE DIREITOS DAS 

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

21. 

Sebastião mora com seu pai, que é pessoa 

com deficiência física e beneficiário

de pensão previdenciária. Sebastião,

com claro objetivo de obter vantagem

indevida para si, retém, de maneira 

indevida, o cartão magnético destinado 

ao recebimento da pensão previdenciária 

deseupai.CombasenodispostonaLei

n°13.146/2015,acondutadeSebastiãoé

tipificadacomocrimepunívelcom

(A) reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e

multa.

(B) detenção, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e

multa.

(C) detenção, de 6 (seis) meses a 4 (quatro)

anos,emulta.

(D) reclusão, de 6 (seis) meses a 4 (quatro)

anos,emulta.

(E) detenção,de6(seis)mesesa2(dois)anos,

emulta.

22. 

Antônio é pessoa com deficiência

moderada e recebe o benefício de 

prestação continuada previsto no art.

20 da Lei n° 8.742/1993. Acontece que

Antônio passou a exercer atividade 

remunerada que o enquadra como 

segurado obrigatório do RGPS (Regime 

Geral de Previdência Social). Nesse

caso, de acordo com o previsto na Lei n° 

13.146/2015,Antônio

(A) não terá direito a qualquer auxílio, já que

passouaexerceratividaderemunerada.

(B) terádireitoaauxílio-inclusão,nostermosda

lei.

(C) não terá direito a auxílio inclusão, já que

acumulará seu benefício de prestação

continuada com a remuneração de sua

atividade.

(D) terá direito a auxílio inclusão, desde que

optepornãosesubmeteraoRegimeGeral

dePrevidênciaSocial.

(E) terá direito a cumular metade de seu

benefício de prestação continuada com a

remuneraçãodesuaatividade.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

10

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

23. 

Segundo 

disciplina 

Decreto                                           

n°3.298/1999,osórgãoseasentidades

daAdministraçãoPúblicaFederaldireta

e indireta responsáveis pela educação

dispensarão tratamento prioritário e 

adequado aos assuntos relacionados à 

pessoa com deficiência. Nesse sentido,

de acordo com o citado diploma legal, 

a educação do aluno com deficiência

deverá iniciar-se na educação infantil a

partir de

(A) cincoanos.

(B) zeroano.

(C) umano.

(D) trêsanos.

(E) doisanos.

24. 

A Resolução n° 230/2016 do CNJ

disciplina que cada órgão do Poder 

Judiciário deverá manter um cadastro dos 

servidores, serventuários extrajudiciais

e terceirizados com deficiência que

trabalhamnoseuquadro.Essecadastro

deve especificar as deficiências e as

necessidades particulares de cada 

servidor, terceirizado ou serventuário 

extrajudicial, sendo que a atualização

desse cadastro deve ser permanente, 

devendo ocorrer uma revisão detalhada

(A) umavezporsemestre.

(B) umavezportrimestre.

(C) umavezporbimestre.

(D) umavezporano.

(E) umavezporbiênio.

25. 

José é pessoa com deficiência e está

submetido ao regime de curatela. Ele

pretende contrair matrimônio, no entanto 

seu curador o está impedindo. Nesse

sentido, de acordo com os ditames da 

Lein°13.146/2015,ocuradordeJosé

(A) não está agindo corretamente, já que

a curatela atinge tão somente os atos

relacionados aos direitos de natureza

patrimonialenegocial.

(B) não está agindo corretamente, já que,

embora a curatela atinja atos de natureza

matrimonial, caberia nesse caso ao poder

judiciárioadecisãosobreaautorizaçãode

secontrairmatrimônio.

(C) estáagindocorretamentejáqueacuratela

alcança o direito ao próprio corpo, à

sexualidade,aomatrimônio,àprivacidade,

àeducação,àsaúde,aotrabalhoeaovoto

docuratelado.

(D) está agindo corretamente já que o ato de

contrair matrimônio pode refletir na esfera

patrimonialdocuratelado.

(E) estáagindo corretamentejáqueàpessoa

submetidaaoregimedecuratelaévedado

contrairmatrimônio.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

11

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NOÇÕES DE INFORMÁTICA

26. 

Aoenviarume-mailincluindoendereçosdedestinatárionocampo“Cco”,disponívelem

todasasferramentaspopularesparaoenviodee-mails,oqueacontece?

(A) Osdestinatáriosqueestãoem“Cco”nãoconseguemverparaquemamensagemfoienviadapelo

campo“Para”.

(B) Os destinatários que estão em “Cc” conseguem ver para quem a mensagem foi enviada em

“Cco”.

(C) O remetente receberá uma confirmação de quando a mensagem foi lida por cada destinatário

incluídoem“Cco”.

(D) Osdestinatáriosquenãoestãoem“Cco”nãoconseguemverparaquemamensagemfoienviada

em“Cco”.

(E) Somenteosdestinatáriosem“Cco”conseguemvisualizaroutrosdestinatáriosem“Cco”.

