Prova Concurso - Pedagogia - CE-2008-IF-CE-PEDAGOGO - IF - CE - 2008

Prova - Pedagogia - CE-2008-IF-CE-PEDAGOGO - IF - CE - 2008

Detalhes

Profissão: Pedagogia
Cargo: CE-2008-IF-CE-PEDAGOGO
Órgão: CE
Banca: IF
Ano: 2008
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

PEDAGOGOUFPA2018
PEDAGOGOUNIFESSPA2018
PEDAGOGOEBSERH2018

Gabarito

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-gabarito.pdf-html.html

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECMOLÓGICA DO CEARÁ 
COMISSÃO COORDENADORA DE CONCURSOS 
CONCURSO PÚBLICO – ÁREA TÉCNICO-ADMINISTRATIVA 

 

GABARITOS – NÍVEL SUPERIOR 

 

LÍNGUA PORTUGUESA 

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 

B C A D C E B B B C 

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 

C B A E C D C E A B 

 

ADMINISTRADOR – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

C C C D B C C B D B 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

B A D B C D A B B C 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

C A B C A E D A E D 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

C C D A E D A A B E 

 

ANALISTA DE T.I. – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

D C A B E E A C B D 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

E A B 

NULA

C A E C B D 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

A C D B E B C D B B 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

NULA 

B B A D E E A D 

 

ASSISTENTE SOCIAL – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

D C D C C C E D A D 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

B C A D E B E D A A 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

B B C E C D E D C B 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

A D E A A B A C D E 

 

BIBLIOTECÁRIO – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

A D B A D B A D B D 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

C A E E B A B A D C 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

A A B D A B B E B B 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

C D A A B E A D C E 

 
 
 

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-gabarito.pdf-html.html

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECMOLÓGICA DO CEARÁ 
COMISSÃO COORDENADORA DE CONCURSOS 
CONCURSO PÚBLICO – ÁREA TÉCNICO-ADMINISTRATIVA 

 

GABARITOS – NÍVEL SUPERIOR 

 

CONTADOR – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

C C D A C B E A A B 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

A B A D E A B A D C 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

D A C C B B B C A A 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

B A D B D E C B E C 

 

ENFERMEIRO – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

D C B D D A B C B B 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

NULA 

B A C A C B E B 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

D A D A A A D D B D 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

B C D D E D D B B A 

 

ENGENHEIRO – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

B C C B D B C E B C 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

C C D B B D A C D E 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

D A B D B C C C B A 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

B C C E B B A D A C 

 

JORNALISTA – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

C E A E B A D E B C 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

C C D E B B D D A C 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

E B D A E C C B E C 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

D A C D E B A C D C 

 

MÉDICO – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

D D E A B A A A B E 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

E D B C B D D C E C 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

E D B E A C B C A E 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

D E B C A D D B C A 

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-gabarito.pdf-html.html

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECMOLÓGICA DO CEARÁ 
COMISSÃO COORDENADORA DE CONCURSOS 
CONCURSO PÚBLICO – ÁREA TÉCNICO-ADMINISTRATIVA 

 

GABARITOS – NÍVEL SUPERIOR 

 

 

ODONTÓLOGO – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

B A C D E A D D B E 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

C A B C E A B C D C 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

A E C D D E A B D A 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

C B B C B D A E E C 

 

PEDAGOGO – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 

D E E A A C D E B B 

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

E A B E D C A A D C 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 

D D C A C E D C C C 

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

B E C A D D B B D D 

 

Prova

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-prova.pdf-html.html

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – PEDAGOGO  

 
21.

 A construção teórica do currículo como ciência crítica é recente. O currículo, na perspectiva crítica, pode ser concebido 

como:  
A) Processo de acumulação de experiências vividas pelos educandos. 
B) Conjunto de disciplinas de um curso. 
C) Processo de racionalização de resultados educacionais. 
D) Um currículo-formação voltado para a consciência crítica, para emancipação e humanização do homem. 
E) A especificação precisa de objetivos, procedimentos e métodos para obtenção de resultados que possam ser 

precisamente mensurados.  

 
22.

