Prova Concurso - Pedagogia - UFAL-2009-UNEAL-TECNICO-EM-ASSUNTOS-EDUCACIONAIS - COPEVE - UFAL - 2009

Prova - Pedagogia - UFAL-2009-UNEAL-TECNICO-EM-ASSUNTOS-EDUCACIONAIS - COPEVE - UFAL - 2009

Detalhes

Profissão: Pedagogia
Cargo: UFAL-2009-UNEAL-TECNICO-EM-ASSUNTOS-EDUCACIONAIS
Órgão: UFAL
Banca: COPEVE
Ano: 2009
Nível: Superior

Downloads dos Arquivos

prova.pdf
gabarito.pdf

Provas relacionadas

PEDAGOGOUFPA2018
PEDAGOGOUNIFESSPA2018
PEDAGOGOEBSERH2018

Gabarito

Prova

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Concurso UNEAL 2009 

                       

  

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

1

 

PORTUGUÊS 

 

Texto para as questões 01 e 02 

01 
 
03 
 
05 
 
07 
 
 

Em meio a trevas profundas, abre-se de repente a porta de 
ferro da prisão e o próprio velho, o grande inquisidor, entra 
lentamente com um castiçal na mão. Está só; a porta se 
fecha imediatamente após sua entrada. Ele se detém por 
muito tempo à entrada, um ou dois minutos, examina o rosto 
do prisioneiro. Por fim se aproxima devagar, põe o castiçal 
numa mesa e lhe diz: “és tu? Tu?” Mas, sem receber 
resposta, acrescenta rapidamente: “Não respondas, cala-te”.
(trecho de Os irmãos Karamazov, de Dostoievski) 

 

01. 

Reescrevendo o primeiro período do texto, somente não 
ocorreu mudança de sentido nem de estrutura lingüística em: 

A) 

Em meio as trevas profundas, a porta de ferro da prisão, se 
abre de repente e o velho, o grande inquisidor, entra 
lentamente com um castiçal na mão.  

B) 

Em meio à treva profunda, abre-se de repente a porta de 
ferro da prisão. O próprio velho inquisidor, entra lentamente 
com um castiçal na mão. 

C) 

De repente, é aberta a porta de ferro da prisão em meio à 
escuridão profunda. O próprio velho, considerado o grande 
inquisidor, entra lentamente com um castiçal na mão. 

D) 

De repente, abrem a porta de ferro da prisão em meio à 
trevas profundas. O próprio velho inquisidor entra 
lentamente com um castiçal na mão. 

E) 

Nas trevas profundas, a porta de ferro da clausura se abre 
de repente, o próprio velho – que considera-se o grande 
inquisidor – entra lentamente com um castiçal na mão. 

 

02. 

Se a indagação do inquisidor “és tu? Tu?” (l. 07) fosse: “É 
você? Você?”, a seqüência de sua fala na linha 08 seria: 

A) 

Não responda, cale-se. 

B) 

Não respondes, cala-se. 

C) 

Não responde, cala-se. 

D) 

Não responda, cale-te. 

E) 

Não respondes, cale-se 

 

Texto para as questões 03 e 04 

01 
 
03 
 
05 
 
07 
 
09 
 
11 
 
 

Outrossim, afeiçoei-me à contemplação da injustiça humana, 
inclinei-me a atenuá-la, a exemplificá-la, a classificá-la por 
partes, a entendê-la, não segundo um padrão rígido, mas ao 
sabor das circunstâncias e lugares. Minha mãe doutrinava-
me a seu modo, fazia-me decorar alguns preceitos e 
orações, e a boa regra perdia o espírito, que a faz viver, 
para se tornar uma vã fórmula. De manhã, antes do mingau, 
e de noite, antes da cama, pedia a Deus que me perdoasse, 
assim como eu perdoava aos meus devedores; mas entre a 
manhã e a noite fazia uma grande maldade, e meu pai, 
passado o alvoroço, dava-me pancadinhas na cara. 
(trecho de Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado 
de Assis) 

03. 

A frase “assim como eu perdoava aos meus devedores” 
assumiu outra forma gramaticalmente correta em 

A) 

Assim como eu os perdoava. 

B) 

Assim como eu perdoava os meus devedores. 

C) 

Assim como eu perdoava-lhes. 

D) 

Assim como eu perdoava-os. 

E) 

Assim como eu lhe perdoava. 

04. 