27. 

A imagem a seguir é uma janela do navegador Google Chrome (versão 66.x) na página

debuscadoGoogle.Aoacessarsitesqueexijaminformaçõessensíveis,comodadosde

login,númerosdecartõesdecréditoesenhas,éessencialqueositeforneçaumaconexão

criptografada e um certificado digital válido. Para obter informações sobre o certificado

digitaldapágina,emqualopçãoousuáriodeveráclicar?

(A) Naopção“Sobre”queestánaparteinferiordaimagem.

(B) Nosímbolodemenu

edepoisnaopção“Sobreocertificadodigital”.

(C) NocadeadoàesquerdadoendereçodoGoogleedepoisnaopção“Certificado”.

(D) Nosímbolodemenu

edepoisnaopção“Segurança”.

(E) Nosímbolo

edepoisnaopção“Segurança”.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

12

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

28. 

Osperiféricosdeumcomputadorpodemserclassificadoscomosendodeentradaoude

saída.Qualdasalternativasaseguirpossuiumexemplodecada?

(A) Mouseeteclado.

(B) Monitoreimpressoramatricial.

(C) Microfoneecaixadesom.

(D) Tecladoeleitordedigitais.

(E) Touchpadeteclado.

29. 

Obackupdearquivoséaltamenterecomendadoparapreveniraperdadedadosimportantes.

Dosrecursosapresentadosaseguir,qualNÃOserveparafazerbackupdearquivos?

(A) Flashdrive.

(B) MemóriaRAM.

(C) HDexterno.

(D) Nuvem.

(E) Fitamagnética.

30. 

Umarquivodevídeonormalmentepossuiumacombinaçãodeimagensesons,permitindoa

visualizaçãodefilmes,animaçõesefilmagens.Qualdasalternativasaseguirpossuisomente

extensõesdearquivosutilizadasparaareproduçãodevídeos?

(A) .ppt,.mp4e.avi

(B) .jpg,.pnge.gif

(C) .avi,.mp3e.gif

(D) .mp3,.mp4e.avi

(E) .avi,.mp4e.mkv

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

31. 

Considerandoousodainformáticanaáreadeengenhariamecânica,emrelaçãoaosrecursos

deblocodoAutoCAD,assinaleaalternativacorreta.

(A) Umblocoéumconjuntodeobjetosquesãocombinadosemumúnicoobjetonomeado.

(B) Quando um bloco é inserido no AutoCAD com o mesmo nome de um bloco já existente,

automaticamenteonovoblocoérenomeado.

(C) Quandoéalteradaaescaladeumblocoquecontémtextos,otamanhodotextonãoémodificado.

Paraalteraraescaladotexto,énecessárioalteraraspropriedadesdoestilodetexto.

(D) Umbloco,apósserexplodido,nãopoderátornaraserumnovobloco.

(E) Umbloco,apósserdeletadopelocomando“erase”doAutoCADeminglês,éapagadododesenho

edalistadeblocosdodesenhomostradanocomando“insert”.

32. 

Considerando o uso da informática na área de engenharia mecânica e considerando, ainda, o 

AutoCADnasconfiguraçõespadrões,referenteaorecursode“layers”,assinaleaalternativa

correta.

(A) Os “layers” são utilizados para organizar os desenhos, possibilitando ocultar e exibir objetos,

bloquearaedição,pré-definirespessuradelinha,cores,entreoutros.

(B) Nenhum“layer”écriadosemaautorizaçãodousuário.

(C) Os “layers” 0, COTA, JANELA ETEXTO são criados automaticamente sempre que iniciado um

novodesenho.

(D) Antesdeinserirumobjetonodesenho,deveserselecionadoo“layer”.Nãoépossívelmodificarum

“layer”deumobjetojádesenhado.

(E) O comando “layiso” é utilizado para excluir todos os objetos desenhados em outros “layers”

diferentesdosselecionados.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

13

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

33. 

Considerando o cálculo da carga térmica 

para um projeto de climatização de um

escritório localizado em um prédio no 

centro do Rio de Janeiro, assinale a 

alternativacorreta.

(A) Quantomaioronúmerodejanelas,menor

seráacargatérmicadoambiente,devidoà

circulaçãodoarproporcionada.

(B) Acargatérmicaparadoisescritórioscomas

mesmas dimensões, recebendo a mesma

insolação,énecessariamenteamesma.

(C) A carga térmica independe do tipo

de lâmpadas adotadas no projeto de

iluminação,masdependedaquantidade.

(D) A carga térmica depende do tipo

de   lâmpadas adotadas no projeto de

iluminação,masindependedaquantidade.

(E) Acargatérmicadependedosequipamentos

elétricosinstaladosnoescritório.

Selecionar adequadamente os 

equipamentos de condicionamento de 

ar é fundamental para a obtenção de

sistemas com desempenho adequado 

e consumo de energia reduzido. Para

isso, deve-se conhecer as diferentes 

tecnologias aplicadas em sistemas de 

refrigeração. Considerando o exposto,

respondaasquestões34e35.