 Para Silva, 2002, p. 22, o currículo aparece como um objeto específico de estudo e pesquisa, nos Estados Unidos, no início 

do Século XX. Analise as seguintes afirmações: 

I.  Bobbitt escreve, em 1918, o livro que iria ser considerado o marco no estabelecimento do currículo como um campo 

especializado de estudos: The CurrIculum

II.  O modelo de currículo de Bobbitt iria encontrar sua consolidação definitiva num livro de Ralph Tyler, publicado em 

1949. 

III.  Robert Mager, em seu livro Análise de Objetivos, tinha implicitamente uma teoria do currículo humanista. 

IV.  O currículo clássico não se distanciava dos interesses e das experiências das crianças e dos jovens. 

V.  Os modelos tradicionais de currículo restringiam-se à atividade técnica de como fazer currículo. 

 

Assinale a opção correta. 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I e II estão certos. 

C) Apenas I e III estão certos.   

 

 

 

D) Apenas III e IV estão certos. 

E) Apenas I, II e V estão certos. 

 
23. 

O educador Paulo Freire, no livro Pedagogia da Autonomia, destaca os saberes necessários à prática educativo-crítica ou 

progressista como conteúdos obrigatórios à organização programática da formação docente, identifique alguns deles: 

I.  O educador deve se convencer definitivamente de que ensinar é transferir conhecimentos. 

II.  O educador deve compreender que formar é a ação pela qual um sujeito criador dá forma, estilo ou alma a um corpo 

indeciso e acomodado. 

III.  O educador deve compreender que quanto mais criticamente se exerça a capacidade de aprender tanto mais se 

constrói e desenvolve o que se chama “curiosidade epistemológica”. 

IV.  O educador deve compreender que a sua tarefa não é apenas ensinar o conteúdo mas também ensinar a pensar 

certo. 

V.  Não há ensino sem pesquisa e pesquisa sem ensino. 

 

Assinale o item que corresponde a todas as afirmações corretas: 
A) 

I, 

III. 

      B) 

II, 

III, 

IV. 

C) 

I, 

II, 

III. 

      D) 

I, 

III. 

E) III, IV e V. 

 
24

. LIBÂNEO, 1994, p 58, assinala que o desenvolvimento histórico da formação da teoria didática que investiga as ligações 

entre ensino e aprendizagem e suas leis ocorreu com:  
A) João Amós Comênio - (1592-1670).   

 

 

B) Jean Jacques Rousseau – (1712-1778). 

C) Henrique Pestalozzi - (1746-1827).   

 

 

D) Johann Friedrich Herbart - (1766-1841). 

E) Guilherme Dilthey – (1833-1911). 

 
25. 

A Didática compreendida como um conjunto de regras, visando a assegurar aos futuros professores as orientações 

necessárias ao trabalho docente, encontra-se na Pedagogia:  
A) 

Tradicional.      B) 

Renovada. 

C) 

Tecnicista. 

      D) 

Libertadora. 

E) Crítico-Social dos Conteúdos. 

 
26. 

A Pedagogia que tem como pressuposto a neutralidade científica, inspirada nos princípios da racionalidade, eficiência e 

produtividade, além de preconizar a reordenação do processo educativo, de maneira a torná-lo objetivo e operacional, é a:  
A) 

Tradicional.      B) 

Nova. 

C) 

Tecnicista. 

      D) 

Libertadora. 

E) Crítico-Social dos Conteúdos. 

 
27.

 Segundo (LIBÂNEO 1991 p. 68), as teorias críticas da educação, interessadas em propostas pedagógicas voltadas para os 

interesses da maioria da população, foram adquirindo maior solidez e sistematização por volta dos anos:  
A) 50. 

 

 

 

 

 

 

B) 60. 

C) 70. 

 

 

 

 

 

 

D) 80. 

E) 90. 
 

28.

 Segundo Behrens (2005, pp. 37 e 54), no final do século XX, com o advento da Sociedade do Conhecimento, da revolução 

da informação e da exigência da produção do conhecimento, aparecem várias denominações, dadas pelos estudiosos, ao 
novo paradigma do processo educativo, entre as quais identifica-se: 

I.  Cardoso (1995) o denomina “inovador”. 

II.  Prigogine (1986) e Capra, Boaventura Santos (1989) e Pimentel (1993) o denominam “emergente”.  

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-prova.pdf-html.html

III.  Prigogine (1986) e Capra (1996), o denominam “sistêmico” 

 

Assinale a opção que corresponde a todas as informações corretas: 
A) 

I. 

       B) 

II. 

C) 

I, 

II, 

III. 

