Prova Concurso - Engenharia - AOCP-2014-UFC-ENGENHEIRO-CIVIL - INSTITUTO - AOCP - 2014

Prova - Engenharia - AOCP-2014-UFC-ENGENHEIRO-CIVIL - INSTITUTO - AOCP - 2014

Detalhes

Profissão: Engenharia
Cargo: AOCP-2014-UFC-ENGENHEIRO-CIVIL
Órgão: AOCP
Banca: INSTITUTO
Ano: 2014
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

ENGENHEIRO-NUCLEARAMAZUL2018
ENGENHEIRO-AREA-MECANICAUFPA2018
ENGENHEIRO-ENGENHARIA-MECANICAUFPA2018

Gabarito

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

 
 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 

   

 
 

MÉDIO / TÉCNICO 

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

X

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TÉCNICO EM CONTABILIDADE 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

Gabarito Definitivo

 

MATERNIDADE ESCOLA ASSIS CHATEAUBRIAND DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - MEAC-UFC E HOSPITAL UNIVERSITÁRIO 

WALTER CANTÍDIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - HUWC-UFC 

CONCURSO PÚBLICO 6/2014 - EBSERH/MEAC-UFC E HUWC-UFC 

EDITAL N° 04 - EBSERH - ÁREA ADMINISTRATIVA 

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TÉCNICO EM INFORMÁTICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

X

 

X

 

A

 

X

 

X

 

X

 

 

SUPERIOR 

ADVOGADO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

C

 

A

 

X

 

E

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - ADMINISTRAÇÃO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - ARQUITETURA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - BIBLIOTECONOMIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - CONTABILIDADE 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - ECONOMIA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

E

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - ESTATÍSTICA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

X

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA ADMINISTRATIVO - JORNALISMO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - PROCESSOS 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

D

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - SISTEMAS OPERACIONAIS 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - SUPORTE E REDES 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

X

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - TELECOMUNICAÇÕES 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

E

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENGENHEIRO CIVIL 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-gabarito.pdf-html.html

ENGENHEIRO CLÍNICO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

C

 

A

 

D

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

X

 

A

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENGENHEIRO ELETRICISTA 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENGENHEIRO MECÂNICO 

01 

02 

03 

04 

05 

06 

07 

08 

09 

10 

11 

12 

13 

14 

15 

16 

17 

18 

19 

20 

21 

22 

23 

24 

25 

  

26 

27 

28 

29 

30 

31 

32 

33 

34 

35 

36 

37 

38 

39 

40 

41 

42 

43 

44 

45 

46 

47 

48 

49 

50 

E

 

X

 

B

 

 

          X 

= QUESTÃO  ANULADA 

Prova

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

Informações Adicionais

0(xx)44 3344-4242  /   www.institutoaocp.org.br   /   candidato@institutoaocp.org.br

QUESTÕES

MATÉRIA

Raciocínio Lógico e Matemático

11 a 15

Língua Portuguesa

01 a 10

Legislação Aplicada à EBSERH

16 a 20

Legislação Aplicada ao SUS

21 a 25

    

 

 

O Caderno de questões possui 50 
(cinquenta) questões objetivas, 
numeradas sequencialmente, de acordo 
com o exposto no quadro a seguir:

ATENÇÃO 

Cargo

ENGENHEIRO CIVIL

INSTRUÇÕES 

1. Na sua Folha de Respostas, confira seu nome, o número do seu

documentoeonúmerodesuainscrição.Alémdisso,nãoseesqueça
de conferir seu Caderno de Questões quanto a falhas de impressão e 
de numeração, e se o cargo corresponde àquele para o qual você se 
inscreveu.Qualquerdivergênciacomuniqueaofiscal.

2. O único documento válido para avaliação da prova é a Folha de

Respostas.Sóépermitidoousodecanetaesferográfica

transparente 

de cor azul ou preta para o preenchimento da Folha de Respostas, que 
deve ser realizado da seguinte maneira: 

3. O prazo de realização da prova é de 4 (quatro) horas, incluindo a

marcação da Folha de Respostas. Após 60 (minutos) do início da 
prova, o candidato estará liberado para utilizar o sanitário ou deixar 
definitivamenteolocaldeaplicação.Aretiradadasaladeprovados3
(três)últimoscandidatossóocorreráconjuntamente.

4. Aotérminodesuaprova,comuniqueaofiscal,devolvendo-lheaFolha

de Respostas devidamente preenchida e assinada. O candidato  poderá  
levar  consigo  o  Caderno de Questões, desde que aguarde em sala o 
términodaaplicação.

5.  As provas e os gabaritos preliminares estarão disponíveis no site do 

Instituto AOCP - www.institutoaocp.org.br - no dia posterior à aplicação 
da prova. 

6. Implicará na eliminação do candidato, caso, durante a realização 

das provas, qualquer equipamento eletrônico venha emitir ruidos, 
mesmo que devidamente acondicionado no 

envelope de guarda de 

pertences. O NÃO cumprimento a qualquer uma das determinações 

constantes em Edital, no presente Caderno ou na Folha de Respostas, 
incorrerá na eliminação do candidato. 

