Prova Concurso - Pedagogia - SOUSANDRADE-2008-SEMED-MA-PEDAGOGO - FUNDACAO - SOUSANDRADE - 2008

Prova - Pedagogia - SOUSANDRADE-2008-SEMED-MA-PEDAGOGO - FUNDACAO - SOUSANDRADE - 2008

Detalhes

Profissão: Pedagogia
Cargo: SOUSANDRADE-2008-SEMED-MA-PEDAGOGO
Órgão: SOUSANDRADE
Banca: FUNDACAO
Ano: 2008
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

PEDAGOGOUFPA2018
PEDAGOGOUNIFESSPA2018
PEDAGOGOEBSERH2018

Gabarito

Prova

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

 

 

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS 

EFETIVOS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA DO 

QUADRO DE PESSOAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE 

EDUCAÇÃO DE SÃO LUÍS/MA 

 

 

EDITAL Nº 001/2007, de 21 DE DEZEMBRO DE 2007

 

 

 
 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

INSTRUÇÕES 

 

•  Verifique se este caderno contém 50 questões, sendo 15 de Língua Portuguesa, 05 

de Noções de Informática, 05 de Conhecimentos Gerais e 25 de Conhecimentos 
Específicos. 

 

• Verifique na Folha de Respostas se o seu nome e número do documento de 

identificação estão corretos. 

 

• Em cada questão, você deve 

assinalar somente uma das 
alternativas. 

 

•  Será anulada a questão que contiver 

emenda, rasura ou, ainda, a que 
apresentar mais de uma alternativa 
assinalada na Folha de Respostas. 

 

•  Ao marcar a alternativa correta na Folha de Respostas, use caneta esferográfica de 

tinta preta, ponta grossa. 

 

•  Ao final da prova, devolva ao fiscal de sala a Folha de Respostas assinada no local 

indicado. 

 

•  Os 2 (dois) últimos candidatos de cada sala só poderão ser liberados juntos. 

 

Boa prova!

NOME 

INSCRIÇÃO 

DATA / HORÁRIO 

A duração total da prova é de 3 horas. Este tempo inclui a marcação da Folha de Respostas. 

Você só poderá levar o Caderno de Provas após transcorridas 2h 30 min (duas horas e trinta minutos) do início das provas.

P

ROVA 

O

BJETIVA

 

GRUPO

 

MAGISTÉRIO

 

-

 

PEDAGOGO 

ÁREA

:

 

SUPORTE

 

PEDAGÓGICO 

G

ABARITO

:

 WWW

.

FSADU

.

ORG

.

BR

 

Fundação Sousândrade de Apoio 
 ao Desenvolvimento da UFMA 

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUIS 

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 

SECRETARIA MUNICIPAL

 DE ADMINISTRAÇÃO

 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

 

 

 
 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

Língua Portuguesa

 

 
Leia o texto A para responder às questões de 01 a 07

 

TEXTO A 

Os produtos derivados de soja sempre 

foram conhecidos por duas características. A primeira 
é a fama de que fazem bem à saúde. Essa fama é 
justificada pelos nutricionistas.  Eles dizem que bebidas 
ou alimentos feitos a partir da soja aumentam o 
colesterol bom no sangue e são indicados como fonte 
de cálcio, entre outros nutrientes. A segunda 
característica é bem menos lisonjeira para o grão, 
nativo da China. Pelo menos no Brasil, a soja sempre 
foi tida como um alimento de sabor desagradável. E é 
por isso que as bebidas derivadas de soja nunca 
fizeram muito sucesso por aqui. 

Então como se explica que as vendas de 

sucos de soja tenham crescido em torno de 25% ao ano 
desde 2002? A explicação está nos pesados 
investimentos que a indústria de bebidas fez na soja nos 
últimos anos. O que moveu os grandes fabricantes foi o 
crescente mercado de produtos saudáveis no mundo 
inteiro. Além disso, as bebidas derivadas de soja são 
mais elaboradas e podem ser vendidas por um preço 
maior que os sucos comuns e dar mais lucro. 

 

(Revista Época, 10 de dezembro de 2007). 

 

 

01 

 

Sobre o texto, pode-se afirmar: 

 

I. 

A soja faz bem à saúde, motivo que impulsionou o 
investimento de produtores. 

II.  Os investidores aproveitam a fama de alimento 

saudável para aumentar os lucros com os produtos 
derivados da soja. 

III.  O aumento na venda dos sucos de soja deve-se a 

uma melhor elaboração do produto. 

IV. Na China e no Brasil o sabor da soja é 

desagradável ao paladar. 

 

Está CORRETO o que se afirma em: 

a)  I e III, apenas. 
b)  I, II e III, apenas. 
c)  II e IV, apenas. 
d)  III e IV, apenas. 
e)  I, II, III e IV. 

 

02 

 

A segunda característica é bem menos lisonjeira para 
o grão...”. 

 

O termo sublinhado pode ser substituído, no contexto 
em que se apresenta, sem prejuízo de sentido para o 
texto, por 

a) forte. 
b) depreciativa. 
c) aleatória. 
d) pertinente. 
e) satisfatória. 