      D) 

I,III. 

E) II e III. 
 

29

. Segundo Saviani (1994), podemos caracterizar a pedagogia como uma teoria da educação que revela o seu caráter 

ideológico em cada uma de suas concepções. Entre as diversas concepções, o autor destaca a Pedagogia Tradicional, a 
Pedagogia Nova, a Pedagogia Tecnicista e a Teoria Crítica da Educação. Sobre tais Pedagogias e teoria, pode-se afirmar: 

I.  Na Pedagogia Tradicional, a escola surge como um antídoto à ignorância, logo, um instrumento para equacionar o 

problema da marginalidade. Seu papel é difundir a instrução, transmitir os conhecimentos acumulados pela 
humanidade e sistematizados logicamente. 

II.  Na Pedagogia Nova, mantinha-se a crença no poder da escola e em sua função de equalização social, para ela, a 

marginalidade deixa de ser vista predominantemente sob o ângulo da ignorância, isto é, o não domínio de 
conhecimentos. O marginalizado já não é, propriamente, o ignorante, mas o rejeitado. 

III.  Pela Pedagogia Tecnicista, a marginalidade será identificada com a ignorância e detectada a partir do sentimento de 

rejeição. A educação contribuirá para superar o problema da marginalidade. 

IV.  Na teoria Crítica da Educação, é retomada a luta contra a seletividade, a discriminação e o rebaixamento do ensino 

das camadas populares. Lutar contra a marginalidade por meio da escola significa engajar-se no esforço para garantir 
aos trabalhadores um ensino, da melhor qualidade possível, nas condições históricas atuais. 

 

Assinale a opção correta. 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I, II e IV estão certos. 

C) Apenas I e III estão certos.   

 

 

 

D) Apenas II, III e IV estão certos. 

E) Todos estão certos. 

 
30.

 Segundo Martins (2000, p. 21), a partir do Século XX, o Brasil está profundamente marcado pelo desenvolvimento 

tecnológico. A produção atingiu níveis jamais conhecidos, tanto quantitativa, quanto qualitativamente. As aquisições de 
novos instrumentos materiais deram ao homem a possibilidade de trabalhar sem despender tanta força física quanto antes. 
Mas esse trabalho facilitado pelas máquinas exige: 

I.  um treinamento prévio, que se desenvolva de forma extremamente compartimentada, limitando-se à simples 

compreensão de uma ou mais operações pré-determinadas, que geram outras, formando um todo complexo de 
operações; 

II.  um treinamento para se entender como e em que momento se deve apertar este ou aquele botão, limitar-se a 

compreender uma fase da operação, que resultará na produção de uma mercadoria qualquer, não significa o 
conhecimento de todo o processo. 

III.  uma franca cisão entre o saber e o fazer, que se percebe no treinamento. Mais do que isso: quem sabe passa a 

controlar e tomar posse dos frutos do trabalho coletivo, e assim, coordena-o de acordo com os interesses coletivos. 

 

Assinale a opção correta. 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I e II estão certos. 

C) Apenas I e III estão certos.   

 

 

 

D) Apenas II e III estão certos. 

E) Todos estão certos. 

 
31. 

De acordo com Neves (2000, p. 67), no período de 1930 a 1989, a formação profissional no Brasil, estruturou-se, mantendo 

uma natureza dual que: 

I.  em nível técnico, significou uma segmentação hierarquizada da divisão entre trabalho intelectual e trabalho manual. 

II.  em nível político, houve a divisão entre classes e frações de classes, consubstanciada no acesso seletivo aos 

diversos níveis e ramos de ensino. 

III.  em nível administrativo, o acesso às redes pública e privada de ensino era diferenciado.  

 

Assinale a opção correta: 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I e II estão certos. 

C) Apenas II e III estão certos.   

 

 

 

D) Apenas I e III estão certos. 

E) Todos estão certos. 

 
32.

 Neves (2000, p. 67), afirma que, na legislação educacional brasileira, a igualdade formal de ingresso de aluno em qualquer 

ramo ou nível de ensino está prescrita na lei de nº: 
A) 4024, 

de 20 de dezembro de 1961

.   

 

 

B) 

5.540, de 28 de novembro de 1968

C) 5.692, de 11 de agosto de 1971. 

 

 

 

D) 

7.044, de 18 de outubro de 1982

E) 9394, de 20 de dezembro de 1996. 