A classificação sintática do pronome oblíquo em “que a faz 
viver” (l. 06) somente não é a mesma na oração 

A) 

atenuá-la (l. 02) 

B) 

Fazia-me decorar (l. 05) 

C) 

entendê-la (l. 03) 

D) 

que me perdoasse (l. 08) 

E) 

classificá-la por partes (l. 02-03) 

 

Texto para as questões de 05 a 07 

01 
 
03 
 
05 
 
07 
 
09 
 
11 
 
13 
 
15 
 
17 

Na arca cabe tudo, exceto crianças e (bebe-se muito, e é 
bom não confundir) alcoólatras. As pessoas vêm para 
euforias e ânsias – ou inesperadas – vêm para se meter e 
conferir, para dar vazão, ter comunhão. Todos são íntimos, 
ou já tiveram algum encontro, um affair, um nariz consertado 
pelo outro, pequenas intimidades visíveis ou grandes 
intimidades zelosamente divulgadas. Os que chegam 
primeiro são mais calmos, mas, à medida que a reunião se 
amplia, os que chegam já chegam mais quentes. Há 
gritinhos, beijinhos, beijos mais afoitos, apertões meramente 
formais, ocasionais, ou mais entregues – somos todos mui 
amigos. Cheiramo-nos, esfregamo-nos, lambemo-nos. 
Bebidas correm, alguns se servem sós, a estrela maior e 
dona da casa ajuda, sugere, insinua, oferece, conversa-se 
sobre tudo e qualquer coisa, os assuntos sempre ficam no 
ar, interrompidos por gente que chega ou se agrega. 
(MILLÔR, Veja, 17 de set., 2008, p. 47) 

 

05. 

O padrão lingüístico e a estrutura conferem ao texto 

A) 

uma espécie de irreverência tardia, marcada pelo estilo 
prosaico. 

B) 

um ritmo épico, reeditado apenas porque se trata de texto 
em edição semanal. 

C) 

um teor prosaico, referendado pelo diletantismo da crônica. 

D) 

uma sutil tonalidade emotivo-poética. 

E) 

a natureza fática do texto jornalístico. 

 

06. 

Nas estruturas verbais seguintes, somente não é possível 
determinar o sujeito em 

A) 

“Vêm” (l. 03) 

B) 

“Bebe-se” (l. 01) 

C) 

“chegam” (l. 07) 

D) 

“se agrega” (l. 16) 

E) 

“tiveram” (l. 05) 

 

07. 

São particularidades lingüísticas vistas no texto, exceto em 

A) 

Certo ritmo coloquial. 

B) 

Há dois registros de estrangeirismos no texto. 

C) 

A frase “que chega” (l. 16) tem valor de adjetivo. 

D) 

A retirada do acento gráfico na forma verbal “vêm” (l. 02) 
provoca violação à concordância.  

E) 

Os verbos da linha 12 estão no modo imperativo.  

 
 
 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

2

 

Texto para as questões de 08 a 10 

01 
 
03 
 
05 
 
07 
 
09 
 
11 
 
13 
 
15 
 

Muito já falei do drama dos desencontros humanos, um 
deles sendo aquela hora em que a gente pronuncia a 
palavra que vai custar um tumulto, ou um pequeno arranhão, 
nos sentimentos de quem a gente não queria ferir. Anos 
depois, esse alguém nos interpela: “Lembra aquela vez em 
que você me disse isso? Pois até hoje me dói”. A gente 
reage: “Mas como? Quando? Eu nem uso essa palavra, e 
jamais te diria uma coisa dessas!”. Tem também a hora em 
que devíamos nos abrir e falar, o outro precisando de colo, 
mas, tímidos ou desatentos, engolimos o que poderia ter 
feito um bem, evitado um dano – mas houve apenas 
silêncio. Nas duas ocasiões não foi por maldade. Foi porque 
a gente não sabia. Faz parte das dificuldades de se 
relacionar, seja entre amantes, pais e filhos, amigos, 
colegas, chefes e funcionários. (LUFT, Lya. Veja, set., 2008, 
p. 24) 

 
08. 

Sobre o texto, há uma informação incorreta na opção 

A) 

A autora utiliza o discurso direto para reproduzir o 
sentimento de insatisfação de alguém que ouvira uma 
palavra de teor inadequado. 

B) 

Aspectos de um formato lingüístico denotativo constituem a 
estrutura das expressões: “ou um pequeno arranhão” (l. 03), 
“devíamos nos abrir” (l. 09), “engolimos o que poderia” (l. 10). 

C) 

A expressão “drama dos desencontros humanos” (l. 01) 
constitui a síntese da problemática analisada pela autora. 

D) 

O vocábulo “tumulto” (l. 03) e a expressão “pequeno 
arranhão” (l. 03) revelam que o efeito de uma palavra – se 
dita de forma inadequada – oscila entre as várias 
possibilidades de significado. 

E) 

Sendo um texto de natureza cronística, há em sua 
construção estruturas lingüísticas provenientes da 
modalidade coloquial.  

 
09. 