Concurso Público

REF. EDITAL N° 04/2014

NÍVEL SUPERIOR - TARDE

ConhecimentosEspecíficos

26 a 50

MATERNIDADE ESCOLA ASSIS CHATEAUBRIAND DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - MEAC-UFC E HOSPITAL 

UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - HUWC-UFC

CONCURSO PÚBLICO 6/2014 - EBSERH/MEAC-UFC E HUWC-UFC

EDITAL N° 04 - EBSERH - ÁREA ADMINISTRATIVA

ENGENHEIRO CIVIL

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

O gabarito oficial preliminar e o caderno de questões da prova objetiva estarão disponíveis no 

endereço eletrônico 

www.institutoaocp.org.br no dia seguinte à aplicação da prova. 

------------------------------------------------------------------------------------(destaque aqui)--------------------------------------------------------------------------------

FOLHA PARA ANOTAÇÃO DAS RESPOSTAS DO CANDIDATO

Questão

Resp.

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20 21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

Questão

Resp.

36

37

38

39

40 41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

3

                            Cargo: Engenheiro Civil

fizéssemos uma parada num restaurante de beira de estrada. 

Planejei tudo direitinho. Só não contei com o apurado 

controle de qualidade da minha bebê. Tirei a tampa do 

produto e, na primeira colherada, ela cuspiu a gororoba 

longe.  Fez  uma  careta  horrível,  como  se  eu  estivesse 

oferecendo a ela alguma coisa imprópria para consumo 

humano.

Como desprezar essa sabedoria? Foi a primeira e última 

vez que uma papinha pronta entrou no nosso carrinho de 

supermercado.    

Aprender  a  comer  bem  é  um  patrimônio  para  a  vida 

toda, mas os pais negligenciam esse aprendizado. Acham 

que isso não é importante ou que não é função deles. Se 

preocupam mais em comprar o último iPad para os filhos 

do que em saber se eles reconhecem uma berinjela. Educar 

é difícil. Ter filhos é conhecer a vida selvagem. Precisamos 

menos de manuais de instrução e mais de bom senso. 

Acertamos aqui, erramos ali. É preciso ter serenidade para 

aceitar isso.

Sou  mãe  há  quase  14  anos.  Muita  coisa  vem  por  aí. 

O balanço geral, até agora, deixa a família satisfeita. Não 

terceirizamos além da conta. Não perdemos o contato. Não 

nos arrependemos.

Adaptado de http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/cristiane-segatto/

noticia/2013/12/quem-e-bo-seu-filhob.html

De acordo com o texto, 

(A) 

o sistema de semiterceirização relatado pela autora se 
refereaentregaraeducaçãodosfilhosintegralmentea
outro, seja babá, avós ou creche. 

(B) 

a autora faz uma analogia entre manter os pratos girando 
como um equilibrista e administrar a vida, buscando não 
a perfeição, mas o auxílio a cada um que necessita na 
hora certa. 

(C) 

para a mulher se dividir em muitas, conciliando trabalho, 
filhos,estudos,beleza,énecessáriobuscaraperfeição
em cada tarefa que desempenha.

(D)

aterceirizaçãodoscuidadosnadamaiséqueabrirmão
da profissão e assumir integralmente os cuidados em
relaçãoàcriaçãodosfilhos.

(E)

entreascontradiçõescomuns,nacriaçãodefilhos,está
o fato dos pais preocuparem-se em demasia com o que 
os filhos comem e não se preocuparem, por exemplo,
com as situações que podem causar um resfriado. 

Em “Trabalhamos em horários irregulares, 

frequentemente à noite e de madrugada.”, o sinal 

indicativo de crase foi empregado

(A) 

para atender à regência do nome “irregulares”. 

(B) 

para atender à regência do verbo “trabalhar”. 

(C) 

por tratar-se de uma locução adverbial de base feminina.

(D)

paraconcordarcomoadvérbio“frequentemente”.

(E) 

para atender à regência do nome “madrugada. 

L Í N G U A   P O R T U G U E S A

QUESTÃO

01

QUESTÃO

02

Quem é o seu filho?

Os pais perderam a intimidade com as crianças. Esse 

e outros efeitos da terceirização da educação e dos                      

cuidados de saúde

 

 

[...]Todos os dias as mulheres provam que são capazes de 

se dividir em muitas. Elas conciliam casa, trabalho, filhos, 

estudos, beleza com notável habilidade. O segredo é não 

almejar a perfeição.

Administro a vida como o equilibrista de pratos 

daqueles circos antigos. O importante não é manter cada 

prato girando perfeitamente. O importante é acudir cada um 

no momento certo para evitar que eles caiam.

Quando o bebê nasce, toda profissional vive o dilema 

do retorno ao trabalho. E, antes disso, vive o dilema da 

terceirização  dos  cuidados.  O  que  é  melhor?  Deixar  a 

criança na creche, com uma babá ou com a avó?

Todas as possibilidades têm prós e contras. 

A escolha depende da estrutura familiar e do 

orçamento do casal. O importante, em todas 

as  opções,  é  não  exagerar  na  terceirização. 

Minha filha teve babá. Creches que funcionam em horário 

comercial não são uma alternativa para jornalistas. 

Trabalhamos em horários irregulares, frequentemente à 

noite e de madrugada.

Nossa saída foi criar um sistema de semiterceirização. 

A babá não dormia no trabalho e folgava todos os sábados, 

domingos e feriados.