 
33

. No Capítulo II, Seção I, das Disposições Gerais da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9394 de 20 de 

dezembro de 1996, em seu Art. 24, preconiza que a Educação Básica, nos níveis fundamental e médio será organizada de 
acordo com as seguintes regras comuns: 
A) Carga horária anual de mil e duzentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos dias de trabalho educativo, em 

sala de aula, com os alunos. 

B) Carga horária mínima anual de oitocentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos dias de efetivo trabalho 

escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver. 

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-prova.pdf-html.html

C) Carga horária mínima anual de oitocentas horas, distribuídas por um mínimo de cento e oitenta dias de efetivo trabalho 

escolar, excluídos os dias de atividades extra-escolares. 

D) Carga horária mínima anual de setecentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos dias de efetivo trabalho 

educativo. 

E) A carga horária mínima anual de setecentas horas, distribuídas por um mínimo de cento e oitenta dias de efetivo 

trabalho escolar, em sala de aula, com os alunos. 

 
34.

 Fazenda (1994, pp. 17-18), reportando-se ao movimento da interdisciplinaridade, assinala que para fins didáticos, fez-se 

uma organização teórica desse movimento, nas três últimas décadas do Século XX, indicando que em:  

I. 

1970 – procurava-se uma definição de interdisciplinaridade. 

II.  1980 – tentava-se explicitar um método para a interdisciplinaridade. 
III.  1990 – parte-se para a construção de uma teoria da interdisciplinaridade. 

 

Assinale a opção correta: 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I e II estão certos. 

C) Apenas II e III estão certos.   

 

 

 

D) Apenas I e III estão certos. 

E) Todos estão certos. 

 
35. 

Segundo Fazenda (1994, p. 50), um projeto de capacitação docente, para a consecução de uma interdisciplinaridade no 

ensino, precisa levar em conta como: 

I.  efetivar o processo de engajamento do educador, num trabalho interdisciplinar, mesmo que sua formação tenha sido 

fragmentada. 

II.  favorecer condições para que o educador compreenda a importância do foco apenas no ensino e na transferência de 

conhecimentos. 

III.  propiciar formas de instauração do diálogo, mesmo que o educador não tenha sido preparado para isso. 

IV.  iniciar a busca de uma transformação social, mesmo que o educador apenas tenha iniciado seu processo de 

transformação pessoal. 

V.  propiciar condições para troca com outras disciplinas, mesmo que o educador ainda não tenha adquirido o domínio da 

sua. 

 

Assinale a opção correta: 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I e II estão certos. 

C) Apenas II e III estão certos.   

 

 

 

D) Apenas I, III, IV e V estão certos. 

E) Apenas I, II e III estão certos. 

 
36.

 O Art. 1º do Decreto n.º 5.154/2004 preconiza que: A Educação Profissional, prevista no art. 39 da Lei nº 9.394, de 20 de 

dezembro de 1996, (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), observadas as diretrizes curriculares nacionais, 
definidas pelo Conselho Nacional de Educação, será desenvolvida por meio de cursos e programas de: 

I.  formação inicial e continuada de trabalhadores. 

II.  educação profissional técnica de nível médio. 

III.  educação profissional tecnológica de graduação e de pós-graduação. 

IV.  qualificação e requalificação de trabalhadores, educação profissional técnica de nível médio e educação profissional 

tecnológica. 

V.  nível básico, qualificação e requalificação de trabalhadores e educação profissional tecnológica de graduação. 

 

Assinale a opção correta: 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I e II estão certos. 

C) Apenas I, II e III estão certos. 

 

 

 

D) Apenas I, II, e V estão certos. 

E) Apenas I, II, IV e V estão certos. 
 

37.

 O Art. 4º do Decreto n.º 5.154/2004 define em seu Parágrafo 1º que a articulação entre a educação profissional técnica de 

nível médio e o ensino médio, deve ser:  
A) integrada, concomitante e subseqüente. 
B) modulada, concomitante e interdependente. 
C) concomitante, subseqüente e independente. 
D) integrada, modulada e independente. 
E) subseqüente, modulada e independente. 
 