Consideram-se registros da modalidade culta da língua, 
exceto na opção 

A) 

“Muito já falei dos dramas dos desencontros humanos.” (l. 
01)  

B) 

“Anos depois, esse alguém nos interpela.” (l. 04-05) 

C) 

“Faz parte das dificuldades de se relacionar.” (l. 13-14) 

D) 

“Tem também a hora em que” (l. 08-09) 

E) 

“mas houve apenas silêncio” (l. 11-12) 

 
10. 

Ao lado de cada fragmento há outra opção de reescrita em 
destaque. Em qual das opções ocorreu uma subversão 
gramatical da norma padrão culta?  

A) 

“a gente pronuncia a palavra que vai custar um tumulto” (l. 
02-03) – a gente pronuncia a palavra a qual custará um 
tumulto.

 

B) 

“Lembra aquela vez em que você me disse isso?” (l. 05-06) 
– Lembra-se daquela vez em que você me disse isso? 

C) 

“engolimos o que poderia ter feito um bem” (l. 10-11) – 
engolimos aquilo que poderia ter feito um bem.

 

D) 

“Foi porque a gente não sabia” (l. 12-13) – Foi porque não 
sabíamos. 

 

E) 

“Anos depois, esse alguém nos interpela” (l. 04-05) – Anos 
depois, nos interpela esse alguém. 

 

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO 

PÚBLICA 

 

11. 

A lei de diretrizes orçamentárias atende o disposto no § 2ª 
do art. 165 da Constituição e dispõe a também sobre: 

I.  Origem dos recursos. 

II.  Equilíbrio entre receitas e despesa. 

III.  Critérios e forma de limitação de empenho. 

IV.  Normas relativas ao controle de custos e à avaliação dos 

resultados dos programas financiados com recursos dos 
orçamentos. 

V.  Demais condições e exigências para transferências de 

recursos a entidades públicas e privadas. 

Verifica-se que estão corretas 

A) 

I, II, III, IV e V. 

B) 

II, III, IV e V, apenas. 

C) 

II e IV, apenas. 

D) 

I, II e V, apenas. 

E) 

I e III, apenas. 

 
12. 

Tipo de licitação é o critério de julgamento utilizado pela 
Administração para seleção da proposta mais vantajosa. Os 
tipos de licitação mais utilizados para o julgamento das 
propostas são os seguintes: 

I. Menor 

preço. 

II. Melhor 

técnica. 

III.  Técnica e preço. 

Verifica-se que estão corretas 

A) 

apenas I. 

B) 

apenas II. 

C) 

apenas III. 

D) 

apenas I e II. 

E) 

I, II e III. 

 

13. 

O sistema de controle administrativo é responsável por 
promover a realização do bem público, para permitir a 
obtenção do resultado máximo, com o mínimo de recursos, 
sem desvios e desperdícios. Pode-se afirmar que tem as 
seguintes finalidades, exceto 

A) 

assegurar eficácia, eficiência e economicidade na 
administração e aplicação dos recursos públicos. 

B) 

propiciar critérios para a tomada de decisões. 

C) 

garantir o cumprimento das normas técnicas, administrativas 
e legais. 

D) 

identificar erros, fraudes e seus agentes. 

E) 

preservar a integridade patrimonial. 
 

14. 

A natureza da administração pública é cumprir o interesse 
do povo. Nesse sentido, a administração pública deve 

A) 

olhar de forma secundária os interesses da coletividade. 

B) 

ser intuitiva. 

C) 

preconizar permanência. 

D) 

dispor em primeiro lugar os interesses individuais. 

E) 

cumprir sua funcionalidade. 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

3

 

15. 

Num contexto de desestatização e tentativas de reformas 
gerenciais, redefine-se o papel do Estado, qualificando-o 
mais como regulador do que como indutor do processo de 
desenvolvimento do país. Com relação à idéia de controle 
interno, é incorreto afirmar: 

A) 

No Brasil não há importância de flexibilização da ação 
pública, propondo um conjunto de medidas uniformizadoras 
inspiradas na Nova Gestão Pública (New Public 
Management), que visam dar ao administrador público mais 
autonomia gerencial, numa tentativa de tornar a 
administração pública mais parecida com a administração 
de empresas: o chamado movimento de “agencificação”. 

B) 

Uma das principais premissas do modelo regulatório 
instituído no Brasil é a eqüidistância do órgão regulador em 
relação aos pólos de interesse de regulação: o poder 
concedente (governo), concessionárias e usuários de 
serviços públicos. 

C) 

A criação das agências reguladoras está estreitamente 
relacionada com um duplo movimento: o processo de 
enxugamento do papel do Estado na economia − ou a 
reforma de desestatização − e o conjunto de instrumentos 
de reforma administrativa que visavam à flexibilização da 
gestão pública, ou a Nova Gestão Pública. 