03 

 

Na oração “A primeira é a fama de que fazem bem à 
saúde.”,
 há a presença de um recurso expressivo 
denominado: 

a) assíndeto. 

b) inversão. 

c) elipse. 

d) antítese. 

e) hipérbole. 

 

04 

 

Assinale a alternativa cujo par de expressões 
apresenta construções com anteposição do adjetivo. 

a) grandes fabricantes/crescentes mercados 

b) bebidas derivadas/sucos comuns 

c) crescentes mercados/mundo inteiro 

d) produtos saudáveis/grandes fabricantes 

e) sucos comuns/mundo inteiro 

 

05 

 

Em “O  que moveu os grandes fabricantes...” o 
elemento destacado classifica-se, segundo a gramática 
normativa prescritiva, como: 

a) pronome pessoal. 

b) artigo. 

c) preposição. 

d) pronome demonstrativo. 

e) conjunção. 

 

06 

 

Em qual das alternativas a seguir o elemento 
sublinhado é uma preposição? 

a) “...a soja sempre foi...” 

b) segunda...” 

c) “...feitos a partir...” 

d) “...que a indústria...” 

e) A explicação está...” 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

07 

 

Então como se explica que as vendas de sucos de 
soja tenham crescido em torno de 25% ao ano desde 
2002?”. 
Qual das alternativas a seguir apresenta o período 
acima com uma pontuação que NÃO  altera o seu 
sentido?

 

a)  Então, como se explica que as vendas de sucos de 

soja tenham crescido em torno de 25% ao ano 
desde 2002? 

b)  Então, como se explica, que as vendas de sucos de 

soja tenham crescido em torno de 25% ao ano 
desde 2002? 

c)  Então como se explica, que as vendas de sucos de 

soja tenham crescido em torno de 25% ao ano 
desde 2002? 

d)  Então como se explica que as vendas, de sucos de 

soja tenham, crescido em torno de 25% ao ano 
desde 2002? 

e)  Então como, se explica que, as vendas de sucos de 

soja tenham crescido em torno de 25% ao ano 
desde 2002? 

 

Leia o texto B para responder às questões de 08 a 13

 

 

TEXTO B 

 

Janus, o deus das portas e transições da 

mitologia romana, deu seu nome ao mês de janeiro 
pela capacidade de simultaneamente ver passado e 
futuro. Ele é uma inspiração para que a cada início de 
ano façamos um balanço do que aconteceu e do que 
podemos esperar (e desejar) dos próximos doze 
meses. 

Nesse espírito, acredito que poucos 

discordem da avaliação de que 2007 foi um ano 
excepcionalmente bom para o Brasil, em especial na 
frente econômica, em que a manutenção da 
estabilidade monetária e o acelerado crescimento da 
prosperidade mundial contribuíram para um ano de 
recordes. 

Foram criados mais de 2 milhões de 

empregos formais e o crédito cresceu mais de 50% em 
um ano.[...] 

Mas acredito que a moralidade pública 

continua sendo uma questão essencial. Ao longo de 
2007, assistimos - mais uma vez – a lamentáveis 
demonstrações do desprezo que nossos 
representantes no Congresso têm pelo decoro, pelas 
próprias normas de conduta e pela opinião pública. É 
forçoso admitir que uma réstia de esperança se 
acendeu com as enérgicas ações do Ministério Público 
e da Polícia Federal e, em especial, com o belo 
exemplo do Supremo Tribunal Federal ao acolher a 
denúncia contra os quarenta envolvidos no escândalo 
do mensalão. 

Aqui também é preciso obstinação. A 

exceção tem de virar regra. Como já prescrevia 
Montesquieu no século XVIII, “não se constrói uma 
sociedade baseada na virtude dos homens, e sim na 
solidez das instituições”. 

(Roberto Civita in: Revista Veja, 

29 de dezembro de 2007).

 

08 

 

No primeiro parágrafo o autor 

a) apóia-se em uma auto-suficiência humana e 

agnóstica. 

b) demonstra sua fé cristã com a esperança de um 

amanhã promissor. 

c) induz à profissão de uma religiosidade apostólica 

romana, em busca de acertos. 

d) restringe-se a uma dedução própria do racional sem 

nenhuma ilustração intertextual. 

e) dá indícios de ser sectário de uma cultura 

legendária. 

 

09 

 

No quarto parágrafo do texto, o verbo “continua” e a 
expressão “mais uma vez” conduzem para a inferência 
de que 

a) os fatos criticados receberam, a cada dia, um 

tratamento diferente no ano passado. 

b) a permanência de um desafio imprescindível é 

obrigatória. 

c) os acontecimentos criticados foram todos 

desanimadores no discorrer do ano findo. 

d) o país está avançando progressivamente na linha 

moral. 

e) a ordem essencial é continuar assistindo aos 

acontecimentos lamentáveis. 