38

. No Artigo 5º da Resolução CNE/CEB nº 01/2005 consta que os cursos de Educação Profissional Técnica de nível médio, 

realizados de forma integrada com o Ensino Médio, terão suas cargas horárias totais ampliadas para um mínimo de: 
A) 3.000 horas para as habilitações profissionais que exigem mínimo de 800 horas. 
B) 3.000 horas para as habilitações profissionais que exigem mínimo de 1000 horas. 
C) 3.200 horas para as habilitações profissionais que exigem mínimo de 1000 horas. 
D) 3.100 horas para as habilitações profissionais que exigem mínimo de 1200 horas. 
E) 3.200 horas para as habilitações profissionais que exigem mínimo de 1100 horas. 

 
39

. De acordo com o Decreto nº 5.840/06, em seu Art. 6º, pode-se afirmar que: 

I. o 

aluno que demonstrar a qualquer tempo aproveitamento num curso de educação profissional técnica de nível médio, 

no âmbito do PROEJA, fará jus à obtenção do correspondente diploma com validade nacional, tanto para fins de 
habilitação, na respectiva área profissional, quanto para atestar a conclusão do ensino médio, possibilitando o 
prosseguimento dos estudos em nível superior.  

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-prova.pdf-html.html

II.  os diplomas de cursos técnicos de nível médio desenvolvidos no âmbito do PROEJA terão validade estadual, 

conforme a legislação aplicável. 

III.  as instituições federais de educação profissional deveriam implantar cursos e programas regulares do PROEJA até o 

ano de 2006. 

IV.  todos os cursos e programas do PROEJA devem prever a possibilidade de conclusão, a qualquer tempo, desde que 

demonstrado o aproveitamento e atingidos os objetivos desse nível de ensino, mediante avaliação e reconhecimento 
por parte da respectiva instituição de ensino. 

V.  o PROEJA só poderá ser adotado pelas instituições públicas dos sistemas de ensino estaduais e pelas entidades 

privadas nacionais de serviço social, aprendizagem e formação profissional vinculadas ao sistema sindical (Sistema 
S). 

 

Assinale a opção correta: 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas I e II estão certos. 

C) Apenas I, II e III estão certos. 

 

 

 

D) Apenas I, e IV estão certos. 

E) Apenas I, II, IV e V estão certos. 
 

40.

 O Capítulo V da Lei Nº 8.069/90 - do direito à profissionalização e à proteção no trabalho, em seu Art. 63, determina que a 

formação técnico-profissional obedecerá aos seguintes princípios: 

I.  A garantia de acesso e freqüência não-obrigatória ao ensino regular. 

II.  A atividade compatível com o desenvolvimento do adolescente. 

III.  O horário especial para o exercício das atividades. 

 

Assinale a opção correta: 
A) Apenas I está certo.  

 

 

 

 

B) Apenas II está certo. 

C) Apenas II e III estão certos.   

 

 

 

D) Apenas I e III estão certos. 

E) Apenas III está certo. 
 

41

. Considerando-se as afirmações sobre planejamento: 

I.  O planejamento global da escola é o nível do planejamento que corresponde às decisões sobre a organização, 

funcionamento e proposta pedagógica da escola. 

II.  O planejamento curricular corresponde ao planejamento que é feito em nível nacional, estadual ou municipal. 

III.  O planejamento dialógico tem como característica a ênfase na dimensão grupal ou holística e nos princípios de 

totalidade, contradição, práxis. 

IV.  Planejamento é o documento elaborado pelo professor no qual é apresentada a proposta de trabalho para o ano 

letivo.  

 

Observa-se que: 
A) II e III apresentam o mesmo tipo de planejamento. 
B) I e IV apresentam conceitos errados. 
C) III e V são afirmações verdadeiras. 
D) I e III apresentam conceitos corretos sobre planejamento. 
E) III e IV apresentam conceitos complementares. 

 
42

. Leia o trecho do poema de Cora Coralina 

A gente chegava “- Bença Mestra”. 
Sentava em bancos compridos,  
Escorridos, sem encosto. 
Lia alto lições de rotina: 
o velho abecedário, 
lição salteada. 
Aprendia a soletrar. 
Vinham depois: 
Primeiro, segundo, 
terceiro e quarto livros 
do erudito pedagogo 
Abílio César Borges – 
Barão de Macaúbas. 
E as máximas sapientes  
Do Marquês de Maricá. 