D) 

A reforma regulatória no Brasil tem caráter muito abrangente 
e permanece inacabada. Em vários setores, ainda não foi 
concluída a fase de transição do modelo anterior de auto-
regulação concentrada em ministérios e departamentos 
governamentais para um modelo centrado em agências 
independentes. 

E) 

Um dos principais pontos de estrangulamento do modelo 
regulatório brasileiro está relacionado com a ausência de 
uma política regulatória. Esse problema pode ser visto como 
conseqüência do processo de criação das agências 
(caracterizado pela incoerência e falta de consenso político) 
e do mimetismo das estratégias formais (ou seja, relativas 
apenas à discussão da forma organizacional “agência 
independente”) adotadas a nível internacional, sem que 
tenha havido uma discussão sobre as premissas, a 
relevância e as funções do modelo. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

INFORMÁTICA 

 

Responda a questão 16, baseando-se na ilustração abaixo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

16. 

Dadas as proposições, 

I.  Ao clicar no botão 

, o navegador carregará a página 

anteriormente visitada.  

II. O 

texto 

http://

 presente no início do endereço da página 

web

 indica que esta é uma página segura e que transfere 

dados criptografados. 

III.  Ao clicar no botão 

, é possível adicionar a página 

web

 atualmente visualizada como Favorito(a). 

verifica-se que está(ão) correta(s) 

A) 

somente a I. 

B) 

somente I e II. 

C) 

somente I e III. 

D) 

somente II e III. 

E) 

I, II e III. 

 

17. 

Na seqüência das 3 figuras a seguir foi utilizado um dos 
recursos do Word de Apagar Texto. Neste caso, a palavra 
“São” foi apagada das 4 linhas de uma única vez. Esse 
modelo de seleção de bloco de texto, como mostra a figura 
2, é conseguido com o uso do mouse e a tecla 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A) 

Alt da esquerda. 

B) 

Enter. 

C) 

Ctrl. 

D) 

Scroll Lock. 

E) 

F2. 

 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

4

 

A figura a seguir serve como base para responder a questão 18. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

18. 

Usando a função SE na coluna Resultado, as fórmulas 
devem retornar os valores de acordo com as instruções: 

 

 

APROVADO: se o aluno tiver média maior ou igual a 7,0. 

 PROVA 

FINAL: se o aluno tiver nota maior ou igual a 5,0 e 

menor que 7,0. 

 REPROVADO: se tiver média inferior a 5,0. 

 

Tomando como base a célula G8, a fórmula a ser inserida será  

 

A) 

=SE(F8<=5;"REPORVADO";SE(F8>=7;"APROVADO";"PROVA FINAL")) 

B) 

=SE(F8<5;"REPORVADO";SE(F8<=7;"PROVA FINAL";"APROVADO")) 

C) 

=SE(F8<=5;"REPORVADO";SE(F8<7;"PROVA FINAL";"APROVADO")) 

D) 

=SE(F8<5;"REPORVADO";SE(F8<7;"PROVA FINAL";"APROVADO")) 

E) 

=SE(F8<5;"REPORVADO";SE(F8>7;"APROVADO";"PROVA FINAL")) 

 

19. 

Em relação à tecla ENTER muito utilizada na criação de 
texto no Microsoft Word, seguem as afirmativas: 

I.  No Microsoft Word, parágrafo é o texto que fica entre o 

primeiro e o segundo cliques na tecla ENTER.  

II.  Cada vez que o usuário pressionar a tecla ENTER, uma 

nova linha é criada. 

III.  Cada vez que o usuário pressionar a tecla ENTER, será 

criado um novo parágrafo. 

IV.  Para passar para a linha seguinte sem criar um novo 

parágrafo, o usuário precisará apenas usar a combinação 
de teclas SHIFT + ENTER. 

Verifica-se que estão corretas 
A) 

I e II, apenas. 

B) 

II e III, apenas. 

C) 

I, II e III, apenas. 

D) 

III e IV, apenas. 

E) 

I, II, III e IV. 

 

20. 

Trojan Horse, ou Cavalo de Tróia, é 

A) 

um tipo de programa  que pode aquecer o processador do 
computador até danificá-lo totalmente. 

B) 

um spyware que cria cópias de si mesmo e se reenvia para 
outros computadores por meio de e-mail

C) 

um vírus do tipo worm que cria pastas indesejadas. 

D) 

um spam com conteúdo adulto. 

E) 

um programa que aparenta ser útil, mas pode abrir portas 
no computador para uma invasão. 

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 

 

21. 