34. 

Em relação aos diferentes sistemas

de refrigeração, assinale a alternativa

correta.

(A) “Chillers”sãoequipamentosdecondensação

à água, ou seja, utilizam como fluido de

resfriamentosomenteaágua.

(B) Equipamentos tipo “self-contained” podem

possuir condensador resfriado à água,

montado em torre única, juntamente ao

evaporador.

(C) Equipamentos tipo “self-contained” não

devemserinstaladosexternosàedificação.

(D) “Chillers”

são

equipamentos

de

condensação a ar, ou seja, utilizam como

fluidoderesfriamentosomenteoar.

(E) Condicionadores de ar tipo “fan coil” só

podemserutilizadosparabaixasvariações

detemperaturaoupequenosambientes.

35. 

Referente aos sistemas de refrigeração

central,assinaleaalternativacorreta.

(A) A temperatura de bulbo úmido é um dos

principais fatores a serem observados em

sistemasdecondensaçãoevaporativos.

(B) A temperatura de bulbo úmido é um dos

principais fatores a serem observados em

sistemascomcondensadorcascaetubos.

(C) Um condensador evaporativo operará de

formaigualemdiferentesregiõesdoBrasil,

pois seu funcionamento não depende das

características do meio, somente das

temperaturasdaáguadealimentaçãoedo

refrigerante.

(D) Condensadores de placas não são

convencionais

nas

instalações

de

refrigeração, devido ao baixo coeficiente

globaldetransferênciadecalor.

(E) Condensadores

evaporativos

não

dependemdealimentaçãodeáguaexterna,

poisoperamemciclofechado.

36. 

É necessário dimensionar um exaustor 

para realizar a renovação de ar de uma

sala de baterias. Assinale a alternativa

que apresenta um equipamento, ou 

conjunto, adequado para a seguinte

instalação:

Dimensõesdasala:3metrosdelargura,

6metrosdecomprimentoe3metrosde

altura; 

Énecessáriaumataxade100renovações

por hora; 

Atensãodisponívelparaainstalaçãoé

220V, Trifásico; 

Oprojetoestruturalpermiteaberturasde

nomáximoØ0,4m.

(A) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 50 cm. Vazão 100m³/min.

Quantidadedeequipamentos:1.

(B) Ventilador axial monofásico. Tensão

220V. Diâmetro 50 cm. Vazão 100m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

(C) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

(D) Ventiladoraxialtrifásico.Tensão220/380V.

Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:4.

(E) Ventilador axial monofásico. Tensão

220V. Diâmetro 25 cm. Vazão 25m³/min.

Quantidadedeequipamentos:2.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

14

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

37. 

Assinale a alternativa que apresenta 

uma característica INDESEJÁVEL 

de um refrigerante para sistemas de 

climatização.

(A) Altocalorlatentedevaporização.

(B) Altacondutibilidadetérmica.

(C) Altaviscosidadenafaselíquidaegasosa.

(D) Não ser poluente, tóxico, inflamável ou

explosivo.

(E) Altaestabilidadequímica.

38. 

Em relação às técnicas de soldagem,

assinaleaalternativacorreta.

(A) Na Soldagem com Eletrodos Revestidos,

o fluxo está contido dentro de um arame

tubulardepequenodiâmetro.Oprocessode

soldageméautomáticoousemiautomático.

(B) A soldagem TIG utiliza um eletrodo não

consumível de tungstênio e proteção da

soldaporgasescomoargônioehélio.

(C) A soldagem MIG/MAG utiliza um eletrodo

não consumível de tungstênio e proteção

dasoldaporgasescomoargônioehélio.

(D) As soldagens MIG/MAG, TIG, SMAW

possuem como fonte de calor a chama

oxiacetilênica.

(E) A soldagem com Eletrodos Revestidos

apresenta alta produtividade, porém

demanda

elevados

custos

com

equipamentos.

39. 

Em relação à ciência dos materiais,

assinaleaalternativacorreta.

(A) Uma liga de alumínio possui módulo

de elasticidade superior a uma liga de

tungstênio para as mesmas condições de

temperatura. Portanto, quando submetida

a uma mesma tensão, apresentará maior

deformaçãoquealigadetungstênio.

(B) Uma liga de alumínio possui módulo de

elasticidadeinferioraumaligadetungstênio,

paraasmesmascondiçõesdetemperatura.

Portanto,quandosubmetidaaumamesma

tensão,apresentarámaiordeformaçãoque

aligadetungstênio.

(C) O processo de deformação no qual a

tensãoeadeformaçãosãoproporcionaisé

chamadodeformaçãoplástica.

(D) Olimiteelásticoéatensãonopontomáximo

dacurvatensão-deformaçãodeengenharia.