 

No poema de Cora Coralina, estão implícitas uma relação vertical entre alunos e mestre e uma metodologia caracterizada 
pela transmissão do patrimônio cultural e a reprodução automática do conteúdo. É, portanto, correto afirmar que: 
A) o poema apresenta a preocupação da autora com a leitura. 
B) a autora apresenta diversas abordagens de ensino. 
C) o poema descreve cenas que caracterizam uma sala de aula democrática. 
D) o poema é representativo da educação tradicional. 
E) o poema enfatiza cenas de uma educação humanista. 

 

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-prova.pdf-html.html

43.

 Como alicerce para uma prática pedagógica compatível com as mudanças paradigmáticas da ciência, num paradigma 

emergente, Behrens propõe uma aliança de abordagens pedagógicas. Essas abordagens são: 
A) Abordagem tradicional, cognitivista e humanista. 
B) Ensino por competência, abordagem progressista e visão holística. 
C) Visão holística, abordagem progressista e ensino com pesquisa. 
D) Abordagem tradicional e visão holística. 
E) Visão holística, abordagem humanista e ensino com pesquisa. 

 
44

. Segundo Jurjo Torres Santomé, existem três grupos de argumentos que justificam a opção pedagógica pelo currículo 

integrado. Analise os argumentos a seguir:  

I.  “O ensino de uma ciência integrada serve para que alunos e alunas analisem os problemas, não só da perspectiva de 

uma única e concreta disciplina, mas também do ponto de vista de outras áreas do conhecimento diferentes.” 

II.  “Como a experiência humana é de caráter holístico, o grupo de estudantes deve aprender a analisá-la e a enfrentar-se 

com ela, saber que suas decisões podem estar condicionadas por múltiplas razões.” 

III.  “Meninos e meninas não aprendem com a mesma ordem lógica que serve para organizar uma disciplina científica, 

pois suas estruturas cognitivas condicionam a aquisição, assimilação e retenção do conhecimento.” 

 

Os argumentos acima são do tipo: 
A) epistemológico, sociológico e psicológico. 

 

 

B) cognitivista, psicológico e epistemológico. 

C) metodológico, psicológico e sociológico. 

 

 

D) metodológico, cognitivista e sociológico. 

E) epistemológico, metodológico e psicológico. 
 

45

. Sobre as teorias críticas do currículo, é correto afirmar que: 

I.  essas efetuam uma completa inversão nos fundamentos das teorias tradicionais. 

II.  para essas teorias o importante é desenvolver técnicas de como fazer o currículo. 

III.  defendem que a educação não é tanto uma preparação para a vida ocupacional adulta, como um lugar local de 

vivência e prática direta de princípios democráticos. 

IV. desconfiam 

do 

status quo

, responsabilizando-o pelas desigualdades e injustiças sociais. 

 

Estão corretas: 
A) 

II. 

      B) 

III 

IV. 

C) 

IV. 

      D) 

I, 

III 

IV. 

E) II, III e IV. 
 

46.

 Leia as seguintes premissas: 

I.  A aprendizagem não é, em si mesma, desenvolvimento, mas uma correta organização da aprendizagem da criança 

conduz ao desenvolvimento mental, ativa todo um grupo de processos de desenvolvimento, e esta ativação não 
poderia produzir-se sem aprendizagem.  

II.  O processo de desenvolvimento é independente do processo de aprendizagem, que é exterior. Portanto, o 

desenvolvimento precede a aprendizagem. 

III.  O único bom ensino é o que se adianta ao desenvolvimento. 

IV.  O processo de desenvolvimento segue o da aprendizagem, que cria a área de desenvolvimento potencial. 

 
São premissas, formuladas por Vygotsky, sobre a relação entre desenvolvimento e aprendizagem: 
A) Apenas as de I e IV. 

 

 

 

 

B) Apenas as de II e III. 

C) Apenas as de I, II e IV. 

 

 

 

 

D) Apenas a de II. 

E) Apenas as de I, III e IV. 
 

47.

 A LDB 9394/96, no titulo IV que trata da organização da educação nacional, no artigo 13, estabelece para o profissional da 

educação incumbências, como: 

I.  participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino. 

II.  elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino. 

III. estabelecer 

estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento. 

IV.  colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade. 

 

Essas incumbências são destinadas ao: 
A) 

gestor 

escolar. 

     B) 

pedagogo. 

C) 

orientador 

da 

aprendizagem. 

    D) 

professor. 