Eu  e  meu  marido  fazíamos  um  revezamento.  Um 

dos dois chegava em casa a tempo de substituir a babá 

quando a jornada diária dela terminava. Em boa parte 

das  manhãs  e  nos  finais  de  semana,  nossa  filha  era  só 

nossa. Nunca a babá nos acompanhou ao pediatra, ao 

supermercado, ao restaurante, ao hotel, ao teatrinho infantil. 

Pudemos acompanhar o desenvolvimento do paladar. Com 

alegria, levávamos a Bia para conhecer frutas e legumes no 

hortifrutti ou na feira. Apresentamos sabores e texturas e hoje 

nos orgulhamos de ver as escolhas que ela é capaz de fazer. 

Aos sábados ou domingos, eu preparava cardápios para a 

semana inteira e comprava os ingredientes. Faço isso até 

hoje. Facilita a vida, evita desperdício e nos dá a certeza de 

comer bem durante a semana toda, mesmo que o preparo 

das refeições seja terceirizado.

Os pais precisam reassumir seu papel na educação 

alimentar. Durante a entrevista, Becker mencionou 

contradições comuns. “Os pais se preocupam com 

vento  encanado  e  pés  no  chão  frio,  mas  oferecem 

aos  filhos  lixo  tóxico  para  eles  comerem”,  afirma. 

Ao ouvir isso, me lembrei de outra historinha. Quando 

minha filha ainda estava na fase da papinha e decidíamos 

viajar  de  férias,  a  alimentação  era  um  desafio.  A  babá 

preparava as sopinhas da semana em casa, congelávamos 

em diferentes potinhos e colocávamos numa bolsa térmica. 

No  hotel,  transferíamos  tudo  para  o  freezer.  Como  eram 

viagens curtas, sempre dava certo.

Um dia fizemos uma viagem um pouco mais longa, de                 

carro. Resolvi passar no supermercado e comprar uma papinha 

pronta, dessas industrializadas, para oferecer a ela quando 

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

4

                            Cargo: Engenheiro Civil

(B) 

estabelece uma relação de adversidade no período a 
que pertence. 

(C) 

estabelece uma relação de consequência no período a 
que pertence. 

(D)

restringeelimitaasignificaçãodaoraçãoqueaantecede.

(E) 

acrescenta uma informação comparativa em relação à 
oração antecedente.

Em “Aprender a comer bem é um patrimônio para a 

vida toda...”, a oração destacada exerce, no período, 

função de 

(A) 

complemento nominal. 

(B) sujeito.
(C) predicativo. 
(D) 

objeto direto. 

(E) 

objeto indireto. 

Em “Acertamos aqui, erramos ali.”, temos 

(A) 

um período composto por duas orações autônomas e 
independentes em que as orações são ligadas por um 
conectivo.

(B) 

um período composto em que a segunda oração exerce 
função de adjetivo em relação à oração principal.

(C)  um período composto por duas orações em que a 

segunda oração funciona como termo essencial da 
primeira oração. 

(D)  um período composto por duas orações em que a 

segunda oração funciona como termo acessório da 
primeira oração. 

(E) 

um período composto por duas orações autônomas e 
independentes em que as orações não são ligadas por 
um conectivo. 

Em  “Quando  o  bebê  nasce,  toda  profissional  vive 

o dilema do retorno ao trabalho.”,  a  expressão 

destacada tem função de 

(A) 

complemento nominal. 

(B) 

adjunto adnominal. 

(C) 

adjunto adverbial. 

(D) predicativo. 
(E) aposto.

Em “Ao ouvir isso, me lembrei de outra historinha.”, 

há uma inadequação gramatical quanto à

(A) pontuação. 
(B) concordância. 
(C) regência. 
(D) 

colocação pronominal. 

(E)

ortografia.

Em “Aos sábados ou domingos, eu preparava 

cardápios para a semana inteira e comprava os 

ingredientes.”, as vírgulas foram empregadas 

(A) 

para separar adjunto adnominal deslocado. 

(B) 

para separar adjunto adverbial de lugar deslocado.

(C) 

para separar oração adverbial temporal antecipada. 

(D) 

para separar adjunto adverbial de tempo deslocado. 

(E)

para separar oração adverbial final em posição
antecipada. 

A palavra “equilibrista” apresenta em sua formação 

(A)

umprefixocomsentidodeposiçãointermediáriaeum
prefixocomsentidodeação.

(B)

umsufixocomsentidodeocupação/ofício.

(C)

umprefixocomsentidodenegação.

(D)

umprefixocomsentidodeocupação/ofício.

(E)

um prefixo com sentido de ação ou movimento e um
sufixocomsentidodeocupação/ofício.

Assinale a alternativa correta quanto ao que se 

afirma. 

(A)  Em “...mesmo que o preparo das refeições seja 

terceirizado...”, a expressão destacada deve ser 
substituída por “visto que” para que haja a adequada 
utilização da colocação pronominal.

(B) 

Em “É preciso ter serenidade para aceitar isso.”, o termo 
destacado deve ser substituído por “isto” para que haja a 
adequada utilização do pronome demonstrativo. 

(C) 

Em “...mas os pais negligenciam esse aprendizado.”, o 
termo destacado pode ser substituído por “portanto” sem 
que haja prejuízo semântico ou sintático. 

(D) 

Em “Se preocupammaisemcompraroúltimoiPadpara
osfilhos...”,aexpressãodestacadadevesersubstituída
por “Preocupam-se” para que haja a adequada utilização 
da colocação pronominal.