(E) Olimitederesistênciaàtraçãoéoparâmetro

geralmente utilizado para fins de projeto,

pois representa a tensão máxima que um

objeto pode suportar antes de ocorrer a

fratura.

40. 

Uma estrutura metálica de aço precisa

serprojetadaparasuportarumacentral

de ar-condicionado. Uma das vigas

está engastada na parede em uma 

extremidade e a outra extremidade em 

balanço. O peso do equipamento sobre

essa viga é de 1000 N/m distribuídos 

uniformemente ao longo da viga de 3 

metros de comprimento. Considerando

que o momento de inércia da viga é de 

 e o módulo de elasticidade do 

açoé200GPa,edesprezandoopesoda

viga,assinaleaalternativacorreta.

(A) Opesodoequipamentoprovocanaparede

um esforço vertical de aproximadamente

333,33N.

(B) Opesodoequipamentoprovocanaparede

um momento de aproximadamente 9000

Nm.

(C) A deflexão máxima provocada é de

168,75mm.

(D) Odiagramadeesforçocortantegeradopor

esseesforçotemaformadeumaparábola.

(E) A deflexão máxima ocorrerá no centro da

viga.

41. 

Em relação a caldeiras, assinale a

alternativacorreta.

(A) Caldeiras fogotubulares são alimentadas

por combustíveis gasosos e caldeiras

aquatubularesporcombustíveislíquidosou

sólidos.

(B) Caldeiras instaladas em sistemas de

cogeração devem produzir vapor saturado

paraasturbinas.

(C) As caldeiras devem ser submetidas

à inspeção de segurança periódica,

constituídaporexamesinternoeexternono

prazomáximode12mesesparacaldeiras

tipoA,BeC,ou24mesesparacaldeiras

dacategoriaA,desdeque,aos12(doze),

meses, sejam testadas as pressões de

aberturadasválvulasdesegurança.

(D) As caldeiras devem ser submetidas

à inspeção de segurança periódica,

constituídaporexamesinternoeexternono

prazomáximode12mesesparacaldeiras

tipoA, 24 meses para tipo B e 36 meses

paratipoC.

(E) Devehaverválvuladesegurançacalibrada

para a pressão máxima de projeto da

caldeira,estabelecidaemseuprontuário.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

15

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

Em instalações públicas, projetos

de prevenção e combate a incêndio

são requeridos para a segurança dos

servidores e também dos usuários dos 

serviçospúblicos.Oresponsáveltécnico

por uma edificação deve conhecer as

normas, os equipamentos e as técnicas 

de detecção e combate a incêndio

previstas, além de avaliar continuamente 

seasedificaçõesestãoadequadamente

protegidas.

Considerando

o

exposto, 

responda 

as 

questões                                                                         

42,43e44.

42. 

 

Um sistema de detecção e alarme de

incêndiodeve

(A) possuircentralinstaladaemlocalprotegido

edeacessorestrito,sempresençacontínua

de pessoas, para evitar a manipulação

incorretadamesma.

(B) possuir central interligada com os

dispositivos de detecção de incêndio, tais

como sensores de fumaça e sensores de

temperatura.

(C) possuircentralcomquantidadeilimitadade

endereços,possibilitandoainterligaçãode

quantosdispositivosforemnecessários,em

condiçãoatualoufuturadainstalação.

(D) possuiracionadoresmanuaisaumaaltura

entre2,2me3,5m.

(E) possuir

sensores

de

fumaça,

independentementedotipodeinstalação.

43. 

Para o combate a incêndio em

equipamentos energizados, é 

recomendado o uso de

(A) hidrantes.

(B) espumamecânica.

(C) extintoràbasedeágua.

(D) extintoràbasedeCO2.

(E) extintortipoA.

44. 

 

Em relação ao projeto de sprinklers,

hidrantes e extintores, assinale a 

alternativacorreta.

(A) Extintoresdeincêndiosãoutilizadoscomo

primeira linha de ataque contra incêndio.

Eles são dispensados somente quando a

edificaçãoprevêainstalaçãodechuveiros

automáticos(sprinkler).

(B) Os extintores e hidrantes devem

estar instalados em rotas de fuga,

preferencialmente

em

escadas

enclausuradas,possibilitandoofácilacesso

emsituaçõesderisco.

(C) Bombas de incêndio devem possuir

capacidademínimade1MPa.

(D) O fator k relaciona a vazão do chuveiro

automático com a pressão dinâmica nele

atuante,servindoparadefiniracapacidade

devazãodochuveiroautomático.

(E) Os chuveiros automáticos, em uma

tubulaçãomolhada,liberamofluxodeágua

sempre que a temperatura do ambiente

supera107°C.

45. 

Emrelaçãoamotoreselétricos,assinale

aalternativacorreta.

(A) Um motor elétrico de 4 polos, em uma

instalaçãodefrequênciapadrãode60Hz,

possuivelocidadesíncronade3600rpm.