E) supervisor escolar. 
 

48.

 De acordo com o artigo 35 da LDB9394/96, entre outras, o ensino médio terá como finalidade(s): 

I.  O aprimoramento do educando como pessoa humana, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia 

intelectual e do pensamento crítico. 

II.  A compreensão dos fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, relacionada à prática, no ensino 

de cada disciplina. 

III.  A compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se 

fundamenta a sociedade. 

IV.  A preparação básica para o trabalho e a cidadania do educando, para continuar aprendendo, de modo a ser capaz de 

se adaptar com flexibilidade a novas condições de ocupação ou aperfeiçoamento posteriores. 

 

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-prova.pdf-html.html

Assinale a opção correta: 
A) Apenas I está correta. 

 

 

 

 

B) Apenas II e III estão erradas. 

C) Apenas I, II e IV. 

 

 

 

 

 

D) Apenas I, II e III estão corretas. 

E) Todas estão corretas. 
 

49.

 A determinação constitucional relativa ao ensino vocacional e pré-vocacional como dever do Estado, a ser cumprido com a 

colaboração das empresas e dos sindicatos econômicos, além de possibilitar a definição das leis orgânicas de ensino 
profissional, propiciou a transformação das antigas escolas de aprendizes artífices em: 
A) o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. 

 

B) o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. 

C) as Escolas Técnicas Federais. 

 

 

 

D) as Escolas Agrotécnicas Federais. 

E) o Serviço Social da Indústria. 
 

50.

 São princípios da educação profissional de nível técnico: 

I.  Articulação com o Ensino Médio. 

II.  Respeito aos valores estéticos, políticos e éticos. 

III. Competência 

para a laborabilidade. 

IV.  Incentivo ao desenvolvimento da capacidade empreendedora e de compreensão do processo tecnológico em suas 

causas e efeitos. 

 

Estão corretas: 
A) 

I, 

II 

III. 

      B) 

II. 

C) 

II, 

III 

IV. 

      D) 

II 

IV. 

E) I e III. 
 

51.

 A proposta curricular para o Ensino Médio é baseada no Currículo por Competências. Os PCNEM propõem três blocos de 

competências: 
A) códigos e linguagem, representação e contextualização. 
B) representação e comunicação, investigação e compreensão, contextualização sócio-cultural. 
C) comunicação e expressão, reflexão e contextualização sócio-cultural. 
D) código e linguagem, investigação e compreensão, contextualização sócio-cultural. 
E) representação e comunicação, código e linguagem, investigação e compreensão. 
 

52.

 De acordo com a LDB9394/96, artigo 16, o sistema federal de ensino compreende:  

I.  Todas as instituições de ensino. 

II.  As instituições de ensino mantidas pela União. 

III.  As instituições de educação superior criadas e mantidas pela iniciativa privada. 

IV.  Os órgãos federais de educação. 

 

Estão corretas: 
A) 

II. 

      B) 

II 

IV. 

C) I, II e IV.   

 

 

 

 

 

D) I e III. 

E) II, III e IV. 
 

53.

 A resolução CNE/CP 1, de 2002, que trata da formação de professores da Educação básica, em nível superior, curso de 

licenciatura, de graduação plena, estabelece como princípios norteadores para a formação de professores:  
A) A concepção de currículo por competência. 
B) A coerência entre formação e prática profissional. 
C) A concepção de currículo por competência, o ensino com pesquisa, coerência entre formação e prática profissional. 
D) Ensino com pesquisa, interdisciplinaridade, currículo por competência. 
E) Coerência entre formação e prática profissional, ensino com pesquisa, interdisciplinaridade. 
 

54.

 Sobre o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade Jovens e 

Adultos, pode-se afirmar:  

I.  O PROEJA abrangerá cursos e programa de formação inicial, formação continuada de trabalhadores e educação 

profissional técnica de nível médio. 

II.  Os cursos e programas do PROEJA deverão considerar as características dos jovens e adultos atendidos, e poderão 

ser articulados ao ensino fundamental e médio. 

III.  Apenas os Centros Federais de Educação Tecnológica estão autorizados a implantar os cursos e os programas do 

PROEJA. 

IV.  O PROEJA é destinado aos jovens de 14 anos que não concluíram sua escolarização. 

 

Está(ao) correta(s):  
A) Apenas I e II. 