(E) 

Em “E, antes disso, vive o dilema da terceirização dos 
cuidados.”, o termo destacado deve ser substituído por 
“disto”, para que haja a adequada utilização do pronome 
demonstrativo.

“Faço isso até hoje. Facilita a vida, evita desperdício 

e nos dá a certeza de comer bem durante a semana 

toda,  mesmo que o preparo das refeições seja 

terceirizado.”

A oração destacada 

(A) 

estabelece uma relação de concessão no período a que 
pertence. 

QUESTÃO

09

QUESTÃO

10

QUESTÃO

08

QUESTÃO

06

QUESTÃO

07

QUESTÃO

04

QUESTÃO

05

QUESTÃO

03

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

5

                            Cargo: Engenheiro Civil

Observando o quadrado a seguir, podemos perceber 

que suas colunas, linhas e diagonais mantêm um 

padrão. Sendo assim, quais são os valores de X e Y, 

respectivamente?

(A) 

3 e 4.

(B) 

4 e 3.

(C) 

7 e 6.

(D) 

6 e 7.

(E) 

9 e 7.

R A C I O C Í N I O   L Ó G I C O   E   M AT E M Á T I C O

L E G I S L A Ç Ã O   A P L I C A D A   À   E B S E R H

QUESTÃO

11

QUESTÃO

12

QUESTÃO

13

QUESTÃO

14

QUESTÃO

15

QUESTÃO

16

Jonas coleciona relógios. Os três que ele mais gosta 

são um digital de pulso, um de ponteiros de pulso e 

um de parede. Um dos relógios é preto, outro é cinza 

e o outro branco.

Sabe-se que:

•  Ou  o  relógio  digital  é  preto,  ou  o  de  parede  é 

preto.

•  Ou o relógio digital é cinza, ou o de ponteiros é 

branco.

•  Ou  o  de  parede  é  branco,  ou  o  de  ponteiros  é 

branco.

•  Ou o de ponteiro é cinza, ou o de parede é cinza.

Portanto, as cores do relógio digital, do de ponteiros 

e do de parede são, nesta ordem:

(A) 

preto, branco e cinza.

(B) 

preto, cinza e branco.

(C) 

cinza, branco e preto.

(D) 

cinza, preto e branco.

(E) 

branco, cinza e preto.

Um médico cirurgião vai fazer uma cirurgia com uma 
duração de 16 horas. Por complicações na cirurgia o 
tempo aumentou em        da duração prevista. Sendo 
assim, por quanto tempo  esse  médico  passou  na 

sala de cirurgia?

(A) 

18 horas.

(B) 

20 horas.

(C) 

22 horas.

(D) 

24 horas.

(E) 

26 horas.

Dizer que não é verdade que “Joana gosta de filmes e 

Jair gosta de pipoca doce” é logicamente equivalente 

a dizer que é verdade que

(A)

JoananãogostadefilmesseJairgostardepipocadoce.

(B)

JoanagostadefilmeseJairnãogostadepipocadoce.

(C)

JoananãogostadefilmeseJairgostadepipocadoce.

(D)

Joana não gosta de filmes e Jair não gosta de pipoca
doce.

(E)

JoananãogostadefilmesouJairnãogostadepipoca
doce.

Se calcularmos 35% de 70, obtemos

(A) 16.
(B) 22,7.
(C) 23,3.
(D) 24,5.
(E) 27,6.

De acordo com a Lei nº 12.550, de 15 de dezembro de 

2011, é INCORRETO afirmar que

(A)  a EBSERH e suas subsidiárias estarão sujeitas à 

fiscalização dos órgãos de controle interno do Poder
Executivo e ao controle externo exercido pelo Congresso 
Nacional, com auxílio do Tribunal de Contas da União.

(B)

aEBSERHficaautorizadaapatrocinarentidadefechada
de previdência privada, nos termos da legislação vigente.

(C)  os Estados poderão autorizar a criação de empresas 

públicasdeserviçoshospitalares.

(D) 

a atuação de membros da sociedade civil no Conselho 
Consultivo será remunerada e será considerada como 
função relevante.

(E) 

ato do Poder Executivo aprovará o estatuto da EBSERH.

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

6

                            Cargo: Engenheiro Civil

do art. 207 da Constituição Federal, a autonomia 
universitária.

(C)  a EBSERH tem sede e foro em Brasília, Distrito 

Federal, e atuação em todo o território nacional, 
podendo criar subsidiárias, sucursais, filiais ou
escritórios e representações no país.

(D) 

as atividades de prestação de serviços de assistência 
à saúde da EBSERH estarão inseridas integral e
exclusivamente no âmbito do Sistema Único de 

 

Saúde–SUS.

(E) 

a execução das atividades da EBSERH dar-se-á por 
meiodacelebraçãodecontratoespecíficoparaeste
fim,pactuadodecomumacordoentreaEBSERHe
cada uma das instituições de ensino ou instituições 
congêneres.

Nos termos do art. 5º do Regimento Interno 

da EBSERH, aprovado pelo Conselho 

de Administração, a 

EBSERH 

exercerá 

atividades  relacionadas  com  suas  finalidades,                       

competindo-lhe, particularmente, EXCETO

(A) 

administrar unidades hospitalares, bem como prestar 
serviçosdeassistênciamédico-hospitalar,ambulatorial
e de apoio diagnóstico e terapêutico à comunidade, 
integralmente disponibilizados ao Sistema Único de 
Saúde.