(B) Um motor elétrico de 6 polos, em uma

instalaçãodefrequênciapadrãode60Hz,

possuivelocidadesíncronade3600rpm.

(C) Um“softstarter”éutilizadoparaavariação

davelocidadedemotores.

(D) Osinversoresdefrequênciapossibilitama

variaçãodavelocidadedemotoresdebaixa

potência,até50CV.

(E) Potência ativa é a parcela da potência

aparentequerealizatrabalho,ouseja,que

étransformadaemenergia.

46. 

 

Diante de edificações que comportam

cada vez mais andares, os elevadores 

se tornaram um meio de transporte 

essencial. Nesse sentido, em relação

a elevadores elétricos de passageiros, 

assinaleaalternativaINCORRETA.

(A) Cabinaéapartedoelevadorquetransporta

passageiros.

(B) Contrapeso é a máquina que assegura a

tração.

(C) Limitadordevelocidadeéodispositivoque,

quando o elevador atinge uma velocidade

predeterminada, causa a parada do

elevadore,senecessário,acionaofreiode

segurança.

(D) Freiodesegurançainstantâneoéumbatente

resilientenofinaldopercursoconstituídode

meiosderetardamentoqueusamfluidosou

molas(ououtromeiosimilar).

(E) Guias:sãocomponentesrígidosdestinados

amanteradireçãodomovimentodocarro

oudocontrapeso.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

16

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

47. 

OCenso2010,realizadopeloIBGE,apontouque45,6milhõesdepessoasdeclararamter,

ao menos, um tipo de deficiência, o que corresponde a 23,9% da população brasileira.

Atenderàsnormastécnicaselegislaçõesvigentesreferentesàspessoascomdeficiência

éumaquestãonãoapenastécnicaelegal,mastambémderespeito,inclusãoecidadania.

Considerando o exposto, assinale a alternativa correta no que se refere aos requisitos de 

acessibilidadeaedificações,conformeaNBR9050.

(A) As plataformas de elevação vertical de percurso aberto devem ter fechamento contínuo e não

podemtervãos,emtodasaslaterais,atéaalturade0,50mdopisodaplataforma.

(B) Aplataformadeelevaçãoverticaldepercursoabertosóéusadaempercursocomaté4,00m.

(C) Nos intervalos de 2,00 m até 9,00 m somente com caixa enclausurada (percurso fechado), é

permitidoousodeplataformasdeelevaçãovertical.

(D) Éproibidoousodeplataformaselevatóriasdepercursoinclinadoemedificaçõesdeusopúblico.

(E) Todaedificaçãodeusopúblicodevepreverelevadorverticalparapassageiros.

48. 

CombasenosconceitosestabelecidospelaNBR5665,qualéotempototaldeviagempara

umelevadorhipotéticocomcapacidadedacabina(excluídooascensorista)de6pessoas,

comvelocidadede1,5m/s,comportasde1,2mdeaberturaeaberturacentral,sendoquea

distânciaentreospavimentoséde30meonúmerodeparadasprováveisé4?

(A) 77,36s.

(B) 57,36s.

(C) 59,24s.

(D) 74,60s.

(E) 66,36s.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

17

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

49. 

 

Emrelaçãoàsferramentasutilizadasparaoplanejamentoecontroledeobras,assinalea

alternativacorreta.

(A) OcicloPDCAéutilizadonaetapadeplanejamentodaobra,fornecendoumconjuntodeações

somentepreventivas,afimdeevitarqueocorramfalhas.

(B) A EstruturaAnalítica de Projeto – EAP – é utilizada para determinar as causas de uma falha,

correlacionandocausaseefeitos.

(C) Asequênciadeatividadesqueproduzotempomaiscurtoéaquelaquedefineoprazototaldo

projeto.Aessasatividadesdá-seonomedeatividadescríticaseocaminhoqueasuneconstituio

caminhocrítico.

(D) Avisualizaçãodasatividadescomsuasdatasdeinícioefimpodeserconseguidautilizando-seo

recursográficochamadocronogramadeGantt.

(E) OcicloPDCAéutilizadoparadeterminarascausasdeumafalha,correlacionandocausaseefeitos.

50. 

 

ParaaelaboraçãodediagramasderedePERT/COM,énecessárioestabelecerasequência

dasatividades,aordememqueelasocorremequetipodedependênciaexisteentreelas.

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas da seguinte Tabela, que 

apresentaasdependênciasentreduasatividades,AeB,esuadefinição.

(A) 1-AtemdeterminarparaBpoderiniciar.

(B) 2-AtemdeteriniciadoparaBpoderterminar.

(C) 3-tt(término-término).

(D) 4-AtemdeteriniciadoparaBpoderiniciar.

(E) 2-AtemdeterminarparaBpoderiniciar.

51. 

Emrelaçãoaorçamentosecomposiçõesdecustos,assinaleaalternativacorreta.

(A) Todososinsumosincluídosemumacomposiçãodecustounitáriodeserviçosãoconsiderados

custosindiretos.