Instituído com o objetivo de assegurar o processo nacional de 
avaliação das instituições e da educação superior, o SINAES 
(Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior) tem 
por finalidade, além de outros elementos, a melhoria da 
qualidade da educação superior. A avaliação das instituições 
terá por objetivo identificar diversos aspectos considerando as 
diferentes dimensões institucionais. As opções abaixo 
apresentam tais dimensões, exceto: 

A) 

A missão e o plano de desenvolvimento institucional. 

B) 

A política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a 
extensão e as respectivas formas de operacionalização. 

C) 

A comunicação com a sociedade. 

D) 

A responsabilidade social da instituição, considerando 
especialmente a sua contribuição em relação à inclusão 
social. 

E) 

O caráter público de todos os procedimentos, dados e 
resultados dos processos avaliativos. 

 
22. 

A avaliação dos cursos de graduação tem por objetivo 
avaliar as condições de ensino oferecidas aos estudantes 
por meio de instrumentos e procedimentos diversificados, 
entre eles o ENADE (Exame Nacional de Desempenho dos 
Estudantes), aplicado até o ano de 2008, por dados de 
amostragem. Sobre o ENADE, é correto ainda afirmar: 

A) 

É componente curricular obrigatório, mas a não realização 
não implica em integralização do curso. 

B) 

A não-inscrição dos estudantes no exame implicará em 
sansões para o estudante. 

C) 

A não-realização do Exame pelos estudantes implicará em 
prejuízo direto à instituição. 

D) 

As IES serão responsáveis no âmbito dos Estados pela 
realização do ENADE. 

E) 

É componente curricular obrigatório e a sua regularização é 
atestada na comprovação da sua efetiva participação.  

 
23. 

No contexto das mudanças nas concepções de 
aprendizagem aparece uma série de visões sobre a 
avaliação, entre elas o portfólio, as quais vinculamos aos 
projetos de trabalho. Assinale V onde for verdadeiro e F 
onde for falso. 

(    )  O portfólio oferece aos alunos uma oportunidade de 

refletir sobre o progresso dos estudantes em sua 
compreensão da realidade. 

(    )  A utilização do portfólio como recurso de avaliação é 

baseada na idéia da natureza centralizadora do 
processo de aprendizagem. 

(    )  Permite  aos  professores  aproximar-se  do  trabalho  dos 

alunos de maneira pontual. 

(    )  Possibilita  a  introdução  de  mudanças  durante  o 

desenvolvimento. 

Assinale a seqüência correta. 

A) 

V – F – V – F 

B) 

V – V – F – F 

C) 

V – F – F – V 

D) 

V – F – V – V 

E) 

F – V – F – V 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

5

 

24. 

Na Educação a Distância a interação com o professor é 
indireta e tem que ser mediatizada por uma combinação dos 
mais adequados suportes técnicos de comunicação. 
Mediatizar significa então codificar as mensagens 
pedagógicas, traduzindo-as sob diversas formas, segundo o 
meio técnico escolhido (BELONI, 2003). Do ponto de vista 
da produção de materiais, mediatizar significa: 

I.  Conceber metodologias do ensino e estratégias de 

utilização de materiais de ensino. 

II.  Implementação de estratégias de utilização dos materiais. 

III.  Elaboração de um discurso pedagógico adequado. 

IV.  Definir formas de apresentação de conteúdos didáticos, 

previamente selecionados e elaborados. 

Verifica-se que a opção correta é 

A) 

I, II e III. 

B) 

II e III, apenas. 

C) 

I e IV. 

D) 

IV, apenas. 

E) 

III e IV. 

 

25. 

As Universidades, instituições pluridisciplinares, são 
caracterizadas por: 

Assinale a opção incorreta. 

A) 

Plano próprio de carreira docente. 

B) 

Produção intelectual institucionalizada. 

C) 

Definição de que um terço do corpo docente tenha mestrado 
e doutorado. 

D) 

Um terço do corpo docente em regime integral. 

E) 

Autonomia na criação e organização de cursos e 
programas. 

 

26. 

Os estudiosos sobre o uso das tecnologias na educação 
advertem contra o uso dos modismos, lembrando que a 
introdução de uma técnica na educação deve estar 
orientada para uma melhoria da qualidade. Dieuzido apud 
Beloni (2003) chama a atenção para três precauções de 
princípios, a saber: 

I.  A utilização da técnica não deve ser resultado de uma 

adesão de moda. 

II.  A educação não deve problematizar o saber. 

III.  Considerar a diferença entre conhecimento e informação. 

IV.  O fato da busca das novas tecnologias da informação e 

da comunicação para resolver problemas do sistema em 
dificuldade. 

Verifica-se que está(ão) correta(s) 

A) 

I, II e IV. 

B) 

II, apenas. 

C) 

II, III e IV. 

D) 

I, III e IV. 

E) 

I, II e III. 

 
 
 

27. 