 

10 

 

Assinale a afirmativa VERDADEIRA sobre a estrutura 
lingüística do texto. 

a) A conjunção “em que”, no segundo parágrafo, evita 

apenas a repetição da locução equivalente “de que” 
já usada no mesmo parágrafo. 

b) A regência do verbo discordar, no segundo 

parágrafo, permite trocar a preposição que lhe 
segue pela preposição “com”, preservando a 
correção gramatical sem alterar o sentido. 

c) A relação de sentido entre os dois primeiros 

períodos, do primeiro parágrafo, permite 
subentender uma idéia conclusiva, podendo ser 
expressa pela locução em vista disso, antes de 
“Ele é...”. 

d) A forma plural “Foram  criadas” é uma forma 

alternativa de uso para “Foi criado”, no terceiro 
parágrafo, cabendo, portanto, nesse caso, as duas 
formas. 

e) No terceiro parágrafo, no que diz respeito ao agente 

da ação verbal, o autor construiu a frase com o 
verbo na voz ativa. 

 
 
 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

11 

 

O antônimo adequado para a palavra grifada em "Aqui 
também é preciso obstinação.” 
é 

a) instigação. 

b) implantação. 

c) perserverança. 

d) inconstância. 

e) transigência. 

 

12 

 

No último parágrafo a primeira vírgula e as aspas foram 
usadas, respectivamente, para 

a)  separar uma oração apositiva / indicar um 

neologismo. 

b)  destacar uma locução adverbial / destacar uma 

expressão. 

c)  referenciar uma oração principal / ironizar um 

provérbio. 

d)  ligar um termo de igual função a outro / enfatizar o 

pensamento do editor do texto. 

e)  separar uma oração subordinada antecipada / 

marcar uma citação. 

 

13 

 

Ele é uma inspiração para que a cada início de ano 
façamos um balanço do que aconteceu e do que 
podemos esperar (e desejar) dos próximos doze 
meses.” 

 

Sobre esse trecho, analise as proposições a seguir e, 
em relação a elas, assinale a opção CORRETA.  

 

I. Os 

verbos 

acontecer e poder apresentam-se com 

o mesmo sujeito. 

II. As formas verbais antecedidas de do que, 

coordenadas entre si, estão subordinadas ao 
mesmo termo. 

III.  O artigo feminino usado em “... a cada início de 

ano...” é exigência do emprego do substantivo 
inspiração. 

IV. Em “... de ano...” o sentido da preposição não 

particulariza o substantivo. 

a)  São verdadeiras as proposições I e IV, apenas. 

b)  São verdadeiras as proposições I, II e III, apenas. 

c)  São verdadeiras as proposições II e IV, apenas. 

d)  São verdadeiras as proposições I, II, III e IV. 

e)  São verdadeiras as proposições III e IV, apenas. 

 
 
 
 
 
 
 

 

14 

 

Indique a opção em que se adotará na frase, 
obrigatoriamente, de acordo com a norma culta, a 
indicação dos parênteses para o verbo em negrito. 

a) Solicito que considerar tua decisão. (3ª pessoa do 

singular) 

b) Encaminhei os documentos para que Vossa 

Senhoria  avaliar minha solicitação. (3ª pessoa do 
singular) 

c) Compreendo que Vossas Majestades haver de 

encontrar razões para esse desfecho. (2ª pessoa 
do plural) 

d) Os nobres deputados pretender me confundir 

nessa sessão? (2ª pessoa do plural) 

e) Quando não se destacar, num ser humano, as 

qualidades, ele pode ficar tímido. (3ª pessoa do 
singular) 

 

15 

 

Está  CORRETO, de acordo com a norma culta da 
língua, o emprego da expressão destacada na frase: 

a) As missões a que foste indicado são dignas. 

b) É ínfimo o preço no que pagas os serviços dos teus 

funcionários. 

c) É necessário de que se ofereçam bons estímulos 

aos funcionários. 

d) Felizes os pais de cujos filhos respeitam a Deus. 

e) Desconheço o motivo do qual escolheste este livro.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

Noções de Informática 

 

16 

 

Estou usando o Microsoft Access 2002 para desenhar 
um relatório. A fonte de dados é uma tabela com 2.000 
registros e os dados serão agrupados em função do 
campo “Campo1”. No momento, meu protótipo de 
relatório tem a aparência ilustrada na figura abaixo, 
apresentando sete seções, todas elas com a 
propriedade “Visível” configurada para “Sim”

 

 

 

 

Sobre essas seções, analise as afirmações abaixo: 

 

I.  As seções “Cabeçalho do relatório” e “Cabeçalho 

da página” aparecerão em todas as páginas do 
relatório. 

II.  Com essa configuração de propriedade, “Visível” – 

Sim”, a seção “Cabeçalho Campo1” aparecerá no 
início de cada grupo e de cada página. 

III. Na seção “Detalhe” serão listados os dados 

selecionados a partir da fonte de dados do 
relatório. 

IV.  Com essa configuração de propriedade, “Visível” – 

Sim”, a seção “Rodapé do relatório” aparecerá na 
última página. 

 

Estão CORRETAS:  

a)  todas as afirmações. 

b)  I, III e IV, apenas. 

c)  II e IV, apenas. 

d)  I e II, apenas. 

e)  III e IV, apenas. 