(B) BDIéorateiodoLucromaisoscustosindiretosaplicadosaoscustosdiretos.

(C) AlocalizaçãodaobranãointerferenoBDI.

(D) EncargosfiscaisnãosãocontabilizadosnocálculodoBDI.

(E) Opreçounitáriodevendaéasomadoscustosdiretoseindiretos.

52. 

AssinaleaalternativacorretaemrelaçãoadefiniçõesdaEngenhariaLegal.

(A) AVALIAÇÃOéaconstataçãodeumfato,medianteexamecircunstanciadoedescriçãominuciosa

doselementosqueoconstituem,semaindagaçãodascausasqueomotivaram.

(B) VISTORIAéaatividadequeenvolveadeterminaçãotécnicadovalorqualitativooumonetáriode

umbem,deumdireitooudeumempreendimento.

(C) LAUDO é a peça na qual, com fundamentação técnica, o profissional habilitado como perito

relata o que observou e apresenta as suas conclusões ou avalia o valor de bens, direitos ou

empreendimentos.

(D) VISTORIAéaatividadequeenvolveaapuraçãodascausasquemotivaramdeterminadoeventoou

daasserçãodedireitos.

(E) PERÍCIAéaatividadequeenvolveatomadadedecisãoouposiçãoentrealternativastecnicamente

controversasouquedecorremdeaspectossubjetivos.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

18

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

53. 

As normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho definem    referências técnicas,

princípiosfundamentaisemedidasdeproteçãoparagarantirasaúdeeaintegridade

físicadostrabalhadoreseestabelecerrequisitosmínimosparaaprevençãodeacidentese

doençasdotrabalho.UmEngenheiro,responsávelporumaedificaçãoquecontémmáquinas

eequipamentos,deveconhecereimplementarosconceitosdesegurançaestabelecidospela

NR-12-SegurançanoTrabalhoemMáquinaseEquipamentos.Considerandooexposto,em

relaçãoàreferidanorma,assinaleaalternativacorreta.

(A) Asmedidasdeproteçãoaseremadotadasseguemaordemdeprioridade:

1ºmedidasdeproteçãocoletiva;

2ºmedidasadministrativasoudeorganizaçãodotrabalho;

3ºmedidasdeproteçãoindividual.

(B) Cabemaostrabalhadoresainstalaçãoeremoçãodasmedidasdeproteção,conformenecessidade

operacional.

(C) Nasmáquinas,áreasdecirculação,postosdetrabalhoequaisqueroutroslocaisemquepossa

havertrabalhadores,sãopermitidosamovimentaçãoeotransporteaéreodemateriaissobreos

trabalhadores,seosmesmosestiveremutilizandoEPI.

(D) Épermitidautilizaçãodechavegeralcomodispositivodepartidaeparada,desdequedevidamente

identificada.

(E) Osdispositivosdepartida,acionamentoeparadadasmáquinasdevemserprojetados,selecionados

einstaladosdemodoquenãopossamseracionadosoudesligadosporoutrapessoaquenãoseja

ooperador.

54. 

EmrelaçãoàNR-35–TrabalhoemAltura–,assinaleaalternativacorreta.

(A) Umaatividadeexecutadaacimade2,00m(doismetros)donívelinferior,ondehajariscodequeda,

éconsideradatrabalhoemaltura.

(B) Considera-setrabalhadorcapacitadoparatrabalhoemalturaaquelequefoisubmetidoeaprovado

emtreinamentoteóricocomcargahoráriamínimadeoitohoras.

(C) OtrabalhadorqueestiverpassadopelostreinamentosrequeridospelareferidaNRestáaptopara

otrabalhoemaltura.

(D) Nãoénecessáriaanálisederiscoparaexecuçãodetrabalhosemalturainferioresa10,0m.

(E) Apermissãodetrabalhoemalturatemvalidadedecincodias,necessitandoserreavaliadapelo

responsávelparaampliaçãopormaiorperíodo.

55. 

EmrelaçãoàResolução114doCNJ,aplicadaàsobraseserviçosdeengenharia,assinalea

alternativacorreta.

(A) Obrasdegrandeporte,classificadascomoGrupo3pelaresolução114doCNJ,deverãoserlevadas

aoconhecimentodoConselhoNacionaldeJustiça,apósaaprovaçãopelorespectivoTribunalou

Conselho.

(B) Osprojetosnovosterãopreferêncianaalocaçãoderecursos.

(C) Não poderão ser alocados recursos orçamentários para a execução de estudos preliminares,

elaboraçãooucontrataçãodosprojetosbásicoeexecutivo.

(D) Obrasdemédioporte,classificadascomoGrupo3pelaresolução114doCNJ,deverãoserlevadas

aoconhecimentodoConselhoNacionaldeJustiça,apósaaprovaçãopelorespectivoTribunalou

Conselho.