“O pensamento educacional brasileiro é inflexivelmente 
machista e patriarcal. Paradoxalmente, a docência e o 
magistério de primeiro e segundo graus são atividades 
predominantemente femininas, mas o pensamento sobre 
educação é hegemonicamente masculino”. (SILVA, 1995) 
Este pensamento nos leva a concluir que: 

 

A educação institucionalizada atribui à mulher esse papel 
contraditório: produzir o homem racional a partir de sua 
suposta feminina-irracionalidade. 

I. Os currículos e conhecimentos são meramente 

contaminados e distorcidos por certos estereótipos. 

II.  O falocentrismo do currículo tem implicações não apenas 

para a formação da identidade feminina como também 
para a formação da identidade masculina. 

III. Um currículo masculinamente organizado não contribui 

para reforçar o domínio. 

Assinale a seqüência correta. 

A) 

I, II e III. 

B) 

I e III, apenas. 

C) 

II e IV, apenas. 

D) 

II, III e IV. 

E) 

I e IV. 
 

28. 

Para Silva, o currículo é um dos locais privilegiados onde se 
entrecruzam saber e poder, representações e domínio, 
discurso e regulação. É também no currículo que se 
condensam relações de poder e subjetividades sociais. As 
afirmativas abaixo têm relação direta com a definição acima, 
exceto:  

A) 

Currículo, poder e identidades sociais estão mutuamente 
implicados.  

B) 

Currículo corporifica relações sociais. 

C) 

O processo de transformação constituído pelo currículo tem 
como referência qualquer destino histórico abstrato e 
longínquo. 

D) 

A política de identidade cultural e as novas compreensões 
sobre o papel da mídia e da cultura popular estão no centro 
da nossa vida cotidiana. 

E) 

O currículo é o ponto onde se produzem de forma positiva 
capacidades e habilidades determinadas. 
 

29. 

Conforme as normas legais em vigor, compete a CONAES 
(Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior), 
exceto: 

A) 

Propor e avaliar as dinâmicas, procedimentos e 
mecanismos da avaliação institucional de cursos e 
desempenho dos estudantes. 

B) 

Estabelecer diretrizes para organização e designação das 
comissões de avaliação. 

C) 

Expedir normas e instruções para a execução de leis e 
decretos específicos para a Educação Superior. 

D) 

Formular propostas para o desenvolvimento das instituições 
da educação superior, com base nas análises e 
recomendações produzidas nos processos de avaliação. 

E) 

Articular-se com os sistemas estaduais de ensino, visando a 
estabelecer ações e critérios comuns de avaliação. 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

6

 

30. 

Os diplomas de cursos superiores reconhecidos, quando 
registrados, terão validade nacional como prova da 
formação recebida por seu titular. Sobre a expedição de 
diploma de cursos superiores, é possível afirmar que 

A) 

os diplomas expedidos pelas universidades serão por elas 
próprias registrados. 

B) 

os diplomas conferidos por instituições não-universitárias 
serão registrados pelo Conselho Nacional de Educação. 

C) 

os diplomas de graduação expedidos por universidades 
estrangeiras serão revalidados por qualquer universidade 
que tenha curso do mesmo nível. 

D) 

os diplomas de mestrado e doutorado expedidos por 
universidades estrangeiras serão reconhecidos pela CAPES 
(Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível 
Superior). 

E) 

os diplomas expedidos pelas universidades deverão ser 
revalidados pelo Conselho Nacional de Educação. 

 

31. 

“As conseqüências da baixa escolaridade vão desde 
dificuldades para conseguir emprego até prejuízo no 
rendimento escolar dos filhos e baixa na auto-estima do 
indivíduo”. (FSP, 2002)  

Assinale a opção que revela causas fundantes da questão acima 
evidenciada. 
A) 

O poder público vem investindo adequadamente em 
políticas públicas e garantido o acesso e a permanência das 
crianças, jovens e adultos na rede escolar, em todos os 
níveis de ensino, com qualidade. 

B) 

Os dispositivos legais têm sido suficientes para a garantia 
da cultura formal nos diferentes estágios de escolarização à 
população. 

C) 

 A sociedade civil está devidamente organizada e motivada 
para reivindicar direitos à escolarização e a outros bens 
sociais. 

D) 

A matriz socioeconômica e política, particularmente do 
nordeste brasileiro, pode explicar seus déficits de 
atendimento à população, nas diferentes faixas etárias. 

E) 

A escola, mais que qualquer instituição social, é responsável 
pela formação cultural e científica, dando as bases morais 
da prática cidadã.  

 

32. 

Na realização de um projeto, pode-se identificar 04 fases 
distintas. 

Assinale a opção correta. 

 

A) 

Organização dos grupos, coleta e sistematização do 
material, montagem dos textos e avaliação. 