(B) 

exercer outras atividades ainda que não inerentes às 
suasfinalidades.

(C) 

prestar serviços de apoio à geração do conhecimento 
em pesquisas básicas, clínicas e aplicadas nos 
hospitais universitários federais e a outras instituições 
públicascongêneres.

(D) 

prestar, às instituições federais de ensino superior e 
aoutrasinstituiçõespúblicascongêneres,serviçosde
apoio ao ensino e à pesquisa e à extensão, ao ensino-
aprendizagem e à formação de pessoas no campo da 
saúdepública,emconsonânciacomasdiretrizesdo
Poder Executivo.

(E) 

prestar serviços de apoio ao processo de gestão dos 
hospitais universitários e federais e a outras instituições 
públicas congêneres, com a implementação de
sistemadegestãoúnicocomgeraçãodeindicadores
quantitativos e qualitativos para o estabelecimento de 
metas. 

De acordo com o Decreto nº 7.661, de 28 de 

dezembro de 2011, que aprovou o Estatuto Social 

da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares 

S.A, é INCORRETO afirmar que

(A)  o lucro líquido da EBSERH será reinvestido para 

atendimento do objeto social da empresa, excetuadas 
as parcelas decorrentes da reserva legal e da reserva 
para contingência.

(B) 

o órgão de auditoria interna da EBSERH vincula-se 
diretamente ao Conselho de Administração.

(C)  aplica-se ao pessoal da EBSERH o regime jurídico 

estabelecido pela legislação vigente para as relações 
de emprego privado.

(D)  os membros do Conselho de Administração, da 

Diretoria Executiva, do Conselho Fiscal e os ocupantes 
decargosdeconfiança,direção,assessoramentoou
chefia, ao assumirem suas funções, apresentarão
declaração de bens e renda, anualmente renovada.

(E)

a EBSERH, na forma previamente definida pelo
Conselho de Administração, não assegurará aos 
integrantes e ex-integrantes dos Conselhos de 
Administração e Fiscal e da Diretoria Executiva a 
defesa em processos judiciais e administrativos contra 
eles instaurados pela prática de atos no exercício 
do cargo ou função, nos casos em que não houver 
incompatibilidade com os interesses da empresa.

De acordo com o disposto no art. 6º do Decreto             

nº  7.661,  de  28  de  dezembro  de  2011,  o capital 

social  da  EBSERH  é  de  R$  5.000.000,00  (cinco 

milhões de reais), integralmente sob a propriedade

(A) 

da União, dos Estados, Distrito Federal e Municípios.

(B) 

da União, dos Estados e Distrito Federal.

(C) 

da União.

(D) 

dos Estados e Distrito Federal.

(E) 

dos Municípios.

Consoante o Regimento Interno, aprovado pelo 

Conselho de Administração da EBSERH, que 

dispõe, dentre outros aspectos, das instâncias 

de  governança,  da  estrutura  organizacional,  das 

competências dos órgãos de administração e 

fiscalização e do contrato de adesão, é INCORRETO 

afirmar que

(A) 

no desenvolvimento de suas atividades de assistência 
àsaúde,aEBSERHobservaráasdiretrizesepolíticas
estabelecidas pelos Ministérios da Saúde e da
Educação.

(B)

a EBSERH tem por finalidade a prestação de
serviços gratuitos de assistência médico-hospitalar,
ambulatorial e de apoio diagnóstico e terapêutico à 
comunidade, assim como a prestação às instituições 
públicasfederaisdeensinoouinstituiçõescongêneres
de serviços de apoio ao ensino, à pesquisa e à 
extensão, ao ensino-aprendizagem e à formação de 
pessoasnocampodasaúde,observada,nostermos

QUESTÃO

17

QUESTÃO

18

QUESTÃO

19

QUESTÃO

20

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

7

                            Cargo: Engenheiro Civil

QUESTÃO

23

QUESTÃO

24

QUESTÃO

25

QUESTÃO

21

QUESTÃO

22

L E G I S L A Ç Ã O   A P L I C A D A   A O   S U S

No termos do parágrafo único do art. 194 da 

Constituição Federal,

 

compete ao Poder Público, 

nos termos da lei, organizar a seguridade social, 

com base nos seguintes objetivos, EXCETO 

(A) 

universalidade da cobertura e do atendimento.

(B) 

uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços 
às populações urbanas e rurais.

(C)  seletividade e distributividade na prestação dos 

benefícios e serviços.

(D) 

redutibilidade do valor dos benefícios.

(E) 

equidade na forma de participação no custeio.

Nos termos da Constituição Federal, é INCORRETO 

afirmar que

(A)

asaúdeédireitodetodosedeverdoEstado,garantido
mediante políticas sociais e econômicas que visem à 
redução do risco de doença e de outros agravos e ao 
acesso universal e igualitário às ações e serviços para 
sua promoção, proteção e recuperação.

(B)

são de relevância pública as ações e serviços de
saúde,cabendoaoPoderPúblicodispor,nostermos
da lei, sobre sua regulamentação, fiscalização e
controle, devendo sua execução ser feita diretamente 
ouatravésdeterceirose,também,porpessoafísica
ou jurídica de direito privado.