(E) AsobrasemergenciaiseasabrangidaspeloGrupo1poderãoserrealizadassemaaprovaçãono

planodeobrasdotribunalenãorequeremfiscalizaçãopelaunidadedecontroleinterno.

56. 

EmrelaçãoàNBR5674–ManutençãodeEdificações–,assinaleaalternativacorreta.

(A)  Manutençãopreventivaécaracterizadaporumfluxoconstantedeserviços,padronizadosecíclicos,

citando-se,porexemplo,limpezageralelavagemdeáreascomuns.

(B) Manutençãopreventivaécaracterizadaporserviçosquedemandamaçãoouintervençãoimediata,

afimdepermitiracontinuidadedeusodossistemas,elementosoucomponentesdasedificações.

(C) Oprogramademanutençãoconsistenadeterminaçãodasatividadesessenciaisdemanutenção,

suaperiodicidade,responsáveispelaexecução,documentosdereferência,referênciasnormativas

erecursosnecessários.

(D) Oprogramademanutenção,depoisdeestabelecido,nãodevesermodificado.

(E) Serviçosaseremrealizadosporempresaespecializadanãodevemserinseridosnoprogramade

manutenção.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

19

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

57. 

 

EmrelaçãoàLein°8.666/1993,assinale

aalternativaINCORRETA.

(A) Nos processos de licitação, poderá ser

estabelecida margem de preferência para

produtos manufaturados e para serviços

nacionais que atendam a normas técnicas

brasileiras.

(B) Évedadoaosagentespúblicosestabelecer

tratamento diferenciado de natureza

comercial entre empresas brasileiras e

estrangeiras.

(C) Alicitaçãonãoserásigilosa,sendopúblicos

e acessíveis ao público os atos de seu

procedimento, salvo quanto ao conteúdo

daspropostas,atéarespectivaabertura.

(D) Empreitadaporpreçoglobalocorrequando

se contrata a execução da obra ou do

serviçoporpreçocertoetotal.

(E) Empreitadaporpreçoglobalocorrequando

secontrataaexecuçãodaobraoudoserviço

porpreçocertodeunidadesdeterminadas.

58. 

EmrelaçãoàLein°8.666/1993,assinale

aalternativacorreta.

(A) Évedadoocontratocomprazodevigência

indeterminado.

(B) Nos

contratos

celebrados

pela

Administração Pública com pessoas

físicas ou jurídicas, não inclusas aquelas

domiciliadas no estrangeiro, deverá

constar, necessariamente, cláusula que

declare competente o foro da sede da

Administraçãoparadirimirqualquerquestão

contratual.

(C) É vedada celebração de contrato pela

Administraçãopúblicacompessoasfísicas.

(D) A critério da autoridade competente,

em   cada caso, ainda que não prevista

no instrumento convocatório, poderá

ser  exigida prestação de garantia nas

contrataçõesdeobras,serviçosecompras.

(E) A Administração pública é responsável

pelosencargostrabalhistas,previdenciários,

fiscais e comerciais resultantes da

execuçãodocontrato.

59. 

Uma instalação de tubulação bem

projetadaprevêousodeinstrumentosde

mediçãoeindicação,afimdepossibilitar

a análise das condições de operação.

Um engenheiro mecânico responsável 

por uma obra deve saber selecionar 

adequadamente os instrumentos a serem 

instalados. Nesse sentido, assinale

a alternativa correta em relação aos

instrumentosesuasaplicações.

(A) Os

manômetros

diferenciais

são

equipamentos destinados à medição

da pressão absoluta em instalações

pressurizadas.

(B) A altura do nível do mar tem efeito no

resultadodamediçãodeuminstrumentode

mediçãodepressãorelativa.

(C) Um selo diafragma é um componente

adicional que protege um instrumento

de medição de pressão ou transmissor

de processo. Ele transfere o meio para o

instrumentodemediçãosemqueesteentre

emcontatocomoinstrumentodemedição.

(D) O princípio de funcionamento de

uma termorresistência é a variação

daresistênciaelétricapelavariaçãoda

temperatura.Quantomaiorforatemperatura

menorseráaresistênciaelétrica.

(E) Os manômetros com tubo Bourdon não

necessitamdecalibraçãoperiódica,devido

àsuaformaconstrutiva.

60. 

Considerando o uso da informática na 

área de engenharia mecânica, referente 

aos comandos do programa AutoCAD, 

versão em inglês, assinale a alternativa

correta.

(A) Ocomando“align”éutilizadoparaconverter

linhasemummesmoplanoparaumobjeto.

(B) O comando “array” é utilizado para criar

cópiasdeumobjetoselecionadoapartirde

umpadrão.

(C) Ocomando“purge”éutilizadoparaeliminar

linhassobrepostasemummesmoplano.

(D) O comando “area" é utilizado para criar

objetos de acordo com uma área pré-

estabelecida.

(E) Ocomando“scale”éutilizadoparaeliminar

linhassobrepostasemummesmoplano.