 
 
 
 
 
 

 

17 

 

 

 

A figura acima ilustra o menu apresentado pelo 
Microsoft Windows 2000 que tenho instalado em meu 
computador, quando clico em “Iniciar”, seleciono 
“Programas” e “Acessórios”. Sobre as opções, os 
aplicativos e as ferramentas disponibilizadas nesse 
menu, é INCORRETO afirmar que: 

a) Prompt de comando – abre uma janela na qual é 

possível executar funções baseadas em texto (linha 
de comando). 

b) Sincronizar – ferramenta para configurar a sincronia 

de dois aplicativos como o Word e o Excel, por 
exemplo. 

c) Paint – aplicativo destinado a edição de figuras e 

imagens. 

d) Bloco de notas – aplicativo destinado a edição de 

textos com formatação simples. 

e) WordPad – aplicativo que permite a edição de 

textos com formatação de média complexidade. 

 

18 

 

Dentre as opções abaixo uma está relacionada a um 
programa que interpreta o código HTML  (Hypertext 
Markup Language
). Esse programa é indispensável 
para a navegação na internet. Assinale tal opção. 

a) FTP (File Transfer Protocol). 

b) Cookie. 

c) Switch. 

d) Browser. 

e) Outlook Express. 

 
 
 
 
 
 

 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

19 

 

Usando o Microsoft Word 2002 é possível formatar 
documentos rapidamente usando estilos.  

“Um estilo é um conjunto de características de 
formatação que podem ser aplicadas ao texto, tabelas 
e listas. Ao aplicar um estilo, você aplica um grupo 
inteiro de formatos em uma simples operação. 

Por exemplo, em vez de seguir três etapas separadas 
para formatar seu título como Arial, 16 pontos e 
centralizado, você pode obter o mesmo resultado em 
uma etapa aplicando o estilo de título.” 

Extraído do texto de ajuda do Microsoft Word 2002

 

Sobre esse recurso, é INCORRETO afirmar: 

a)  Um estilo de caractere afeta o texto do documento 

inteiro, como a fonte e o tamanho do texto, e os 
formatos negrito e itálico. 

b)  Um estilo de parágrafo controla todos os aspectos 

da aparência de um parágrafo, como alinhamento 
do texto, espaçamento da linha e bordas e pode 
incluir formatação de caractere.  

c)  Um estilo de tabela fornece uma aparência 

consistente para bordas, sombreamento, 
alinhamento e fontes em tabelas.  

d)  Um estilo de lista aplica alinhamento, caracteres de 

numeração ou marcador e fontes semelhantes às 
listas.  

e)  Um estilo pode ser exibido e reaplicado a partir do 

de tarefas Estilos e formatação. A formatação 
aplicada é também armazenada nesse painel, para 
que seja possível reaplicá-la rapidamente. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

20 

 

Considere a planilha do Microsoft Excel 2002, ilustrada 
a seguir. 

 

 

 

Se as células A4, B4, C4 e D4 forem preenchidas com 
as expressões indicadas abaixo, os valores dessas 
células serão, respectivamente: 
 

Célula Expressão 

A4 =(A1+B1)^D2/C2 

B4 =SOMA(A1:D1) 

C4 =MÉDIA(A1:D1) 

D4 =MÁXIMO(SOMA(A1;D1);SOMA(A2:D2)) 

 

a) 9; 13; 6,5 e 15 

b) 3; 13; 6,5 e 24 

c) 3; 24; 2,5 e 13 

d) 9; 24; 6 e 15 

e) 3; 5; 3,75 e 24 

 

Conhecimentos Gerais 

 

21 

 

A economia maranhense durante o período imperial 
tinha como suporte dois produtos básicos, o algodão e 
o açúcar. A quase totalidade dessa produção ficava 
localizada: 

a) nas ribeiras do rio Tocantins. 
b) no sul do Maranhão. 
c) às margens do rio Itapecuru e em algumas cidades 

da Baixada. 

d) nos Lençóis Maranhenses. 
e) na microrregião da Chapada das Mangabeiras. 

 

22 

 

É recorrente, na literatura histórica, encontrar-se a 
expressão “Jornada Milagrosa” vinculada à:  

a) criação da Companhia de Comércio do Maranhão. 

b) luta pela independência do Maranhão. 

c) expulsão dos holandeses. 

d) expulsão dos franceses do Maranhão. 

e) catequese indígena no Maranhão. 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

23 

 

É cada vez maior a dependência das economias 
nacionais, em especial das mais desenvolvidas, à 
frente os Estados Unidos, por recursos não renováveis 
produzidos no exterior do país. Por isso mesmo, 
inúmeros e recentes conflitos internacionais têm como 
verdadeira causa: 

a)  o controle de fontes energéticas, em especial o 

petróleo. 

b)  o controle das grandes rotas marítimas de 

comércio. 

c)  a ocupação física das florestas. 

d)  o domínio de áreas estratégicas do ponto de vista 

militar. 

e)  a subordinação de contingentes populacionais a 

serem usados como mão-de-obra barata. 