(C)

o Sistema Único de Saúde será financiado
exclusivamente com recursos do orçamento da 
seguridade social, da União, dos Estados, do Distrito 
Federal.

(D)

asaçõeseserviçospúblicosdesaúdeintegramuma
rede regionalizada e hierarquizada e constituem um 
sistemaúnico.

(E)  Lei federal disporá sobre o regime jurídico, o piso 

salarial profissional nacional, as diretrizes para os
Planos de Carreira e a regulamentação das atividades 
deagentecomunitáriodesaúdeeagentedecombate
às endemias, competindo à União, nos termos da 
lei, prestar assistência financeira complementar aos
Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, para o 
cumprimento do referido piso salarial.

De acordo com a Lei Orgânica da Saúde,  Lei                  

n° 8.080/1990, é INCORRETO afirmar que

(A)

adireçãodoSistemaÚnicodeSaúde(SUS)éúnica,
sendo exercida no âmbito da União, pelo Conselho 
NacionaldaSaúde.

(B) 

a iniciativa privada poderá participar do Sistema Único 
deSaúde(SUS),emcarátercomplementar.

(C)

as ações e serviços de saúde, executados pelo
Sistema Único de Saúde (SUS), seja diretamente
ou mediante participação complementar da iniciativa 
privada, serão organizados de forma regionalizada e 
hierarquizada em níveis de complexidade crescente.

(D)  os municípios poderão constituir consórcios para 

desenvolver em conjunto as ações e os serviços de 
saúdequelhescorrespondam.

(E)

é vedada a participação direta ou indireta de
empresas ou de capitais estrangeiros na assistência 
à saúde, salvo através de doações de organismos
internacionais vinculados à Organização das Nações 
Unidas, de entidades de cooperação técnica e de
financiamentoeempréstimos.

Preencha a lacuna e assinale a alternativa correta.

Nos termos da Lei no 8.142/1990, os recursos do 

Fundo  Nacional  de  Saúde  (FNS)  alocados  como 

cobertura das ações e serviços de saúde serão 

destinados, pelo menos _______________, aos 

Municípios, afetando-se o restante aos Estados. 

(A) 

cinquenta por cento

(B) 

setenta por cento

(C) 

trinta por cento

(D) 

dez por cento

(E) 

três por cento

De acordo com o parágrafo único do art. 7º do 

Decreto Presidencial n° 7.508, de 28 de junho de 

2011, os entes federativos definirão os seguintes 

elementos em relação às Regiões de Saúde, 

EXCETO

(A)

seuslimitesgeográficos.

(B) 

população usuária das ações e serviços.

(C) 

rol de ações e serviços que serão ofertados.

(D)

respectivas

responsabilidades,

critérios

de

acessibilidade e escala para conformação dos 
serviços.

(E) 

serviços e ações de atenção primária.

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

8

                            Cargo: Engenheiro Civil

(B) 

1 : 1,5 : 3,5

(C) 

1 : 2 : 3

(D) 

1 : 2 : 3,5

(E) 

1 : 3,5 : 2

Uma determinada dosagem de concreto estabelece 

que devam ser usados 180 kg de brita, 1 para cada 

saco de cimento. No canteiro de obras é necessário 

converter essa massa de brita em volume, usando 

como instrumento de medida baldes de 10 litros 

( 10 dm³). Sabendo que a massa unitária da brita 

é  1,5  kg/dm³  e  a  massa  específica  é  3  kg/dm³, 

determine quantos baldes de brita devem ser 

adicionados cada vez que se abastecer a betoneira 

com um saco de cimento.

(A) 

6 baldes.

(B) 

12 baldes.

(C) 

15 baldes e meio.

(D) 

20 baldes.

(E) 

27 baldes.

A resistência de escoamento de barras e fios de 

aço destinados à armadura para concreto armado 

pode ser caracterizada por

(A)  um patamar no diagrama tensão-deformação 

ou calculada pelo valor da tensão sob carga 
correspondente à deformação permanente de 0,6%.

(B)  um patamar no diagrama tensão-deformação 

ou calculada pelo valor da tensão sob carga 
correspondente à deformação permanente de 1%.

(C)  um patamar no diagrama força-deslocamento 

transversal ou calculada pelo valor da tensão sob 
carga transversal correspondente à deformação 
permanente de 0,6%.

(D)  um patamar no diagrama força-deslocamento 

transversal ou calculada pelo valor da tensão sob 
carga transversal correspondente à deformação 
permanente de 1%.

(E)  um patamar no diagrama tensão-deformação 

ou calculada pelo valor da tensão sob carga 
correspondente à deformação permanente de 0,2%.

Com relação às propriedades de aderência das 

barras e fios de aço destinados à armadura para 

concreto armado, pode-se afirmar que

(A) 

as barras da categoria CA-50 são obrigatoriamente 
providas de entalhes.

(B)

osfioscomdiâmetronominalinferioresa10mmsão
obrigatoriamente providos de nervuras transversais ou 
oblíquas.

(C)

os fios da categoria CA-60 são dispensados de
mecanismos que aumentem o coeficiente de
conformaçãosuperficial.

(D)  as barras da categoria CA-50 são obrigatoriamente 

providas de nervuras transversais ou oblíquas.

(E)

os fios da categoria CA-60 são obrigatoriamente
providos de nervuras transversais ou oblíquas, 
independente do diâmetro nominal.