 

 

 

 

 

B) Apenas II, III e IV. 

C) Apenas I e IV. 

 

 

 

 

 

D) Apenas I, II e III. 

E) Apenas I. 
 

55.

 De acordo com Carvalho (1999), no processo de inclusão de pessoas com necessidades especiais nas escolas regulares, 

são necessários procedimentos de adaptações curriculares. Esses procedimentos aplicam-se a: 
A) Barreiras físicas. 
B) Objetivos; temporalidade; conteúdos; avaliação; metodologia e organização didática; organização curricular. 
C) Fatores diversos de natureza familiar. 

if-ce-2008-if-ce-pedagogo-prova.pdf-html.html

D) Fatores diversos de natureza emocional. 
E) Atendimento multidisciplinar. 
 

56.

 Carvalho (1999), afirma que, no processo de inclusão, algumas adaptações incluem providências ou recursos necessários 

aos alunos, tais como: mobiliários adequados, formas alternativas de comunicação, promoção de situações diferenciadas; 
recursos humanos especializados ou de apoio; equipamentos específicos; modalidades de apoio para participar das 
atividades escolares. 
Essas providências referem-se a adaptações: 
A) 

na 

temporalidade. 

     B) 

avaliativas. 

C) nos procedimentos didáticos. 

 

 

 

D) de acesso ao currículo. 

E) organizativas. 
 

57.

 De acordo com Libâneo (2004), os estudos sobre currículo realizados a partir das décadas de 1960-1970 destacam a 

existência nas escolas de vários níveis de currículo:  
A) Currículo flexível, integrado e disciplinar. 

 

 

B) Currículo formal, real e oculto. 

C) Currículo técnico, circular e dialógico.  

 

 

D) Currículo adaptado, integrado e flexível. 

E) Currículo escolar, oficial e cultural. 
 

58.

 Considere as seguintes afirmações sobre currículo e assinale a que expressa a característica do currículo integrado. 

A) “O currículo quebra-cabeça obstaculiza ou não estimula, com grande freqüência, as perguntas mais vitais, pois as 

mesmas não podem ser confinadas dentro dos limites das áreas disciplinares” (SANTOMÉ,1998). 

B) “Na prática curricular, adota-se o currículo experiencial, pelo qual a escola torna-se um espaço de reconstrução, pelos 

alunos, das experiências e conhecimentos próprios de sua comunidade, mediante o método de projetos” (LIBÂNEO, 
2004). 

C) “Metodologicamente, adere à idéia de aprendizagem como construção do sujeito, da compreensão do conhecimento 

como ligado à prática e a solução de problemas” (LIBÂNEO, 2004). 

D) “Basicamente, nesse modelo, o objetivo era introduzir os estudantes ao repertório das grandes obras literárias e 

artísticas das heranças clássicas grega e latina...” (SILVA, 2002). 

E) “O currículo atua ideologicamente para manter a crença em que a forma capitalista e organização da sociedade é boa e 

desejável” (SILVA, 2002). 

 

59.

 Os estudos sobre a pesquisa, na formação e no trabalho docente, têm contribuído para o fortalecimento e autonomia do 

professor pesquisador. Nesse sentido, a pesquisa pode contribuir para o desenvolvimento da autonomia do professor 
porque:  

I.  possibilita modificar-se a maneira como os professores entendem e realizam sua prática  

II.  possibilita a formação de especialistas em várias áreas de conhecimento. 

III.  permite articular conhecimento e ação como parte do mesmo processo. 

IV.  fortalece a separação entre quem ensina e quem pesquisa. 

 

Estão corretas: 
A) 

II 

IV. 

      B) 

III 

IV. 

C) 

I, 

III 

IV. 

      D) 

III. 

E) Todas. 
 

60.

 De acordo com as investigações sobre o professor pesquisador, alguns estudos foram realizados em defesa da relação 

entre o professor e a pesquisa. Assinale a opção que apresenta a ordem correta entre esses estudos e seus principais 
representantes: 
A) Década de 1940: Pesquisa-ação – Lawrence Stenhouse e John Elliot. 
B) Década de 1970: Pesquisa-ação – Kurt Lewin. 
C) Década de 1950: Investigação-ação – Carr e Kemmis. 
D) Década de 1980: Professor reflexivo – Donald Schon. 
E) Década de 1990: Professor pesquisador – Carr e Kemmis.