 

 

24 

 

De acordo com informações apresentadas pela 
Companhia de Abastecimento de Águas e Esgotos do 
Maranhão – CAEMA, 91% da população de São Luís, 
ou seja, 931.191 habitantes recebem água tratada. 
Outrossim, no que diz respeito à coleta de esgoto, o 
número de pessoas beneficiadas atinge apenas 
387.000, representando 38,6% da população da 
Capital. Nesse sentido, é válido afirmar que: 

a)  não há nenhuma relação entre o percentual de 

coleta de esgotos (38,6%) e a mortalidade por 
doenças infecciosas e parasitárias (de veiculação 
hídrica) na cidade. 

b)  há uma relação direta entre o percentual de coleta 

de esgotos (38,6%) e a mortalidade por doenças 
infecciosas e parasitárias (de veiculação hídrica) na 
cidade. 

c)  a maior parte das águas residuais não é jogada in 

natura nos cursos dos rios e na orla marítima da 
cidade. 

d)  a cobertura da rede de esgotos é moderna e 

garante o atendimento da população ludovicense. 

e)  o rodízio no abastecimento e/ou a ausência de 

água em vários bairros da cidade não implica 
nenhum prejuízo para a população. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

25 

 

No contexto atual, há, na capital maranhense, 
aproximadamente 1.000 imóveis de valor histórico e 
paisagístico numa área de 90 hectares, sob proteção 
jurídica federal, situados nos bairros da Praia Grande, 
Desterro e Ribeirão e nas Praças Benedito Leite, João 
Lisboa e Gonçalves Dias. Ao proclamar São Luis como 
cidade "Patrimônio Cultural da Humanidade" em 1997, 
a UNESCO estabeleceu algumas pré-condições, e uma 
delas, em especial, que, caso não seja respeitada, 
pode fazer com que a cidade perca esse pomposo 
título. Trata-se do(a) 

a) modernização das praças localizadas em toda a 

área tombada. 

b) asfaltamento das ruas do centro histórico da cidade.

c) retirada dos azulejos existentes nos casarões do 

bairro da Praia Grande. 

d) demolição de alguns sobrados localizados na área 

do bairro do Desterro. 

e) não implementação de políticas públicas 

permanentes de preservação do patrimônio 
histórico da cidade. 

 

Conhecimentos Específicos

 

 

26 

 

O planejamento da educação escolar, na sua forma 
mais simples de ser concebido, significa uma atividade 
de previsão de uma ação a ser realizada que envolve o 
cotidiano escolar. Nesse sentido, pode-se afirmar que o 
planejamento escolar consiste: 

 

I.  num processo contínuo de conhecimento, reflexão 

e análise da realidade escolar em suas condições 
concretas, visando à tomada de decisões. 

II.  na elaboração de planos e projetos, orientados por 

métodos, procedimentos, visando atingir uma meta.

III.  na previsão de passos, determinando rigidamente 

os resultados a serem alcançados no processo 
ensino–aprendizagem. 

IV. 

num conjunto de ações determinadas para 
orientação da prática educativa. 

 

Estão CORRETOS, apenas os itens 

a) I, II e IV. 

b) I e II. 

c) I e III. 

d) I, II e III. 

e) II, III e IV. 

 
 
 
 
 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

27 

 

A pedagogia tecnicista marcou significativamente a 
educação brasileira, principalmente nos anos 1970. 
Dentre as opções, destaque aquela que traduz essa 
pedagogia: 

a)  concepção de ensino como compreensão da 

realidade. 

b)  destaque ao papel ativo do aluno na condução do 

processo ensino-aprendizagem. 

c)  prioridade atribuída à aprendizagem, centrando-se 

no aspecto cognitivo e na valorização da ação do 
professor. 

d)  organização racional dos meios, visando à garantia 

da eficiência do processo ensino-aprendizagem, 
através do planejamento e controle da ação 
docente e discente. 

e)  valorização do conhecimento acadêmico e de um 

ensino meramente transmissivo. 

 

28 

 

Identifique o princípio fundamental para assegurar a 
gestão democrática da escola. 

a) Liderança. 

b) Participação. 

c) Organização. 

d) Competência. 

e) Autoridade. 

 

 

29 

 

Planejar currículo exige que se pense no papel que a 
escola deve assumir diante dos alunos, dos 
educadores, dos funcionários, dos pais e da sociedade 
como um todo. Assim entendido, um planejamento 
curricular, que vise contribuir com a transformação 
social, deverá fundamentar-se  

a)  em uma concepção de educação que privilegia o 

conhecimento pronto e acabado, podendo ser 
armazenado pela repetição e pela memorização. 

b)  em uma concepção de educação que valoriza o 

aluno como sujeito do seu processo de 
aprendizagem e o professor como transmissor do 
conhecimento. 

c)  em uma concepção de educação neutra e que 

centra atenção no indivíduo e nos resultados 
alcançados com a prática educativa. 

d)  em uma concepção de educação que compreende 

as atividades do currículo dissociadas da totalidade 
social e voltadas para a transformação do contexto 
escolar. 

e)  em uma concepção de educação como prática 

social global, comprometida com a socialização dos 
saberes científicos, técnicos e culturais, de forma 
crítica. 