QUESTÃO

32

QUESTÃO

33

QUESTÃO

30

QUESTÃO

31

C O N H E C I M E N T O S   E S P E C Í F I C O S

Como pode ser definida a massa específica (real) 

do agregado para concreto?

(A) 

É a relação entre a massa e o volume do agregado, 
incluindo os poros permeáveis.

(B)  É a relação entre a massa de água contida no 

agregado e o seu volume, considerando os vazios.

(C)  É a relação entre a massa de água contida no 

agregado e a massa do agregado totalmente seca.

(D) 

É a relação que mede a capacidade das partículas de 
agregado absorver água e manter a superfície seca.

(E) 

É a relação entre a massa e o volume do agregado, 
excluindo os poros permeáveis.

Qual  é  a  grandeza  associada  à  distribuição 

granulométrica  do  agregado  para  concreto, 

correspondente à abertura nominal, em 

milímetros,  da  malha  da  peneira  da  série  normal 

ou intermediária, na qual o agregado apresenta 

uma porcentagem retida acumulada igual ou 

imediatamente inferior a 5% em massa?

(A)

Módulodefinura.

(B) 

Dimensão máxima característica.

(C) 

Diâmetro efetivo (d

10

).

(D)

Diâmetromédio(d

50

).

(E) 

Índice de grupo.

Qual  é  a  nomenclatura  usada  para  o  Cimento 

Portland de Alto Forno?

(A) 

CP II-Z.

(B) 

CP II-E.

(C) 

CP II-F.

(D) 

CP III.

(E) 

CP IV.

Como  é  denominado  o  produto  que  diminui  os 

tempos  de  início  e  fim  de  pega  do  concreto, 

bem como acelera o desenvolvimento das suas 

resistências iniciais?

(A) 

Aditivo retardador.

(B) 

Aditivo incorporador de ar.

(C)

Aditivoplastificante.

(D)

Aditivosuperplastificante.

(E) 

Aditivo acelerador.

Para  produzir  um  determinado  concreto  no 

canteiro de obras, foi estabelecido que para 

cada saco de cimento de 50 kg a ser colocado na 

betoneira tem que ser adicionado 100 kg de areia e 

150 kg de pedra britada. Qual é o traço unitário, em 

massa, desse concreto?

(A) 

1 : 1 : 1,5

QUESTÃO

26

QUESTÃO

27

QUESTÃO

28

QUESTÃO

29

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

9

                            Cargo: Engenheiro Civil

Qual  é  a  resistência  à  compressão  mínima  dos 

tijolos maciços cerâmicos para alvenaria da 

categoria C, segundo a ABNT NBR 7170?

(A) 

1,5 MPa.

(B) 

2,5 MPa.

(C) 

4 MPa.

(D) 

5 MPa.

(E) 

6 MPa.

A  superfície  plana  inclinada  de  um  telhado  é 

denominada de

(A) cumeeira.
(B) rufo.
(C) beiral.
(D) água.
(E) espigão.

Em um projeto de telhado executado com telhas 

cerâmicas  tipo  francesa,  qual  é  o  recobrimento 

mínimo entre a cumeeira e a telha?

(A) 

20 mm.

(B) 

30 mm.

(C) 

40 mm.

(D) 

50 mm.

(E) 

100 mm.

Ao proceder à colocação das telhas em um telhado, 

qual é o procedimento correto?

(A)

A colocação das telhas deve ser feita por fiadas,
iniciando-se pela cumeeira e prosseguindo-se em 
direção ao beiral.

(B)

A colocação das telhas deve ser feita por fiadas,
iniciando-se pelo espigão e prosseguindo-se em 
direção ao beiral.

(C)  A colocação das telhas deve ser feita por faixas 

verticais, iniciando-se da esquerda para a direita da 
água.

(D)

A colocação das telhas deve ser feita por fiadas,
iniciando-se pelo beiral e prosseguindo-se em direção 
à cumeeira.

(E)  A colocação das telhas deve ser feita por faixas 

verticais, iniciando-se pelo rufo e prosseguindo-se em 
direção à platibanda.

Qual tipo de estaca que é executada por perfuração 

do solo com uma sonda ou piteira e revestimento 

total  com  camisa  metálica,  realizando-se  o 

lançamento do concreto e retirada gradativa do 

revestimento com simultâneo apiloamento do 

concreto?

(A) 

Estaca de reação.

(B)

Estacahélicecontínua.

(C) 

Estaca tipo Broca.

(D) 

Estaca raiz.

(E) 

Estaca Strauss.

Os  fios  de  aço  para  concreto  protendido 

classificam-se  conforme  o  comportamento  na 

relaxação em

(A) 

relaxação alta (RA) e Relaxação baixa (RB).

(B)

relaxaçãomédia(RM)eRelaxaçãobaixa(RB).

(C)

relaxaçãoalta(RA)eRelaxaçãomédia(RM).

(D) 

relaxação alta (RA) e Relaxação normal (RN).

(E) 

relaxação normal (RN) e Relaxação baixa (RB).

Para fios de aço destinados a concreto protendido, 

o que significa a designação CP-170 RB 4?

(A) 

Resistência máxima à tração de 170 kN/cm

2

 e nervuras 

espaçadas em 4 mm.

(B) 

Resistência mínima à tração de 1700 MPa, relaxação 
baixa e diâmetro nominal de 4 mm.