ATENÇÃO!

NÃO SE ESQUEÇA de marcar,  na Folha de 

Respostas, o número de sua prova indicado  

na capa deste caderno

.

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

R A S C U N H O

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

INSTRUÇÕES

• Confiraseunome,onúmerodoseudocumentoeonúmerode

suainscriçãonaFolhadeRespostasenaVersãoDefinitivada

Discursiva.Alémdisso,nãoseesqueçadeconferirseuCaderno

deQuestõesquantoafalhasdeimpressãoedenumeração,e

seocargocorrespondeàqueleparaoqualvocêseinscreveu.

Preenchaoscamposdestinadosàassinaturaeaonúmerode

inscrição.Qualquerdivergência,comuniqueaofiscal.

• OsúnicosdocumentosválidosparaavaliaçãosãoaFolhade

RespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva.Sóépermitidoo

usodecanetaesferográficatransparentedecorazuloupreta

para transcrição da Versão Definitiva da Discursiva e para o

preenchimentodaFolhadeRespostas,quedeveserpreenchida

daseguintemaneira:

• Oprazoderealizaçãodaprovaéde4(quatro)horas,incluindo

amarcaçãodaFolhadeRespostaseatranscriçãodaVersão

Definitiva da Discursiva.Após 60 (sessenta) minutos do início

daprova,ocandidatoestaráliberadoparautilizarosanitárioou

deixar definitivamente o local de aplicação, não podendo, no

entanto,levarocadernodequestõesenenhumtipodeanotação

desuasrespostas.

• Os 3 (três) últimos candidatos só poderão retirar-se da sala

juntos,apósassinaturadoTermodeFechamentodoenvelope

deretorno.

• Ao término de sua prova, comunique ao fiscal, devolvendo-

lheaFolhadeRespostaseaVersãoDefinitivadaDiscursiva,

devidamente preenchidas e assinadas. O candidato  poderá

levarconsigooCadernodeQuestõessomenteseaguardarem

salaatéotérminodoprazoderealizaçãodaprovaestabelecido

emedital.

• As provas e os gabaritos preliminares estarão disponíveis

nositedoInstitutoAOCP-www.institutoaocp.org.br,

nodia

posterioràaplicaçãodaprova

.

• O NÃO cumprimento a qualquer uma das determinações

constantes em Edital, no presente Caderno ou na Folha de

Respostasincorreránaeliminaçãodocandidato.

LínguaPortuguesa

01a10

Discursiva-EstudodeCaso

01

COMPOSIÇÃO  DO  CADERNO

Legislação

11a20

NoçõessobreDireitosdas
PessoascomDeficiência

21a25

NoçõesdeInformática

26a30

ConhecimentosEspecíficos

31a60

04

LEMBRE-SE DE MARCAR O NÚMERO 
CORRESPONDENTE À SUA PROVA NA 

FOLHA DE  RESPOSTAS!

PROVA

NomedoCandidato

Inscrição

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO  

ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

NÍVEL SUPERIOR

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2018

Fraudar ou tentar fraudar  Concursos Públicos é Crime!

Previstonoart.311-AdoCódigoPenal

MANHÃ

instituto-aocp-2018-trt-1-regiao-rj-analista-judiciario-engenharia-mecanica-prova.pdf-html.html

ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA APOIO ESPECIALIZADO 

 ESPECIALIDADE  ENGENHARIA MECÂNICA

I N S T R U Ç Õ E S

         A Prova Discursiva - Estudo de Caso será avaliada considerando-se os seguintes aspectos:

1. Atendimentoaotemapropostonaquestão;

2. Conhecimentotécnico-científicosobreamatéria;

3. Clarezadeargumentação/sensocríticoemrelaçãoaotemapropostonaquestão;

4.

UtilizaçãoadequadadaLínguaPortuguesa.

 

O candidato terá sua Prova Discursiva - Estudo de Caso avaliada com nota 0 (zero) em caso de:

a.

nãoatenderaoTemadoEstudodeCasopropostoeaoconteúdoavaliado;

b.

manuscreveremletrailegívelougrafarporoutromeioquenãoodeterminadonoEdital;

c.

apresentaracentuadadesestruturaçãonaorganizaçãotextualouatentarcontraopudor;

d.

redigirseutextoalápis,ouàtintaemcordiferentedeazuloupreta;

e.

nãoapresentaraquestãoredigidanaFolhadaVersãoDefinitivaouentregá-laembranco;

f.

apresentaridentificação,emlocalindevido,dequalquernatureza(nomeparcial,nomecompleto,outro

nomequalquer,número(s),letra(s),sinais,desenhosoucódigos).

• AFolhadaVersãoDefinitivaseráoúnicodocumentoválidoparaaavaliaçãodaProvaDiscursiva.As

folhas para rascunho, no caderno de questões, são de preenchimento facultativo e não valerão para 

afinalidadedeavaliaçãodaProvaDiscursiva

.