 

 

30 

 

A gestão democrática da escola exige a adoção de 
alguns princípios, dentre eles, a autonomia, que pode 
ser entendida como: 

a) liberdade para a escola administrar livremente seus 

recursos financeiros. 

b) independência total da escola com relação ao poder 

central, desenvolvendo senso de participação 
coletiva. 

c) poder de decisão sobre os objetivos e formas de 

organização da escola, implicando co-
responsabilidade consciente e partilhada entre 
todos os seus membros. 

d) ausência do poder público das suas 

responsabilidades com a escola. 

e) esforço de liderança para manter a escola em 

funcionamento. 

 

31 

 

Os estudos sobre currículo desenvolvidos nos anos 
1960 – 1970 apontaram níveis ou formas de 
representação do currículo, assim denominadas: 

a) Interdisciplinar, racional-tecnológico e experimental 

b) informal, diretivo e tradicional 

c) experimental, progressista e construtivista 

d) integrado, experimental e racional-tecnológico 

e) formal, real e oculto 

 

32 

 

Avaliação é um termo amplo que significa um conjunto 
de ações voltadas para o estudo sistemático de um 
fenômeno, uma situação, um processo, um evento, 
uma pessoa, visando emitir juízo valorativo. No campo 
da educação, a avaliação de sistemas de ensino 
deverá centrar-se: 

a) nos instrumentos de verificação da aprendizagem 

dos alunos para identificar possíveis falhas na 
sistemática de avaliação adotada nas escolas. 

b) nos dados quantitativos e qualitativos sobre os 

alunos, os professores e os resultados do processo-
aprendizagem, tendo em vista a melhoria do 
ensino. 

c) num diagnóstico amplo das escolas, em âmbito 

nacional ou regional, que indique juízos valorativos 
para tomada de decisões sobre o funcionamento 
das instituições escolares e revisão de políticas 
educacionais. 

d) na eficiência e eficácia dos gestores da escola, com 

vistas ao redimensionamento da ação escolar. 

e) na formulação de indicadores que revelem a 

qualidade dos currículos trabalhados na escola, 
visando à sua revisão. 

 
 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

33 

 

No desenvolvimento do currículo, em uma perspectiva 
crítica, é fundamental que a escola defina claramente: 

a)  os critérios de seleção e organização dos 

conhecimentos a serem trabalhados, articulando as 
dimensões técnica e política em seu processo de 
execução. 

b)  a quantidade e não a qualidade das informações a 

serem assimiladas pelos alunos. 

c)  a sua imparcialidade na transmissão dos 

conhecimentos, mantendo-se neutra frente à 
realidade social. 

d)  os objetivos operacionais necessários à 

instrumentalização dos alunos, com vistas à 
manutenção da realidade social. 

e)  os resultados do trabalho escolar, assentado no 

esforço acadêmico e disciplinar dos alunos. 

 

34 

 

Segundo a LDB (Lei nº 9.394/96), autorizar, credenciar 
e supervisionar os estabelecimentos municipais de 
ensino são responsabilidades: 

a)  do Estado e do Município, em regime de 

colaboração 

b) do Estado 

c) da 

União 

d) do Município 

e)  da União e do Estado, em regime de colaboração 

 

35 

 

No processo avaliativo o aluno tem a oportunidade de 
expressar o que sabe e o que não sabe. Cabe, 
portanto, ao professor numa perspectiva formativa: 

a)  reduzir a situação de aprendizagem do aluno a 

notas ou pontuações. 

b)  interpretar as produções dos seus alunos, 

compreendendo a construção do seu percurso de 
aprendizagem para melhor intervir. 

c)  estabelecer com precisão critérios e instrumentos 

avaliativos para melhor classificação dos alunos. 

d)  controlar a aprendizagem do aluno e classificá-lo, 

segundo uma escala de valor. 

e)  trabalhar a avaliação independente do plano 

curricular adotado na escola. 

 
 
 
 
 
 

 

36 

 

O Projeto Político-Pedagógico é considerado o 
documento mais importante da escola.  
Analise as proposições a seguir, identificando as que 
justificam essa afirmativa. 

 

I.  É o plano global da escola que sistematiza as 

intenções de toda a comunidade escolar, definindo 
claramente a ação educativa pretendida, na 
perspectiva de intervir na realidade. 

II.  É um instrumento de natureza somente teórica, 

responsável pela articulação entre os fins e os 
meios necessários à qualidade do ensino. 

III.  É um documento ordenador, norteador da vida 

escolar. 

IV.  É um elemento de organização e integração da 

atividade teórico-prática da escola. 

V. É um documento de planificação escolar, 

elaborado pelo sistema central, para definir os 
objetivos da escola. 

 

Conclui-se que estão CORRETAS apenas as 
proposições 

a) II, III e IV. 

b) II, IV e V. 

c) III, IV e V. 

d) I, II e III. 

e) I, III e IV. 