B) 

Intenção, preparação, execução e apreciação. 

C) 

Identificação dos objetivos, instrumentalização dos 
interesses, socialização das atividades e realização das 
estratégias. 

D) 

Experimentos, coleta e sistematização do material, 
entrevistas e processo avaliativo. 

E) 

Participação, atuação dialógica, identificação das 
perspectivas e vertente crítica. 

 

33. 

Assinale a opção que contraria a perspectiva curricular que 
possibilita a valorização dos diversos conhecimentos e a 
interação das culturas.  

A) 

A nova sociologia do currículo enfatiza os interesses mais 
amplos do individuo, e as relações de poder na sociedade, 
informando as reflexões e as diferentes dimensões 
curriculares. 

B) 

O processo de democratização das relações sociais reflete-
se na área curricular, com a participação e o diálogo, numa 
construção compartilhada. 

C) 

O currículo é elaborado a partir das desigualdades e 
diversidade de vozes dos diferentes grupos sociais. 

D) 

A participação é a tônica dessa tendência, contrapondo-se a 
uma dimensão autoritária e apassivadora. 

E) 

Currículo é um artefato indissoluvelmente vinculado à 
cultura, num contexto amplo de mudanças sociais. 

 
34. 

A eficácia de um sistema de ensino que visa ao 
desenvolvimento social e à qualidade da educação depende 

  

Assinale a opção que não completa a afirmação acima por 
apresentar reduzida influência nas finalidades primordiais do 
sistema de ensino. 

A) 

da relevância dos princípios gerais, das metas, dos objetivos 
e programas. 

B) 

da capacidade dos atores de darem sentido aos objetivos, 
programas e procedimentos técnico-pedagógicos. 

C) 

da utilização das tecnologias da informação e da 
comunicação para mobilização e controle da prática 
educativa. 

D) 

de investimentos permanentes, em recursos materiais e nas 
pessoas. 

E) 

do compromisso social dos atores internos e do 
envolvimento de parceiros externos: pais, formadores, 
pesquisadores e outros. 

 
35. 

Inúmeras pesquisas assinalam a necessidade das 
instituições educativas modificarem os procedimentos 
habituais de avaliação.  

Podem ser apontadas como razões para essa modificação: 

 

 

 

) Preservar a motivação e o envolvimento dos 

professores nas atividades da instituição e combater a 
estafa profissional. 

(    )  Transformar 

instituição 

numa 

comunidade 

profissional, centrada na aprendizagem interativa. 

(    )  Conciliar os paradigmas – de controle centralizador e 

de desenvolvimento da qualidade, no funcionamento da 
instituição. 

(    )  Favorecer  a  gestão  dos  saberes  profissionais  e  a 

construção de uma organização aprendiz. 

(    )  Melhorar a aprendizagem dos alunos. 

Ponha V ou F (verdadeiro ou falso), nos itens acima, conforme o 
caso, e assinale abaixo a opção mais adequada. 
A) 

V – V – V – F – F  

B) 

F – F – V – V – V 

C) 

F – V – F – V – F 

D) 

V – V – F – V – V 

E) 

V – F – V – F – V  

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

7

 

36. 

“O modelo socioeconômico-político que negou ao longo da 
história o acesso da população à educação formal de 
qualidade, é o mesmo que hoje exige patamares de 
conhecimento cada vez mais elevados.” (Moura, 2005)  

 

  A educação escolar que pode contribuir para o 

desenvolvimento social é a que: 

 Leia atentamente as afirmativas propostas: 

I.  Assegura a formação de seres sociais aptos a exercerem 

a ação-reflexão-ação e o mister continuado de sua 
aprendizagem. 

II.  Favorece a formação ampla do indivíduo, para uma 

convivência social construtiva, a lida com o mundo 
informatizado e a profissionalização. 

III. Privilegia a transferência eficiente e ágil dos 

conhecimentos científicos comprovados e a promoção de 
competências sociais para a vida prática.  

IV.  É elemento gerador de conhecimentos e atributos de 

competências para uma vida cidadã. 

V.  Contribui para desenvolver a autonomia e a capacidade 

de tomar decisões e resolver problemas na sociedade 
globalizada. 

Assinale a opção cujas afirmativas estão corretas. 
A) 

II, III e IV. 

B) 

I, III e V, apenas. 

C) 

I, II, IV e V. 

D) 

I, III, IV e V. 

E) 

II, IV e V, apenas. 

 

37. 

Considerando as características do desenvolvimento da 
qualidade e da obrigação de resultados, no processo 
educativo, assinale a 2ª coluna de acordo com a 1ª. 