(C) 

Resistência máxima à tração de 170 kN/cm

2

, relaxação 

normal e diâmetro nominal de 4 mm.

(D) 

Resistência mínima à tração de 1700 MPa e entalhes 
de profundidade de 4mm.

(E) 

Resistência mínima à tração de 170 MPa, relaxação 
baixa e diâmetro nominal de 4 mm.

Conforme a ABNT, NBR 13817, as placas 

cerâmicas para revestimento são classificadas de 

acordo com a sua resistência ao manchamento 

ou  limpabilidade.  Segundo  essa  norma,  qual  é  a 

classe de placas cerâmicas com características de 

impossibilidade de remoção de manchas?

(A) 

Classe 1.

(B) 

Classe 2.

(C) 

Classe 3.

(D) 

Classe 4.

(E) 

Classe 5.

Quais são as dimensões nominais recomendadas 

para blocos cerâmicos do tipo 10 x 20 x 25?

(A) 

Largura = 50 mm; Altura = 150 mm; Comprimento = 
200 mm.

(B) 

Largura = 80 mm; Altura = 150 mm; Comprimento = 
200 mm.

(C) 

Largura = 90 mm; Altura = 190 mm; Comprimento = 
240 mm.

(D) 

Largura = 100 mm; Altura = 200 mm; Comprimento = 
250 mm.

(E) 

Largura = 110 mm; Altura = 210 mm; Comprimento = 
260 mm.

Qual  é  a  resistência  à  compressão  mínima  dos 

blocos cerâmicos da classe 15, segundo a ABNT 

NBR 7171?

(A) 

1,5 MPa.

(B) 

2,5 MPa.

(C) 

4 MPa.

(D) 

5 MPa.

(E) 

6 MPa.

QUESTÃO

38

QUESTÃO

36

QUESTÃO

35

QUESTÃO

34

QUESTÃO

37

QUESTÃO

40

QUESTÃO

39

QUESTÃO

41

QUESTÃO

42

QUESTÃO

43

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

10

                            Cargo: Engenheiro Civil

Em um projeto de instalações prediais de águas 

pluviais, calcule a vazão de projeto que deve ser 

considerada para uma área de contribuição de 

400m

2

 e intensidade pluviométrica de 150 mm/h.

(A) 

1.000 L/min.

(B) 

2.667 L/min.

(C) 

60.000 L/min.

(D) 

375 L/min.

(E) 

10.000 L/min.

Em um projeto de instalações prediais de águas 

pluviais, qual é a inclinação mínima das calhas de 

beiral e platibandas?

(A) 0,5%.
(B) 1,5%.
(C) 2%.
(D) 2,5%.
(E) 3%.

Em um projeto de instalações prediais de águas 

pluviais,  qual  é  o  diâmetro  interno  mínimo  dos 

condutores verticais de seção circular?

(A) 50mm.
(B) 70mm.
(C) 100mm.
(D) 150mm.
(E) 200mm.

Como  é  denominado  o  nível  em  que  deve  ser 

deixado o topo da estaca ou tubulão, de modo a 

possibilitar que o elemento de fundação e a sua 

armadura penetrem no bloco de coroamento?

(A) Recalque.
(B) 

Cota de concretagem.

(C) 

Cota de arrasamento.

(D) Repique.
(E) 

Cota de conclusão.

No  projeto  de  fundações,  como  é  denominada  a 

medida de penetração permanente de uma estaca, 

causada pela aplicação de um golpe de martelo 

ou pilão, sempre relacionada com a energia de 

cravação?

(A) Repique.
(B) NSPT.
(C) Recalque.
(D) Nega.
(E) 

Tensão admissível.

No  projeto  de  impermeabilização,  qual  é  a 

inclinação  mínima  do  substrato  das  áreas 

horizontais externas em direção aos coletores de 

água?

(A) 1%.
(B) 1,5%.
(C) 2%.
(D) 2,5%.
(E) 3%.

Com  relação  à  impermeabilização,  assinale  a 

alternativa INCORRETA?

(A) 

Deve ser previsto nos planos verticais encaixe para 
embutir a impermeabilização, para o sistema que 
assim o exigir, a uma altura mínima de 20 cm acima 
do nível do piso acabado ou 10 cm do nível máximo 
que a água pode atingir.

(B) 

Toda a tubulação que atravesse a impermeabilização 
deve ser fixada na estrutura e possuir detalhes
específicos

de

arremate

e

reforços

da

impermeabilização.

(C)  Os coletores devem ter diâmetro que garanta 

a manutenção da seção nominal dos tubos 
prevista no projeto hidráulico após a execução da 
impermeabilização, sendo o diâmetro nominal mínimo 
25 mm.

(D) 

Quando houver tubulações de água quente embutidas, 
deve ser prevista proteção adequada destas, para 
execução da impermeabilização.

(E)  As arestas e os cantos vivos das áreas a serem 

impermeabilizadas devem ser arredondadas sempre 
que a impermeabilização assim requerer.

QUESTÃO

47

QUESTÃO

48

QUESTÃO

44

QUESTÃO

45

QUESTÃO

46

QUESTÃO

50

QUESTÃO

49

instituto-aocp-2014-ufc-engenheiro-civil-prova.pdf-html.html

11

                            Cargo: Engenheiro Civil