 

37 

 

O professor é considerado detentor do conhecimento 
intelectual; o aluno, o receptor de conhecimentos e o 
ensino, verbalista e livresco. Essas concepções 
caracterizam a pedagogia: 

a) construtivista. 

b) tecnicista. 

c) tradicional. 

d) progressista. 

e) histórico-crítica. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

38 

 

A LDB (Lei nº 9.394/96) regulamentou um capítulo 
próprio à Educação Especial. Complementando essa 
regulamentação, o Conselho Nacional de Educação 
aprovou, em 2001, as Diretrizes Nacionais para a 
Educação Especial na Educação Básica. Segundo 
essas Diretrizes, 

 

I. 

os alunos portadores de necessidades 
educacionais especiais devem ser atendidos 
preferencialmente nas classes comuns do ensino  
regular. 

II. 

os alunos portadores de necessidades 
educacionais especiais devem freqüentar 
inicialmente classes especiais como preparação 
para ingresso nas classes comuns. 

III.  os alunos com altas habilidades/superdotação não 

se incluem entre os portadores de necessidades 
educacionais especiais. 

 

É CORRETO o que se afirma 

a)  apenas no item I. 

b)  apenas nos itens I e III. 

c)  apenas no item II. 

d)  apenas no item III. 

e)  apenas nos itens II e III. 

 

39 

 

As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação 
de Jovens e Adultos reconheceu como princípios da 
EJA a igualdade para todos e a igualdade de 
oportunidades, presentes nas funções: 

a)  social e de suprimento. 

b)  supletiva e de qualificação. 

c)  cultural e de letramento. 

d)  reparadora e equalizadora. 

e)  qualificadora e de aprendizagem. 

 

40 

 

A LDB (Lei nº 9.394/96), ao definir as competências 
dos entes federados (União, Estados e Municípios), 
estabelece como papel da União: 

a)  criar e gerenciar as escolas indígenas, cuidando da 

oferta do ensino bilíngüe. 

b)  oferecer, em colaboração com os Estados e os 

Municípios, o Ensino Fundamental para garantir a 
universalização desse ensino. 

c)  assegurar processo nacional de avaliação dos 

resultados do desempenho escolar. 

d)  credenciar e autorizar os curso de educação 

superior inclusive os criados e mantidos pelos 
Estados e Municípios. 

e)  aprovar os Planos Estaduais e Municipais de 

Educação. 

 

41 

 

A educação inclusiva é hoje uma das diretrizes da 
Política Educacional brasileira. Entende-se por escola 
inclusiva aquela que: 

 

I.  oferece às crianças oriundas das classes menos 

favorecidas programação que compense o que 
lhes falta para atingir o padrão desejável 
estabelecido. 

II.  utiliza padrões mais flexíveis de atendimento, de 

modo a possibilitar a permanência do aluno na 
escola. 

III.  organiza as atividades curriculares tendo como 

propósito o atendimento das metas que todas as 
crianças devem alcançar. 

 

É CORRETO o que está contido apenas 

a) no item II. 

b) no item III. 

c) no item I. 

d) nos itens I e II. 

e) nos itens I e III. 

 

42 

 

“A escola sozinha não tem poder de mudar a 
sociedade, mas pode contribuir participando do 
processo de formação humana numa perspectiva 
transformadora”. Essa afirmativa revela uma 
concepção progressista da função social da escola pela 
qual cabe à escola: 

 

I.  promover a reconstrução do conhecimento e da 

experiência. 

II. 

transmitir os conhecimentos socialmente 

produzidos. 

III. investir no conhecimento das ciências como 

instrumento para o aluno questionar, confrontar e 
reelaborar suas concepções prévias. 

 

Está CORRETO o que se expressa apenas 

a) nos itens I e II. 

b) no item I. 

c) no item II. 

d) no item III. 

e) nos itens I e III. 

 
 
 
 
 
 
 

 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

10 

43 

 

Em seu artigo 35 a LDB (Lei nº 9394/96) expressa 
claramente que todos os alunos do Ensino Médio 
devem adquirir compreensão dos fundamentos 
científico-tecnológicos dos processos produtivos e 
capacidade de relacionar a teoria com a prática. 
Significa dizer que 

a)  o Ensino Médio deve, especificamente, preparar o 

educando para o exercício de profissões técnicas 
como garantia de cidadania. 

b)  no Ensino Médio, a tônica é posta na formação 

geral, fundamentada na perspectiva do trabalho, na 
realidade do mundo produtivo e do exercício da 
cidadania. 

c)  o Ensino Médio deve se desenvolver de forma 

desarticulada da educação profissional. 

d)  o Ensino Médio deve possibilitar o prosseguimento 

de estudos e ser desenvolvido de forma a priorizar 
os conteúdos exigidos nos processos de seleção da 
Educação Superior. 

e)  o Ensino Médio é uma fase de transição na 

escolarização do cidadão. 