Coluna 1 

Coluna 2 

1. Desenvolvimento  da 

qualidade 

2. Obrigação de resultados 

 

(     )
 
 
 
(     )
 
 
(     )
 
 
 
(     )
 
 
(     )

Vincula-se à dificuldade 
de circunscrever a 
verdadeira função da 
avaliação institucional. 

É uma missão impossível, 
na situação atual da 
cultura da avaliação. 

O maior desafio é a 
articulação entre os 
comandos operacional e 
estratégico. 

As estatísticas raramente 
são objeto de troca com 
os autores. 

Permite criar, de imediato, 
um clima de abertura e 
transparência, autocrítica 
e disponibilidade para a 
discussão. 

Assinale a opção correta. 
A) 

2 – 2 – 1 – 2 – 1 

B) 

2 – 2 – 1 – 1 – 1  

C) 

1 – 2 – 1 – 2 – 1 

D) 

1 – 1 – 1 – 2 – 2  

E) 

2 – 1 – 1 – 1 – 2 

38. 

Enumere a 2ª coluna de acordo com a 1ª. 

Coluna 1 

Coluna 2 

1. Plano Nacional de 

Educação 

2. Plano da Escola 

3. Plano de Ensino 

4. Projeto 

5. Planejamento  

 

(     )
 
 
 
(     )
 
 
 
 
(     )
 
 
(     )
 
 
(     )

Dele decorrem os planos 
curriculares que expressam sua 
filosofia de ação, seus propósitos 
gerais e objetivos. 
Refere-se a processo, tem 
significado dinâmico. É uma 
ação de cunho intencional, 
fundamentada em pressupostos 
teóricos e, portanto, políticos. 
Reflete a política educacional de 
um povo, em seu contexto 
histórico. 
Expressa a dinâmica disciplinar 
de unidades e experiências; 
norteia a prática pedagógica. 
Especificar objetivos, conteúdos, 
recursos humanos e materiais, 
procedimentos e processo de 
avaliação. 

Assinale a opção correta. 
A) 

2 – 5 – 4 – 3 – 1 

B) 

2 – 1 – 3 – 4 – 2  

C) 

2 – 5 – 1 – 3 – 4 

D) 

1 – 2 – 3 – 5 – 4 

E) 

5 – 4 – 3 – 2 – 1 

 

39. 

A escola hoje é centrada na idéia de disciplina. Os 
currículos fixam as matérias; a grade horária organiza o 
tempo para explorá-las e as pessoas devem aprendê-las 
para serem aprovadas e assim seguirem aprendendo mais 
disciplinas... (Machado, 2002) 

A organização a que se refere o autor: 

(    )  Está sólida e protegida da crise demandada pelos 

avanços científicos que estão vinculados aos valores 
sociais. 

(    )  Precisa reestruturar seus tempos e seus espaços, na 

perspectiva de criar meios e instrumentos para 
favorecer a realização dos projetos pessoais. 

 

 

 

)  Vem-se modificando com as diferentes reformas 

educacionais que propõem privilégio das competências 
sociais e valorização do conhecimento científico 
disciplinar. 

(    )  Reafirma o entendimento de que as disciplinas e as 

competências disputam os mesmos espaços e tempos 
escolares, contrapondo-se de modo radical, ou seja, se 
a escola visar às competências terá que abandonar a 
idéia de disciplina. 

 

 

 

)  É disciplinar e continuará sendo; os professores 

também o são, mas sua reorganização pode ampliar as 
competências e o papel dos professores, pois o 
conhecimento hoje é o principal fator de produção. 

Identifique com F ou V (falso ou verdadeiro), conforme o caso, 
as afirmações acima e assinale abaixo a opção correta. 
A) 

F – F – V – F – V 

B) 

V – V – V – V – V 

C) 

F – V – V – F – V 

D) 

F – F – F – F – V 

E) 

V – V – V – V – F 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

8

 

40. 

Todo estabelecimento de ensino necessita “submeter 
periodicamente seu funcionamento pedagógico e 
organizacional a um exame lúcido que permita descobrir as 
disfunções invisíveis e decidir ajustes futuros.” (Perrenoud, 
2002) 

  

O exame de que fala o autor permite combinar dois tipos de 
conduta: 

Assinale a opção correta. 
A) 

Controle centralizador e gestão participativa de resultados. 

B) 

Avaliação institucional e obrigação de resultados. 

C) 

Descentralização participativa e medidas detalhadas de 
controle. 

D) 

Auto-avaliação e avaliação externa. 

E) 

Sistematização pedagógica e postura ideológica.    

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

copeve-ufal-2009-uneal-tecnico-em-assuntos-educacionais-prova.pdf-html.html

     Concurso UNEAL 2009 

Prova Tipo 01

 11/JAN/2009

 

Nível Superior – Analista – Téc. em Assuntos Educacionais 

 

10