 

44 

 

Um dos princípios pedagógicos defendidos pelas 
Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio é a 
contextualização, cujo conceito CORRETO é: 

a)  incorporar à aprendizagem escolar a vivência dos 

alunos, transformar essa vivência em conhecimento 
e transferir o aprendido a novas vivências. 

b)  observar a realidade para aprender o que nela está 

naturalmente. 

c)  trabalhar os conteúdos escolares a partir do 

cotidiano dos alunos citando sempre muitos 
exemplos do dia-a-dia. 

d)  relacionar as disciplinas em projetos de estudos. 

e)  priorizar os conteúdos relacionados com a vivência 

imediata dos alunos. 

 

45 

 

O artigo 38 da LDB (Lei nº 9394/96) determina que os 
sistemas de ensino manterão cursos e exames 
supletivos, que compreenderão a base nacional do 
currículo, habilitando ao prosseguimento de estudos 
em caráter regular. Os referidos exames realizar-se-ão, 
respectivamente, no nível de conclusão do Ensino 
Fundamental e do Ensino Médio, para os maiores de  

a)  15 e 21 anos. 

b)  14 e 18 anos. 

c)  14 e 21 anos. 

d)  15 e 18 anos. 

e)  18 e 21 anos. 

 
 

46 

 

De acordo com a LDB (Lei nº 9.394/96), constituem-se 
despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino 
(art. 70) aquelas realizadas com: 

 

I.  concessão de bolsas de estudos a alunos de 

escolas públicas e privadas. 

II. programas suplementares de alimentação, 

assistência médico-odontológica, farmacêutica e 
psicológica. 

III. 

aquisição de material didático-escolar e 

manutenção de programas de transporte escolar. 

 

Está CORRETO o que se afirma 

a) apenas nos itens II e III. 

b) apenas no item III. 

c) apenas nos itens I e III. 

d) apenas no item I. 

e) nos itens I, II e III. 

 

47 

 

Na perspectiva de valorização dos profissionais da 
educação, o artigo 85 da LDB (Lei nº 9394/96) 
estabelece que qualquer cidadão habilitado com a 
titulação própria poderá exigir a abertura de concurso 
para cargo de docente de instituição pública de ensino, 
sempre que estiver sendo ocupado por professor não 
concursado, por mais de 

a) seis anos. 

b) três anos. 

c) dois anos. 

d) quatro anos. 

e) cinco anos. 

 

48 

 

As Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação 
Infantil recomendam que as instituições de educação 
infantil ao elaborar suas propostas pedagógicas 
respeitem os seguintes princípios orientadores: 

a) da flexibilidade e da ação equalizadora. 

b) da educação inclusiva e da emancipação 

responsável. 

c) da não discriminação e do não preconceito. 

d) da identidade pessoal dos alunos, de suas famílias 

e da própria escola. 

e) éticos da autonomia, políticos dos direitos e 

deveres da cidadania e estéticos da sensibilidade. 

 
 
 
 

 

fundacao-sousandrade-2008-semed-ma-pedagogo-prova.pdf-html.html

Concurso Público para Prefeitura Municipal de São Luís 

Grupo Magistério - Pedagogo - Área: Suporte Pedagógico 

 

11 

49 

 

A literatura educacional mais recente enfatiza a 
necessidade de redimensionar a questão da formação 
do professor voltada para o resgate da 
profissionalização docente, entendendo a formação 
inicial e continuada como partes de um único processo 
e de uma trajetória de educação permanente. 
Nessa perspectiva, vale dizer que: 

 

I.  a formação continuada deve ser entendida como 

reparadora ou compensatória da formação inicial 
de modo a suprir as falhas ou lacunas ocorridas no 
percurso escolar do professor. 

II.  a formação continuada deve ser entendida como 

um aperfeiçoamento e ampliação constante das 
competências desenvolvidas na formação inicial, 
possibilitando aos professores refletir sobre as 
ações realizadas no cotidiano escolar. 

III.  a escola é o espaço privilegiado da formação 

continuada do professor, devendo ser referência 
fundamental de toda e qualquer proposta global de 
formação desse profissional. 

 

É CORRETO o que se expressa apenas 

a)  nos itens I e III. 

b)  nos itens II e III. 

c)  nos itens I e II. 

d)  no item I. 

e)  no item II. 

 

50 

 

De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais do 
Ensino Médio, a base nacional comum do currículo do 
Ensino Médio deve ser organizada em áreas do 
conhecimento, a saber: Linguagens, Códigos e suas 
Tecnologias; Ciências da Natureza, Matemática e suas 
Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias. 
Atentando para a recomendação legal contida nessas 
Diretrizes, analise os itens a seguir. 

 

I.  as disciplinas não devem ser eliminadas do 

currículo mas colocadas em permanente diálogo, 
conforme as afinidades entre elas e delas com os 
problemas da realidade que precisa ser 
compreendida e interpretada pelos alunos. 

II.  todas as três áreas devem estar representadas no 

currículo, obedecendo-se uma distribuição 
eqüitativa entre elas. 

III. os 

conteúdos específicos de cada área descritos 

nas Diretrizes devem ser trabalhados por todas as 
escolas de modo a garantir a unidade da base 
nacional comum. 

 

É CORRETO o que está contido apenas 

a)  nos item II e III. 

b)  no item II. 

c)  no item III. 

d)  no item I. 

e)  nos itens I e III.